Jaboatão

18/05


2021

Gravatá é vitrine do turismo frio do Nordeste

Saindo do Rio Grande do Norte, capítulo de ontem, a série de postagens neste blog reproduzindo o livro O Nordeste que deu certo, chega hoje à uma das estações turísticas da região: Gravatá, a 82 km do Recife, cidade que embala o turismo com a isca do seu maravilhoso clima. O frio, principalmente entre maio e julho, é o grande atrativo para turistas do mundo inteiro.

Gravatá, entretanto, não usa apenas o frio como mola econômica. A cidade explora também a vocação pecuária, virou um dos maiores centros de criação e reprodução de cavalos de raça, produz flores e já foi grande produtora de morango. Abaixo o texto original do livro, editado há 28 anos. Os dados atualizados serão postados amanhã, no segundo capítulo da Suíça nordestina, como Gravatá ganhou fama.

O turismo do frio

Capítulo 11

Os mais antigos costumam lembrar que, entre as décadas de 30 e 40, Gravatá servia apenas para atrair tuberculosos à procura da cura milagrosa favorecida pelo clima ameno e o ar puro de montanha. Hoje, invadida literalmente por 10 mil pessoas a cada fim de semana, e com uma média de construção de três imóveis a cada dia – o que contabiliza 5, 3 mil casas de campo - a cidade ganhou outro charme. A indústria do turismo movimenta R$ 32 milhões por mês só na rede hoteleira. 

Somente na festa de São João, este ano, 40 mil pessoas circularam pela cidade, deixando no comércio US$ 2 milhões, contabilizados mais tarde pela rede bancária (cinco agências). Situada a 460 metros acima do nível do mar, no planalto da Serra das Ruças, a apenas 82 km do Recife, Gravatá cresce na velocidade de um furacão. É atraente, bonita e se distingue principalmente pela arquitetura das casas em estilo chalé europeu e pela sedução do seu clima com temperatura média que se mantém o ano inteiro. Principalmente por isso.

Numa região seca e calorenta como o Nordeste, Gravatá é uma ilha de exceção. Na alta estação, a temperatura oscila entre 15 e 18 graus, com ventos tão fortes que obrigam o turista a andar protegido com casacos e roupas de lã. Os visitantes ficam apaixonados. Quando não costumam voltar em períodos mais alternados, normalmente fazem economia para comprar uma casa de campo no futuro. 

Não é a população de 62 mil habitantes que movimenta a sua economia. A mola mestra impulsora é a população flutuante, calculada em 10 mil pessoas. Esse contingente é responsável por uma cifra fantástica numa época de recessão: a construção de três casas a cada dia. Nos arredores da cidade, seja em qualquer direção, é fácil ir ao encontro da realidade: existem 30 condomínios privês habitados (e mais 10 em construção), 60 loteamentos e mais 14 arruamentos (uma espécie de chácara).

Andando de carro ou a cavalo pelo interior do município, também é fácil constatar a pujança econômica gravataense: há pelo menos 500 fazendas e granjas. Os mais ricos são reconhecidos à longa distância, pois criam cavalos de raça para concorrer em provas de hipismo no País ou simplesmente expor, além de optar por leilões.

Os que descobriram que das terras de Gravatá podem tirar mais dólares para aumentar o capital se transformaram em grandes criadores de gado leiteiro e de corte, preferencialmente a raça holandesa, como Jair Brito, da Fazenda Oásis, que produz 12 mil litros/dia de leite tipo A, produção que é vendida para o Exército brasileiro. No seu plantel, Jair exibe com orgulho uma vaca campeã nacional, que produziu 13 mil litros numa lactação. O fazendeiro ganhou sete palmas de ouro.

Num outro extremo da fazenda Oásis, o pecuarista Juarez Correia de Araújo se orgulha de possuir o melhor plantel de gado holandês em termos de melhoramento genético do Nordeste. Isso já lhe proporcionou muitas alegrias. A mais comemorada foi a de ter conquistado por nove anos seguidos o título de melhor expositor do Nordeste. Uma vaca campeã em produtividade – 44 litros/dia – foi avaliada em US$ 30 mil.

Os que descobriram que Gravatá oferece as melhores condições climáticas para criação de cavalo fizeram como Ricardo Guerra, campeão nacional e regional por diversas vezes em provas de hipismo com os seus cavalos Mangalarga, os mais caros do País. 

Hotéis lotados

Quem chega a Gravatá num fim de semana, principalmente em plena estação do frio, muda de astral e visual. É necessário providenciar logo roupas quentes, de preferência casacos de lã. Cruzando a cidade, seja em direção ao centro ou às atrativas e aconchegantes fazendas, a sensação é a de que ali está concentrada uma das maiores rendas per capita de Pernambuco: são comuns cenas de exibição de riqueza, como carros importados ou nacionais último modelo, ou passeios a cavalos Mangalarga Marchador de US$ 30 mil.

A cidade do frio, apesar de vocacionada para a pecuária, direciona os investimentos para o setor turístico. “Há uma consciência hoje de que poderemos viver bem da indústria do turismo, sem desprezar naturalmente os outros potenciais econômicos”, analisa o prefeito do município, Luiz Alves de Oliveira (PMDB), estimulado com os resultados que colheu durante os festejos juninos. Com a cidade cheia de turistas, como ocorreu no São João, a receita cresce, surgem novas opções de emprego e o comércio fatura alto.

Cabe à iniciativa privada, no entanto, a maior fatia de aplicação de recursos no turismo. Gravatá tem opções na rede hoteleira para todos os gostos. Quem gosta de curtir uma fazenda, tomar leite no peito da vaca às cinco da manhã e saborear pratos típicos da culinária nordestina, encontra no apart-hotel Portal de Gravatá o endereço certo. 

Mas quem tem cavalo, aprecia provas de hipismo ou simplesmente deseja curtir um fim de semana entre haras e um aconchegante chalé, já pode fazer as malas e ir para o Gravatá Country Club Hotel, a apenas 7 km do centro da cidade, construído para atender um universo dirigido de turistas: aqueles que praticam hipismo clássico. “Fizemos um investimento da ordem de US$ 400 mil”, diz o empresário Gustavo Maranhão, dono do hotel. 

Fundado em abril de 93, o Country Club tem sete refinados chalés (a previsão é construir mais 57), com dois quartos, sala, cozinha e banheiro, e fica numa das áreas mais lindas de Gravatá: num vale cercado de um verdadeiro cinturão verde, onde o clima chega a uma média de 15 a 18 graus. Ao lado, há um haras com 20 baias e duas pistas de hipismo de padrão internacional, onde serão realizadas quatro provas por ano.

Gustavo Maranhão tem uma explicação para investimento tão alto: “Gravatá é a cidade do turismo. Aqui, temos clima e a vantagem de ser bem próximo do Recife”, observa, para acrescentar: “Não tenho dúvida do retorno, porque aqui iremos atrair uma clientela muito especializada”. Maranhão é criador de cavalos puro sangue importados da Argentina e que estão avaliados numa média de US$ 8 a 10 mil cada um deles. A espécie, reconhecida pela agilidade, arrebata a maior parte dos troféus nas provas de hipismo no Nordeste.

Com oito hotéis de categoria e uma centena de hospedarias, a rede hoteleira de Gravatá tem mil leitos, gera mais de 600 empregos diretos e o dobro de indiretos (a fatia maior é dos fornecedores) e tem um faturamento de cidade grande.

Para competir, é preciso inovar. É com base nessa filosofia que os hoteleiros de Gravatá vivem numa concorrência sadia. Se o Portal especializou-se em atrair o turista em cima do marketing de que é uma fazenda típica da região, e o Country Club conquista os hipistas, o Casa Grande, próximo à BR-232, já tem um outro estilo: lembra os hotéis americanos. É o único do Estado que tem um tobogã, que “faz a cabeça” da criançada. Tem, ainda, chalés, duas quadras de tênis padrão internacional, uma quadra para futebol de salão e basquete, além de um campo de futebol e um dos maiores parques aquáticos da cidade.

Curtir um fim de semana em Gravatá, para os apreciadores da boa mesa, só não é aconselhável para quem vive de regime: há 15 restaurantes oferecendo opções que vão do trivial regional ao mais requintado prato da cozinha internacional. Os mais procurados são o Faisão Dourado, Moinho Le Cottage, Taverna Suíça, Moura Restaurante e o Flor do Mandacaru. Mas, para quem prefere provar um prato bem rústico da região, a Buchadinha do Gordo, na rua 7 de Setembro, no centro, é opção tentadora. 

Gravatá não encanta apenas pelo clima frio, pelas suas flores e pela beleza de sua paisagem que lembra muito a Suíça. Tem ainda o charme da arquitetura europeia. A Matriz de Santana, o antigo Solar dos Didier (hoje Colégio das Irmãs Salesianas), o Casario da Avenida, a Casa da Cultura, a velha Estação de Trem são exemplos que lembram a influência holandesa do passado.

Vantagens

Políticos, empresários e profissionais liberais descobriram as vantagens de se investir em Gravatá, passar um fim de semana num clima comparável ao da Suíça e poder tranquilamente curtir as delícias do campo, entre eucaliptos, acácias e uma variedade de flores, além de uma deslumbrante vista das montanhas. A começar pela Serra das Ruças, a 6 km do centro, tudo é fascinante em Gravatá.

“Eu venho a Gravatá há mais de 50 anos, mas passei a morar aqui há uns 20 anos”, recorda o empresário Inaldo Guerra, pai de Ricardo Guerra, um dos campeões em cavalo Mangalarga no Nordeste. Como ele, outros nomes conhecidos que engordam o PIB pernambucano são apaixonados pela cidade, a exemplo do deputado Ricardo Fiúza (que tem a casa mais bonita da região, entre os municípios de Gravatá e Bezerros), Gustavo Maranhão, Artur Pena, Mário Peixoto, Olavo Bandeira, Jair Brito, Augusto Costa (secretário da SSP), Flávio Régis, José Santos, Luís Felipe Brennand, Isnar Amorim, Anacleto Nascimento, entre vários outros.

O pecuarista Juarez Correia, dono da fazenda Oásis, possui também uma das mais belas e aconchegantes casas de campo do município, projetada por um famoso arquiteto brasileiro. Pertencem aos criadores de cavalo e gado leiteiro as casas mais luxuosas em plena área de serras que circundam o município.

Há na cidade rostos conhecidos do público pernambucano também na área de comunicação, como Carol Fernandes (publicitário) e Cléo Nicéas (diretor regional da Rede Globo). “Na verdade, quase todos meus amigos e conhecidos têm casa hoje em Gravatá”, diz Inaldo. Ele é daqueles que, ao lado da mulher (uma tiete da cidade), não perde um único fim de semana em Gravatá. Ele deixou uma encantadora mansão próxima à Serra das Ruças para morar num apart-hotel do Portal de Gravatá. O Portal, aliás, é o termômetro da nova cultura gravataense.

Cara nova       

Em 1994, a cidade deverá ganhar uma entrada nova e sofisticada, que lembra muito Gramado, no Rio Grande do Sul. O projeto já está concluído. Planejada em concreto armado, a entrada terá jardineiras de buganville, para lembrar uma outra característica da cidade: a de centro produtor de flores. Gravatá produz 80 mil botões de rosas as mais variadas, e abastece outros Estados, como a Paraíba e o Rio Grande do Norte. As praças e o centro da cidade também serão reformulados, com projeto de um arquiteto da equipe do paisagista Burle Marx.

Não há ainda estimativa de custo do futuro cartão de entrada, mas a Brahma já garantiu o financiamento. “Estamos tendo a parceria da iniciativa privada nos nossos empreendimentos, principalmente na realização de grandes eventos”, diz o prefeito Luiz Alves de Oliveira. Para ele, preparar a cidade para receber os turistas é prioridade.

À medida que Gravatá ganha cara nova e se moderniza, a especulação imobiliária tende a crescer ainda mais. Hoje, devido à forte influência do turismo na economia do município, é praticamente impossível comprar um terreno na cidade.

Os condomínios privês construídos em ritmo acelerado elevaram os preços das casas para as estrelas. Não sai por menos de US$ 20 mil, por exemplo, uma unidade no apart-hotel Portal de Gravatá. No Mont Blanc, esse valor pode chegar a US$ 30 mil ou US$ 40 mil. Gravatá já tem loteamentos com mais de dois mil lotes. A classe média prefere investir nesse tipo de moradia por ser mais barato. Os loteamentos já somam mais de 60 e a previsão é de que até meados de 1994 sejam construídos mais de 20.

Também é difícil comprar um telefone. Segundo levantamento feito pela Prefeitura, uma linha telefônica custa no mínimo US$ 3 mil. Esse preço só é comparável no Estado à expansão que atinge hoje o bairro de Aldeia, nas proximidades da capital pernambucana. “Isso é fruto do crescimento da cidade”, explica Roberto Cavalcanti, que se mostra alarmado com os preços.

Como uma coisa puxa outra, até as casas da Cohab passaram a ser valorizadas na cidade. “A especulação imobiliária começou pela Cohab. O governo construiu as casas para os pobres, mas os pobres venderam para os ricos e, de repente, o conjunto habitacional ficou totalmente reformulado”, lamenta o prefeito.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Olinda

18/05


2021

Perda de mandatos promete mudar composição de cidades

Por Diana Câmara*

Neste ano o Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco já cassou dois prefeitos eleitos (Arcoverde e Joaquim Nabuco) em virtude de decisão colegiada em Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) por abuso de poder político ou econômico. Sem entrar no mérito, até porque ambos processos ainda tramitam na Justiça e podem ser reformados pelo Tribunal Superior Eleitoral, o afastamento do cargo se deu porque, como dito inicialmente, houve “decisão colegiada” indicando a cassação da chapa eleita.

Assim, apenas para elucidar, a mera decisão de primeiro grau, prolatada por juiz eleitoral, em uma AIJE não tem o poder de afastar o prefeito eleito. Seu grande mérito é fazer uma boa instrução processual, pois é neste momento que as provas, positivas e negativas, devem ser apresentadas. Contudo, a aplicação da sanção só se dá se a Corte regional entender que no caso em concreto houve abuso de poder político ou econômico, como, por exemplo, captação ilícita de sufrágio. Ou seja, compra de voto.

Os efeitos da decisão de cassação do mandato, com o afastamento dos cargos dos julgados, são aplicados logo que realizada a publicação do acórdão pelo TRE. Vale registrar que é possível recorrer ao TSE, mas afastado de suas funções, podendo voltar, caso este seja o entendimento da Corte máxima do Eleitoral.

Da mesma forma, os vereadores que tiveram seus mandatos cassados, por exemplo, em virtude de fraude da cota de gênero na formação da chapa, também devem ser afastados de seus cargos após a publicação de decisão colegiada pelo TRE/PE, que entende pela configuração do ilícito.

Assim, sabendo que no estado tem diversos casos de AIJE ainda em fase de julgamento pelo primeiro grau, outras tantas julgadas pelo juiz eleitoral e com condenação pela cassação do mandato, mas pendente de julgamento pelo TRE/PE (como, por exemplo, Água Preta e Águas Belas), se conclui que em Pernambuco ainda vamos ter muita dança das cadeiras. Além desses casos, há diversos processos de fraude eleitoral na cota de mulheres e sentença pedindo a cassação de todos os vereadores eleitos pelo partido (como, por exemplo, Goiana e Tacaimbó) com candidata sem ter recebido um único voto. Somam-se a isso, dois municípios do estado (Palmeirina e Capoeiras) certamente terão eleições suplementares ainda como reflexo de Ação de Impugnação de Registro de Candidatura (AIRC), entendendo o TSE pela inelegibilidade destes dois prefeitos eleitos. Fora o imbróglio de Pesqueira que está com o trâmite da AIRC temporariamente suspenso.

*Advogada especialista em Direito Eleitoral e em Direito Público. Pós- graduanda em LLM de Direito Municipal. Membro da Comissão de Direito Eleitoral da OAB Nacional. Ex-Presidente da Comissão de Direito Eleitoral da OAB/PE. Ex-Presidente da Comissão de Direito Municipal da OAB/PE. Ex-Presidente do IDEPPE - Instituto de Direito Eleitoral e Público de Pernambuco. Membro fundadora da ABRADEP - Academia Brasileira de Direito Eleitoral e Político.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Ipojuca 2021

18/05


2021

“Jamais promovi nenhum atrito”, diz Ernesto na CPI da Covid

O ex-ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo afirmou na CPI da Covid, hoje, que jamais promoveu nenhum "atrito" com a China.

O ex-ministro foi questionado pelo relator da CPI, Renan Calheiros (MDB-AL), se a postura do governo brasileiro em relação à China tem prejudicado obtenção de vacinas e insumos para os imunizantes.

"Jamais promovi nenhum atrito com a China, seja antes seja durante pandemia, de modo que o resultado que obtivemos na consecução de vacinas e outros aspectos decorre de uma politica externa de acordo com nossos objetivos, mas não era de alinhamento aos Estados Unidos nem de enfrentamos com a China", afirmou Araújo.

Este é o sétimo dia de depoimentos na CPI. A comissão apura ações e omissões do governo federal no enfrentamento da pandemia de Covid e eventual desvio de verbas federais enviadas a estados e municípios.

Na condição de testemunha, como é o caso de Ernesto, o depoente se compromete a dizer a verdade, sob o risco de incorrer no crime de falso testemunho.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

CABO

18/05


2021

Miguel Coelho anuncia nomeação de novos guardas civis

A segurança de Petrolina será reforçada. O prefeito Miguel Coelho anunciou, ontem, que serão nomeados 40 guardas civis que passaram no último concurso público. A expectativa é de que os novos profissionais de segurança sejam convocados para a corporação até junho. 

Ao todo, 92 pessoas serão incorporadas ao quadro da Guarda Civil. Na primeira etapa serão 40 trabalhadores nomeados oficialmente. Os demais agentes aprovados no concurso serão convocados paulatinamente, de acordo com as necessidades operacionais da Guarda Municipal. 

O reforço na corporação é mais uma ação para estruturação da chamada "Força Azul". Nos últimos anos, a instituição passou por uma ampla reformulação com mais de 50 veículos adquiridos; implantação de centro de capacitação; criação de patrulhas especiais; e compra de fardamentos e armas. "Acredito que em 30 dias esses novos guardas já estarão nas ruas trabalhando para garantir mais segurança ao povo de Petrolina", afirmou o prefeito Miguel Coelho.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Joao

O blog dos Coelho e Ferreira!



18/05


2021

Vice de Vitória: Raquel tem sido referência

O vice-prefeito de Vitória de Santo Antão, professor Edmo Neves, vê o desempenho da prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), na pesquisa do Instituto Opinião, como muito promissor. 

No levantamento, Raquel já se posiciona em primeiro lugar e, em um outro cenário, no segundo lugar dentre os pré-candidatos ao Governo de Pernambuco. 

“O resultado demonstra que o eleitor está atento à conjuntura política. Mesmo faltando ainda mais de um ano para as eleições gerais, já se percebe uma busca por renovação”, afirma.

Edmo Neves aponta ainda que Raquel Lyra tem se destacado como uma referência para os gestores de todo o Estado, e que as experiências bem sucedidas da gestão no maior município do agreste também servirão de ponto de partida para um debate amplo sobre o futuro do Estado. 

“Para nossa região, da zona da mata centro, precisamos construir uma agenda integrada para dinamizar a economia, gerar empregos e despertar vocações. Não podemos depender apenas da agricultura canavieira. Tenho certeza que a experiência de Caruaru poderá ajudar muito nesse sentido”, concluiu.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Petrolina abril 2021

18/05


2021

Agrovale anuncia investimentos de benefício ambiental

Após o anúncio recente do investimento da ordem de R$ 5 milhões na colheita mecanizada, a Agrovale divulgou, ontem, mais uma aquisição que vai diminuir a queima controlada da palha da cana-de-açúcar reduzindo a incidência de fuligem.

A empresa, que responde pela maior produção de açúcar, etanol e bioeletricidade da Bahia, adquiriu um triturador de fardos de palha de cana HG6000E geração II, de tecnologia norte-americana, com capacidade de processamento de 52 mil toneladas de palha por ano. 

De acordo com o gerente geral industrial da Agrovale, Adevan Feliciano, o triturador, um investimento de R$2,5 milhões, além do benefício ambiental, também representa um ganho substancial na geração própria de energia elétrica da empresa.

A partir desta solução tecnológica, iremos melhorar o aproveitamento da biomassa da cana, ampliando a geração de energia com mais  20.000 mwh, o que representa o consumo de 1 mês de uma cidade com 200 mil habitantes, com energia limpa de fonte renovável", ressaltou.

A aquisição do triturador e de duas máquinas colhedoras e implementos, faz parte do programa da empresa, com custos anuais de R$ 40 milhões, que vem adequando agronomicamente os terrenos visando tornar os campos compatíveis com a colheita mecanizada. A empresa hoje já conta com sete máquinas colhedoras.

Investimentos que visam a diminuição da queima controlada da palha da cana e a redução da incidência de fuligem, que vem ocorrendo em menor proporção em comparação a anos anteriores.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bandeirantes 2021

18/05


2021

Morre ex-governador de SC Casildo Maldaner

Morreu, na noite de ontem, o ex-governador e ex-senador de Santa Catarina Casildo Maldaner, vítima de câncer. Aos 79 anos, o político foi internado em um hospital de Florianópolis, no domingo, após passar mal. A informação foi confirmada pelo MDB catarinense e o governo decretou luto de sete dias.

Em 2018, Casildo se recuperou de um câncer que afetava o sistema nervoso central. Há três semanas, foi diagnosticado que a doença havia voltado. Natural de Carazinho, no Rio Grande do Sul, ele nasceu em 2 de abril de 1942.

Aos 2 anos, mudou-se com a família para Chapecó, no Oeste catarinense. Durante a trajetória política, além de senador e governador, Casildo foi deputado federal, estadual e vereador de Modelo, na mesma região.

O velório acontece hoje na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), das 10h às 13h, e seguirá os protocolos de segurança e prevenção à Covid-19. Na sequência, será realizada uma cerimônia de cremação, cemitério do Jardim da Paz, na Capital, em ato reservada à família e amigos mais próximos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Serra Talhada 2021

18/05


2021

Coluna da terça-feira

Corrupção premiada

Sem surpresas os números da pesquisa do Instituto Opinião, com exclusividade para este blog, na corrida presidencial. Lula, como se esperava, aparece com um percentual quase três vezes maior de intenção de voto frente ao presidente Bolsonaro. A não surpresa se dá pelo fato de Pernambuco ser, disparado, no Nordeste, um dos Estados mais lulistas.

Os números de Lula são quase que iguais nas diversas regiões do Estado, estando seu maior eleitorado concentrado nos sertões, do Moxotó ao São Francisco, um pouco menor na Região Metropolitana. Esse é um fenômeno fácil de explicar. Grande parte dos que se declaram favoráveis a Lula acha que ele roubou, mas que vota assim mesmo, porque todos roubam e o petista, na visão desses, fez alguma coisa.

Traduzindo: o rouba, mas faz, o que não deixa de ser algo muito grave e lamentável. Afinal, não se vota em ninguém para assaltar os cofres públicos, mas, sim, zelar pela saúde do povo e cuidar do seu bem estar, aplicando bem o dinheiro recolhido por impostos pagos por todos os cidadãos. De Gaulle já disse que o Brasil não é um País sério.

Depois de mais de um ano vendo o sol nascer quadrado pelo maior assalto aos cofres públicos na história do Brasil, Lula se apresenta como vítima de fatos concretos das investigações de corrupção. É um jogo para tentar convencer, seduzir ou aliciar a população ignorante da sua desonestidade. Políticos corruptos perpetuam-se, apenas em nações cujas sociedades se corrompem, como é o caso do Brasil.

Lula é o reflexo da sociedade putrificada do País. Já ouvi que a diferença entre um ladrão e um político corrupto é que o primeiro não foi eleito por ninguém. Não há nada pior que um político corrupto. Na verdade, ele mata sem puxar o gatilho. Políticos corruptos, como Lula e sua quadrilha que assaltou o País, amam a mentira e pelam-se de medo da verdade.

Como disse, ontem, Ciro Gomes, Lula é parte central da corrupção. É o maior corruptor da história moderna brasileira. E não aprendeu nada. Fica na lambança, prometendo a volta de um passado idílico que é mentira.

Números para o Senado – A terceira parte da pesquisa do Opinião, amanhã, traz o cenário para o Senado em Pernambuco. Nas eleições do próximo ano o Estado elegerá apenas um senador, tendo em vista que os outros dois têm mais quatro anos de mandato, no caso Jarbas Vasconcelos (MDB) e Humberto Costa (PT). A vaga aberta é a do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB), cujo projeto de disputar à reeleição depende do seu filho. Se Miguel Coelho, prefeito de Petrolina, sair para à disputa majoritária ao Palácio das Princesas, FBC tende a tentar uma vaga na Câmara dos Deputados junto com o deputado Fernando Filho, outro herdeiro político, que buscará renovar o seu mandato.

Quem conhece, vota – Caiu como uma bomba nos meios políticos do Estado a primeira pesquisa do Instituto Opinião, em parceria com o meu blog, sobre a sucessão estadual, na qual a petista Marília Arraes lidera com 26%, com a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), em segundo lugar, mas bem distante, com 9%. Entre as caras novas, chama atenção a performance de Miguel Coelho (MDB). Na sua região, o São Francisco, aparece com 48%. Na prática, isso poderia ser traduzido assim, segundo a visão de um marqueteiro: quem conhece a obra de Miguel, vota em Miguel.

Desconhecimento – O grande desafio que se avizinha pela frente, para Miguel Coelho, é ter mais visibilidade na Região Metropolitana, maior reduto eleitoral do Estado. A pesquisa mostrou que, entre todos os pré-candidatos, ele é o mais desconhecido. Sua gestão, aprovada por 90% dos petrolinenses, pode ser, entretanto, uma bela vitrine para conquistar o eleitorado no Grande Recife. Estrategicamente, sua agenda já se deslocou muito do eixo do Sertão até o litoral. Quem é coxo, como disse Ulysses Guimarães, parte cedo.

Agenda metropolitana – Miguel, aliás, chegou ontem ao Recife e cumpre, de hoje até a próxima quinta-feira, uma extensa agenda de contatos políticos na Região Metropolitana. Tem convites ainda para inaugurações de obras de aliados no Agreste e Zona da Mata. Ouvi muito do ex-governador Joaquim Francisco, de quem fui secretário de Imprensa, que cobra que não anda, não engole sapo. E que a vida é um sutiã: bote os peitos.

Douglas bate palmas – Provável candidato a deputado federal, o ex-senador Douglas Cintra, que deixou o PTB e está a caminho do PSDB, ficou animado com o desempenho da prefeita de Caruaru, a tucana Raquel Lyra, no levantamento do Opinião: “Raquel já aparece numa posição muito boa nos diferentes cenários apresentados pela pesquisa. O que chama a atenção é o seu desempenho no Agreste, cenário que pode ser replicado para o restante do Estado à medida em que as pessoas forem se interessando mais pelos nomes que poderão estar na disputa”, disse. Raquel Lyra chega a aparecer em primeiro lugar na pesquisa (11,3%) em um dos cenários, e em outro aparece em segundo lugar com 9% das intenções de voto.

CURTAS

Reprovação – As novas medidas restritivas para o Agreste, reprovadas pelos que vivem das feiras da sulanca entre Caruaru, Toritama e Santa Cruz do Capibaribe, entram em vigor hoje. Durante a semana, as atividades econômicas só poderão funcionar das 5h até as 18h. Já nos próximos dois finais de semana, apenas o funcionamento de supermercados, feiras livres de produtos alimentícios, farmácias, padarias e postos de gasolina estará permitido.

Novo refis – O Governo e o Senado trabalham para que o projeto de renegociação de dívidas de empresas, chamado de Refis, seja aprovado na Casa até o fim de maio. A medida ainda não foi à pauta da Casa Alta por falta de concordância do ministro da Economia, Paulo Guedes, que não apoia a ideia. Articuladores do Governo no Senado estão em negociações com a pasta para viabilizar a votação no prazo.

Perguntar não ofende: Quem será o candidato de Bolsonaro para governador de Pernambuco? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

marcos de camaragibe o Fresco da história de camaragibe.

Fernandes

Bozo o maior Corruptor da história do Brasil. Ciro Gomes.

marcos

Então fica combinado, nas eleições de Paruano quem votar em Ladrão é um bom filho da Puta.

marcos

Lula o maior Crruptor da história do Brasil. Ciro Gomes.

marcos

Lula o maior Ladrão do Brasil de todos os Tempos.


Anuncie Aqui - Blog do Magno

18/05


2021

Lula tem em PE quase o triplo dos votos de Bolsonaro

Na sequência do levantamento do Instituto Opinião sobre os primeiros cenários das eleições 2022 em Pernambuco, com exclusividade para este blog, na disputa pela Presidência da República o ex-presidente Lula (PT) aparece numa situação bastante confortável. Se as eleições fossem hoje, ele teria 53,2% das intenções de voto, enquanto o presidente Jair Bolsonaro, que vai à reeleição, aparece com 20%. Isso seria quase o triplo da soma dos votos do petista em comparação ao concorrente.

Luciano Huck, apresentador global, ainda sem filiação partidária, vem em terceiro, mas bem distante, com apenas 5%, empatado tecnicamente com Ciro Gomes (PDT), que tem 4,8%. João Dória (PSDB), governador de São Paulo, é o preferido de apenas 1,5% dos eleitores pernambucanos. Brancos e nulos somam 10% e o número de indecisos, mesmo faltando ainda um ano e seis meses para o pleito, é muito baixo, 5,5%.

Na espontânea, modelo pelo qual o entrevistado é forçado a lembrar o nome do candidato sem o auxílio da lista, Lula cai um pouco, mas lidera com folga. Tem 36,6% contra 16,5% de Bolsonaro. Por ordem, vem em seguida Ciro Gomes, com 1,5%, Luciano Huck, com 0,5% e João Dória – 0,4%. Foram citados, ainda, Paulo Câmara, com 0,2%, e Fernando Haddad, com 0,1%. Neste cenário, brancos e nulos somam 9,2% e indecisos sobem para 35,1% entre os entrevistados.

A pesquisa foi a campo entre os dias 7 e 11 últimos, sendo aplicados dois mil questionários em 80 municípios de todas as regiões do Estado. O intervalo de confiança estimado é de 95,5% e a margem de erro máxima estimada é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos. A modalidade de pesquisa adotada envolveu a técnica de Survey, que consiste na aplicação de questionários estruturados e padronizados a uma amostra representativa do universo de investigação. Foram realizadas entrevistas pessoais e domiciliares.

Estratificação

O ex-presidente Lula aparece melhor situado entre os eleitores com grau de instrução até a 9ª série (65,7%), entre os eleitores com renda até dois salários (60,8%) e entre os eleitores na faixa etária acima de 60 anos (55%). Por sexo, 56,3% dos que disseram que votariam nele são mulheres e 50,2% são homens.

Já o presidente Bolsonaro tem suas maiores taxas de intenção de voto entre os eleitores com renda familiar entre cinco a dez salários mínimos (27%), entre os eleitores na faixa etária entre 35 e 44 anos (21,2%) e entre os eleitores com grau de instrução superior (27%). Por sexo, 25% dos eleitores declarados de Bolsonaro são homens e 15,6% são mulheres.

Por região, a região mais favorável para Lula é o Sertão Central, onde aparece com 60,7% das intenções de voto, seguido pela Zona da Mata (57,9%), Agreste (56%), São Francisco (52,9%) e Região Metropolitana (48,1%). Bolsonaro, por sua vez, tem 21,7% na Região Metropolitana, 19,6% no Agreste, 19,4% na Zona da Mata, 17,6% no São Francisco e 16,3% nos demais sertões.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Amauri Batista da SILVA

Segundo turno como fica

Jose Roberto Correia de Jesus

https://www.eleicoesaovivo.com.br/novaenquete?l=pernambuco Veja aí Caro Magno

Joao

Os blogueiros e jornalistas cloroquina estão morrendo de ódio, marquem logo os cardiologistas. Todos mudos e surdos, não falam nada das rachadinhas e tampouco da casinha de Flavinho chocolate rachadinha, o garoto do PAPAI!

Wildes Jackson Lopes

Cada eleição é única.Em 2018, o povo votou contra o PT. Pelo ambiente que se está se formando, o povo vai votar contra o Bolsonaro.

Fernandes

Datafolha. Lula lidera corrida eleitoral de 2022 e marca 55% contra 32% de Bolsonaro no 2º turno. LULA PRESIDENTE 2022.


Blog do Magno 15 Milhões de Acessos 2

17/05


2021

Números do Opinião para presidente à meia noite

Dando sequência na divulgação da primeira pesquisa de intenção de voto em Pernambuco para as eleições de 22, do Instituto Opinião, em parceria com este blog, postaremos logo mais, exatamente à meia noite, os números na corrida presidencial. Na quarta, será a vez da disputa para o Senado no Estado com apenas uma vaga, ocupada, hoje, pelo líder do Governo na Casa Alta, Fernando Bezerra Coelho.

Vale a pena dormir um pouco mais tarde!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
Publicidade

TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores