O Jornal do Poder

22/10


2020

O camaleão de Ipojuca

Em 2016, quando acabou derrotado ao disputar a reeleição em Ipojuca, o ex-prefeito Carlos Santana fazia parte do PSDB, que liderou o processo de derrubada da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). O antipetismo falava mais alto no seu coração e entre os demais tucanos.

Menos de quatro anos depois, Santana integra os quadros do PSB, em nova tentativa de chegar à Prefeitura ipojucana, e a raiva que tinha do Partido dos Trabalhadores parece que passou, já que apareceu no domingo passado vestindo a camisa da legenda liderada por Lula.

É ou não é um camaleão?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Abreu no Zap

22/10


2020

Ibope em João Pessoa: Cícero 21%; Nilvan 15%; Ricardo 10% e Wallber 10%

Pesquisa Ibope divulgada pela TV Cabo Branco hoje aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para a Prefeitura de João Pessoa nas Eleições 2020:

  • Cícero Lucena (PP): 21%
  • Nilvan Ferreira (MDB): 15%
  • Ricardo Coutinho (PSB): 10%
  • Wallber Virgolino (PATRIOTA): 10%
  • Ruy Carneiro (PSDB): 9%
  • Edilma Freire (PV): 9%
  • João Almeida (SOLIDARIEDADE): 3%
  • Raoni (DEM): 1%
  • Anísio Maia (PT): 1%
  • Branco/Nulo: 13%
  • Não sabe/Não respondeu: 7%

Ítalo Guedes (PSOL) e Rama Dantas (PSTU) tiveram menos de 1%. Camilo Duarte (PCO), Carlos Monteiro (REDE) e Rafael Freire (UP) não foram citados.

Evolução

Em relação ao levantamento anterior do Ibope, de 5 de outubro:

  • Cícero Lucena foi de 18% para 21%;
  • Nilvan Ferreira se manteve com 15%;
  • Ricardo Coutinho foi de 12% para 10%;
  • Wallber Virgolino se manteve com 10%;
  • Ruy Carneiro foi de 7% para 9%;
  • Edilma Freire foi de 5% para 9%;
  • João Almeida foi de 1% para 3%
  • Raoni foi de 2% para 1%;
  • Anísio Maia se manteve com 1%;
  • Ítalo Guedes (PSOL) não estava na primeira pesquisa e foi para 0%
  • Rama Dantas (PSTU) não foi citada na primeira pesquisa e foi para 0%.
  • Brancos e nulos foram de 20% para 13%;
  • Indecisos foram de 8% para 7%.

Rejeição

A pesquisa também perguntou em quem os eleitores não votariam de jeito nenhum. Os percentuais foram os seguintes:

  • Ricardo Coutinho (PSB): 53%
  • Cícero Lucena (PP): 30%
  • Ruy Carneiro (PSDB): 17%
  • Nilvan Ferreira (MDB): 17%
  • Wallber Virgolino (PATRIOTA): 16%
  • Anísio Maia (PT): 15%
  • Edilma Freire (PV): 13%
  • João Almeida (SOLIDARIEDADE): 13%
  • Raoni (DEM): 12%
  • Rafael Freire (UP): 11%
  • Rama Dantas (PSTU): 11%
  • Carlos Monteiro (REDE): 10%
  • Camilo Duarte (PCO): 8%
  • Ítalo Guedes (PSOL): 8%
  • Poderiam votar em todos: 1%
  • Não sabem ou preferem não opinar: 11%

Os entrevistados podiam apontar mais de uma resposta, por isso a soma dos fatores apontados é de mais de 100%.

A pesquisa foi encomendada pela TV Cabo Branco.

Sobre a pesquisa

Margem de erro: 4 pontos percentuais para mais ou para menos

Quem foi ouvido: 602 eleitores da cidade de João Pessoa

Quando a pesquisa foi feita: 20 a 22 de outubro

Número de identificação na Justiça Eleitoral: PB-08581/2020.

O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

22/10


2020

Ibope em Aracaju: Edvaldo 34% e Delegada Danielle 19%

Pesquisa Ibope divulgada pela TV Sergipe hoje aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para a Prefeitura Aracaju nas Eleições 2020:

  • Edvaldo (PDT): 34 %
  • Delegada Danielle (Cidadania): 19 %
  • Rodrigo Valadares (PTB): 10%
  • Márcio Macêdo (PT): 6 %
  • Georlize (DEM): 4%
  • Lúcio Flávio (Avante): 2%
  • Alexis Pedrão (PSOL): 2%
  • Almeida Lima (PRTB): 1%
  • Delegado Paulo Márcio (DC): 0%
  • Gilvaní Santos (PSTU): 0%
  • Juraci Nunes (PMB): 0 %
  • Branco/ Nulo: 15%
  • Não sabe/ Não respondeu: 6%

Evolução

Em relação ao levantamento anterior do Ibope, de 9 de outubro:

  • Edvaldo foi de 32% para 34%
  • Delegada Danielle foi de 21% para 19%
  • Rodrigo Valadares foi de 6% para 10%
  • Márcio Macêdo foi de 5% para 6%
  • Georlize foi de 3% para 4%
  • Lúcio Flávio foi de 3% para 2%
  • Alexis Pedrão foi de 2% para 2%
  • Almeida Lima foi de 3% para 1%
  • Delegado Paulo Márcio foi de 1% para 0%
  • Gilvaní Santos manteve 0%
  • Juraci Nunes foi de não citado pelos entrevistados para 0%
  • Branco/Nulo foi de 18% para 15%
  • Não sabem ou não responderam manteve 6%

Rejeição

A pesquisa também perguntou em quem os eleitores não votariam de jeito nenhum. Os percentuais foram os seguintes:

  • Almeida Lima (PRTB): 47%
  • Rodrigo Valadares (PTB): 31%
  • Edvaldo (PDT): 28%
  • Delegada Danielle (Cidadania): 25%
  • Márcio Macêdo (PT): 22%
  • Lúcio Flávio (Avante): 14%
  • Delegado Paulo Márcio (DC): 13%
  • Alexis Pedrão (PSOL): 12%
  • Georlize (DEM): 11%
  • Gilvaní Santos (PSTU): 11%
  • Juraci Nunes (PMB): 11%
  • Poderiam votar em todos: 1%
  • Não sabem ou preferem não opinar: 10%

Os entrevistados podiam apontar mais de uma resposta, por isso a soma dos fatores apontados é de mais de 100%.

Simulações de segundo turno

O Ibope também questionou, caso haja segundo turno entre Edvaldo e Danielle Garcia, em quem os eleitores votariam:

  • Edvaldo 47% X 34% Danielle Garcia (branco/nulo: 14%; não sabe: 5%)

Sobre a pesquisa

Margem de erro: 4 pontos percentuais para mais ou para menos

Quem foi ouvido: 504 eleitores da cidade de Aracaju

Quando a pesquisa foi feita: 20 a 21 de outubro

A pesquisa foi encomendada pela TV Sergipe

Número de identificação na Justiça Eleitoral: SE-08376/2020

O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


22/10


2020

Pesquisa IBOPE/GLOBO/XT de Olinda tem nova derrota

Hoje, o juiz da 1ª Zona Eleitoral de Pernambuco indeferiu a petição inicial de habeas corpus impetrado pelo senhor Helber Cláudio da Silva, tendo como alvo a empresa XT CONSULTORIA E PESQUISA LTDA., no qual se sustentou que no dia 20/10/2020 a candidata do PT à Prefeitura do Recife, Marília Arraes, promoveu fake news ao aduzir que a referida empresa teria realizado pesquisa de campo pelo IBOPE (pesquisa eleitoral nº 09685/2020).

O impetrante requereu a retirada das notícias das redes sociais e deste Blog e, no mérito, quis determinar que Marília Arraes sofresse limitações quanto às alegações de que a empresa XT teria sido contratada pela IBOPE para realização de pesquisa no Recife.

O juiz Eleitoral assentou que a impetração seria descabida porque pessoa jurídica não pode figurar como paciente em habeas corpus, além de que manejou-se inadequadamente o HC para demandar tutela jurisdicional que nada tem a ver com liberdade de o cidadão ir vir ou permanecer. A verdade é que a pesquisa já perdeu sua credibilidade na justiça e na sociedade.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


22/10


2020

Pesquisa de Caruaru só amanhã com a Cultura

Ao invés de ser postada à meia noite, horário habitual deste blog, a pesquisa de intenção de voto para prefeito de Caruaru, do Instituto Opinião, somente será divulgada amanhã, logo cedo, de 7h15, aproveitando a audiência do programa noticioso da Cultura, parceira do levantamento. A expectativa faz parte do prazer.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


22/10


2020

Datafolha no RJ: Paes 28%; Crivella 13%; Martha 13% e Benedita 10%

Pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (22) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para a Prefeitura do Rio de Janeiro nas Eleições 2020:

  • Eduardo Paes (DEM): 28%
  • Crivella (Republicanos): 13%
  • Martha Rocha (PDT): 13%
  • Benedita da Silva (PT): 10%
  • Renata Souza (PSOL): 5%
  • Luiz Lima (PSL): 4%
  • Bandeira de Mello (Rede): 3%
  • Cyro Garcia (PSTU): 1%
  • Clarissa Garotinho (Pros): 1%
  • Fred Luz (Novo): 1%
  • Glória Heloiza (PSC): 1%
  • Nenhum/branco/nulo: 17%
  • Não sabe/Não respondeu: 3%

Paulo Messina (MDB), Suêd Haidar (PMB) tiveram menos de 1%, e Henrique Simonard (PCO) não foi citado.

Em relação ao levantamento anterior do Datafolha, divulgado em 8 de outubro:

  • Eduardo Paes foi de 30% para 28%
  • Crivella foi de 14% para 13%
  • Martha Rocha foi de 10% para 13%
  • Benedita da Silva foi de 8% para 10%
  • Renata Souza foi de 3% para 5%
  • Luiz Lima foi de 1% para 4%
  • Bandeira de Mello se manteve com 3%
  • Cyro Garcia foi de 2% para 1%
  • Clarissa Garotinho se manteve com 1%
  • Fred Luz se manteve com 1%
  • Glória Heloiza foi de 0% para 1%
  • Paulo Messina foi de 1% para 0%
  • Suêd Haidar se manteve com 0%

Henrique Simonard tinha 0% e não foi citado na segunda pesquisa

Os indecisos se mantiveram em 3%, e os brancos ou nulos foram de 22% para 17%

Simulações de segundo turno

O Datafolha também simulou três cenários de segundo turno. Veja os números:

 

  • Eduardo Paes 52% x 22% Crivella (branco/nulo: 25%; não sabe: 2%)
  • Martha Rocha 45% x 41% Eduardo Paes (branco/nulo: 13%; não sabe: 1%)
  • Eduardo Paes 48% x 30% Benedita da Silva (branco/nulo: 21%; não sabe: 1%)

Sobre a pesquisa

Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos

Quem foi ouvido: 1.008 eleitores da cidade do Rio de Janeiro

Quando a pesquisa foi feita: 20 e 21 de outubro

Número de identificação na Justiça Eleitoral: RJ-08627/2020

O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


22/10


2020

Datafolha em SP: Covas 23%; Russomanno 20%; Boulos 14% e França 10%

A Pesquisa Datafolha divulgada hoje aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para a Prefeitura de São Paulo nas Eleições 2020:

  • Bruno Covas (PSDB): 23%
  • Celso Russomanno (Republicanos): 20%
  • Guilherme Boulos (PSOL): 14%
  • Márcio França (PSB): 10%
  • Arthur do Val - Mamãe Falei (Patriota): 4%
  • Jilmar Tatto (PT): 4%
  • Joice Hasselmann (PSL): 3%
  • Andrea Matarazzo (PSD): 2%
  • Levy Fidelix (PRTB): 1%
  • Marina Helou (Rede): 1%
  • Orlando Silva (PCdoB): 1%
  • Vera Lúcia (PSTU): 1%
  • Nenhum/branco/nulo: 13%
  • Não sabe: 3%

Antonio Carlos Silva (PCO) e Filipe Sabará (Novo) tiveram menos de 1%.

Em relação ao levantamento anterior do Datafolha, de 8 de outubro:

  • Covas foi de 21% para 23%
  • Russomanno foi de 27% para 20%
  • Boulos foi de 12% para 14%
  • França foi de 8% para 10%
  • Arthur do Val foi de 3% para 4%
  • Jilmar Tatto foi de 1% para 4%
  • Joice Hasselmann foi de 1% para 3%
  • Matarazzo se manteve com 2%
  • Levy Fidelix foi de 2% para 1%
  • Marina Helou se manteve com 1%
  • Orlando Silva se manteve com 1%
  • Vera se manteve com 1%
  • Antônio Carlos foi de 1% para 0%
  • Sabará foi de 1% para 0%

Os indecisos foram de 4% para 3% e os brancos ou nulos foram de 12% para 13%

Simulações de segundo turno

O Datafolha também questionou se o segundo turno da eleição para prefeito fosse hoje e a disputa ficasse apenas entre Bruno Covas e Celso Russomanno em quem os eleitores votariam:

  • Bruno Covas 48% x 36% Celso Russomanno (branco/nulo: 14%; não sabe: 1%)

Sobre a pesquisa

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “Folha de S. Paulo”.

Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos

Quem foi ouvido: 1204 eleitores na cidade de São Paulo com 16 anos ou mais.

Quando a pesquisa foi feita: nos dias 20 e 21 de outubro de 2020.

Número de identificação na Justiça Eleitoral: SP-02125/2020.

O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


22/10


2020

Datafolha: João 31%; Marília 18%; Patrícia 16% e Mendonça 15%

Do G1/PE

A Pesquisa Datafolha divulgada hoje aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para a prefeitura do Recife nas Eleições 2020:

  • João Campos (PSB): 31%
  • Marília Arraes (PT): 18%
  • Delegada Patrícia (Podemos): 16%
  • Mendonça Filho (DEM): 15%
  • Coronel Feitosa (PSC): 2%
  • Carlos (PSL): 1%
  • Charbel (Novo): 1%
  • Thiago Santos (UP): 1%
  • Nenhum/branco/nulo: 12%
  • Não sabe/não respondeu: 4%

Marco Aurélio Meu Amigo (PRTB) e Claudia Ribeiro (PSTU) foram citados, mas não atingiram 1% das intenções de voto. Victor Assis (PCO) não foi citado.

Em relação ao levantamento anterior do Datafolha, divulgado em 8 de outubro:

João Campos (PSB): saiu de 26% para 31%

Marília Arraes (PT): saiu de 17% para 18%

Delegada Patrícia (Podemos): saiu de 10% para 16%

Mendonça Filho (DEM): saiu de 16% para 15%

Coronel Feitosa (PSC): saiu de 1% para 2%

Carlos (PSL): se manteve em 1%

Charbel (Novo): tinha menos de 1% e, agora, 1%

Thiago Santos (UP): tinha menos de 1% e, agora, 1%

Claudia Ribeiro (PSTU): se manteve com menos de 1%

Marco Aurélio Meu Amigo (PRTB): saiu de 2% para menos de 1%

Victor Assis (PCO): tinha menos de 1% e, agora, não foi citado

Em branco/nulo/nenhum: saiu de 21% para 12%

Não sabe: saiu de 5% para 4%

Destaques por segmento

De acordo com o Datafolha, João Campos registrou avanço mais intenso entre as eleitoras do Recife (passou de 25% para 33%), na faixa de 45 a 59 anos (de 20% para 30%), na parcela com a escolaridade fundamental (de 32% para 47%), entre os mais pobres, com renda familiar de até dois salários-mínimos (de 28% para 38%) e entre evangélicos (de 23% para 33%). Entre os mais ricos, houve queda na preferência pelo candidato do PSB: entre quem tem renda de cinco a dez salários, suas intenções de voto passaram de 16% para 11%.

Apesar da estabilidade em relação à pesquisa anterior, com oscilação positiva dentro da margem de erro, Marília Arraes ganhou força em segmentos em que já aparecia com destaque no início do mês, como o eleitorado mais escolarizado, em que passou de 23% para 27%. Na faixa de renda familiar que ganha de cinco a dez salários, a petista passou de 25% para 32%.

A candidatura de Mendonça Filho ganhou quatro pontos entre os mais velhos (de 20% para 24%), segmento no qual só fica numericamente atrás de Campos, que tem 32%.

Delegada Patrícia avançou em quase todos os segmentos do eleitorado, à exceção dos mais velhos, no qual passou de 13% para 10%. Mais velhos, mais ricos e menos escolarizados (no qual também tem 10%) são, por ora, os pontos mais fracos da candidata do Podemos, que tem intenções de voto bem distribuídas entre os demais grupos sociodemográficos.

Dentro do universo de 21% dos eleitores que têm o PT como partido de preferência no Recife, a escolha por Marília Arraes passou de 36% para 42%, e os demais se dividem, principalmente, entre Campos (33%), Delegada Patrícia (10%) e Mendonça (7%).

Grau de conhecimento do entrevistado sobre o candidato:

Mendonça Filho (DEM): 94% conhecem (muito bem, 34%; um pouco, 29%; de ouvir falar, 31%); 6% não conhecem

João Campos (PSB): 92% conhecem (muito bem, 28%; um pouco, 31%; de ouvir falar, 33%); 8% não conhecem

Marília Arraes (PT): 84% conhecem (muito bem, 21%; um pouco, 27%; de ouvir falar, 36%); 16% não conhecem

Delegada Patrícia (Podemos): 68% conhecem (muito bem, 9%; um pouco, 18%; de ouvir falar, 40%); 32% não conhecem

Coronel Feitosa (PSC): 40% conhecem (muito bem, 5%; um pouco, 9%; de ouvir falar, 26%); 60% não conhecem

Marco Aurélio Meu Amigo (PRTB): 30% conhecem (muito bem, 4%; um pouco, 9%; de ouvir falar, 17%); 70% não conhecem

Carlos (PSL): 13% conhecem (muito bem, 0%; um pouco, 4%; de ouvir falar, 9%); 87% não conhecem

Cláudia Ribeiro (PSTU): 12% conhecem (muito bem, 1%; um pouco, 1%; de ouvir falar, 10%); 88% não conhecem

Thiago Santos (UP): 11% conhecem (muito bem, 0%; um pouco, 2%; de ouvir falar, 9%); 89% não conhecem

Charbel (Novo): 10% conhecem (muito bem, 1%; um pouco, 3%; de ouvir falar, 7%); 90% não conhecem

Victor Assis (PCO): 8% conhecem (muito bem, 0%; um pouco, 1%; de ouvir falar, 7%); 92% não conhecem

Rejeição

A pesquisa também perguntou em quem os eleitores não votariam de jeito nenhum. Os percentuais foram os seguintes:

  • João Campos: 34%
  • Mendonça Filho (DEM): 28%
  • Coronel Feitosa (PSC): 27%
  • Marília Arraes (PT): 22%
  • Charbel (Novo): 21%
  • Victor Assis (PCO): 21%
  • Carlos (PSL): 20%
  • Marco Aurélio Meu Amigo (PRTB): 17%
  • Thiago Santos (UP): 17%
  • Claudia Ribeiro (PSTU): 16%
  • Delegada Patrícia (Podemos): 15%
  • Não votaria em nenhum: 4%
  • Poderia votar em todos: 2%
  • Não sabe/não respondeu: 5%

Em relação ao levantamento anterior do Datafolha, divulgado em 8 de outubro, a rejeição aos candidatos evoluiu da seguinte forma:

  • João Campos: saiu de 30% para 34%
  • Mendonça Filho: saiu de 32% para 28%
  • Coronel Feitosa: saiu de 21% para 27%
  • Marília Arraes: saiu de 15% para 22%
  • Charbel: saiu de 18% para 21%
  • Victor Assis: saiu de 17% para 21%
  • Carlos: saiu de 17% para 20%
  • Marco Aurélio Meu Amigo: saiu de 15% para 17%
  • Thiago Santos: se manteve em 17%
  • Cláudia Ribeiro: saiu de 12% para 16%
  • Delegada Patrícia: saiu de 13% para 15%

Rejeita todos/não votaria em nenhum: saiu de 9% para 4%

Votaria em qualquer um/não rejeita nenhum: se manteve em 2%

Não sabe: saiu de 6% para 5%

Simulações de segundo turno

O Datafolha também questionou se, caso o segundo turno da eleição para prefeito fosse hoje, em qual candidato os eleitores votariam, apresentando três cenários. Os números são os seguintes:

  • João Campos 40% x 37% Marília Arraes
  • João Campos 43% x 43% Delegada Patrícia
  • João Campos 48% x 36% Mendonça Filho

Sobre a pesquisa

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “Folha de S. Paulo”.

Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos

Quem foi ouvido: 868 eleitores da cidade do Recife

Quando a pesquisa foi feita: nos dias 20 e 21 de outubro

Número de identificação no TRE-PE: PE-05988/2020

O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Carlos

A Delegada Patrícia disparou, e aí Magno, tu dissestes que era mentira do Ibope, qual vai ser a desculpa agora? Aceita que dói menos.



22/10


2020

Folha/Ipespe: João Campos lidera com 33% no Recife

Folha de Pernambuco

A Folha de Pernambuco e o Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe) divulgam, hoje, a segunda rodada da pesquisa de intenções de voto para a Prefeitura do Recife. No levantamento, João Campos (PSB) assumiu a liderança, com 33%, abrindo uma diferença de 15 pontos percentuais em relação a Marília Arraes (PT), que aparece com 18% na segunda colocação. A petista está tecnicamente empatada com Mendonça Filho (DEM), que registrou 16% e, no limite da margem de erro, também empatada com Delegada Patrícia (Podemos), que tem 13%.

Coronel Feitosa (PSC), Marco Aurélio (PRTB), Charbel (Novo) e Thiago Santos (UP) foram mencionados por 1% dos entrevistados. Os candidatos Carlos Andrade Lima (PSL) e Cláudia Ribeiro (PSTU) têm 0%. Brancos e nulos somam 10%, enquanto os pesquisados que indicaram que não sabem ou ainda que não responderam somam 6%. O candidato Victor Assis foi incluído nesta pergunta, mas não foi citado por nenhum respondente. A margem de erro máximo estimada do estudo é de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos, com a utilização de um intervalo de confiança de 95,45%. O estudo foi realizado nos dias 20 e 21 de outubro e consultou 800 pessoas.

Na primeira sondagem, realizada nos dias 22 e 23 de setembro e publicada no dia 25 de setembro, a disputa trazia Marília Arraes com 22% e João Campos com 16%. Mendonça, por sua vez, registrou 13% e a Delegada Patrícia 14%. Entre os demais prefeituráveis, Marco Aurélio foi mencionado por 2%, enquanto Thiago Santos, Coronel Feitosa, Carlos Andrade Lima e Charbel, 1%. Cláudia Ribeiro e Victor Assis apareciam com 0%. Os recifenses que afirmam votar branco, nulo ou não votar, somavam 21%. Já os que não souberam ou não responderam eram 8% no primeiro resultado.

A segunda pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo PE-01392/2020.

Segundo turno

A pesquisa Ipespe/Folha de Pernambuco também perguntou aos entrevistados em quem eles votariam em simulações de segundo turno no município. Em uma disputa entre João e Marília Arraes, o socialista teria 43% e a petista 37%. Os recifenses que indicaram votar branco, nulo ou nem registrar o voto somam 17% e os que não sabem ou não responderam representam 3%.

Já numa simulação entre João Campos e Mendonça Filho, o candidato do PSB seria eleito com 45%. O democrata teria 32%. Votos brancos, nulo ou “nenhum” são 21% e os que não sabe ou não responderam são 2%.

Em outro quadro, entre Marília Arraes e Mendonça Filho, a petista teria 44% contra 39% do democrata. Brancos, nulos ou “nenhum” são 15% e não sabem ou não responderam são 2%.

Em uma simulação entre João Campos e a Delegada Patrícia, ele registraria 45% dos votos contra 40% da postulante. As indicações de votos brancos, nulos ou “nenhum” são 13% e não sabem ou não responderam são 2%.

O panorama de uma decisão entre a Delegada Patrícia e Marília Arraes é o mais acirrado entre os apresentados aos eleitores. A delegada teria 42% e a petista 41%. O quantitativo de votos brancos, nulos ou “nenhum” somam 14% e os que não sabem ou não opinaram totalizam 3%.

Por fim, na hipótese de um embate no campo de centro-direita, a Delegada Patrícia venceria Mendonça Filho com 43%. O democrata teria 32%. Brancos, nulos ou “nenhum” são 22% e não sabem ou não responderam são 3%.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha