Blog do Magno 15 Milhões de Acessos

01/09


2006

Servidores derrotam Governo de PE no Supremo

Em 1996, o Governo de Pernambuco instituiu uma lei descontando 16% do salário dos servidores aposentados e militares da reserva, recolhidos para fazer o caixa do Ipsep. Dez anos depois, será obrigado a devolver tudo que tomou do servidor, porque o Supremo Tribunal Federal julgou abusiva e inconstitucional a lei. Ontem, saíram duas sentenças condenando o Governo a reembolsar de imediato cerca de R$ 500 mil a um grupo de militares. É a primeira leva. Vem mais derrotas por aí.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

01/09


2006

Burlando a lei

 Tem candidato proporcional que está distribuindo camisas para chuchu. Carlos Eduardo Cadoca, do PMDB, candidato à reeleição de federal, é um deles. Nas ruas do Recife, as pessoas contratadas para segurar suas bandeiras são identificadas com uma camisa de cor laranja e azul. Chama, ainda, atenção a palavra Juventude, grafada em destaque.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Quando solicitam que seja colocados o CNPJ impresso no produto, isso amarra o fornecedor, já é um grande avanço.

Principalmente em um país democrático de à Justiça Eleitoral que prá mim é rápida e competente, mais não teve esse entendimento correto.

Por entender que a Justiça Eleitoral errou, acho que camisas não faria mal a ninguém, principalmente porque as camisas promovendo os candidatos aqueceriam a indústria têxtil, e de brindes, como sempre fez. O cuidado com o controle das campanhas deveriam ser nos seus Caixas, e não no que compram.

Vamos ter o cuidado para não termos uma posição ridícula, já que a justiça foi contundente em não aceitar camisas que objetivamente faria divulgação do candidato com números, agora comentários sobre cor, pelo amor de Deus, daqui a pouco um descamisado vai ser preso. Pare e Pensem.

guilherme alves

Essa vampiragem cadoquiana é uma mina.


Abreu no Zap

01/09


2006

PI: oposição quer impugnar candidatura de governador

 Há quase 60 ações contra a candidatura de reeleição do governador Wellington Dias (PT), da coligação A Vitória da Força do Povo, encabeçada pelo PT, tramitando no Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI). O PSDB centra fogo contra uso da máquina pública e abuso de poder econômico nas eleições. O PMDB atua mais nas denúncias de mídia e propaganda eleitoral. O advogado do PSDB, Charles Max, confessou que o objetivo é, em caso de eleição de Wellington Dias, reunirem as ações e ingressarem com um pedido de impugnação de mandato eletivo.

 

Só da parte do PSDB foram mais de 40 ações. “A maioria é por abuso de poder econômico, uso da máquina pública, e outros. Estamos fiscalizando a administração pública. Tem ações no Tribunal de Contas, no Ministério Público Eleitoral, Ministério Público Estadual e na Procuradoria da República. Queremos fiscalizar para que a administração pública não participe do processo eleitoral”, frisou o advogado.

 

Charles Max disse que está esperando uma demanda de documentos de Brasília para ingressar com mais uma ação pedindo a cassação do registro de candidatura do governador. Neste caso, diz respeito ao convênio assinado entre o Governo do Estado e o Ministério da Saúde. As informações são da Agência Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


01/09


2006

Collor aparece pela primeira vez no horário eleitoral

O ex-presidente Fernando Collor de Mello apareceu nesta sexta-feira pela primeira vez no horário eleitoral gratuito na TV, como candidato ao Senado pelo PRTB. Ele disse que aceitou ser candidato, atendendo ao chamamento do povo e lideranças políticas do Estado.

O ex-presidente falou também da emoção do reencontro com a política e da sua fé em Deus. Collor disse que depois de tantos anos afastado da política - ele teve os direitos políticos cassados por oito anos - sua candidatura é uma espécie de ''desabafo''. Por fim, encerrou sua aparição de 50 segundos repedindo um velho chavão, usado na época da tramitação do processo de impeachment contra ele no Congresso: ''Não me deixem só''.

Em entrevista à imprensa, Collor assegurou que sua candidatura ao Senado é independente da disputa sucessória estadual, embora seu partido tenha lançado como candidato ao governo o advogado André Paiva, pelo PRTB. Ele declarou também que para a Presidência da República vota no presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

''O Lula é nordestino, conhece nossas raízes e nossas carências e tem agido rápido no atendimento aos pleitos do Nordeste. O outro candidato, eu falo do Alckmin (Geraldo), o que posso dizer é que está muito distante mesmo da região. Está na elite, se colocar o Alckmin solto no Nordeste o povo vai pensar que é um extraterrestre'', comentou o ex-presidente. Com informações da Agência Estado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

josé arnaldo amaral

Lula & Collor. Era a praga faltante. Reage Brasil !!! 45 nelles!!!

guilherme alves

É refrão de samba: Não me deixe só.............

Drácula

COLLOR TÁ CERTO..... VOTA AGORA E CASSA DEPOIS.....HUAHUAHUAHUAHUA...

irania Olivia Benicio

qua, qua, qua, qua, qua, idiotas!

Paulin de Caruaru.

Elementar o Collor votar no Lula.É uma questão de empatia cleptomaniaca.



01/09


2006

Mordaça na Imprensa: jornal é censurado em Cuiabá

 O jornal Folha do Estado, de Cuiabá, está impedido de publicar matérias que vinculem o nome do senador Antero Paes de Barros (PSDB), candidato ao Governo do Estado, à máfia das sanguessugas, enquanto o TRE-MT não julgar a ação movida pelo PSDB contra o veículo de comunicação.

O advogado da empresa, Alex Ferreira, afirma que o TRE-MT não está cumprindo os prazos processuais. A defesa foi protocolada dentro do prazo e, de acordo com Ferreira, a sentença deveria ter sido proferida no máximo, até quarta-feira, dia 30 de agosto.

O processo está parado e não tem prazo para o mérito da ação seja julgado. A Associação Nacional de Jornais (ANJ) emitiu uma nota de repúdio, assinada pelo presidente, Nelson P. Sirotsky, protestando contra a decisão do juiz auxiliar Gilberto Vilarindo, do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso, de conceder liminar à ação movida pelo senador.

"Lamentavelmente está se tornando rotina a concessão de liminares pela Justiça Eleitoral, acionada por políticos e candidatos, que proíbem os meios de comunicação de divulgarem informações à população. A decisão do juiz de Mato Grosso é mais um caso evidente e condenável de censura prévia, em total desrespeito à Constituição do país. A ANJ espera que a liminar seja revogada pela própria Justiça, mas que denuncia que foram causados prejuízos à população, que tem o direito de receber informações", diz o comunicado.

O juiz auxiliar de propaganda do TRE-MT Gilberto Vilarindo concedeu parcialmente liminar no dia 25 de agosto contra o jornal Folha do Estado assegurando ao PSDB o direito à não veiculação, pelo veiculo de comunicação, de matérias que envolvem o candidato ao governo Antero Paes de Barros com a máfia das sanguessugas. As informações são do portal Terra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Carlos-Serra Talhada

Reproduzir essa matéria do Noblat é uma boa para o Magno colocar no Blog...coloca a matéria no blog Magno...

guilherme alves

Tá no Noblat desta data. A imprensa pernambucana usa a mordaça( auto), ou seja, não dá um pio sobre o caso Asa Branca. Segundo o Noblat(é só conferir), é tema para reportagem investigativa. Porém, é um silêncio sepulcral. Houve negligência da direção do Banco - não é uma forma de vampiragem?

Raimundo Eleno dos Santos

Venho dizendo aqui neste Blog que há juízes que são políticos e políticos que são juízes. Acresço mais um: o que quer aparecer. Tem elementos que não podem ver uma kodak ou um holofote.

Lamentavelmente é assim que tratam os parlamentares do PSDB, quando estão comprovadamente no meio da lama. Tenham paciência jornalistas, o dia 01/10/06 vem aí.


Banco de Alimentos

01/09


2006

Serra: "Lula está em órbita"

 O candidato do PSDB ao governo de São Paulo, José Serra, ironizou, nesta sexta-feira, as declarações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que disse ontem que somente ''fatores extraterrestres'' o impediriam de cumprir suas promessas.

''Dá a impressão que o presidente está em órbita'', disse Serra sorrindo durante visita à cidade de Itu. Lula afirmou ontem que iria ''fazer tudo o que o país precisa''. ''Se a gente não cumprir é porque houve fatores extraterrestres que nos impediram.''

Segundo o tucano, a frase de Lula é mais uma ''originalidade'' do petista. ''É a primeira vez que eu vejo o fator extraterrestre na política brasileira. É uma originalidade, entre as outras do Lula.'' As informações são da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

S. C. B. M.

O LULA LA JÁ FOI METAMORFOSE, COM CERTEZA VIROU BORBOLETA, JÁ SE JULGOU A JESUS, AGORA É EXTRATERRESTRE O APROXIMO FAZE SERÁ O ETE DE VARGINHA.ETE TEM CABELO ??

josé arnaldo amaral

O MULLA domina a órbita da vampiragem.45 nelles!!!

Paulin de Caruaru.

Ainda bem que o Serra não entrou nesta cilada do PT e não entregou o governo de São Paulo ao Sr.Mercadante.

guilherme alves

Ambos em órbita. O Serra prometeu não renunciar o cargo de prefeito e o fez. Promessa de politíco não tem avalista.



01/09


2006

De sapato alto, Lula debocha da Imprensa

 O jornal O Globo, do Rio da Janeiro, fez um protesto inédito e inteligente, hoje. Agendado para uma entrevista, ontem, ao veículo, o presidente Lula não compareceu. Reunidos, os editores tomaram uma decisão: publicaram uma página inteira com toda as perguntas que fariam ao presidente furão. Qual a opinião sua, meu caro leitor: Lula está de sapato alto? Lula desrespeita o chamado Quarto Poder? Lula debocha da Imprensa porque as pesquisas deixam ele numa posição confortável. O jornal acertou ao publicar as perguntas que faria ao convidado? Deixe abaixo a sua opinião.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

josé arnaldo amaral

O mulla teme à imprensa tal como sua vampiragem à estaca de peroba. E sua fraude não vencerá a Nação consciente. 45 nelles!!!

Drácula

MUITA PERGUNTA JUNTA.....O "CÉLEBRIO" DE SUA MAJESTADE BARBUDA, NÃO IRIA CONSEGUIR PROCESSAR TANTA INFORMAÇÃO.....DEVOLVAM O SAPO PARA O ABCCCCCCCCCCCCC!!!

Joao Paulo Mendonça

Talvez ele tivesse compromisso como presidente de manhã cedo e nao pudesse dormir tarde.... heuheuhe

Paulin de Caruaru.

Não foi porque não resiste a cinco minutos de conversa com gente bem informada fazendo réplicas e tréplicas.Ia ser massacrado como no JN.

Primeiro seria bom saber porque o presidente e futo presidente não foi. Uma vez constatado o sapato alto entendo que foi sapato alto achei de bom tom tomar essa providência, pois respeito é bom e tem que existir. Sou Lula até morrer.


Jornao O Poder

01/09


2006

Salve-se quem puder

 O leitor Guilherme Alves, que tem feito intervenções oportunas e inteligentes neste blog, levantou, há pouco, entre os comentários postados na matéria dos 720 mil acessos, uma questão que merece desdobramentos.

Disse ele que, nas andanças pelo Agreste, constatou uma febre do lulismo e que, deputado que queira assegurar seu mandato, sendo inteligente, não deve sequer citar o nome do candidato tucano ao Planalto, Geraldo Alckmin.

Meu caro Guilherme, isso vem sendo seguido rigorosamente ao pé da letra por todos os candidatos que não estão no palanque de Lula, a começar pelos majoritários. Imagine, agora, se deputado, vai pedir voto para Alckmin num Estado em que Lula virou um mito?

Não vai mesmo! Aliás, só conheço um que tem feito referências e até aparecido em propaganda nos jornais: Bruno Araújo. Este aparece até em foto com o tucano. Desculpe, lembrei de outro: Carlos Batata, que até colocou um som  pelas ruas de Garanhuns estampando um adesivo de Alckmin.

Esta, meu caro Guilherme, é a política do oportunismo e do salve-se quem puder. Paciência!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Allan

CUIDADO VOCÊ TBM MAGNO PRA NÃO FALAR MTO EM ALKMIN E PERDER OS SEUS LEITORES, JA QUE LULA VIROU MITO POR AQUI

Allan

QUE BOM FELIPE QUE ACHEI VOCÊ TAMBÉM PRA VER QUE MAGNO BABA MENDONÇA.

Obrigado pelo imbecil, vejo que temos algo em comum!

Magno, isso deve ser alguém da concorrência com inveja. Eu tenho sou do ramo e já dei a resposta para esse imbecil.

Digo logo a voce... Se eu continuar percebendo uma babação por Merdoncinha, vou tirar mais da metade de suas visitas em Setembro.. Só nao me pergunte como...



01/09


2006

Empresário é libertado no Ceará

O empresário Ricardo Rolim, um dos donos do Grupo C. Rolim, seqüestrado há algumas semanas, acaba de ser libertado pela Polícia do Ceará em operação coordenada pessoalmente pelo superintendente da Polícia Civil, José Nival Freire e, pelos delegados Andrade Júnior e Francisco Crisóstomo. 
 
Neste momento o empresário Ricardo Rolim está sendo trazido para Fortaleza em um helicóptero do CIOPAER. Após investigações realizadas em todo o Estado, foram presos três dos seqüestradores que acabaram levando a polícia ao local do cativeiro. Ricardo estava acorrentado em uma gruta no município de Itapipoca quando a polícia chegou ao local. Não houve pagamento de resgate. 

Agora, dos 14 casos de seqüestro este ano no Ceará 11 estão solucionados e nenhum dos seqüestrados está em cativeiro. As informações são do portal Ceará Agora.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Graças a Deus mais um fim de sequestro sem final trágico. Não podemos mais tolerar esses fatos passivamente, quando capturármos ladrões e constatar-mos que são sequestradores, o destino deles deveriam ser prisão perpetua sem muito protocolo.