Nova Orla Jaboatão


14/01


2016

Coluna da quinta-feira

     Liba e Recife se amavam 

Ninguém conheceu e amou tanto o Recife como o ex-vereador Liberato Costa Júnior, o decano da Câmara Municipal, chamado, ontem, por Deus, aos 97 anos. O “Velho Liba”, como era conhecido, tinha também, recifenses, a alma e o sentimento. Com mandato ou não, percorria as ruas da cidade de velhos sobrados cheirando a banguê, compridos, escuros e que dá gosto de ser ver, como cantou Capiba. Apenas para estar ao lado do seu povo.

No Recife, Liberato viveu dias e noites sem fim. Seu encanto pela cidade parece ter vindo dos seus lindos jardins, da brisa do seu alto mar, do seu céu tão bonito. Se a política para Liberato era um sacerdócio, Recife era a musa inspiradora, que embalou os sonhos de tantos boêmios em noites de lua ou clareada pelos seus lampiões. Recife de cantadores, de maracatus, da Rua da Aurora, de sobrados e casarões era amante de Liberato.

Reginaldo Rossi quis roubar a sua amante. Viu encantos mil no seu canto a Recife.  Reproduzindo o cantor, que também deixou tanta saudade, Liberato viu, ao longo de tanto tempo na política, um Recife de muito calor e emoção pelas ruas. Eleito democraticamente dez vezes vereador da capital, em seus discursos mergulhava não apenas nas questões do povo, mas profundamente na história do Recife.

Nas histórias de seus heróis, como o negrão Henrique, o branco Negreiros, o índio Felipe e o Camarão. Liberato e Recife pareciam ter nascido um para o outro. Olhar para o rosto de Liba enrugado pelo tempo era como ver as águas do Capibaribe no grande espelho da sua vida. Como disse o poeta Ledo Ivo, a relação de Liba com o Recife era assim: “Amar mulheres, várias. Amar cidades, só uma – Recife”.

Por isso, Liba não costumava arredar o pé da cidade. E quando era obrigado por um motivo circunstancial a sair da sua bela e amante cidade, voltava rápido, como num passe mágico, certamente sentindo a dor da saudade do Frevo Número 2, do grande Antônio Maria: “Quando me lembro que o Recife está longe, a saudade é tão grande que eu até me embaraço."

Liberato só não se embaraçava na atividade partidária. Conhecia como ninguém a macro e micro política da cidade. Tinha elevado espírito público, era trabalhador, dedicado aos seus mandatos, diligente, afável no trato, apaixonado pela política do bom servir sem nunca se servir dela.

Com ele, nos últimos anos, estive em vários momentos. Foi a ele que recorri, dentre tantos vereadores, para gravar um longo depoimento sobre a derrota de Roberto Magalhães para João Paulo, em 2000. “Roberto perdeu porque não soube engolir sapo”, foi uma das principais frases deles a que recorri para destacar a sua entrevista no livro “A derrota não anunciada”.

Para Liba, Roberto não pode ser acusado, isoladamente, de ter perdido aquela eleição histórica. “Todo o comando da campanha, com exceção do então governador Jarbas Vasconcelos, agiu com sapato alto, subestimou a capacidade de reação dos adversários, principalmente de João Paulo, que se apresentava com uma identificação de causar inveja com o povo, o eleitor simples”, disse ele.

Ao longo da entrevista, o velho Liba disse que escarrou sangue para eleger Roberto Magalhães. “Mesmo estando já reeleito (a decisão de 2000 foi no segundo turno), eu tinha um compromisso com a reeleição de Doutor Roberto e fui para às ruas, me engajei duramente”, afirmou.

Para ele, o que levou Magalhães à derrota não foram os episódios da greve da polícia, da banana em Boa Viagem ou da invasão à redação do JC. “A euforia e o já ganhou foram fundamentais, além da troca do vice (Raul Henry por Sérgio Guerra). “Em time que está ganhando não se mexe”, ensinou.

Sábio e mordaz nas suas análises, Liba fará muita falta ao Recife e a Pernambuco. Perdemos também, com a sua morte, o “Dataliba”, pelo qual fazia suas projeções sobre as eleições proporcionais no Recife e no Estado e que nós, jornalistas, aguardávamos com tanta expectativa.

O ser humano não se conforma com perdas. Felizmente, como tantos outros mitos da política estadual, Liba teve uma passagem pela terra maior do que esperava para nos deixar lições. Parece que, no princípio do Verbo, Deus deu aos mitos a longevidade. Arraes morreu aos 88 anos, Pelópidas da Silveira aos 93 anos e Barbosa Lima Sobrinho com 103 anos.  

Quis o destino que o mais antigo parlamentar em atividade no Estado recebesse o chamado celestial num 13 de janeiro, mesma data em que Frei Caneca, seu maior ídolo, foi executado como mártir da Revolução Pernambucana, em 1825. O homem que encarnou por excelência, na história do Brasil, o sentimento nativista. Liba bebeu da "caneca" e por isso mesmo teve sede de liberdade.

HOMENAGEM– O prefeito Geraldo Julio (PSB) antecipou, ontem, em entrevista ao Frente a Frente, que realizará um velho sonho do ex-vereador José Liberato, de 55 anos, de colocar no ar a Rádio Frei Caneca, na frequência 101,5 FM. A licitação para compra os equipamentos, segundo ele, já está avançada, tendo sido habilitados os processos de instalação da antena, torre e transmissor da emissora, localizados no Engenho do Meio. De autoria do Velho Liba, o projeto foi aprovado pela Câmara em 1960.

Mancha no currículo – Considerado um político de esquerda, Liberato Costa Júnior passou a vida inteira se explicando de um episódio que marcou a sua trajetória, nunca compreendido, por mais que tenha tentado convencer: como deputado, votou pela cassação do ex-governador Miguel Arraes, na foto ao lado, deposto em 1964 com o golpe militar. Há quem diga tenha revelado temor dos milicos.

 

 

 

 

 

 

 

 

Tensão no Planalto– Uma assombração voltou a rondar o Governo Dilma com a divulgação dos depoimentos do ex-diretor da Petrobras e da BR Distribuidora, Nestor Cerveró: a compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, que causou prejuízo milionário à estatal. Segundo relata Gerson Camarotti, o Governo já trabalha com o cenário de que, no depoimento dado à Polícia Federal, Cerveró contesta a argumentação da presidente Dilma, afirmando que ela, na condição de presidente do Conselho de Administração da Petrobras, tinha todas as informações necessárias para tomar a decisão da compra da refinaria. Na época, Dilma era a ministra-chefe da Casa Civil do Governo Lula.

PMDB, para variar, dividido– Os líderes do PMDB na Câmara, Leonardo Picciani (RJ), e no Senado, Eunício Oliveira (CE), cogitam não apoiar a candidatura à reeleição do vice-presidente Michel Temer, à presidência do partido. O PMDB fará em março convenção nacional, que, além de eleger a nova direção partidária, discutirá a permanência da sigla no Governo Dilma. Peemedebistas como o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (RJ), defendem que o partido rompa.

Exemplo de dignidade O presidente da Câmara do Recife, Vicente André Gomes (PSB), na foto ao lado, revelou, durante entrevista ao programa Frente a Frente, que o ex-vereador Liberato Costa Júnior pediu para ser demitido da função de assessor daquela Casa tão logo adoeceu. Gomes ignorou, mas o gesto só revela como o Velho Liba tinha espírito público e era zeloso no respeito à coisa pública.

 

 

CURTAS 

SEM AGENDA– Há três dias seguidos, a assessoria do governador Paulo Câmara tem enviado a sua agenda do dia sem compromissos externos. Das duas, uma: ou o governador está descascando verdadeiros abacaxis ou está faltando criatividade entre aqueles responsáveis pela criação de fatos positivos para o Governo.

NO ESTALEIRO – O deputado Jarbas Vasconcelos será a ausência mais lamentada no velório e enterro do ex-vereador e amigo pessoa Liberato Costa Júnior. Tudo por causa de um acidente doméstico, que o deixou no estaleiro há mais de 10 dias. Jarbas só deve voltar à ativa nos próximos 15 dias por recomendação médica.

Perguntar não ofende: Liberato tinha o Recife na palma da sua mão? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

ObservatorioDoPovo

Com relação a Liberato ter votado pela cassação de Arraes Vale uma resalva: O ARRAES da foto, o ARRAES que governou pernambuco por 3 vezes depois de 64 era OUTRO ARRAES daquele que foi eleito em 1962 e foi cassado em 1964. Pairava no ar um temor de \"russificação\" de brasil com Arraes e outros, onde naquela epoca não existia liberdade e havia um regime assassino e cruel. Quando se falava da situação de então (1964), dos medos, dos fatos que aconteciam, da anarquia reinante , tirava-se as crianças da sala. !!!!!Libertato talvem tenha seguido a maioria da classe média pernambuca que ficou aliviada com a queda do então governador.

marcos

100% DE CERTEZA...A Lava Jato, hoje, vai fazer outra acareação, além daquela entre José Carlos Bumlai ( sócio de Lula) e Fernando Baiano. Segundo a Época, a PF vai colocar frente a frente Alberto Youssef e Charles Capella, braço-direito de Antonio Palocci. Alberto Youssef, ao ver a fotografia de Charles Capella, disse que tinha 80% de certeza de que ele havia sido o receptador de 2 milhões de reais de propina para a campanha de Dilma Rousseff, em 2010. Agora ele poderá ter 100% de certeza.

marcos

Delação reacende investigação sobre estaleiro ....OLHA O COTÓ TRAQUINANDO DENOVO..... Ao confirmar que Lula indicou a WTorre para obras na Petrobras, Nestor Cerveró reacendeu a investigação do MPF em Curitiba sobre o sinistro contrato do Estaleiro Rio Grande. Até agora, a Lava Jato só havia avançado sobre o pagamento de propina dos contratos da Sete Brasil após a venda do estaleiro à Engevix. Ocorre que a origem do empreendimento é ainda mais obscura e pode envolver os ex-ministros Paulo Bernardo e Antonio Palocci, além do próprio Lula. - Antes de a WTorre entrar no negócio, era Daniel Birmann o \"dono\" do estaleiro, que nemsequer existia fisicamente. Ele estava de olho na construção dos petroleiros da Transpetro. Quando a Petrobras resolveu encomendar navios-sonda, ele repassou o negócio para a WTorre. - A WTorre, sem histórico na área, venceu a concorrência contra todas as grandes empreiteiras do País. A WTorre não tinha sequer a propriedade do terreno para a instalação do estaleiro, uma exigência do edital. - Após a homologação da vitória da WTorre, Paulo Bernardo assinou uma portaria doando o terreno da União para o Estado do Rio Grande do Sul, que imediatamente repassou a propriedade para a construtora.

marcos

Exclusivo, Saiu no Blog do silva melo, o policial lurcas arcanjo confessa que recebeu propina do Pt para incriminar Aécio.

marcos

DELAÇÃO EFEITO DOMINÓ....Serveró derruba Collor que derruba Dilma Jumenta.......Dilma Rousseff disse a aliados, \"que o ex-presidente Fernando Collor estaria fazendo uma \'interpretação\' da conversa que teve com ela sobre a BR Distribuidora. E que se trata de um \'exagero\' entender que ela estaria colocando a presidência e as diretorias da BR Distribuidora à disposição dele\". Dilma Rousseff está certa: Fernando Collor exagerou. Como escreveu Rodrigo Janot, em sua denúncia contra o deputado petista Vander Loubet, a BR Distribuidora não foi posta à disposição de Fernando Collor, e sim de uma ORCRIM formada por Fernando Collor e o PT. Ô JUMENTA ARRUMA A MALA AÊ!!!


Petrolina Julho 2


13/01


2016

Coluna da quarta-feira

   Um quadro preliminar na RMR

As eleições municipais deste ano em Pernambuco não terão o eduardismo como fator de influência, mas em contrapartida serão marcadas pelo símbolo da crise nacional, dos efeitos da operação Lava Jato e a discussão do esgotamento das políticas públicas municipais. Em alguns municípios, entretanto, as disputas tendem a caminhar para o imponderável.

Na Região Metropolitana, onde se concentram 35% do eleitorado estadual, Jaboatão e Olinda não terão prefeitos concorrendo à reeleição, mas tanto Elias Gomes (Jaboatão) quanto Renildo Calheiros (Olinda) terão enormes dificuldades de emplacar seus sucessores. Renildo tem mais de 80% de reprovação e as notícias que chegam de Elias, sem uma pesquisa ainda recente, não são boas.

Paulista, administrada por Júnior Matuto, tende a reviver uma polarização entre o PSB, partido do prefeito, e o PT, que deve, provavelmente, lançar, mais uma vez, a candidatura do ex-deputado Sérgio Leite, que já perdeu três eleições majoritárias naquele município.

No Cabo, o deputado estadual Lula Cabral (PSB), que governou o município por dois mandatos e elegeu o atual gestor, com quem rompeu, tem amplas chances de voltar. Seu adversário é um velho freguês: o deputado federal Betinho Gomes (PSDB), derrotado por Vado e pelo próprio Lula, quando este disputou a reeleição.

Em Igarassu, o prefeito Mário Ricardo (PTB) tem uma reeleição complicada. Enfrentará adversários fortíssimos, como os ex-prefeitos Yves Ribeiro e Severino Ninho, ambos do PSB, que poderão se unir numa chapa. Já em Ipojuca, o prefeito Carlos Santana (PSDB), embalado por uma boa gestão, enfrentará, mais uma vez, o grupo do ex-prefeito Pedro Serafim (PDT), que derrotou na eleição passada.

Inelegível, Pedro já decidiu pela candidatura do seu filho, o deputado estadual Pedro Serafim Neto. Não tem as matreirices nem tampouco a experiência do pai, mas pode crescer ao longo da campanha. Moreno é o grande desafio do PSB. As pesquisas internas do Palácio não são nada animadoras em relação à reeleição do prefeito Adilson Filho.

Ali, o favorito, com o dobro das intenções de voto do socialista, é o ex-prefeito Vavá Rufino (PTB). Dilsinho, como é mais conhecido, não teria mais tempo para reverter o forte desgaste da sua administração. Em Camaragibe, por fim, o prefeito Jorge Alexandre (PSDB), também bem avaliado, tem chances de garantir um novo mandato. Seu principal adversário é o socialista Demóstenes Meira, a quem derrotou na eleição passada.

VIA MANGUE– O prefeito Geraldo Julio (PSB) confirma que a Via Mangue terá o seu segundo trecho liberado a partir da próxima sexta-feira. A liberação ao tráfego de veículos ocorrerá somente no domingo, quando fará a sua entrega, oficialmente. A obra custou mais de R$ 431 milhões. A entrega de mais um trecho ocorreu um ano e sete meses da liberação da primeira faixa e com isso vai desafogar bastante o tráfego da Zona Sul para a Norte, como ocorreu com a entrega da primeira etapa no sentindo Zona Norte/Sul.

Adesão em São Joaquim– Em São Joaquim do Monte, a 134 km do Recife, no Agreste, o prefeito João Tenório (PSB) disputará a reeleição com quase nenhum risco. Além de fazer uma gestão bem avaliada, o socialista ganhou, ontem, a adesão de Clécio Vieira (PTC), seu principal oponente nas eleições passadas, quando obteve mais de cinco mil votos. Vieira leva todo o seu grupo, com dez pré-candidatos a vereador. Tenório tem na Câmara o apoio de oito dos 11 vereadores, o que deixa reduzido o poder de fogo do candidato da oposição, o ex-prefeito Zé Birro (PDT).

 

Distância de Armando– Ex-presidente da União dos Vereadores de Pernambuco (UVP), João Batista da Silva, ex-vereador trabalhista em Triunfo, confirma que será candidato a prefeito do município apoiado pelo prefeito Luciano Bonfim (PR), ligado ao secretário estadual de Transportes, Sebastião Oliveira. Mas nega que continue tendo relação com o ministro Armando Monteiro Neto, ressaltando que está rompido com o líder trabalhista. “Meu grande líder agora é o prefeito Bonfim”, enfatiza.

Reajuste do magistério– A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) protocolou, ontem, pedido à presidente Dilma para adiar o reajuste do piso do magistério. O índice do reajuste do piso nacional do magistério tem sido fixado com base na última estimativa do valor anual mínimo por aluno, nacionalmente definido, para os anos iniciais do ensino fundamental urbano do Fundeb, que leva em conta os dois exercícios fiscais anteriores. Como anualmente o piso do magistério é divulgado entre janeiro e fevereiro, a CNM pede que o reajuste seja divulgado somente em agosto.

Prata de casa Em Caruaru, se o prefeito José Queiroz (PDT) não lançar o vice-prefeito Jorge Gomes, por causa da candidatura de Raquel Lyra, que controla o diretório municipal do PSB, partido de Gomes, pode fazer a escolha do seu candidato dentro da sua equipe. Um dos nomes mais cotados é o do secretário de infraestrutura, Bruno Lagos (na foto com Queiroz), que tem acompanhado o prefeito em quase todas as agendas de rua. Não se trata de picada da mosca azul, mas chega quase a isso o entusiasmo de Lagos no contato com o povo.

 

CURTAS 

CORRIDA– A Prefeitura de Riacho das Almas abriu inscrições para a 23ª Edição da Corrida de São Sebastião, no próximo dia 30, quando se comemora a Festa de São Sebastião. A corrida tem percurso de 9,5 quilômetros, saindo da entrada da Vila do Vitorino até Riacho das Almas. Para se inscrever, é necessário procurar a Diretoria de Esportes, que funciona na Prefeitura.

FORÇA-TAREFA – Recife integrará a força-tarefa em Mariana (MG) para combater os danos humanos, ambientais e materiais gerados pelo rompimento da barragem do município de Fundão. O cofundador da rede de mobilização que utiliza a tecnologia para aproximar as pessoas das decisões sobre o futuro da cidade, o Meu Recife, Fernando Holanda, irá a Belo Horizonte debater o assunto com integrantes do Poder Público, da Academia e da Sociedade Civil Organizada.

Perguntar não ofende: O Governo vai manobrar para o ministro Jacques Wagner não depor na CPI dos Fundos de Pensão?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Delação reacende investigação sobre estaleiro ....OLHA O COTÓ TRAQUINANDO DENOVO..... Ao confirmar que Lula indicou a WTorre para obras na Petrobras, Nestor Cerveró reacendeu a investigação do MPF em Curitiba sobre o sinistro contrato do Estaleiro Rio Grande. Até agora, a Lava Jato só havia avançado sobre o pagamento de propina dos contratos da Sete Brasil após a venda do estaleiro à Engevix. Ocorre que a origem do empreendimento é ainda mais obscura e pode envolver os ex-ministros Paulo Bernardo e Antonio Palocci, além do próprio Lula. - Antes de a WTorre entrar no negócio, era Daniel Birmann o \"dono\" do estaleiro, que nemsequer existia fisicamente. Ele estava de olho na construção dos petroleiros da Transpetro. Quando a Petrobras resolveu encomendar navios-sonda, ele repassou o negócio para a WTorre. - A WTorre, sem histórico na área, venceu a concorrência contra todas as grandes empreiteiras do País. A WTorre não tinha sequer a propriedade do terreno para a instalação do estaleiro, uma exigência do edital. - Após a homologação da vitória da WTorre, Paulo Bernardo assinou uma portaria doando o terreno da União para o Estado do Rio Grande do Sul, que imediatamente repassou a propriedade para a construtora.

marcos

Exclusivo, Saiu no Blog do silva melo, o policial lurcas arcanjo confessa que recebeu propina do Pt para incriminar Aécio.

marcos

Luciana vai ganhar com o apoio de Aldo rebelo diretamente de Curitiba e caminhada Com Dilma Jumenta.

marcos

DELAÇÃO EFEITO DOMINÓ....Serveró derruba Collor que derruba Dilma Jumenta.......Dilma Rousseff disse a aliados, \"que o ex-presidente Fernando Collor estaria fazendo uma \'interpretação\' da conversa que teve com ela sobre a BR Distribuidora. E que se trata de um \'exagero\' entender que ela estaria colocando a presidência e as diretorias da BR Distribuidora à disposição dele\". Dilma Rousseff está certa: Fernando Collor exagerou. Como escreveu Rodrigo Janot, em sua denúncia contra o deputado petista Vander Loubet, a BR Distribuidora não foi posta à disposição de Fernando Collor, e sim de uma ORCRIM formada por Fernando Collor e o PT. Ô JUMENTA ARRUMA A MALA AÊ!!!

Kelson Menezes da silva

LUCIANA SANTOS , TEM POSSIBILIDADES DE GANHAR SIM, ELA FAZ A DIFERENÇA....


Pousada da Paixão


12/01


2016

Coluna da terça-feira

    Dias de tensão a caminho  

São Paulo e Rio viveram, na semana passada, momentos de tensão e terror nas ruas, provocados por manifestantes mascarados inconformados com o aumento das passagens de ônibus metropolitanos. Tanto na capital paulista quanto na carioca, os adeptos da tática black bloc obrigaram os passageiros a deixar os ônibus coletivos – inclusive mães com crianças de colo – e quebraram os vidros dos veículos com muitas pedras, paus e correntes.

Pedestres e motoristas que passavam pela região de São Paulo e Rio ficaram muito assustados com a confusão. Até trabalhadores que estavam num caminhão de coleta de lixo foram ameaçados por mascarados. Veículos da CET, responsável pelo trânsito da cidade, foram atacados com correntes.

Agências bancárias e algumas lojas tiveram as fachadas de vidro depredadas, a exemplo do que se viu nos protestos de junho de 2013 – motivados também pela tentativa de reajuste do valor da passagem de ônibus. Foram atribuídos aos black blocs as depredações ocorridas em São Paulo.

O Governo chegou a emitir um comunicado. "A atuação criminosa dos black blocs atrapalhou o legítimo direito de manifestação dos demais passageiros. Os mascarados que atacaram ônibus e outros veículos públicos seriam "criminosos infiltrados, armados com escudos, paus, rojões e outros instrumentos. Eles passaram a praticar agressões, vandalismo e danificar propriedade pública e privada."

Tudo o que ocorreu no Rio e em São Paulo é muito lamentável, porque protestar pacificamente é um direito que todo cidadão tem, mas sem depredar bens públicos. Oxalá isso não venha a se repetir em outros Estados que não reajustaram ainda suas tarifas de ônibus, como é o caso de Pernambuco.

O secretário estadual das Cidades, André de Paula, informou, ontem, que o aumento das passagens será definido nos próximos dias. Segundo ele, o último reajuste aconteceu em 11 de janeiro de 2015, quando o anel A subiu de R$ 2,15 para R$ 2,45, e o anel G, de R$ 1,40 para R$ 1,60. Os outros não mudaram.

“O governo apresentará uma proposta e fará um esforço para fazer com que o realinhamento de preços seja o menor possível, sem comprometer a qualidade do serviço”, disse o secretário, adiantando que o Conselho Superior de Transporte Metropolitano está habilitado para considerar propostas. “Nós estamos fazendo estudos com muita consistência. Existem várias visões sobre essa questão, mas ela envolve uma decisão política de Governo”, afirmou.

André sabe que não será algo fácil de colocar em prática e por isso mesmo fala sobre o assunto como se estivesse pisando em ovos. “Se discutirmos todos os componentes econômicos, que são variáveis de uma equação, alguém vai pagar por isso". A política de transporte público é prioritária, mas ao Estado cabe assegurar a educação, a saúde, a segurança pública. E quando você erra na conta, você acaba subtraindo serviços de outro setor”, acrescentou.

SÃO CAETANO– Em entrevista ao programa do blogueiro Mário Flávio, na rádio Globo de Caruaru, o médico Ildefonso Rodrigues (PMDB), um dos maiores críticos da gestão do prefeito de São Caetano, Doutor Neves (PTB), confirmou sua candidatura a prefeito. Segundo ele, o município vive um caos administrativo, sem que o prefeito mostre competência e capacidade para superar. Recentemente, quem pagou o pato da crise que o município vive, segundo ele, foram os servidores, com a demissão de mais de 500 funcionários.

PSB já tem candidata em Salgueiro– Depois que a ex-prefeita de Salgueiro, Cleuza Pereira, foi tratada com pão de ló no seminário Agenda 40, neste último fim de semana, os adversários do prefeito Marcones Libório Sá (PSB) já começaram a definir a estratégia para o enfrentar as forças governistas. O que diz em Salgueiro é que Cleuza foi pressionada por Libório depois de aparecer numa pesquisa como uma candidata com um perfil de imbatível. Outro nome apresentado pelo prefeito poderia levar seu grupo a uma retumbante derrota. 

 

Zica atinge visão– O resultado preliminar de uma pesquisa desenvolvida a partir do acompanhamento de bebês com suspeita de microcefalia na Fundação Altino Ventura, no Recife, mostra que cerca de 40% dos casos de microcefalia relacionada ao zika vírus tiveram problemas anatômicos na formação dos olhos. Os médicos buscam entender o quanto essas lesões prejudicam a visão dos bebês. A Fundação vem realizando mutirões de atendimento, tendo o terceiro deles sido feito ontem.

João disputa em Triunfo– Já em Triunfo, o prefeito Luciano Bonfim (PR), do grupo do secretário estadual de Transportes, Sebastião Oliveira, já bateu o martelo em torno do seu candidato. Será o ex-presidente da União dos Vereadores de Pernambuco (UVP), João Batista da Silva, que trocou o PTB, do ministro Armando Monteiro, pela legenda republicana. Mesmo de novo partido, João diz que não está rompido nem distanciado de Armando.

O vice da discórdia O governador Paulo Câmara vem fazendo um tremendo esforço para evitar o rompimento do prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota (PSB), presidente da Amupe, com o ex-prefeito Totonho Valadares (PSB).  Antônio Figueira, secretário da Casa Civil, já promoveu dois encontros com eles em Palácio. O nó está na exigência de Totonho, que insiste em emplacar o filho Daniel como candidato a vice. Patriota torce o nariz quando o assunto chega aos seus ouvidos.

 

CURTAS 

CHAPÉU DE PALHA– O secretário estadual de Cidades, Danilo Cabral, estará em Petrolina, no próximo dia 18, para dar o start do programa Chapéu de Palha da fruticultura irrigada, que este ano deve contemplar em torno de 10 mil trabalhadores. O Governo vai investir R$ 70 milhões de recursos próprios.

LIMPEZA – A Prefeitura de Arcoverde criou uma verdadeira força-tarefa para limpar a cidade depois da sujeira provocada pelas chuvas dos últimos dias. Foram mobilizados 40 trabalhadores, utilizando cinco caçambas e três máquinas. A maior dificuldade foi remover a areia acumulada nas principais avenidas da cidade, como Antônio Japiassu e Zeferino Galvão.

Perguntar não ofende: Por que o procurador-geral, Rodrigo Janot, negou o indiciamento do governador de Minas, Fernando Pimentel (PT), pedido pela Polícia Federal, na operação Acrônimo? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Nehemias Fernandes Jaques

DEPOIS DA CITAÇÃO A FHC, PSDB BAIXA O TOM SOBRE LULA - Diante da acusação do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró de propina de R$ 100 milhões no governo FHC, o PSDB adotou um tom ameno sobre a menção de Lula na Lava Jato - Au Au!!! ... Ai eu choro! ...

marcos

A DIFICULDADE DE DILMA CONVIVER EM LADRÕES!..........\"Assim, o fato de mais um figurão do PT, agora o ministro Jaques Wagner, tornar-se alvo de denúncias de corrupção demonstra apenas o óbvio: a começar por Lula – que se disse traído e pediu desculpas ao País pelo mensalão e depois, do alto de sua enorme popularidade, passou a chamar de “farsa” o escândalo que levou a Suprema Corte a colocar na cadeia uma quadrilha de “guerreiros do povo brasileiro” –, a grande proeza dos petistas e aliados em 13 anos de “lambuzação” no poder... foi criar a mais seleta e ousada elite de amigos do alheio que enriqueceram à custa do desvio dos recursos que faltam para a educação, a saúde, a segurança etc. A presidente Dilma vive repetindo que é honesta, que não admite e combate a corrupção no governo. Dá para imaginar, então, o enorme constrangimento que lhe é imposto pela obrigação de conviver com pessoas que não sabe se amanhã deixarão de ser apenas suspeitas de graves malfeitos.\" O plano B de Lula já era. Quanto ao \"enorme constrangimento\" de Dilma Rousseff EM CONVIVER COM LADRÕES convenhamos, só no plano da ficção.

marcos

Contrato de R$ 1bi para Collor teve ajuda de Lula......... Em delação premiada Nestor Cerveró, ex-diretor da Petrobras diz que Lula sugeriu a Fernando Collor de Mello que se reunisse com o comando da BR Distribuidora... O encontro teria como pauta a reivindicação de Collor para a \"compra de grande quantidade de álcool, no valor de R$ 1 bilhão, de usinas de Alagoas\". Eis o trecho: \"Em meados de 2010 houve uma reunião na BR Distribuidora com a presidência, todos os diretores e Fernando Collor de Mello; [Cerveró disse] que a realização dessa reunião foi uma sugestão do presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva a Fernando Collor, que Fernando Collor de Mello estava acompanhado por João Lyra, político e usineiro em Alagoas\" Não se sabe ao certo quantos Pixulecos Foram parar no bolso do Cotó. Eita cotó da doença do rato pra gostar de traquinar com o dinheiro do Brasil!!!

marcos

Novo tombo da Petrobras A Petrobras, devastada pelo PT, cortou seu plano de investimentos em 32 bilhões de dólares. Resultado? Neste momento, a empresa perde 7,65% no Ibovespa. É o Governo Dilma Jumenta PT acabando de uma vez com a antiga maior empresa do Brasil.

marcos

O ACERTO DE LULA E DILMA JUMENTA... A Lava Jato revela tantos escândalos que eles acabam se sobrepondo. Mas os depoimentos de Nestor Cerveró sobre o esquema de propinas da BR Distribuidora são mais importantes do que os outros, porque incriminam diretamente Lula e Dilma Rousseff. - Em 2008, Lula “decidiu indicar” o nome de Nestor Cerveró para uma diretoria da BR Distribuidora “como reconhecimento” pela propina que quitou as dívidas da campanha presidencial. - Em 2010, depois da vitória de Dilma Rousseff, o PT fez um “acerto geral” da propina na estatal. - Em 2013, para comprar seu apoio, Dilma Rousseff entregou toda a BR Distribuidora ao esquema de Fernando Collor de Mello.


Ipojuca - Muro de Arrimo


11/01


2016

Coluna da segunda-feira

    Em posição confortável 

Um amplo estudo sobre as projeções eleitorais nas principais capitais do País, feito pelo analista político, consultor e pesquisador Maurício Romão, aponta o prefeito do Recife, Geraldo Júlio (PSB), numa situação confortável em relação à sua reeleição. Ele aparece junto com os gestores de Palmas, Manaus, Campo Grande e Cuiabá com “alta chance de reeleição”. Na prática, em condições de emplacar um segundo mandato talvez até no primeiro turno das eleições.

Os que aparecem numa “situação muito confortável”, com altíssimas chances de reeleição já no primeiro turno, são, pela ordem, os prefeitos de Salvador, Natal e João Pessoa. Já o time dos enquadrados numa “situação difícil”, com alguma chance de reeleição, caso cheguem ao segundo turno, são os prefeitos de Belém, São Luiz, Teresina, Fortaleza, Maceió, São Paulo, Vitória, Curitiba e Florianópolis.

Por fim, os que se apresentam numa “situação muito difícil”, com baixíssimas chances de reeleição, talvez podendo ficar fora da disputa de segundo turno, são os gestores de Macapá e Porto Velho. Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte e Goiânia ficaram de fora porque os prefeitos já foram reeleitos e, portanto, estarão excluídos do pleito municipal deste ano.

Aracaju, Boa Vista e Rio Branco não foram objeto do levantamento porque Romão alega não ter encontrado pesquisas de intenção de voto. Seu diagnóstico partiu do cruzamento de um conjunto de pesquisas eleitorais divulgadas ao longo do ano passado nas referidas capitais analisadas.

No caso específico do Recife, o cenário já inclui a mais recente sondagem eleitoral do Instituto Paraná, na qual Geraldo Júlio aparece como o terceiro melhor prefeito de capital, aprovado por 57,6% dos recifenses, abaixo apenas do tucano Rui Palmeira, de Maceió, que desponta com 64,4%, e pelo campeão ACM Neto (DEM), de Salvador, com 84, 7%, o que não foi surpresa.

Em outros levantamentos, o herdeiro político de Antônio Carlos Magalhães já aparecia na mesma posição confortável, batendo a casa dos 80%. Se no Recife Geraldo está em terceiro lugar e o PT, seu principal partido de oposição, acha que sua posição não é boa, o PT não tem motivos para se entusiasmar se levar em consideração que os piores gestores apontados na última pesquisa são vermelhos. 

É o caso de Paulo Garcia, de Goiânia, o lanterninha, com apenas 23,1% de aprovação, e Fernando Haddad, de São Paulo, o penúltimo, com 27,6% de bom e ótimo. Vitrine do País, São Paulo é uma péssima referência para o Partido dos Trabalhadores. Em outras pesquisas, Haddad apareceu como o pior prefeito de capital. Entrando no último ano de gestão, nunca conseguiu vencer a barreira dos 30% de aprovação.

CLAREAMENTO– O desenho mais nítido do quadro sucessório do Recife se dará apenas em abril, quando vence o novo prazo para troca de partidos e já se tem também clareada a posição do PSDB, partido aliado ao PSB. Reunida em Brasília em setembro passado, a direção nacional da legenda tucana baixou uma resolução na qual tira dos diretórios municipais o poder de decidir candidaturas próprias em colégios eleitorais acima de 200 mil eleitores. Na prática, o que o diretório municipal decidir pode ser anulado pela executiva nacional. Isso já tem relação com a eleição presidencial de 2018.

A incógnita João Paulo– Conforme antecipou o novo presidente estadual do PT, Bruno Ribeiro, numa entrevista à repórter Rebeca Silva, deste blog, o partido vai mesmo apostar na candidatura do ex-prefeito João Paulo, superintendente da Sudene. O petista aparece situado em segundo lugar em todos os levantamentos, mas tem duas barreiras pela frente: livrar-se de processos de inelegibilidade e carregar na campanha um partido apodrecido pelos escândalos nacionais.

 

Crise socialista em Petrolina– Pela forma dura que o presidente do PSB em Petrolina, Miguel Coelho, reagiu ao deputado-desafeto Lucas Ramos, a direção estadual do partido já concluiu que não há mais espaços ali para uma convivência harmônica entre eles, que brigam pelo apoio do governador e do próprio partido. Lucas estaria esperando apenas a promulgação da janela da infidelidade, pelo Congresso, para definir seu rumo partidário.

Comprou a briga– O governador Paulo Câmara (PSB) vai recorrer das liminares concedidas pelo Tribunal de Justiça contrárias à cobrança e ao aumento da alíquota do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) para embarcações e aeronaves, inclusos no seu pacote de ajuste fiscal. “Vamos recorrer. Entendemos que nosso direito é certo que já é a jurisprudência e estamos fazendo uma coisa em cima de itens supérfluos”, assinalou.

Cadê o rombo, coronel? Não é boa a avaliação do Palácio em relação ao interventor de Gravatá, Mário Cavalcanti. Mas como o coronel está cumprindo uma missão, que não é partidária e sim constitucional, o Governo dará o apoio necessário com uma recomendação: que evite exposições desnecessárias, como a de ir às ruas recolher lixo, debruçando-se nas contas do município. Até o momento, o interventor não revelou o tamanho do buraco financeiro nem tampouco da herança caótica da gestão de Bruno Martiniano, prefeito afastado.

CURTAS 

VARA PENAL – O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Frederico Neves, instala, hoje, uma nova Vara de Execução Penal, criada por orientação do Conselho Nacional de Justiça para acompanhar processos relativos a presos de penitenciárias, colônias penais e hospitais de custódia e tratamento psiquiátrico localizado na Comarca do Recife.

AGENDA 40 - A chamada Agenda 40, criada pela executiva estadual do PSB, foi realizada em Salgueiro no último fim de semana, tendo como anfitrião o prefeito Marcones Libório de Sá. Durante o encontro, que contou com a participação da ex-prefeita Cleuza Pereira, provável candidata apoiada pelo prefeito, foram abonadas as fichas de 50 novos filiados à legenda.

Perguntar não ofende: Por que o vice-presidente da República, Michel Temer, excluiu Pernambuco da sua maratona nos Estados? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

TIRANDO O CANECO DA RETA.......Guido Mantega declarou ao MPF que a \"operacionalização\" das pedaladas fiscais foi \"toda feita pela secretaria do Tesouro Nacional, a quem incumbia a negociação com os ministérios\". Na prática, o ex-ministro culpou Arno Augustin, que comandava o Tesouro. No depoimento, obtido por Época, Mantega negou \"dolo\" nos atrasos e alegou que decorreram de \"dificuldades econômicas\". \"Não houve intenção de \'maquiar as contas\' nem qualquer intuito eleitoreiro\", disse o ex-ministro, que é alvo de inquérito civil por suposta improbidade administrativa.

marcos

Os mistérios da perícia de um celular-bomba...... O surgimento do relatório sobre a perícia do celular de Léo Pinheiro surpreendeu alguns membros da força-tarefa da Lava Jato. Eles desconheciam a existência das mensagens que comprometem meia República. O relatório envolvendo políticos com foro privilegiado foi enviado à PGR em setembro e só começou a ser analisado agora, por causa do volume de trabalho. Mas e a parte referente aos políticos sem foro? Se Léo foi preso em novembro de 2014, por que essas mensagens não entraram na ação penal que condenou, em agosto, o empreiteiro a 16 anos de reclusão? O exame do celular ficou pronto tardiamente, inviabilizando sua inclusão naquele processo. Sem o atraso, Léo Pinheiro teria sido condenado na companhia de outros petistas ilustres e o governo Dilma teria terminado em 2015. TE CUIDA DILMA JUMENTA

marcos

DILMA ELEITA COM DINHEIRO ROUBADO.... ( tá ficando bom).....A Lava Jato já demonstrou que Dilma Rousseff foi eleita com dinheiro roubado da Petrobras. Por isso ela partiu para o ataque contra o ministro Dias Toffoli: ela sabe que, se o TSE julgar corretamente, seu mandato será cassado. O Antagonista foi informado de que o Palácio do Planalto partiu para o ataque também contra Aécio Neves. A ordem na Procuradoria-Geral da República é perguntar aos delatores se eles podem fornecer algo contra a campanha presidencial do PSDB.

marcos

Só para alívio do povo, Aécio processa policial do Ceará e Lucas arcanjo, Quem quiser ter assesso é só entrar no TRF processo nº 0017016-40.2007.4.01.3400. Mais uma dúvida resolvida

Nehemias Fernandes Jaques

ECONOMIA E EMPREGO - Exportação de veículos cresce 25% em 2015, diz Anfavea - Indústria Automobilística - A venda no exterior de carros produzidos no Brasil cresceu 24,8% no ano passado, na comparação com 2014, conforme balanço divulgado, pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). Foram comercializados 417 mil veículos entre janeiro e dezembro de 2015, ante 334,2 mil no mesmo período do ano anterior. A expectativa é que as exportações cresçam 8,1% em 2016.




01/01


2016

Coluna da sexta-feira

    Festejando os 10 anos do blog

Esta não é uma coluna convencional. Ao final dela você perceberá que não haverá notas informativas como as demais. Esta é uma coluna para comemorar e ao mesmo tempo antecipar o que faremos neste 2016, ano dos dez anos do blog.

Em abril, logo após a Semana Santa, promoveremos um baile com a Super Oara, no espaço de recepções do Arcádia do Paço Alfândega, no Recife, para festejar a data, em grande estilo.

Parece ter sido ontem. Rasgamos o calendário em 2016 com uma década de notícias. Nascemos numa época em que a internet engatinhava feito um bebê. Poucos acreditavam que uma página online, tratando apenas de política nacional, regional e local, tivesse a mínima possibilidade de achar um pedacinho debaixo do sol para brilhar e reinar. Mas como Deus ajuda e protege a quem trabalha, vencemos.

Lembro como hoje. Em Pernambuco, a ousadia de lançar um blog no mercado editorial levou alguns, principalmente colegas filhos do impresso, como eu, ao descrédito. Fui, aliás, objeto de chacota. Ouvi – e ainda está tem presente em minha memória – que eu havia acabado de enlouquecer de vez. A loucura abriu um paradigma nas comunicações em Pernambuco, onde está sediada a nossa empresa, hoje com 11 funcionários e totalmente estruturada.

Não é fácil vencer preconceitos nem transformar água em vinho. No start do blog fiz uma campanha de outdoor, de mídia em rádio e jornal. E andei para fazer a campanha do boca a boca. Botei o pé na estrada e alcancei praticamente todos os municípios, do minúsculo chão de areia ao mais povoado de almas sedentes de notícias.

Parecia estar cumprindo uma profecia, a sina do peregrino que transformava a notícia do papel para à tela do computador e depois para o seu telefone celular. As comunicações mudaram no mundo e no Brasil, especificamente. Estamos vendo o caminhar do papel para à sepultura. Nunca os tradicionais jornais e veículos impressos enfrentaram tamanha crise sem que tenha à sua frente uma luz ao final do túnel.

Enquanto papel perde o oxigênio da respiração, o online explora a janela do saudável e promissor mercado editorial do século. É a vitrine da atualidade, o canal da notícia em tempo real em que chega ao leitor trazendo o tempero da rapidez e da velocidade na cobertura dos fatos. Pioneiros no Nordeste, viramos a página de nossa primeira década da mesma forma que iniciamos: em primeiro lugar, na liderança absoluta em Pernambuco.

O blog do Magno é uma marca consolidada. E merece, portanto, uma grande festa para comemoração dos seus 10 anos de fundação. Vamos caprichar para oferecer aos nossos leitores um evento que assinale com galhardia uma data tão linda, mas sobretudo tão exitosa, fruto da nossa capacidade de trazer a melhor informação com credibilidade, imparcialidade e coragem.

AOS LEITORES – A partir de hoje e nos próximos 10 dias, esta coluna, sempre postada neste horário da meia noite, ficará sem atualização por causa do meu descanso de início de ano. A atualização das postagens não sofrerá alterações. Será de responsabilidade da minha equipe. Bom 2016 e vamos comemorar os 10 anos do blog! 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Só para alívio do povo, Aécio processa policial. Quem quiser ter assesso é só entrar no TRF processo nº 0017016-40.2007.4.01.3400. Mais uma dúvida resolvida!

marcos

Feliz 2016, vida longa para Magno Martins e Doutor Sérgio Moro!

marcos

Lula não sabe o que fazer Doze \"apurações\" que fizeram de 2015 o pior ano da carreira de Lula: 1. A suspeita de tráfico de influência junto ao BNDES entre 2011 e 2014. 2. Os R$ 4,5 milhões que a Camargo Corrêa pagou ao Instituto Lula e à LILS Palestras, Eventos e Publicidade entre 2011 e 2013. 3. A suspeita de tráfico de influência em benefício da Odebrecht. 4. O telefonema para Alexandrino Alencar quatro dias antes de o executivo da Odebrecht ser preso pela Lava Jato. 5. Os R$ 2,4 milhões pagos pela UTC à campanha de Lula em 2006. 6. Ao menos três relatórios do COAF indicando movimentação financeira atípica na LILS. 7. O depoimento colhido na condição de \"informante\" sobre a suspeita de que Lula teria sido beneficiado pelo petrolão. 8. A cobrança de R$ 3 milhões por Bumlai para pagar uma dívida da nora de Lula. 9. Um laudo da PF apontando que instituições ligadas a Lula receberam quase R$ 4 milhões da Odebrecht entre 2011 e 2014. 10. A busca e apreensão no escritório do caçula de Lula por suspeita de compra de medidas provisórias para favorecer montadoras de veículos. 11. O depoimento na suspeita de formação de quadrilha por políticos de PP, PT e PMDB no petrolão. 12. O empréstimo de R$ 12 milhões destinados ao PT tomado por Bumlai, o amigo de Lula, no Banco Schahin.

Rafael C.Soares Quintas

Parabéns Magno! Seu blog realmente é de primeira, eu me considero um leitor viciado, logo cedo fico por dentro do noticiário político de Pernambuco e do Brasil.

Nehemias Fernandes Jaques

Polícia Federal chega no “Doutor Freitas” e Aécio Neves desaparece - Após depoimentos de executivos que fizeram acordos de delação premiada afirmando que existia um “clube” de empreiteiras que fraudava licitações e pagava propinas, misteriosamente o tucano sumiu da imprensa - Nas últimas entrevistas, o senador Aécio Neves (PSDB), apareceu histérico tentando pautar desesperadamente a mídia na Operação Lava-Jato para atacar o governo Dilma e afastar os holofotes dos tucanos. Parece que vai ser difícil agora - Nas últimas entrevistas, o senador Aécio Neves (PSDB), apareceu histérico tentando pautar desesperadamente a mídia na Operação Lava-Jato para atacar o governo Dilma e afastar os holofotes dos tucanos. Parece que vai ser difícil agora - Aécio é senador até 2018, mas também não é mais visto na casa. De 11 sessões, compareceu apenas a cinco. O ex-candidato tucano precisa aparecer para explicar a arrecadação junto à empreiteira, o que, para ele, sempre foi visto como “escândalo do PT”, e outras questões. Como se não bastassem antecedentes tucanos na Operação Castelo de Areia, como se não bastasse a infiltração de corruptos na Petrobras desde o governo Fernando Henrique Cardoso (PSDB), como se não bastasse o inquérito que liga o doleiro Alberto Youssef à Cemig, basta observar o caso da construção do palácio de governo de Minas na gestão de Aécio quando foi governador - Aecimmmmmm bandidim


Caruaru Novas Creches


31/12


2015

Coluna da quinta-feira

    O chefão é Lula

2015 bate as botas como o ano da corrupção. Já se vai tarde! Escândalos foram a tônica dos seus 365 dias, cada um mais cabeludo do que o outro, fomentados, geridos e alicerçados por um Governo eleito com a bandeira dos trabalhadores, mas comandado por uma quadrilha que reina, conforme as investigações da Polícia Federal, desde a era Lula.

Luiz Inácio Lula da Silva, aliás, é apontado como o seu chefe, acusado de enriquecimento ilícito, junto com a família, especialmente o filho Lulinha, que de limpador de bosta de elefante num zoológico virou um dos maiores patrimônios nacionais. Recentemente, foi alvo de uma operação da Polícia Federal, sendo levado a prestar depoimento.

Já o ex-presidente e o seu Instituto receberam uma fortuna — cerca de R$ 4,5 milhões — da Camargo Corrêa. A empreiteira é uma das suspeitas de participar dos esquemas de corrupção identificados pela Operação Lava Jato da PF. A empresa chegou a pagar mais de R$ 800 mil por duas palestras de Lula.

O montante recebido por Lula e seu instituto, segundo investigações da PF, foi dividido assim: R$ 1,5 milhão para a LILS Palestras e Eventos e Publicidade LTDA., por conta das palestras, e outros R$ 3 milhões para o Instituto Luiz Inácio Lula da Silva.  Conhecido como o pai dos pobres no Brasil, já que supostamente acabou com a fome no País, o ex-presidente só viaja em jatinhos e exige hospedagem em hotéis cinco estrelas nos países para onde vai palestrar.

Em setembro de 2011, Lula embarcou para Portugal para palestrar sobre a crise econômica mundial a pedido da Camargo Corrêa. O ex-presidente ganhou cerca de R$ 340 mil pela apresentação.  Pouco tempo depois, a Camargo Corrêa chegou a pagar R$ 815 mil por apresentações de Lula em Moçambique e África do Sul em novembro de 2012.

Oficialmente, o ex-presidente foi aos países africanos para trabalhar por “cooperação em políticas públicas e ampliação das relações internacionais”. Porém, Lula trabalhou para diminuir a resistência à Camargo Corrêa no País. Em junho de 2013, mais um tour de palestras pagas pela Camargo Corrêa, de acordo com apuração da revista. Lula viajou à Colômbia, Peru e Equador para tratar de uma “América Latina mais justa e igualitária”. O patrocínio da viagem foi de R$ 375 mil ao ex-presidente.

O presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, admite que as palestras são o ganha-pão do ex-presidente. Em entrevista à Veja, Okamotto avisou que a responsabilidade por organizar contratos, logística e valores das palestras de Lula é dele, mas não soube precisar quanto Lula faturou com palestras. Okamotto afirma que o Instituto “cobra um cachê” pelas apresentações.

Em abril, o núcleo de Combate à Corrupção da Procuradoria da República em Brasília abriu uma investigação contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por tráfico de influência internacional e no Brasil. A investigação apura “supostas vantagens econômicas” obtidas pela Odebrecht entre 2011 e 2014. Foi a primeira vez que o ex-presidente e seus negócios apareceram nas investigações da Operação Lava Jato, que apura um esquema de corrupção dentro da Petrobras da ordem de R$ 42 bilhões.

VOLTANDO PARA AS BASES– O ministro do Desenvolvimento, Armando Monteiro Neto, passa o fim do ano em Portugal e no retorno ao Brasil, na segunda semana de janeiro, mergulha na província. Reúne o seu grupo político para discutir a revoada que está ocorrendo no PTB atribuída, segundo os próprios trabalhistas, à ausência de Armando do Estado, principalmente nos últimos seis meses, dedicados, exclusivamente, às viagens ao Exterior.

Interventor na mira da oposição– O interventor de Gravatá, coronel Mário Cavalcanti, garante que conduzirá o processo sucessório municipal com plena isenção, mas os pré-candidatos a prefeito sem ligação com o Palácio das Princesas desconfiam. Acham que ele já está trabalhando em silêncio por Waldemar Borges, atual líder do Governo na Assembleia, provável candidato do PSB a prefeito.

 

Atendimento ampliado– Além do Hospital Oswaldo Cruz e do Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip), os bebês diagnosticados com microcefalia no Estado poderão ser atendidos, a partir de 2016, em outras unidades de saúde no Recife, Caruaru, Serra Talhada e Petrolina. Apesar de já haver atendimento médico em alguns municípios do interior, a expectativa é de que todas as unidades listadas pelas secretarias Estadual e Municipal de Saúde iniciem os atendimentos às crianças com a malformação no início do novo ano.

Euforia no Planalto– Nos cumprimentos de fim de ano com jornalistas, o ministro da Casa Civil, Jacques Wagner, disse que o ponto mais positivo para o Governo em 2015 foi o pronunciamento do STF sobre o impeachment que, para ele, significou "o renascimento do Governo Dilma". Ele não quis comentar a receptividade do mercado a Nelson Barbosa, afirmando que, se pudesse, pediria que esperassem o trabalho dele. "Nelson não fará nenhuma loucura; eu pediria que não sentenciassem antes, deixem o cara trabalhar primeiro", afirmou.

Sonho de verão Em entrevista gravada para o Frente a Frente, que irá ao ar hoje, último programa do ano, o ex-governador João Lyra Neto (PSB) ainda vislumbra expectativas da unidade do palanque em Caruaru e joga confetes no prefeito José Queiroz (PDT), que o tem cutucado com vara curta. “Tenho esperanças de que as forças aliadas hoje ao governador Paulo Câmara se unam numa só candidatura, não apenas José Queiroz mas também o deputado Tony Gel”, afirmou.

CURTAS 

SERTÂNIA – Pesquisa do Instituto Múltipla, postada ontem no siste de Nill Júnior, diretor da Rádio Pajeú de Afogados da Ingazeira, sobre a sucessão em Sertânia, confirma o que adiantamos aqui há mais de dois meses: a liderança do deputado Ângelo Ferreira, candidato do PSB. Ele aparece com 59% das intenções de voto contra 28% do prefeito Guga Lins (PTB), ou seja, mais de o dobro, conforme informei. 

FELIZ 2016– Aos leitores desta coluna e do blog o meu muito obrigado por todas as mensagens de congratulações de ano novo. Desejo igualmente que 2016 chegue melhor do que 2015, para que possamos realizar nossos sonhos. Feliz ano novo!

Perguntar não ofende: 2016 vai ser pior do que 2015? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Nehemias Fernandes Jaques

Pra tu que não sabe, Luiz Maia. “O patriotismo é o último refúgio dos canalhas.”

Nehemias Fernandes Jaques

Luiz Maia, eu dar um cheiro no teu cangote. Não existe paixão mais forte. Milico frustrado, recalcado, alma sebosa.

Wellington Antunes

Tão frustrado que fica com ameaças falando em acerto de contas. Pobre diabo, isso já passou, aceita a democracia milico de pijama.

Wellington Antunes

Tão frustrado que fica com ameaças falando em acerto de contas. Pobre diabo, isso já passou, aceita a democracia milico de pijama.

Wellington Antunes

Mau brasileiro é quem é contra a democracia e defende o golpe militar. Pega o beco milico frustrado.


CABO


30/12


2015

Coluna da quarta-feira

    Batendo no próprio governo 

Até então com contestações discretas em relação ao PSB, legenda que detém o poder na instância estadual e na Prefeitura do Recife numa aliança com o seu partido, o DEM, a deputa Priscila Krause rasgou a fantasia, saiu da toca e centrou fogo no governador Paulo Câmara e no prefeito Geraldo Júlio, contestando convênios celebrados para obras na capital.

São valores da ordem de R$ 60,66 milhões que se destinam a um conjunto de obras sociais em áreas pobres do Recife, Linha do Tiro, do Córrego Jenipapo, Morro da Conceição, Cordeiro e Alto Santa Terezinha. “Os convênios são ilegais porque o Recife não pode pactuar novas obras com o FEM por conta de atrasos nas obras anteriores”, alega a parlamentar.

Priscila atua na Assembleia com os olhos na política municipal. Sua ação não se estende ao Estado, mas ao Recife. Não conseguiu ainda se desvincular da Câmara, onde cumpriu três mandatos de vereadora, porque deseja disputar a Prefeitura. E para virar notícia, faz de tudo.

Algo inerente a quem planeja desafio majoritária é ficar na vitrine, especialmente no Recife, eleitorado exigente, onde os pleitos são decididos com frentes mínimas, muitas vezes inferiores a 1%. Por isso, Priscila procura enlouquecidamente os holofotes, que dela se distanciaram neste primeiro ano na Assembleia, enquanto virou visgo no dia a dia do líder do DEM na Câmara, Mendonça Filho.

Só que Mendonça, diferentemente de Priscila, está inserido num contexto bem diferenciado. No plano nacional, o DEM faz oposição frontal ao Governo Dilma, sendo um dos signatários do pedido de impeachment da presidente. Em Pernambuco e no Recife, o DEM, ao contrário, conjuga outro verbo.

É o verbo governar. O DEM, partido da deputada, está carimbado nos dois níveis de governo, ocupando cargos não apenas na gestão do governador Paulo Câmara como na de Geraldo Julio, no Recife. Priscila foi consultada na época e concordou. Mas como quer, a todo custo, se investir de candidata à sucessão na capital, abriu uma dissidência no seu partido.

Só esqueceu de combinar com o chefe, Mendonça Filho, presidente estadual da sua legenda, que até que diga o contrário, está afinado com Câmara e alinhado com a reeleição de Geraldo Júlio. Há quem aposte, entretanto, que a deputada optou pela radicalização de “oposicionista” para ganhar a carta de alforria do DEM.

Para quem, porém, tem origens no campo da direita, começado sua trajetória no PFL como presidente da Juventude Pefelista e por cima aliada de Marco Maciel, Roberto Magalhães e Joaquim Francisco, construir uma alternativa partidária em outro campo ideológico, a esta altura, se constituirá, fatalmente, uma barreira quase instransponível.

NO PTB– Estrela solitária do PTB na Câmara do Recife, o vereador Antônio Luiz Neto garante que não tem planos para fazer a travessia, seguindo os exemplos dos seus colegas trabalhistas Carlos Gueiros e Eduardo Marques, que aterrissaram de cuia e mala no PSB. “Sou presidente municipal do PTB e como tal tenho compromisso com o crescimento do partido no Recife”, diz Neto. Segundo ele, o partido lamenta a perda de dois vereadores, mas se revela animado. “Já temos 40 pré-candidatos a vereador”, assinala.

Ainda sem salvaçãoTrombada com o PSB e rompida com o prefeito Geraldo Júlio, a vereadora Marília Arraes até se assanhou para assinar a ficha de filiação ao PTB com a revoada de Carlos Gueiros e Eduardo Marques. Mas depois que soube que Antônio Luiz Neto arquivou o projeto de debandar também para o PSB, não quer nem ouvir falar mais em trabalhismo, porque sabe que não encontrará por lá a tábua da salvação. Já fez e refez as contas: com Neto ficando no PTB, não se reelege.

Confiança no ministro– O presidente estadual do PTB, José Humberto, admite que o partido perdeu gorduras na Assembleia e Câmara do Recife, mas não teme pelo futuro. “Armando detém uma liderança suficiente para conter a debandada se isso de fato vier a ocorrer, o que não acredito em hipótese alguma”, disse. Segundo ele, o ministro teve um ano atribulado em Brasília, mas dedicará mais tempo ao Estado em 2016.

Polêmica nas pedaladas– O ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, admite que o pagamento das pedaladas fiscais, que deve ser feito até amanhã, é uma forma de proteger o Governo do processo do impeachment. "Acho curioso que o presidente da Câmara fale como se nada estivesse acontecendo com ele. O impedimento dele está muito mais perto do que o impedimento dela. Ele tem um processo no Conselho de Ética e denúncia feita pelo Ministério Público ao Supremo Tribunal Federal”, afirmou.

A volta de JoaquimEm Gravatá, a sucessão municipal passa pelo ex-prefeito Joaquim Neto (PSDB). Se conseguir se livrar de processos de inelegibilidade, é imbatível. Já num outro cenário, qualquer candidato que apoie tem chances de emplacar. A conclusão não é nem do campo governista nem oposicionista. Está refletida em todas as pesquisas eleitorais que remetem a 2016.

 

 

 

CURTAS 

ESTOPIM – O deputado Romário Dias não decidiu ainda o partido que fará opção depois que sair do PTB. Com Armando Monteiro, segundo o blog apurou, construiu uma relação entre tapas e beijos, mas para tapas. O estopim foi a perda do diretório de Araripina, que estava em suas mãos, para o ex-deputado Raimundo Pimentel, por decisão de Armando.

MEIA-ENTRADA– O ministro Dias Toffoli, do STF, concedeu medida cautelar (provisória) que desobriga a filiação de entidades municipais e estaduais a associações estudantis nacionais para a emissão de carteirinha de estudante que garante o pagamento de meia-entrada em eventos culturais. A decisão é de 19 de dezembro e tem validade imediata, mas ainda passará por análise do plenário do Supremo.

Perguntar não ofende: Quando Pernambuco verá, ao final, a cor do dinheiro para combater a dengue? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Nehemias Fernandes Jaques

Delator afirma que diretor de empresa levou R$ 300 mil a Aécio - Aecimmmmmm bandidim

marcos

Maduro fala que Governo Dilma...Jumenta...apodreceu.

Nehemias Fernandes Jaques

Número de jovens negros no ensino superior cresce três vezes com Lula e Dilma - Lula e Dilma triplicaram o número de estudantes negros no ensino superior. Em 2001, apenas 10,2% deles estavam na universidade. Em 2012, o percentual chegou a 37,4%, graças a ações como o ProUni, que oferece bolsas de estudo em faculdades e universidade privadas, a expansão da rede federal de ensino superior, e a ampliação do número de vagas nas universidades já existentes, como o Reuni - Os negros ainda são minoria no ensino superior, mas a tendência é de reversão desse quadro, sobretudo graças à Lei 12.711. Sancionada pela presidenta Dilma em agosto de 2012, a lei determina que as universidades federais destinem 50% de suas matrículas para estudantes autodeclarados negros, pardos, indígenas – conforme definições usadas pelo IBGE –, com renda familiar igual ou inferior a 1,5 salário mínimo per capita, e que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas

Nehemias Fernandes Jaques

Igualdade Racial - Políticas afirmativas elevam autoestima e cada vez mais brasileiros se declaram negros - O Censo 2010 trouxe uma surpresa. Pela primeira vez, brasileiros e brasileiras que se autodeclararam pardos e pretos apareceram como maioria: 50,7%. No censo anterior (ano 2000), maioria da população brasileira (53,7%) se declarava branca. Longe de um eventual aumento da taxa de natalidade, a explicação para o fenômeno está na elevação da autoestima da população negra, graças às políticas afirmativas iniciadas no Governo Lula e ampliadas por Dilma.

Nehemias Fernandes Jaques

Você sabia? Para produzir 1 litro de mel, as abelhas visitam 5 milhões de flores.


Bandeirantes Junho 2021


29/12


2015

Coluna da terça-feira

    Cadê o dinheiro da dengue? 

Em entrevista, ontem, ao Frente a Frente, o secretário estadual de Saúde, José Iran Costa, na foto ao lado, confirmou que, até o momento, o Governo Federal não liberou nenhum tostão para o combate à dengue e as outras doenças no Estado provocadas pelo mosquito Aëdes aegypti. O descaso da União está custando caro ao Estado. Chegam notícias de vários municípios dando conta de uma verdadeira epidemia de dengue.

As cidades mais preocupantes se encontram no Agreste. Surubim e Santa Cruz do Capibaribe, segundo informações levantadas pelo blog, estão com seus hospitais lotados de portadores e suspeitos de dengue. Há casos até de aumento de mortes de idosos, mais vulneráveis aos efeitos da doença.

O que intriga é a omissão e a enganação do Governo Federal. Enquanto o governador Paulo Câmara, confiando na intenção de Dilma em fazer uma ação conjunta chegou a liberar R$ 30 milhões, até agora o Ministério da Saúde não deu o ar da sua graça. Isso é mais vergonhoso pelo fato de, há 40 dias, o ministro reunir mais de 100 prefeitos para comunicar medidas de enfrentamento ao problema.

E Dilma, cinco dias após, vir ao Recife falar do vírus zica e das medidas que seu Governo estava tomando. Tudo mentida e enrolação. “Não recebemos nada da União. Até agora, só promessas”, disse Iran Costa, adiantando que o quadro no Estado requer uma atenção especial. Ele lamenta que até o momento as ações não tenham sido mais amplas e eficazes por causa da desatenção do Governo Federal.

O povo cansou de promessas e conversa fiada deste Governo. Na primeira reunião com prefeitos em Gravatá, o ministro Marcelo Castro (Saúde), em conversa com jornalistas, sequer tinha noção da grandiosidade de recursos que as ações programadas exigiam. Com Dilma, também não foi diferente.

Resultado: dinheiro, que é bom e necessário por parte da União, nem sinal. O ano está acabando, as chuvas de dezembro já começaram no Interior e com isso existe uma tendência do crescimento de mais casos de dengue, chikungunya e zika, para infelicidade da população em geral, que está apavorada e desprotegida.

NAS RUAS– A pesquisadora Silvia Matos, da Fundação Getúlio Vargas, costuma dizer que o ano de 2016 será aquele que a crise econômica “vai chegar à rua”. É a sua maneira de alertar que os custos sociais da recessão enfrentada pelo País serão mais pesados no ano que vai se iniciar. Os reflexos da queda acentuada do PIB devem se traduzir em mais desemprego e menos renda para os trabalhadores. Em termos numéricos, a perspectiva é que sejam pulverizados mais 2,2 milhões de empregos formais no próximo ano, depois de uma perda estimada em 1,6 milhão em 2015.

O isolamento de ArmandoDepois da revoada dos deputados estaduais Romário Dias e Álvaro Porto, dos vereadores recifenses Carlos Gueiros e Eduardo Marques, o grupo do ministro Armando Monteiro Neto (Desenvolvimento) está perdendo mais uma histórica liderança trabalhista, também com assento na Câmara do Recife: Antônio Luiz Neto, ex-presidente do Santa Cruz. Cortejados pela inhaca do poder, todos viram socialistas e ganham cargos no Governo estadual.

As diferenças– Perguntado se seguia a cartilha de Eduardo, em relação ao fato de planejar jogar no seu processo sucessório uma técnica, o prefeito de Petrolina, Júlio Lóssio (PMDB), disse, bem-humorado, que a única coisa em comum que tinha com o ex-governador seria o sobrenome dos avós. Arraes e Rivalina Arraes, ambos do Sertão do Cariri, no Ceará. “No mais, tudo diferente. Eduardo já nasceu neto de governador. Eu sou filho de professora pública viúva. 

Protesto em Gravatá– Em Gravatá, o coronel Mário Cavalcanti come o pão que o diabo amassou. Além da fedentina do lixo não recolhido, servidores públicos foram às ruas, ontem, protestar contra o atraso de salários. Com faixas e apitos, professores, agentes de saúde e endemias, merendeiras e auxiliares de serviço geral e muitos outros profissionais gritaram frases de repúdio a intervenção, fecharam o trânsito e fizeram passeata pelas principais ruas do centro.

Nem ai! – Com a saída do vereador Antônio Luiz Neto, já formalizada ao presidente estadual do PTB, José Humberto, o grupo do ministro Armando Monteiro Neto fica esvaziado e acéfalo, sem um só representante na Câmara do Recife. Se alguém acha que Armando está perdendo o sono com isso está completamente enganado. Alguém ouviu dele que sem vereador de mandato será mais fácil montar uma chapa proporcional no Recife.

 

CURTAS 

DE ALTA – O deputado Everaldo Cabral (PP) confirma que de fato se internou no hospital Português, sábado passado, conforme noticiado neste espaço. Mas ressalta que a razão da sua ida não tem relação com o fígado, mas com uma bactéria, que provocou febre de 40 graus. O parlamentar, entretanto, já recebeu alta e se encontra em casa, plenamente restabelecido.

FOCOS– Em Sertânia, onde o prefeito Guga Lins (PTB) trata o combate ao mosquito da dengue com descaso, tem foco em vários locais deixando a população assustada. Por ironia, o prédio do Samu, que está sendo reformado, virou um dos principais fomentadores do mosquito.

Perguntar não ofende: Depois de tantas reuniões com Dilma, os governadores já tiveram algum ganho em termos de recursos da União? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Dilma jumenta, cadê o dinheiro pra combater a Dengue?

Nehemias Fernandes Jaques

Dilma fixa em R$ 880 valor do salário mínimo, isso no governo tucanalhas nunca ia acontecer. Chora tucanalhas!

Nehemias Fernandes Jaques

Será, hein?

marcos

Dilma viaja para Paris e leva 900 pessoas em sua comitiva. Cadê a Crise? Aí não tem dinheiro para o combate a dengue.

marcos

E agora Dilma jumenta, o Gov. e o PT comeram o dinheiro de combater a dengue. O povo Brasileiro que se lasque.


Serra Talhada 2021


27/12


2015

Coluna da segunda-feira

   O ocaso de Marco Maciel 

Na mídia nacional, fui o primeiro jornalista a noticiar que o sumiço do ex-senador Marco Maciel foi forçado pelo agravamento do mal de Alzheimer, doença que provoca perda de memória. Os veículos do Sul maravilha, finalmente, romperam o silêncio em relação ao quadro de saúde do ex-vice-presidente da República. Coube à jornalista Mariana Sanches, de O Globo, a iniciativa. Em reportagem publicada com destaque na edição de ontem, disse que Maciel retirou-se da vida social, perdeu para a doença o entendimento político e o interesse pelos assuntos públicos.

Mariana esteve com Maciel e se comoveu com a sua dor e o seu drama. “Enquanto o noticiário da televisão atualiza a situação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff e as supostas manobras do vice Michel Temer para ocupar seu posto, Maciel cerra os olhos em frente à TV e não expressa qualquer opinião. Se lembra de alguma coisa, ele não demonstra nada. Do meio do ano para cá, ele só responde raramente, e sempre por monossílabos. Se já era calado, agora é mais ainda.

“Meus filhos dizem para eu parar, mas sempre comento com ele: “Viu o que aconteceu com a política, viu isso ou aquilo?”, recebo de volta o silêncio — conta a mulher de Maciel, Ana Maria, companheira de mais de meio século e responsável por comandar a equipe de cuidadores que se reveza na atenção ao ex-vice-presidente, na sua residência em Brasília.

Nos dois governos FH, Maciel, em média, ficou à frente da Presidência um dia por semana. De estilo discreto, Maciel, em média, governou o País por um dia a cada semana que Fernando Henrique Cardoso esteve na Presidência, entre 1995 e 2002, devido às viagens do titular. Quando não despachava como chefe de Estado interino, gostava de ficar em seu gabinete no subsolo do Palácio do Planalto, em estratégica posição para, literal e figurativamente, não fazer sombra ao titular.

Sua importância para a governo tucano fica evidente pela quantidade de menções a ele no recém-lançado diário de FH para os dois primeiros anos de gestão: Maciel aparece 122 vezes nas mais de 900 páginas. O então presidente o qualificava como “coordenador político” do Governo no Congresso e não era incomum a romaria de parlamentares ao gabinete do vice.

Peça importante na eleição de Tancredo Neves, na gestão José Sarney Maciel chefiou a Casa Civil. Foi ele quem ajudou a conter os ímpetos do então senador Antônio Carlos Magalhães, que agia com eventual rebeldia no Congresso, e a conter crises como o escândalo da Pasta Rosa, sobre financiamento ilegal de campanha de aliados.

Durante o regime militar, foi um entusiasta da volta à democracia. Obcecado com o tema da reforma política, que considerava urgente, ele não pôde acompanhar as discussões comandadas pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) sobre o assunto no primeiro semestre deste ano.

“Ele ainda recebe alguns poucos amigos em casa, mas fica sentado e calado durante todo o tempo — diz Ana Maria, que já chegou a representar o marido em eventos do DEM. Marco Maciel atuava para debelar crises com o senador Antônio Carlos Magalhães, que eventualmente jogava o Congresso contra o governo FHC. Durante quase cinquenta anos, Maciel começava a rotina com a leitura de seis jornais, que recortava e rabiscava, e partia para suas articulações políticas.

Chegava em casa tarde da noite, mas a tempo de conversar amenidades com a mulher. Perdeu a primeira eleição aos 70 anos. Depois da derrota, parecia abatido. Uma depressão começou a ser tratada. Já era sinal de Alzheimer. A doença evoluiu a ponto de tirar-lhe as iniciativas. Ana Maria precisa prestar atenção a pequenos sinais para saber se ele está doente ou com fome.

“É uma pena que você não possa conversar com ele sobre política. Eu sei que ele gostaria. Vivemos uma ausência de alguém que está presente — lamentou Ana Maria, dirigindo-se à repórter. Pena maior, na verdade, é Maciel entrar na terceira margem do rio, fazer a última viagem, sem poder escrever suas memórias.

Extraordinariamente ricas, vale a ressalva. Ninguém como ele viveu tantos bastidores nos mais importantes momentos da Nação, da ditadura à redemocratização. Ocupou todos os cargos sonhados por um político: deputado estadual, deputado federal, governador, senador, ministro, vice-presidente e presidente da República em exercício. Alguém pode jogar pedras nele?

Do ponto de vista ideológico, sim. Moral, não. Nunca se viu em todo o curso da sua história, longa, diga-se de passagem, envolvido em qualquer tipo de maracutaia. Um homem de bem, honrado.

INFIDELIDADE– O ano novo deve começar com profundas mudanças no quadro partidário nacional. Os políticos em geral aguardam apenas a promulgação da janela da infidelidade, aprovada no bojo da minirreforma eleitoral pelo Congresso. Como janeiro é mês de recesso, o mais provável é que a oficialização do troca-troca se dê no início de fevereiro, para muita gente, de olho nas eleições municipais, já brincar o carnaval de legenda nova. Só na Assembleia Legislativa, cinco deputados estão preparando a revoada.

Odacy aterrissa no PDTEntre os deputados estaduais que mudarão de legenda, o petista Odacy Amorim, já acertado para disputar a Prefeitura de Petrolina pelo PDT. O que até as paredes da Prefeitura municipal já sabem é que a travessia de Amorim foi pavimentada pelo senador Fernando Bezerra Coelho (PSB), com o compromisso de retirar a candidatura de seu filho Miguel Coelho, que assumiu a presidência do diretório socialista em Petrolina.

 

Revoada na Assembleia– Outros três deputados já estão certos que colocarão o olho e a cara na janela: Adalberto Cavalcanti, que sai do PTB e ingressa no PMN; Álvaro Porto, também do PTB, vira a casaca para o PSB; e Lucas Ramos, do PSB, está indeciso entre PMDB e PSDB. Pode acontecer outra novidade neste campo: Claudiano Martins. Incomodado e sem espaço no PSDB depois da morte de Sérgio Guerra, pode optar pelo PP para disputar mandato de federal em 2018.

Deputado internado– O deputado Everaldo Cabral (PP) deu entrada na emergência do Hospital Português sábado passado e foi direto para UTI – Unidade de Terapia Intensiva. Segundo familiares, o parlamentar teve mais uma crise decorrente de complicações no fígado, que motivou sua primeira internação em setembro passado. No seu segundo mandato, Everaldo é irmão do também deputado estadual Lula Cabral (PSB).

Crescimento da terceira viaEm Águas Belas, no Agreste Meridional, pesquisa da Naipes Consultoria, feita entre os dias 21 e 23 últimos, constatou um quadro novo: o crescimento do pré-candidato do PDT a prefeito, Aureliano Pinto, na fato ao lado, que desponta com entusiasmo com a intenção de quebrar a polarização entre o grupo do prefeito Genivaldo Menezes (PT), já no final do seu segundo mandato, com a família Martins, que deve lançar, mais uma vez, a candidatura do ex-prefeito Numeriano Martins.

 

 

 

 

 

CURTAS 

CRISE EM GRAVATÁ – Em Gravatá, o interventor Mário Cavalcanti começa a mergulhar num inferno astral. Depois da cidade passar o Natal literalmente no lixo, por causa da rescisão do contrato com a Prefeitura, os servidores decretam greve a partir de hoje em defesa do pagamento dos seus salários, inclusive o 13º salário.

CONSELHO– O governador Paulo Câmara empossa, hoje, o Conselho de Preservação do Patrimônio Cultural (CEPPC), formado por representantes da sociedade civil e do poder público. A entidade é resultado de uma demanda da sociedade, que solicitava uma participação mais representativa no processo de construção e implementação de políticas culturais e de preservação.

Perguntar não ofende: Qual a extensão do prejuízo ao turismo de Fernando de Noronha pelo ataque do tubarão? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

MARCOS BARBOSA

\"Durante o regime militar, foi um entusiasta da volta à democracia\" kkkkkkkkkkkkkkkkkk o Marco Maciel mamava nas tetas do governo militar, foi governador indicado pelos militares, presidente da câmara no governo militar ... aí você dizer que ele foi entusiasta da volta da democracia é piada de péssimo gosto. É uma agressão aos que foram presos, torturados e mortos na luta pela democracia.

marcos

Dilma, a Jumenta que quebrou o Brasil!

Nehemias Fernandes Jaques

Renan Tricha, lavasse a burra na boate Metrópole, hein?

RENAN

O (DES)GOVERNO DA RAINHA DA MENTIRA COMBATE TANTO A CORRUPÇÃO QUE NA HORA QUE O DESMANTELO REINOU FOI DETERMINADO PRA O ANO QUE VEM UM CORTE DE 215 MILHÕES NO ORÇAMENTO DA POLÍCIA FEDERAL!!! SÓ ESSA BICHA DESQUALIFICADA VAGABUNDA DESSA NEHEMIAS QUE DIZ UMA MERDA DESSA E TANTAS OUTRAS MERDAS, COISA DE VERME, GENTE QUE NÃO TEM O QUE DIZER EM DEFESA DO QUE SE TORNOU INDEFENSÁVEL!!! UM PARASITA QUE EM TROCA DE CENTO E POUCOS REAIS DO BOLSA ESMOLA POR MÊS SE PASSA À PASSAR O DIA POSTANDO PORCARIA QUE NÃO TEM QUEM AGUENTE, É MUITA MERDA PRA UMA CABEÇA SÓ DESSA BICHINHA DESESPERADA DESSA NEHEMIAS, QUE SEM TOMAR O GARDENAL DIARIAMENTE ESTÁ CADA DIA PIOR!!!

Nehemias Fernandes Jaques

Cadê o prejuízo?\", pergunta Gurgacz - Elaborado nos últimos dias de 2015, o relatório do Senador Acir Gurgacz (PDT-RO) está destinado a se transformar no primeiro texto base da política brasileira em 2016. Resposta à resolução do Tribunal de Contas da União que propõe a rejeição das contas do governo Dilma em 2014, o documento é uma aula de administração pública, conhecimento jurídico – e respeito pelas regras do Estado Democrático de Direito. Também oferece novidades fulminantes contra a decisão do TCU. Uau!!!




26/12


2015

Coluna do sabadão

     Jarbas e a vassoura da limpeza  

O deputado Jarbas Vasconcelos (PMDB), que passa temporada em Portugal, aproveitando o recesso parlamentar, não tem projeto para disputar a Prefeitura do Recife. Nas conversas com os principais líderes do PSB no Estado, a começar pelo governador Paulo Câmara, deixa claro que não descarta entrar na disputa pela Presidência da Câmara dos Deputados.

Este é o seu desejo. Mas para Jarbas chegar lá, primeiro a Câmara tem que se livrar de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que ganhou uma discreta sobrevivência com a opção do Congresso pelas férias de janeiro, descartando convocação extraordinária, como queria a presidente Dilma, para dar celeridade ao processo de impeachment aberto pela Câmara de uma forma e alterado pelo Supremo Tribunal Federal.

Na onda crescente de que o País tem que ser passado a limpo, livrando-se não apenas de Cunha, mas também de Dilma, Jarbas pode ser um catalizador. Tem história, envergadura para o cargo, o respeito dos seus pares e da Nação. Precisa, entretanto, ganhar o apoio do seu partido, onde ainda sofre de um isolamento atroz, reconhecido por ele próprio.

Não será tarefa fácil. Segundo maior partido no Congresso, o PMDB tem uma corrente majoritária, liderada pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (AL), que não banca Jarbas. A ala de Temer, vice-presidente da República e presidente de honra do partido, não seria difícil Jarbas conquistar o apoio e a simpatia. O problema maior reside no Governo.

Com sete ministérios, o PMDB não vai largar a inhaca do poder e tende, portanto, a apoiar, no caso do afastamento de Cunha da presidência da Câmara, um nome alinhado ao Palácio do Planalto. Quem manda no PMDB é o Governo e sem os votos do seu partido Jarbas certamente entraria numa grande aventura. Mas o que custa a ele disputar?

Absolutamente nada! Como dizia Tancredo Neves, time que não joga não ganha campeonato. Jarbas entraria no jogo com o discurso centrado na moralidade e no resgate do conceito de respeitabilidade da Câmara dos Deputados. Como Jânio Quadros, poderia adotar até a vassoura como símbolo, para varrer a corrupção, estabelecendo um novo paradigma no parlamento brasileiro.

Jarbas não assume, mas está com um grande apetite para entrar na disputa. A opinião pública, está conquistando. Até em Jô Soares e no Roda Viva esteve. O País sabe o que pensa e o que deseja. Como nunca fugiu à luta nem é frouxo para desafios que parecem impossíveis, apeado Cunha do comando da Câmara no dia seguinte Jarbas dá o start da sua campanha. Desde já, como disse acima, adotando a vassoura para operar a limpeza da Casa do povo brasileiro.

RECONCILIAÇÃO E ELOGIO– Num recente encontro com lideranças anti-Dilma, o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB-SP), revelou um sentimento de felicidade com a retomada do diálogo e amizade com Jarbas Vasconcelos. A quem convidou, aliás, para um jantar no Palácio do Jaburu e ao longo do encontro afirmou que o deputado pernambucano, histórico e ideólogo do PMDB, seria uma espécie de reserva moral do País, um nome à altura do momento para assumir o lugar de Eduardo Cunha.

Lóssio na cartilha de EduardoO prefeito de Petrolina, Júlio Lóssio (PMDB), já deixou vazar, em conversas com interlocutores, que se não prosperar um entendimento em torno da candidatura do deputado Lucas Ramos (PSB), vai assumir o risco de tentar fazer o sucesso retirando da cartola um nome do seu grupo. O mais cotado, segundo já deixou transparecer, é o da secretária de Saúde, Lúcia Giesta, na foto ao lado. Na prática, reeditaria a cartilha Eduardo Campos, que elegeu dois técnicos: Geraldo Júlio, no Recife, e Paulo Câmara, sucessor.

 

Aberração fiscal– O procurador Julio Marcelo de Oliveira, do Ministério Público de Contas, sustenta que uma eventual aprovação das contas da presidente Dilma no Congresso enfraquecerá a noção de responsabilidade fiscal, de respeito às leis, de transparência na gestão pública e equilíbrio das contas públicas. Para ele, será a vitória da maquiagem contábil e do vale-tudo fiscal em ano eleitoral.  As afirmações do procurador são uma resposta ao relator das contas no Senado, Acir Gurgacz (PDT-RO), que apresentou parecer em que pede a aprovação com ressalvas das contas de Dilma em 2014.

Bom exemplo– Os cientistas da rede de pesquisa montada em São Paulo do vírus zika passam o recesso de Natal e Ano Novo trabalhando para estudar a doença. Pelo menos 160 pesquisadores estão com projetos em andamento. O ICB (Instituto de Ciências Biomédicas), da USP, já tinha conseguido manter culturas do vírus em células, algo necessário para uso em experimentos e diagnósticos por DNA. As primeiras fêmeas de camundongo grávidas foram infectadas na véspera de Natal, para um estudo que busca mostrar como o zika pode estar causando casos de microcefalia, fenômeno registrado sobretudo no Nordeste.

Relatório da indignaçãoO PSDB reagiu com indignação a recomendação pela aprovação com ressalvas das contas do Governo da presidente Dilma Rousseff em 2014, como proposto pelo relator do processo, senador Acir Gurgacz. Para o líder da oposição na Câmara dos Deputados, Bruno Araújo (PE), o parecer vai de encontro a unanimidade dos auditores do Ministério Público e dos ministros do Tribunal de Contas da União (TCU). "Será muito difícil o senador convencer a sociedade sobre o seu entendimento", observa o tucano.

CURTAS 

MAU PAGADOR – O prefeito de Sertânia, Guga Lins (PTB), é um péssimo cumpridor da palavra. Prometeu pagar o 13º salário dos funcionários antes do Natal e o que se viu foi muito servidor reclamando por ter ficado sem a grana do peru da festa natalina. E que se diz por lá é que ele paga, mas sem o mês de dezembro, adiado para janeiro. O trabalhista enfrenta um inferno astral. Recentemente, servidores da saúde entraram em greve.

REABERTA– Enfim, a Praia do Sueste, em Fernando de Noronha, foi reaberta, ontem, ao público. O local estava interditado desde terça-feira passada pelo Instituto Chico Mendes da Biodiversidade (ICMBio), depois que o turista paranaense Márcio de Castro Palma foi atacado por um tubarão, um dia antes. O visitante perdeu a mão direita e parte do braço.

Perguntar não ofende: Como ministro da Fazenda, Nelson Barbosa vai manter a fama de gastador ou vai ser refém do ajuste fiscal? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Dilma para de fazer Merda, comenta Lula com assessores, você tá lascando o PT. Não ela tá lascando o Brasil.

Nehemias Fernandes Jaques

Eduardo Cunha viaja com a família para Cuba para fechar 2015 - O declarado anticomunista Eduardo Cunha e família embarcaram hoje de madrugada para Havana, em Cuba, num voo partindo do Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro. Depois de passarem o Natal no Rio de Janeiro, vão passar os últimos dias do ano na ilha de Fidel Castro. Não consta que Cunha vá pedir asilo ou tentar uma declaração de apoio do ditador.

Nehemias Fernandes Jaques

Pergunta que não quer calar. O Povo quer saber: Por que Aécio Neves não PROCESSA o policial Lucas Arcanjo que o acusa, abertamente em vários vídeos, de NARCOTRAFICANTE? Será que ele tem medo das provas? https://www.youtube.com/watch?v=PhhQ3kEnp2I

marcos

Dona Mariza acusa Lula de tela traído com Rosymary, isso o Brasil todo já sabe abestada!

marcos

Dilma fala que metade da Corrupção é culpa de Lula, e o resto é culpa do governo dela. Taí foi até racional.




25/12


2015

Coluna da sexta-feira

   No Rio e RS o quadro é pior 

No Natal da crise, Estados, Municípios e União penam. O ano foi perdido, o País está parado, sem gerar riquezas. Tem muita gente jogando pedras no governador Paulo Câmara (PSB) por não vir pagando em dia os fornecedores e manter o custeio da máquina. Quem está conseguindo essa façanha? Praticamente nenhum Estado. O Rio, localizado numa região rica como o Sudeste, deu um calote de R$ 400 milhões nos fornecedores.

E o pior: dividiu em 12 parcelas o 13º salário dos servidores. No Rio Grande do Sul, laboratório do modo petista de governar, os salários dos servidores estão sendo quitados em três parcelas e não se tem notícia de 13º salário. Na última década, os Estados brasileiros reduziram o seu nível de endividamento. A relação entre dívida e receita caiu, em média, de 153% em 2005 para 107% no ano passado, conforme a Secretaria do Tesouro Nacional.

Apesar da melhoria generalizada nesse quesito, a maioria deles enfrenta sérias dificuldades financeiras. Das 10 principais economias do País, apenas Bahia e Santa Catarina têm sido menos afetadas pela crise. A sua maneira, cada um dos outros oito busca alternativas para a gestão do caixa. Em Pernambuco, Câmara assinou, no início do seu mandato, o Plano de Contingenciamento de Gastos para economizar R$ 320 milhões.

Para enfrentar o déficit de R$ 2,1 bilhões em 2014, o decreto estabeleceu medidas como suspensão no aditamento de contratos e cortes em diárias, consultorias, publicidade e manutenção de frota. O Governo decidiu adiantou 50% do pagamento do 13º salário dos servidores, no meio do ano, para evitar o aprofundamento dos efeitos da crise nacional, injetando R$ 350 milhões na economia do Estado.

A atual conjuntura de retração, com a consequente queda na arrecadação, levou Câmara e muitos governadores a fazer cortes em custeio e investimento, além de redução de cargos e secretarias. Mas as medidas não foram suficientes, e alguns Estados tiveram inclusive que parcelar o salário do funcionalismo. Além do Rio Grande do Sul, Goiás e Distrito Federal dividiram os pagamentos do mês em datas distintas, desencadeando paralisações e batalhas jurídicas desde o início do ano.

Estados mais endividados, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Rio de Janeiro são, nessa mesma ordem, os que mais comprometem suas receitas com despesas relacionadas à previdência. A crise dos governos estaduais é reflexo de um conjunto de fatores, como economia estagnada, a qual reduz a arrecadação, gasto público crescente e endividamento histórico.

Um dos principais problemas é que a despesa com a máquina é extremamente alta e crescente, a um ritmo inclusive maior do que o da economia. Reformas estruturais e redução no número de cargos comissionados e nas verbas de publicidade são algumas das medidas consideradas prioritárias para evitar o que o Rio Grande do Sul fez, adotando como medida extrema o parcelamento dos salários.

A dívida com a União é o principal entrave para o desenvolvimento dos Estados, pois causa uma sangria grande de recursos, que impede os governos de fazerem alguns investimentos. A Lei de Renegociação da Dívida, aprovada no ano passado, tem empurrado o problema com a barriga, abrindo espaço fiscal para novos empréstimos, que em função do ajuste fiscal são negados pela União aos Estados.

A impressão que Paulo Câmara passa, ao fechar o seu primeiro ano de mandato em meio à maior crise do País nos últimos anos, é que fez um esforço descomunal para não atrasar pagamento de pessoal. Se estivesse acontecendo aqui o que se observa no Rio e Grande do Sul em relação à penalização dos servidores, Câmara estaria comendo o pão que o diabo amassou.

COR DO DINHEIRO– O governador do Rio, Luiz Fernando Pezão (PMDB), começou a pagar médicos e enfermeiros da rede estadual depois de meses de atraso. Ele relatou que espera que os pagamentos sejam normalizados até a próxima semana. “Os recursos não entram imediatamente na conta das pessoas. Mas já está começando hoje as OSS a pagarem os enfermeiros, os médicos. A gente espera neste final de semana, e a partir da próxima semana, normalizar os pagamentos. Claro que não é o ideal, mas o mínimo que pediram para a rede funcionar, nós conseguimos ir além do que eles nos pediram", afirmou.

Água óleo se misturamO deputado Tony Gel (PMDB) não quer entrar na disputa para prefeito em Caruaru. Se depender dele, o filho Toninho Rodrigues tanto pode ser o candidato do grupo ou entrar numa negociação para compor uma chapa como vice de Raquel Lyra (PSB), pré-candidata do PSB. Se Gel e Lyra se unirem em Caruaru, abrem um novo paradigma e põe abaixo a tese, mais do que comprovada quimicamente, de que água e óleo não se misturam.

 

 

Incentivo ao transporte– O governador Paulo Câmara sancionou a lei que garante a isenção total do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) sobre o óleo diesel utilizado no serviço público de transporte complementar de passageiros na Região Metropolitana do Recife. O incentivo, que passa vigorar a partir do primeiro dia útil do novo ano, garante uma redução de R$ 1 milhão por ano nos custos do setor. A medida foi destacada como a promoção de uma "justiça fiscal" pelo chefe do Executivo estadual.

Perdão de penas– Pelo decreto assinado pela presidente Dilma, que concede o chamado indulto natalino, quem o obtém fica livre de cumprir o restante da pena e não tem nenhuma restrição, como se apresentar à Justiça periodicamente. O benefício está previsto na Constituição como uma atribuição do presidente da República e, tradicionalmente, é concedido na época do Natal. O texto é igual ao dos últimos anos e poderá beneficiar com o perdão da pena alguns dos condenados no processo do mensalão do PT, como José Dirceu e o ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares.

A caminho do PMDBCom chances beirando a zero de permanecer no PSB, o deputado Lucas Ramos, pré-candidato a prefeito de Petrolina, pode começar o ano novo abrigado em outra legenda. Como perdeu o controle do diretório socialista no município para o grupo do senador Fernando Bezerra Coelho, do qual é divergente, Lucas tende a ingressar no PMDB. Já se acertou com Jarbas e Raul Henry. Falta bater o martelo com quem manda no partido em Petrolina: o prefeito Júlio Lóssio.

 

CURTAS 

RECUOU – Pelo tom da nota que enviou, ontem, ao blog, o deputado Rodrigo Novaes (PSD) não disputa a Prefeitura de Floresta. Tende a construir uma candidatura alternativa dentro do universo político da prefeita Rorró Maniçoba (PSB), com quem viveu a vida inteira entre tapas e beijos e agora rompeu.

RESPOSTA– A Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) na qual a Associação Nacional de Jornais (ANJ) questiona a Lei do Direito de Resposta tramitará em regime abreviado previsto na legislação brasileira. A previsão, no entanto, é que a ação seja levada ao plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) em fevereiro, após o recesso da Justiça.

Perguntar não ofende: 2015 entra para o calendário como o ano da corrupção? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Diário do ABC publica Lula e Dilma foram as maiores BOSTAS que o Brasil já teve na política!

Nehemias Fernandes Jaques

Balança comercial tem superávit de US$ 850 mi na terceira semana de dezembro - Na terceira semana de dezembro, a balança comercial diferença entre exportações e importações - registrou superávit de US$ 850 milhões, nos cinco dias úteis. A informação foi divulgada hoje pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior - A média diária das exportações da terceira semana de dezembro foi de US$ 719 milhões, valor 11,3% abaixo da média diária até a segunda semana do mês, em razão da queda nas vendas de 26,7% de produtos básicos (minério de ferro, milho em grãos, petróleo bruto, carne de frango e bovina, farelo de soja) e de 22,6% de semimanufaturados (açúcar em bruto, celulose, ferro e aço, ferro-ligas, óleo de soja em bruto).

sonia

sendo gentalha, só espero disso, como aquele panLhaço minha Dilma tú Serdo assado como BeUlai FDP Sertaneja safado FDP

Moura Mestre

É como já tinha dito e repetido: esse deputadinho de Floresta é o chamado pé no saco!

Nehemias Fernandes Jaques

Porque o amor dói? Como o sexo nos ajuda a viver mais? Estudos mostram que a atividade sexual faz bem para a saúde, nos protege de doenças cardíacas, previne de demência e melhora o humor - Ter relações sexuais, se apaixonar, beijar e manter relacionamentos são os maiores prazeres do ser humano. Muitos estudos científicos já revelaram que esses atos são de extrema importância tanto para a saúde física quanto para a mental.




24/12


2015

Coluna da quinta-feira

   Saia justa em Cunha no STF

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, constrangeu, ontem, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ao abrir para a Imprensa a audiência que ele pediu com a intenção de contestar a decisão daquela corte sobre o rito do impeachment.

Na presença dele e de um grupo de jornalistas, afirmou que, na opinião dele, a decisão da Corte que definiu o rito do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff não deixa "margem" para dúvidas. Na semana passada, o plenário do Supremo barrou o rito de impeachment definido por Eduardo Cunha.

Nas duas sessões nas quais trataram do assunto, os ministros decidiram, entre outros pontos, anular a eleição, em votação secreta, de chapa alternativa, formada por deputados da oposição e dissidentes da base; e dar mais poder ao Senado, sob o entendimento de que a Casa não precisa seguir eventual decisão da Câmara de dar sequência ao processo de impeachment.

Na reunião aberta que teve com Cunha no gabinete da presidência do STF, Lewandowski também afirmou que, se a Câmara apresentar recurso antes da publicação do acórdão (resumo das decisões tomadas no julgamento), poderá ser recusado, de antemão, por ter sido protocolado antes do prazo.

A audiência durou cerca de 25 minutos e foi bastante formal. Também participaram da reunião os deputados Alessandro Molon (Rede-RJ), Sóstenes Cavalcante (PSD-RJ) e Jovair Arantes (PTB-GO). Lewandowski foi quem mais falou, mas sempre para deixar claro que não poderia dar "consultoria informal" sobre a decisão do STF e para pontuar que não há espaço para dúvidas.

O presidente da Câmara solicitou a audiência a Lewandowski para pedir rapidez na publicação do acórdão e para apresentar dúvidas que ele alega terem surgido na casa legislativa em torno da decisão do tribunal sobre o rito do impeachment. O peemedebista também aproveitou o encontro para anunciar que entrará com embargos de declaração, que são recursos destinados a esclarecer pontos considerados contraditórios ou inconsistentes em um julgamento.

Em meio ao encontro, o magistrado disse não enxergar espaço para questionamentos e não quis responder perguntas específicas sobre os efeitos da decisão do impeachment.

EPIDEMIA NO SUDESTE– A epidemia de dengue não é algo exclusivo do Nordeste nem tampouco dos grotões. Em Belo Horizonte, o prefeito Marcio Lacerda (PSB) assinou, ontem, decreto em que declara situação de emergência na capital mineira por causa da infestação do mosquito Aedes aegypti, por um período de 180 dias. De acordo com o decreto, fica estipulada a criação do Grupo Executivo para Intensificação do Combate ao Aedes Aegypti (Geicaedes) visando a implementação do Plano de Contingências de enfrentamento da anormalidade instalada.

Quem decide é o governadorUm dos nomes cotados para disputar a Prefeitura de Surubim, o secretário de Agricultura, Nilton Mota, disse, ontem, que não tem projeto pessoal e não costuma tomar decisões isoladas do seu conjunto político. “Se esta for a vontade do governador Paulo Câmara e do meu partido estou aberto à discussão”, disse, adiantando que sua prioridade no momento é dar continuidade à gestão inovadora que vem fazendo na Agricultura.

 

Vaia constrangedora– O ex-diretor da área Internacional da Petrobras, Nestor Cerveró, que deixou a carceragem da Polícia Federal (PF), em Curitiba, ontem, para passar as festas de fim de ano com a família, levou uma baita vaia no voo de Curitiba para o Rio. Cerveró é colaborador da Operação Lava Jato e, conforme os advogados, a saída está prevista no termo firmado com o Ministério Público Federal (MPF). Cerveró deve voltar para a prisão em 2 de janeiro. Durante todo o período, ele será monitorado por tornozeleira eletrônica e por escolta policial.

Prevenção em Noronha– A Baía do Sueste, em Fernando de Noronha, local em que houve um ataque de tubarão na última segunda-feira, permanecerá fechada por pelo menos 48 horas, segundo a fiscalização do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Representantes do órgão devem avaliar o caso, juntamente com profissionais do Ibama, do Comitê Estadual de Monitoramento de Incidentes com Tubarões (Cemit) e com pesquisadores que conhecem a ilha para entender como o ataque aconteceu e, assim, liberar o acesso da área à população.

Novaes da oposiçãoEm Floresta, o deputado Rodrigo Novaes (PSD), aliado na eleição passada da prefeita Rorró Maniçoba (PSB), com quem rompeu, deve mesmo disputar a Prefeitura enfrentando o grupo que detém o poder local. Como a prefeita é do partido do governador, a tendência é de Rodrigo é não contar em seu palanque com a presença de Paulo Câmara. Ali, a campanha já foi antecipada e deve ser extremamente radicalizada.

 

 

CURTAS 

MINIATURA – Numa entrevista a uma emissora de rádio, ontem, em Caruaru, o prefeito José Queiroz (PDT), ao abordar a polêmica da transferência da feira da sulanca, que o ex-governador João Lyra Neto (PSB) vem se contrapondo, tachou o adversário de “miniatura de ex-governador”. Pelo visto, a campanha em Caruaru vai pegar fogo.

FELIZ NATAL– Aos leitores desta coluna e do blog um Natal muito feliz, com o amor de Cristo no coração e a fé que possamos superar as dificuldades e construir um mundo melhor, mais justo e com paz verdadeira. 

Perguntar não ofende: O golpe do ano foi dado pelo Supremo, como disse o deputado Jarbas Vasconcelos?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Pereira da Silva

Este ano vai ficar marcado na história da quadrilha petista, foi o ano em que o partido ganhou o prêmio do partido mais corrupto do mundo. parabéns PT, que continue assim.

Holderlin Correia da Silva

Feliz natal Magno tudo de bom. Jarbas Vasconcelos estar certíssimo.

Nehemias Fernandes Jaques

A petista também lidera o ranking da pesquisa em que corruptos foram mais punidos. Para 48% dos pesquisados, o governo Dilma foi o que mais condenou por corrupção. O segundo lugar ficou novamente com o governo Collor, citado por 15%, e em terceiro lugar o governo Lula, com 7% dos votos. Fernando Henrique Cardoso foi lembrado apenas por 4% dos pesquisados.

Nehemias Fernandes Jaques

O instituto Datafolha realizou, nos dias 16 e 17 de dezembro, uma pesquisa em que o tema central era a corrupção. Os eleitores foram questionados sobre qual presidente mais investigou e puniu corruptos, além de em que governo mais houve corrupção. Para surpresa, o governo Dilma Rousseff foi considerado o mais combativo contra a temática. Por outro lado, também foi apontado como o mais corrupto - Uma outra pesquisa, com as mesmas perguntas, foi realizada em dezembro do ano passado e foi possível ver a mudança na avaliação do governo Dilma nesse primeiro ano do segundo mandato. A petista é a mais bem avaliada no quesito investigação de corruptos. Dilma lidera o ranking para 60% dos pesquisados. A presidente cresceu 14 pontos percentuais da última pesquisa para essa. Seu governo era visto por 46% como o mais combativo contra a corrupção em dezembro do ano passado - Logo atrás vem o governo de Fernando Collor, com apenas 13%, e o governo Lula, com 10%. O governo de FHC teve somente 3% dos votos.

Nehemias Fernandes Jaques

Blog Dentro da Política Publicado:22 dezembro 2015 - BLOG DENTRO DA POLÍTICA - Especialista em PolíticaSeguir DATAFOLHA: DILMA É A PRESIDENTE QUE MAIS COMBATE A CORRUPÇÃO; Governo Dilma foi considerado o que mais puniu corruptos, segundo pesquisados.




23/12


2015

Coluna da quarta-feira

     Claque tenta animar Dilma

Profundas olheiras, magra, abatida e com semblante tensionado. Esta foi a presidente Dilma que aterrissou, ontem, em Pernambuco, para inaugurar uma estação de bombeamento do projeto de Transposição das águas do São Francisco. Um super esquema de segurança a protegeu de qualquer hostilidade durante a sua passagem, que durou duas horas.

Mas nem precisava. Distante 30 km do centro de Floresta, de acesso complicado, a estação elevatória da Transposição foi devidamente preparada para um evento fechado, onde só era possível entrar mediante convite. Que, aliás, foram distribuídos pelos movimentos sociais, à frente o MST, cujo coordenador estadual, Jaime Amorim, foi o mais aplaudido, depois de Dilma, claro.

Os convidados foram levados de vans e ônibus. E capricharam no traje: camisas do PT e bonés do MST. Um dos presentes, tratado na plateia como “Poeta”, exagerou na dosagem e desfilou com uma camisa vermelha com uma foto da presidente destacando a frase: “Mãe Dilma”.

Anfitriã, a prefeita Rorró Maniçoba (PSB) disse que se surpreendeu com o público, porque temia ser um fracasso. “Não pude mobilizar muita gente, até porque ninguém me pediu ou ofereceu as condições”, relatou a socialista, que usou a sua fala, a primeira do ato, para fazer uma defesa ardorosa do Governo Dilma, com frases de efeito contra o impeachment.

Percebendo o ambiente petista e com cheiro de movimentos sociais, o governador Paulo Câmara fez um discurso discreto, primeiro para agradecer ao Governo pela forma séria, segundo ele, como está conduzindo a Transposição, depois pelos recursos liberados aos três Estados nordestinos (PE. CE e PB), da ordem de R$ 280 milhões, para ampliar a oferta de água nas comunidades que margeiam os canais da obra.

Percebendo que os organizadores haviam caprichado no evento, a presidente se soltou. “Vivemos em um País democrático com um Governo que tem um compromisso: o de superar a crise. Nada vai me demover desse caminho! Eu tenho orgulho de ter um patrimônio: meu nome, o meu passado e o meu presente. A gente pode dar até uma envergadinha, mas não quebra”, desabafou.

O desabafo, claro, se deu em razão do processo de impeachment instalado pela Câmara dos Deputados, mas que voltou à estaca zero com a decisão do Supremo Tribunal Federal de dar superpoderes ao Senado. A presidente afirmou, que, apesar de qualquer dificuldade, o seu Governo irá concluir a obra de integração do Rio São Francisco em 2016.

“O Brasil é grande o suficiente para, ao mesmo tempo que faz equilíbrio fiscal nas contas públicas do governo, investir em obras como esta (da transposição do rio São Francisco)”, disse. “O ‘Minha Casa, Minha Vida’ é outro programa que não vamos parar de jeito nenhum”, ressaltou, citando o evento de entrega de moradias do qual participou mais cedo, na Bahia.

OBRA PARA 2016– Sobre as obras de transposição do São Francisco, a presidenta Dilma garantiu que, "com a dificuldade que for", o Governo não deixará de concluir esse empreendimento no ano que vem. "Considero essa obra prioritária pelo efeito que terá na vida de milhões de pessoas no semiárido. Estamos enfrentando o quinto ano de seca. Esse país é grande o suficiente para, ao mesmo tempo que faz equilíbrio fiscal nas contas do governo, investir em obras como essa", afirmou, em discurso lido e no final improvisado.

Humberto deu uma mãozinhaO senador Humberto Costa deve ter dado uma contribuição decisiva na montagem da claque vermelha que foi, ontem, a Floresta, bater palmas para a presidente Dilma. Na duas vezes em que seu nome foi citado pelo cerimonial acabou sendo bastante aplaudido, assim como o prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque, que é do PT.

 

 

Desvio de R$ 35 bilhões– O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), órgão vinculado ao Ministério da Justiça, abriu, ontem, um processo administrativo para apurar se 21 empresas e 59 pessoas – executivos e funcionários das companhias –, se uniram para a prática de cartel na Petrobras. Segundo o Cade, a soma dos contratos nos quais há evidência da atuação do chamado "clube das empreiteiras" é de R$ 35 bilhões.

Pernambuco na liderança– Segundo relatório do Ministério da Saúde, Pernambuco é o Estado com maior número de casos suspeitos de microcefalia: 1.031. Em seguida, vêm Paraíba e Bahia, com 429 e 271 casos, respectivamente. O Rio Grande do Norte e a Bahia são os estados com maior número de óbitos sob suspeita da doença: dez casos. A maioria esmagadora dos casos de microcefalia está relacionado ao vírus zika, transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, mesmo vetor da dengue e da chikungunya.

Irrigantes sem energiaInsatisfeito com o tratamento do Governo aos efeitos nefastos da seca, o prefeito de Petrolândia, Lourival Simões (PR), não foi paparicar a presidente Dilma na sua passagem ontem por Floresta. Para ele, um Governo que deixa os produtores das áreas irrigadas sem energia não pode ser levado a sério. “A Celpe cortou a energia dos irrigantes por três dias, alegando calote de R$ 4 milhões, mas, estranhamente, religou na sexta-feira passada, quando a visita de Dilma foi confirmada”, diz ele.

 

CURTAS 

MENOS CISTERNAS – Elogiada por Dilma, ontem, em seu discurso, a ONG Asa, que constrói cisternas no Nordeste em parceria com o Governo, teve um corte de R$ 55 milhões em seu montante conveniado com a União. Vai causar um impacto tremendo no programa caso a presidente Dilma Roussef não reveja a ação da sua tesoura.

BOA ESTRADA– Muito elogiado o trecho da estrada ligada Ibimirim a Floresta, percorrido por autoridades e convidados para inauguração da estação de bombeamento da Transposição por Dilma naquele município. A obra foi tirada do papel e executada pelo secretário de Transportes, Sebastião Oliveira.

Perguntar não ofende: Advinha o que tem deixado Dilma com tantas olheiras? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Dilma agora só fala enchiqueirada, aí eu pergunto É UMA JUMENTA OU UMA CABRA?

S. C. B. M.

Este mãe Dilma um pau mandado junto com estes caras pagos e alimentados com pão com mortadela Lula uma lágrima e Dilma uma sacerdotisa; por isto é que vocês são castigados com a seca falando blasfêmias. Quem governou e governa este pais detesta trabalhador e aposentados.

Nehemias Fernandes Jaques

Lula, uma lágrima de Cristo.

Nehemias Fernandes Jaques

Dilma, Uma sacerdotisa, abençoada por Deus.

Nehemias Fernandes Jaques

A injustiça do golpe de Aécio e Cunha fez a aprovação de Dilma melhorar 50% O Datafolha divulgou uma pesquisa que mostrou a desaprovação da presidente Dilma Rousseff (PT) recuar 6% e sua aprovação subir 4%. Já o pedido de afastamento do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB) subiu para 82% e Aécio Neves caiu 5% nas pesquisas. É bem verdade que a economia deu uma melhorada nesse final de ano, mas o que mais justifica os resultados da pesquisa Datafolha é o fato do povo brasileira ter percebido que o maior problema do Brasil são as perseguições, lideradas e orquestradas por Aécio Neves e Eduardo Cunha, que passaram o ano todo aprovando pautas bombas para atrapalhar a economia do país.




22/12


2015

Coluna da terça-feira

     Dilma na obra superfaturada 

A presidente Dilma volta ao Sertão pernambucano, hoje, para entregar mais uma estação de bombeamento das obras de Transposição do São Francisco. Na chegada a Floresta, onde será recepcionada por três governadores (PE, CE e PB), provavelmente, se vier a falar com jornalistas, não escapará de uma cena constrangedora: explicar mais um escândalo em seu Governo.

Há menos de 10 dias, a Polícia Federal desbaratou um esquema de corrupção no lote dois da obra, envolvendo o consórcio formado pelas empresas OAS/Galvão/Barbosa Melo/Coesa, que recebeu R$ 680 milhões pelo trabalho. De acordo com os investigadores, os empresários utilizaram empresas de fachada para desviar cerca de R$ 200 milhões do Ministério da Integração Nacional.

Ainda de acordo com a PF, algumas empresas ligadas à organização estariam em nome de um doleiro e um lobista investigados na Operação Lava Jato. Ao todo, foram cumpridos 32 mandados judiciais em Pernambuco, Goiás, Mato Grosso, Ceará, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Bahia e Brasília, sendo 24 mandados de busca e apreensão, quatro mandados de condução coercitiva e quatro mandados de prisão.

“Um grande projeto como a transposição do Rio São Francisco, que poderia amenizar o sofrimento de muitas famílias nordestinas, acaba motivando indivíduos de má índole a se aproveitarem da boa-fé dessas pessoas. Isso tudo sempre acontece de forma ilegal”, disse superintendente da PF em Pernambuco, Marcello Diniz Cordeiro.

Nesta fase está sendo apurado o núcleo econômico, que são as empreiteiras e o financeiro de nível operacional. Porém, a PF ainda investigará os núcleos administrativo, operacional e político. “Tudo indica, pelo contexto do grupo de Youssef, que essa verba foi destinada para políticos”, adiantou o coordenador da operação, Felipe Leal.

A Polícia também acredita que toda a obra da transposição foi superfaturada. “Vai ver nem precisava desses mais de R$ 500 milhões. Vai ver com R$ 300 milhões já poderia ser feito isso. Se houve esse superfaturamento, de que há fortes indícios, se houve desvio de verba pública federal e mesmo assim a obra continuou, qual seria realmente o valor dessas obras que deveriam ser exigidos para a construção?”, questiona o superintendente.

Dilma deve ser questionada como uma obra, orçada inicialmente em R$ 4,5 bilhões, já tenha consumido o dobro, podendo chegar a R$ 12 bilhões, três vezes mais. Mas se um dia funcionar, a Transposição pode garantir a segurança hídrica para 390 municípios em Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte, beneficiando aproximadamente 12 milhões de habitantes. Segundo o Ministério da Integração Nacional, a demora na entrega dos trechos acontece devido à burocracia na escolha das empresas e na adaptação dos projetos iniciais.

Através da construção de quatro túneis, 14 aquedutos, nove estações de bombeamento e recuperação de 23 açudes existentes na região do Nordeste Setentrional, a transposição visa a beneficiar, com as águas do Rio São Francisco, 11 bacias da região com oferta hídrica per capita inferior à considerada ideal pela Organização das Nações Unidas (ONU). Aproximadamente R$ 1 bilhão do total de investimentos está destinado para programas básicos ambientais.

Segundo dados do mês de outubro, as obras do Projeto de Integração do Rio São Francisco apresentam 81% de execução física. Atualmente, há 10.141 trabalhadores contratados para atuarem no empreendimento. Para aperfeiçoar o gerenciamento, o Ministério da Integração Nacional implantou, em 2011, um outro modelo de monitoramento, licitação e contratação para os seis trechos de obras.

EM LIBERDADE– Os executivos das empreiteiras Galvão Engenharia, OAS, Coesa e Barbosa Mello, presos na Operação Vidas Secas - Sinhá Vitória, da Polícia Federal (PF), ganharam liberdade três dias após serem presos por determinação da Justiça Federal em Pernambuco. A operação foi deflagrada no dia 11 de dezembro, e a decisão que garantiu a soltura foi assinada no dia 14. A PF investiga o suposto superfaturamento e desvio de R$ 200 milhões nas obras de transposição do Rio São Francisco. A decisão do juiz Felipe Mota Pimentel de Oliveira, da 38ª Vara da Justiça Federal, só foi divulgada ontem.

Cara pálidaDilma mentiu descaradamente, ontem, na posse do novo ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, ao elogiar o ex-ministro Joaquim Levy. "Joaquim Levy, sua competência já era conhecida. Você revelou grande capacidade de agir com serenidade e eficiência sob intensa pressão", afirmou. Na verdade, a malvada nunca acreditou em Levy nem tampouco deu carta branca para ele colocar a economia nos eixos. Mais do que isso, permitiu que Lula puxasse o seu tapete.

 

 

Vítima de conspiração– Ao longo de 2015, petistas e integrantes do Governo Dilma que tinham uma visão crítica em relação ao trabalho de Levy reclamavam que o então ministro da Fazenda não apresentava propostas de crescimento para o País, limitando-se, segundo eles, a executar uma política de ajuste fiscal. O próprio Nelson Barbosa protagonizou, em diversas ocasiões, embates com o colega da Fazenda por divergir de propostas mais ortodoxas de Levy para a economia. E conspirou o tempo todo para emplacar o lugar de Levy.

Enfoque na Educação – Ao fazer um balanço do primeiro ano do Governo Paulo Câmara, o líder do Governo na Assembleia, Waldemar Borges (PSB), destacou realizações na Educação, como a abertura de cinco novas escolas técnicas, seis escolas de referência de Ensino Médio e duas escolas estaduais incorporadas à Rede Estadual de Ensino. Falou ainda da instituição do Passe Livre, do Programa Ganhe o Mundo e Ganhe o Mundo Esportivo, além do edital do esperado, e muitas vezes reivindicado, concurso para professor, abrindo três mil vagas.

Os sem-legendaO que se ouve nos bastidores é que a deputada Priscila Krause está costurando um entendimento com o deputado Daniel Coelho na disputa pela Prefeitura do Recife. Ambos, entretanto, têm um problema comum: não contarão com o aval dos seus partidos. A tendência do PSDB, de Coelho, é apoiar a reeleição de Geraldo Júlio, mesmo caminho defendido pelo presidente estadual do DEM, Mendonça Filho.

CURTAS 

POLARIZAÇÃO – O processo de impeachment da presidente Dilma, de desfecho ainda imprevisível, veraneará durante algumas semanas. Enquanto ele descansa nalguma praia à espera dos novos passos no Congresso, contribui para acirrar um dos maiores problemas da política contemporânea – a polarização entre dois campos opostos, normalmente identificados com as palavras “esquerda” e “direita”.

ESTRADA– O governador Paulo Câmara inaugura, na próxima terça-feira, ao lado do secretário de Transportes, Sebastião Oliveira, a PE-213, que liga o município de Sanharó ao distrito de Xucurus, passando também pelo distrito de Jenipapo, num percurso de 21 km. Atende a uma velha reivindicação da comunidade indígena dos Xucurus.

Perguntar não ofende: O presidente da Câmara, Eduardo Cunha, vai sobreviver no cargo até quando? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Nehemias Fernandes Jaques

Sem internet, Aecím teria vencido eleição\', diz cientista político - Para Sérgio Amadeu, PSDB adota \'estratégia do cinismo\'. Ele considera inaceitável que a bandeira de combate à corrupção seja conduzida por \'forças da corrupção\'

Nehemias Fernandes Jaques

em internet, Aecím teria vencido eleição\', diz cientista político - Para Sérgio Amadeu, PSDB adota \'estratégia do cinismo\'. Ele considera inaceitável que a bandeira de combate à corrupção seja conduzida por \'forças da corrupção\'

marcos

Na sua fala agora pouco em Floresta Dilma reafirmou o que todos os Brasileiros estão cansados de saber; Pela voz da Presidente....LULA É UM BOSTA!!!

marcos

DILMA...Uma mulher que rende homenágens a Mandioca, vê dentro de toda criança um Cachorro, quer estocar vento, quer colocar o dentrifício de volta para a pasta, chama a população de Roraima de Roraimada, não tem meta e quer dobrar a meta e diz que dentro de um apartamento tem porta, janela tijolo e piso. Como é que uma PÔRRA LOUCA dessa pode salvar o Brasil?

Nehemias Fernandes Jaques

Sem internet, Aecím teria vencido eleição\', diz cientista político - Para Sérgio Amadeu, PSDB adota \'estratégia do cinismo\'. Ele considera inaceitável que a bandeira de combate à corrupção seja conduzida por \'forças da corrupção\'




21/12


2015

Coluna da segunda-feira

   Obras que vão bombar Geraldo

Em 2016, que começa daqui a 10 dias, ano que disputará a reeleição, o prefeito do Recife, Geraldo Júlio (PSB), entrega à população quatro importantes obras que representam investimentos da ordem de R$ 700 milhões. Começa pela segunda etapa da Via Mangue, trecho no sentido Boa Viagem-Centro, inauguração já marcada para o próximo dia 17.

Não se sabe onde estava a cabeça de quem planejou a via de acesso para desafogar a Zona Sul, o fato real é que a cobra de duas cabeças só saiu com uma. Para quem se desloca para Boa Viagem pegar a Via Mangue, mesmo nos horários de picos, é a certeza de chegar ao destino mais rápido e sem engarrafamentos. Mas, estranhamente, o projeto de engenharia ficou inacabado.

O retorno foi construído no mesmo período, mas sem a alça do desaguadouro no final. Resultado: voltar para o centro pela Avenida Boa Viagem ou Conselheiro Aguiar, vias tradicionais, virou um pandemônio por causa dos intermináveis engarrafamentos. A Via Mangue, agora completa e pronta para funcionar a partir do final da primeira quinzena de janeiro, representa o primeiro gol de placa de Geraldo em 2016.

Mas ele entrega, também, o Hospital da Mulher, primeira unidade de saúde de grande porte construída pela gestão municipal. A unidade está orçada em R$ 56,8 milhões, dos quais R$ 48,8 milhões são oriundos de convênio com o Governo Federal, e vai reunir em um único lugar atendimento de urgência e emergência 24 Horas, centro obstétrico, cirúrgico, UTI materna e neonatal, Clínica Ambulatorial, Diagnóstico, Apoio Terapêutico, além de assistência à mulher vítima de violência.

São serviços muito importantes para as mulheres do Recife. Uma maternidade de alto risco para reforçar o atendimento materno-infantil, um serviço amplo de atendimento para a saúde da mulher. O Hospital da Mulher está sendo construído em uma área de 13 mil metros quadrados, localizado no bairro do Curado, Zona Oeste da cidade. Contará com 150 leitos para o atendimento de mulheres a partir dos dez anos de idade que necessitarem de procedimentos de média e alta complexidade com capacidade para 400 partos e 250 cirurgias ao mês.

Realizará cerca de dez mil atendimentos ambulatoriais de pré-natal de alto risco, assistência ao parto e puerpério bem como atendimento em sub especialidades tais como: ginecologia infanto-puberal, climatério, serviço de esterilização cirúrgica, mastologia e assistência à população LGBTT (lésbicas, bissexuais e transexuais). Contará ainda com banco de leite humano, endocrinologista, cardiologista, nutricionista, psicólogo, fisioterapeuta, odontólogos e enfermeiros.

A terceira obra que sai do papel é Centro Comunitário da Paz, Compaz, um divisor de águas no Recife, segundo o prefeito, por tratar-se de um equipamento que é, na verdade, um centro de promoção da cidadania com vários serviços, tendo como âncora grandes bibliotecas. “Vamos transformar a vida dessas pessoas a partir de tudo que vamos oferecer nesses espaços, melhorando o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) dessas regiões, diminuindo violência contra mulher, idosos, crianças, homicídios, tudo isso trabalhando a cultura da paz e a cidadania", diz Geraldo.

O Compaz segue normas de acessibilidade, com salas para aulas de reforço e idiomas, serviços do Procon, Centro de Referência de Assistência Social (Cras), mediação de conflitos, apoio psicossocial, agência de emprego, ateliês com cursos e oficinas de artes plásticas, além de quadras poliesportivas, campo de futebol, piscina, Academia da Cidade, mini campo, quadra de tênis e rampas de skate.

A quarta obra, enfim, é a recuperação do Geraldão. Durante longos anos, o Ginásio de Esportes Geraldo Magalhães (Geraldão), localizado no bairro da Imbiribeira, foi palco de diversos eventos esportivos e culturais. Lá, o torcedor vibrou com a realização de uma etapa da Liga Mundial de Vôlei masculino e com os inúmeros shows do rei Roberto Carlos.

Mas, ao longo dos anos, esse cenário mudou completamente. Ao invés de jogos e apresentações artísticas, o local, que possui 20 mil metros quadrados e foi fundado há 42 anos, deu lugar ao abandono. Geraldo enfrentou o desafio da requalificação investindo R$ 38 milhões numa parceria com o Governo Federal.

A capacidade do Geraldão diminuirá de 16 mil para 10 espectadores, já dentro dos moldes estabelecidos para as arenas. Totalmente fora dos padrões internacionais exigidos para competições esportivas, a quadra principal também será substituída. Um moderno placar eletrônico de quatro faces também será instalado no ginásio.

SÓ EM 2016– O STF encerrou suas atividades do ano deixando para 2016 o pedido da Procuradoria Geral da República para afastar do mandato o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), suspeito de atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato e já denunciado no caso. Segundo o ministro Marco Aurélio Mello, a Corte poderá decidir sobre o pedido em conjunto com a análise de denúncia apresentada em agosto contra o deputado, em que é acusado de corrupção e lavagem de dinheiro.

Porto adere ao GovernoAntes de Romário Dias, que já declarou que não fica no PTB, onde trombou com o ministro Armando Monteiro Neto (Desenvolvimento), quem ingressa no PSB é o deputado Álvaro Porto, também trabalhista, que passa a reforçar a base do governador Paulo Câmara. O que se diz na planície é que Armando, alçado ao plano nacional, caixeiro viajante internacional, abandonou as bases.

 

 

 

Sem mudanças– Por falar em Armando Monteiro, que esteve cotado para o Ministério da Fazenda com a saída de Joaquim Levy, em sua opinião não haverá nenhum tipo de mudança nas linhas gerais da política econômica. "O Brasil continuará firmemente buscando o equilíbrio fiscal e, ao mesmo tempo, gerando iniciativas para que a economia brasileira tenha uma retomada", afirmou. O ministro, que está em viagem ao Paraguai, diz quer Barbosa e Levy possuem estilos distintos, mas que essas diferenças não afetarão as diretrizes gerais de economia e o ajuste fiscal.

Rompimento em Parnamirim – O presidente da Câmara de Vereadores de Parnamirim, Nivaldo Mendes (PSD), rompeu, surpreendentemente, com o prefeito Ferdinando Carvalho (PSB), de quem passou a vida inteira como cão de guarda. Ninguém entendeu a sua postura, mas o que se diz no município é que ele caiu fora porque percebeu que não terá apoio do prefeito para disputar a sua sucessão.

Cachorrada regimentalO vice-líder do Governo na Câmara, Silvio Costa (PTdoB), disse que a oposição faz "uma verdadeira cachorrada regimental", atrelada a Eduardo Cunha, para tentar mudar o Regimento Interno na tentativa de reverter a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que invalidou a eleição da comissão do impeachment e levou o golpe contra a presidente Dilma Rousseff de volta à estaca zero. "Esta é a terceira tentativa de golpe por parte de Cunha e da oposição, que começou com o pedido de impeachment por vingança por não ter conseguido os três votos do PT de que precisava para não ser aberto o processo no Conselho de Ética”, afirmou.

CURTAS 

DNA DAS PEDADALAS – As pedaladas são fatos consumados, após a condenação das contas por unanimidade pelo TCU e, mesmo que precisem ser analisadas pelo Congresso, é bom lembrar que são imputadas a Dilma e a funcionários do seu staff, como o novo ministro da Fazenda, Nelson Barbosa. Ele pode ser, inclusive, responsabilizado porque assinou uma portaria autorizando o Governo a adiar por dois anos o pagamento ao BNDES.

EM FLORESTA– A presidente Dilma chega amanhã em Floresta por volta das 15 horas. Vai direto para a estação de bombeamento 3, pronta para entrar em funcionamento. No palanque, assina convênios na área hídrica com os governadores de Pernambuco, Ceará e Paraíba.

Perguntar não ofende: Dilma vai liberar quanto para Pernambuco na sua passagem por Floresta? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

DILMA...Uma mulher que rende homenágens a Mandioca, vê dentro de toda criança um Cachorro, quer estocar vento, quer colocar o dentrifício de volta para a pasta, chama a população de Roraima de Roraimada, não tem meta e quer dobrar a meta e diz que dentro de um apartamento tem porta, janela tijolo e piso. Como é que uma PÔRRA LOUCA dessa pode salvar o Brasil?

Nehemias Fernandes Jaques

Lula, é uma lágrima de Cristo. Dilma uma sacerdotisa, abençoados por Deus.

marcos

Resumindo as postágens, Dilma é uma Jumenta e Lula é um Bosta.

Nehemias Fernandes Jaques

Bom sinal: Reinaldo “rola-bosta” Azevedo e Gilmar Mendes estão “p” da vida com o STF

Nehemias Fernandes Jaques

Novo navio-plataforma do pré-sal já está no Brasil. Chora tucanalhas! A Petrobras informou nesse domingo (20) que chegou ao Brasil mais uma das unidade de produção que serão instaladas no polo pré-sal da Bacia de Santos. Desde ontem, o navio-plataforma FPSO Cidade de Saquarema está atracado no estaleiro Brasa, em Niterói.