FMO - Previnir é a melhor forma de lutar

12/10


2021

Para prefeitos, há exagero ao falar de folga no FPM

Blog do Nill Júnior

Prefeitos de duas cidades do Pajeú, Djalma Alves (Solidão) e Adelmo Moura (Itapetim) estiveram no Frente a Frente especial direto da Rádio Pajeú. Um dos temas invocados foi a notícia da CNM, Confederação Nacional dos Municípios, informando que prefeituras receberam R$ 4,45 bilhões referentes ao primeiro decêndio de outubro do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

O montante, já com o desconto dos 20% do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), é cerca de 48% superior ao registrado no mesmo período do ano passado, quando os cofres municipais embolsaram pouco mais de R$ 3 bilhões.

Adelmo diz que a notícia não é motivo de euforia: “As receitas de 2020 tiveram queda vertiginosa. Recebemos a complementação em 2020 referente a 2019. Como a gente recebeu essa complementação até setembro, daí pra cá o governo não complementou mais. O que houve foi um acréscimo de setembro de 2020 até o final do ano. Esse ano houve aumento  de trinta e poucos por cento em relação a 2019.”

Adelmo Moura diz que não foi contabilizada a complementação: “Provavelmente esse aumento vai se de só 10%, não passa disso. Já foi o que a gente deixou de receber. Com a pandemia, houve uma queda grande da economia e a gente deixou de arrecadar. Se o PIB não cresceu, como ter esse incremento de receita?”

Adelmo admite que, de fato esse mês de setembro que costuma ser ruim foi um mês que “veio razoável”. E acrescentou: “outubro tá se mantendo. Mas já sabemos.  Até junho o prefeito conta com folga de caixa, mas de julho pra frente geralmente fica difícil manter as contas em ordem”.

Já Djalma destacou que o fim da pandemia e a retomada gradual da economia já permitem melhores dias e uma luz no fim do túnel. O gestor, que foi reeleito sobre Cida Oliveira tendo como uma das bases a austeridade fiscal e o pagamento em dia dos servidores, diz que aos poucos o município vai retomando o aquecimento como cidade polo de turismo religioso.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Jaboatão - regularizacao-fundiaria

12/10


2021

Silas volta a criticar Ciro: “Vive nas sombras escondido”

O presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo e apoiador do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Silas Malafaia, respondeu às críticas do ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, direcionadas a ele ontem (11). O líder evangélico o acusou de trabalhar contra a nomeação do ex-advogado-geral da União André Mendonça ao STF (Supremo Tribunal Federal).

“Falta informação a esse pastor sobre a nossa atuação”, disse o ministro ontem a jornalistas no Piauí, onde passa o feriado de Nossa Senhora Aparecida. “Não estou entendendo [as críticas de Malafaia]. Sou um auxiliar do presidente da República e toda a sua determinação será cumprida sempre”, afirmou. As informações são do Poder360.

Em resposta, o líder evangélico respondeu: “Já valeu o vídeo que fiz. O ministro Ciro Nogueira que vive nas sombras escondido, se manifestou sobre o meu vídeo, mesmo não sendo direto com os jornalistas, para dizer que apoia André Mendonça”. Disse ainda que o ministro não negou que se encontrou com Renan Calheiros. “Bota a cara para fora”, afirmou.

Malafaia publicou vídeo no dia 11 de outubro cobrando apoio do ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, da ministra da Secretaria de Governo, Flávia Arruda, e do ministro das Comunicações, Fábio Faria, a indicação de André Mendonça ao STF. “Como pode, gente? A ‘Folha de São Paulo’ dizendo que Ciro Nogueira, ministro da Casa Civil, um dos mais importantes cargos políticos, vai jantar com Renan Calheiros, o cara que quer destruir Bolsonaro por interesses políticos”, declarou o líder evangélico.

E completou: “Se o senhor [Ciro Nogueira] não foi jantar com ele, e se o senhor Ciro Nogueira é a favor da indicação de André Mendonça, convoque a imprensa, não é pra mim não. O senhor é obrigado a vir a público dar uma satisfação.”

A matéria completa está disponível no Poder360.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Joao

Um governo que tem um tutor e ídolo como este, não merece o respeito de um c......


Cabo - Pavimentação e Drenagem

12/10


2021

Paulo Câmara anuncia concurso para Educação

O governador Paulo Câmara (PSB) sanciona, amanhã (13), o projeto de lei do Programa Monitoria PE. Ao lado do secretário Marcelo Barros, o gestor ainda assina decreto do bônus de Desempenho Educacional e anuncia concurso público para a Secretaria de Educação.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Petrolina setembro 2

12/10


2021

CPI desiste de ouvir Queiroga pela 3ª vez

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid no Senado desistiu de ouvir o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. "Não vai contribuir muito. Palco para bolsonarista", disse o presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM), ao Estadão. O ministro seria ouvido pela terceira vez.

Os senadores pretendiam obter de Queiroga informações como as relacionadas ao calendário de vacinação contra a Covid em 2022. Algo que foi respondido pelo ministro na semana passada. O depoimento do ministro estava previsto para acontecer na próxima segunda-feira (18).

No lugar dele, a comissão quer ouvir na segunda o médico Carlos Carvalho, que coordenou um estudo contra o uso do chamado "kit covid", que é defendido pelo governo federal e usa substâncias com ineficácia comprovada no tratamento do coronavírus, como cloroquina e ivermectina. A convocação do médico ainda precisa ser votada pela CPI.

O estudo de Carvalho foi encomendado pelo governo e seria analisado no início de outubro pela Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec), órgão do Ministério da Saúde, mas foi removido de pauta. De acordo com Omar Aziz, a próxima semana será a última da CPI.

A sessão de terça-feira (19) será reservada para a leitura do parecer do relator, senador Renan Calheiros (MDB-AL), e a reunião de quarta-feira (20) será a votação do relatório do emedebista. No último dia 5 de outubro, Renan Calheiros disse que o relatório final da comissão vai pedir "com certeza" o indiciamento do presidente Jair Bolsonaro.

Pelas apurações da CPI, Bolsonaro pode ser enquadrado em crimes como os de charlatanismo, infração a medida sanitária preventiva e crime contra a humanidade por conta da atuação na pandemia.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


12/10


2021

Em Aparecida, Bolsonaro é vaiado e aplaudido

Sob vaias e gritos de apoio, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) chegou à cidade de Aparecida, em São Paulo, hoje, por volta das 13h30. A data é feriado nacional em referência à santa.

Ao chegar ao local, o presidente foi recepcionado por centenas de pessoas que estavam na cidade por conta das cerimônias religiosas que ocorrem ao longo do dia. Muitos gritaram palavras de apoio, enquanto alguns o vaiavam.

No vídeo, feito e transmitido pela própria equipe do presidente, Bolsonaro é chamado de "genocida", "ladrão" e "assassino". Há gritos de "Bolsonaro mito" a "Fora, Bolsonaro".

De máscara, Bolsonaro cumprimenta o público e, em vários momentos, toca na máscara e a afasta do rosto. Por volta das 14h, durante a missa, o presidente fez uma leitura do livro bíblico.

*Com informações do UOL


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Jose Roberto Correia de Jesus

Só sendo uma informação do oul, caro Magno procure outras fontes....


Sindicontas

12/10


2021

Arcebispo de Aparecida: “Pátria amada não pode ser pátria armada”

O arcebispo de Aparecida (SP), Dom Orlando Brandes, afirmou hoje que "para ser pátria amada não pode ser pátria armada" durante a missa das 9h, a principal do dia no santuário. As informações são do g1.

"Para ser pátria amada, seja uma pátria sem ódio. Para ser pátria amada, uma república sem mentira e sem fake news. Pátria amada sem corrupção. E pátria amada com fraternidade. Todos irmãos construindo a grande família brasileira", disse o religioso durante o sermão.

"Pátria amada" é o slogan do governo de Jair Bolsonaro. Brandes não o citou, mas o presidente é favorável ao armamento da população e é investigado em inquérito sobre disseminação de informações falsas que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF). No sermão, o Brandes lamentou as mais de 600 mil mortes por Covid e defendeu a vacina e a ciência – ao longo da pandemia, Bolsonaro defendeu medicamentos comprovadamente ineficazes contra a doença e questionou a eficácia das vacinas.

"Mãe Aparecida, muito obrigado porque na pandemia a senhora foi consoladora, conselheira, mestra, companheira e guia do povo brasileiro que hoje te agradece de coração porque vacina sim, ciência sim e Nossa Senhora Aparecida junto salvando o povo brasileiro."

Os ministros da Cidadania, João Roma, e da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, acompanharam a cerimônia durante a manhã. Brandes citou, ainda, a fome, lembrando o caso de brasileiros que buscam restos de carne em ossos pra se alimentar. E pediu união.

"Quero pedir que cada um de nós abrace o Brasil. Abrace o nosso povo. A começar pelo povo mais original, vamos abraçar os nossos índios, primeiro povo dessa terra. Vamos abraçar os negros, que logo vieram fazer parte desta terra. Vamos abraçar os europeus que aqui chegaram."

Questionado se o sermão era um recado para Bolsonaro, Brandes disse que que era uma mensagem "para todos os brasileiros": "Respeitamos as autoridades mesmo discordando e falamos com a doutrina da igreja. Nós estamos quebrando a aliança com o ódio e a corrupção e para confirmarmos a nossa República e a democracia."

A matéria completa está no g1.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Jose Roberto Correia de Jesus

Um comunista de carteirinha... faltou só dizer luladrao presidente ????????????????????


Ipojuca - Outubro

12/10


2021

Na falência, sistema de ônibus do Rio precisa ser saneado

Editorial de O Globo

Os consórcios de ônibus do Rio estão seguindo uma rota perigosa. Há uma semana, o Transcarioca, que transporta 22% dos passageiros da capital e opera linhas na região de Jacarepaguá, Barra e Recreio, entrou com pedido de recuperação judicial no Tribunal de Justiça. A decisão talvez não chamasse a atenção, não fosse o terceiro dos quatro consórcios a tomar o mesmo caminho — o Intersul e o Santa Cruz já tinham dado entrada ao pedido no mês passado. Só o Internorte se mantém a salvo até agora.

As empresas de ônibus atribuem os prejuízos ao congelamento da tarifa por três anos, à queda de passageiros durante a pandemia — a redução é estimada em 59% — e ao passivo trabalhista deixado pelas empresas que fecharam. As transportadoras dizem que o déficit financeiro já chega a R$ 2 bilhões. Segundo o sindicato do setor, pelo menos 16 empresas de ônibus já fecharam nos últimos anos, e cerca de 21 mil funcionários foram demitidos.

É inegável que a crise econômica, o desemprego e, especialmente, a pandemia tiveram impacto. E não só. Todos os transportes do Rio, operados por concessionárias privadas, sofreram com a redução do número de passageiros e o declínio das atividades econômicas. Empresas do setor estão igualmente em situação precária. Mas, no caso dos ônibus, responsáveis pelo transporte de cerca de 70% dos cariocas, a crise é apenas parte da história.

Não se pode discutir a questão dos ônibus no Rio sem tocar em pontos nevrálgicos, como o péssimo serviço prestado — principalmente quando comparado a capitais como Curitiba, onde os ônibus também são preponderantes, ou São Paulo — e as práticas nefastas dos empresários fluminenses.

Como mostraram os desdobramentos da Lava-Jato, eles pagavam propina a políticos para fazer prevalecer seus interesses sobre os dos passageiros. Os números do setor também não são confiáveis, já que o controle do município é frouxo, e a transparência nunca vingou. O desrespeito aos contratos, tanto por parte do município quanto das empresas, completa o quadro de degradação. “Esse modelo já caducou”, afirma Ronaldo Balassiano, professor do Programa de Engenharia de Transportes da Coppe/UFRJ. “O sistema não opera em consórcios, porque as empresas competem entre si. Além disso, os consórcios são uma caixa-preta, e o poder concedente não tem controle sobre eles. Falta ainda uma visão integrada do transporte.”

Deixar que as empresas quebrem não interessa a ninguém. Nem aos empresários, por óbvio, nem à prefeitura, que não tem planos de contingência para suprir a demanda, muito menos aos passageiros. Portanto é tarefa urgente dos gestores municipais corrigir o sistema de ônibus da cidade. Antes de qualquer coisa, é preciso saneá-lo, dar-lhe transparência, uma tarifa justa que permita um serviço decente e um contrato claro. Caso contrário, a viagem das empresas ao Tribunal de Justiça em busca de recuperação judicial poderá ser só de ida.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Caruaru - Transparência em 1° Lugar

12/10


2021

Márcio França diz que aliança com PT passa por João

Por Houldine Nascimento, da equipe do Blog

Para que o Partido dos Trabalhadores receba apoio do PSB na disputa à Presidência da República, o ex-governador Márcio França tem defendido que os petistas abram mão da candidatura ao Governo de São Paulo. Ele fala sobre o assunto em entrevista ao programa Frente a Frente, da Rede Nordeste de Rádio, na noite de hoje.

"Ele (PT) tem que ceder às coisas que ele não priorizar. Se o PT tem Lula, que é o principal nome da candidatura à Presidência, é natural que eles priorizem a eleição presidencial. Isso significa dizer que você tem que encontrar outros partidos que coliguem com você e os partidos estão pré-definidos. Praticamente só tem a gente (PSB) para coligar", avalia.

O raciocínio de França se estende a Pernambuco, que está desde 2007 sob comando dos socialistas. "Nos estados que forem importantes para o PSB, o PT terá de abrir mão. Ao contrário do que se pensa, no nosso partido, há uma divisão bem dura e não será fácil fazer o apoio a Lula. No Sudeste, no Centro-Oeste e no Sul, há resistência e um antipetismo forte. O nosso presidente, Carlos Siqueira, falou isso para Lula", revela ao âncora Magno Martins.

Márcio França declara, ainda, que as alianças do PSB em Pernambuco serão definidas pelo prefeito do Recife, João Campos, inclusive uma eventual indicação de Marília Arraes (PT) para o Senado passa pelo gestor. "Isso foi colocado muito claramente para Lula na reunião com Carlos Siqueira. A decisão final é de João Campos. Ainda que jovem, com a sabedoria do sangue e da herança do pai, João vai encontrar uma maneira de ter um nome nosso para continuar o desenvolvimento no Estado", vaticina.

Na entrevista, França também deixa claro que estará no palanque de Geraldo Alckmin, de saída do PSDB, na disputa em São Paulo no próximo ano. O Frente a Frente vai ao ar, logo mais, às 18h. Se você deseja ouvir pela internet, clique no botão Rádio acima ou baixe o aplicativo da Rede Nordeste de Rádio na Play Store.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Serra Talhada 2021

12/10


2021

Miguel anuncia R$ 3 milhões para construção de estrada

O prefeito Miguel Coelho assinou, no último sábado (9), a ordem de serviço para a pavimentação da estrada da Ponta da Serra. O empreendimento terá investimento de R$ 3 milhões numa parceria da Prefeitura de Petrolina com a Codevasf.

Esperada há muitos anos na região do Sequeiro, a obra garantirá o asfaltamento de um trecho de aproximadamente 10 km, conectando a Ponta da Serra até a BR-407. Os serviços já começam nesta semana e devem ser finalizados num prazo de 10 meses.

“Quem mora na Ponta da Serra sabe a importância dessa obra. Foram anos de espera, mas agora esse grande investimento vai trazer mais mobilidade, conforto, segurança e valorização de toda essa região”, destacou o prefeito Miguel Coelho.

Responsáveis pela articulação dos recursos para a obra, o senador Fernando Bezerra (MDB-PE) e o deputado federal Fernando Filho (DEM) participaram da solenidade de ordem de serviço. Os dois parlamentares falaram do compromisso com a região do Sequeiro.

“A raiz de nossa família vem do Pau Ferro, do interior de Petrolina. Sempre vamos priorizar os moradores do Sequeiro e de toda área rural”, declarou o senador. “Essa estrada vinha sendo cobrada há muito tempo. Agora, essa obra fica para mudar a realidade das pessoas, valorizando as moradias, melhorando o transporte, o escoamento da produção e a geração de renda”, complementou Fernando Filho.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Pousada da Paixão

12/10


2021

Moro bate o martelo e se filia ao Podemos

EXCLUSIVO 

Responsável pelo desfecho da maior roubalheira no Brasil, a operação Lava Jato, que levou Lula e uma penca de gatunos à prisão, ex-juiz Sérgio Moro está ingressando no Podemos e o anúncio da sua filiação deve ocorrer até o próximo dia 20. Segundo uma fonte ouvida pelo blog, o Podemos está de posse de uma ampla pesquisa apontando que Moro entra na disputa presidencial com chances de se viabilizar como a terceira via, quebrando a polarização hoje entre Bolsonaro e Lula.

Moro já disse sim à cúpula do Podemos. O que falta decidir agora é a data do anúncio. Inicialmente, ele não assumirá a pré-candidatura por uma questão estratégica. A pesquisa interna encomendada pelo partido aponta que Sérgio Moro teria 40% dos votos daqueles que não querem nem Bolsonaro nem Lula.

Revela, ainda, que a população brasileira aprovou - e muito - o trabalho que Moro coordenou na Java Jato e que o enxerga como um juiz corajoso e inteligente, mas que foi prejudicado por ministros do Supremo que passaram o tempo todo da operação Java Jato criando dificuldades para o seu sucesso.

O líder do Podemos no Senado, Alvaro Dias (PR), trabalhou intensamente nos últimos dias para convencê-lo a ingressar no partido. O parlamentar é um dos maiores entusiastas da candidatura do ex-juiz da Lava Jato à Presidência.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

SESC Outubro 2021

12/10


2021

Almir Reis: “Para cada fake news, uma proposta”

As eleições gerais da OAB em Pernambuco já são uma das mais acirradas da história e estão descambando para um lado perigoso com fake news e inverdades. Segundo o candidato da oposição, Almir Reis, elas produzidas pelo grupo que deseja permanecer no comando da Ordem pernambucana. 

"Enquanto a advocacia anseia por conhecer propostas e participar de debates de alto nível, o que vem ganhando as redes são discussões inócuas e em tom belicoso patrocinadas por apoiadores da atual gestão, e que tem como principal alvo o candidato à presidência Almir Reis", diz o candidato que lidera o movimento "Renova OAB-PE".

Nesta segunda-feira (11), após mais uma fake news atribuída e compartilhada por apoiadores da chapa de situação, Almir Reis respondeu assumindo um compromisso público com a advocacia de Pernambuco. 

"Tenho dito desde o início da campanha que para cada fake news, vou apresentar uma proposta. E com mais uma fake news produzida por um ex-presidente da OAB-PE nos acusando de querer usar a instituição para fins políticos e de estar recebendo apoio de um campo específico da vida político-partidária, o que é completamente mentira, estamos registrando o compromisso público de não disputar cargos eletivos ao longo da nossa caminhada na OAB-PE, tampouco concorrer às vagas de Quinto Constitucional", anunciou.

Almir Reis também lançou o desafio para a chapa de situação aderir a essa proposta. “Desafiamos o outro lado a fazer a mesma coisa, a mostrar que realmente estão disputando para servir, por amor a classe, e não para galgar posições no judiciário ou na vida político-partidária, usando a instituição como trampolim para cargos políticos ou vagas do Quinto Constitucional", conclamou. 

O candidato de oposição ainda defendeu o fim da politização da OAB e lançou um outro desafio público de transparência: "Tudo que queremos é o fim da politização da instituição, porque o que a advocacia militante quer são propostas e isso nós temos, como redução de anuidade, criação de coworking em todo estado de Pernambuco, combate à morosidade do Poder Judiciário, entre outras."

Almir Reis foi além na transparência do processo eleitoral. "Faço um outro desafio aos nossos adversários para abrir publicamente as contas da pré-campanha e da campanha, vamos mostrar para toda a advocacia pernambucana quem financia quem. No nosso caso, 100% são recursos próprios, de pessoa física, sem vinculação político-partidária. Do outro lado, infelizmente, a gente sabe bem das existência de interesses escusos associados à eleição que se avizinha", disparou.

E concluiu: "Quanto mais eles batem, mais a gente cresce, e assim será até o dia 16 de novembro, quando seremos eleitos para devolver a dignidade da advocacia pernambucana e recuperar o orgulho de ser advogado."


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bandeirantes Agosto 2021

12/10


2021

Suape e Cesar miram sistema para melhorar operações

Para desenvolver novas ferramentas tecnológicas voltadas à gestão das operações portuárias, que buscam ganhos de produtividade, melhor comunicação e eficiência logística, o Complexo de Suape e o Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife (Cesar) deram início aos estudos de desenvolvimento de um novo sistema, após firmarem parceria no último mês de julho. A plataforma construída será a base para um Port Community System (PCS), ferramenta usada em vários atracadouros do mundo para aperfeiçoar o fluxo de dados e a troca de informações entre os diversos atores envolvidos nas operações portuárias.

Nos últimos dias, equipes de desenvolvimento, design e empreendedorismo do Cesar visitaram o time de colaboradores da torre de controle do Porto de Suape para trabalho conjunto de imersão. O propósito do encontro foi identificar os possíveis gargalos nas operações. Numa fase posterior dos estudos, serão desenvolvidos produtos e soluções para automação dos processos críticos para dinamizar as movimentações no porto. Essas soluções abarcam temas que vão desde o agendamento de chegada e partida de navios (line up), passando pelas operações, indicadores, relatórios e até faturamento.

A expectativa é de que, após o desenvolvimento das soluções, Suape ganhe um sistema simplificado, reduzindo retrabalho e aumentando a confiabilidade nas operações. “Com a eliminação dos gargalos, os ganhos de eficiência vão ser enormes. Deveremos começar de maneira mais básica, com os agendamentos. A partir daí, evoluiremos para a questão das operações, da interface com praticagem, Marinha, etc., tudo de forma automatizada”, explica o consultor de inovação do Cesar, Jaime Alheiros.

“Outra vertente importante da PCS é a possibilidade de gerar relatórios, como o de emissão de quantidade de carga para a Antaq, relatórios de desempenho do porto, entre outros. Fora isso, o novo sistema deve facilitar a parte do faturamento, calculando automaticamente as variáveis presentes nas tabelas, início e fim das operações, volume movimentado e ocupação nos berços. Com tudo isso em mãos, Suape poderá dar ainda mais atenção a questões estratégicas, focando nos indicadores de qualidade e eficiência portuária, que impactam diretamente na competitividade do atracadouro”, pontua.

“O novo sistema possibilitará maior integração com outros sistemas do comércio exterior e por alguns atores da comunidade portuária, além da atualização tecnológica das ferramentas atualmente em uso. Será o primeiro passo para o desenvolvimento de uma plataforma que trará benefícios para toda a comunidade portuária de Suape”, acrescenta o diretor de Gestão Portuária da estatal, Paulo Coimbra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
Publicidade

Publicidade

Publicidade

TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Opinião

Publicidade
Apoiadores
Parceiros