Blog do Magno 15 Milhões de Acessos

28/03


2013

Belo Jardim: democrata rebate insinuações de vereadores

Candidata derrotada em Belo Jardim, a empresária Andreia Mendonça (DEM) negou, há pouco, que tenha feito qualquer uso de cestas básicas em sua campanha eleitoral no ano passado subsidiadas por dinheiro público, conforme seu nome foi ventilado em discussão na Câmara de Vereadores sobre a polêmica do desvio de recursos da ordem de R$ 800 mil do Conselho Municipal de Direito da Criança e do Adolescente (Comdica).

“Toda minha campanha foi financiada com recursos privados. É fato que o município tem um programa de suplementação alimentação, mas isso é de responsabilidade da Prefeitura e nunca estive em qualquer ato de distribuição de cesta básica”, disse a democrata, adiantando que está disposta a acionar judicialmente quem estiver envolvendo seu nome com distribuição de cestas básicas com dinheiro público.

“O município tem um programa para cobrir o déficit alimentar, mas a responsabilidade deste programa é da ex-primeira dama. Não tenho nada a ver com isso. A campanha acabou, mas tem gente ainda em cima do palanque”, disparou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

28/03


2013

Arraes e o Natal de 1964

ma gde

Ao navegar na net me deparei com esta joia rara: um artigo do talentoso jornalista Ítalo Rocha sobre a experiência do Natal amargo vivenciado pelo ex-governador Migue Arraes em 1964, quando foi cassado e transferido para Fernando de Noronha. Vale a pena conferir a sua íntegra:

''A tarde do dia 24 de dezembro de 1964 se mostrava bastante melancólica para um preso ilustre do Quartel do Corpo de Bombeiros, na Avenida João de Barros, no bairro da Boa Vista, no Recife.

Deposto oito meses antes do cargo de governador de Pernambuco pelo militares que haviam golpeado o País e se apoderado dos destinos da nação, Miguel Arraes de Alencar fora obrigado a trocar o endereço nobre do Palácio do Campo das Princesas, na Praça da República, área central da capital pernambucana, por uma cela de quartel.

E foi naquela tarde, quando o sol já dava sinais de despedida, que um homem de estatura mediana se apresentou ao sentinela de plantão para visitar o ex-governador de Pernambuco. Trazia nas mãos não só a disposição e a coragem de afagar o amigo Arraes, mas também um embrulho e nele um presente para alguém que iria passar dali a poucas horas uma insólita e amargurada noite de Natal.

O militar logo desfez o pacote e depois de examiná-lo minuciosamente viu que se tratava de uma obra de arte. Num período de trevas, de tão pouca rutilância, como diria Augusto dos Anjos, visitar Miguel Arraes, um dos inimigos de primeira linha dos militares, não era tarefa para qualquer mortal.

A repressão, o medo, a insegurança, a angústia estavam em toda esquina. Mas os pés que pisavam a portaria daquele quartel para ver um dileto amigo eram de um homem de bem, de um homem destemido.

Integrante da comunidade judia do Recife, Salomão Kelner era um homem com o sentimento do mundo, intransigente na defesa dos princípios humanitários. A todos acolhia, independentemente de credo religioso ou político. Professor da cadeira de cirurgia geral da UFPE, foi responsável pela formação acadêmica de várias gerações de médicos em Pernambuco.

Dentro daquele embrulho tão esmiuçado, estava um quadro do artista plástico pernambucano Cícero Dias, já radicado em Paris. E quem o levava tinha o desejo não só de se solidarizar com o amigo preso, mas também desfazer um grande mal entendido.

Poucos anos antes, quando era prefeito do Recife, Arraes havia comprado em um leilão de artes um quadro de Cícero Dias. Uma semana depois, seu motorista foi buscá-lo e um dos coordenadores da mostra pediu para transmitir a Arraes que, por um equívoco de um dos vendedores, o quadro teria ido parar nas mãos do professor Salomão Kelner, que tivera o mesmo gosto de Arraes e pagara pelo quadro sem saber que o mesmo havia sido adquirido antes pelo prefeito do Recife.

Esclarecido depois o mal entendido, Kelner ainda tentou consertar a situação, mas Arraes fez questão que a obra ficasse com o amigo: ''Está em boas mãos'', teria dito na ocasião. Pois foi exatamente num momento tão adverso para o ex-governador Miguel Arraes, onde quase ninguém se atrevia a desafiar a ditadura militar para visitá-lo, com exceção de pouquíssimas pessoas, a exemplo da sua mulher, dona Magdalena Arraes e dos seus filhos, que estava ali o amigo Salomão Kelner.

Pouca importava pra ele se iria ser investigado, ou se iria fazer parte da lista negra dos militares, só queria mesmo era chegar perto do amigo, dizer-lhe que não estava só e lhe devolver aquilo que Arraes um dia tanto desejara ter tido: o tal quadro de Cícero Dias. Não conseguiu entrar, mas o presente foi entregue ao seu destinatário.

Ao reconhecer o quadro e saber quem o havia enviado, Arraes se sentiu profundissimamente feliz, como nos versos de Cecília Meireles. E, de dentro da prisão mesmo, escreveu uma carta ao amigo: ''A sua e outras demonstrações de amizade, de apoio e dedicação que tenho recebido, se não apagam as marcas da injustiça, criam a compensação necessária para que possamos suportá-la''.

O ex-governador de Pernambuco passou aquela noite de Natal sozinho, na escuridão fria de uma cela de quartel. Mas aquele gesto humanístico e destemido do saudoso professor Salomão Kelner ficou marcado para sempre no coração e na mente de Miguel Arraes, que morreu no dia 13 de agosto de 2005, aos 88 anos.

Ítalo Rocha Leitão é jornalista


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

JOSE PINTO DA SILVA

a nossa hora e agora vamos acabar de uma ves por todas com esta onda do vou ali e volta ja a casa e minha vou acupala de volta somos nos que o elegemos e vamos continuar aceitar e poristo que o nosso povo no sertao estao sofrendo a mais de 50 anos pos os culpados sempre sao os mesmos pensar e precis

JOSE PINTO DA SILVA

enxegar esta realidade e darmos o trouco a estes grupinhos politicos que pensam que podem se etrnisarem na politica de pernambuco dominando e fando o que querem deixam os seus rombos vao embora e voltam quando querem vaqmos pensar vem por ai eleiçoes para presidente e governador em geral a nossa

JOSE PINTO DA SILVA

historia de que so quem pode governar o estado sao este povinho que vem passamk 8 anos no poder pintam miseria contra tudo e contra todos e ainda querem colocar os seus erdeiros como se o poder publico fosse uma empresa de sua propiedade pernambucanos sera que nos nao somos competentes ao pónto de.

JOSE PINTO DA SILVA

nosso salario de dezembro e sem o decimo terceiro so viemos a receber tres meses depois com o ja governador jarbas que nos massacrou durante 8 anos e agora esta ensinando ao governador eduardo como se humilha e se massacra servidor publico estadual mais agora e a nossa ves vamos acabar com esta .

JOSE PINTO DA SILVA

pedia o afastamento do secretari da fazenda na epoca mais ele se guentou segurou o secretario da fazenda que todos sabem quem era perdeu a eleiçao deixou o palacio e nao passou o cargo para o seu inimigo naquela epoca foi um triste final de ano para todos nos servidores publicos que ficamos sem o


Abreu no Zap

28/03


2013

Belo Jardim: desvio de Conselho na campanha gera polêmica




















Um desvio de R$ 800 mil do Conselho Municipal de Direito da Criança e do Adolescente de Belo Jardim, a 145 km do Recife, supostamente para fins eleitoreiros por parte da candidata Andreia Mendonça (DEM), apoiada pelo ex-prefeito Marco Coca-Cola (DEM) e derrotada pelo prefeito João Mendonça (PSD), tem gerado uma grande polêmica na Câmara de Vereadores daquele município.

Em depoimento na Câmara, o presidente do Conselho, Milton Pestana, confirmou que, através de uma autorização bancária (agência do Banco do Brasil), o valor citado foi transferido por autorização do ex-prefeito e da sua esposa, a ex-secretária de Ação Social, Joelma Gomes, para o Programa de Segurança Alimentar.

Ressaltou que o dinheiro, ao contrário de ter servido para compras de cestas básicas eleitoreiras, financiou projetos sociais.

E citou, dentre eles, a Escolinha Rei Pelé e outras instituições, como Asas, Geadip, Ceapes e Lata Orgânica, além de compra de material de expediente, pagamentos de dois servidores demitidos, formação para os conselhos tutelares, a eleição do Conselho Tutelar, o Fórum do Selo UNICEF, assim como eventos, entre eles a Conferência Municipal da Criança e do Adolescente.

Não satisfeito com os esclarecimentos, o vereador Gilvandro Estrela (PV) disse que a Prefeitura cometeu o equívoco de repassar muito dinheiro ao COMDICA, entre os anos de 2008 a 2011, totalizando neste período R$ 795.572,073.

“Marcos Coca Cola entendeu de uma forma, quando o correto seria outra, ou seja, reenviar o dinheiro fazendo estorno de R$ 500.000,00. De 2009 a 2011(não tenho os dados de 2012) este órgão recebeu R$ 168.178,07. Então, quero saber onde esse dinheiro foi aplicado, qual é a finalidade do COMDICA e se esse dinheiro é gerido pelo COMDICA”, disse o parlamentar, ameaçando abrir uma CPI.

Com informações de Érika Thaís, do blog A Voz do Povo


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


28/03


2013

Tribuna do leitor: vereador sente a limitação do poder público

"Magno,

sou morador do município do Cabo de Santo Agostinho, que, infelizmente, vive um momento drástico em sua administração municipal. Hoje, ao ler um site, vi uma noticia que o vereador Abel Neto assume que na época que era secretário usava o então festival da juventude, evento oficial, para promover o então candidato Vado da Farmácia (PSB), hoje prefeito de nossa cidade.

O que devo fazer? Vou tentar acionar o Ministério Público. O que você acha? Segue para teu conhecimento o texto do vereador:

Abel Neto sente a limitação do poder público

O vereador socialista Abel Neto, sobrinho do ex-prefeito do Cabo, Lula Cabral, ficou indignado com a atitude do prefeito Vado da Farmácia em acabar com o Festival da Juventude, o qual apoiou durante oito anos quando era o vice-prefeito da cidade. Segundo os parlamentares, Vado declara a falta de recurso para a realização do evento, mas segundo o próprio Abel Neto, que foi um dos idealizadores e coordenadores do evento, “mesmo com pouco recurso é possível fazer o evento”.

O festival ajudou, ou melhor, contribuiu para a propagação do nome de Vado na eleição do ano passado, pois a aglomeração de milhares de pessoas e o aumento da popularidade de Lula Cabral fizeram com que ele chegasse a obter êxito nas urnas.

Segundo Neto, “é lamentável, mas temos esperança de que o Festival da Juventude seja realizado, pois o município tem um aumento na sua economia com os pequenos empreendedores que comercializam seus produtos durante todo o evento. Infelizmente o prefeito não me deu nenhuma resposta sobre minha indicação para que o Festival ocorresse este ano. Essa indicação foi feita ainda em fevereiro deste ano”, disse, Abel Neto.

Pedro Pinto"


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


28/03


2013

Tunísia quer importar sistema eleitoral brasileiro















O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, se encontra hoje (28) pela manhã com o presidente da Tunísia, Moncef Marzoukim, e com o ministro de Direitos Humanos do país, Samir Dilou. Carvalho está em Túnis para representar o governo brasileiro no Fórum Social Mundial, que ocorre na capital tunisiana até o próximo dia 30. No encontro, serão discutidas ações de troca de experiências na área de administração pública.

Gilberto Carvalho disse que há interesse por parte da Tunísia de desenvolver um modelo para as eleições parecido com o sistema eletrônico brasileiro. A população tunisiana irá às urnas em junho, quando ocorrem as primeiras eleições presidenciais no país desde a revolução popular que derrubou o regime não democrático de Zine El Abdine Ben Alim, no poder desde 1987.

“Eles estão interessados no sistema eleitoral brasileiro. Eles pediram que venha junto uma delegação [do Tribunal Superior Eleitoral], no mês de maio, para mostrar como funciona o sistema eleitoral eletrônico brasileiro”, disse o ministro.

O governo tunisiano também estuda mandar um grupo ao Brasil para conhecer ações como o Programa Universidade para Todos (ProUni) e o Bolsa Família. “Ficou muito claro o interesse que eles têm nas nossas políticas sociais. Acho que para fortalecer a democracia agora eles vão ter que fazer uma ofensiva no objetivo de sanar o abismo entre os excluídos e o desemprego da juventude”, completou Carvalho.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

28/03


2013

Morre o ex-deputado Ciro Nogueira















O ex-deputado federal Ciro Nogueira Lima (PP-PI), pai do senador Ciro Nogueira (PP), morreu na manhã desta quinta-feira (28), no Hospital Prontomed, no centro de Teresina. O político estava internado há três dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para tratar de um câncer de pulmão, descoberto há sete meses.

Ciro recebia atendimento em casa, mas na última terça-feira (26) seu quadro clínico piorou e ele foi levado ao hospital. O progressista tinha 79 anos e era casado com Eliane Nogueira, nome atuante na política piauiense.

O velório acontece ao longo do dia no salão nobre da Assembleia Legislativa do Piauí. O sepultamento está marcado para amanhã (29), às 9 horas, no Cemitério São José, Zona Norte de Teresina.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


28/03


2013

PCR anuncia ampliação do posto de saúde de Jd. São Paulo
















O prefeito Geraldo Julio (PSB) assinou, na manhã desta quinta-feira (28), a ordem de serviço que autoriza as obras de requalificação da Unidade Básica de Saúde (UBS) Fernandes Figueira, em Jardim São Paulo. A intervenção, orçada em R$ 150 mil, ganhou o reforço da Prefeitura do Recife, que decidiu ampliar o equipamento e liberou mais R$ 300 mil com o objetivo de elevar o padrão de atendimento da unidade, equiparando-a ao que é praticado nas Upinhas 24 horas.

As ações integram o Plano de Requalificação da Rede Municipal de Saúde, que está sendo executado pela PCR com a meta de reformar 30 centros até o fim do ano. “O ato de hoje representa mais um passo com o objetivo de reestabelecer o atendimento à saúde aqui na cidade. Acabei de autorizar um projeto de ampliação dessa unidade, que terá todos os requisitos de uma Upinha 24h. Jardim São Paulo contará com a Unidade Fernandes Figueira na qualidade que a gente sonha para toda a rede”, destacou Geraldo.

Na primeira parte da requalificação, a prefeitura vai reestruturar o telhado e as redes elétrica e hidráulica da UBS. A obra começará em 30 dias e tem previsão de conclusão para outubro de 2013. Os R$ 150 mil previstos no orçamento serão custeados pela própria Prefeitura e pela União. Ao fim dessa intervenção, o prefeito dará nova Ordem de Serviço, dessa vez para ampliação da unidade.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Jornao O Poder

28/03


2013

Ponto a Ponto entrevista o deputado Raul Henry















O deputado federal Raul Henry (PMDB) é o entrevistado desta semana do programa Ponto a Ponto, ancorado pelo cientista político Antônio Lavareda e pela jornalista Mônica Bérgamo. A edição que vai ar a partir da meia-noite do sábado (30) prioriza a visibilidade nacional que o peemebedista tem adquirido e trata do período em que Henry atuou como secretário estadual de Educação durante o governo de Jarbas Vasconcelos (PMDB).

O Ponto a Ponto vai ao ar pela BandNewsTV e tem reprises no domingo, às 16h30 e 20h30.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

S. C. B. M.

RAUL HENRY JOÃO PAULO FERRO VOTARAM PARA QUE FOSSE COBRADO CONSULTA NOS HOSPITAIS DAS CLINICAS; NOJENTOS ASQUEROSOS.

Gilson Sotero Jr.

Sim, em qual emissora é isto?



28/03


2013

Paulinho da Força elogia Eduardo e articula sua ida à São Paulo













Apesar dos esforços da presidente Dilma Rousseff (PT) para apaziguar o PDT, os focos de resistência dentro do partido ainda permanecem. Na semana passada, Dilma nomeou Manoel Dias (PDT-RS), indicado pelo presidente do PDT, Carlos Lupi, para substituir Brizola Neto (PDT-RJ) no Ministério do Trabalho.

Entretanto, Paulinho da Força tem feito cada vez mais acenos para o governador pernambucano Eduardo Campos (PSB). “Sempre tive boa relação com ele, com o deputado Márcio França [presidente do PSB de São Paulo] e estamos juntos na questão da medida provisória dos portos. O PSB tem muita relação com o PDT, com Lupi e acho que Eduardo deveria ser candidato. Ele é um bom candidato [à Presidência da República]”, afirmou o deputado.

No dia próximo dia oito de abril, Paulinho promoverá um evento na Força Sindical, em São Paulo, e tenta viabilizar a presença de Eduardo no ato. O sindicalista não é o único foco de resistência a Dilma dentro do PDT. Os senadores Pedro Taques (MT) e Cristovam Buarque (DF) também manifestam vontade de seguir outra direção.

Com informações de Julianna Granjeia (Poder Online).


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha