25/09


2006

O blog errou

Errei e peço desculpas ao desembargador Bartolomeu Bueno. De fato, a frase transcrita no seu despacho não é de sua autoria, mas do presidente Lula em comício na cidade de Caruaru e que estava sendo usada no guia eleitoral do candidato ao Senado, Luciano Siqueira. Bueno apenas transcreveu a frase. A pressa é inimiga da perfeição.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Ruan Rodrigues

Humildade... Isso chama-se medo de levar um acocho de desembargador. Esse é o Magdo, sempre a notícia precisa e checada. Responsabilidade jornalística é com ele mesmo, né?

Magno, parabéns pela humildade. É que essen linguajar jurídico confunde mesmo. Eu também, quando li, entendi que era ele - o desembargador - que estava chamando Humberto de companheiro.

Raimundo Eleno dos Santos

Humildade também conta ponto. Isso é ótimo.


O Jornal do Poder

25/09


2006

Em queda, Lula já admite ir ao debate da TV Globo

 Na última semana de campanha, o presidente-candidato Luiz Inácio Lula da Silva decidiu ocupar espaços de rádio e TV com audiência popular, num esforço para manter a vantagem que as pesquisas ainda lhe conferem para ser reeleito no primeiro turno, apesar da chamada "crise do dossiê."

Depois de falar nesta segunda-feira para três emissoras de rádio do Rio e São Paulo, Lula dará entrevista quarta-feira ao vivo para a TV Record, da Igreja Universal do Reino de Deus. No dia seguinte, dará nova entrevista para emissoras rádio do Nordeste, e pode até participar do debate com os candidatos que a TV Globo transmite na noite de quinta-feira.

"Estamos tentando ocupar todos os espaços possíveis para equilibrar o noticiário negativo em torno do dossiê", disse um dos coordenadores da campanha de Lula. "Se necessário, Lula vai também ao debate, mas só vai decidir sobre isso na véspera ou até mesmo no dia do programa." As informações são do portal Terra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Paulin de Caruaru.

Olho vivo.Todo cuidado essa semana é pouco.Várias trackins telefônicos continuam mostrando queda do Lula.Esse pessoal é capaz de tudo.Todo cuidado é pouco.

Severino Isidoro Fernandes Guedes

Se preocupa não seu Inojosa, se sua turma do PFL-PSDB voltar ao poder além dos pobres voltarem para seu lugar a corrupção vai acabar: a PF volta a ser uma polícia de Eatado e vão arrumar algum engavetador geral para arquivar as lambanças tucano-pefelistas.

É Lula lá, Eduardo aqui e o povo top-top! Vai quebrar o Estado de Pernambuco outra vêz.

jamais esquece os justos. É Lula lá e Eduardo cá.

Lula, não vamos deixar que o pretenso escândalo do dossiê deixe a sua coordenação desestabilizada, vamos célere rumo à vitória no primeiro turno, o povo é quem tem que ser focado, e isso você sabe fazer. Se decidires ir ao debate, vá e peça a proteção de Deus, para que lhe acompanhe, pois Deus


Abreu no Zap

25/09


2006

Ministério Público decide não investigar Robalinho

A Procuradoria da República no Distrito Federal não vai investigar a suposta ligação do governo Jarbas Vasconcelos com a máfia dos vampiros. Na semana passada, deputados estaduais e federais ligados a Humberto Costa protocolaram o pedido de investigação em Brasília. Mas hoje, o procurador Gustavo Pessanha disse que “não há fatos concretos” que apontem a ligação entre Jarbas e os crimes cometidos pela máfia dos vampiros.

Segundo o procurador, os trabalhos de investigação terão que ser feitos pelo Ministério Público em Pernambuco. “Os trabalhos não são da nossa atribuição. Vai haver desdobramentos da investigação em Pernambuco”, disse o procurador.

Os parlamentares ligados a Humberto alegam que, no mesmo inquérito no qual o candidato foi indiciado, vários depoimentos citam o nome do ex-secretário de Saúde, Guilherme Robalinho, por envolvimento com Jaisler Jabour - que chegou a ser preso e apontado como líder do “esquema do sangue”. Segundo os deputados, Jabour teria patrocinado campanhas políticas, por intermédio do ex-secretário Robalinho.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Que seja feita a vontade das urnas. Isso é democracia.

José Carlos-Serra Talhada

Inojosa, Não quero te contrariar por conta de sua idade, quem vai se encarregar disso são as Urnas

Severino Isidoro Fernandes Guedes

A turma do PSDB-PFL é muito competente. Sabe roubar sem deixar rastro. E quando deixa tem uma PF chapa branca e um engavetador geral da República para arquivar suas lambanças.

Severino Isidoro Fernandes Guedes

Tem uma saída rápida pra investigar Robalinho, Serra & Cia. Ltda.: filiá-los ao PT. Ou então tem outra saída pra não se investigar mais nada, botar a turma do PSDB-PFL de novo no poder: pronto acabou a corrupção. PF aprelho de Estado e MP amordaçado.

Todo dia o Serra Talhada acorda e vai ler seu jornal para ver se descobre alguma falcatrua do Jarbas ou do Mendinçinha. E para seu desespero nada acontece. Isso ele faz a 8 anos. O pior é que todo dia tem o seu PT nas páginas policiais. Vai acabar num psiquiatra.



25/09


2006

Gravações: suposto empresário blefa com testemunha

Não passou de um blefe a informação de que o empresário Saulo Batista, que denunciou o presidente do PSB de Pernambuco, Milton Coelho, por pedido de propina, iria apresentar, hoje, uma testemunha ligada ao PSB. Na entrevista aos jornalistas, que convocou com essa finalidade, há pouco, disse que foi aconselhado pelo Ministério Público a apresentar a testemunha posteriormente.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Flavio Campos Neto

Esse caso já rendeu o que tinha que render.... Agora todos já sabem quem é esse Saulo... Pilantra de marca maior, expulso do PCdoB e do PSDB. Ele já teve o que queria, atenção da imprensa. Cabe a imprensa ser mais responsavel e apurar com mais afinco os fatos antes de publicar qualquer noticia...

Quem vai testemunhar um escroto desse. A não ser que seja testemunha falsa.



25/09


2006

Procurador diz que Humberto sabia da máfia

O procurador Gustavo Pessanha, que hoje decidiu indiciar o ex-ministro Humberto Costa por envolvimento na máfia dos vampiros, disse que o candidato petista tinha conhecimento e dava respaldo aos funcionários do Ministério da Saúde para praticarem atos de corrupção na compra de remédios e hemoderivados. Segundo a repórter do blog Ana Silveira, que acompanhou a entrevista coletiva do procurador em Brasília, Pessanha disse que o Ministério Público não encontrou indícios de que Humberto teria recebido propina da máfia, mas enfatizou que os funcionários atuavam nas fraudes com o aval do candidato.

''Ele participava, tinha conhecimento e dava respaldo aos atos de corrupção. As provas não comprovam recebimento de dinheiro. Mas que ele dava respaldo, isso nós temos certeza'', afirmou Pessanha.

O procurador também denunciou diversos funcionários do Ministério da Saúde no período de Humberto Costa, entre eles o ''homem de confiança'' do ex-ministro: Luiz Cláudio Gomes da Silva, ex-coordenador de recursos logísticos do Ministério. ''O ministro permitia que o Cláudio ultrapassasse superiores hierárquicos para despachar diretamente com ele. Tudo isso dentro do esquema das fraudes'', afirmou o procurador.

Pessanha também rebateu os argumentos apresentados por Humberto de que ele, como ex-ministro, não poderia estar envolvido nas irregularidades porque foi o primeiro a solicitar as investigações sobre a máfia dos vampiros à Polícia Federal. ''Essa é a tese mais fraca. Ele fez isso porque não tinha outra alternativa. Se não fizesse, teria problemas'', criticou.

O procurador enviou à denúncia ao juiz Ricardo Augusto Soares Mendes, da 10a. Vara da Justiça Federal. Se o juiz acatar a denúncia, Humberto terá que se explicar à Justiça - uma vez que foi indiciado por corrupção passiva e formação de quadrilha.

Gustavo Pessanha disse que não decidiu denunciar o ex-ministro por motivações políticas, mesmo estando a menos de uma semana das eleições. Seundo ele, o prazo para enviar a denúncia termina hoje e deveria ser cumprido.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Carlos-Serra Talhada

Ivan, Não acredito que vc não sabia do Filho do Robalinho?

IVAN INÁCIO DE OLIVEIRA

HÁ UM FORTE CHEIRO DE FORMAÇÃO DE QUADRILHA, QUANDO SE SABE QUE O FILHO DE GUILHERME ROBALINHO TRABALHA NUMA SALA AO LADO DA DE GUSTATAVO PESSANHA. PARA QUE A ÉTICA PREVALECESSE ELE DEVERIA SE JULGAR INCOMPETENTE. NO MÍNIMO O FILHO DE ROBALINHA TRABALHOU NA PEÇA.

Não tem como escapar: "formação de quadrilha". Está evidente nas , falta apurar o caso sangue-suga.

Allan

POIS É..UMA ALEGAÇÃO INSUSTENTÁVEL

Allan

POIS É..UMA ALEGAÇÃO INSUSTENTÁVEL


Banco de Alimentos

25/09


2006

O blog mata a cobra e mostra o pau

Aos leitores que postaram comentários suspeitando da minha informação sobre o posicionamento do desembargador Bartolomeu Bueno, em matéria postada abaixo, transcrevo a seguir a íntegra do seu despacho. As referências ao companheiro Humberto Costa estão em negrito. Segue:

Despacho 

24/09/2006

RELATÓRIO

Trata-se de Representação com pedido liminar proposta pela COLIGAÇÃO
UNIÃO POR PERNAMBUCO, JOSÉ MENDONÇA FILHO e JARBAS VASCONCELOS em face
da COLIGAÇÃO MELHOR PARA PERNAMBUCO, LUCIANO SIQUEIRA e HUMBERTO COSTA,
alegando, em síntese, a Coligação Representada, no dia 21 de setembro de
2006, no guia eleitoral da televisão, à noite, destinado ao candidato a
Senador representado, veiculou propaganda irregular, ao exibir cena do
candidato a reeleição para presidente fazendo publicidade explícita do
postulante ao Governo Humberto Costa.

Os Representados juntam mídia com o conteúdo da propaganda impugnada,
constando ainda na petição a sua degravação cujo conteúdo abaixo
transcrevo:

''Por isso, Humberto, não se deixe perturbar, não se deixe perturbar
pelas acusações. Eu sou testemunha que foi esse companheiro que mandou
uma carta pedindo para a Polícia Federal investigar os sanguessugas.''

Aduzem os representantes que ''não seria de se reprovar a veiculação, se
ela não estivesse no horário indevido, o horário reservado a Senador''.

Sustentam que há violação às disposições expressas do art. 47 da lei nº
9.504/97 e também ao art. 23 da lei nº 22.261/06.

Transcrevem decisões do Tribunal Superior Eleitoral entendendo que a lei
veda a invasão de horário, mesmo entre candidatos majoritários de uma
mesma coligação.

Pedem concessão de medida liminar para suspender a exibição de
propaganda do candidato Humberto Costa no programa ou nas inserções do
candidato Luciano Siqueira, especialmente com o mesmo teor da veiculada
na data e horário mencionados.

No mérito, requerem a proibição, em definitivo, de tal propaganda e a
determinação da perda de tempo no horário da propaganda do candidato
Humberto Costa, equivalente ao tempo em que foi feita sua propaganda no
horário do candidato Luciano Siqueira.

É o relatório.

DECISÃO

Aprecio a liminar requerida.

O caso em tela traz a discussão se a conduta dos Representados configura
violação aos arts. 47 da Lei nº 9.504/97 e 23 da Resolução nº 22.261/06
do TSE .

Com relação à aplicabilidade do art. 23 da Resolução nº 22.261, em caso
de participação de candidato a Governador no horário destinado à
propaganda para a candidatura ao Senado Federal, ressalvo meu
posicionamento no sentido de que a norma só prevê proibições para
relações entre candidatos majoritários e proporcionais, não sendo certo,
através de analogia, ampliar o alcance da norma, para restringir a
participação de um majoritário na propaganda eleitoral gratuita de outro
candidato a cargo majoritário.

No entanto, seguindo o posicionamento do Pleno deste Tribunal, que
entende ser possível a incidência do referido dispositivo quando se está
diante de duas candidaturas majoritárias, observo, no caso em tela, que
as referências de apoio feitas ao candidato a Governador Humberto Costa,
na propaganda eleitoral destinada ao postulante ao cargo de Senador
Luciano Siqueira, não podem ser enquadradas no termo ''acessório'' contido
no permissivo legal.

Ora, o horário gratuito eleitoral pertence ao candidato a Senador
Luciano Siqueira, sendo lícito que apenas ele, utilizando o seu espaço
que lhe é destinado, demonstre apoio político ao candidato a Governador
Humberto Costa.

Não se pode conceber que o Presidente Lula, candidato estranho à eleição
estadual, faça propaganda em proveito de candidato ao Governo, dentro do
horário que é destinado ao candidato a Senador.

Há uma verdadeira desvirtuação na utilização do horário gratuito
eleitoral em questão, posto que Luciano Siqueira, durante o tempo em que
Lula elogiou Humberto, foi totalmente excluído da sua própria
propaganda.

Nesse contexto, vislumbro que a conduta dos Representados também vai de
encontro ao estatuído no art. 47 da Lei das Eleições, que dividiu, por
cargos eletivos postulados, os horários de participação no guia
eleitoral gratuito.

Feitas essas considerações, observo, ao menos neste juízo liminar,
invasão do candidato a Governador Humberto Costa no espaço destinado à
candidatura para Senador, pelo que verifico presente a fumaça do bom
direito dos Representantes.

Há a necessidade de suspensão da propaganda irregular, ora afrontada,
tendo em vista que a publicidade em prol de Humberto Costa, veiculada em
horário que não lhe é próprio, causa desequilíbrio na campanha
eleitoral, prejudicando os demais candidatos ao Governo de Pernambuco.

Assim, verificando presentes os requisitos essenciais que autorizam a
sua concessão, DEFIRO PARCIALMENTE o pedido liminar pleiteado, para
determinar a suspensão e a veiculação, no guia eleitoral de Luciano
Siqueira, de propaganda eleitoral, onde apareça Lula fazendo campanha em
benefício do candidato a Governador Humberto Costa.

Notifique-se os Representados e a emissora de televisão geradora do guia
eleitoral para imediato cumprimento.

Publique-se.

Recife, 24 de setembro de 2006

DES. BARTOLOMEU BUENO


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Carlos-Serra Talhada

O cara tem que matar a cobra e mostrar a cobra, e não o pau, pois só mostrar o pau pode não ter matado a cobra

José Carlos-Serra Talhada

Tem gente conversando demais e o Magno pode não gostar, amanhã aperece gente sensurado ou como ele diz: Inabilitado

IVAN INÁCIO DE OLIVEIRA

A JUSTIÇA BURGUESA MOSTRA SUA CARA, COMO INSTITUIÇÃO APODRECIDA. NÃO BASTA JUIZES E DESEMBARGADORES MERCADORES DE SENTENÇA. ESTA DECISÃO É INUSITADA, DECISÃO COMO ESTA INFLUI NA ELEIÇÃO E ESTE SR. , TENTA INFLUIR NO RESULTADO DE PE, É EVIDENTE Q POR TRÁS DISTO HÁ FORTE CHEIRO DE TRÁFICO DE INFLUÊNCI

Ruan Rodrigues

Na ânsia de mostrar o pau, o blogueiro mostrou foi a barriga. Resta agora dizer onde ele escondeu a cobra que disse ter matado.

Raimundo Eleno dos Santos

Acabo de rever letra por letra do conteúdo do relatório. Pormenorizadamente verifiquei que se trata de uma alocução feita por Lula, o Condor da América. Magno vc deve desculpas pela volúpia de querer chegar primeiro.Vc fez uma barriga.O Bueno não vai achar nada bem. Te cuida!



25/09


2006

André: "Nada temos a ver com as gravações"

Uma comissão de líderes da União por Pernambuco esteve, hoje à tarde, com o corregedor do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), desembargador Carlos Moraes, para dar entrada em um pedido de ação de investigação judicial eleitoral contra o PSB, o dirigente regional socialista Milton Coelho, e o candidato a governador pelo partido, Eduardo Campos.

''Nós queremos uma apuração “rigorosa e rápida” acerca das graves denúncias envolvendo o PSB, seu presidente e seu candidato majoritário'', disse o presidente do PFL, André de Paula. O documento solicita, ainda, a abertura de investigação dos fatos, apontando os culpados, além de apuração rigorosa dos indícios de abuso de poder político e econômico, tráfico de influência para aprovação de projetos em estatais e indícios de pagamento de propina.

Confirmadas as denúncias e apontados os culpados, a União por Pernambuco pede a cassação de registro de candidaturas dos envolvidos. Paralelamente, na justiça comum, os advogados da aliança já preparam uma ação judicial por calúnia, injúria e difamação, contra o candidato do PSB que acusou diretamente lideranças da União de participação no episódio.

 “Aqui, estamos diante da gravidade dos fatos denunciados na Imprensa. Queremos, o mais rápido possível, a confirmação de que nós da União por Pernambuco nada temos a ver com mais este triste episódio envolvendo a política do nosso Estado. Queremos investigação dos fatos”, disse André de Paula.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Severino Isidoro Fernandes Guedes

Apurar que fatos? Fatos denunciados por um delinquente de quinta categoria a serviço da União (para a desgraça) de Pernambuco? O perfil da direita é esse mesmo, mentir, caluniar, difamar e fazer tudo o tipo de sujeira para ficar no poder.

Tiago

TEM QUE FAZER ISSO MESMO E ESSE PESOAL DE DUDU DEVE TA DESESPERADO DOM OS FATOS ELES ESTÃO SEM SAIDANÕ CONSEGUEM EXPLICAR OS FATOS.


Jornao O Poder

25/09


2006

Desembargador chama Humberto de "companheiro"

O desembargador Bartolomeu Bueno, que concedeu liminar a coligação do candidato a governador de Pernambuco pelo PFL, Mendonça Filho, suspendendo a aparição de Lula no guia de Humberto Costa na tevê, encerra o texto da sua decisão desta forma: "Por isso, Humberto, não se deixe perturbar, não se deixe perturbar pelas acusações. Eu sou testemunha que foi esse companheiro que mandou uma carta pedindo para a Polícia Federal investigar os sanguessugas." O Estranho é que essa decisão tenha sido dada no domingo, não?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Carlos-Serra Talhada

Eita inojosa chato da porra, esse Cara tem o Perfil de uns 70 anos de idade,cuidado para não contraria-lo ele pode sofrer do coração,cuidado Allan o Geriatra dele pode está de férias

Deixa de ser rídiculo Allan. VAI GOSTAR DE CORRUPTO EM OUTRO PLANETA.

Allan

ORA MERDA...MAGNO TU NUM FALA DO ROUBO DE JOSE MENDONÇA E EMNDOCINHA AO BANCO DO NORDESTE...ESSES 500 MILHOES DEVEM É ESTARE SENDO USADOS NA CAMPANHA DELES...

José Rodrigues da Silva

... bueno si fue comosi relata, qui mierda Bueno!!!

Raimundo Eleno dos Santos

Magno, me desculpe. Mas essa notícia tem que ser investigada mesmo. Isso dará até no noticiário nacional ou até injternacional. É bom ter certeza. Se foi sso mesmo, é a afirmação do que venho dizendo: NO JUDICIÁRIO HÁ JUÍZES QUE SÃO POLÍTICOS E POLITICOS QUE SÃO JUÍZES



25/09


2006

Humberto diz que já esperava denúncia de procurador

O ex-ministro e candidato a governador de Pernambuco pelo PT, Humberto Costa, disse, há pouco, que recebeu com serenidade e naturalidade a informação de que o procurador Gustavo Pessanha havia oferecido a denúncia contra ele na justiça por envolvimento com a máfia dos vampiros. Afirmou que já estava esperando a decisão, por ser uma tradição do MP acatar investigações da Polícia Federal.

Humberto só achou estranho, conforme afirmou, o fato de outras pessoas citadas no inquérito, como o ex-secretário de Saúde do Governo de Pernambuco, Guilherme Robalinho, também não terem sido incluídas na denúncia oferecida pelo procurador.

O ex-ministro, que neste momento faz uma carreata no Cabo, disse, ainda, que a denúncia tem forte conotação política e eleitoral, pois, segundo ele, se dá na última semana da campanha e às vésperas do debate entre os candidatos a governador de Pernambuco pela TV-Globo.

Ele disse que, diante da posição do procurador, só lhe restava a defesa na esfera da justiça federal. ''Estou tranquilo e sereno. Sei que tudo isso não passa de manipulação política'', afirmou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

LLAN A MAIOR CORRUPÇÃO DO PLANETA É PATROCINADO PELO PT E SEUS ALIADOS. JARBAS E MENDONÇA GOVERNARAM O ESTADO POR 8 ANOS E NENHUM CASO DE POSSÍVEL CORRUPÇÃO. JÁ O TEU PT...

Allan

QUERO VER O CÃO, O VAMPIRO, A SACOLINHA...A PESTE MAIS EU E +DE 50% DE PERNAMBUCO QUER VER ESSES AUTORITÁRIO IMBECIS FORA!!!!!!!!

Allan

ESSA VONTADE NÃO É SO MINHA É DE 52% DOS ELEITORES PENAMBUCANOS TIRANDO OS 1% DE CLOVIS, LUIZ VIDAL E ETC

Allan

MEUS CAROS,, NÃO SOU MILITANTE NÃO...SOU UM ELEITOR DE EDUARDO OU HUMBERTO..QUE NÃO QUER VER DE JEITO NENHUM ESSA GANGUE DE JARBAS E MENDONÇA E JOSÉ MENDONÇA AI POR 12 ANOS...

Raimundo Eleno dos Santos

Denunciação caluniosa é crime. Se a decisão dos votos da população em favor de quem quer que seja, se for desvirtuada em função de uma denúincia cavilosa, o elemento denunciante deve perder o cargo e ser exacrado em praça pública, a bem do serviço do Estado/Sociedade.