Justiça suspende investigação sobre sócio de Flávio Bolsonaro

A Justiça do Rio de Janeiro suspendeu, na noite de ontem, a investigação sobre o empresário Alexandre Ferreira Dias Santini, sócio de Flávio Bolsonaro em uma franquia de uma loja de chocolates. A decisão foi do desembargador Antônio Carlos Nascimento Amado, da 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ), que concedeu habeas corpus pedida pela defesa do empresário.

Os advogados de Santini alegam que o empresário não constava como investigado no Procedimento Investigatório Criminal sobre o caso e, portanto, não poderia ter sido incluído nos pedidos de busca e apreensão feitos pelo Ministério Público do Rio (MP-RJ). Flávio Bolsonaro, por sua vez, continua sendo investigado por supostamente participar de um esquema de “rachadinha” na Assembleia Legislativa do Rio.

Publicado em: 22/01/2020