Lavareda

01/10


2012

Rejeição: Sebastião lidera com 26% e Duque aparece com 22%

O candidato do PR a prefeito de Serra Talhada, Sebastião Oliveira, tem taxa de rejeição maior do que Luciano Duque, do PT. Entre os 400 eleitores ouvidos pelo Instituto Opinião, 26% disseram que não votariam nele de jeito nenhum. Em agosto, este percentual era de 29%.

 

Já Luciano Duque, que aparece em segundo, tem 22,8% de rejeição contra 26% da pesquisa anterior. Apenas 2% disseram que rejeitam todos os candidatos e 49,2% afirmaram que não têm rejeição a nenhum dos postulantes. As maiores taxas de rejeição a Sebastião aparecem entre os eleitores na faixa etária de 25 a 34 anos (33%).

 

O republicano tem maior rejeição, ainda, entre os eleitores com grau de instrução de instrução no ensino médio (28%) e entre os eleitores com renda familiar até um salário (31,3%). Por sexo, a maior taxa está entre as mulheres – 29,9% contra 21,5% dos homens.

 

Duque tem percentuais maiores de rejeição entre os eleitores com renda familiar entre um e cinco salários (28,9%), entre os eleitores na faixa etária acima de 60 anos (26,8%) e entre os eleitores com grau de instrução até a 4ª série (25,4%).

 

A pesquisa foi realizada entre os dias 27 e 28 de setembro num universo de 400 eleitores no município de Serra Talhada. A metodologia adotada envolveu a técnica de Survey, que consiste na aplicação de questionários estruturados e padronizados a uma amostra representativa do universo de investigação. O protocolo do registro no Tribunal Regional Eleitoral é o de número PE-00184/2012.

 

As entrevistas foram realizadas nos seguintes bairros: AABB, Bom Jesus, Cachoeira, CAGEP, Caxixola, Centro, COHAB, IPSEP, Malhada, Mutirão, Nossa Senhora da Conceição, São Cristóvão, São Sebastião, Universitário e Várzea.

E com os moradores da zona rural foram realizadas nas seguintes localidades: Caiçarinha da Penha, Distrito de Bernardo Vieira, Distrito de Santa Rita, Distrito Tauapiranga, Logradouro, Luanda e Varzinha.

Veja daqui a pouco: a expectativa de  vitória em Serra


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

ALEPE

01/10


2012

Serra Talhada: Duque na frente, mas cenário ainda é de empate

O candidato do PT a prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque, subiu cinco pontos em nova pesquisa do Instituto Opinião contratada com exclusividade por este blog em relação ao levantamento anterior, feito em 14 de agosto.

Passou de 42,8% para 47% e aparece na frente do candidato do PR, Sebastião Oliveira, que ficou praticamente com os mesmos percentuais – tinha 41,1% e agora aparece com 41,5%.

Como a margem de erro é de 4,9 pontos percentuais para mais ou para menos, o cenário em Serra Talhada ainda é de empate técnico. Brancos e nulos, que antes eram 2,3%, permanecem com os mesmos percentuais, enquanto os indecisos caíram de 13,8% para 9,2%.

Na espontânea, modelo pelo qual o entrevistado é forçado a lembrar do nome do candidato sem o auxílio da cartela, a vantagem de Duque também fica dentro da margem de erro.

O petista aparece com 42,3% contra 36, 8% do republicano, dando cinco pontos de diferença, o que configura o empate técnico diante da margem de erro ser de 4,9 pontos percentuais.A pesquisa foi realizada entre os dias 27 e 28 de setembro num universo de 400 eleitores no município de Serra Talhada.

A metodologia adotada envolveu a técnica de Survey, que consiste na aplicação de questionários estruturados e padronizados a uma amostra representativa do universo de investigação. O protocolo do registro no Tribunal Regional Eleitoral é o de número PE-00184/2012.

As entrevistas foram realizadas nos seguintes bairros: AABB, Bom Jesus, Cachoeira, CAGEP, Caxixola, Centro, COHAB, IPSEP, Malhada, Mutirão, Nossa Senhora da Conceição, São Cristóvão, São Sebastião, Universitário e Várzea.

 

E com os moradores da zona rural foram realizadas nas seguintes localidades: Caiçarinha da Penha, Distrito de Bernardo Vieira, Distrito de Santa Rita, Distrito Tauapiranga, Logradouro, Luanda e Varzinha.

 

Duque aparece melhor situado entre os eleitores com grau de instrução da 5ª a 8ª séries (49,6%), entre os eleitores com renda familiar até um salário mínimo (46%) e entre os eleitores na faixa etária de 16 a 24 anos (51,9%). Por sexo, tem maioria entre as mulheres – 46,3% contra 37,6% dos homens.

 

As menores indicações de voto do petista aparecem entre os eleitores na faixa etária acima de 60 anos (33,8%), entre os eleitores com grau de instrução até a 4ª série (36,5%) e entre os eleitores com renda familiar entre um e três salários mínimos (37%).

 

Já Sebastião Oliveira tem taxas maiores de indicação de voto entre os eleitores com renda familiar acima de cinco salários (44,9%), entre os eleitores na faixa etária de 35 a 44 anos (45,5%) e entre os eleitores com grau de instrução superior (42,2%). Por sexo, a maioria dos seus eleitores é de homens – 42,5% contra 31,8% das mulheres.

 

Suas menores taxas aparecem entre os eleitores com grau de instrução da 5ª a 8ª séries (31,5%), entre os eleitores na faixa etária de 45 a 59 anos (30,4%) e entre os eleitores com renda familiar até um salário mínimo (30,8%).

Veja daqui a pouco: a rejeição dos candidatos em Serra Talhada.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Eduardo Silla

ESSA PESQUISA MOSTRA QUE O PODER DE TRANSFERENCIA DE VOTOT DO GOVERNADOR NAO ESSAS COISAS TODA. O POVO QUE O MELHOR PARA A CIDADE E NAO IMPOSIÇÃO. KKKKKKKK

Virgulino Ferreira Lampião

Inocente oliveira venha traga muito dinheiro que eu quero comer seu dinheiro e votar no 13 luciano prefeito,e novo grupo politico em serra talhada grupo carlos evandro.

Maria da Penha Souza

O arrocho é agora Inocencio veio passar a semana aqui em Serra Talhada e muita gente vai tremer tenho certeza o vira vira começa agora uiuiuiuiuiuiui, o homem ´forte e manda mesmo

Virgulino Ferreira Lampião

A visista do governador faiou.kkkkk


O Jornal do Poder

01/10


2012

Jarbas: "Cristina estava certa. Sérgio não tem caráter"

Após os novos ataques do presidente nacional do PSDB, Sérgio Guerra, durante a visita do senador tucano Aécio Neves a Recife, o senador Jarbas Vasconcelos (PMDB) enviou carta ao blog hoje, em resposta ao tucano. Segue a íntegra.

“Certa estava a saudosa ex-deputada federal e fundadora do PSDB Cristina Tavares, que cunhou um resumo perfeito da personalidade de Sérgio Guerra: ‘É uma inteligência à procura de um caráter’. Peço desculpas às pessoas que me alertaram para a real personalidade de Sérgio Guerra. Lamentavelmente, eu não as levei em consideração e estreitei a amizade com Sérgio.

Hoje eu me arrependo de não ter dado ouvido a esses verdadeiros amigos. Todos os meus atos políticos, ao longo de mais de 40 anos de vida pública, foram feitos à luz do dia – ao contrário de Sérgio Guerra, que prefere fazer as coisas na escuridão dos subterrâneos. A aliança que construí com o governador Eduardo Campos e a Frente Popular, por exemplo, foi feita às claras, sem subterfúgios.

Lamento que a política nacional brasileira esteja hoje marcada por fraudes e uma delas é ter Sérgio Guerra como presidente nacional do PSDB, um partido pelo qual tenho um respeito histórico, no qual tenho grandes amigos.

É assustador ver que Sérgio, a essa altura da sua vida, venha querer dar lições de moral e ética a quem quer que seja. Ele não tem nem condições políticas e nem história para isso. Sérgio está aquém da responsabilidade de presidir o PSDB e o seu comportamento doentio em relação à minha pessoa só comprova isso”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Idelfonso do Amarante Silva

Olha essa briga de frango pra não quebra os ovos!!

Gustavo Silva

Já falei,esses dois tem muita coisa para dizer, quem esculhamba mais, quero vê sangue.

luiz carlos da silva

QUI COISA É ESSA QUEASINA FALSO MORALISMO. É FILHO DE JOAO PAULO ESSA COISA?

Gilberto Carvalho Moura

É lastimável! A politica de Pernambuco já teve representantes infinitamente mais respeitáveis!

ABAIXO FALSO MORALISMO

dois canalhas que se forem colocados em uma balança darão o mesmo peso.


Abreu no Zap

01/10


2012

Sai em instantes pesquisa para prefeito de Serra Talhada

Sai, daqui a pouco, a nova pesquisa de intenção de voto para prefeito de Serra Talhada, o segundo maior colégio eleitoral do Sertão pernambucano, contratada por este blog com exclusividade ao Instituto Opinião. Aguarde!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


01/10


2012

OAB-RJ: Congresso deveria criar mercado para bacharéis

Os cinco milhões de bacharéis em Direito que se formaram ao longo dos anos nas faculdades brasileiras mas não conseguem passar no Exame de Ordem deveriam entrar no mercado de trabalho com a figura do ''paralegal”, ou seja, teriam direito de se inscrever na OAB e atuariam como uma espécie de assistente do advogado. A proposta é do presidente da Seccional da entidade no Rio de Janeiro, Wadih Damous acrescentando que essa figura já existe e funciona com sucesso no modelo jurídico dos Estados Unidos. Atualmente, o Brasil tem 700 mil advogados inscritos regularmente na OAB.

Damous lembrou que inúmeros bacharéis de direito que não conseguem aprovação no exame desejam apenas uma oportunidade de trabalho até que consigam se qualificar para de fato exercer a advocacia. ''O “paralegal” seria a opção ideal para acabar com o limbo em que se encontram esse bacharéis, dando-lhes status jurídico, com a possibilidade de inscrição na OAB sob tal designação'', afirmou o presidente da Seccional.

Sobre o Projeto de Lei no 2.154/2011, que prevê o fim do exame para os advogados, Damous afirmou que ele merece críticas no que diz respeito à intenção que lhe deu origem. ''É mais do que evidente o propósito político-eleitoral, bem como de acerto de contas pessoal por trás da proposta. Não bastassem tais propósitos espúrios, a proposta em si é antirrepublicana e capaz de causar graves prejuízos a toda a sociedade brasileira''.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

erilio lima santos

É extranha essa propusitura, apesar de vinda de uma figura de notável saber. Essa medida apenas visa a aumentar a arrecadação para a Ordem. A Odem deve sim, preocupar-se e contribuir para a melhoria da qualidade do ensino e rever o exagero de exigencias de seus exames, " é isso".

ney durval dos santos

ATÉ QUE EM APARECEU ALGUEM COM UMA CONCIENCIA NESTE PAIS, REALMENTE É DIFICIL VOÇÊ CONCLUIR UMA FACULDADE AS VEZES GASTANDO OQUE NÃO PODE GASTAR E QUANDO CONCLUI O CURSO NÃO PODE TRABALHAR E GANHAR SEU DINHEIRO PORQUE NÃO CONSEGUE APROVAÇÃO NO EXAME DA OAB.


Banco de Alimentos

01/10


2012

No túnel do tempo

O então ministro da Fazenda Fernando Henrique Cardoso, com cédulas do Plano Real, em 1993. O amplo plano econômico culminou no fim da hiperinflação, que assolou o País por muito tempo. A implantação do Real fez de FHC o homem mais poderoso do Governo Itamar, condição que o favoreceu na eleição para presidente da República, cargo que ocupou de 1995 até 2003. Foto do arquivo do blog. Se você tem uma foto histórica em seus arquivos e deseja vê-la postada neste quadro nos envie: [email protected]


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


01/10


2012

Minha cidade é linda

 













A contribuição para o painel de hoje é do leitor Milton Leão e traz imagem de uma praça no município de Manari, localizado no Sertão Pernambucano, a 400 quilômetros do Recife.

A origem do município, segundo contam os moradores, remonta à chegada de dois grandes fazendeiros, Antônio Pereira e Manoel Pereira, ambos de origem lusitana, que chegaram ao local após terem comprado boa parte das terras que pertenciam à família Aranha. Consigo, os dois portugueses trouxeram vários escravos, dentre os quais uma de origem indígena, chamada Mariana.

Reza a lenda que, certa vez, Mariana e seus dois filhos foram apanhar lenha e água na lagoa e ali, ao se defrontarem com animais selvagens, foram atacados. Após o ocorrido, o local, que até então não possuía denominação passou a se chamar Mariana, uma homenagem à escrava.

Com o tempo, outras famílias que migraram para o local, como a dos Monteiros e dos Rochas, doaram parte de suas terras para fixação de outros grupos familiares, e, como acontece em várias outras cidades do interior pernambucano, com a construção de uma capela, esta em homenagem à Nossa Senhora da Conceição, começou a ser formado o povoado local.

Em 1943, segundo o costume da época, de nomear as localidades com nomes indígenas, Mariana tornou-se Manari, que, de acordo com historiadores, significa “riacho” ou “água de chuva”, uma alusão ao curso de um rio que corria em suas proximidades. Faça uma foto bonita da sua cidade e nos envie para postagem neste quadro: [email protected]


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


01/10


2012

Minha cidade é linda

 













A  colaboração para o painel de hoje é do leitor Francisco Carvalho e traz imagem da entrada do município de Mirandiba (Sertão Central, a 480 km do Recife), que segundo poetas da região é "uma cidade pequena de céu grande". É lá que vive parte das raízes do forró pé-de-serra, que anima as festas juninas e ganhou o País na sanfona de Luiz Gonzaga.

As belas paisagens sertanejas da cidade também atraem visitantes a Mirandiba, onde o pôr do sol pode ser apreciado na Pedra Comprida ou na Mangueira do Brejo. A cidade abriga, ainda, um autêntico São João com música e culinária tradicionais, além de uma etapa do Circuito Vaqueiro de Ouro, recebendo centenas de adeptos da atividade.

A economia do município se baseia na agropecuária, com destaque para a criação de bovinos. Faça uma foto bonita da sua cidade e nos envie para postagem neste quadro: [email protected]


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


01/10


2012

Ouça o programa Frente a Frente de sexta

 Se você perdeu o Frente a Frente de sexta, programa que apresento em companhia de Adriano Roberto pela Rede Pernambucana de Rádio, formada por 30 emissoras, tendo como cabeça de rede a Rádio Folha 96,7 FM, no horário das 18 às 19 horas, clique aqui e ouça agora.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha