Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes

10/06


2021

Bolsonaro guerreia com João Campos

Em vídeo elaborado e enviado, há pouco, ao blog, os ministros do Turismo, Gilson Machado Neto, e da Saúde, Marcelo Queiroga, agradecem ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) a vacinação no Recife ter avançado para os 43 anos ou mais. Segundo os ministros, a ampliação da vacinação acontece após a visita de ambos a Pernambuco e aos esforços do Governo Federal em mandar mais imunizantes ao Estado. Confira!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Petrolina abril 2021

10/06


2021

CPI da Covid já pode aprovar relatório final

Por José Nêumanne*

O site Metrópoles divulgou vídeo de reunião de 8 de setembro de 2020 no Palácio do Planalto em que os médicos Osmar Terra, Paolo Zanotto e Nise Yamaguchi recomendaram ao presidente Jair Bolsonaro não comprar vacinas. O chefe do desgoverno usou seu serviçal na Saúde, o intendente incompetente Eduardo Pazuello, como estafeta e cancelou compromisso de compra de 46 milhões de doses da Coronavac. Até hoje, nove meses depois, ele ainda condena isolamento social e uso de máscara. Conforme notícia posterior e da mesma fonte, houve 27 reuniões. Só isso já caracteriza, com sobras, subversão da ordem institucional, pois saúde pública é com o Sistema Único de Saúde (SUS).

Não há, portanto, nada mais há a ser revelado em novos depoimentos à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Senado sobre omissões e crimes cometidos pelo presidente Jair Bolsonaro e membros de seu repugnante desgoverno no combate ao contágio letal do novo coronavírus. Não se trata aqui de desmerecer para descontinuar o trabalho competente e indispensável que vem sendo efetuado pelo dito “grupo dos sete” na coleta de dados relevantes. O ex-secretário de Comunicação do Presidência da República Fábio Wajngarten entregou ao relator, Renan Calheiros, a carta do laboratório Pfizer oferecendo vacinas, que ficou sem resposta de seus destinatários de primeiro escalão. E, como agora se sabe, pela metade do preço. O senador Otto Alencar levou Nise Yamaguchi, presente às reuniões palacianas, a confessar à CPI sua abissal ignorância em epidemiologia, ao não responder a questões básicas sobre o vírus que nos aflige. A epidemiologista Luana Araújo reduziu a pó a estúpida defesa do negacionismo bolsonarista pelos senadores governistas Marcos do Val, Marcos Rogério, Eduardo Girão e Luiz Carlos Heinze.

Com um mês de atividade e a dois, portanto, de seu encerramento legal, que pode, mas não deveria, ser prorrogado, integrantes e ex-integrantes da cúpula do Executivo, formal ou informal, negaram a existência dessa estrutura paralela e empoderada, revelada pelo ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta à CPI. O próprio presidente desta, senador Omar Aziz, concluiu que a gravação comprova a existência de um poder paralelo e superior ao do ministro da Saúde. Para ele, “não se trata mais de falar que supostamente existe algo. Está comprovado”. Outros membros da comissão reconhecem que, como disse um de seus propositores e vice-presidente, Randolfe Rodrigues, “o vídeo é a prova definitiva da existência do gabinete paralelo que a CPI já investigava”. O relator da comissão, senador Renan Calheiros, também considera inegável a existência do que batizou de “Ministério da Doença”.

Ao contrário do que os bolsonaristas pretendem determinar, como de hábito, a comparação com shadow board (conselho sombra) ou shadow cabinet (gabinete sombra) não foi feita pela “extrema imprensa”. Mas por um participante da reunião, transmitida ao vivo nas redes sociais do presidente. O microbiologista da Universidade de São Paulo (USP) Paolo Zanotto, que se diz “amigo” do chefe do desgoverno federal, chamado a discursar na reunião, sugeriu a fórmula, usada institucionalmente no Reino Unido desde o século 17. O termo sombra não se refere a trevas, mas ao fato de cada membro ficar na cola dos ministros do partido do governo. No afã de inocentar Jair Messias, missão a que se agarram sem pudor seus adoradores, o mesmo médico, que foi convidado à mesa por Osmar Terra, recorrem ao direito de desmentir até o óbvio, sem nada temer.

O gabinete mais das trevas que da sombra tem tornado inútil o esforço da CPI de arrancar depoimentos dos vassalos do chefão que abusam do direito constitucional ao silêncio, garantido por Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), a Eduardo Pazuello e Nise Yamaguchi, para desmentir os fatos. E as declarações que eles mesmos já deram, em shows de cinismo sem limites.

O especialista em partos (perinatalogia) e neurociência Osmar Terra, ex-militante do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), à época já tendo obedecido ao tirano albanês Enver Hoxxa, agora é fiel ao adorador de torturador e miliciano. A oncologista Nise Yamaguchi seria na certa mais capacitada a convencer Bolsonaro de que não se cura câncer com pílula do que a recomendar-lhe a inclusão na bula da cloroquina da cura da covid-19. A reputação do microbiologista Paolo Zanotto, da USP, é polêmica e duvidosa. Os três poderão alegar que estão mais próximos de entender o sistema respiratório para assessorar Bolsonaro do que o encarregado por este de estudar o novo coronavírus, Arthur Weintraub, advogado de baixo renome profissional e incapaz de distinguir um alvéolo pulmonar do “auriverde pendão de minha terra, que a brisa do Brasil beija e balança”.

Já que não conseguirá mesmo trazer Arthur Weintraub e Carlos Wizard dos Estados Unidos para deporem, convém aprovar o relatório final e encaminhá-lo ao Ministério Público Federal, que muito provavelmente o despejará na lixeira mais próxima. Pelo menos isso reduzirá gastos públicos.

*Jornalista, poeta e escritor


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Ipojuca 2021

10/06


2021

Um engraxate engravatado

Morei muito tempo em Brasília, estou sempre por aqui, sei que a cidade é reino dos adeptos do paletó e da gravata, mas nunca tinha visto um trabalhador de rua usando a indumentária típica dos políticos e poderosos. O paraibano Adauri Bandeira de Sales, de Pombal, 44 anos, 29 anos exercendo o ofício de engraxate, só trabalha com visual no capricho. Clique e conheça melhor essa grande figura!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Caruaru

10/06


2021

Renato Ferraz assume coluna de automóveis

Dia da semana mais light, no qual o leitor gosta de ir além da política buscando informações, este blog passa a contar, com estreia marcada para o próximo domingo já, uma coluna sobre automóveis. Convidei para o desafio – e ele aceitou de imediato – o tarimbado e competente jornalista Renato Ferraz, especialista na área, atuando em Brasília.

Renato Ferraz é pernambucano de Triunfo, mora em Brasília há 28 anos. Escreve sobre veículos, mobilidade urbana e sustentabilidade automotiva há 17 anos. Foi editor de Veículos do Correio Braziliense, em Brasília, por mais de uma década. Fez cursos livres de pilotagem e direção defensiva ofertados por várias montadoras.

Cobriu eventos e salões automobilísticos no Japão (Tóquio e Hokkaido); no Reino Unido (País de Gales e Liverpool); na França (Paris), na Alemanha (Frankfurt); nos EUA (Detroit e Califórnia), na Argentina e em vários outros lugares.

Não tenho nenhuma dúvida do seu grande sucesso!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


10/06


2021

Furto de energia derruba secretário em Santa Cruz

Após denúncia da vereadora de Santa Cruz do Capibaribe, Rosângela da ONG (PSD), mais conhecida como Nega, sobre um suposto furto de energia na nova sede da Secretaria de Mobilidade Urbana do município, o secretário Fernando Gonçalves entregou o cargo. O anúncio foi feito através de uma nota enviada pelo governo municipal. De acordo com o texto, o eletricista também foi exonerado. O tipo de prática é considerado crime. As informações são do blog do Marcos Araújo. Confira:

“Em relação a denúncia sobre a instalação elétrica irregular na nova sede da Secretaria Executiva de Mobilidade Urbana, a prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe vem informar que, foi com grande estranheza que recebeu a grave denúncia, e de pronto buscou entender o ocorrido e tomar as medidas cabíveis.

O prefeito Fábio Aragão comunica a população que o eletricista do município foi exonerado do cargo e, em virtude do ocorrido, o secretário executivo de Mobilidade Urbana optou por colocar o cargo a inteira disposição da Administração. Nos próximos dias, será anunciado o novo nome para comandar a pasta.

A prefeitura ainda esclarece que, no dia 2 de junho, solicitou os serviços de ligação de energia à Celpe, no qual, foi aberto um protocolo para realizar a ligação nos prédios da Mobilidade Urbana e da futura Central de Oportunidades.

Atitudes irregulares como essa, não serão toleradas pela atual gestão, que reafirma seu compromisso em oferecer um serviço de qualidade à toda população de Santa Cruz do Capibaribe.

O prefeito Fábio Aragão registra seu agradecimento ao secretário de Mobilidade Urbana, por todo serviço prestado durante esses seis meses de dedicação ao cargo e ao nosso município”.

Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

CABO

10/06


2021

Dia de Portugal, Camões e das comunidades portuguesas

Por Carlos Augusto Carvalho de Vasconcelos*

O nome Portugal deriva do latim "Portus", que significa "Porto" e "Cale" ou "Gale", antigo nome da Vila Nova de Gaia, também Cailleach (Origem Celta), região vizinha a cidade do Porto, literalmente um porto chamado Cales (Latim “Portu Cales”), sendo denominada Portucale, designada como um dos Reinos Suevos germânico pós-romano na região ocidental da Península Ibérica que hoje se chama Portugal, oficialmente República Portuguesa, um dos países soberano ocidental europeu.

A data marca a morte do grande poeta lusófono Luís Vaz de Camões (1524 – 1580) no dia 10 de junho, sua “Magnum opus”: Os Lusíadas, crava seu legado, o que dizer da nossa herança genética portuguesa? Da nossa expertise? Do nosso espírito aventureiro? Do nosso “sangue quente”, e a maior delas, nossa língua materna.

Junto com os índios e africanos nos fortificamos, fortaleceu essa grande miscelânia de raças, formação da nossa identidade cultural, uma nova riqueza, nosso amor, nossas dores, nossa teimosia viva, presença intensa na cultura popular brasileira de norte a sul de um novo milênio que começou, nas famílias mais tradicionais, nos nomes e sobrenomes, nas “malandragens do Zé Carioca”, na “velha política” que precisa ser mudada, nas artes, no teatro, bandeirantes e desbravadores.

Danças, crenças, música, culinária e poesia, como podemos citar o poeta popular do Cariri cearense “Patativa do Assaré” (1909 - 2002) grande compositor, cantor e exímio improvisador, considerado por alguns como a “reencarnação de Camões”.

O povo brasileiro atual é diverso, pacífico e humano em suas particularidades generalista, também não foge às lutas, sobreviventes e esperançosos, muitos ainda negligenciados, até pelos pares, assim como eu fui e ainda sou em alguns segmentos, mas é da natureza humana, poucos gostam da verdade, “nem tudo na vida são flores”, a vida é um aprendizado? Ou um aperfeiçoamento? Vivemos um novo normal, um novo momento que é de mais sofrimentos ou de provações? No mundo inteiro, um desafio para toda humanidade presente e para perpetuação da nossa espécie.

Alguns países falam a nossa língua portuguesa, além do Brasil e Portugal: Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Macau, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste, Goa, Damão e Diu (Índia) e por vários indivíduos e suas comunidades em todo nosso planeta.

Recife, nossa capital, registra uma intensa presença lusitana desde o período colonial, assim como em outras regiões do pais os portugueses se especializaram em comércio de panificação, construção e restaurantes. Bem como na indústria, aqui possuímos além do Consulado de Portugal no Recife, o Gabinete Português de Leitura na Rua Imperador Dom Pedro II, bairro de Santo Antônio (o santo padroeiro da Arquidiocese de Olinda e Recife, patrono de Pernambuco), o requintado Clube Português do Recife com seu restaurante/adega especializado, o mesmo também possui apresentações do Grupo Rancho Folclórico do Clube Português do Recife.

O tradicional Real Hospital Português, com seu gigante complexo hospitalar, em especial a edificação Egas Moniz, inaugurado em 1998, contendo o serviço de Neurocirurgia criado pelo primeiro neurocirurgião do Norte/Nordeste Dr. Manoel Caetano Escobar de Barros (1914-2008), um dos Patronos da Academia Brasileira de Neurocirurgia, e o famoso Restaurante Recanto Lusitano em Boa Viagem, com suas “Noites de Fado”, e a tradicionalíssima culinária portuguesa, em particular a presença marcante do bacalhau Norueguês e excelentes vinhos.

Também o tradicional Restaurante Leite, o mais antigo do Brasil em atividade, fundado em 1882 pelo português Armando Manoel Leite de França, ainda no Brasil Império, quando o diplomata Joaquim Nabuco ainda era vivo e a escravidão não tinha sido abolida. Possuímos história sólida, Recife além de suas belezas naturais, é um museu a céu aberto e um ponto estratégico no atlântico sul.

Muito recentemente trocando figurinhas com o amigo cônsul Yasuhiro Mitsui, agora residente em Lisboa, falou-me das belezas e da comida portuguesa, as maravilhosas sardinhas portuguesas assadas com batatas, importante fonte de gordura essencial ômega-3 na dieta humana.

Minhas raízes também são portuguesas (Vasconcelos, Alencar, Evaristo, Paiva, Carvalho, entre outros, isso é importante, a vida é dinâmica), não podemos fugir das reponsabilidades e altivez dos que nos antecederam, bem como os mais velhos precisam aprender com os mais jovens. Por isso com um coração sensível, forte e cheios de expectativas num novo Brasil que está chegando relembro aqui o soneto de Camões: “Amor é fogo que arde sem se ver”, é um dos mais célebres da língua portuguesa, publicado na segunda edição de sua obra Rimas, lançada em 1598. O Amor, muito citado em seus poemas:

 

“Amor é fogo que arde sem se ver;

É ferida que dói e não se sente;

É um contentamento descontente;

É dor que desatina sem doer;

 

É um não querer mais que bem querer;

É solitário andar por entre a gente;

É nunca contentar-se de contente;

É cuidar que se ganha em se perder;

 

É querer estar preso por vontade;

É servir a quem vence, o vencedor;

É ter com quem nos mata lealdade.

 

Mas como causar pode seu favor

Nos corações humanos amizade,

Se tão contrário a si é o mesmo Amor?”

Luís de Camões.

 

O nosso muito obrigado afetuoso a todos os que fazem a comunidade portuguesa de Pernambuco, do Brasil e do resto do mundo pá.

*Professor da Universidade Federal de Pernambuco e figura pública


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bandeirantes 2021

10/06


2021

Grande aposta econômica de Sergipe está no gás

Na atualização para a nova edição do livro O Nordeste que deu certo, de minha autoria, lançado em 1993, sendo reproduzido neste blog há mais de 15 dias, o capítulo da estação Sergipe está na euforia do menor Estado da Federação na aposta do gás natural, depois da maior descoberta de reservadas feita pela Petrobras.

Com uma área de 21.918,454 km², Sergipe, que já é o quarto maior produtor de petróleo do Brasil, tem também minas de potássio, grandes reservas de magnésio, sal-gema e enxofre. Com o gás natural, vira de vez numa grande vedete econômica do Nordeste. A chama está acesa pelo chamado Corredor Azul, que você confere abaixo:

O Corredor da prosperidade

Capitulo 33

Parte de Sergipe em direção ao Maranhão, Tocantins e Piauí, região chamada de MaToPiBa, porque une Maranhão/Tocantins/Piauí e Bahia. Se pode investir em gás partindo de um raio de 500 até mil quilômetros, fazendo o Corredor Azul. Por esse corredor nascem centrais de abastecimento de gás, por conta da quantidade extensa de gás produzida no Nordeste e em especial em Sergipe.

Há três anos, a Petrobras fez em Sergipe sua maior descoberta desde o pré-sal, em 2006. De seis campos, espera extrair 20 milhões de m³ por dia de gás natural, o equivalente a um terço da produção total brasileira. Deve gerar R$ 7 bilhões de receita anual à estatal e sócias. Na avaliação do governo, a conquista pode ajudar a tirar do papel o esperado "choque de energia barata" prometido pelo ministro da Economia, Paulo Guedes - plano para baratear em até 50% o custo do gás natural e "reindustrializar" o País.

O governo também tem a expectativa de estimular a economia na região com o gás. De 2014 a 2017, a cadeia de óleo e gás ficou praticamente paralisada como reflexo da forte queda no preço do insumo no mercado internacional e das revelações da Operação Lava Jato da Polícia Federal, que revelou bilhões em desvios de recursos na Petrobrás. "Estamos assistindo a uma retomada da indústria de petróleo e gás no Nordeste, onde tudo começou", diz o presidente da Gas Energy, Rivaldo Moreira Neto.

O diretor da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Felipe Kury, classifica o potencial da Bacia de Sergipe-Alagoas como "muito promissor". Além dos seis campos da Petrobrás, a ANP acredita que existem na região outras áreas com indícios de presença de petróleo e gás que, nos próximos anos, podem resultar em novas descobertas relevantes.

Na construção de um gasoduto até a costa, a Petrobrás investe mais de US$ 2 bilhões. Por enquanto, a estatal está trabalhando apenas na exploração, mas não na produção dos campos de gás nas águas profundas de Sergipe. Sergipe já tem o gás mais barato do Brasil. Primeiro, pelo próprio aumento da produção, que ajuda na redução dos custos. Segundo, pela entrada em operação de rivais da petroleira, como a americana ExxonMobil, que tem projetos de exploração na região.

Por fim, pela presença de empresas importadoras de gás, que também vão concorrer pela infraestrutura de escoamento. Dessa maneira, a tendência é de redução na tarifa de transporte e, com isso, também do preço final do produto. Com o sucesso da Petrobrás na exploração de seis reservatórios e a chegada de investidores privados, Sergipe foi inserido na rota mundial do gás natural.

Em cinco anos, o Estado, sozinho, deve movimentar 40 milhões de m³ por dia de gás, volume que corresponde a mais de quatro vezes a atual capacidade de consumo de toda a Região Nordeste. Desse total, metade virá de um único investimento da iniciativa privada. Orçado em US$ 5 bilhões, o projeto é da Celse, empresa controlada por sócios de Noruega, Estados Unidos e Brasil. Na prática, o empreendimento inaugura a concorrência num mercado até então dominado pela Petrobrás.

A Celse construiu a primeira unidade de regaseificação privada do País, ao lado do Porto de Sergipe, no município de Barra dos Coqueiros. Até então, somente a Petrobrás tinha unidades do tipo. A tecnologia permite importar o combustível na forma líquida, o GNL, por navio, depois retomá-lo ao estado gasoso e então injetá-lo na malha de dutos terrestres.

Uma das sócias da Celse, a Golar Power, quer, na verdade, ser uma distribuidora de energia no Brasil, usando o GNL como matéria-prima e começando por Sergipe. A empresa norueguesa já criou o “corredor azul”, nos mesmos moldes da Europa, onde uma rede de postos garante autonomia aos motoristas. O gás natural é considerado, atualmente, o combustível da transição para uma energia de baixo carbono, até que as fontes renováveis substituam definitivamente o petróleo e seus derivados na matriz energética.

O Corredor Azul lia, inicialmente, Recife a Petrolina, com pontos de abastecimento de Gás Natural Liquefeito (GNL). O gás sai de Sergipe, Estado por onde começa a interiorização da distribuição do produto por via rodoviária e, a partir do qual, a rede de Corredores Azuis irá se expandir por todo o Nordeste.

A Golar Power Latam é uma joint venture formada entre a norueguesa Golar LNG e o fundo Stonepeak, líder no mercado de GNL no mundo. A Golar Power firmou parceria com a Alliance GNLog, empresa de logística dona de uma frota de caminhões movida exclusivamente a GNL. A parceria marcou o início das atividades da Golar como supridora do combustível para veículos pesados e em operações small scale (Golar SSLNG). Small scale consiste no resfriamento de grande quantidade do produto para reduzir seu volume e dar escala ao transporte. Assim, o resfriamento do gás permite reduzir o seu volume em até 600 vezes.

Na operação, a Golar fornece o combustível, enquanto a Alliance GNLog faz o transporte do gás para indústrias atendidos com gás não só para uso em suas operações, mas podendo adotar caminhões para sua frota. Os primeiros quatro veículos da marca Shacman já estão operando em solo nacional. O Grupo Maratá foi o primeiro a firmar protocolo se comprometendo a converter 25% de sua frota para essa modalidade de transporte.

Desde o final de 2020, o corredor opera com 15 postos, dos quais três estão sendo suficientes para o corredor Recife-Petrolina, já que os caminhões têm autonomia de mil quilômetros. Em Sergipe, a Golar conseguiu que o governador Belivaldo Chagas concedesse incentivos fiscais ao gás, reduzindo o ICMS vigente sobre o Gás Natural Veicular (GNV) de 18% para 12%, estimulando a ampliação do número de postos.

Mas a atenção dada ao gás também tem promovido investimentos na indústria: a Cerâmica Serra Azul, instalada em Nossa Senhora do Socorro, está construindo uma terceira linha de produção com investimentos de R$ 45 milhões, ampliando sua capacidade em um milhão de metros quadrados/mês, gerando mais 100 empregos e expandindo o consumo para 10 milhões de metros cúbicos de gás natural por ano.

A Golar acredita que, com a abertura do mercado promovida pelo governo federal e as recentes mudanças no marco regulatório do gás, o cenário se torne favorável para reduzir a dependência da importação do diesel e promover a “interiorização” do GNL, atendendo regiões que não contam com gasodutos.

Em Sergipe, a Golar detém a maior e usina termoelétrica a gás natural da América Latina, a UTE Porto Sergipe I, situada em Barra dos Coqueiros, na Região Metropolitana de Aracaju, numa parceria com a EBRASIL (Eletricidade do Brasil). Fruto de investimentos da ordem de R$ 6 bilhões, tem capacidade de 1.551 MW, o suficiente para suprir 15% da demanda de energia do Nordeste.

Belivaldo pretende buscar junto aos investidores chineses a possibilidade de trazer para o Brasil, de preferência para o Nordeste, uma montadora de caminhões a gás. A ideia é que a China importe cerca de mil caminhões a gás para o Nordeste, o que favorece a circulação e o abastecimento desses veículos pelas rodovias da região. “O abastecimento a partir da termelétrica de Sergipe, também dentro do Corredor Azul, que vai se criar, já abastecendo em algumas regiões. A ideia que é que nós tenhamos um posto de abastecimento de gás aqui em Itabaiana”, disse.

Questionado sobre a instalação de uma refinaria em Sergipe, o governador foi cauteloso e afirmou que o processo está em fase de licenciamento. “São pequenas refinarias para produzir o combustível para navio, que eles chamam de bunker. Então é um novo tipo de combustível que a Petrobras já começou a colocar no mercado, a partir de julho desse ano. Essas pequenas refinarias estão atraindo esse investimento, aqui é da ordem de 450 milhões de dólares. Estamos em processo de finalização de licenciamento, portanto mais investimento para engrandecer o Estado de Sergipe”, disse.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Serra Talhada 2021

10/06


2021

Mais 150.750 doses da Astrazeneca chegam a Pernambuco

Uma segunda remessa de vacinas contra a Covid-19 chegou a Pernambuco esta semana. O lote mais recente foi entregue na noite de ontem, com 150.750 doses da AstraZeneca/Fiocruz. O avião trazendo os insumos aterrissou no Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre às 18h50, e o lote seguiu para a sede do Programa Estadual de Imunização (PNI-PE), para checagem e divisão entre os municípios. O envio às 12 Gerências Regionais de Saúde (Geres) ocorreu na madrugada de hoje.

“Na última terça-feira o Estado recebeu vacinas da Pfizer. Hoje foi a vez de chegar mais um lote da AstraZeneca, totalizando mais de 250 mil doses somente esta semana. É importante que esse fluxo seja mantido, para que possamos avançar na vacinação, protegendo e garantindo a saúde da população de Pernambuco o quanto antes”, afirmou o governador Paulo Câmara.

As 99.450 doses da Pfizer, recebidas na última terça, foram encaminhadas às Geres a partir das 5h desta quarta-feira, e às 14h20 todas já tinham recebido seus respectivos quantitativos, que ficam à disposição para retirada pelos gestores municipais. “Temos uma logística de distribuição ágil, para que todas as cidades consigam planejar e avançar nas suas ações. De posse da vacina, os municípios precisam atuar para usar as doses também com agilidade, otimizando ao máximo o insumo”, frisou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Com as novas remessas recebidas, Pernambuco totaliza 4.520.100 doses para imunização contra a Covid-19. Desse total, 2.319.920 são da AstraZeneca/Oxford/Fiocruz, 1.959.160 da Coronavac/Butantan e outras 241.020 doses são da Pfizer/BioNTech.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Anuncie Aqui - Blog do Magno

10/06


2021

Sikera no SBT

Da coluna de João Alberto 

Sílvio Santos está de olho no polêmico apresentador policial Sikera Jr, pernambucano, âncora de um programa na RedeTV, dos estádios de Manaus. Estaria pensando em oferecer um salário milionário, pagar a multa contratual e uma apartamento de luxo em área nobre de São Paulo, para ele ir para o SBT.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Joao

Ainda existem pessoas que gostam de porcaria!


Blog do Magno 15 Milhões de Acessos 2

10/06


2021

Duque comemora vacinação em Serra Talhada

O ex-prefeito de Serra Talhada Luciano Duque (PT), comemorou o avanço da vacinação contra o coronavírus em sua terra natal.

“A cada dia temos comemorado o avanço da vacinação contra a Covid, ao mesmo tempo que lamentamos ainda não termos vacina para todos. De toda forma, cada dose aplicada é mais uma vida preservada e a esperança vai se renovando para que possamos voltar, o quanto antes, à normalidade. Falando em imunização, não posso deixar de parabenizar a minha terra, Serra Talhada, em nome da prefeita Márcia Conrado; único município que aplicou 100% das doses recebidas, até o momento. Isso mostra a eficiência da gestão e de uma rede estruturada para atender a população”, disse.

Mais de 22 mil pessoas já receberam a 1ª dose e mais de 8 mil a segunda dose. Além de Serra Talhada, apenas Fernando de Noronha alcançou a marca dos 100% de aplicação das doses recebidas, de acordo com o Localiza SUS.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha