Jaboatão - Nova UBS PET


24/02


2016

Coluna da quarta-feira

    Vaidoso, rico e explosivo 

O mal entendido que João Santana diz estar havendo não existe. A Odebrecht estaria, então, pagando a ele por trabalhos feitos no exterior? É ilegal do mesmo jeito. A explicação não bate. Quando a Lava-Jato prende alguém é porque se tem absoluta certeza de que as provas são contundentes e a pessoa será condenada. E nessa operação, os procuradores disseram que nunca tiveram tantas provas documentais.

O baiano João Santana é jornalista, mas não gosta de dar entrevistas. É vaidoso e não esconde as boas relações com o poder. Com 1,60 m, é considerado um gigante do marketing político. Pela América Latina e África, elegeu seis presidentes. Na República Dominicana, onde ficou sabendo que teve prisão temporária decretada, tenta reeleger Danilo Medina, a quem já garantira a vitória em 2012.

Em 2006, Santana ajudou Lula a garantir a reeleição. Elegeu Dilma em 2010, que até então tinha pouca projeção política. Na campanha de reeleição, em 2014, o marqueteiro foi acusado de maquiar a realidade econômica do país. As campanhas de João Santana têm como características o uso de muitos cenários, figurantes e atores, o que encarece bastante suas produções.

O marqueteiro não costuma destacar o vermelho do partido - para minimizar a rejeição de parte do eleitorado -, o que sempre irrita as alas mais radicais da legenda. Quando a disputa se acirra, Santana é conhecido por campanhas de tom agressivo. A essa agressividade é creditada a derrota da senadora Marta Suplicy (PMDB-SP), em 2008, à Prefeitura de São Paulo.

Naquela época petista de carteirinha e coração, Marta perdeu votos e aliados ao acusar o prefeito Gilberto Kassab em seu programa de TV lançando dúvidas sobre sua vida pessoal: “É casado? Tem filhos?”. Kassab foi reeleito. Em São Paulo, Santana só se redimiu com o PT local quando elegeu Fernando Haddad em 2012.

Em 2014, a polêmica foi com Marina Silva. A ex-petista não gostou da condução dos ataques da campanha do partido que havia ajudado a criar. Segundo a Polícia Federal, o marqueteiro é acusado de ter recebido, através de offshores, US$ 7 milhões da Odebrecht e de um suposto operador de propinas. O mandado é de prisão temporária, cuja validade é de cinco dias podendo ser renovada por mais cinco dias ou ampliada para prisão temporária ou preventiva caso a Justiça considere necessário.

RITO EM DISCUSSÃO– O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, sinalizou em conversas com interlocutores que a Corte deve seguir o prazo até 17 de março para publicar os votos dos ministros sobre o julgamento do rito de impeachment. A oposição teme que a demora de mais três semanas para a publicação pode fazer com que percam força movimentos pelo "Fora, Dilma", criando uma desmobilização da sociedade. Por isso, um grupo de parlamentares de oposição deve fazer visitas ao Supremo pedindo para que os ministros antecipem a publicação dos votos.

Rumo ao SertãoO governador Paulo Câmara (PSB) volta ao Sertão no próximo sábado. Tem agenda administrativa na cidade de Quixaba, próxima ao município de Carnaíba, no Pajeú. Pela programação, sua comitiva chega em Serra Talhada por volta das nove horas e de lá segue direto para Quixaba, onde assina a ordem de serviço para complementação da pavimentação da PE-329, que liga Carnaíba ao distrito de Lagoa da Cruz, chegando até à fronteira com a Paraíba, num trecho de apenas 5 km.

Arrotando vitória antecipada – De todos os pré-candidatos que comentaram, ontem, a pesquisa do Instituto Opinião sobre a corrida sucessória em Petrolina, o único que arrotou discordância foi justamente quem apareceu melhor situado: Adalberto Cavalcanti. Candidato do PMB, o parlamentar afirmou que tem pesquisas com o dobro das intenções de voto frente ao petista Odacy Amorim, com quem aparece empatado, tecnicamente. Quem conhece a política em Petrolina sabe, entretanto, que isso não é verdade.

Cruzando os braços– Os servidores da Prefeitura do Recife entrarão em greve por tempo indeterminado a partir da próxima segunda-feira. O funcionalismo não aceitou a proposta do poder público municipal e decidiu paralisar as atividades em uma assembleia realizada ontem de manhã. Segundo o Sindsepre, a proposta da Prefeitura não apresenta ganho real para os servidores, sendo apenas uma possibilidade de aumento já que o reajuste estaria condicionado a um crescimento da Receita Líquida Real (RLR) do município.

O adversário de Uchoa – Ao trocar de última hora o PSL pelo PSD como nova opção partidária, o deputado Romário Dias, além de formalizar seu ingresso na base governista abandonando a oposição e o PTB de Armando Monteiro Neto, concluiu que que, militando no PSD, poderá ganhar musculatura política suficiente para disputar a presidência da Assembleia Legislativa, enfrentando Guilherme Uchôa (PDT), que já está em campanha pelo hexa (seis vezes presidente da Casa).

 

CURTAS 

SEM REEMBOLSO– Líder da bancada do PSB na Câmara e apontado entre os 100 parlamentares mais influentes do Brasil, segundo levantamento do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), o deputado Fernando Filho foi destaque em relação divulgada ontem pelo site Congresso em Foco. Aparece entre os deputados federais que não utilizaram verba de reembolso para custear despesas com alimentação durante o ano de 2015.

SEM PARTIDO– Pré-candidato a prefeito de Goiana, o tenente Menezes ainda não definiu sua filiação partidária para disputar as eleições. Pelo fato de ser militar, ele tem até as convenções, que acontecem no final do semestre, para escolher uma legenda. Menezes, que faz oposição ao prefeito Fred Gadelha, tem aparecido bem nas pesquisas internas, liderando a disputa na cidade. 

CULTO - Aos amigos do ex-deputado Amaury Pinto, que morreu na semana passada: a família convida para um culto hoje, às 20 horas, na Igreja Episcopal do Espinheiro, que fica localizada na Rua Carneiro Vilela, 569. Será celebrado pelo pastor Paulo Garcia. "Que as boas lembranças superem o luto que invadiu os nossos corações", diz a mensagem do convite para a celebração do culto à gratidão pela vida dele. 

Perguntar não ofende: A “bomba” João Santana vai reaquecer a discussão do impeachment de Dilma? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Desafio qualquer uma encontrar um só comentário meu defendento esses cagões. Elogio sim quem os cobate. Tipo Juíz, Promotor, Desembargador ou Ministro sério. (que é coisa rara nesse país)

marcos

O Pior Cego é aquele que Não quer Ver........ Defender esses frangos do PT, PSDB, PSB, PMDB, PC do B, etc tendo certeza comprovada que é tudo MALA, é perda de tempo.

marcos

Josadáque, se depender de mim você pode tocar em todos os assuntos obscuros tipo elides, avião de dudu, merenda, rapariga de Fhc e Lula, dinheiro dentro, dinheiro fora, cheirador de pó, dador de caneco, côrno etc. Não só eu mas muitos Brasileiros honestos queremos um país livre dessa corja, então Fhc, aecio, Serra, Alkuimim, Lula, Dilma, palocci, edinho, humberto, P Camara, Fbc, Marisa, as raparigas de Fhc e de Lula, Mercadante, e mais um monte de corruptos escrotos enganadores do povo Brasileiro podem TOMAR NO CU. Queremos passar o Brasil à Limpo, doa em quem Doer, seja de qual partido for. Agora acobertar roubo e safazdeza de político A ou B que muita gente faz aqui isso eu jamais aceitarei!

Josadaque Vieira

Vou tocar no assunto elides nesse blog e vou ser bloqueado,né Narcos ou seja Marcos da merenda.Da uma fora de casa é pessoal,mas enviar dinheiro ás escondidas não Narcos só nos teus critérios de moralidade.Trabalhar no exterior e receber por lá é crime,não sabia

marcos

LULA PERDEU DE TREZE A ZERO..... Os 13 integrantes do Conselho Nacional do Ministério Público decidiram ontem, por unanimidade, devolver ao promotor Cássio Conserino o direito de estar à frente da investigação criminal sobre a propriedade do famoso tríplex no Guarujá. O conselheiro Valter Shuenquener havia suspendido, na semana passada, o depoimento de Lula e D. Marisa, depois de o deputado Paulo Teixeira (PT-SP) alegar irregularidades, como a antecipação de decisão, supostamente cometidas pelo promotor. O petista e a defesa de Lula pediam a redistribuição do inquérito ao promotor natural do caso, José Carlos Blat, que desde 2007 atua na investigação sobre a Bancoop. Por 13 votos a zero, o Conselho Nacional decidiu manter o processo com Conserino, que agora deve chamar novamente o ex-presidente e a ex-primeira dama para deporem. O placar, aliás, é simbólico ao revelar o tamanho da derrota de Lula. Foi pior que Alemanha e Brasil. kkkkkkk


Cabo - Pavimentação e Drenagem


23/02


2016

Coluna da terça-feira

   Adalberto e Odacy ocupam o vácuo 

O quadro pré-eleitoral sobre a sucessão do prefeito Júlio Lóssio (PMDB), em Petrolina, em que os deputados Adalberto Cavalcanti (PMB) e Odacy Amorim (PT) aparecem empatados, 30% contra 28%, respectivamente, deixa de fora, a princípio, os dois principais grupos políticos do município: o do prefeito, que está encerrando seu segundo mandato, e o do senador Fernando Bezerra Coelho, principal liderança do PMDB.

Aparentemente, este cenário pode ser estranho, mas é natural diante da realidade vivida hoje no município. Saído das urnas com uma expressiva votação como deputado federal, Adalberto Cavalcanti colocou a sua campanha de prefeito nas ruas no dia seguinte. Com estrutura de candidato majoritário, agressivo e ousado, é acusado pelos adversários de fazer uma política fisiológica na área social para se fortalecer.

Odacy, por sua vez, além de estar em campanha há muito tempo, tem o recall de ex-prefeito do município. Em Brasília, na semana passada, Adalberto jogava a perua de que tinha o dobro das intenções de voto de Odacy. A pesquisa mostrou que não é verdade. Mais do que isso, identifica o petista como o candidato que compete com o ex-trabalhista no universo da oposição ao prefeito.

Os candidatos de Fernando e Lóssio estão fora da disputa? Evidentemente que não. O levantamento do Instituto Opinião é muito preliminar e mostra que o jogo sequer começou, porque há uma indefinição muito grande em relação aos nomes que de fato entrarão na disputa. Adalberto e Odacy aparecem bem neste primeiro cenário porque são mais conhecidos e já estão de fato em campanha.

O jogo só vai começar de fato quando o prefeito definir se terá como candidato um nome do seu próprio grupo – e hoje o que aparece melhor situado é o secretário de Habitação, Edinaldo Lima – ou um postulante fruto de uma aliança com o PSB. Neste caso, o nome mais falado é o do deputado estadual Lucas Ramos, filho do conselheiro do TCE, Ranilson Ramos, que aparece com 4,5% das intenções de voto.

Dois nomes ligados ao senador Fernando Bezerra, o que se apresenta ainda mais competitivo é o do deputado federal Fernando Filho, provavelmente por ter disputado as últimas eleições para prefeito, estando mais presente na memória do eleitorado. Mesmo assim, Fernandinho, como é mais conhecido, está bem distanciado dos líderes Adalberto e Odacy, aparecendo com apenas 9,3%.

Numericamente, o petista Odacy Amorim ultrapassa Adalberto Cavalcanti, embora configurando empate técnico, quando o nome de Fernando Filho é substituído pelo irmão Miguel, enquanto Lucas Ramos se mantém na mesma faixa dos 4,5%, empatado com Edinaldo Lima, que surge com 3,5%.  Petrolina tende a realizar uma das eleições mais disputadas e acirradas da sua história. Lóssio não preparou um candidato, o PSB está dividido e não se sabe se o Palácio fará algum tipo de intervenção.

FORA DO PT– Candidato competitivo, o petista Odacy Amorim tem chances de agregar uma parte do bloco de oposição em Petrolina, se o senador Fernando Bezerra Coelho desistir de colocar na disputa um dos seus filhos. Conforme o levantamento, Fernando Filho se apresenta mais competitivo do que Miguel Coelho, mas ambos com percentuais baixos. “A grande jogada do senador seria apoiar Odacir”, diz um socialista, que pediu reservas. Segundo ele, Odacy pode sair do PT para o PDT se Fernando sinalizar compromisso com sua candidatura.

O tempo fechouComplicou a situação jurídica do empreiteiro Marcelo Odebrecht, pelo menos na visão do Ministério Público Federal. O avançar das apurações do esquema de corrupção da Petrobras aponta indícios de que o empreiteiro, dono da construtora Odebrecht, está possivelmente envolvido em "graves crimes”. Isso é o que já informa oficialmente o MPF. Os dados da Operação Acarajé, a nova fase da Lava Jato, apontam que ele tinha controle sobre supostos pagamentos feitos no exterior, inclusive em parte daqueles que, segunda a Operação, foram feitos a João Santana, marqueteiro de Lula e Dilma.

Reflexo nas contas – No Palácio do Planalto, o clima é de perplexidade com a nova fase da Operação Lava Jato. Integrantes do Governo foram surpreendidos e não esperavam o pedido de prisão do publicitário João Santana. O Governo já ensaia um discurso para tentar proteger politicamente Dilma da operação, mas reconhece que isso pode ter forte impacto político e também criar problemas na ação que investiga as contas de campanha de 2014 no Tribunal Superior Eleitoral.

Gato escaldado– A assessoria do senador Delcídio do Amaral (PT-MS) informa que ele quer esclarecer os detalhes sobre o recolhimento domiciliar ao qual está submetido para decidir quando voltará às atividades no Senado. A expectativa é de que reassuma o mandato ainda nesta semana, mas não há uma data definida. Delcídio estava preso preventivamente desde novembro de 2015, acusado de tentar atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato. Na sexta-feira passada, o STF decidiu revogar a prisão do senador, que ficou quase três meses afastado do Senado.

Coutinho sacrificado – Louco para disputar a Prefeitura de Jaboatão, onde teve uma expressiva votação nas eleições passadas, o deputado João Fernando Coutinho pode, desde já, tirar o cavalinho da chuva. O seu partido, o PSB, caminha para fechar acordo com o prefeito Elias Gomes em apoio ao candidato que for apresentado por ele naquele município. Em contrapartida, o tucano se compromete a trabalhar intensamente para que o PSDB não tenha candidato próprio no Recife, apoiando a reeleição do prefeito Geraldo Júlio (PSB).

CURTAS 

AGENDÃO– Na passagem por Timbaúba, o governador Paulo Câmara (PSB) prestigiou o deputado Marinaldo Rosendo abrindo espaço na sua agenda para despachos com vários prefeitos do seu grupo, entre eles Armando Pimentel (Camutanga), Joemy Matias (Araçoiaba), Gileno Campos (Ferreiros), Júnior Rodrigues (Timbaúba), Kaká Bezerra (Aliança), Nado Coutinho (Nazaré) e Paulo Tadeu (Vicência), além do ex-prefeito de Itambé, Doutor Fred, e Doutor Giovanni, ex-prefeito de Itaquitinga.

MOSQUITO– Em Agrestina, a Prefeitura tenta mobilizar também as crianças na batalha contra o mosquito Aedes aegypti. Num recente encontro, equipes da Secretaria e Saúde e da Vigilância Sanitária incentivaram as escolas a criarem projetos que possam formar agentes de saúde mirins, para fiscalizar as próprias casas e também as de vizinhos próximos, destruindo possíveis focos do mosquito.

Perguntar não ofende: Porque Lóssio não se preocupou em preparar um candidato em Petrolina? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Rosimary e Miriam Raparigas de Lula e Fhc respectivamente, também foram convidadas a participar do PANELAÇO de hoje à noite!

marcos

Lula e Dilma pedem a participação de todos no PANELAÇO de hoje à noite!

Nehemias Fernandes Jaques

FHC, o hipócrita. Quer dizer, então, que o príncipe da sociologia, o elegante neoliberal que fala várias línguas, o timoneiro da social democracia brasileira não passa de um canastrão de fotonovela? As recentes declarações da jornalista Mirian Dutra, ex-amante declarada do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, do PSDB, desmontam por inteiro a fantasia de bom moço com a qual o sábio de Higienópolis se projetou, até aqui, na História – não sem a ajuda descarada dessa mídia vergonhosa que temos no Brasil. Até agora, sabíamos da compra de votos da reeleição de 1994, do escândalo das privatizações feitas a preço de banana e, mesmo no caso de Mirian Dutra, a conhecida história da jornalista grávida que a TV Globo exilou na Europa para não atrapalhar a eleição do tucano.

Nehemias Fernandes Jaques

FHC revela que seu filho na verdade é filho do Lula. Fernando Henrique Cardoso revelou que o pai do seu filho na verdade é o ex-presidente petista Luiz Inácio Lula da Silva. Eu não quero morrer amanhã e tudo isso ficar na tumba. Eu quero falar e fechar a página”, afirma FHC. Fernando Henrique admitiu que na verdade Lula mantinha contas no exterior e mandava dinheiro para seu filho.

marcos

Lula pede aos cumpanheiros e cumpanheiras que Ajudem no PANELAÇO de hoje à Noite


Petrolina Julho 2


22/02


2016

Coluna da segunda-feira

   Nomeação é intervenção, segundo Silvio 

Polêmico, como é da sua natureza, o deputado federal Sílvio Costa (PTdoB), que não tolera o PT, mas, incrivelmente, transformou-se, de uma hora para outra, no mais ardoroso dilmista, meteu, ontem, a sua colher na discussão envolvendo a nomeação do jovem João Campos, filho do ex-governador Eduardo Campos, para chefia de gabinete do governador Paulo Câmara (PSB).

Silvio tem uma enorme capacidade de criar fatos. Chegou ao Congresso na condição de um reles de integrante do chamado baixo clero e, em menos de seis meses do seu primeiro mandato, conseguiu a proeza de ser notícia. Não é fácil para um parlamentar de primeiro mandato atrair os holofotes no Salão Verde da Câmara. Ousado, atrevido e corajoso, Costa abriu um paradigma. Ganhou notabilidade.

Hoje, provavelmente, talvez seja mais respeitado e projetado em Brasília, entre os corredores do Congresso e a Rampa do Palácio do Planalto, do que mesmo na província. Consciente de que Eduardo se foi e a oposição ainda não mostrou a cara nem disse a que veio na Assembleia, Silvio Costa resolve dá um timing da inserção nacional para jogar pimenta, no plano local, no angu sem caroço em que se transformou a nomeação do filho de Eduardo.

Para ele, não houve apadrinhamento nem prática de nepotismo. Não houve, igualmente, tentativa de instalação de uma capitania hereditária por parte da família de Eduardo. “O que aconteceu de fato foi uma intervenção”, sugere ele. Com a ressalva de que o jovem é preparado e pode ter futuro na política, o vice-líder do Governo Dilma na Câmara dá uma interpretação que pode jogar mais lenha na fogueira.

“É de espantar, mas já tinha sido previsto. Mesmo com pouca idade, João Campos já tem postura de líder. A questão é que, de forma transparente, o ato deixa claro a influência descomunal da família do ex-governador sobre o Poder Executivo de Pernambuco. Lembro que, no processo de escolha, eu sempre disse que o PSB indicava Paulo Câmara para ser "governado", e não ser o governador”, afirmou.

Na interpretação de Silvio, na prática o PSB reconhece que o governador dá demonstrações no dia a dia de que não consegue liderar o Governo e sua aliança política, o que tem acarretado uma série de problemas administrativos e políticos, com repercussões graves na vida da população, a exemplo da segurança pública e da saúde.

“O PSB, insiste Silvio, colocou o filho do ex-governador para tentar arrumar a casa. Não tenho nenhuma dúvida de que o rapaz terá o papel de influenciar nas decisões do Governo. Pode-se traduzir esse papel, de maneira polida, em monitorar, avalizar, endossar, corrigir rumos. Ao mandar Paulo Câmara nomear João Campos seu chefe de gabinete, o PSB estabelece uma intervenção no Governo. Daí, deduz-se que Paulo Câmara não consegue ser governador, e sim "governado", completa.

FAMILIA REAL– A vereadora recifense Marília Arraes (PSB), que não perde uma oportunidade para atacar o PSB e a família de Eduardo, postou nas redes sociais que a nomeação de João Campos se traduz na constituição no Estado da Família Real. “Agora é oficial! Pernambuco tem sua própria Família Real. Ou seria a reedição do clã Kennedy no nosso Estado?”, postou em seu Facebook e Twitter. Apesar de ser do mesmo partido que seu primo e seu avô, Marília está em conflito com o PSB desde 2014, quando teve sua candidatura para deputada federal inviabilizada pela legenda e declarou apoio a candidaturas petistas.

Olho no vírus zikaA diretora-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Margareth Chan, chega ao Recife na próxima quarta-feira, em companhia do ministro da Saúde, Marcelo Castro. A médica sanitarista, que dirige a entidade desde 2007, virá ao País a convite do governo brasileiro para acompanhar as ações de combate à epidemia do vírus da zika em território nacional. Além de Pernambuco, tem agenda em Brasília e mais três Estados.

 

 

Maniçoba desmente Adalberto – O deputado federal Kaio Maniçoba (PHS) está uma arara com Adalberto Cavalcanti (PMB), colega de parlamento em Brasília, por este ter difundido uma versão falsa, segundo ele, de que a polícia em Floresta está tão desestruturada que os comerciantes da cidade vêm fazendo cota para pagar consertos em oficinas e abastecer a frota. “Nunca falei isso, embora reconheça que a situação da segurança pública é por demais grave”, afirmou. Maniçoba vai dar uns cascudos em Cavalcanti quando encontrá-lo esta semana nos corredores da Câmara.

Delegado na capital do forró– Nem Jorge Gomes, provável candidato apoiado pelo prefeito José Queiroz (PDT), nem Raquel Lyra, candidata do PSB. Em Caruaru, o senador Douglas Cintra (PTB) garante que o seu partido, com o apoio do ministro do Desenvolvimento, Armando Monteiro Neto, concorrerá à sucessão municipal em faixa própria. O nome do delegado Erick Lessa, bastante conceituado na cidade, deve ser formalizado nos próximos dias. É o caminho da nova política, como diz o senador trabalhista.

Diálogos comprometedores – A Veja desta semana traz reportagem mostrando mensagens trocadas entre executivos da empreiteira OAS sobre as reformas nas cozinhas de um tríplex em Guarujá (SP) e num sítio em Atibaia (SP) frequentado pelo ex-presidente Lula. O Ministério Público investiga se o ex-presidente é o dono oculto do tríplex de 297 m² que fica no Condomínio Solaris, na praia de Astúrias, e do sítio em Atibaia. Lula e a mulher dele, Marisa Letícia, chegaram a ser intimados para depor para falar sobre o apartamento. A audiência, no entanto, foi suspensa por uma liminar concedida na véspera a pedido de um deputado petista.

CURTAS 

SEM NOME– Na Agenda 40, do PSB em Garanhuns, no último fim de semana, o PSB discutiu temas recorrentes na campanha deste ano, como o financiamento, regras para propaganda e novos prazos da legislação eleitoral. Mas o encontro acabou sem se discutir o mais importante: qual nome que as oposições vão apostar no enfrentamento à reeleição do prefeito Izaias Régis (PTB), apontado com amplo favoritismo.

PESQUISA– Sai hoje, com postagem prevista à meia noite, a primeira pesquisa do Instituto Opinião sobre a sucessão municipal em Petrolina, maior colégio eleitoral do Sertão, contratada com exclusividade por este blog. O cenário ainda está muito confuso e por isso mesmo 12 nomes foram estimulados.

Perguntar não ofende: Lula vai fugir da parada pela segunda vez, pedindo adiamento de depoimento sobre o tríplex? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Alberto Barbosa

Kkkkkkkk Rindo aqui das falcatruas dos comentários abaixo do \'\'NEMIAS BOLSA FAM-SMOLA\" É um absurdo o que ele defendo desse marginal outrora do LULA - HAa quer dizer que a Bomba agora estourou foi? Quem construiu o Instituto malfazejo Lula??? Aquilo nunca representeou Pernambuco

marcos

MENSALÃO,,,PETROLÃO,,,ELETROLÃO, Mas deveria ser ...PETEZÃO...Vai fazer um ano que a Lava Jato encontrou uma planilha de Alberto Youssef, com 750 obras públicas contaminadas pela ladroagem, como lembra um editorial do Estadão. Sergio Moro disse que o documento era \"perturbador\". De lá para cá, surgiu o eletrolão, desmembrado marotamente pelo STF. Mas a roubalheira vai muito além. Tudo deveria ser englobado sob o nome de \"Petezão\".

marcos

Desde que acabou a eleição de 2014, João Santana nunca deixou de conversar privadamente com Lula e Dilma Jumenta. Com a presidente, eram sempre conversas de aconselhamento, todas fora da agenda oficial. No mês passado, ocorreu o último desses encontros, em Brasília. Será que Dilma vai se aconselhar com ele na cadeia da PF em Curitiba?

marcos

Olha a Propina aí Gente....Entre setembro de 2013 e novembro de 2014, Zwi Skornicki repassou 4,5 milhões de dólares a João Santana. No governo Dilma Jumenta.

marcos

A Casa de Dilma Jumenta e Lula Cotó está ruida e pode cair a qualquer momento. João Santana marqueteiro do PT, Lula e Dilma recebeu segundo a PF R$ 70.000.000,00 Setenta Milhões de dinheiro desviado da Petrobras. É mole?


Sindicontas


20/02


2016

Coluna do sabadão

     Pernambuco não é uma ilha

A escolha do jovem João Campos, filho do ex-governador Eduardo Campos, para a chefia de gabinete do governador Paulo Câmara, antecipada, diga-se de passagem, por este blog, gerou uma discussão histérica nas redes sociais. No tom da discordância, a termologia mais focada nos protestos verbais online se referia ao fato dos Campos instalarem uma capitaria hereditária no Estado.

Venho de uma longa atuação no jornalismo político, exatos 35 anos, dos quais 15 em Brasília, de onde nunca me desvinculei, tendo presença na capital com a periodicidade que os fatos exigem. Não entendi, sinceramente, se a reação contrária foi mais pelo fato de João ser jovem, um garoto de 21 anos, ou por ser filho de um político de família tradicional no Estado.

Se a incompreensão se dá pela idade, políticos famosos que atuam há muito tempo no Estado, como Joaquim Francisco, José Jorge Cavalcanti, Gustavo Krause, Romário Dias e Romero Jucá, pelo que sei, além de técnicos, como Luiz Otávio Cavalcanti e Jorge Cavalcanti, eram imberbes quando ingressaram na vida pública, graças a uma oportunidade dada pelo ex-governador Moura Cavalcanti, responsável pela formação de quadros políticos e técnicos.

Feliz do governante que se preocupa com o futuro do País e que não olha apenas para o momento circunstancial. Feliz do governante que tem a visão e a preocupação de fomentar quadros explorando a vocação, com capacidade de descobrir talentos. Não fosse a visão futurista de Moura, Pernambuco seria, hoje, muito mais pobre em quadros políticos.

Como Moura, Miguel Arraes também descobriu talentos jovens, como Ricardo Leitão, João Bosco, Evaldo Costa e Izael Nóbrega. Seguindo a trajetória do avô e conhecendo também a história sábia de Moura, Eduardo abriu as portas para Danilo Cabral, Sileno Guedes, Aristides Monteiro, Tadeu Alencar e Sebastião Oliveira, além, claro do prefeito Geraldo Júlio e do governador Paulo Câmara.

Se a incompreensão se der no ângulo da política familiar e patriarcal, os argumentos são castelos de areia. Na Paraíba, Estado vizinho, 60% dos deputados federais são filhos ou parentes de políticos tradicionais. O hoje senador Cássio Cunha Lima, líder do PSDB no Senado, filho do ex-governador Ronaldo Cunha Lima, foi eleito deputado federal também com 21 anos.

Cássio seguiu a trajetória do pai e elegeu seu filho Pedro Cunha Lima deputado federal nas eleições passadas, o mais votado, vale a ressalva. No Rio Grande do Norte, o ministro Garibaldi Alves (PMDB) elegeu o filho Walter Alves deputado federal. Já o senador Agripino Maia elegeu o filho Felipe Maia deputado federal. Em Goiás, o ex-governador Maguito Vilela (PMDB) elegeu seu filho Daniel Vilela deputado estadual. Em Minas, o ex-governador Newton Cardoso elegeu o filho Niltinho deputado estadual.

Na Bahia, uma das maiores surpresas como revelação de gestão é ACM Neto, neto e herdeiro político do ex-senador Antônio Carlos Magalhães. ACM Neto foi deputado federal com apenas 21 anos, mesma idade de João Campos. O ex-deputado Mário Negromonte elegeu o filho Mário Negromonte Júnior deputado estadual. No Rio, a política não é diferente.

Rodrigo Maia, expoente do DEM na Câmara Federal, filho do ex-prefeito César Maia, também chegou cheirando a fralda no Congresso. O ex-governador Anthony Garotinho já elegeu a mulher Rosinha governadora e tem uma filha, Clarissa, deputada federal. O ex-governador Sérgio Cabral elegeu o filho Marco Antônio deputado federal.

Já em Alagoas, o presidente do Senado, Renan Calheiros, elegeu o filho Renan Filho governador do Estado, isso sem falar em outros Estados do Norte, como o Pará, onde o senador Jáder Barbalho (PMDB) elegeu o filho Hélder Barbalho deputado federal, hoje ministro da Pesca.

Em São Paulo, o ex-governador Mário Covas, referencial de esquerda no País, também deixou seu herdeiro político: Mário Covas Neto, filho de Mário Covas, e Bruno Covas, neto de Covas. No Amazonas, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio (PSDB), elegeu o filho Arthur Bisneto deputado estadual mais votado no Estado.

Vou parar por aqui, porque a lista é extensa, mas fica muito claro que Pernambuco não é uma ilha e, portanto, não poderia ter uma cultura política diferente. Descobrir quadros e dar oportunidades a talentos não é crime, principalmente quando se aposta em alguém que tem vocação, jeito e desenvoltura, atributos de João Campos.

DERROTADOS PELO MOSQUITO– A presidente Dilma centrou seu discurso, ontem, em Petrolina, no grande desafio de combater o mosquito Aedes Aegypti. "Hoje, é dia de mobilização nacional na educação. Ministros e agentes públicos irão a escolas explicar a relação entre o mosquito e a zika. Vamos usar todos os recursos para desenvolver a vacina contra o vírus da zika. Um mosquito não pode derrotar 204 milhões de pessoas, somos mais fortes", afirmou. Numa entrevista para duas emissoras de rádio, uma de Petrolina, e outra de Juazeiro (BA), disse se irritou com as críticas em relação à Transposição.

Comprou a brigaO deputado Silvio Costa (PTdoB) pedirá ao MP para que o caso do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso tenha tratamento semelhante ao do senador Renan Calheiros (PMDB-AL), que responde a acusações de pagar despesas da amante com recursos de uma empreiteira. "FHC vai ter que se explicar", afirmou. A jornalista Miriam Dutra, que foi amante de FHC, disse que a empresa Brasil S. A. Importação e Exportação teria auxiliado FHC a repassar recursos para o exterior tendo ele a o filho, Tomás Dutra, como beneficiários finais.

Contato com senadores – Em sua decisão de revogar a prisão preventiva do senador Delcídio Amaral, o ministro Teori Zavascki (STF) negou duas solicitações da Procuradoria Geral da República: a de não ter contato com outros investigados e a de usar tornozeleira caso perca o mandato. Teori evitou se posicionar sobre o futuro, já que só vai depender do Senado a decisão sobre a cassação do mandato de Delcídio. Sobre a outra decisão, seria difícil permitir a volta de Delcídio ao Senado impedindo a conversa dele com outros colegas de Casa. Afinal, outros 13 senadores são investigados pela Operação Lava Jato, inclusive o presidente do Senado, Renan Calheiros.

Abaixo da lei– O deputado Jarbas Vasconcelos (PMDB) disse, ontem, que o ex-presidente Lula "não está acima da lei" e que ele "precisa se defender e esclarecer algumas coisas", dentre elas a suposta compra de um apartamento tríplex no Guarujá, em São Paulo, e o uso de um sítio em Atibaia, interior paulista, que teria sido reformado por empreiteiras investigadas pela Operação Lava Jato. "O que Lula precisa fazer é se defender e esclarecer algumas coisas. O ex-presidente não pode dizer que qualquer denúncia é calúnia. O Lula não está acima da lei. Tem que falar do sítio sim”, afirmou.

Descaso em Floresta – O deputado Kaio Maniçoba (PHS) anda falando gatos e lagartos contra a segurança pública no Estado. Aos colegas de bancada no Congresso, informou que em Floresta, sua principal base política, a delegacia está funcionando de forma tão precária que os comerciantes da cidade têm se cotizado para abastecer os carros da ronda policial. “Fiquei estarrecido com os relatos de Kaio”, disse o deputado Adalberto Cavalcanti, que esteve ontem com o secretário da Defesa para denunciar onda de assaltos e roubos em Afrânio, município administrado pela sua esposa, Lúcia Mariano (PSB).

 

CURTAS 

DISTRIBUIDORA– O secretário de Saúde, Iran Pereira, visitou, ontem, em Afogados da Ingazeira, as instalações da Distribuidora de Medicamentos e Produtos Hospitalares da cidade, a Pharmaplus, investimento de R$ 2,5 milhões. O empreendimento será inaugurado em breve e atenderá essencialmente o setor público. A expectativa é atender cerca de cem municípios, entre Caruaru a Salgueiro, chegando à fronteira com a Paraíba.

LULA FORTALECIDO– Lula Cabral, candidato do PSB a prefeito do Cabo, ganhou, ontem, o apoio de mais um partido: o PROS, que deixou de ocupar cargos na Secretaria de Orçamento Participativo e Outros Cargos no governo do prefeito Vado da Farmácia (PSB). Vado é rompido com o grupo de Cabral desde 2013. Com a nova adesão, a candidatura do parlamentar, que é ex-prefeito da cidade, já aglutina 16 legendas.

Perguntar não ofende: Se FHC não é o pai do filho de Miriam Dutra, por que então ficou mandando dinheiro do contribuinte para manter a família? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Seria melhor que João campos seguisse os exemplos de Lulinha e Luis Cláudio ( filhos do cotó) que fizeram fortuna com venda de medidas provisóris e infuência política. Esse negócio de cargo em comissão é pra Abestado! kkk

Moura Mestre

De todo o argumentado apenas reiterou a veracidade do sistema de Sesmarias e Capitanias Hereditárias que ainda vigora e viceja entre as classes dominantes do País. É o personalismo basbaque que reserva aos seus as benesses do Estado. Por essas e tantas outras é que não há dinheiro que chegue para sustentar governos inoperantes. Queria ver esse João Campos mostrar essa imberbe competência num concurso público ou no mercado de trabalho comum.

marcos

Mas é engraçado Lula e Fhc ficam arrumando Rapariga (Rose e Miriam) e nós é que pagamos a conta.

Luiz

Magno, que tal uma nova coluna com o título: O PT não é uma ilha. Nela você contaria casos de corrupção do passado em outros partidos e, justificando assim que todos deveriam absolver as mazelas cometidas pelo partido de Lula e Dilma. Que tal? Faz sentido? Acho que não...

Nehemias Fernandes Jaques

Aliados de FHC afirmam que tucano era próximo de lobista que acertou pagamentos à sua ex-amante - Entre empresas Três políticos próximos a Fernando Henrique Cardoso afirmam que Fernando Lemos, dono da firma de comunicação Polimidia, era próximo do ex-presidente. Mirian Dutra diz que recebeu dinheiro pela Brasif, a pedido de FHC, e que os detalhes foram acertados por Lemos, que fora casado com sua irmã. Dados levantados agora mostram que a Brasif contratou os serviços de consultoria da Polimidia entre 1993 e 2010, período que abrange o tempo de FHC no Palácio do Planalto. Eu não Um aliado de FHC classificou o laço com Lemos como de “amizade”. O ex-presidente nega. Sob o comando de Fernando Lemos, a Polimidia floresceu na década de 90 e se tornou uma das mais influentes empresas de gestão de crise da capital federal. Ele morreu em 2012. Longa carreira Antes de montar a Polimidia, o empresário foi, por duas vezes, secretário do Distrito Federal, ocupando as pastas de Cultura e de Comunicação.




19/02


2016

Coluna da sexta-feira

  Cadê os R$ 20 bi arrecadados pelo PT?

As eleições municipais chegam com algumas mudanças nas regras que chamam atenção e que precisam de fiscalização rigorosa em função da minirreforma eleitoral aprovada pelo Congresso. A maior delas está no tempo da campanha, reduzido pela metade. Foi aberta também uma janela da infidelidade para troca de partidos, promulgada ontem pelo presidente do Congresso, Renan Calheiros (PMDB-AL).

Detentores de mandato parlamentar, no caso deputados federais e estaduais, terão 30 dias, a contar de hoje, para mudar de partido com vistas às eleições municipais. O ponto mais polêmico está no financiamento das campanhas. A minirreforma estabeleceu limite de gastos conforme o cargo disputado. Os parlamentares tentaram derrubar decisão do STF de proibir doações de empresas privadas a partidos políticos, mas não conseguiram.

As limitações de doações impostas pelo Congresso – de R$ 8 mil para vereadores e R$ 100 mil para prefeitos – mudarão profundamente as campanhas. Na última segunda-feira, ao lançar o programa da área de inteligência do TSE para as eleições, o ministro daquela corte, Gilmar Mendes, que assume a presidência em maio, fez piada. “Os candidatos farão campanha de bicicleta”, ironizou, referindo-se aos valores de doações impostos pelas novas regras.

Ironias à parte, chamou atenção a dura advertência que o futuro presidente do TSE fez sobre a possibilidade de o PT abastecer as campanhas dos seus candidatos com recursos ilícitos da operação Lava Jato. O fato é que o PT declarou que arrecadou R$ 20 bilhões para a campanha de reeleição da presidente Dilma, mas só declarou gastos à justiça eleitoral de R$ 360 milhões.

Para onde foi o restante de tanta grana? A desconfiança maior é de que estaria guardado para irrigar a campanha dos candidatos a prefeito e vereador preferidos pelo PT no País. “Se o PT arrecadou R$ 20 bilhões haverá recursos para um bom tempo. O partido tem dinheiro para campanhas até 2038”, disse Gilmar Mendes.

Segundo ele, se de fato houve apropriação de recursos ilícitos em montantes muito significativos, pode ser que essa dinheirama chegue às eleições deste ano na forma de caixa 2 ou até na forma disfarçada de caixa 1. Para Gilmar Mendes, será um grande desafio coibir as doações privadas, que pela primeira vez serão proibidas.

O repasse de recursos empresariais para candidatos, como ocorreu nas últimas eleições e que agora se constatou com a operação Lava Jato, é a principal causa da corrupção. Resta saber se o TSE terá instrumentos, competência e capacidade de combater e flagrar todas as tentativas de burlar a nova legislação.

MADRINHA– Não foi por acaso que presidente Dilma se apressou em entregar, hoje, um conjunto habitacional do programa Minha Casa, Minha Vida, em Petrolina. Na última vez que esteve em Pernambuco, para entregar a segunda etapa da Via Mangue, no voo de Brasília para o Recife, o deputado Adalberto Cavalcanti (PMB) alertou a presidente que o prefeito Júlio Lóssio (PMDB) se apresenta no município como “pai” das casas. “Vá correndo em Petrolina e diga claramente que a madrinha das casas é a senhora”, disse Adalberto, conforme relato feito a este blogueiro.

Freire é o mais gastadorO deputado Roberto Freire, que representou Pernambuco por muito tempo no Congresso e agora integra a bancada do PPS paulista, aparece na lista de um levantamento feito pelo site do Congresso em Foco como o segundo parlamentar que mais gastou verba de gabinete reembolsada com alimentação: R$ 28.917,81. Só foi batido por Rogério Peninha (PMDB-SC), que torrou R$ 29.081,06. Já o pernambucano Marinaldo Rosendo aparece em sexto lugar, com gastos de R$ 20.402,69.

 

Sem convite – Embora admire a deputada Priscila Krause, que vem fazendo bom trabalho na Assembleia, o ministro Armando Monteiro (Desenvolvimento) entende que ela tem relações históricas com o DEM e por isso mesmo não a convidou para se transferir para o PTB, nem tampouco esteve com a democrata para tratar de sucessão municipal. O que ouvi em Brasília, nos corredores do Congresso, é que se a parlamentar não conseguir viabilizar sua candidatura à prefeita pelo DEM, o PTB teria interesse em oferecer-lhe a legenda.

Rompimento em Petrolina– Fernando Bezerra Coelho (PSB) perdeu um aliado histórico em Petrolina: o vereador Ronaldo Cancão (PSL), um dos mais ferrenhos defensores do senador. Saiu atirando, conforme antecipou o blog do radialista Edenevaldo Alves. O rompimento, iniciativa do vereador, caiu como uma bomba na política de Petrolina, até porque ninguém esperava que um dia, pela histórica relação com FBC, Cancão cuspisse no prato que comeu.

Queda provocou ausência – Pré-candidato do PMB (Partido da Mulher Brasileira), o deputado Adalberto Cavalcanti diz que faltou a 50 sessões da Câmara Federal porque teve uma fratura tripla numa das pernas, chegando a andar em cadeiras de roda. Do total de faltas, justificou 48. Para ele, a oposição passou a explorar esse fato de forma negativa, omitindo o acidente justificado, simplesmente porque vem liderando todas as pesquisas para prefeito de Petrolina.

CURTAS 

OLHO NOS RIOS– A Frente Parlamentar em Defesa do Rio São Francisco e outros Rios, liderada pelo deputado Odacy Amorim (PT), inicia na próxima semana uma série de visitas para levantar a situação dos rios e mananciais do Estado. O primeiro rio a ser visitado será o Capibaribe, na próxima segunda-feira.

DEBATES – Apesar de não figurar na lista dos 19 parlamentares mais assíduos, o deputado Gonzaga Patriota (PSB) é destacado pelo site Congresso em Foco pela intensa participação nos debates. Das 125 sessões que são obrigatórias as presenças dos parlamentares, Patriota esteve em 116 delas, registrando apenas nove faltas em todo ano de 2015, sendo sete ausências justificadas e duas não.

Perguntar não ofende: Quem perde poder com a ida de João Campos para o gabinete do governador? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Nehemias Fernandes Jaques

FHC e a hipocrisia brasileira. O caso fora do casamento do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso é o retrato exato da hipocrisia. Todos sabiam de tudo, mas ninguém tornava público, nem políticos, muito menos a imprensa. Afinal de contas, era uma questão particular, privada. No entanto, tudo isso é mentira. O que havia eram os interesses políticos e econômicos na relação que existe entre o público e o privado. O segredo é sempre o mais importante. A verdade é um detalhe a ser colocado embaixo do tapete, hipocritamente.

sonia

\"Liminar de Valter de Araújo violou \'súmula\' do CNMP\"

Nehemias Fernandes Jaques

A ENTRADA DE SERRA NO CASO FHC-MÍRIAN. E eis que Serra entra no escândalo Mírian-FHC. Não que, a rigor, seja novidade. Os conhecedores da história sabem que Serra foi um dos articuladores da operação ‘Cala Mírian’, nos anos 1990. Mas agora a história rompeu a Conspiração do Silêncio contra Mírian, feita para proteger a candidatura presidencial de um mau marido, mau amante e mau pai. E Serra entra a seu modo: usando dinheiro público. A irmã de Mírian, Margrit Dutra, é funcionária fantasma do gabinete de Serra. É um velho hábito dele. Virtualmente toda a família de Soninha foi empregada no governo de São Paulo quando Serra ocupava o Palácio dos Bandeirantes. Nada melhor do que ser generoso com o dinheiro do outro, Serra sabe. Você recebe a gratidão sem ter que mexer na carteira. Aécio, com os múltiplos amigos, parentes e agregados que empregou em Minas, conhece bem essa cartilha. A importância do episódio está em desmascarar a pregação cínica de Serra (e Aécio) a respeito de meritocracia.

sonia

Foi só falar em Rosemary que a amante de FHC apareceu... ah bom, então assim sim

Nehemias Fernandes Jaques

Fernando Henrique Cardoso usou uma empresa de fachada, uma offshore nas Ilhas Cayman, para remunerar a amante. Depositou, nessa falsa empresa, do tipo que corruptos e traficantes usam para lavar dinheiro, 100 mil dólares, de uma única vez - aparentemente, quando ainda era presidente da República. Usou a Brasif, uma concessionária de free shops, para costurar essa operação ilegal. O dono da Brasif confirma ter feito a operação, mas não lembra direito como foi. FHC e os tucanos têm uma relação íntima com as Ilhas Cayman, e agora talvez se explique porque ele entrou em pânico quando surgiram papéis falsos sobre a existência de uma conta dele por lá, nos anos 1990.


Ipojuca - Microempreendedores


18/02


2016

Coluna da quinta-feira

  Armando abre PTB para Priscila

Se o DEM negar legenda à deputada Priscila Krause para disputar a Prefeitura do Recife, o PTB irá oferecer abrigo partidário. A notícia foi levantada por este blogueiro em Brasília, ontem, sem desmentidos por parte de aliados do ministro do Desenvolvimento, Armando Monteiro. “Para derrotar Geraldo, Armando fará tudo que estiver ao seu alcance”, afirmou uma fonte.

De fato, o ministro já está se movimentando de olho na sucessão no Recife. Ontem, recebeu em seu gabinete de Brasília o pré-candidato do PT a prefeito, João Paulo, que lhe procurou para pedir apoio. Ao petista, o ministro explicou que a melhor estratégia seria a oposição lançar mão de vários nomes para provocar um segundo turno, o que fragilizaria Geraldo.

Armando tem a desconfiança ou a quase certeza de que o DEM, pelas amarras com o Governo de Paulo Câmara e a ocupação de espaços também na gestão de Geraldo, não tem interesse em patrocinar a candidatura de Priscila, que se movimenta para disputar a Prefeitura pelo fato de ter uma posição confortável: perdendo, mantém seu mandato na Assembleia por mais dois anos, com chances de aumentar sua votação no Recife pela forte exposição na mídia.

O presidente estadual do DEM, Mendonça Filho, foi provocado sobre o assunto. A este blogueiro, disse que no momento adequado irá ter uma conversa com a deputada. Priscila, entretanto, só tem 30 dias a contar de hoje para decidir se fica no partido ou procura outro rumo.

É que será promulgada hoje, em sessão do Congresso já convocada pelo presidente Renan Calheiros (PMDB-AL), a chamada “janela de infidelidade”, pela qual os deputados têm um mês para trocar de partido. O que se diz em Brasília é que 80 deputados federais mudarão de legenda.

A lei permite a troca de partido para os federais e estaduais, já que os senadores são considerados cargos majoritários e podem mudar de partido a qualquer momento. Esse período de 30 dias, que se esgota em 18 de março, tende a provocar uma grande mudança no cenário partidário.

Se quiser de fato disputar Recife, Priscila terá que decidir dentro deste prazo o seu destino. Ao PTB cabe esperar por uma sinalização dela. “A bola está com a deputada. Só ela tem o poder de decisão. Quanto a Armando, ele está aberto para o fechamento de um entendimento que leve a legenda trabalhista a abrigar Priscila”, disse uma fonte ligada ao ministro.

PRESO AO PT– Ao ocupar as inserções de 30 segundos da propaganda do PT na televisão e no rádio, o deputado Odacy Amorim, pré-candidato a prefeito de Petrolina, sinalizou que não sairá da legenda petista. Esta é a avaliação corrente na bancada nacional do partido, em Brasília. Amorim chegou a discutir sua ida para o PDT, preocupado com a imagem desgastada do PT. A mudança teria sido avalizada pelo senador Fernando Bezerra (PSB), que segundo foi ventilado, poderia apoiar sua candidatura.

Nos trilhos do paiAo assumir a chefia de gabinete do governador Paulo Câmara (PSB), o jovem João Campos, provável herdeiro do espólio Arraes, dá o start da sua vida pública da mesma forma do pai, o governador Eduardo Campos, que foi ocupou a função no segundo mandato do avô Miguel Arraes. O governador fez uma acertada escolha. Habilidoso e jeitoso, João tem futuro na política.

 

 

João vê fragilidade em Geraldo – Na conversa que teve, ontem, em Brasília, com o ministro Armando Monteiro, o superintendente da Sudene, João Paulo, disse que estava construindo sua candidatura a prefeito no PT sem dificuldades. Afirmou que se vier mesmo a disputar tem chances de crescer. “Recife não está bem. Geraldo faz uma gestão fraca e penso que não teremos dificuldades em impor uma derrota ao PSB”, afirmou.

Visita surpresa– Nem o senador Humberto Costa, líder do PT no Senado, estava sabendo da disposição da presidente Dilma em entregar, amanhã, em Petrolina, casas do programa Minha Casa, Minha Vida. Na terça-feira, numa conversa com este blogueiro, ele disse que havia previsão da presidente voltar a Pernambuco apenas em março, para entregar mais uma etapa da adutora do Pajeú. A confirmação da ida de Dilma de última hora a Petrolina, segundo ele, se concretizou na manhã de ontem.

Bronca em Jaboatão – Pré-candidato do PR a prefeito de Jaboatão, o deputado Anderson Ferreira diz que conta com o apoio do Governo Paulo Câmara se o PSB não vier de fato a lançar um nome em faixa própria. “O PR é um partido da base do Governo, ocupa cargos importantes e vejo com naturalidade o alinhamento do governador Paulo Câmara ao nosso palanque”, disse. O problema é que para fechar com a reeleição de Geraldo Júlio no Recife, o prefeito tucano Elias Gomes exige em troca o apoio do PSB ao seu candidato em Jaboatão.

 

 

CURTAS 

AGENDA JUAZEIRO– O Cerimonial do Palácio do Planalto encaminhou credenciamento, ontem, à Imprensa, considerando a cidade de Juazeiro, na Bahia, como agenda oficial da presidente Dilma e não Petrolina. Mas Petrolina, segundo o deputado Adalberto Cavalcanti (PMB), está inserida no roteiro da presidente.

SUSPENSO – A Justiça suspendeu seleção pública promovida pela Prefeitura de Orobó para contratação imediata de pessoal de forma temporária. O Ministério Público alegou que o prefeito realizou a seleção em janeiro desrespeitando a decisão judicial de promover o concurso público.

Perguntar não ofende: Por que Lula correu do depoimento na Justiça para explicar o tríplex? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

O Sítio de Atibaia vai ser vendido para aecio! Dona Marisa Botox não gostou da ideia, eu também sou contra.

Nehemias Fernandes Jaques

Pelos parâmetros de Aécio Neves, o Mineirão tem razão - Em 2007, no jogo Brasil x Argentina, boa parte do Mineirão cantou: “O Maradona vai se f….., que o Aécio cheira mais do que você”. Alguém lembra?

marcos

MARADONA ENTREGOU LULA......... A polícia ambiental, que ontem vistoriou o sítio de Lula, pediu ao caseiro Maradona o telefone de contato do dono da propriedade. E ele deu o número de quem? De Fernando Bittar? De Jonas Suassuna? Nada disso. Ele deu o número de celular do advogado de Lula, Cristiano Zanin, genro de Roberto Teixeira. O Globo, que testemunhou o fato, pediu esclarecimentos ao advogado de Lula. Ele disse: “Deve ter havido algum equívoco. Não sou responsável pelo sítio nem advogo mais para os proprietários. Meu escritório prestou consultoria na época da compra e venda. Pode ser que eles tivessem lá na portaria o número do telefone”. O Globo replicou que Maradona não entregou o número de telefone de seu escritório, e sim de seu celular. O advogado de Lula respondeu: “Eu não tenho como explicar isso”. ( A QUADRILHA TÁ FUFU)

marcos

E agora Lula? Marisa descobriu que Lula levou a Rapa ( Rosimary) para o Sítio de atibaia!

Nehemias Fernandes Jaques

Polêmica! Campanha com lésbicas gera críticas nas redes sociais. http://igay.ig.com.br/2016-02-16/polemica-campanha-com-lesbicas-gera-criticas-nas-redes-sociais.html


Caruaru volta as aulas 2021


17/02


2016

Coluna da quarta-feira

Mais um duelo Dilma x Cunha

Marcada para ocorrer hoje, a disputa pela liderança do PDMB na Câmara dos Deputados tem como principal pano de fundo o controle das indicações para a Comissão Especial do impeachment da presidente Dilma Rousseff e dos colegiados permanentes da Câmara. Além disso, reflete uma briga vista durante todo o ano de 2015, quando o Palácio do Planalto e o presidente da casa, Eduardo Cunha (PMDB/RJ), trocaram farpas e indiretas por meio da imprensa e nos bastidores.

Participam da eleição o atual líder, Leonardo Picciani (PMDB/RJ), e o deputado Hugo Motta (PMDB/PB). Picciani tem o apoio velado do Palácio do Planalto. Na avaliação de deputados que observam a disputa, ganha contornos de ineditismo o protagonismo do Governo na disputa. Mesmo negando que tentam interferir no resultado e que a escolha é uma decisão interna da bancada peemedebista, palacianos atuam para liberar verbas e também para preencher cargos de segundo e terceiro escalões com nomes indicados por deputados do PMDB.

Já Motta, foi lançado por Cunha na tentativa de conseguir votos nos diferentes grupos e de vencer a eleição. A disputa atual, além da própria governabilidade, tem outros contornos, que ajudam a explicar o interesse do Governo em ver Picciani reeleito. Um deles é de curto prazo: a formação da Comissão Especial do impeachment.

No ano passado, o peemedebista fluminense indicou nomes considerados mais moderados. Alguns até com ligação com o Governo Federal. Mas deixou de fora deputados da ala dissidente do partido. Isso motivou a formação de uma chapa alternativa, com parlamentares do PMDB e da oposição, que acabou levando a melhor.

Pelo tamanho da bancada, os outros partidos costumam seguir as decisões do PMDB. No entanto, no caso do impeachment, haverá o cuidado para contemplar as diferentes alas do partido, para evitar uma nova derrota, a exemplo de dezembro passado. Nos bastidores, deputados avaliam que a disputa ganhou contornos pessoais. Um dos comentários recorrentes entre líderes de outras legendas é que Eduardo Cunha trata a eleição para a liderança como se ele próprio estivesse concorrendo.

Liga para membros da bancada, pede votos para Hugo Motta e tenta tirar apoiadores de Picciani. “Virou uma queda de braço entre o Governo e o Cunha”, disse outro líder, também sob anonimato. “É jogo brutal, jogo total [para vencer a disputa]. A dominação do PMDB para Dilma é imprescindível”, acrescentou o parlamentar. Por isso, segundo ele, o Governo tem acelerado a liberação de emendas orçamentárias e de cargos para agradar deputados que até então estavam insatisfeitos com o Planalto.

Nas eleições de 2014, o PMDB elegeu 66 deputados. Mas estima-se que, por conta de mudanças de partidos, o número de votantes chegue a 70. Até o ministro da Saúde, Marcelo Castro, cogita deixar o cargo por um dia para votar em Picciani. A ideia não agrada à cúpula do PMDB, em especial ao vice-presidente Michel Temer. Há a preocupação do efeito negativo da saída de Castro para assumir o mandato bem no meio de uma crise de saúde que o Brasil enfrenta, com a epidemia de zika vírus e o aumento dos casos de microcefalia. O Governo ganhou um fôlego quando o STF decidiu suspender a eleição da comissão especial e determinou um novo rito para a escolha dos membros. Para a maioria dos ministros da corte, a escolha deve ocorrer por voto aberto e sem a disputa de chapas. Ou seja, na prática, os deputados votarão para chancelar ou não as escolhas dos líderes. Cunha recorreu da decisão e adiantou que só retomará o processo quando a corte se pronunciar.

O andamento do impeachment é apenas uma das questões que aumentam o interesse pela disputa da liderança do PMDB. Pesam também a formação das comissões permanentes e a própria postura do partido nas votações em plenário. Um deputado mais alinhado com o grupo dissidente não assumiria o compromisso de defender as propostas do Governo e de indicar parlamentares de confiança para os principais colegiados. Em um cenário de base aliada dividida, cada voto conta.

MEA CULPA– Na conversa de ontem com líderes da base aliada no Palácio do Planalto, a presidente Dilma fez um relato detalhado da situação econômica e política do País. Ela falou da preocupação com a crise financeira internacional, citando até a China, mas reconheceu que no Brasil a crise política prolongada, inclusive com a Operação Lava Jato, piorou o cenário interno. A presidente admitiu, mais uma vez, que o seu erro foi "não ter percebido essa crise antes". “Meu erro foi não ter percebido essa crise antes e não ter mudado a política de incentivo fiscal”, disse Dilma.

Jarbas reforça voto em brancoCumprindo o que prometeu, o deputado Jarbas Vasconcelos vota em branco, hoje, na eleição de escolha do novo líder do PMDB na Câmara, batalha travada entre o Planalto e o presidente da Casa, Eduardo Cunha. “São dois candidatos que não têm compromissos com as mudanças que o partido poderia colocar em prática e que o País tanto precisa, como a saída do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, e o impeachment da presidente Dilma”, justificou.

 

Humberto quer pressa – Numa conversa, ontem, com este blogueiro, em Brasília, o líder do PT no Senado, Humberto Costa, pregou a necessidade de o partido acelerar o processo de discussão e lançamento da candidatura de João Paulo à Prefeitura do Recife. "João é o nome que reúne todas as condições para fazer uma campanha forte e competitiva e não se pode mais perder tempo”, afirmou, adiantando que o ex-prefeito tem também o aval da executiva nacional, de Dilma e do ex-presidente Lula.

Surra em grupos tradicionais – Agora filiado ao Partido da Mulher Brasileira (PMB), depois de eleito pelo PTB do ministro Armando Monteiro, o deputado federal Adalberto Cavalcanti comentava, ontem, numa roda política em Brasília, que será um verdadeiro fenômeno eleitoral na disputa pela Prefeitura de Petrolina. “Vou dar uma surra nos grupos do senador Fernando Bezerra e do prefeito Júlio Lóssio, assim como no petista Odacy Amorim. Pelo que estou vendo nas minhas caminhadas hoje serei um candidato avassalador”, afirmou.

Silvinho desbanca Daniel – Quem ouviu o debate na CBN Recife entre os deputados Daniel Coelho (PSDB) e Sílvio Costa Filho (PTB), segunda-feira passada, ancorado pelo companheiro Aldo Vilela, ficou com a impressão de que o trabalhista deu um verdadeiro banho no tucano, tanto em conhecimento das causas primordiais da capital quanto no embate político. Silvio Filho demonstrou muito mais desenvoltura e intimidade com os problemas do Recife, apontando soluções inteligentes num raciocínio rápido e convincente, enquanto as intervenções de Daniel continham uma linha de extrema pobreza franciscana.

CURTAS 

ANEL VIÁRIO– O prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT), assina, hoje, a ordem de serviço para início imediato das obras do primeiro trecho do Anel Viário que vai ligar a Estação do Forró ao Pátio da Feira na BR-232. A pavimentação, orçada em R$ 987 mil, está sendo viabilizada através de emenda do senador Humberto Costa com uma contrapartida de R$ 90 mil do tesouro municipal.

CANDIDATA – A empresária Josilene do Império, que atua na área de eventos em Gravatá, disputará um mandato de vereadora nas eleições deste ano pelo PSC. “Chego para mudar a velha forma de se fazer política em Gravatá e com propostas que possam levar o município a sair do processo de estagnação que está mergulhado”, disse.

Perguntar não ofende: Quem ganha o duelo hoje da liderança do PMDB na Câmara: o Planalto ou Eduardo Cunha? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Lula o cagão da Barra Funda.

Nehemias Fernandes Jaques

Entradas de dólar superem saída em US$ 30 milhões no ano até 12/02. O fluxo cambial do ano até o dia 12 de fevereiro ficou no azul em US$ 30 milhões, conforme divulgou nesta quarta-feira, 17, Banco Central. Em igual período do ano passado, as entradas superaram os envios em US$ 4,108 bilhões. No início de 2015, os investidores estavam animados com a nova composição da equipe econômica, liderada pelo então ministro da Fazenda, Joaquim Levy.

Nehemias Fernandes Jaques

TJ-SP MANDA JUIZ ACEITAR DENÚNCIA DE CARTEL DE TRENS NA GESTÃO SERRA. O desembargador Cardoso Perpétuo, da 13ª Câmara de Direito Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), determinou que o juiz Rodolfo Pellizari, da 11ª Vara Criminal da capital, aceite a denúncia contra o ex-executivo da Siemens Marco Missawa por envolvimento no Cartel de trens da CPTM entre 2007 e 2008, durante a gestão do ex-governador e atual senador José Serra (PSDB Esse psdb ´e bostil.

marcos

Lula e aecio, não sabemos qual dos dois é o mais Frouxo!

marcos

Agora Fica provado, Lula é um Cagão tá com medo do Promotor.


Serra Talhada 2021


16/02


2016

Coluna da terça-feira

    Direto de Brasília

Desde ontem em Brasília, onde atuei por 15 anos, acompanho a retomada dos trabalhos do Congresso ao longo desta semana. Com o recesso de dezembro e janeiro, incluindo o período de Carnaval pelo meio, o noticiário da crise foi jogado na geladeira. Agora, tem tudo para explodir. E a semana já começou quente, com a tentativa do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, em dar uma rasteira nos que lideram o movimento pela sua cassação.

Regimentalista como poucos da Casa, descobriu uma nova manobra para retardar o andamento do seu processo de degola na Comissão de Ética. O Congresso inicia suas atividades colocando em discussão também o andamento do impeachment da presidente Dilma, que perdeu fôlego não apenas pelo recesso parlamentar, mas também pela leitura do Supremo Tribunal Federal, que tirou poderes da Câmara e reforçou que, neste processo, a palavra final cabe ao Senado.

Os olhos do País se voltam para Brasília, igualmente, para acompanhar os desdobramentos dos depoimentos do ex-presidente Lula, convocado para dar explicações em três inquéritos já instalados. Amanhã, ele e sua esposa, a ex-primeira dama Marise, depõem sobre o caso do tríplex do Guarujá, onde a família é acusada de ocultação do bem junto à Receita Federal.

Brasília também assiste esta semana ao start da maior troca de partidos dos últimos anos com a promulgação da chamada “janela da infidelidade”, provavelmente na próxima quinta-feira. Assinada pelo presidente do Congresso, Renan Calheiros (PMDB-AL), a brecha na legislação eleitoral permite que deputados possam mudar de partido num prazo de 30 dias, para concorrer às eleições municipais.

Com isso, a previsão é que, de imediato, 80 deputados federais e uma penca de deputados estaduais troquem de legenda, além de 20 senadores. No caso destes, como se tratam de eleitos em pleitos majoritários, não se beneficiam com a medida, porque já têm o direito e a liberdade de mudar de lado a hora que julgar mais conveniente.

RÉU– Eduardo Cunha sofreu uma derrota no final da tarde de ontem: o ministro Teori Zavascki, do Supremo decidiu derrubar o sigilo da denúncia contra ele, apresentada em agosto do ano passado pela Procuradoria Geral da República. As peças haviam sido retiradas do acesso público em outubro do ano passado por causa da adição de depoimentos que ainda estavam sob segredo à época: do lobista Fernando Baiano e do empresário Julio Camargo, que reforçaram as suspeitas contra Cunha. Caberá a Teori agora preparar um voto e levar o caso ao plenário do STF, que decidirá se aceita ou não a denúncia. Se aceita, Cunha passa a responder como réu numa ação penal.

Lula ameaça com dupla surraSe o PSB não tiver candidato próprio a prefeito em Jaboatão, conforme é dado como certo nos corredores do Palácio das Princesas, o deputado Lula Cabral, que disputará a Prefeitura do Cabo pela legenda socialista, já decidiu que no município vizinho subirá no palanque do candidato do PR, Anderson Ferreira. O que move Lula é o desejo de dar uma dupla surra eleitoral na família Gomes – no Cabo, contra Betinho, e em Jaboatão, onde Andersom ameaça o projeto do prefeito Elias Gomes (PSDB) de se perpetuar no poder por ser visto, desde já, como a grande surpresa eleitoral.

Perseguição e gastança – Por falar no prefeito de Jaboatão, que ganhou o apelido de “Pombo de igreja” – aquele que faz cocô na cabeça dos fiéis -  o tucano ameaça demitir mais servidores sem estabilização. Alega que não está conseguindo fechar as contas. E como explicar gastos da ordem de R$ 10 milhões para os próximos meses em mídia? A projeção publicitária está publicada no Diário Oficial. Pombo de Igreja deveria ter mais respeito aos pobres barnabés. Do contrário, vai faltar óleo de peroba para passar na sua cara de pau.

Zerando o jogo – A bancada pernambucana na Câmara Federal está atônita com a capacidade do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), de sobreviver ao tiroteio. Ao chegar em Brasília, ontem, para o início das atividades do Congresso, o deputado Jorge Corte Real (PTB) procurou se informar de imediato como Cunha conseguiu zerar o processo de abertura do seu processo de cassação no Conselho de Ética da Câmara. “Ele (Cunha) é um regimentalista nato”, dizia Real, estupefato com o noticiário.

Na corda bamba – O líder do Governo na Assembleia, Waldemar Borges (PSB), nega que o secretário estadual de Defesa, Alessandro Carvalho, esteja fervendo no tacho de frituras do Palácio das Princesas. “O secretário está fazendo um bom trabalho e uma prova disso é que conseguiu reduzir o número de homicídios no Carnaval”, disse o parlamentar. Borges tenta tapar o sol com a peneira. Já se fala até em dois nomes para substituir Carvalho: o ex-secretário Servilho Paiva e o promotor Paulo Augusto, da Comarca de Caruaru.

CURTAS 

MISSA– A família Lyra, à frente o ex-governador João Lyra Neto (PSB), participou em peso, domingo passado, em Olinda, da missa pela passagem do terceiro ano da morte do ex-ministro Fernando Lyra. Ministro da Justiça no Governo Sarney, Fernando Lyra foi um dos principais articuladores da candidatura de Tancredo Neves a presidente da República no colégio eleitoral, em 1984.

SANTO? – Como o PT não se atreve a defender Lula, o vice-líder do Governo na Câmara dos Deputados, Sílvio Costa (PTdoB), usa a tribuna, hoje, durante o grande expediente, para fazer um discurso contra o que chama de “campanha dirigida” da mídia para fragilizar o ex-presidente como candidato ao Planalto nas eleições de 2018. Costa vai dizer que Lula é um santo.

Perguntar não ofende: Licenciado do Governo para votar na eleição do líder do PMDB na Câmara, o ministro da Saúde, o atabalhoado Marcelo Castro, deveria voltar ao cargo? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Sabes algunha coisa de que, Josadaque?

marcos

Paulo Ocamoto avisa a petistas sobre a prisão de dois ministros do Gov. Dilma Jumenta. Edinho e Palocci.

Josadaque Vieira

li vários blogs hoje,onde todos tocam no assunto do triplex dos Marinhos pertencer a empresa de fachada.Menos esse.tu sabes alguma coisa Marcos

marcos

Atenção todos não esqueçam que amanhã o mais perigoso bandido do Brasil vai prestar depoimento a Justiça.

marcos

Dilma volta do recesso com medo da Descoberta de Corrupção nas obras do PAC.


Pousada da Paixão


15/02


2016

Coluna da segunda-feira

    Dilma não conta o que sabe

Há duas semanas, intimada a depor como testemunha do processo sobre tráfico de influência envolvendo medidas provisórias no setor automobilístico no Governo Lula, a presidente Dilma comunicou à justiça que não tinha nenhuma informação sobre o caso. Uma mensagem eletrônica descoberta nos computadores do Palácio do Planalto, revelada na edição da Veja desta semana, aponta que ela poderia ajudar. E muito.

E-mail encaminhado à então ministra Dilma a alertava de que Lula "despachava" diretamente com o ministro da Fazenda as isenções fiscais para o segmento automobilístico. Dilma apenas referendava, sem nenhuma análise técnica. Segundo a reportagem, ela sabia que havia algo incomum na tramitação das MPs e dos decretos que beneficiaram o setor automobilístico. A presidente sabia que o assunto era despachado a portas fechadas, sem passar pelo crivo técnico e jurídico dos especialistas da Casa Civil da Presidência, como deveria.

Segundo a revista, Dilma sabia quem eram os dois personagens que decidiram sozinhos a concessão de isenções fiscais para determinadas empresas. Apesar de tudo, ela preferiu não dizer nada. Já está demonstrado, segundo ainda a reportagem, que as montadoras pagaram pelo menos R$ 32 milhões pelo serviço de lobistas encarregados de garantir a aprovação das leis que deram incentivos fiscais superiores a R$ 1 bilhão por ano às montadoras de automóveis.

No escritório de um deles, Alexandre Paes dos Santos, a polícia recolheu documentos que não deixam dúvida sobre a movimentação do grupo em Brasília. Antes da publicação das medidas, eles mantiveram intenso contato com autoridades e, ao que tudo indica, também remuneraram algumas delas. Na agenda do lobista foram encontradas anotações de nomes relacionados a cifras, inclusive de ex-ministros do Governo.

Os investigadores descobriram também que o lobista Mauro Marcondes, o chefe do grupo, repassou R$ 2,5 milhões a Luis Cláudio da Silva, o filho mais novo do ex-presidente Lula. O que se sabe até agora é que Mauro Marcondes, que está preso, também é amigo de Lula e tinha acesso irrestrito ao Palácio do Planalto. Ele visitou o ministro Gilberto Carvalho, então chefe de gabinete de Lula, e dias depois foram publicadas as medidas que prorrogavam o benefício.

A mensagem eletrônica que a revista teve acesso mostra que a pressão do lobista surtiu efeito. Dilma ficou sabendo que as medidas provisórias estavam sendo publicadas sem nenhum controle.

RECUO– Os cerca de 1,5 mil agentes penitenciários da rede estadual recuaram da decisão de manter a paralisação por 24 horas prevista para ser realizada, ontem, dia de visitação nas 21 unidades prisionais. A greve já havia sido declarada ilegal pelo Tribunal de Justiça na última sexta-feira, determinando ao mesmo tempo o pagamento de multa diária de R$ 150 mil em caso de descumprimento da decisão. Também determinava que a Polícia Militar substituísse os agentes caso a paralisação se efetivasse.

Labanca perde LajedoO deputado Álvaro Porto, que está trocando o PTB pelo PSD, pegando carona na janela da infidelidade, que deve ser promulgada pelo presidente do Congresso, Renan Calheiros (PMDB-AL), no próximo dia 18, ingressa na nova legenda arrebatando um novo aliado: o prefeito de Lajedo, Rossini Blesmany (PSD), que resolveu abandonar o deputado Vinicius Labanca (PSB), a quem deu oito mil votos nas eleições passadas.

 

Candidato pelo PPS– O senador Cristovam Buarque decidiu deixar o PDT depois de mais de uma década para se filiar ao PPS. A mudança deve ocorrer na próxima quarta-feira. Cristovam é cotado para ser candidato a presidente da República pelo partido, em 2018. "Saí do PT quando o PT estava no auge do poder. Depois disso, Carlos Lupi pegou um Ministério e entrou no Governo e sempre dizia que o PDT sairia em dois meses, o que nunca aconteceu", declarou o senador ao confirmar seu ingresso no PPS.

Uso de postos e médicos – O Governo pecou na campanha nacional do mutirão contra o Aedes aegypti, sábado passado. Não deveria ter mobilizado médicos, mas educadores, porque o grande número de doentes que lotam os hospitais não tem atendimento mais rápido e eficaz justamente por falta de médicos. Outro equívoco: não usar os Postos de Saúde da Família, PSFs, cujo número espalhado pelos bairros é muito maior do que o de UPAS. Não se faz combate ao mosquito com barulho para atrair a mídia, mas com inteligência e eficácia.

Prefeito na berlinda – O prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira (PSDB), deve enfrentar mais um processo cabeludo na fase pré-eleitoral da sua campanha à reeleição: o vereador Carlinhos da Cohab (PSL) está de posse de um calhamaço de documentos que podem comprovar que o tucano cometeu crime de propaganda eleitoral antecipada. Em episódios anteriores, o parlamentar já denunciou o prefeito por envolvimento num escândalo com a locadora KMC em sua gestão e também é autor de duas CPIs sobre superfaturamento em eventos e no calçadão Miguel Arraes.

 

 

 

CURTAS 

HOMENAGEM– Do governador Paulo Câmara ao lamentar, ontem, a morte do artesão Manuel Eudócio, de Caruaru: “Com sua humildade cativante e grande sensibilidade, o mestre Eudócio criou um estilo próprio, misturando cenas do cotidiano nordestino com figuras das nossas ricas festas populares. Essas esculturas coloridas estão hoje espalhadas pelo mundo”.

ITACURUBA– Dos sete municípios do Sertão de Itaparica, Itacuruba saiu na frente como a melhor avaliação na área de educação, segundo constatou o Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal, com nota 0.7948, maior percentual histórico atingido pelo município desde a criação do sistema em 2005.

Perguntar não ofende: O Congresso, que retoma seus trabalhos hoje, avança na cassação de Eduardo Cunha e Dilma? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Nehemias Fernandes Jaques

JEFFERSON CONFIRMA PROPINA EM FURNAS. Presidente de honra do PTB, ex-deputado Roberto Jefferson, que teve o mandato cassado em setembro de 2005, afirmou ter negociado o pagamento mensal de R$ 1 milhão para o PTB nacional; dinheiro seria originário do esquema de corrupção e desvios por meio da diretoria de Engenharia de Furnas Centrais Elétricas, chefiada por Dimas Toledo, indicado pelo PSDB; segundo o delator da Lava Jato Fernando Moura, Aécio Neves comandava o esquema de Furnas

sonia

Meu caro colega Marcos, calma !!! Se apertar ele pode peidar e cagar....

Nehemias Fernandes Jaques

CADÊ A PF? CADÊ O JANOT? CADE O MORO? CADÊ AS PANELAS DOS INDIGNADOS? Propinoduto em Furnas era controlado por Aécio Neves, diz delator. O presidente do PSDB e senador Aécio Neves (MG) era o cabeça de um esquema envolvendo distribuição de propina nos mesmos moldes instalados na Petrobras, mas em Furnas, uma empresa brasileira de economia mista subsidiária da Eletrobras.É o que afirma o lobista Fernando Moura em delação premiada ao Ministério Público Federal em Curitiba . “É um terço São Paulo, um terço nacional e um terço Aécio”, diz reportagem do jornal Folha de S.Paulo.

Nehemias Fernandes Jaques

Ai Moro tu não é o herói do Brasil!?! Por que tanto empenho do MP, da PF e da imprensa pra ouvir Lula, sem acusações e se recusam a ouvir o Lucas que garante provar o que diz?:

marcos

Enquete do dia, Quem está mais atolado na corrupção: Lula ou Dilma ou Aécio?


SESC Agosto 2021


13/02


2016

Coluna do sabadão

     Armando sai da toca

De volta à cena local, o ministro Armando Monteiro (Desenvolvimento) fez a primeira investida política para reforçar a oposição, atraindo, efetivamente, para o seu grupo, o deputado Joel da Harpa, uma das surpresas das eleições passadas. Filiado ao Pros, Harpa ingressará no PTN com a missão de bombardear o Governo Paulo Câmara numa das suas áreas de gargalo – a segurança pública.

O deputado tem fortes ligações com o setor no Estado, foi eleito com o respaldo dos policiais, seu grande eleitorado, conhece as fragilidades do Governo e tem munição suficiente para atacar a gestão estadual. Harpa deixa a base governista num momento em que dados oficiais apontam que Pernambuco teve o janeiro mais sangrento dos últimos sete anos.

Com isso, o governador terá, sem dúvidas, muito mais dificuldades de reverter essas estatísticas de horror, que num passado recente fez o Estado liderar o ranking de centro matador do País. Surpreendido com o convite da presidente Dilma, Armando passou a ocupar uma pasta que o obriga a seu ausentar muito de Pernambuco e por tabela do País.

Talvez tenha sido o auxiliar de primeiro escalão que mais viajou no primeiro ano do segundo mandato de Dilma. Competente, habilidoso no trato com o PIB nacional, o ministro ganhou a respeitabilidade pelo excelente trabalho que vem fazendo para soerguer a indústria e levantar o astral do empresariado.

Uma tarefa difícil, mas não impossível como ele tem mostrado. Se o mergulho no Ministério o fortaleceu, no plano local Armando ficou encolhido, viu seu grupo minar. Dois vereadores deixaram o partido na Câmara do Recife e na Assembleia sua maior perda é o deputado Romário Dias, que está deixando a legenda trabalhista para ingressar provavelmente no PSL.

Armando ausente provocou, consequentemente, um hiato na oposição ao Governo do Estado, protagonizada hoje por um grupo muito restrito na Assembleia, com destaque para o líder da Oposição, Silvio Costa Filho, que tem sido atento aos problemas mais cruciais da gestão socialista, criticando os pontos falhos da política adotada pelo governador.

Ao sair da toca, Armando tem que passar, a partir de agora, a se debruçar mais fortemente na política municipal, para tentar eleger o maior número possível de prefeitos e vereadores, alicerce fundamental para 2018, se tiver projeto majoritário, o que não tem deixado muito claro.

GUERRA AO MOSQUITO– O Comando Militar do Nordeste disponibilizará 20 mil militares para atuar nas ações dos governos federal, estadual e municipal, que fazem parte do Dia Nacional de Esclarecimento contra o Aedes Aegypti, previstas para hoje. Visam conscientizar a população sobre a necessidade de prevenção e alertar para os riscos das doenças provocadas pelo mosquito transmissor de doenças como a dengue, febre chikungunya e zika. Os militares foram treinados para atuar como agentes de combate a endemias e estarão atuando de forma conjunta com agentes de saúde do Estado e da Prefeitura do Recife.

Mudança só com degolaÁrea crucial do Governo Paulo Câmara, a segurança pública tem sido motivo de preocupação entre os aliados do governador. Os mais céticos acham que ele só daria uma guinada na tentativa de reverter os altíssimos índices de homicídios e assaltos a bancos no Estado se mudasse o comando da Defesa, hoje nas mãos de Alessandro Carvalho. “Este secretário já deu o que tinha de dar”, disse um deputado governista, que pediu para não ser citado.

 

 

Economia e cortes– Enquanto não define o tamanho do corte no orçamento e quais programas serão preservados, o Governo mantém o controle de gastos numa indicação de que o contingenciamento a ser anunciado em 22 de março será mesmo significativo. Decreto publicado, ontem, vai manter para os meses de fevereiro e março a autorização para que os ministérios gastem até 1/18 avos do Orçamento aprovado pelo Congresso. Em situações normais, o gasto mensal seria de 1/12 avos.

Documentos suíços – Responsável pela Lava Jato na primeira instância, o juiz Sérgio Moro demorou cinco dias para tomar a decisão de aceitar os documentos enviados pela Suíça em processo envolvendo a construtora Odebrecht. Nesse período, estudou todas a visões sobre o caso. A defesa do ex-executivo da empresa Márcio Faria havia solicitado a exclusão dessas informações dos autos, após a Justiça da Suíça avaliar que o trâmite de envio dos dados das contas naquele País foi irregular. Moro estuda o processo e as diferentes argumentações, antes de publicar o seu despacho. O juiz foi criticado pela defesa da empresa.

Crea olha para o Sertão – O presidente do Conselho Regional de Engenharia, Evandro Alencar, levou, ontem, todo o seu staff para conhecer o potencial do município de Afogados da Ingazeira, no Sertão do Pajeú. Saiu encantado com o que viu e prometeu ajudar o prefeito José Patriota (PSB) a atrair ainda mais investimentos privados para a região. Alencar visitou o polo moveleiro, o Instituto Federal e o polo metal mecânico.

CURTAS 

ENTREVISTA– Na ida ontem para Afogados da Ingazeira, onde passo o fim de semana, dei uma longa entrevista ao blogueiro Paulinho Muniz, na Sanharó FM 104,9. Inteligente e perspicaz, Paulinho tem um blog muito lido na região e conhece como ninguém a macro política do Estado, tendo já exercido cargos públicos, como secretário municipal em Belo Jardim.

ADVOGADO– Colaborador deste blog, o jornalista Cláudio Soares comemorou intensamente, ontem, sua aprovação na Ordem dos Advogados do Brasil. Agora já com a carteira de advogado nas mãos, passará a atuar na Região Metropolitana, embora mantendo ligações políticas, profissionais e afetivas com a sua São José do Egito, no Sertão do Pajeú.

Perguntar não ofende: Qual a bomba que a Veja vai trazer neste fim de semana? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

VIVA DOUTOR SÉRGIO MORO!

marcos

Coitado do Lula cotó, não vai mais poder curtir o seu Sítio em Atibaia.

marcos

Todo mundo honesto lê e acredita na veja. Já os assaltantes do herário público e seus seguidores só acreditam em Almas Honestas!

ingrid vier

Para historiador, leitor da Veja é “absolutamente fascista”

ingrid vier

Por favor Magno respeite teus leitores, você acha que alguém com o minimo de clareza política vai ler a revista veja, exijo respeito por todos teus leitores.


Bandeirantes Agosto 2021


12/02


2016

Coluna da sexta-feira

    O segundo maior do mundo

O ano de 2016, que começa de fato após o Carnaval, dá o seu start com uma péssima notícia para o Governo Dilma e o PT: esquema de propinas instalado na Petrobrás entre 2004 e 2014 foi eleito o segundo maior caso de corrupção do mundo, segundo aponta pesquisa da ONG Transparência Internacional.

A estatal petrolífera brasileira desponta entre os maiores escândalos de malfeitos em todo o planeta. Transparência promoveu uma votação de âmbito internacional pela internet sobre os episódios mais importantes da corrupção. Foram citados 400 casos. Com 11.900 votos, a Petrobrás pegou o segundo posto, ficando atrás apenas de Viktor Yanukovych, ex-presidente da Ucrânia (2010/2014), merecedor de 13.210 votos.

O esquema na Petrobrás, desmontado na Operação Lava Jato, supera, na avaliação dos entrevistados, outros capítulos marcantes de fraudes, como o caso Fifa (1.844 votos) e o do ex-presidente panamenho Ricardo Martinelli (10.166 votos), acusado pelo desvio de US$ 100 milhões.

A lista faz parte da campanha ‘Desmascare os corruptos’, da Organização Não-Governamental sediada em Berlim que, em janeiro, declarou apoio à uma outra campanha, 10 Medidas contra a Corrupção. Idealizado pelo Ministério Público Federal brasileiro a partir do combate ao esquema de propinas na Petrobrás, o projeto Dez Medidas contra a Corrupção já conta 1,3 milhão de assinaturas e será levado ao Congresso quando atingir 1,5 milhão de adesões.

A imagem da empresa que já foi orgulho brasileiro se transformou em cinzas. Casos de corrupção e de desvio de dinheiro na Petrobras são investigados pela Operação Lava Jato desde março de 2014. Dezenas de pessoas já foram condenadas por crimes como corrupção e lavagem de dinheiro, e várias ações penais seguem em andamento na Justiça Federal do Paraná, que tem o juiz Sérgio Moro como o responsável pelos processos na primeira instância.

É muito relevante que uma entidade com uma transparência internacional, uma das mais reconhecidas no mundo contra a corrupção apoie medidas contra a corrupção como essa. Faz o melhor para levar as pessoas que cometeram esses crimes à Justiça para responderem perante a Justiça dentro de um devido processo legal. É preciso, entretanto, mudar as leis se o objetivo for mesmo, efetivamente, promover justiça nesse e em outros casos.

VIOLÊNCIA– A violência continua disparada no Estado. O primeiro mês do ano fechou com 357 homicídios, o mais violento dos últimos sete anos. No mesmo período do ano passado foram registrados 323 assassinatos. Apesar da meta estabelecida pelo Pacto Pela Vida ser de uma redução de 12%, o aumento dos casos foi da ordem de 10,52%. Em todo o ano passado, o número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) subiu 13,3% quando em comparação com o exercício anterior. Em todo o Estado foram registrados 457 assassinatos a mais que o estabelecido nas metas do Pacto Pela Vida.

A culpa é do prefeito Ao ler, ontem, neste blog, o quadro de degradação social que mostrei entre as praias de Tambaú e Cabo Branco, principais cartões postais de João Pessoa, com dezenas de pessoas abandonadas e dormindo no chão, o deputado federal Efraim Filho (DEM-PB), presidente da CPI dos Fundos de Pensão, jogou a culpa no prefeito Luciano Cartaxo, que era do PT e recentemente fez a travessia para o PSD de Kassab. “Sua administração é desastrosa e há de fato um crescimento latente da miséria na capital, porque ele não cuida bem da cidade”, desabafou.

Quental envolve deputado– O ex-prefeito de Condado, Edberto Quental (sem partido) rebate a prefeita Sandra Félix (PSDB), que atribuiu a ele a invasão da sua casa por um grupo de baderneiros durante o Carnaval. “Não sou adepto deste tipo de prática. Faço uma política respeitosa. Ao fechar uma tradicional rua da cidade para a nossa agremiação passar, ela incitou os foliões”, diz Quental, para quem o deputado Antônio Moraes (PSDB), aliado da tucana, “armou” o cenário para ela posar de vítima.

O silêncio de Lula – O ex-presidente Lula não falou ainda das denúncias sobre sua relação com um tríplex no Condomínio Solaris, no Guarujá, e com um sítio em Atibaia, investigados pela Operação Lava Jato. Até agora, só há notas com explicações de seus advogados. Na última quarta-feira, ele divulgou um vídeo nas redes sociais em que defendeu o legado do PT, mas admitiu que o partido cometeu erros durante a sua trajetória. Afirmou que o partido sempre incomodou os adversários pela defesa da parte mais humilde da população.

O candidato de Maniçoba – Em Belém do São Francisco, no Alto Sertão de Itaparica, o pré-candidato a prefeito pelo PSD, professor Licínio Lustosa, embora tenha dividido o mesmo palanque nas eleições passadas com o deputado federal Kaio Maniçoba (PHS), olhava enviesado para o parlamentar. Mas nada que uma boa conversa ao pé do ouvido não resolva: desfilaram pela cidade durante o Carnaval com discurso afinado e antecipando a campanha, que deve ser uma das mais acirradas no município.

 

 

 

CURTAS 

ATAQUES– Em Pernambuco, os ataques a bancos, casas lotéricas e caixas eletrônicos cresceram 27%, com 53 estabelecimentos bancários assaltados nos últimos três meses. No Rio Grande do Norte, somente em janeiro foram atacadas e explodidas agências do Banco do Brasil, Bradesco, Santander, Correios e BNB, localizados nos municípios de Afonso Bezerra, Boa Saúde, Equador, Rafael Fernandes, Umarizal e Tangará.

BATENDO PERNA– Pré-candidato do PV a prefeito do Recife, o presidente do partido no Estado, Carlos Augusto, retoma amanhã as ações do projeto “Recife bom para viver”, que envolve visitas a 18 áreas da capital para recolher sugestões ao programa de Governo. Na etapa de amanhã, os bairros de Várzea, Caxangá e Cidade Universitária.

Perguntar não ofende: Por que Dilma teme tanto que Gilmar Mendes assuma a presidência do TSE? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Lula o lalau Burro, com um Roubo de 400 Bilhões caiu por causa de um Sítio. Que Merda LULA!

sonia

HOUVE FRAUDE !!! Não acredito, não me conformo do PT deixar de levantar a taça da corrupção, da safadeza e da roubalheira na Petrobras como a primeira do mundo. É revoltante, mas mesmo assim valeu o segundo lugar. Viva a Petrobras !!! Viva o PT.

Nehemias Fernandes Jaques

Vamos merendar?

Nehemias Fernandes Jaques

Líder do PSDB confessa que tucanos sabotaram o ajuste. A estratégia do quanto pior melhor dos tucanos foi desmascarada. Agora, diante das recorrentes derrotas do golpismo, o novo líder do PSDB na Câmara, Antonio Imbassahy, muda o discurso, pelo menos na entrevista concedida ao colunista Bernando Mello, da Folha.

Nehemias Fernandes Jaques

Servidora que denunciou mansão triplex dos Marinho em Paraty teve automóvel queimado; obra irregular tem piscina em praia pública.




11/02


2016

Coluna da quinta-feira

     Crise, eleições e o futuro de Dilma

Ano de eleições, 2016 começa de fato na próxima segunda-feira num cenário de tremendas incertezas no plano nacional. Interrompida pelo recesso do Congresso e as férias de janeiro, a crise da Lava jato, o maior escândalo dos últimos 30 anos, responsável pela quebradeira na Petrobras, terá duros reflexos na disputa municipal. O futuro de Dilma e do seu Governo ainda é de incertezas.

Embora o Supremo Tribunal Federal tenha amortecido o processo de impeachment, tirando poderes da Câmara dos Deputados e transferindo-os para o Senado, onde o Governo tem maior poder de controle, a certeza de que acabará o seu mandato ainda é uma grande incógnita para Dilma. Mais complicado está o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Este deve ser cassado. Já o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), denunciado também na operação Lava Jato, está se complicando. Dilma tentou criar uma agenda positiva nos últimos 60 dias, mas não conseguiu superar a crise nem tampouco evitar que o Tribunal Superior Eleitoral avance em outro processo de cassação do seu mandato por contas de campanha mal-assombradas.

Na denúncia que apresentou ao TSE, o PSDB diz que a chapa que a elegeu deve ser impugnada porque a campanha da então candidata recebeu dinheiro de propina da Petrobras, omitiu a divulgação de dados para facilitar a sua reeleição e usou cadeia nacional de rádio e televisão para se promover — práticas, todas elas, vedadas pela Lei Eleitoral.

João Otávio de Noronha, relator do caso no TSE, pediu que o STF compartilhe as provas que estão naquele Tribunal, especialmente as apresentadas por Ricardo Pessoa, dono da UTC, que diz ter repassado à campanha da petista R$ 7,5 milhões depois de pressionado por Edinho Silva, então tesoureiro e hoje ministro da Comunicação Social. A doação está registrada na Justiça Eleitoral.

Um tribunal eleitoral não cassa um mandato sem a prova inequívoca. Se as provas forem consistentes, ela não cai só. Temer dança junto. Se isso acontecer, marcam-se novas eleições num prazo de 90 dias. Se ocorrer nos dois anos seguintes, o Congresso elege presidente e vice em 30 dias. Em qualquer dos dois casos, completa-se o que falta do mandato e se realizam eleições em 2018.

VIOLÊNCIA ZERO– O prefeito de Olinda, Renildo Calheiros (PMDB), comemorou o fato do Carnaval não ter provocado uma só morte, sendo o mais tranquilo dos últimos anos. A festa injetou R$ 190 milhões na economia, atraindo 2,8 milhões de pessoas. Durante a folia, os hotéis e pousadas registraram uma ocupação de 98%. A Secretaria de Saúde registrou 2.075 atendimentos médicos e clínicos e a Vigilância Sanitária realizou 1.305 inspeções. Os serviços de limpeza urbana recolheram aproximadamente 670 toneladas de lixo, sendo 50 toneladas de material reciclável.

Sem abrir o jogoEmbora tenha circulado os quatro dias de Carnaval ao lado de Luciana Santos (PCdoB), o prefeito de Olinda, Renildo Calheiros (PCdoB), ainda faz mistérios quanto à candidatura da deputada à prefeita do município. Em entrevista ontem no programa Frente a Frente, Calheiros disse que há disposição da parte dela para ir à disputa, mas seu nome não será imposto. “Vamos promover uma grande discussão”, alertou.

 

 

Impossível acabar com o mosquito– Em entrevista nas páginas amarelas de Veja, o infectologista paulistano Artur Timerman, presidente da Sociedade Brasileira de Dengue e Arboviroses, revelou que a capacidade de adaptação do Aedes aegypti é tão grande que erradicá-lo é uma estratégia inútil. O bom caminho para diminuir o pânico com os casos de zika associados à microcefalia, segundo ele, é o investimento pesado em estudos para o desenvolvimento de uma vacina.

Relação com microcefalia – Por falar em zika, o chefe do Centro de Prevenção e Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC), Tom Frieden, disse, ontem, que o material genético retirado dos cérebros de bebês mortos no Brasil são a "maior evidência até agora" da relação entre microcefalia em recém-nascidos e o Zika vírus. Frieden disse que a agência norte-americana está aprendendo mais sobre o Zika a cada dia, incluindo a possibilidade de transmissão do vírus das mães para os bebês e as relações entre a doença e a microcefalia, mas ressalvou que a relação ainda não pode ser definitivamente provada.

Violência em Condado – Condado, a 58 km do Recife, deu sinais durante o Carnaval de que tende a fazer uma das campanhas mais tensas e radicalizadas da sua história, despencando para o campo da violência. Em sua página no Facebook, a prefeita Sandra Felix (PSDB) denunciou que o ex-prefeito Egberto Quental (sem partido) mandou invadir e depredar sua residência, sob o pretexto de que o seu bloco não pode passar numa rua fechada pela Prefeitura. “Vivi momento de terror”, disse a tucana.

CURTAS 

BAITA ESCÂNDALO– Uma votação popular internacional elegeu a Petrobras como o segundo maior caso de corrupção do mundo. O nome da estatal aparece entre os nove escândalos mais conhecidos, segundo a ONG Transparência Internacional. Com 11, 9 mil votos, a petroleira só fica atrás do ex-presidente ucraniano Viktor Yanukovych, que recebeu 13.210 votos pelo suposto desvio milionário de recursos para sua conta privada.

ABRINDO O BICO– Apontado pelo empresário Fernando Moura como um dos precursores do esquema de propinas instalado na Petrobras, em 2003, na abertura do primeiro mandato do ex-presidente Lula, Silvinho Pereira comunicou ao juiz federal Sérgio Moro que se dispõe a 'prestar os esclarecimentos porventura necessários'. Será que vai contar tudo que sabe sobre os esquemas de Lula?

Perguntar não ofende: A quem pertence então o tríplex? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Nehemias Fernandes Jaques

ONU premia Lula campeão do mundo na batalha contra a fome!!!

Nehemias Fernandes Jaques

Lei de união civil gay avança no Senado da Itália. Projeto continua vetando a adoção de crianças por casais homossexuais. Senado da Itália realizou nesta quarta-feira (10) a primeira das várias votações que ocorrerão nesta semana sobre o projeto de lei que autoriza a união civil entre pessoas do mesmo sexo. Foram decisivos os votos do partido de oposição Movimento Cinco Estrelas (M5S), que havia liberado que seus representantes votassem de acordo com o que acreditam e não seguindo as ordens do partido. Apesar do temor do partido governista, o Partido Democrático (PD), os oposicionistas votaram alinhados com a lei.

Nehemias Fernandes Jaques

O triplex pertence a fhc, em Paris!

Nehemias Fernandes Jaques

Ué, por que só agora? Eu sempre soube que o PSDB era corrupto! Desde FHC, José Serra, Mário Covas, Cássio Cunha Lima, Yeda Crusius. Todos farinha do mesmo saco. Será que não lembram mais o que foram os oito anos de roubalheira, em que até a reeleição foi comprada por duzentos reais ao voto.

Nehemias Fernandes Jaques

Pesquisa Ibope põe oposição no “volume morto” e mostra que Lula pode vencer eleição no 1º turno




04/02


2016

Coluna da sexta-feira

      2016 a reboque de 2018

As candidaturas a prefeito de capital nas eleições deste ano obedecerão a uma lógica fácil de explicar. Está remetida, naturalmente, ao pleito presidencial de 2018. Recife não é uma ilha para os partidos nem para os seus caciques. Sendo assim, os que se credenciarão na corrida à Prefeitura terão que atender aos interesses e conveniências dos possíveis candidatos a presidente.

Refiro-me especificamente às expectativas relacionadas ao PSDB, partido hoje aliado ao PSB no Estado. Fala-se na possibilidade de um candidato tucano em faixa própria, sendo citado vez por outra o deputado federal Daniel Coelho por ter disputado as eleições de 2012. Daniel não será dono do seu nariz. Nem o diretório municipal terá autonomia para dizer se sua campanha irá às ruas.

Na verdade, quem vai decidir se ele será homologado em convenção são os que detém o monopólio do poder na legenda, como Aécio Neves, Geraldo Alckmin, José Serra, Fernando Henrique Cardoso e outras lideranças com direito a voz e voto na executiva nacional. Aécio, no caso de vir a ser de fato o candidato a presidente, vai dar o seu aval aos candidatos com a cabeça nas suas conveniências e interesses em 2018.

Os cenários estaduais serão analisados um a um. Ganha o apoio do PSDB quem oferecer melhor palanque para a candidatura presidencial tucana, dois anos depois das eleições municipais. No caso de Pernambuco, quem tem mais condições de abrir um palanque para Aécio?

Armando Monteiro tem compromisso com o PT, aliado da presidente Dilma. Humberto, João Paulo e lideranças petistas estarão com o candidato petista. Qual palanque sobrará para o PSDB abrigar Aécio ou outro candidato tucano, seja Alckmin ou Serra? Naturalmente, o PSB, que já apoiou Aécio nas eleições passadas no segundo turno.

Eleitoralmente, quem pesa mais o PSB, com o Estado e a Prefeitura do Recife em seu poder, ou Daniel Coelho, isoladamente, no Recife? Claro que a primeira opção. Será assim, portanto, que o PSDB fará nas demais capitais, escolhendo candidatos a prefeito que possam em 2018 retribuir apoios para a legenda tucana retomar o Planalto do PT.

Política não tem segredos, tem lógica.

NOTIFICADOS– A Secretaria de Comunicação Social informou que a presidente Dilma Rousseff foi notificada, ontem, por um oficial de justiça do TSE para que apresente defesa em uma das ações movidas pelo PSDB junto à corte para que casse a chapa presidencial que venceu as eleições de 2014. Após a entrega da notificação, o oficial terá de voltar ao Palácio do Planalto em até dois dias para coletar os mandados assinados pela presidente e pelo vice Michel Temer, também notificado. Concluída esta etapa formal, Dilma e Temer terão cinco dias para apresentar suas defesas.

Prefeito desgastadoO bloco de oposição em Surubim, liderado pelos deputados Danilo Cabral (federal) e Nilton Mota (estadual), não se surpreendeu com a baixa popularidade do prefeito Túlio Vieira (PT), apontada em pesquisa do instituto DataVox, de Campina Grande (PB). Segundo o levantamento, 53% da população desaprova a sua gestão ente 32% que aprovam. Candidato à reeleição, o petista está isolado, politicamente, tendo rompido até com o vice-prefeito Fabio Barbosa (PR).

Tensão pré-carnavalesca– De acordo com informações que circulam em Brasília, a força-tarefa da Operação Lava Jato estaria preparando para hoje uma nova etapa da investigação que teria como alvo o ex-presidente Lula. Não se trata, no entanto, da prisão do petista, segundo o que se comenta entre parlamentares aliados do Planalto, mas de uma operação de busca e apreensão no sítio do empresário Jonas Suassuna, em Atibaia, interior de São Paulo, que era frequentado por Lula e sua esposa, Marisa Letícia.

Gás para o Interior – A Copergás vai investir este ao R$ 60 milhões na ampliação da sua rede de distribuição. A empresa espera captar mais de 15 mil novos clientes até o próximo ano. "Em 2016, o nosso foco é a interiorização, que é o futuro. Em agosto, vamos concluir o gasoduto Caruaru/¬Belo Jardim. A partir daí estamos estudando a possibilidade de implantar centrais de Gás Natural Liquefeito (GNL) ou Gás Natural Comprimido (GNC), chegando a outros clientes do interior", disse o presidente da empresa, Décio Padilha.

O novo liberal – Embora negue, o deputado Romário Dias já acertou sua filiação ao PSL, do empresário Luciano Bivar, conforme este blog já havia antecipado. Aos mais próximos, argumenta que o partido, apesar de nanico, está na base do Governo Paulo Câmara e isso por si só o respaldará para entrar na briga pelo posto de presidente da Assembleia Legislativa, do donatário vitalício Guilherme Uchoa (PDT). Dias só trocar o PTB pelo PSL depois que o Congresso promulgar a janela de infidelidade, que abre 30 dias para mudanças partidárias. Renan Calheiros prometeu para o próximo dia 18.

CURTAS 

USINA– O prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT), anunciou, ontem, a entrega de mais uma Unidade de Saúde da Família para os moradores do bairro Vila Bela, uma creche para a comunidade da Cagepe e uma escola para o bairro do Ipsep. Também anunciou a instalação de uma usina de tratamento de resíduos sólidos, que o secretário estadual de Transportes, Sebastião Oliveira, afirmou ter sido promessa de campanha não cumprida.

PROJETO – O deputado Mendonça Filho (DEM) apresentou projeto de lei para isentar de Imposto de Renda (IR) retido na fonte rendimentos remetidos para pessoas jurídicas domiciliadas no exterior. A medida, segundo ele, corrige distorções da política equivocada do Governo Dilma/PT, que passou a taxar as remessas. "Onde o governo percebe que há espaço para taxar, taxa, sem dó", diz ele.

Perguntar não ofende: Lula vai ser preso? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

LULA É UM AUTÊNTICO ....COXINHA...O \"Jornal Nacional\" apresentou novas descobertas sobre obras tocadas por empreiteiras no Triplex do Guarujá e no sítio de Atibaia, que têm em comum o fato de pertencerem ou hospedarem Lula e família. O \"JN\" teve acesso a notas fiscais que comprovam gastos nababescos com móveis de grife e modernos eletrodomésticos para os imóveis. Pelo que se vê, Lula, após deixar a presidência, se tornou um coxinha, e não daqueles de classe média. O ex-presidente é atualmente um coxinha do andar de cima. Aliás, do mais alto dos andares: o topo de um Triplex.

Nehemias Fernandes Jaques

Lula virou objeto de desejo dos coxinhas malfadados.

marcos

De quem é o Triplex no Guarujá? É do Cotó ou da Expichada?

marcos

Enquete da sexta feira. MAS AFINAL QUEM É MAIS LADRÃO, LULA OU DIRCEU?

Nehemias Fernandes Jaques

AECIM NÃO, MAMÃE! AECIM NÃO, MAMÃE! AECIM, NÃO, MAMÃE! AECIM, NÃO!




04/02


2016

Coluna da quinta-feira

     Linha direta com os presos 

O secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, veterano na política e experiente na vida pública, cometeu um gravíssimo erro ao afirmar que libera o seu celular para os presidiários entrarem em contato com ele. Numa missão dificil e delicada, que vinha cumprindo tão bem, Eurico escorregou no verbo num momento infeliz, dando a impressão que foi vencido pela tensão e o estresse. Merecia um grande puxão de orelha do governador Paulo Câmara (PSB), que preferiu relevar. 

Fora do território pernambucano, onde sua verborragia teve uma enorme repercussão, Pernambuco virou piada de mau gosto, Estado que passou a péssima impressão em que presos e quem cuida deles, na forma da lei, vivem uma relação promíscua e mal resolvida. Quanto mais Eurico se explica, mais se complica. Traído pela língua, nada do que tentou justificar pode ser compreensível.

Perdido feito cego em tiroteio diante dos holofotes, o secretário cometeu uma atrocidade verbal atrás da outra. Disse que o telefone estava à disposição dos detentos para que, dentre outras coisas, pudessem denunciar torturas. Com isso, convenhamos, o próprio secretário assume, mesmo sem ter esse objetivo, que o Estado é torturador. É o caminho da conclusão que se pode tirar do que falou de forma equivocada. 

O governador compreendeu, entretanto, o contexto das declarações do secretário, adotando cautela e optando pela minimização do episódio, que acabou naturalmente tomando uma dimensão muito maior e mais explosiva na mídia e nas redes sociais. Não vi uma só alma viva, reproduzindo Lula, que não tenha tapado o nariz para os estapafúrdios do secretário.

Quando uma autoridade vem a público dizer, sem medir as palavras, que os presidiários têm o seu celular e ainda ligam a cobrar o tempo todo e a toda hora para ele, de dentro das suas celas, comete um ato criminoso.  Está na lei – e o secretário sabe disso – que os detentos devem ficar incomunicáveis, sem direito a nenhum tipo de aparelho, muito menos celular.

As mais espetaculares fugas que ocorreram em presídios no País foram meticulosamente estudadas e planejadas com o uso do celular. Pernambuco não é uma ilha e não seria diferente. A revelação bombástica de Pedro Eurico, da sua relação de intimidade com os presos, querendo se apresentar diferenciado, abre um paradigma inapropriado para qualquer situação. Corre, infelizmente, o risco de entrar para a história como o secretário que instalou no Estado linha direta com os presos.

TIRE SUAS CONCLUSÕES– Veja o que disse Pedro Eurico, literalmente, numa audiência pública na Alepe: "Eu cometo hoje um ato irregular: dei meu celular em todas as cadeias. Eu não queria dar meu celular. Por que? Porque eu estou admitindo que presos usem o celular. Mas eu vou ser cínico? Eu vou mentir? O celular existe e está lá. E eu dei o meu celular e disse: liguem a cobrar. Quem sofrer tortura, quem sofrer vilipêndio, quem tiver informação para dar. E eles ligam. Minha mulher não aguenta mais, coitada, porque eles ligam até de madrugada. Mas tem que aguentar, porque essa é a minha missão".

Vai para o enfrentamentoAo falar, ontem, da decretação de greve pela Polícia Civil durante o Carnaval, o governador Paulo Câmara (PSB) garantiu que a segurança será mantida. A paralisação, segundo ele, atende a interesses políticos, que promovem em "um desserviço à população". E completou: "A gente vai cumprir a nossa obrigação. Vai ter muita polícia na rua, Polícia Militar e as delegacias estarão abertas. Vamos oferecer as condições adequadas para o folião brincar, da forma que tem que brincar”.

Briga feia– O ponto crucial da greve da Polícia Civil está na paralisação do Instituto de Medicina Legal (IML). Os líderes do movimento já comunicaram que o departamento vai parar completamente. Como a incidência de crimes já é grande no Estado, numa festa prolongada como o Carnaval tende a triplicar o número de corpos encaminhados ao IML para perícia. A inclusão do IML reforça a tese de que os agentes querem radicalizar.

Dá para acreditar? – O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, anunciou, ontem, que a partir de 1º de março, a cobrança extra da bandeira tarifária, nas contas de luz, vai cair dos atuais R$ 3, da bandeira vermelha, para R$ 1,50, da bandeira amarela. Essa é a primeira vez desde a entrada em vigor do sistema, em janeiro de 2015, que a bandeira sai do vermelho, que indica que o custo da produção da energia no País está muito alto, para amarelo, que indica melhora nessa situação.

Previdência com rombo – Com um rombo de R$ 2 milhões, o Instituto de Previdência de Sertânia se transformou num poço sem fundo, sorvedouro do suado dinheiro dos servidores públicos municipais. Mas o presidente terá que dar explicações sobre a situação financeira da instituição à Câmara de Vereadores, conforme requerimento nesse sentido, de autoria do vereador Antônio Henrique (PSB), o Fiapo, apresentado na primeira sessão de reabertura dos trabalhos legislativos.

CURTAS 

USO DE DRONE– Em Petrolina, o prefeito Júlio Lóssio (PMDB) vai usar um drone no monitoramento das áreas com maior circulação do mosquito da dengue. O equipamento foi ser utilizado em sobrevoo às residências dos bairros com maior índice de infestação do Aedes aegyptie, capturando as imagens dos criadores. “Temos que ganhar essa batalha contra o mosquito”, disse Lóssio.

RESSARCIMENTO – O líder do PP na Câmara, deputado Eduardo da Fonte, cobrou, ontem, à Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), que atue a favor da população pernambucana para que a Celpe seja obrigada a ressarcir não apenas os danos causados em eletrodomésticos, mas também em casos em que consumidores perderam alimentos em função do último apagão, ocorrido em várias regiões do Grande Recife, sexta-feira passada.

Perguntar não ofende: Quantos deputados trocarão de partido em Pernambuco com a promulgação da janela de infidelidade? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

AGORA VAI.........Seguindo orientações de Lula (cotó) o governo Dilma Jumenta PT, Lança novo programa em parceria com a OAS e Odebrecht que já vem bombando dentro do PT, com bons resultados......MINHA REFORMA MINHA VIDA

marcos

PF abre vagas na carceragem em Curitiba....... Sérgio Moro, a pedido do delegado Igor Romário de Paula, autorizou a transferência de José Carlos Bumlai e Pedro Corrêa para o Complexo Médico-Penal, em Pinhais. Romário alegou que \"a carceragem da Polícia Federal se destina tão somente a presos provisórios ou para custodiados em eventual risco\" e que a \"limitação de espaço\" dificulta \"a movimentação de presos em flagrante e de eventuais operações policiais\". Façam suas apostas, Palocci, Luleco, Gilberto Carvalho, Silvinho Pereira, Humberto Costa, FBC, Cunha, Renan, Aécio, Lula não só em Maio! Tic-tac, tic-tac, tic-tac.

Nehemias Fernandes Jaques

Delator afirma que Aécio controlava Furnas e recebia 33% da propina recolhida. Êta ladrão safado, sem-vergonha!

marcos

DESNRROLA JUMENTA........Deputada Mara Gabrilli (PSDB-SP), que atua em defesa dos direitos de pessoas com deficiência, interrompeu a leitura da mensagem lida por Dilma no momento em que a presidente relatava conversa tida com Barack Obama para constituir parceria EUA-Brasil no desenvolvimento de uma vacina contra o vírus zika. Conta \"O Globo\": \"o que a senhora vai fazer com as crianças que já são vítimas da microcefalia?\", perguntou a deputada paulista. Dilma disse que era necessário combater o contágio de mães e crianças e citou a Rede de Assistência (de Cuidados) das Pessoas (à Pessoa) com Deficiência, instituída por ela em abril de 2012, no âmbito do SUS, dando a entender que a rede atenderia esse contingente. \"Estão nascendo milhares de crianças com microcefalia. Uma cadeira de rodas no SUS leva cinco anos para ser liberada. E ela vem falar de Obama\", queixou-se Mara. Só faltou Dilma chamar a deputada tucana de \"minha filha...\".

marcos

Dilma Jumenta que impedir que toque a música da Muriçoca. Para não propagar o Zica virus. Pode?




03/02


2016

Coluna da quarta-feira

        Crise assombra o Governo  

Na mensagem do Governo na abertura dos trabalhos da Assembleia Legislativa, lida na última segunda-feira pelo secretário da Casa Civil, Antônio Figueira, ficou muita clara a preocupação do governador Paulo Câmara (PSB) com os efeitos colaterais da crise política e econômica que varre o País e seus desdobramentos no Estado. O ano de 2016 foi citado várias vezes como um ano “ainda mais difícil” do que 2015. O cenário adverso, segundo o Governo, exigirá “mais união e convergência dos agentes públicos e das lideranças políticas, para tornar a realidade pernambucana mais próxima dos anseios da população.

Câmara fez referências ao enfraquecimento de setores da economia, a queda nas receitas do Estado, a diminuição da capacidade de investimento público e a redução do poder de compra das famílias. Nesse contexto, algumas decisões tomadas pelo Executivo, como o contingenciamento de despesas, garantiram a continuidade da oferta de serviços públicos aos cidadãos pernambucanos.

“Geramos uma economia de quase R$ 1 bilhão através de um esforço criterioso, que diminuiu custos sem fazer recuar a capacidade do Estado em promover equilíbrio social”, manou avisar o Governo na leitura do texto por Figueira, ressaltando a atuação do Poder Legislativo durante a apreciação do ajuste fiscal, em setembro. “Registro o agradecimento à Alepe pela compreensão do momento vivido pelo Brasil, colocando-se ao lado do interesse público nessa travessia”, destacou.

Educação e saúde também renderam ponderações do Governo. Mereceram ênfase a construção de escolas técnicas e de referência, a reforma de quadras poliesportivas e a ampliação do Programa Ganhe o Mundo, assim como os esforços na investigação e no combate dos casos de microcefalia. “Decretamos situação de emergência e tomamos a iniciativa de alertar o Brasil levando o assunto à opinião pública. Tomamos a dianteira e assumimos um ônus que outros gestores púbicos talvez tenham avaliado pesados demais”, afirmou o secretário da Casa Civil.

Os índices crescentes de violência também foram abordados na mensagem, que relaciona os maus resultados da segurança pública ao aumento do desemprego e à recessão econômica. O texto lamenta ainda a situação do sistema prisional de Pernambuco e do Brasil, mantido “sem financiamento federal que auxilie os Estados a ressocializar seus detentos”.

Ainda na leitura, Figueira aplaudiu a liberação de recursos às pequenas cidades pelo Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios (FEM), e as obras nas áreas de abastecimento de água, de mobilidade urbana e de habitação popular. A atração de empreendimentos industriais também valeu menção do secretário. “Pernambuco recebeu investimentos da ordem de R$ 620 milhões, por meio de 87 projetos industriais em 20 municípios, sendo 12 no Interior”, ressaltou.

MELHORADA– O nível de água conversível em energia armazenada nos reservatórios do Nordeste mais do que triplicou em janeiro. De acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), a Energia Armazenada por Região (EAR) subiu do nível de 5,15%, registrado em dezembro, para 17,58% em 31 de janeiro. Mas a situação dos reservatórios ainda é preocupante. Em janeiro de 2014, por exemplo, haviam terminado o primeiro mês do ano com o equivalente a apenas 42,62% de energia armazenada.

Pense numa enrolação!De olho na presidência da Assembleia, numa briga não muito fácil que terá pela frente com Guilherme Uchoa (PDT), o vitalício comandante em chefe do Legislativo pernambucano, o deputado Romário Dias, brigado e rompido com o ministro Armando Monteiro, que o abrigou no PTB, não sabe que rumo partidário tomar. Já acenou para o PSB, PSDB e até o PSL, de Bivar, mas acabará caindo no canto da carochinha tucano.

 

A passos de tartaruga– Ao deixar vários bairros do Recife sem energia durante três dias e também no escuro algumas cidades do Interior, a Celpe deu demonstração, mais uma vez, que é uma empresa pouco operante e eficiente. A lentidão em momentos que deveria mostrar rapidez deixou o prefeito de São Lourenço da Mata, Gino Albanez (PSB), com os nervos à flor da pele. “Até ontem, várias localidades estavam sem energia. Estamos todos indignados”, disse o socialista.

PT quebra o País– O País de Dilma e do PT está crescendo feito rabo de cavalo, para baixo. A produção da indústria encerrou o ano de 2015 com queda acumulada de 8,3%, segundo dados divulgados, ontem, pelo IBGE.  Foi o maior recuo da série, iniciada em 2003. Na comparação com novembro, a atividade fabril sofreu redução de 0,7% e diante de dezembro do ano anterior, de 11,9%. No ano, entre todos os setores da indústria analisados pela pesquisa, o de veículos automotores, reboques e carrocerias registrou a maior queda, de 25,9%.

Soma em Toritama – Candidata à prefeita de Toritama, a tucana Lucinha Pereira, atual vice-prefeita, mas rompida com o prefeito Odon Ferreira (PSB), garante que já fez as contas e a adesão do ex-prefeito Flávio Lima (PSD), que deixou o município muito desgastado, é motivo de comemoração, tendo refletivo positivamente num grande segmento da população. “Eleição é soma e ele chegou para somar e está somando muito, porque tem um eleitorado cativo”, afirmou.

 

 

 

CURTAS 

CANDIDATO– Empresário bem-sucedido no Agreste, testado na vida pública como um dos mais eficientes auxiliares do prefeito de Caruaru, José Queiroz (PDT), Kiko Beltrão, atualmente filiado ao PTB e ligado ao ministro do Desenvolvimento, Armando Monteiro Neto, pensa em disputar um mandato de vereador na capital do forró. Um nome excepcional para melhorar o nível do parlamento caruaruense, que rasteja depois da prisão de dez vereadores.

O FAVORITO – Em Vertentes, o ex-prefeito Romero Leal (PSDB) não terá uma eleição tão tranquila e fácil como imagina. O fato novo no município, que tem deixado seus nervos abalados, é o empresário Nivaldo da Niran, candidato do DEM com o apoio de Ivaldo Figueroa, derrotado nas eleições passadas. O que se diz por lá é que dinheiro não é problema na campanha do democrata.

Perguntar não ofende: Por que quase 40% da população de Caruaru perdeu as esperanças nos políticos? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

ATÉ A JUMENTA TÁ NO MEIO.....\"Abracei e dei um beijo no rosto de Dirceu\", diz delator + Fernando Moura reiterou ao juiz Sérgio Moro a sua versão da indicação de Renato Duque para a Diretoria de Serviços da Petrobras. Desta vez, o delator disse que conversou sobre isso diretamente com José Dirceu e Silvio Pereira. Ao dar detalhes do episódio, Moura parece descrever cena de filme da máfia. \"Fique sabendo da nomeação de Renato Duque no dia em que foi nomeado\", conta. Ele diz que Dirceu o convidou para um jantar na casa de Roseana Sarney, no dia 1º de fevereiro de 2003. \"Quando cheguei, ele estava ao lado da piscina com cinco pessoas, o abracei e ele disse: \'Nomeei hoje o Duque\'. Eu aproveitei, o abracei e dei um beijo no rosto dele.\" Moura conta que participou de uma reunião na antessala do gabinete de Dirceu na Casa Civil, com a participação de José Eduardo Dutra, Luiz Gushiken, Delúbio Soares, Silvio Pereira e Dilma Rousseff. \"Foram analisados todos os nomes para cargos de diretoria na Petrobras.\"

marcos

Afinal de contas, LULA é ou não é LADRÃO???

Nehemias Fernandes Jaques

Bomba!!! Cunha ofereceu a aliados documentos contra Moro. O documento era um despacho em que Moro se declarava suspeito, em 2010, para ser o juiz de um inquérito contra Alberto Youssef, de iniciativa da PF, que investigaria o patrimônio do doleiro. O inquérito havia sido aberto a partir de uma declaração feita por Youssef anos antes, no caso Banestado. Moro declarou-se impedido por acreditar que a origem do inquérito estava ligada a uma discordância do acordo de delação firmado naquele caso — portanto, uma situação diferente da Lava-Jato. Trocando em miúdos, o que Cunha não sabe do Batman Moro, hein?

Nehemias Fernandes Jaques

ACABA DE SER MOSTRADO NA GLOBO: FLAGRANTE: LULA comendo a merenda dos estudantes de São Paulo!

Nehemias Fernandes Jaques

FMI e Banco Mundial afirmam que FHC quebrou o país. Dados do Banco Mundial e do FMI mostram que foi no governo de FHC que a renda per capita e o PIB caíram e a dívida pública líquida quase dobrou, o que esvazia argumentos de que governo atual está quebrando o país


Coluna do Blog
Publicidade

Publicidade

Publicidade

TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Opinião

Publicidade
Apoiadores
Parceiros