FMO janeiro 2020

18/04


2012

Prefeitura de Goiana acumula dívidas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Em 2011, de acordo com dados constantes no Portal da Transparência e divulgado no site oficial da Prefeitura de Goiana, a receita do município foi de R$ 98.943.262,09, enquanto o total de despesas chegou a R$ 31.652.881,33, incluindo os gastos com a folha de pagamento.

O saldo, no final do ano, era de R$ 67.290.380,76. Mas as informações que correm na cidade são de que a Prefeitura acumula débitos de quase R$ 25 milhões com fornecedores e a Autarquia de Ensino Superior de Goiana tem um débito de R$ 2. 943.103,49.

A população do município começa a se mobilizar para cobrar da prefeitura uma resposta sobre as dívidas e se explicar sobre o destino dos quase R$ 70 milhões que ficaram em caixa, no final de 2011, segundo divulgado no Portal da Transparência.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

IPTU Cabo

18/04


2012

Movimento contra Dourado circula pelas redes sociais

 

 

 

 

 

 

Rivânia Queiroz

Em Garanhuns, a população vem protestando contra imposições na política e não aceita a indicação do pré-candidato do Palácio do Campo das Princesas, João Antônio Dourado, à sucessão municipal. Agora, foi criado um movimento suprapartidário denominado ‘Eu Amo Minha Cidade’, com a finalidade de mostrar que o povo é independente e não vai se curvar a intervenções.

O movimento é formado por estudantes, profissionais liberais e membros da sociedade civil e conta com o apoio de lideranças políticas locais. O grupo confeccionou um cartaz e vêm divulgando o protesto nas redes sociais. O material traz a imagem de um palhaço com as seguintes frases: “Votar em aventureiro? E quem disse que o povo de Garanhuns é palhaço?”.

Além do movimento, já está sendo organizada uma grande manifestação para ocorrer nos próximos dias. Políticos de diferentes partidos estão engajados na articulação de um evento para recepcionar Ivan Rodrigues, que chegará do Recife. O socialista vem sendo estimulado para lançar o seu nome como alternativa a Antônio João. Para tanto, os organizadores do ato pretendem recebê-lo em clima de festa. A ideia é fazer uma grande concentração na entrada da cidade e seguir com o socialista, em carreata, pelas ruas de Garanhuns.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

milton tenorio

O que é isso JP? Garanhuns é uma bela cidade..de gente de bem..merece nosso respeito...

Luiz Arnaldo Santos

Pode ficar tranquilo João Paulo, que pessoas alegres como você, aqui não se come não

João Paulo

O slogan de Eduardo Campos para Garanhuns em 2012 é: "Visite Garanhuns, a Terra do Canibalismo". Todos daí são índios...

João Paulo

Quem danado de fora vai querer ir governar a TERRA DOS CANIBAIS, a não ser mesmo o Pajé Eduardo Campos.


Governo de PE - Decimo Terceiro

18/04


2012

PMDB quer controle da CPI do Cachoeira

O PMDB quer ser tutor da CPI do Carlinhos Cachoeira e assim negociar com o Palácio do Planalto os rumos da investigação sobre as ligações políticas do contraventor. A ideia do partido é mostrar que a CPI é uma "invenção do PT" e que, uma vez instalada, vai acabar respingando no governo de Dilma Rousseff por culpa do voluntarismo do seu próprio partido.

O Partido dos Trabalhadores, na tentativa de amenizar os rumores de que estaria envolvido numa "operação abafa" para proteger os parlamentares citados nas conversas com o bicheiro, iniciou um processo de recolhimento de assinaturas a favor da CPI, tanto no Senado quanto na Câmara. O requerimento de criação da CPI mista necessita de pelo menos 171 assinaturas na Câmara e 27 no Senado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

acolher

18/04


2012

Condado: prefeito nega confusão com membros de CPI

O prefeito de Condado, Edberto Quental (DEM) nega as acusações de que teria impedido o acesso à prefeitura dos membros da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga irregularidades no programa Renda Cidadã. Segundo ele, até o momento da visita ao prédio da prefeitura, ocorrida na segunda-feira (16), os vereadores ainda não haviam oficializado a CPI.

Ainda de acordo com Quental, os funcionários da prefeitura não tentaram, em momento algum, impedir o acesso do grupo, formado por vereadores e pelo advogado da Câmara Municipal, tendo apenas orientado a formalizarem, através de requerimento, o pedido das informações necessárias à CPI.

O prefeito afirmou acreditar que a ação contra ele seja uma retaliação à recente expulsão de alguns vereadores da bancada do seu partido, o DEM, uma vez que dois desses vereadores fazem parte da comissão. Em nota, Quental comunicou que atenderá a todas as solicitações e que está à disposição da Câmara Municipal para qualquer tipo de esclarecimento.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

SEVERINO JOSÉ

ALÉM DE LADRÃO ELE SE CHAMA AGORA DR. MENTIRA QUENTAL.

SEVERINO JOSÉ

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga indícios de irregularidades no Renda Cidadã, programa da administração municipal de Condado, na Zona da Mata Norte do Estado, está encontrando dificuldades para dar continuidade ao processo de apuração das denúncias. Presidida pela vereadora Ma

Maristela Freitas

É Dr. Edberto, Condado agradece aos vereadores que instalaram a CPI da Renda Cidadã. Vamos ver o que há por trás desta boa intenção.



18/04


2012

Serra sai em busca do apoio dos católicos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Depois de conquistar o apoio dos evangélicos da Assembleia de Deus para a eleição municipal de outubro, o ex-governador José Serra (PSDB) começa a se aproximar dos líderes religiosos católicos de São Paulo. O objetivo é neutralizar, principalmente, o assédio feito às paróquias por Gabriel Chalita (PMDB) - que pertence à ala carismática da Igreja. "Chalita não é dono e senhor desses segmentos. Também temos boas relações com a Igreja Católica", diz o deputado tucano Walter Feldman, um dos responsáveis pela articulação da campanha de Serra com líderes comunitários e religiosos.

A equipe de Serra avalia que os padres têm influência não apenas sobre os frequentadores das paróquias, como também sobre usuários dos projetos sociais mantidos pela Igreja. Eles esperam que essas lideranças possam declarar apoio ao PSDB paulista antes de outubro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Galindo do Pajeú

Este parece ser o blog oficial do PSDB, nunca vi dar tanto destaque, e a este Serra, para os menos avisados, ele é candidato no Recife, babação tem limite e ética também.

Raimundo Eleno dos Santos

Serra será um candidato ecumênico se for à Federação Espírita, ou Confederação; Aos Centros de Umbanda e correlatos...


Cúpula Hemisférica

18/04


2012

A população e os patamares do Brasil globalizado

O que o Crescimento, a Competitividade e a Educação, têm haver com o momento que o Brasil vem trilhando nesta rota de participação internacional do mundo globalizado? Um Caminho que o coloca como a 6ª economia Mundial, a frente da pátria Mãe da colonização e o desenvolvimento industrial do mundo, a Inglaterra?

O Brasil ocupa posição de destaque na Economia mundial, participando do seleto grupo dos Grandes Países Emergentes: Índia, China, África do Sul, Rússia, o que estes Países têm em comum? Quase nada e quase tudo. Alguns mantêm o traço peculiar: o seu povo não consegue usufruir do seu crescimento iminente. Uma lástima.

Tudo isto porque internamente lhes faltam condições de usufruir destas oportunidades, tais como ofertas de emprego, melhoria salarial, melhora na infra-estrutura do País, melhor padrão educacional, são produtos que devem acompanhar a riqueza produzida, isto traz a necessidade de transformação do perfil de investimento interno no País.

 E faz com que os que elaboram as políticas de crescimento e planos de desenvolvimento tendam a escolher o macro crescimento em detrimento ao micro, afastando-se assim dos fatos reais que bloqueiam a participação do povo na geração da riqueza nacional. A íntegra deste artigo, de autoria do professor Marcelo Ferreira Lima, você confere no menu Opinião. Vale a pena!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Serra Talhada

18/04


2012

Queiroz evita revidar ataques de João Lyra

 

 

 

 

 

 

 

 

Rivânia Queiroz

O prefeito de Caruaru, José Queiroz, anda pisando em ovos para desviar qualquer ruído do seu palanque. Hoje, evitou revidar críticas de aliados à administração e fez questão de dizer que a sua relação com o vice-governador de Pernambuco, João Lyra Neto, nunca esteve abalada. Nas entrelinhas, deu a entender que dentro de pouco tempo teria o apoio formal do vice-governador e de sua filha, Raquel Lyra, na sua pré-campanha à reeleição.

Recentemente, João Lyra fez duras críticas a forma como Queiroz vem gerindo a Prefeitura de Caruaru e chegou a dizer que o presidente do PDT não conseguiu imprimir êxito na gestão. Reclamou ainda de ter tentado conversar com Queiroz sobre a administração e de não ter conseguido. Quanto a isso, José Queiroz preferiu ignorar, ao esclarecer que ambos têm mais convergências.

“Compreendo as críticas. A gente precisa entender. As divergências desaparecem com o tempo. Se eu fosse aqui polemizar, estaria criando mais polêmica e não quero isso. As atividades dele como governador (João Lyra) são muitas e pode ser que ele não tenha tido tempo para ter as informações necessárias da nossa gestão”, minimizou Queiroz.

O prefeito de Caruaru avisou que vai conversar com o colega pedetista e com outros aliados a fim de fechar as negociações em torno de sua postulação. Mas disse que isso acontecerá num segundo momento. Agora, está tratando de fechar as alianças para apresentá-las.

Até o momento, Queiroz conta com 12 partidos no seu palanque e outros cinco devem ser anunciados em breve, segundo adiantou. Estariam nesse pacote o PT e o PCdoB, que vem discutindo apoio com o pedetista.”Estou cumprindo etapas racionais. Não adianta procurar as lideranças agora sem ter fechado com todos os partidos que vão estar comigo”, justificou.

Quando a indicação do seu vice – corre boatos que Queiroz pode trocar Jorge Gomes por outro nome -, o pedetista avisou que deixará o assunto mergulhado. “Não sou eu quem vai falar sobre isso. Escolha de vice é uma articulação final. Vamos analisar até que se chegue a uma definição”, concluiu José Queiros, em entrevista nesta manhã.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Limoeiro

18/04


2012

Câmara vota projeto para punir empresas corruptoras

Em meio ao esquema envolvendo empresários em fraude e pagamento de propina revelado pela operação Monte Carlo, a Câmara vai votar hoje, em comissão especial, um projeto para punir empresa que cometer ato de corrupção contra a administração pública. A proposta torna a punição mais efetiva ao permitir a aplicação das penas quando for comprovado o benefício à empresa. Não será mais necessário, por exemplo, provar que o pagamento de propina em um contrato com órgão público se deu a mando do responsável pela empresa. É a chamada responsabilidade objetiva.

Entre as penas previstas, a empresa que descumprir a lei terá de pagar pelos danos causados à administração pública. A lista de infrações sujeitas à punição é longa. A proposta engloba os que corromperem agentes públicos para obter vantagens, fraudar ou fazer combinações e conluios em licitações, oferecer vantagem indireta, manipular contratos, criar empresas irregularmente para participar de contratos e usar "laranjas" para ocultar reais interesses ou identidade dos beneficiados.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

o povo da de olho

Isso tudo se chama corrupção e ja é crime.


Banner de Arcoverde

18/04


2012

Nota do PSB reafirma candidatura de Dourado em Garanhuns

O presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, reafirmou ao blog que em Garanhuns a candidatura do empresário Givaldo Calado está descartada, porque o partido ali só considera a candidatura do atual prefeito de Lajedo, Antônio João Dourado. Veja abaixo os principais tópicos da nota enviada pelo dirigente socialista:

I- O PSB estadual decidiu que o candidato do partido à prefeitura de Garanhuns é Antonio João Dourado e ponto final.

II- Cabe agora a Antonio João construir a candidatura, algo que ele vem fazendo há alguns meses, procurado lideranças e presidentes de partidos da Frente Popular.

III- O partido procurou Ivan Rodrigues e Givaldo Calado por meio do seu presidente a fim de informá-los sobre a decisão que foi tomada e para pedir a colaboração de ambos à campanha de Antonio João.

IV- Não é verdade que o presidente estadual tenha declarado que iria “enquadrar” Ivan Rodrigues, obrigando-o a apoiar Antonio João.

V- O partido tem a maior estima por Ivan Rodrigues, seu fundador em 1990, e respeitará a posição que ele tomar, qualquer que seja ela.

VI- Mesmo que não apóie Antonio João, Ivan Rodrigues não será excluído da presidência da comissão executiva municipal provisória. “Ele fica no lugar que quiser”, garante Sileno Guedes.

VII- O presidente reconhece que as desastradas declarações de Antonio João sobre pessoas e instituições não o ajudaram, mas garante que os fatos estão superados e que agora se deve “olhar pra frente”.

Sileno Guedes

Presidente do PB


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

João Paulo

Viva os Canibais de Garanhuns! Viva o Pajé Eduardo Campos!



18/04


2012

Governadores tucanos criticam o Governo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Durante reunião realizada, ontem, em Curitiba (PR), sete dos oito governadores do PSDB (apenas o governador de Alagoas, Teotônio Vilela Filho, não participou) reforçaram as críticas ao pacto federativo e ao Governo Federal. O encontro contou ainda com a presença do presidente nacional da legenda, o deputado federal Sérgio Guerra (PSDB-PE).

No documento elaborado ao final do encontro, os governadores informaram que a reunião serviu para discutir os riscos para a sustentabilidade econômica e social, que estaria vulnerável diante da falta de uma política industrial consistente. Não menos grave, os governadores tucanos apontaram a omissão da União diante do compromisso pelo financiamento dos serviços públicos, especialmente nas áreas de saúde, educação e segurança, onde os Estados são obrigados a arcar com novos custeios sem que recebam o correspondente repasse.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha