Jaboatão

12/09


2006

Alckmin sofre a primeira baixa da campanha

Divergências internas causaram a primeira baixa no comando da campanha do tucano Geraldo Alckmin à Presidência. Embora continue a ocupar formalmente a função, o coordenador da campanha em São Paulo, José Henrique Reis Lobo, renunciou a qualquer poder de decisão por discordar do tom mais agressivo na TV, que deverá ganhar também as ruas.

 

Com o aval do candidato, uma coordenação paralela foi instalada no diretório estadual do PSDB, e composta por tucanos mais incendiários, como João Câmara e Tião Farias.A decisão nasce da incompatibilidade entre a estratégia da campanha de Alckmin e a de José Serra ao governo do Estado, também coordenada por Lobo. Sob pressão dos tucanos mais inflamados, Lobo se negou, por exemplo, a confeccionar panfletos associando o presidente Luiz Inácio Lula da Silva à corrupção.

 

Lobo também criticou o tom adotado no programa de TV do ex-governador. E, após ter sido contrariado pela cobrança de tucanos, entregou a coordenação na quarta-feira. A pedido do partido, ele só permaneceu no cargo para que não seja passada impressão de racha entre Alckmin e Serra. As informações são da Folha de S. Paulo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Drácula

PÔ SEVERINO.. POUPA A GENTE VAI...PODE COMENTAR À VONTADE...FAÇA A SUA PARTE.... MAS DAÍ CHAMAR LULA DE PRESIDENTE OPERÁRIO... É DEMAIS... O CARA NÃO TRABALHA SEVERINO... HÁ MAIS DE 20 ANOS......E AINDA GANHA PRA NÃO FAZER NADA SÔ......ISSO É QUASE COMO ALCANÇAR O NIRVANA SÔ....

Severino Isidoro Fernandes Guedes

O tucanato já percebeu que não ganha de jeito nenhum, agora quer partir para a baixaria explicita contra Lula. Só não não perceberam que com isso vão perder ainda mais feio para o presidente operário, pois o povo quer ver propostas, não luta-livre.

Drácula

E O SÉRGIO GUERRA HEIM???? NÃO ESTARIA NA HORA DELE SE RECOLHER AO SEU HARAS.......????........

guilherme alves

Se instalou a dicotomia na campanha tucana. O Geraldo deseja sangue e campanha violenta, Serra, peremptoriamente, como frisa os jornais de São Paulo, pede uma campanha sem esses subterfúgios ao critacar a forma alckminiana que Mercadante faz a sua campanha.Quem perde baixa o nível.

O Brasil todo já sabe que Serra não engole Alckmin, principalmente a forma que foi escolhido para disputar a eleição ao palácio do planalto. Agora é só confusão. É Lula lá e Eduardo cá.


PREF DE OLINDA DESAFIOS DA PANDEMIA 21

12/09


2006

MST freia invasões para favorecer campanha de Lula

Para não correr o risco de prejudicar a campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, que lidera com folga a corrida presidencial, o Movimento dos Sem-Terra (MST) pisou no freio das invasões em todo o País. De acordo com números do próprio movimento, nos quatro primeiros meses deste ano, foram realizadas 134 ações em 21 Estados. Nos quatro meses seguintes, coincidindo com o período de campanha eleitoral, o número de invasões despencou - de maio a agosto foram apenas 46 em 11 Estados.

Antes do período eleitoral, o MST não se poupou de praticar ações de grande repercussão negativa, como a destruição do centro de pesquisas florestais da Aracruz Celulose, em Barra do Ribeiro, no Rio Grande do Sul. O mês de abril foi marcado por uma onda de invasões de prédios e fazendas, bloqueios de rodovias e ocupação de pedágios. Como bom aliado, assim que as pesquisas apontaram o favoritismo do presidente, o movimento recolheu sua massa de frente, a militância que organiza as ações. Vários líderes estão engajados na campanha do PT.

Em julho, foram registradas 12 invasões e, em agosto, apenas 7, todas elas pontuais, realizadas para atender a circunstâncias locais. Na última ação, na quarta-feira da semana passada, quando 200 sem-terra invadiram a sede do Instituto de Terras do Estado de São Paulo (Itesp), em Presidente Prudente, o coordenador José Aparecido Maia pediu cuidado aos militantes: ''Não quebrem, não estraguem nada.'' As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Pedro Araújo

Quem não lembra da eleição passada? esses baderneiros fizeram a mesma coisa, pena é não ter polícia para sentar-lhes o cacetete. Lugar de bandidos é atrás das grades, se quiserem podem levar Alí-babá junto.

josé arnaldo amaral

O aparelhamento dos movimentos e organizações sociais pelo MULLA/PT/CATERVA às custas do dinheiro do Povo, institucionaliza a política da pelegagem nesses setores. Está tudo dominado pelo governo dos vampssugas. 45 nelles !!!

Fabio Henrique Cavalcanti Pedrosa

A quadrilha petista combinou com a quadrilha do MST essa trégua nas invasões. Só um idiota não enxerga isso.

Drácula

COMBINARAM ISSO COM O DOIDINHO DO BRUNO MARANHÃO??????

Paulin de Caruaru.

o MST faz o contrário do PCC.


Ipojuca 2021

12/09


2006

Lula diz que trabalhou “até o limite da lei” para ter o PMDB

Em comício realizado em um centro de eventos, em Goiânia, onde recebeu apoio de parte do PMDB para sua campanha à reeleição, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou ontem à noite que atuou até o limite da lei para tentar fechar uma coligação formal com o partido, que acabou não se concretizando.


''Trabalhei para isso até o limite do possível permitido pela lei'', afirmou Lula a cerca de 4.500 simpatizantes do PMDB, em Goiânia. No ato, o petista recebeu apoios de 46 prefeitos do Estado, 220 ex-prefeitos e em torno de 200 pastores evangélicos, além do senador Maguito Vilela (PMDB), candidato a governador, e do prefeito da cidade, Iris Rezende (PMDB).

O presidente, que agora já articula para contar com o apoio do PMDB em um eventual segundo mandato, culpou uma ''turma'' do partido pelo fracasso das negociações. ''Essa turma que não se separou ainda da viúva do governo passado'', disse Lula, em referência à parte do PMDB que teria apoiado o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e que não aceitou formalizar o apoio a Lula. O ex-tesoureito petista Delúbio Soares, que tinha base em Goiás, não foi ao evento, mas seu irmão, Carlos Soares, sim. As informações são da Folha de S. Paulo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Drácula

"LIMITE DA LEI"..... DEVE SER AQUELE LUGAR QUE FICA PRÓXIMO AO.... "LIMITE DA RESPONSABILIDADE"..... DO GOVERNO FHC....CERTO?


Petrolina abril 2021

12/09


2006

Vampiro e sanguessuga

 Da coluna da Cláudio Humberto: ''Em Pernambuco, adversários chamam de “flex” o ex-ministro Humberto Costa (PT), candidato do PT a governador: “é vampiro e sanguessuga”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Severino Isidoro Fernandes Guedes

De ladroagem o pefelê e o tucanato entendem muito mais. São PHds em roubar sem que o furto apareça explicitamente. FHC que o diga, todo mundo sabe que garimpou votos a peso de ouro para conquistar a emenda da reeleição, mas nada foi provado (também não deixaram apurar, né tucanada? Né pefelândia?

Drácula

EU JÁ DISSE... EU JÁ DISSE...."SE O ASSUNTO É SANGUE....HUMBERTO ENCOSTA"....

Paulin de Caruaru.

Quanta maldade!!!!



12/09


2006

Alckmin ataca Lula em evento com prefeitos na Bahia

Em meio a críticas ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que foi chamado de ''inoperante e incapaz para governar'', Geraldo Alckmin (PSDB) prometeu intensificar as visitas ao Nordeste nos 20 dias que antecedem o primeiro turno da eleição. ''Os eleitores brasileiros têm demonstrado que querem no poder políticos que têm passado, íntegros, que não estejam vinculados ao mensalão, ao valerioduto e ao cuecão'', disse.


Em sua quinta visita como candidato à Bahia, foi recepcionado por cerca de 320 prefeitos (250 da Bahia e 70 do resto do Nordeste), segundo estimativas do coordenador da campanha do tucano, o senador Sérgio Guerra (PE). Organizado pelo senador Antonio Carlos Magalhães (PFL), o encontro contou apenas com dois prefeitos do PSDB -na Bahia, o presidente regional da legenda, deputado Jutahy Magalhães Júnior, é adversário de ACM.


Alckmin desembarcou em Salvador à tarde. Recepcionado pelo governador Paulo Souto (PFL) e por ACM, seguiu para um hotel na orla, onde prefeitos e lideranças políticas o esperavam desde as 13h. Alckmin disse que Lula tem ''muita coisa que esconder'' em seu governo. ''Governo corrupto é assim mesmo, tem de esconder. Não temos nada a esconder, temos de prestar conta aos eleitores.'' Segundo o PFL, os prefeitos e líderes políticos que participaram do encontro em Salvador pagaram suas despesas com dinheiro do próprio bolso. As informações são da Folha de S. Paulo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Severino Isidoro Fernandes Guedes

Tenho pena do senhor José Arnaldo do Amaral (seria o ex-prefeito de Olinda?). Será que ele acredita mesmo que o Geraldo é honesto barrando 68 CPIs na Assembléila Legislativa de São Paulo? Acredita na integridade de ACM e na seriedade do PFL? Será que acredita também em papai noel? 13 e 40 nelles!

guilherme alves

O risível e contaditório é que o discurso do Geraldo estava sendo feito com um exemplo de tudo aquilo que condena juntinho, ou seja, o senador Antonio Carlos Magalhães. Em todos os campos tem politico com passado nebuloso do o senhor ACM. Qquanto a manipulação de recursos era um show, com registro.

josé arnaldo amaral

Alckmin representa abertura para o desenvolvimento de um municipalismo libertário, com certeza. Estão certos os prefeitos progressistas brasileiros reagirem, pela base, à gang do MULLA/PT/CATERVA, tendo como instrumento a candidatura do Povo pensante. Para cima, para o alto !! 45 na roubalheira!!


ALEPE

12/09


2006

Alckmin perde a cabeça com diretor do Ibope

 O candidato tucano Geraldo Alckmin está à beira de um ataque de nervos: ele se impacientou com a própria estagnação nas pesquisas e ofendeu o dono do Ibope, Carlos Augusto Montenegro. O incidente ocorreu no final de semana, durante reunião com o presidente do PSDB, Tasso Jereissati. Em São Paulo, Alckmin admitiu a aliados que perdeu a cabeça, quase agrediu Montenegro, mas não se arrepende. O teor do bate-boca não foi revelado. A informação é da coluna de Cláudio Humberto.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fabio Henrique Cavalcanti Pedrosa

Quem manda o PSDB ser burro. Até um ignorante já previa que o único candidato que poderia encostar em Lula nas pesquisas seria Serra. Agora será um ato de desespero atrás do outro, infelizmente.

Antonio Pereira

O principal sintoma da derrota é quando o candidato começa atacar os institutos de pesquisas. Alckmin, deveria detratar também o Datafolha, Vox Populi e Sensus, em todos êle não cresce.

Drácula

FALA SÉRIO GUILHERME... VOCÊ ESTÁ QUERENDO DIZER QUE O LUCIANÔNIMO ESTÁ NA FRENTE DO JARBAS.....HAHAHAHAHAHA.....PERGUNTE AO SEU PADEIRO EM QUEM ELE VAI VOTAR SÔ, TIRE SUAS DÚVIDAS API NO SEU BAIRRO SÔ... O LUCIANÔNIMO SÓ TEM VOTOS EM CASA E DE ALGUNS AMIGOS PRÓXIMOS... MUITO PRÓXIMOS......

guilherme alves

Amaral, o IBOPE comete um grande erro em Pernambuco: O Jarbas não está em primeiro lugar. Pela teoria conspiratória do Geraldo o Ibope só faz errar, e aqui, tá prejudicando o Luciano.

guilherme alves

Risível o Geraldo. O homem só subiu no Ibope e fica com raiva. Se a moda pega, Nilmário em MG, Jorge Wagner na BA, Artur Virglioío no Am, candidatos ao senado pelo país que não saí do canto, exemplo de pernambuco, todos vão atrás do Motenegro para pedir satisfação. Que exemplo. Sim Mercadante em SP


Bandeirantes 2021

12/09


2006

Petrobras privilegia prefeituras do PT

Entre outubro do ano passado e início da campanha eleitoral, a Petrobras beneficiou prefeituras do PT e da base aliada no financiamento de R$ 18,4 milhões de um total de R$ 31,6 milhões em ações sociais para municípios. O único repasse do gênero feito a um Estado, de R$ 1,25 milhão, também atendeu um reduto do PT, o Piauí.

Do total de 208 municípios beneficiados com recursos da Petrobras entre outubro de 2005 e junho último, 46 estão sob controle do PT. Os municípios administrados pelo partido obtiveram R$ 8,6 milhões, ou 27,5% do total dos recursos (o PT administra 7,4% das prefeituras no país, segundo o resultado das eleições de 2004). As cidades administradas por petistas e atendidas pela Petrobras têm cerca de 11 milhões de habitantes.

 

Outros 61 municípios de partidos aliados de Lula (PMDB, PSB, PL, PP e PTB) ficaram com R$ 9,83 milhões. Em contrapartida, prefeituras administradas pelos dois maiores partidos de oposição, PSDB e PFL, obtiveram apenas R$ 4,47 milhões (14%). As duas siglas comandam 29,9% das prefeituras brasileiras.


Entre as capitais beneficiadas administradas pelo PT estão Recife (PE), com R$ 380 mil, Aracaju (SE), com R$ 440 mil, e Fortaleza (CE), com R$ 132 mil. Diadema (SP), cujo prefeito licenciado é o atual tesoureiro da campanha de Lula, José de Filippi Júnior (PT), recebeu R$ 339,6 mil, e Guarulhos, governada por Elói Pietá (PT), outros R$ 233,88 mil. Nova Iguaçu (RJ), administrada por Lindbergh Farias (PT), obteve R$ 457 mil. As informações são da Folha de S. Paulo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Drácula

DANDO UM GÁS NA CAMPANHA PETISTA.....DEVE SER...


Serra Talhada 2021

12/09


2006

PT nega versão do governo sobre escândalo das cartilhas

 Diretórios municipais do PT de oito capitais brasileiras contrariaram versão do governo federal e negaram ter recebido encartes e revistas que o Planalto diz ter produzido, ao custo de R$ 11 milhões, e cuja real existência foi colocada em dúvida pelo Tribunal de Contas da União (TCU), que também suspeita de superfaturamento nos contratos. Ontem, a área técnica do TCU rejeitou as explicações apresentadas pela Secretaria de Comunicação (Secom), ligada à Presidência da República, e cobrou mais informações. 

A Secom apresentou notas fiscais na intenção de comprovar que o material foi entregue a sedes estaduais do PT para que as mesmas repassassem o material às filiais petistas nos municípios, com o objetivo de distribuir as cartilhas à população.

De acordo com reportagem da revista Veja, o governo encaminhou o material, com destaques para realizações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2004, aos diretórios municipais do PT. A distribuição do material pela legenda teria como objetivo poupar dinheiro público, mas diretórios municipais negam o recebimento:

''O que chega é material de campanha do Lula; do governo, nunca veio nada, não'', afirmou ao jornal Folha de S.Paulo o presidente do diretório petista de Vitória. Diretórios das cidades de Florianópolis (SC), Fortaleza (CE), Salvador (BA), Manaus (AM), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG) e Teresina (PI) informaram a mesma coisa, enquanto o presidente do PT da cidade de São Paulo, Paulo Fiorillo, disse ter recebido o material, mas não soube precisar a quantidade.

De acordo com auditoria do TCU, não há comprovação de que 2 milhões do total de 5 milhões de folhetos foram efetivamente confeccionados e distribuídos.

O diretórios estadual maranhense confirmou o recebimento dos folhetos, mas disse que não possui estrutura para efetuar a distribuição. No Rio Grande do Sul, o diretório estadual declarou ter recebido apenas 15 exemplares, para ''consumo interno'' - versão semelhante à repassada pela sede catarinense do PT. O presidente do diretório petista do Mato Grosso do Sul, Mariano Cabreira, negou ter recebido o material.

Por meio de sua assessoria, o presidente nacional do PT, Ricardo Berzoini, disse que cabe ao Palácio do Planalto informar o volume de cartilhas distribuídas ao partido. As informações são do portal Terra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Anuncie Aqui - Blog do Magno

12/09


2006

PF: Palocci foi o mandante no caso da quebra do sigilo

A Polícia Federal concluiu ontem a investigação sobre a quebra ilegal do sigilo bancário do caseiro Francenildo dos Santos Costa. Em relatório de 84 páginas, o ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci é apontado como mandante do crime e indiciado por denunciação caluniosa, prevaricação, além de violação de sigilo funcional e bancário.

 

Para o delegado Rodrigo Carneiro Gomes, que presidiu a investigação, “a ilegalidade cometida ‘in casu’ foi o desvirtuamento das finalidades do Estado democrático de Direito para atendimento de fins pessoais, satisfação de interesses privados, o que viola princípios da administração pública, a moralidade e a probidade administrativas”. Conforme o Código Penal, as penas para tais crimes são de até oito anos de prisão. Também foram indiciados o ex-presidente da Caixa Econômica Federal Jorge Mattoso e o jornalista Marcelo Netto, que era assessor de Palocci.

 

Mattoso teria cometido os crimes de violação de sigilo bancário e funcional. Marcelo Netto, somente o de violação de sigilo funcional, porque teria repassado à revista “Época” os dados dos extratos do caseiro. As provas reunidas nos seis últimos meses, no entendimento do delegado Gomes, indicam que “a tese de defesa (de Mattoso) é pouco provável”. Em depoimento, ele disse que, por sua própria decisão, mandou servidores da Caixa consultarem a existência de uma possível conta do caseiro no banco e sua respectiva movimentação, em 16 de março, dia da quebra ilegal de sigilo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

josé arnaldo amaral

Cai a principal peça, depois dele, o MULLA, do lullismo. A reação será em cadeia. Com delação premiada. Assim tomara. Fora o lullismo!!! Lula acoitador de bandidos !!! 45 nelles!!!!



12/09


2006

União quer tirar cartão Bolsa-Família do guia do PT

A coligação União por Pernambuco – do governador-candidato Mendonça Filho (PFL) - entrou com uma representação junto ao Tribunal Regional Eleitoral pedindo punição porque o ex-ministro da Saúde Humberto Costa (PT) e o candidato ao Senado, vice-prefeito do Recife Luciano Siqueira (PCdoB), usaram em seus horários gratuitos pessoas portando o cartão do programa federal Bolsa-Família, o mais forte apelo do governo Lula junto aos eleitores mais pobres. O uso de símbolos, frases ou imagens associadas a empresas públicas ou órgãos de governo é proibido pelo artigo 40 da Lei eleitoral. A União pede a suspensão do trecho do programa eleitoral.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
Publicidade

TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores