FMO janeiro 2020

23/11


2012

Adutora atrasa obra e deixa São José do Egito sem água

















Prevista para ser entregue antes das eleições municipais deste ano, a Adutora do Rosário, que irá levar água da barragem de mesmo nome em Iguaracy para São José do Egito, só terá suas obras concluídas em janeiro ou fevereiro do próximo ano. O atraso ocorreu devido a problemas de indenização de terras e complicações no trecho que liga o sistema adutor da fonte do Rosário a São José do Egito.

















No momento, apenas três frentes de trabalho empregam os cerca de 30 operários que fincavam a terra para abrir a tubulação em meio à caatinga. Segundo Gilberto Macena, coordenador de um grupo de trabalho da empresa TecHidro, o que mais contribuiu para o atraso das obras foi o terreno acidentado, com mais pedregulhos do que se previa, além das diversas curvas presentes no local. ''Tudo isso nos gerou muitas dificuldades. Daí a razão da obra ter andado lenta'', disse Gilberto.

















A Adutora do Rosário está sendo aguardada com grande ansiedade em São José do Egito, terra de cantadores, violeiros e poetas, detentora da segunda maior população do Sertão do Pajeú, com cerca de 35.000 habitantes. Ali a população sofre na pele os efeitos da seca devido, principalmente, ao fato dos dois açudes que abasteciam a cidade terem secado.

Enquanto a adutora não chega, a população disputa uma lata d''água em um dos diversos pontos de distribuição do líquido, que é jogado em cisternas portáteis improvisadas no meio da rua nos bairros mais populosos do município e no centro da cidade.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Eliane Ramos

Eu acho um VERGONHA levar a água para tão longe e deixa a população que mora praticamente as margens da Barragem sem água, onde tem casa que a tubulação estar passando há menos de 10 metro da porta, e ainda dizem isto é uma obra do governo, mas não devem esquecer também que o DINHEIRO é do povo!

arnaldo luciano da luz alencar ferreira

Magno,parece piada,mais não é,tendo em vista uma festa organizada em Conceição das criolas-salgueiro,a prefeitura e a compesa mandaram cerca de dez pipas de agua e até as torneiras hoje estavam com agua,mais tudo isso porque estava acontecendo a festa dos quilombolas e a imprensa estava lá.é o sertã


IPTU Cabo

23/11


2012

Em Piancó (PB), prefeita utiliza ambulância para coletar lixo

Prefeita do município de Piancó (PB), a médica Flávia Galdino (PSB) resolveu recolher o lixo da cidade para entregá-la limpa ao sucessor, Sales Lima (DEM), usando uma ambulância. A denúncia é do advogado e vereador reeleito, Pádua Leite (PT). Segundo ele, a prefeita resolveu transformar a ambulância em carro de lixo porque não gosta do ex-prefeito Edvaldo Leite de Caldas (PSDB), que adquiriu o veículo e o transformou em uma UTI Móvel.

Pádua Leite disse que já comunicou o caso ao Ministério da Saúde e que está pedindo providências ao Ministério Público Estadual e Federal. O vereador disse ainda que a ambulância funciona como carro de lixo há pelo menos dois meses, e que teria produzido um dossiê com mais de 100 páginas sobre as irregularidades praticadas pela gestão da prefeita Flávia Galdino.

Segundo o Estadão, Pádua Leite denuncia, no documento, que a prefeita Flávia Galdino alugou um tomógrafo por R$ 320 mil para o Consórcio Intermunicipal de Saúde para atender à população carente da região, mas o equipamento foi retirado logo após as eleições municipais. Ele disse ter feito representação na Justiça solicitando a devolução do equipamento ao consórcio. A reportagem tentou falar com a prefeita, mas ela não foi localizada na Prefeitura de Piancó.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Governo de PE - Decimo Terceiro

23/11


2012

Com fome e sede, sertanejos enfrentam fila para sacar benefício

















Os programas sociais Bolsa Família, Bolsa Estiagem e Garantia-Safra tem evitado a repetição dos saques às feiras livres do Sertão, praticados na época das chamadas Frentes de Emergência dos anos 80.

O acesso ao dinheiro se dá por meio de um cartão magnético, diferente do que era praticado há cerca de 30 anos, quando o nome do beneficiado aparecia numa lista e o dinheiro lhe era entregue em espécie. Entretanto, para sacar o dinheiro os contemplados enfrentam uma maratona de sacrifícios e humilhações, chegando até a passar fome em filas intermináveis.

















No município de São José do Egito, a penitência começou cedo para Dona Maria Elvira Alves, de 47 anos, residente no Sítio Mulungu. A sertaneja chegou às cinco horas da manhã para pegar a fila e até o momento da reportagem não havia recebido o benefício no valor de R$ 70 do Bolsa Estiagem, programa criado pelo Governo do Estado.

Já José Herculano do Nascimento, de 51 anos, residente na periferia da cidade, estava com os nervos à flor da pele. Sem um tostão para o almoço, ele disse que chegou às nove horas e até então não tinha tomado sequer um copo d’água para enganar a fome.

















Dona Maria Silva, que veio acompanhada do filho menor e estava na fila desde as sete horas da manhã, disse que passou por um susto quando seu caçula quase desmaiou de fome. O Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal, responsáveis pelo pagamento dos benefícios, não se pronunciaram sobre o ocorrido, deixando os moradores de São José do Egito sem qualquer satisfação, informando apenas, extraoficialmente, que não havia dinheiro em caixa para atender a todo mundo.

José Pedro Alves, do Sítio Rachada, acompanhava a mulher Severina para receber os R$ 200 do Bolsa Família e disse, revoltado: ''Isso é uma humilhação da desgraça! Bote isso no seu blog para o povo ver como esse Governo trata a gente'', afirmou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

azevedo

Queria ver esses arrogantes de m... se Fernando Henrique privatizasse esses tamboretes (não posso chama-los de bancos...)e botasse essa gente na rua, na fila do Bolsa Família...

azevedo

Não me admiro nada do tratamento dado a estas pessoas pelo Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. São campeões de arrogância, em qualquer lugar. E ainda tem o cinismo de gastar rios de dinheiro na mídia, com mensagens do tipo "Vem pra Caixa, vem". Nem Lula deu jeito nessa gente.


acolher

23/11


2012

São José, o reino encantado da poesia, briga na rua por água

 
















Terra dos poetas, reino da cantoria e de violeiros afamados, São José do Egito, a 400 km do Recife, segunda maior cidade do Sertão do Pajeú, é o retrato mais fiel do rastro da maior seca dos últimos 50 anos. Depois que os dois principais açudes públicos que abasteciam a população secaram, a água chega em carros pipas.

Transportada da barragem de Brotas, a 70 km, um dos únicos mananciais que ainda restam na região, a água é colocada à disposição da população urbana em caixas portáteis de dez e cinco mil litros no meio da rua. Logo cedo, se formam imensas filas. Homens, mulheres e crianças, de balde nas mãos, disputam um melhor lugar na fila a partir das cinco da manhã.

  
















“Quando a água chega o povo voa em cima, parece urubu na carniça”, diz José Alexandre da Silva, encontrado, hoje, pegando água num dos pontos de distribuição. Para resolver a demanda da sua casa, onde moram sete pessoas, ele recebe a ajuda de dois filhos e de um dos genros.

Alexandre recolhe seis baldes de água por dia e espera o dia seguinte para enfrentar a mesma fila, porque o caminhão pipa só aparece ali uma vez ao dia. “Moro em São José há 40 anos e nunca vi nada mais humilhante”, reclama. A queixa dele é compartilhada por todos os que estão na fila, lutando por um pouco de água.

 
 
















Aflita com a situação, com os nervos à flor da pele, a população chega a brigar, literalmente, para conseguir a água que chega aos reservatórios públicos. “Aqui, as pessoas chegam mal humoradas, com raiva da situação. Já vi gente trocando tapa na fila”, disse José Silva Barros, encontrado num dos pontos de distribuição de água espalhados pela cidade.

Prefeito por dois mandatos, Evandro Valadares (PSB) diz que nunca na história do município os dois açudes que abasteciam a cidade secaram. “Foi a primeira vez. A seca aqui deixou esse estrago, que tira o sono da gente todo dia, porque o povo vive implorando por água”, diz Valadares.

  
















Segundo ele, a situação já poderia ter sido resolvida se o Governo tivesse cumprido o organograma de uma obra emergencial: a adutora, com 54 km de extensão, que traria água da barragem do Rosário, em Iguaracy. “A promessa foi de que a água chegaria às torneiras até novembro e não chegou”, revela, desapontado.

Pelos cálculos do prefeito, o prazo do Governo só deve ser cumprido em fevereiro do ano que vem. Enquanto isso, a população vai continuar mendigando um copo de água, brigando nas extensas filas, seja em bairros populares, seja no centro urbano. A Prefeitura, em parceria com o Estado, colocou 48 caixas de água de plástico a serviço dos moradores sedentos.

Na zona rural de São José do Egito, por incrível que pareça, a situação é menos dramática do que na parte urbana, porque a Prefeitura, numa iniciativa ousada, montou uma rede própria de encanamento, onde a água, retirada de poços artesianos, chega às torneiras, eliminando com isso o uso dos carros pipas.

 
















“Nosso modelo, onde investimos R$ 2 milhões, virou referência para um programa federal”, diz Valadares. A falta de água atingiu profundamente as atividades econômicas em São José do Egito. Mas sempre aparece alguém para entrar no novo comércio, resultado da escassez do líquido e o prolongamento da seca.

É o caso do Sucatão do Tadeu, que se especializou na venda de tambores de ferro e de plástico. Tem de todos os tamanhos, com preços os mais variados. O mais caro, com capacidade para 100 litros, custa R$ 55, mas para quem não tem grana suficiente a saída é pagar R$ 5 por um recipiente de apenas 20 litros.

Tadeu vende em média entre 10 a 15 tambores por dia. A sua loja está com estoque suficiente para aguentar a jornada da longa estiagem, prevista para acabar só em março, segundo os serviços de metereologia. “As pessoas compram mais os de ferro, com capacidade para 200 litros, porque são mais baratos”, diz um dos funcionários do Sucatão.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


23/11


2012

Assoreamento de açude preocupa população de Serra

 
















O açude Borborema, em Serra Talhada (Sertão do Pajeú, a 418 km do Recife), está morrendo. E vários fatores vêm contribuindo para que isso aconteça. Um deles é a forte estiagem, que vem causando a diminuição do nível do lago. Outro, ainda mais preocupante, é a poluição, que vem fazendo do reservatório um grande esgoto a céu aberto e matando a vida existente dentro do lago. Atualmente, quem visita o açude o vê margeado de peixes mortos e assiste à luta de garças e urubus para comê-los, segundo o Farol de Notícias.

Além disso, outro grave problema que vem, de forma paulatina, assassinando o Borborema é o assoreamento causado pela ação de carros pipas. Vários veículos estão captando água no açude e aterrando parte da margem do lago para conseguir abastecer caminhões. À medida que o nível do Borborema diminui, mais os donos do pipas procuram jogar terra e entulhos no sentido de criar um trajeto que leve até ao reservatório. A água captada vem sendo utilizada na construção da PE-418. Essa ação vem preocupando a população local.

“Nós aqui do posto de saúde (da Borborema) estamos muito preocupados, porque aterraram uma área que era de passagem de água durante a cheia do açude. Do jeito que está, cheio de entulho, no período de chuvas, a cheia vai ser impedida de passar e vai entrar aqui dentro do posto de saúde”, alerta a técnica em enfermagem Maria Marleide. No mês de agosto, a construtora Odebrecht foi proibida de retirar a água do reservatório. Agora, outra empreiteira foi proibida de realizar a captação.
 
De acordo com Homembom Magalhães, diretor de Meio Ambiente de Serra Talhada, desde agosto que o prefeito Carlos Evandro determinou a proibição da captação de água, mas a ‘morte’ do Borborema parece inevitável. “Até o final de dezembro o lago vai secar por uma ação da estiagem. Mas o município agiu na hora certa com relação aos carros pipas”, garante Magalhães, afirmando que as empreiteiras que contribuíram com o aterramento do açude deverão fazer obras de revitalização do local.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Cúpula Hemisférica

23/11


2012

Ministro da Integração Nacional com a corda no pescoço

O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, teve de pedir clemência ao Tribunal de Contas da União para evitar uma debandada entre os gestores da Secretaria de Infraestrutura Hídrica da pasta que comanda e que se encontram à frente das obras de transposição do Rio São Francisco. Segundo o Radar Online, Bezerra Coelho argumentou ser inviável cumprir à risca todas as recomendações do TCU e que por isso os técnicos ameaçaram abandonar o barco.

Pressionado pela iminência da demissão coletiva, o ministro se mexeu e voltou com boas notícias: o TCU estendeu prazos para o Ministério honrar com a lista de exigências burocráticas. Por pouco a situação da megaobra não entrou em estágio agonizante.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Serra Talhada

23/11


2012

Inocêncio: Reportagem de Magno repercute no Congresso

O presidente do Conselho de Altos Estudos e Avaliação Tecnológica e 3º. Secretário da Câmara dos Deputados, dirigente regional do PR, Inocêncio Oliveira, fez discurso na tribuna para registrar “o valoroso trabalho do jornalista-blogueiro Magno Martins em sua missão no interesse da sociedade, ao produzir uma série de reportagens sobre a seca no Nordeste, considerada a mais grave dos últimos 50 anos”.

O parlamentar destacou: “As tintas da reportagem são fieis à realidade cruel da estiagem nas terras nordestinas. Documentada com fotos e depoimentos dos viventes da seca, a reportagem mostra a devastação das lavouras nas propriedades, o esgotamento dos mananciais, açudes e barragens, a penúria das populações, o clamor de toda a sociedade em favor de medidas eficazes para contrapor-se a este problema multissecular que se constitui em desafio para sucessivos governos desde os tempos imperiais”.

“O jornalista Magno botou o pé na estrada e percorreu léguas e léguas para realizar o seu trabalho às próprias custas, o que ressalta seu espírito de iniciativa e capacidade de trabalho.

“Trabalho jornalístico dos mais brilhantes, a nível regional e nacional, a série de reportagens de Magno Martins merece as congratulações deste parlamentar, sertanejo do Pajeú assim como o jornalista-blogueiro, por seu conteúdo social e humanitário e no propósito de conscientizar cada vez mais a sociedade e as autoridades da República sobre este drama multissecular e elo pendente da
integração nacional”. O pronunciamento do deputado Inocêncio Oliveira está registrado no Menu Opinião.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

JOSE PINTO DA SILVA

SUA PARTE VOCE FES QUE DEUS TE DE MUITA PAZ E MUITA LUZ A VOCE E TODA SUA FAMILIA ACEITE O MEU HUMILDE SIMPLES MAIS SINCERO ABRAÇO.

JOSE PINTO DA SILVA

TENHO UM CORAÇAO QUE SOFRE PELOS MEUS IRMAOS E SEMELHANTES DO SERTAO TENHO CERTESA QUE VOCE TAMBEM ESTA BASTANTE SENTIDO POR TUDO QUE VIU QUE DEUS MEU IRMAO DE MUITA FORÇA E CORAGEM PARA ENFRETAR ESTA LUTA QUE VOCE TEVE E QUE ELA TRAGA FRUTOS E NAO TRISTESA QUE ELA NAO TENHA SIDO EM VAO SUA PARTE.

JOSE PINTO DA SILVA

E NAO DEIXAREM PARA QUANDO ESTIVER PERTO DAS ELEIÇOES A FOME E A SECA E HOJE E AGORA E HONTEM E DESDE DE 50 ANOS ATRAS PALAVRAS SAO PALAVRAS NADA MAIS DO QUE PALAVRA FALASE HOJE SE ESQUECEM AMANHA MAGNO EU TENHO MUITO RESPEITO A VOCE E A SEU TRABALHO NAO TENHO UM BOM NIVEL CULTURAL MAIS TENHO.

JOSE PINTO DA SILVA

EU ANCHO AMIGOS QUE OS SENHORES POLITICOS QUE ESTAO EM BRASILIA DEVERIA FAZER O QUE MAGNO FES VER DE PERTO A SITUÇAO FICAR EM BRASILIA FALANDO PARA DORMINHOCOS NO PLENARIO DA CAMARA NAO E A SOLUÇAO E FORMAR CARAVANAS E SE DIVIDIREM E VER OS PROBLEMAS DE PERTO E TRASEREM SOLUÇOES URGENTE URGENTISSIMA

milton tenorio

Parabéns Fernando Moreira..Sua leitura é perfeita..


Prefeitura de Limoeiro

23/11


2012

A charge do dia

 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Jorge Carlos Fonseca Filho

Novidade senhor ministro!!!

Wellington Antunes

Reinventou a roda.

charles maia barros

O presidente do STJ Joaquim Barbosa esta sentado em uma das três cadeiras mais poderosas do Brasil. Esta desde de então botando em vigor o fato de ser preto e esta no poder, mais o grande destaque é o fato de um garoto pobre ter estudado e estudado muito e hoje ser um grande cidadão. A educação é o

Raimundo Eleno dos Santos

Mesmo sabendo que a lei é igual para todos, existem pessoas mais iguais que outras. Muitos juízes sabem di$$o. Aliás, sabem mais por i$$o! Coitados dos que têm pouco ou nada di$$o!


Banner de Arcoverde

23/11


2012

Ouça o programa Frente a Frente de ontem

 Se você perdeu o Frente a Frente de ontem, programa que apresento em companhia de Adriano Roberto pela Rede Pernambucana de Rádio, formada por 30 emissoras, tendo como cabeça de rede a Rádio Folha 96,7 FM, no horário das 18 às 19 horas, clique aqui e ouça agora.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


23/11


2012

Carlos Sampaio deve liderar PSDB na Câmara

Cresce no PSDB um movimento no sentido de fechar o nome do paulista Carlos Sampaio para a liderança na Câmara no ano que vem. Os mineiros Domingos Sávio e Marcos Pestana já não descartam sair do páreo, segundo o Radar Online. Não por acaso.
 
O acordo, se confirmado, deve abrir caminho para Aécio Neves alcançar a presidência da legenda com mais facilidade. A avaliação é que o tabuleiro com um mineiro no comando e um paulista na liderança atenuará um possível melindre da bancada de São Paulo, ou pelo menos de boa parte dela.
 
Já no PMDB, a disputa segue em alta temperatura. Henrique Eduardo Alves não aceitou a sugestão de marcar a data de escolha do novo líder para este ano. O mais provável é que o pleito seja antecipado, mas para 30 de janeiro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores