Lavareda

25/11


2020

Morre ex-governador de Sergipe João Alves Filho

Morreu, no fim da noite de ontem, o ex-governador de Sergipe João Alves Filho, aos 79 anos. Ele estava internado em estado grave desde a semana passada no Hospital Sírio Libanês, em Brasília, após sofrer uma parada cardíaca em casa no dia 18. A informação foi confirmada pela família.

João Alves recebeu os primeiros atendimentos ainda no apartamento, onde morava com a esposa e senadora Maria do Carmo Alves (DEM), e já recebia cuidados intensivos, por estar com um quadro avançado de Alzheimer. No sábado, ele foi diagnosticado com Covid-19. Em seguida, a família disse que o quadro de saúde era "clinicamente irreversível", e que ele estava com as funções renais paralisadas e sedado, respirando com ajuda de aparelhos.

O corpo do político será cremado no Cemitério Jardim Metropolitano, em Valparaíso de Goiás, a 40 minutos de Brasília. Além da esposa, ele deixa três filhos e quatro netos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

ALEPE

25/11


2020

Marília: vamos ampliar investimentos no saneamento

A candidata a prefeita do Recife pelo PT, Marília Arraes (PT), esteve no bairro do Arruda, na Zona Norte do Recife, para ouvir dos moradores da localidade sobre a importância de revitalizar e fazer a manutenção dos canais que cortam a cidade. 

Para Marília, o investimento nos canais da cidade tem relação direta com a diminuição dos alagamentos na cidade. "O Recife é cortado por quase 100 canais, que são importantíssimos para que não haja alagamentos em uma cidade abaixo do nível do mar como a nossa”.

"Nós vamos investir pesadamente na manutenção, na revitalização dos canais, pois isso é uma questão de saúde pública. Vários entornos de canais são pontos de passagem, de lazer também, como é aqui no Arruda."

A candidata do PT também se comprometeu com a ampliação dos investimentos no saneamento básico do Recife. No ano passado, a gestão do PSB investiu menos de 2% orçamento em saneamento.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Pega o beco Direitopatas, vcs perderam.kkkkk

JOÃO FREIRE CORRÊA LIMA

Só se for com dinheiro da rachadinha. Votou contra o Marco do Saneamento. O PT quer pobreza e miséria para continuar no poder.

joao carlos da silva

Para com essa propaganda enganosa porra. Essa vagaba voltou contra a lei do saneamento do governo federal. Ela quer manter o povo na lama, comendo restos feito porcos é votando nela.


O Jornal do Poder

25/11


2020

PF investiga desvio de recursos de obras na BR-101

Ex-servidores do Departamento de Estradas e Rodagens do Estado de Pernambuco (DER-PE) foram alvo de dois mandados de busca e apreensão de bens, hoje, quando a Polícia Federal (PF) deflagrou a 3ª fase da Operação Outline. A ação policial investiga o desvio de recursos de obras geridas pelo órgão, como a requalificação da BR-101, além de outros crimes, como peculato, corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa. As informações são do G1/PE.

De acordo com a PF, os mandados cumpridos resultaram na apreensão de um veículo GM Trailblazer, avaliado em R$ 190 mil, e uma lancha avaliada em R$ 270 mil, e são cumpridos no Recife e em Paulista, na Região Metropolitana.

A 13ª Vara da Justiça Federal também determinou, através de ofícios a cartórios, o sequestro de apartamentos na capital pernambucana e em Gravatá, no Agreste, além de joias e relógios de alto valor (um deles avaliado em mais de R$ 200 mil), assim como o bloqueio de contas bancárias.

Em nota, a Polícia Federal informou que essa 3ª fase da operação tem como foco “a reposição ao erário público de prejuízos causados pela organização criminosa sob investigação”. Ainda no texto, afirmou que foi registrado “um prejuízo estimado em mais de R$ 10 milhões com as atividades do grupo”.

Também segundo a PF, os ex-servidores do DER, que são alvos dessas medidas, foram responsáveis pela fiscalização e liberação de recursos da obra da BR-101 e outras entre 2017 e 2019, e “tiveram acréscimo patrimonial incompatível com os seus rendimentos nos últimos anos”.

Durante a investigação, foi constatado que “apenas um irrisório percentual” das movimentações financeiras desses ex-servidores era proveniente dos salários que recebiam, conforme divulgado pela PF.

Os investigadores também descobriram que uma empresa contratada constantemente para execução de obras e serviços pelo DER, incluindo a obra da BR-101, fez transações simuladas com empresas fantasmas. A Polícia Federal informou que um empresário representante dessa empresa também foi alvo de medidas de sequestro de bens.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Abreu no Zap

25/11


2020

Polícia silencia, mas empresa identifica ataques

Até o momento, depois de mais de dez dias da formalização do meu BO (Boletim de ocorrência) à Polícia Civil de Pernambuco, não houve qualquer avanço por parte da Delegacia de Crimes Cibernéticos quanto às queixas que prestei sobre os ataques que deixaram meu blog fora do ar por três dias antes do primeiro turno da eleição.

Uma equipe de peritos cibernéticos contratada por este blog, no entanto, constatou que fomos atacados por gente bandida, os chamados hackers. Conforme relatório já em meu poder, esses profissionais contratados, não se sabe ainda por quem, implantaram 290 vírus no sistema de atualização do blog.

Esses vírus, segundo os peritos, eram instrumentalizados para facilitar os ataques. "Não houve nenhum dano ou invasão de conteúdo. O objetivo era um só: tirar o blog do ar", disse um dos peritos que trabalharam na investigação.

Ainda segundo ele, a primeira ação direta foi neutralizar os vírus para amortecer os ataques. Foram identificados ainda 28 ataques na véspera da eleição e 18 na segunda-feira pós eleição. O blog só não voltou a cair porque contratei uma empresa top de linha no mercado internacional em proteção de dados.

Prestei queixa por uma orientação do meu advogado, mas nunca acreditei em investigação de resultados pela Polícia. Pelo contrário, o que se constata é um silêncio total, sem nenhuma resposta a todas as perguntas que fiz no registro do BO.

Quem está por trás desses ataques covardes? Quem teria interesse em nos deixar fora do ar, impossibilitados de postar as informações da campanha e da eleição? Eis as perguntas que a Polícia não é capaz de responder. A única resposta, até o momento, é técnica, desse relatório objeto da postagem.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


25/11


2020

Coluna da quarta-feira

Efeito zero para João

Até que ponto a contrapropaganda poderá influenciar no resultado das eleições de domingo revertendo os números até agora favoráveis à candidata do PT, Marília Arraes, segundo todas as pesquisas? Olhando para o passado e para a história recente das eleições de Pernambuco e do Recife, essa teoria cai por terra. Até porque Recife é uma cidade rebelde, cujo eleitor não se engana por panfletos apócrifos ou inserções veiculadas no rádio e na televisão.

Também não acredito que debates sejam suficientes para transferir votos, pois ocorrem quando o povão está no trabalho sem condições de acompanhar ou ligado em outro canal de televisão de maior audiência. Em 1988, nas eleições do Recife, tendo de um lado Marcos Cunha, do PMDB apoiado pelo então prefeito Jarbas Vasconcelos e o governador Miguel Arraes, e de outro Joaquim Francisco, do PFL, as vésperas do pleito houve um derrame de panfletos e adesivos, botons com a imagem de um Dedo Duro tentando associar Joaquim a um delator da Ditadura Militar. 

A contrapropaganda fracassou. Na eleição de Jarbas Vasconcelos ao Governo de Pernambuco, cujo adversário era Miguel Arraes, que tentava se reeleger mais contrapropaganda pesada insinuando que Jarbas era um péssimo filho e que teria batido no pai. Também não vingou. Agora a vítima da contrapropaganda é Marília Arraes, atacada em todas as frentes: com panfletos sórdidos distribuídos defronte aos templos evangélicos. Nas redes sociais é chamada de maconheira e defensora do aborto.

Enfim, tentam demonizá-la numa tentativa de reverter os números que indicam ser ela a primeira mulher a ocupar o cargo de Executivo Municipal do Recife. Alguns analistas políticos acreditam que se persistirem as acusações no horário eleitoral de que ela teria funcionários fantasmas no seu gabinete podem influenciar o eleitor a mudar de voto.

Dificilmente isso ocorrerá pelos seguintes motivos: quem é do PT ou acompanha o partido permanecerá com Marília; quem está contra a péssima gestão de Geraldo Júlio ou desapontado diante dos escândalos dos respiradores de porcos e outras irregularidades, não vota em João Campos. Os eleitores radicais de direita que votaram em Mendoncinha ou na delegada tenderão a anular ou votar em branco.

Analisando o quadro, Marília ainda fica na dianteira provando que foi o tempo que contrapropaganda mudava os rumos de uma eleição na reta final. Melhor exemplo é que não deu em nada a tentativa dos marqueteiros de João Campos em associar Marília à executiva nacional do PT. O efeito foi ao contrário.

CARA PÁLIDA – Ao criticar o PT durante o debate da TV Jornal, ontem, o candidato João Campos (PSB) afirmou que nenhum gestor do PSB foi apontado como envolvido com corrupção, nas gestões da legenda no Estado e no Recife. As afirmações não são reais. O PSB tem sim ex-gestores como réus criminais na Justiça Federal de Pernambuco. As informações constam do site oficial da Procuradoria da República em Pernambuco. Em julho de 2019, o MPE ofereceu à Justiça Federal a 11ª denúncia resultante da Operação Torrentes, que desvendou "fraudes com recursos federais, oriundos do Ministério da Integração Nacional, destinados ao auxílio de vítimas das enchentes ocorridas em 2010".  O prejuízo aos cofres públicos, em valores corrigidos, ultrapassou R$ 2,5 milhões, segundo o MPF.

ATÉ NO PALÁCIO – A Operação Torrentes, deflagrada em 2017, apontou a "atuação de grupo criminoso que, nos últimos anos, praticou fraudes na execução de ações de auxílio à população afetada pelas chuvas, que deixaram mais de 80 mil pessoas desabrigadas em Pernambuco". O esquema envolveu oficiais da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, inclusive um secretário de Estado de primeiro escalão como chefe da Casa Militar, bem como empresários favorecidos mediante fraudes em licitações e contratos em troca de vantagens indevidas. Na Operação, foi feita busca e apreensão no Palácio do Campo das Princesas, em 9 de novembro de 2017, por ser a sede da Casa Militar.

CAIXA DE PANDORA – Após ser citado inúmeras vezes pelo candidato do PSB à Prefeitura do Recife, João Campos, ao longo do debate de ontem com Marília Arraes na TV-Jornal, na condição de maior causador dos desmandos que assolam a capital, o ex-prefeito e vereador pelo PT, João da Costa, não reeleito na eleição de domingo passado, fez um desabafo pelas redes sociais usando o seu Twitter. João disse que, no momento certo, vai abrir a caixa de Pandora e revelar o que sabe. Que efeito danoso tem essa caixa de Pandora de João, o pior prefeito do Recife?

ENTENDA O MITO – A Caixa de Pandora foi divulgada pela obra de Hesíodo, intitulada Os Trabalhos e os Dias, escrita no século VIII a.C. Nele, Zeus cria uma mulher com diversas qualidades oferecidas pelos deuses e a concede ao irmão de Prometeu, Epimeteu. Antes, Zeus havia a oferecido a Prometeu, que temendo algum plano de vingança, a recusa. Quando Epimeteu ganha Pandora, com a mulher, ele recebe uma caixa que reunia inúmeros males espirituais e físicos que poderiam se espalhar pelo mundo. Sem saber de fato o que se encontrava dentro da caixa, ele foi apenas alertado de que o objeto não deveria ser aberto de forma alguma. Assim, a caixa foi colocada no fundo de sua casa e protegida por duas gralhas que emitiam altos sons.

CURTAS

SEM COLIGAÇÕES – O percentual de prefeitos eleitos sem coligação partidária quintuplicou em 2020 na comparação com 2016. Foi de 1,98% para 9,92%. O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) chama de “partidos isolados” os que não fecham uma aliança formal para disputar as eleições. O levantamento tem como base os dados do TSE. As eleições deste ano foram as primeiras que não tiveram coligações para candidatos a vereador.

MAIS VOTADOS – Antes, as vagas nas Câmaras Municipais eram divididas de acordo com o número de votos de cada aliança. Assumiam os postos os mais votados dentro das coligações. Agora, a divisão das vagas é feita de acordo com o número de votos dos partidos. Os candidatos ao Executivo podem fazer coligações. Alianças maiores significam mais tempo na TV no 1º turno, por exemplo. As novas regras fizeram com que as eleições de 2020 tivessem recorde de candidaturas a prefeito, vice e vereador.

Perguntar não ofende: Como virá a pesquisa do Ibope de hoje para prefeito do Recife?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Só aos fatos. marcos Lolita mamador de piroca de camaragibe, diz aí porque começasse a queimar a rosca?

Fernandes

marcos (Lolita) de camaragibe mamador de piroca, diz aí porque começasse a queimar a rosca?

marcos

Só aos fatos.

marcos

Argumentem aí sem ofensas pessoais. Só as fatos.

marcos

Se a maioria que vota na esquerda é pobre, por que a esquerda quer acabar a pobreza? .... kkkkkkkkkkkkkkkkk


Banco de Alimentos

24/11


2020

Embaixada chinesa reage a tuíte de Eduardo Bolsonaro

A embaixada da China no Brasil acaba de soltar comunicado em que repudia o tuíte em que Eduardo Bolsonaro acusa o gigante asiático de usar a tecnologia 5G para espionagem. Depois do estrago feito, o deputado apagou a postagem.

“Eduardo Bolsonaro e algumas personalidades têm produzido uma série de declarações infames que, além de desrespeitarem os fatos da cooperação sino-brasileira e do mútuo benefício que ela propicia, solapam a atmosfera amistosa entre os dois países e prejudicam a imagem do Brasil”, diz a embaixada.

“Instamos essas personalidades a deixar de seguir a retórica de extrema direita norte-americana, cessar as desinformações e calúnias sobre a China e evitar ir longe demais no caminho equivocado. Caso contrário, vão arcar com as consequências negativas e carregar a responsabilidade histórica de perturbar a normalidade da parceria China-Brasil”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

joao carlos da silva

Ate quando vamos ser submissos a esses chineses fdp que soltaram um vírus pra fydervtodo mundo? Quero que esse povo desgracado morra de fome, vem ratos consiga pra comer.

marcos

Até quando esses vagabundos filhos de Bolsonaro, vão ficar perturbando o Brasil, esse Eduardo Bananinha de vez enquanto fica prejudicado a imagem do Brasil, que já não é boa, justamente por causa do Presidente e desses MILICIANOS filhos dele.

Wellington Antunes

\"Caso contrário, vão arcar com as consequências negativas e carregar a responsabilidade histórica de perturbar a normalidade da parceria China-Brasil” Toma Eduardo Bananinha imbecil. Chupa essa agora!.



24/11


2020

Federal com suspeita de derrame de dinheiro

Soube, há pouco, que a Polícia Federal vai agir com rigor nas áreas sociais vulneráveis do Recife, nas quais colheu informações de que há dinheiro sujo do PSB sendo distribuído fartamente na compra de votos. "Se for comprovado de fato derrame de dinheiro, vamos botar muita gente na cadeia", disse uma fonte da PF.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


24/11


2020

Greca vê DEM com bons quadros, mas elogia Bolsonaro

Em live, há pouco, pelo Instagram deste blog, com transmissão simultânea pela Rede Nordeste de Rádio, o prefeito reeleito de Curitiba, Rafael Greca (DEM),  disse que o seu partido tem três nomes de grandeza nacional para disputar à Presidência da República, citando o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e o prefeito de Salvador, ACM Neto, mas deu a entender que será voz destoante. Pelo tom dos elogios e da defesa do Governo Bolsonaro, íntegra a corrente dos democratas que pode apoiar a reeleição do presidente.

"Bolsonaro tem como grande capital não ter deixado faltar recursos para os Estados e os municípios. Mais do que isso, para os pequenos empreendedores que sofreram na pandemia e os menos afortunados, com a ajuda dos R$ 600", afirmou. Na opinião de Greca, ainda não surgiu um nome capaz de se transformar num candidato anti-bolsonaro.

"Eu não enxergo ninguém com esse perfil, nem mesmo o apresentador global Luciano Huck ou o governador Dória", disse Greca. O prefeito curitibano acha que este não é o momento de se discutir sucessão presidencial, estando o País ainda realizando eleições de segundo turno em 57 cidades no próximo domingo. "O momento é de união nacional para livrar o País do mal maior que ameaça o seu povo, que é a pandemia do coronavírus", afirmou.

Rafael Greca, 64 anos, foi reeleito com mais de 60% dos votos sem ir a um só debate na TV com os seus adversários. Explicou que ficou ausente por ter contraído Covid e por achar que os adversários não queiram debater a cidade, mas agredi-lo. A íntegra da live está disponível no Instagram deste blog no @blogdomago.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


24/11


2020

Justiça proíbe Frente Popular de distribuir panfletos contra Marília

Do G1/PE

A Justiça Eleitoral determinou, hoje, que a Frente Popular do Recife, coligação do candidato à prefeitura do Recife João Campos (PSB), se abstenha de distribuir panfletos apócrifos contrários à adversária no segundo turno das eleições, Marília Arraes (PT), em conjunto com outros a favor do candidato socialista.

Os panfletos contra a candidata, distribuídos em conjunto com propagandas favoráveis a João Campos, trazem uma imagem de Marília Arraes com diagramas apontando para dizeres como "ideologia de gênero", "aborto", "legalização das drogas", "tirou a bíblia da Câmara do Recife-PE", "votou contra o perdão das igrejas" e "pertence ao PT que persegue os cristãos de todo Brasil".

Anteriormente, a campanha de João Campos perdeu uma ação na Justiça sobre uma propaganda televisiva com o mesmo teor dos panfletos. A nova decisão foi assinada pela juíza da 7ª Zona Eleitoral Virgínia Gondim Dantas.

A magistrada deferiu a liminar determinando que a campanha pare "de realizar a distribuição dos panfletos com propaganda positiva em favor de João Campos e com propaganda negativa em desfavor de Marília Arraes", sob pena aplicação de multa de R$ 2 mil, por ato de descumprimento.

Por meio de nota, a Frente Popular do Recife afirmou que repudia "as tentativas de associação de qualquer material apócrifo à candidatura do deputado federal João Campos, que vem discutindo de forma altiva e propositiva, junto à população, alternativas para o enfrentamento aos desafios da cidade".

Na ação, proposta pela coligação Recife Cidade da Gente, da qual Marília faz parte, consta a informação de que há um vídeo que mostra a distribuição do material. O carro em que a ação era feita foi filmado e o dono, identificado.

O carro utilizado para distribuição dos panfletos, segundo a magistrada, tem adesivos com design típico da campanha de João Campos, impressos em alta qualidade.

A juíza considerou que há responsabilidade do candidato na distribuição porque, mesmo não sendo quem diretamente entregou o material, teve conhecimento do caso e não providenciou contato com o responsável para parar a divulgação do material. Além disso, ele é o beneficiado com a manifestação.

A juíza determinou ainda que fiscais da propaganda façam diligências no local onde o caso ocorreu, próximo à igreja Assembleia de Deus da Torre, na Zona Oeste, e no entorno, no horário do início ou do término dos cultos que ocorrerem durante a semana.

 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha