Lavareda

20/02


2013

Armando: "Eduardo tem crédito na relação com municípios"














Convidado pelo governador Eduardo Campos (PSB), o senador Armando Monteiro (PTB) participa nesta quinta-feira (21) do encontro com todos os prefeitos de Pernambuco para discutir parcerias e gestão pública.

Na opinião de Armando, o Governo do Estado poderá dar uma assistência importante às administrações municipais na elaboração de projetos, na preparação de quadros técnicos e até na relação com o Governo Federal. Para o senador, será mais uma oportunidade de um diálogo franco e aberto sobre os desafios de Pernambuco.

Nesta entrevista ao programa Frente a Frente, ancorado por este blogueiro, Armando afirma que o governo Eduardo Campos poderá receber reivindicações dos prefeitos, mas vem acumulando crédito com os municípios ao adotar medidas, por exemplo, como a que redefiniu a distribuição dos ICMS entre as prefeituras, beneficiando, sobretudo, as menores cidades.

Veja abaixo os principais trechos da entrevista:

“As políticas públicas só têm resultados se houver cooperação.”

Armando Monteiro – “Este encontro do governador Eduardo Campos com todos os prefeitos de Pernambuco importante, é uma iniciativa que considero muito oportuna, é o momento em que as gestões que foram inauguradas agora estão definindo claramente as suas diretrizes e as linhas da sua atuação. Então, nada melhor do que receber do governo estadual orientações, o suporte, o apoio.

O encontro, eu tenho certeza, será produtivo e vai ter uma pauta densa, mas ao mesmo tempo extremamente objetiva. E nós temos que ter a compreensão de que as políticas públicas, em quaisquer que sejam as áreas, só têm efetividade se houver uma relação cooperativa entre os entes da Federação e, sobretudo, quando consideramos esses dois níveis, o governo estadual e os municipais.

“O Brasil tem que valorizar cada vez mais essa pauta federativa.”

Armando Monteiro – “Hoje o Governo do Estado pode oferecer um suporte importante na área de gestão a pequenos municípios que muitas vezes não têm pessoal técnico e, portanto, precisam de um suporte para elaboração de projetos e para orientação de como acessar programas de interesse das comunidades. Temos também outras fórmulas que têm que ser estimuladas, os consórcios intermunicipais. O Brasil tem que valorizar cada vez mais essa pauta federativa. E temos que ter cada vez mais a compreensão de que os municípios representam um elo fundamental nesse processo”.

“O governo Eduardo tem crédito nessa relação com os municípios.”

Armando Monteiro – “Eu tenho o sentimento de que os prefeitos não vão sair frustrados. Primeiro, porque vai haver um diálogo franco. Segundo, o propósito do Governo do Estado é oferecer a colaboração de forma muito objetiva e, evidentemente, dentro dos limites e das possibilidades do governo. Não podemos criar expectativas falsas, mas sabemos que em muitas áreas, na área de saúde, por exemplo, o Governo do Estado pode oferecer uma colaboração muito efetiva aos municípios.

E o governo Eduardo Campos tem autoridade pra discutir essa pauta porque logo que se instalou, eu lembro de uma medida muito importante, que foi tomada pela gestão estadual, que foi a redefinição dos critérios de distribuição do ICMS a nível municipal.

Houve uma redistribuição dos recursos e, ao final, os pequenos municípios passaram a ter algum ganho na partilha do ICMS, sem que isso causasse um prejuízo maior aos municípios maiores. Muitos pequenos municípios passaram  ter com essa redefinição do ICMS recursos que são hoje absolutamente indispensáveis para poderem cumprir as suas obrigações e atender às demandas da população.

Então, o governo tem crédito nessa relação com os municípios. Tenho certeza de que vai ser um encontro objetivo e que vai ter a marca dessa disposição de estabelecer sempre uma relação cooperativa com os municípios, levando informação, suporte técnico e eventualmente parcerias que resultem também num certo ganho financeiro para os municípios”.

“Tenho certeza de que será um encontro produtivo.”

Armando Monteiro – “Tenho certeza de que, dentro dos limites que o Estado dispõe e sempre de maneira responsável, o Governo do Estado vai poder oferecer uma colaboração aos municípios. Como isso se dará, de que forma, com que amplitude, em que cronograma, isso vai ser definido no encontro. Mas eu acho que vamos ter resultados concretos, é o meu sentimento. Por que eu digo isso? Porque essa é a orientação que o governador deu à equipe, de fazer desse um encontro realmente produtivo. E eu tenho certeza de que será”.

“O Estado tem papel importante na articulação com o Governo Federal.”

Armando Monteiro – “Acho que o Governo do Estado também tem um papel importante na articulação com o Governo Federal. Veja que esse programa de assistência aos municípios no que diz respeito à seca, os recursos são preponderantemente federais, e não poderia deixar de ser, mas para a definição dessa assistência que foi prestada pelo Governo Federal, foi fundamental a orientação e o peso do Governo Estadual, levando sempre a Brasília uma palavra, uma sugestão, uma proposta.

Portanto, nesse encontro que nós vamos ter, uma parte da sua agenda também diz respeito a formas de melhorar essa articulação dos municípios com o Governo Federal, de modo a acessar de maneira mais rápida alguns programas oferecidos pelo Governo Federal e que às vezes demandam do município um tipo de orientação técnica, de assistência que muitas administrações municipais carecem”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

ALEPE

20/02


2013

Internado em estado grave compositor Carlos Fernando

O compositor Carlos Fernando, 74 anos, deu entrada, hoje, na emergência do hospital do IMIP, no Recife, num estado que inspira cuidados. Natural de Caruaru, é um dos ícones da MPB. Já misturou o frevo à MPB, ao jazz e ao forró. 

Com mais de 40 anos de carreira, foi homenageado no Carnaval de 2011, ao lado do criador do Galo da Madrugada, Enéas Freire, e do artista plástico Cícero Dias.

Na década de 60, ainda em Recife, Carlos Fernando participou do Movimento de Cultura Popular de Pernambuco, um dos focos da resistência ao governo militar no Estado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

20/02


2013

Ainda com pé lesionado, Dilma recebe primeiro-ministro russo

A presidente Dilma Rousseff (PT) recebeu no fim da manhã desta quarta-feira (20) o primeiro-ministro russo Dmitir Medvedev para uma reunião no Palácio do Planalto, em Brasília. O encontro com Dilma é o primeiro da agenda de Medvedev no Brasil. Após conversar com a presidente, ele vai para o Palácio do Itamaraty, onde será recebido pelo vice-presidente Michel Temer (PMDB).

De acordo com o próprio Palácio do Planalto, Brasil e Rússia deverão assinar atos de cooperação nas áreas de energia renovável, pequenas e médias empresas, importação de commodities e cooperação nos Jogos Olímpicos.

Segundo informações do Ministério de Relações Exteriores, os dois países “tratarão do aprofundamento da cooperação bilateral em temas de interesse para o desenvolvimento e para a diversificação das matrizes econômicas”. Além disso, o Brasil deverá negociar bolsas para o programa de intercâmbio Ciência sem Fronteiras, que envia alunos brasileiros para estudarem no exterior.

Com informações do G1.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

jose antonio

essa porra devia quebrar a lingua e cair fora do meu brasil ladrona veia


Abreu no Zap

20/02


2013

Artigo especial

Mais um absurdo do PT!
Thiago Pedrosa

Conviver com os absurdos, os golpes e a astúcia com que o PT (des)governa o País passou a ser praxe no nosso cotidiano. Muito já foi falado e discutido, muitos, como eu, inclusive, já cansaram um pouco de criticar e apontar os diversos erros e os absurdos cometidos por este governo.

Entretanto, não posso me furtar e me calar com o ABSURDO que fui surpreendido com os noticiários da manhã de hoje. O governo federal pretende, através de uma MP, TIRAR A AUTONOMIA de Pernambuco do Porto de Suape, uma das jóias pernambucanas, um dos reais motivos do elevado crescimento do PIB estadual e, consequentemente,  do desenvolvimento do nosso estado.

O motivo?

Sem dúvida o crescimento político-eleitoral do governador Eduardo Campos, que a cada dia legitíma-se para ser candidato ao Palácio do Planalto.

Não tenho como objetivo defender a candidatura do nosso governador, visto que jamais o dediquei meu voto, apesar de reconhecer seu brilhante trabalho à frente do Governo de Pernambuco. Logo, este desabafo não tem cunho político, nem visa a eleição presidencial 2014.

O único motivo é a REVOLTA com um governo que quando precisou escolher entre o Brasil e o seu Partido, sempre optou pela segunda opção! Um partido marcado por escândalos de corrupção diariamente narrados nos jornais e nas revistas.

Um partido que passou mais de 10 anos de sua história defendendo ideais que logo foram desrespeitados com a conquista do poder em 2003.

Retirar o Porto de Suape dos pernambucanos é querer cessar o nosso crescimento. É como um pai impedir o desenvolvimento do próprio filho, ou melhor, querer FURTAR para si todo o mérito e todo o êxito de um trabalho que vem sendo desenvolvido, com muita competência.

E, diga-se de passagem, por muito tempo, muitos governadores, e, além de tudo, pelo POVO pernambucano, que como bem falou o ex-governador Roberto Magalhães: “Suape é um porto genuinamente pernambucano, construído com suor e lágrimas ao longo dos últimos 40 anos.”.

O PT não pode, nem deve intrometer-se no que diz respeito a Pernambuco e aos outros Estados. Não pode, nem deve misturar assuntos de Estado com assunto eleitoral e político. Este seria o MAIOR DOS ABSURDOS do Partido dos Trabalhadores!

Cadê a intervenção do Governo Federal na seca que assola o sertão nordestino? E a chuva que atormenta São Paulo nos últimos dias? Não podemos esquecer dos ataques de terror em Santa Catarina.

Espero que os deputados pernambucanos, senadores e o próprio governador Eduardo Campos não aceitem essa truculência calados, a fim de não deixar aos outros o que é de nosso direito!

Chega do modo PETISTA de governar!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

JOSE PINTO DA SILVA

nos enganam a muito tempo cuidado cuidado prestemos muita atençao voces ja ouviram falar de um bicho chamado chacal e muito perigoso o golpe do chacal e crusiante e muito perigoso.

JOSE PINTO DA SILVA

o que o governador quer uma revolta do povo nordestino contra o poder central mais disto lula e dilma ja esta sabendo vendo e lendo nos blogs partindo do nordeste e principalmente de pernambuco se nos nao abrirmos os olhos gente vamos cair numa arapuca monta pelos puxasacos empurados por alguem que

JOSE PINTO DA SILVA

isto alias desde de quando o governador se juntou com jarbas o homem do atraso que estamos vendo isto voces querem fazer o povo de besta ja basta o que o nordestino esta sfrendo com a seca e a fome do sertao e voces estao lutando com unhas e dentes para que as coisas piorem para poder conseguir o qu

JOSE PINTO DA SILVA

nao e milton tenorio quanto e que voce ganha para falar tantas besteira e tentar jogar o nordestino contra lula dilma e o pt voces vao falar muita merda neste blogs mais vao se cansar e morer na paraia coitados voces estao jogado o governo federal contra pernambuco e a populaçao ja esta entendendo

JOSE PINTO DA SILVA

e isto que eu digo segundo o milton tenorio estao armando um grande complo no nerdeste partindo de pernambuco contra dilma e lula tentando chegarem ao poder estao indo pelo caminho errado tentando fazer o povo de besta esta reuniao do governador com os prefeitos ja foi o pivo do golpe que vem por ai



20/02


2013

Petrolina: vice-prefeito propõe mapeamento econômico da cidade

















Durante sua visita a Fortaleza (CE), o vice-prefeito de Petrolina, Guilherme Coelho (PSDB), esteve reunido com o diretor do Banco do Nordeste, Paulo Sérgio Ferraro, para discutir propostas que estimulem investimentos no município.

Uma das propostas do tucano é a elaboração de um mapeamento econômico da cidade, onde sejam identificadas as áreas comerciais carentes de investimentos. “Seria uma espécie de carta de apresentação do município para os investidores interessados saberem onde aplicar os seus recursos”, explica o vice-prefeito.

Na ocasião, Guilherme aproveitou a oportunidade para reivindicar alguns pleitos junto à instituição que financia o agronegócio no Nordeste. Dentre eles, estão a desburocratização do acesso ao crédito, a redução das taxas de juros para antigas operações e mais agilidade na análise de projetos do agronegócio.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

20/02


2013

Capoeiras e Caetés podem ficar sem água

















Moradores dos municípios de Capoeiras e Caetés, no Agreste do Estado, estão preocupados com a possível escassez de água em suas casas. A seca, que já dizimou plantações e reduziu o número de cabeças de gado, agora ameaça de colapso da Barragem do Gurjão, manancial usado pela Compesa para captação da água que abastece a população das duas cidades.

De acordo com o blogueiro Raimundo Lourenço, no último dia dois, a barragem operava com 38% da sua capacidade. Mesmo com o baixo coeficiente, dezenas de caminhões pipa insistiam em retirar água diariamente, o que levou a população a procurar autoridades para que proíbam o uso indiscriminado do reservatório como medida para que se evite o iminente colapso da barragem.

Segundo a denúncia, foi instalada no local uma bomba do tipo jangada e a retirada de água, que acontece dia e noite sem qualquer controle, é feita para abastecer granjas no município de São Bento do Una. Além dos carros pipas, há ainda quatro pequenas elevatórias que captam água para abastecer o povoado de Maniçoba e vários pequenos agricultores que residem próximo à barragem.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


20/02


2013

Maluf se antecipa e confirma candidatura para 2014
















Paulo Maluf (PP-SP) avisou que já decidiu se lançar candidato, no ano que vem, a mais um mandato na Câmara dos Deputados. O parlamentar vai além: diz que, se não fosse pela idade (81 anos), quem sabe até se arriscaria na disputa por um cargo Executivo.

Afinal, afirma Maluf, os feitos de suas gestões como prefeito e governador perduram até hoje. “A idade empurra a gente para o Legislativo”, analisa o progressista.

Condenado a devolver US$ 28 milhões à Prefeitura de São Paulo, Maluf diz que as fortes chuvas que atingiram a capital paulista na última semana são prova da eficiência de sua administração. “Vai ver se o Pacaembu alagou? Alagou, nada. Onde eu construí piscinões não encheu”, disse o deputado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Inajá Tupinambá

Este "cidadão" pode até não ter densidade política, mas, convenhamos, credibilidade é o que não lhe falta.



20/02


2013

Suape pagará caro pela esculhambação dos portos

*Fernando Castilho

Visto dentro da esculhambação que é o setor portuário brasileiro, Suape é o chamado ponto fora da curva. Eleito melhor terminal brasileiro por várias vezes, alavanca de investimentos federais do setor no Estado e, certamente, o melhor exemplo de continuidade de construção de um projeto estratégico de um Estado independentemente dos governos.

Numa situação normal, portanto, Suape seria o benchmarking para uma reforma do setor no Brasil. Mas, pelo texto da MP 595, que está no Congresso e que já recebeu 650 emendas, Suape perde já na partida.

Primeiro, pelo retardamento dos seus projetos de implantação de novos terminais, agora dependendo da aprovação e regulamentação da futura lei. Segundo, por ter que depender de instituições como a Antaq e Secretaria Especial dos Portos para suas ações dentro de seu planejamento de longo prazo.

O problema é que a proposta do governo Dilma Rousseff, que mirou num choque de gestão dos portos públicos, um exemplo de classe mundial de má gestão do setor, acabou atingindo os chamados portos delegados, que apresentam a melhor performance e entre os quais Suape é referência no Brasil.

Ou seja; na tentativa de retomar o controle de um setor que envergonha o Brasil, o governo atrapalhou quem, mesmo na esculhambação reinante, conseguiu se sair bem.

*Colunista do JC


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

JOSE PINTO DA SILVA

coitado deste rapaz esta desesperado sera que ele tem algum invistimento em sua ou e so um puxasaco do governo do estado procura um psiquiatra rapas vai tomar diazepam para acalmar os nervos desepero mata.

GERALDO GUILHERME LUSTOSA

Bom sinal prá Eduardo Campos. Dilma está PASSANDO RECIBO... Dilma É fraca..... Eduardo incomoda....quanto mais ela ESPERNEAR, mais o PSB crescerá... SER FANTOCHE É CRUEL!! Dilma é produto do sub-mundo político planejado por Lula, a BESTA-FERA que sonha em ser eterno!

flavio dos santos consul

SUGIRO O COLUNISTA CONVERSAR DIRETAMENTE COM ALGUM ALTO DIRETOR DE SUAPE.....SOBRE O ASSUNTO.



20/02


2013

Aceno de Eduardo para Marina passa batido

montagem gde

As investidas do governador Eduardo Campos (PSB) na direção da ex-senadora Marina Silva tiveram uma recepção discreta por parte da presidenciável. Apesar da mensagem de apoio enviada pelo socialista à criação de seu novo partido (Rede Sustentabilidade), Marina afirmou que os dois traçam ''caminhos diferentes'' e têm visões distintas sobre o País.

''Acho que é legítimo que ele [Eduardo] queira ser candidato. É uma liderança histórica, mas temos posições diferentes. Não tem problema nenhum em conversarmos, mas preferimos um outro caminho'', disse Marina.

Eduardo tem feito sucessivos gestos à ex-senadora, que conquistou 20 milhões de votos na última eleição presidencial. De acordo com o Blog do Vanguarda, além do texto de apoio ao novo partido, o socialista esteve, no início do mês, com o deputado Alfredo Sirkis (PV-RJ), fiel seguidor de Marina.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

JOSE PINTO DA SILVA

dentro daquilo que coseguimos ate hoje o povo nao e massa de manobra nem pode ser enganado a vida toda por politicos que para conseguir o seu objetivo mente durante toda sua trajetoria politica sonhar e um direito tanto do politico como do cidadao

JOSE PINTO DA SILVA

o que sinto e como cidado e servidor publico estadual sofre muito em governos passado e continuo sofrendo so que hoje tenho em minha mente muita coisa que aprende na vida como cidadao este e o meu ato de repudio o tempo e de deus se tiver de ser sera mais nao destruam o sonho dos pernambucano

JOSE PINTO DA SILVA

a presidenta dilma e a presidente do brasil e a representante do nosso pais e porque tanta falta de respeito com o nosso pais a eleiçao esta tao longe o que vejo em pernambuco e muito desespero de pessoas que querem chegar ao poder central a força querendo todo pais contra o governo federal isto.

JOSE PINTO DA SILVA

cuspirem no prato em que comkeram isto e papel de amaudiçoado de pai e mae e isto o que parece o estado de pernambuco hoje para dilma e lula mais uma coisa eu digo a populaçao de pernambuco pode nao ser todos mais mais da metade da populaçao nao esta conivente com isto sera que o brasil nao merece

JOSE PINTO DA SILVA

e quem sabe ate amor de um api para com um filho ajudou a levantar o estado de pernambuco que jarbas deixou morer o que e que voces querem destruir um homem que governou este pais mais voltado para o nordeste do que muitos e muitos que pelo pais no governo passaram sera que voces nao tem vergonha.