Jaboatão

10/05


2021

Brasileiros vendem casas na Florida

Da coluna de João Alberto

Muitos brasileiros que compraram casas nos Estados Unidos, especialmente em Miami e Orlando, tentam vende-las, mesmo com prejuízo. É que, com a desvalorização do real, ficou, muito caro a manutenção delas. A opção preferida agora é casa compartilhada, que é usava apenas por um período do ano, o que sai bem mais barato. Muitos pernambucanos estão entre estes que estão querendo vender as casas que têm na Florida e que não podem usufruir, pela proibição da entrada nos Estados Unidos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

A culpa de Bolzonaro.


PREF DE OLINDA DESAFIOS DA PANDEMIA 21

10/05


2021

O fenômeno do Polo Automotivo de Goiana

Por Mauro Ferreira Lima

Atualmente, ainda em comemoração pelos 6 anos do absoluto sucesso da produção do modelo Jeep em Pernambuco, o complexo industrial Fiat-Chrysler-PSA volta a ter 1000 veículos produzidos por dia, apesar da pandemia ainda persistente mundo afora.

Com os atuais 14 mil colaboradores e 41 empresas "sistemistas" – aquelas que fornecem componentes e equipamentos para a produção veicular – este gigante industrial mudou o perfil socioeconômico de um município dependente apenas da cultura secular da cana-de-açúcar.

Para ampliação do projeto, mais 24 novas empresas sistemistas se agregarão ao parque industrial, fazendo dali uma das maiores concentrações mundiais de unidades de produção automobilística.

Até 2025 estas novas empresas estarão agregadas ao complexo industrial que, ainda neste ano, estará se engajando no lançamento de um novo modelo de automóvel, em paralelo a sua produção da linha Jeep.

A partir de Abreu e Lima, 10 cidades em um raio de 50 km do epicentro industrial, estão sendo beneficiadas pelos ampliados efeitos socioeconômicos deste empreendimento de tanto sucesso. 

Muitas das empresas sistemistas têm optado por se instalar neste contexto das proximidades do projeto visando reduzir seus custos de edificação. A valorização de mercado das áreas no entorno do complexo tem se mantido em constante elevação.

Para atingir o patamar de mais 24 empresas sistemistas instaladas e para cobrir os custos de ampliação da produção com a inclusão de um novo modelo automobilístico, está previsto um aporte de 7,5 bilhões de reais até 2025. Este montante tem por si só uma grande relevância no contexto dos investimentos que estarão se verificando globalmente nos próximos 4,5 anos.

Apesar de o estado de Pernambuco não ter cumprido seu compromisso de construir o arco metropolitano, ligando Goiana a Suape, investimentos empresarias no complexo aconteceram e irão continuar nestes próximos anos.

Esta promessa não cumprida de Pernambuco poderia ter inviabilizado os investimentos realizados por parte da Fiat e suas empresas associadas.

Não se pode dizer que Pernambuco não tem sorte! Só que isto não pode continuar indefinidamente. Há que se chegar a cumprir o que foi acordado mesmo com atrasos tão prejudiciais a este fenomenal empreendimento industrial. A cobrança continua  por parte destes "benevolentes" investidores!

Sem dúvida, um "case" difícil de se acreditar que poderia acontecer no disputado universo   da atração de investimentos internacionais por parte dos países em vias de desenvolvimento.

Mas por incrível que pareça, aconteceu!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Ipojuca 2021

10/05


2021

O Aedes era um mosquito político

Distrito Federal no inicio do século passado, o Rio de Janeiro era uma cidadezinha pestilenta chamada de maravilhosa. O bicho-grilo Adalbertovsky lembra daqueles tempos pandêmicos da febre amarela, varíola e peste bubônica. “A cidade era povoada de cariocas, ratos, mosquitos, conselheiros, maconheiros,  baratas, deputados, Aedes aegypti, bactérias, senadores, bicheiros, poetas, namorados e seresteiros, a bexiga lixa microscópica e macroscópica em geral”.

“Havia remanescentes monarquistas do Império e neorrepublicanos. A febre amarela, a varíola e a peste bubônica atacavam a todos, gregos e troianos, monarquistas republicanos.  O ano era 1904-1905. O presidente Rodrigues Alves nomeou o sanitarista Oswaldo Cruz e o engenheiro Pereira Passos para enquadrar o mosquito Aedes e erradicar as mazelas urbanas. Oswaldo Cruz tornou a vacina obrigatória. Pense numa revolução!”.

“Acusavam o governo de promover um genocídio contra os mosquitos. O mosquito foi politizado e ideologizado. A mundiça vermelha xingava nas ruas: Aedes, você é monarquista reacionário e golpista. O gado protestava: Você é um inseto comunista. Um tal general Ramos tomou a vacina escondido para não perder a boquinha.  Um bode rouco, semianalfabeto de nascença, disse: Ainda bem que a natureza criou este monstro chamado Aedes aegypti”.  

“O governo de Rodrigues Alves decretou Estado de Sítio de Atibaia e o decreto de obrigação da vacina foi revogado em novembro de 1904. As escaramuças deixaram dezenas de mortos, feridos e presos”.

“COVID – O Governo desta Capitania Nova Lusitânia dispunha de montanhas de dinheiro na luta contra o inseto comunista chinês. A Prefeitura de Geraudo Covid ano passado montou um pacote de 670 milhões, sem licitação. O governador Paulo Câmara mandou fechar o comercio, mil restrições, causou milhares e milhares de falências e desemprego. Hoje propalam que a situação continua alarmante. Dirão que a culpa é da rafaméia. Errado. A culpa é de vocês, fidalgos palacianos. Fizeram a sociedade de cobaia”.

“O secretário biólogo Eurico Pasteur sempre defendeu aglomerações nos ônibus e nas revendas de automóveis. Quando era mais pobre o secretário André fazia longas caminhadas no Parque da Jaqueira. Os príncipes governistas não abrem mão de um ceitil dos seus salários milionários, e a sociedade que exploda”. A crônica pandêmica do bicho-grilo Adalbertovsky está postada no Menu Opinião.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Ciro Gomes afirmou que “a roubalheira” aumentou durante o governo de Jair Bolsonaro. O pedetista deu a declaração ao comentar a matéria do Estadão que rastreou o uso dos R$ 3 bilhões em emendas, extras, liberadas pelo governo. No Twitter, Ciro defendeu que é necessário punir os responsáveis pelo que chamou de “crime gigantesco”.


Petrolina abril 2021

10/05


2021

Coluna da segunda-feira

Fernando Santos: vítima da inveja

Vários escritores já definiram o Recife como capital da inveja. Na verdade, porque aqui, se um homem é bonito logo chamam de gay, se tem sucesso foi por trambique, se ficou rico praticou desonestidade, dentre tantas outras situações similares. Quem agora está sendo vítima de ataques assombrosos é o mega empresário Fernando Santos, do Grupo João Santos.

Sempre uma pessoa hiper discreta, vivendo com máxima reserva, agora recebe a investida de 240 policiais federais. Isso tudo tem a ver com a cobiça de parentes que não aceitam a liderança inconteste de Fernando dentro e fora do grupo João Santos. Mesmo sendo altamente generoso com as irmãs e sobrinhos, Fernando sofreu ataques os mais brutais, até resultar na operação gigantesca da Polícia Federal.

Isso resultado de denúncias feitas pelos próprios parentes, como em 14 de setembro de 2018 foi revelado pelo jornal Valor Econômico. Mesmo vivendo de maneira muito reservada, Fernando criou vínculos poderosos com praticamente todos os políticos pernambucanos, a exemplo da amizade profunda com Carlos Wilson Campos, Ricardo Fiuza, Marco Maciel, Joaquim Francisco, Jarbas Vasconcelos e especialmente Eduardo Campos, a quem ajudou de forma extrema nos momentos mais difíceis do ex-governador.

Quem conhece Fernando de perto diz que ele procurou agregar todos, especialmente da família, embora seja absolutamente implacável com traições e desonestidades. Considera o irmão José Bernardino a pessoa mais correta e amável que encontrou em toda a sua vida, sendo o principal sócio e companheiro de trabalho. Com a chegada de nova geração de sobrinhos, sobretudo filhos das irmãs, começou a se gerar as mais violentas acusações contra o tio que antes viabilizava mesadas astronômicas para toda a família.

Foi tanta inveja por conta do poder de Fernando que se criou uma verdadeira guerra fratricida, cuja operação gigante da Polícia Federal é apenas uma das pontas de um gigante iceberg de ódio e inveja.

AUXÍLIO PRÓPRIO – Fica claro no processo em curso que tudo foi preparado pelos familiares de Fernando Santos, a exemplo dessa parte:“ Expedição de ofício ao Juízo da 3ª Vara de Sucessões e Registros Públicos da Capital - Comarca de Recife/PE, competente pelos autos do processo 0114180-66.2009.8.17.0001, Inventário de JOÃO PEREIRA DOS SANTOS, falecido em 16/04/2009, solicitando o sequestro do quinhão referente aos herdeiros investigados e ora representados, caso não localizados outros bens, até o limite do dano ao erário mais adiante especificado, na medida em que estes não possuem esses bens declarados em seus nomes porque permanecem registrados em nome do espólio de JOÃO PEREIRA DOS SANTOS e não foram repassados para a família, muito embora estando na efetiva posse dos herdeiros” . Ou seja, toda a investigação detalhada pela Polícia Federal foi montada para atingir Fernando Santos e no final beneficiar aqueles familiares que o denunciaram, mesmo que ao custo da completa derrocada de todo o grupo. Traduzindo num português claro: vingança, vingança, vingança.

PROCESSOS – Abaixo algumas passagens do "PROCESSO Nº: 0815911-71.2020.4.05.8300 - PEDIDO DE BUSCA E APREENSÃO CRIMINAL REQUERENTE: POLÍCIA FEDERAL DE PERNAMBUCO e outro ACUSADO: GRUPO JOÃO SANTOS E OUTROS 4ª VARA FEDERAL - PE (JUIZ FEDERAL SUBSTITUTO) DECISÃO Busca e apreensão - bloqueio/sequestro/arresto/indisponibilidade - compartilhamento de provas". Acusações contra Fernando: “crimes de apropriação indébita tributária (art. 168-A do CP) e sonegação fiscal[a] (arts. 1º e 2º da Lei n. 81.37/90), lavagem de dinheiro[b] (art. 1º da Lei n. 9.613/1998), fraudes a execuções trabalhistas[c] (art. 179 do Código Penal), tudo isso de forma estruturada e com divisão de tarefas[d] (organização criminosa - art. 2º da Lei n. 12.850/13), além de delitos de frustração de direito assegurado por lei trabalhista[e] (art. 203 do Código Penal), operação de instituição financeira sem licença[f] (art. 16 da Lei n. 7.492/86) e evasão de divisas[g] (art. 22 da Lei 7.492/86)”.

INTERESSES PESSOAIS – “FERNANDO JOÃO e JOSÉ BERNARDINO, do Grupo JOÃO SANTOS, atenderam aos interesses pessoais de ambos e de seus familiares, ignorando seus credores, tanto que, de 2007 a 2016, perceberam das empresas do grupo, a título de pró-labore, montante superior a R$ 255,5 milhões, sem o recolhimento do imposto de renda devido”. A empresa ITAPLANOS - CONSULTORIA E PLANEJAMENTOS LTDA, que possui como sócios JOSE BERNARDINO PEREIRA DOS SANTOS, seu filho JOSE BERNARDINO PEREIRA DOS SANTOS FILHO, FERNANDO JOAO PEREIRA DOS SANTOS e sua enteada ANA PATRICIA BAPTISTA RABELO PEREIRA DOS SANTOS - foi outro exemplo de empresa paralela criada para escoar os recursos das empresas do Grupo João Santos.

NOTAS SIMULADAS – Considerando sua atividade principal de consultoria, foi observado que todos os valores recebidos durante o período de análise, movimentados por ela a crédito no montante de R$ 31.857.947,19, eram provenientes de empresas do Grupo João Santos. A natureza subjetiva da prestação de serviços facilitava para que fossem emitidas notas fiscais simuladas com o fito de justificar todo o fluxo de recursos. Uma vez recebidos os valores, uma das formas de escoamento se dava através da conta bancária da secretária de FERNANDO SANTOS, a senhora MARIA DE FATIMA FERREIRA DE LIMA, da qual FERNANDO figurava como procurador."

CIPOAL DE CNPJS – "Os sócios proprietários estabelecem diversas pessoas jurídicas e estas com diversas filiais. Comumente o CNPJ constante da representação policial é o da matriz da pessoa jurídica investigada, bem como o CPF dos sócios. Com o prosseguimento das investigações, constatamos que contas de pessoas físicas e jurídicas para onde corre o rio de dinheiro são muitas vezes representadas por pessoas ligadas aos sócios, como os funcionários, parentes e amigos. Várias contas não são enviadas à análise por não estarem titularizadas pelos investigados e sim por funcionários colaboradores dos ilícitos. As contas bancárias movimentam BILHÕES".

CURTAS

PATRIMÔNIO – Informação de Polícia Judiciária nº 015/2020-SIP/SR/PE diz que a equipe de policiais federais realizou o levantamento patrimonial (imóveis, veículos, embarcações, aeronaves, valores mobiliários e recursos em espécie) declarados pelas pessoas físicas e jurídicas apuradas, mediante consulta de bancos de dados disponíveis, além das informações pela Receita Federal do Brasil (RFB) e pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF), tendo identificado um patrimônio estimado em R$ 4.697.965.000,00 (quatro bilhões, seiscentos e noventa e sete milhões, novecentos e sessenta e cinco mil reais)".

HISTÓRIA – Na coluna de amanhã, darei prosseguimento a este capítulo triste envolvendo um dos maiores grupos empresariais do País, fruto da obstinação do empreendedor João Santos, que saiu de Serra Talhada para se firmar como gente neste País desigual. Mergulhei na sua trajetória de vida e descobri que o velho João Santos, que chegou a competir no cimento com José Ermírio de Moraes, também pernambucano, já emprestou seu talento a Delmiro Gouveia, uma lenda brasileira.

Perguntar não ofende: Quais desdobramentos se darão no Grupo João Santos depois da operação da Polícia Federal?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

A irresponsabilidade de Bolzonaro vai nos custar muito caro. Impeachment já! China barra o envio de 10 mil litros de insumos para produção de 18 milhões de doses da Coronavac no Brasil, após críticas do Bolzonaro ao país asiático. mais um ato criminoso. Bolzonaro Genocida.

Fernandes

Só lembrando que Bozo é Ladrão. Genocida, e marcos de camaragibe é Frango e queima o Boga.

Fernandes

Caos em Camaragibe. Reeleita com a promessa de organizar e melhorar a saúde de Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife, a prefeita Doutora Nadegi (Republicanos), que por ironia do destino é médica, virou uma unanimidade, a de responsável por jogar a saúde, literalmente, na UTI. Pelas redes sociais, com mensagens que respingam também neste blog, o bombardeio em cima do seu desgoverno virou uma rotina, algo que vem corroendo sua imagem. Moradora do bairro Céu Azul, a técnica de enfermagem Cláudia Correia enviou uma mensagem à redação do blog relatando o sofrimento que passou para ser atendida nas unidades de saúde da cidade, sem sucesso. Uma cidade que tem figura Crente Nazista como marcos de camaragibe Frango e queima o Boga não dar certo. Infelizmente!

marcos

Só lembrando que Lula é Ladrão.

marcos

Historiador e comunista declarado, Luis Mir, pesquisador famoso , me?dico, historiador e escritor faz uma ana?lise dos principais candidatos a? preside?ncia da Repu?blica:...................... RESUMO:............................. Se?rgio Moro foi infelizmente asfixiado politicamente no cargo e na vaidade. Virou uma viu?va de luxo, mas uma viu?va. Uma pena lastima?vel. Luiz Henrique Mandetta esse, uma viu?va desesperada. E? o rei das lamentac?o?es da Repu?blica. Mas acima de tudo um covarde. Comec?ou a aparecer , se perdeu . Se tivesse ouvido Bolsonaro , na?o teria Carnaval, menos mortes! Ciro Gomes tem uma pedra intransponi?vel em seu caminho. Ele mesmo . So? ele e mais ningue?m, acredita que esteja preparado ou se tenha preparado para exercer a Preside?ncia. Sobre Luciano Huck: e? o mais invia?vel de todos. Para ele, sua candidatura presidencial e? um novo quadro do seu programa de audito?rio. E a Preside?ncia o maior pre?mio que seu programa ofereceu enquanto durou. E so? . Boas intenc?o?es. Sobre Joa?o Do?ria: na?o conseguiu reverter a sina de Sa?o Paulo: e? o estado brasileiro mais inepto e incapaz para produzir e alavancar candidaturas presidenciais. Ha? de?cadas. Poli?tico das antigas. Muita pose , pouca e atrasadas ac?o?es eficazes . Na?o convence mais ningue?m. Sobre o PT: vai cumprir sua missa?o com zelo, devoc?a?o, convicc?a?o. Agora inventou um plano para arrecadar dinheiro como se fosse clube ! Tiro no pe?. Ser novamente a correia de transmissa?o da extrema direita. Qualquer candidato que seja, na?o sera? candidato. Sera? um preposto do Guia Genial do Povo Brasileiro. Uma u?ltima observac?a?o: quem e? enta?o para mim o atual ge?nio poli?tico brasileiro, brasileiro? Jair Bolsonaro. com todas as culpas que tentam lhe impingir sai ileso pois os fatos destroem qualquer du?vida. De uma posic?a?o residual na relac?a?o de forc?as, anteviu ( ou na?o ) a transformac?a?o histo?rica ansiada pelas massas, moldou o discurso e se lanc?ou a disputa solitariamente como um gladiador marcado para morrer nos dez primeiros minutos da luta. Foi crescendo e crescendo sua popularidade . Coragem, Garra , Vontade , Verdade , Fe? e Honestidade . Conquistou . E derrotou todos os hero?is do Coliseu, para deli?rio das massas. Pro?ximo Presidente, sem qualquer du?vida .



09/05


2021

Coluna traz bastidores da crise no Grupo João Santos

A partir de amanhã e pelos próximos quatro dias, a coluna do blog vai trazer informações exclusivas sobre os bastidores da crise envolvendo o Grupo João Santos. A derrocada se intensificou em 2009, após a morte do industrial serratalhadense que dá nome ao conglomerado, aos 101 anos de idade.

Desde então, uma disputa entre os herdeiros de João Santos foi aberta e por vezes noticiada da imprensa, resultando na operação Background, deflagrada na última quarta-feira (5) pela Polícia Federal. Imperdível!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

ALEPE

09/05


2021

A carta que Mandetta enviou a Bolsonaro sobre a pandemia

O ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta disse, na última terça-feira (4), durante sessão da CPI da Covid, que entregou uma carta ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) alertando sobre os riscos da pandemia ainda em 2020. No documento, ele orienta que Bolsonaro "reveja o posicionamento adotado". De acordo com Mandetta, a carta foi entregue em 28 de março de 2020, quando ainda estava à frente do Ministério da Saúde. Leia na íntegra:

"No dia 03 de janeiro de 2020, este Ministério, por intermédio de sua Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS/MS), detectou rumores a respeito de casos de “pneumonia atípica”, oriunda da China, que estaria infectando diversas pessoas e produzindo significativo número de óbitos. Assim, com base no Regulamento Sanitário Internacional (RSI), antecipou-se a revisão de protocolos relativos ao Preparo, Vigilância e Resposta à Influenza no Brasil.

No dia 22 de janeiro de 2020, em observância a sua missão institucional de implementar medidas de saúde pública para a proteção da saúde da população, para a prevenção e controle de riscos, agravos e doenças, o Ministério da Saúde ativou o Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública para o novo Coronavírus (COE-nCoV). Destacando-se que entre os dias 03 a 27 de janeiro, o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS) Nacional já havia analisado 7.063 rumores, sendo que 127 desses rumores exigiram a verificação de veracidade junto ao Ponto de Contato Regional da OMS para o RSI.

Ressalte-se ainda que, entre os dias 18 e 27 de janeiro de 2020, a SVS/MS recebeu a notificação de 10 casos para investigação de possível relação com a Infecção Humana pelo novo Coronavírus – Covid-19. Todas as notificações foram recebidas, avaliadas e discutidas, caso a caso, com as autoridades de saúde dos estados e municípios. De 10 casos, somente um (1) caso notificado em 27/01 se enquadrava na definição de caso suspeito. Os demais na?o cumpriram a definição de caso, foram excluídos e apresentaram resultado laboratorial para outros vírus respiratórios.

Neste mesmo ínterim, até o dia 27 de janeiro de 2020, segundo a OMS, já estavam confirmados 2.798 casos de Covid-19 no mundo. Destes, 2.761 (98,7%) foram notificados pela China, incluindo as regio?es administrativas especiais de Hong Kong (8 casos confirmados), Macau (5 casos confirmados) e Taipei (4 casos confirmados).

Em 30 de janeiro de 2020, após reunião com especialistas, a OMS declarou Emergênncia de Saúde Pública de Importância Internacional (ESPII) em razão da disseminação do Covid-19. Naquele momento, havia 7,7 mil casos confirmados e 170 óbitos na China, principal local de disseminação do vírus, e 98 casos em outros 18 países. No Brasil, nove casos estavam sendo investigados.

Em 3 de fevereiro de 2020, o Ministério da Saúde declarou Emergeência de Saúde Pública de Importância Nacional (ESPIN) em decorrência da infecção humana pelo Covid-19, por meio da Portaria MS n° 188, e conforme Decreto n° 7.616, de 17 de novembro de 2011.

Em 06 de fevereiro foi aprovada a Lei n° 13.979, de 2020, que dispõe sobre as medidas de emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus responsável pelo surto de 2019. Todas as normas foram editadas antecipadamente ao primeiro caso confirmado do Covid-19 no Brasil (26/02/2020) e em consonância com o disposto sobre preparo para emergências no âmbito do Regulamento Sanitário Internacional.

Para garantir a transparência na comunicação sobre as ações de vigilância e controle do Covid-19 e no sentido de esclarecer à população sob medidas de orientação e prevenção, o Ministério da Saúde realizou um total de 49 coletivas de imprensa nos últimos 65 dias (a primeira em 23 de janeiro), 109 releases, 1.550 atendimentos a demandas de imprensa, 50 vídeos produzidos e publicados pela TV Saúde, 8 vídeos-cartões para uso nas redes sociais, 21 matérias de rádio produzidas pela Web Rádio Saúde, dentre outros, o que fortaleceu a confiança da população brasileira nas medidas que vem sendo tomadas pelo Ministério da Saúde, além dos dados e projeções epidemiológicas realizadas por especialistas, bem como do estudo diário sobre a resposta de outros países à pandemia.

Em 25 de março, a OMS confirmou um total de 413.467 casos de Covid-19 e 18.433 óbitos no mundo. Destes, a Região das Américas conta com 60.834 casos confirmados e 813 óbitos. Sendo mantidas pela OMS as recomendações de medidas de mitigação para estados de Pandemia global. No Brasil, em 26 de março o total de casos confirmados no Brasil era de 3.498. Cuja distribuição era de 4,3% na Região Norte, 15,7% na Região Nordeste, 57,1% na Região Sudeste, 9,4% na Região Centro-Oeste e 13,5% na Região Sul.

Cabe dizer ainda que o Ministério da Saúde participou de sessões informativas da OMS, de reuniões virtuais coordenadas pela Organização Panamericana da Saúde (OPAS), além de encontros virtuais com representantes de saúde do MERCOSUL, PROSUL e G20, onde pôde verificar o prognóstico do colapso dos sistemas de saúde nos próximos meses. O que denota a necessidade de que o Brasil tome medidas que evitem o aumento exacerbado do número de casos com necessidades de atenção e cuidado de média e alta complexidade nas redes de serviços do Sistema Único de Saúde (SUS). Situação já observada nos sistemas de países como Itália, Espanha, Reino Unido, Estados Unidos, dentre outros, apesar das diferenças dos respectivos setores de saúde.

Diante desse cenário, eu, como Ministro da Saúde e na minha missão como gestor do Sistema Único de Saúde busquei promover a integração entre os Poderes da República para o fortalecimento da resposta à epidemia nacional. No dia 16 de março, em reunião com os membros do Tribunal de Contas da União apresentei a todos os Ministros da Corte de Contas e ao Ministro da Controladoria Geral da União o cenário nacional da emergência em saúde, ressaltando a necessidade do estabelecimento de novos paradigmas para funcionamento da Administração Pública.

Ato contínuo, naquele mesmo dia, em reunião no Supremo Tribunal Federal, com a presença dos membros da Suprema Corte, dos Presidentes dos Tribunais Superiores, do Presidente da Câmara dos Deputados, do Presidente do Senado Federal, do Presidente do Tribunal de Contas da União, do Procurador-Geral da República, do Ministro da Advocacia-Geral da União, apresentei o cenário técnico do setor saúde (riscos e agravos sobre a infecção pelo Covid-19), além de medidas de saúde pública necessárias à prevenção e controle da resposta à epidemia, para as quais se faz premente o esforço conjunto dos órgãos superiores da República.

Cabe ressaltar que no mesmo dia 16 de março, sem a participação desta Pasta, foi editado o Decreto n. 10.277, de 2020, que instituiu o Comitê de Crise para supervisão e monitoramento dos impactos da Covid-19, e mais ações de outros setores foram integradas às medidas sanitárias que vinham sendo tomadas pelo Ministério da Saúde desde fevereiro.

Assim, em que pese todo esforço empreendido por esta Pasta para proteção da saúde da população e, via de consequência, preservação de vidas no contexto da resposta à epidemia da Covid-19, as orientações e recomendações não receberam apoio deste Governo Federal, embora tenham sido embasadas por especialistas e autoridades em saúde, nacionais e internacionais, quais sejam, o isolamento social e a necessidade de reconhecimento da transmissão comunitária.

Acrescente-se ainda o alerta já feito por esta Pasta a respeito de outras viroses que terão seu ciclo epidêmico agravado em concomitância coma epidemias do Covid-19. Além do aumento da mortalidade por doenças diversas, como vem ocorrendo em outros países, devido à sobrecarga dos sistemas de saúde.

Imperioso, sobretudo, zelar pelos médicos, enfermeiros e todos os profissionais de saúde, por serem a principal linha de frente do trabalho em saúde no país, constituindo o grupo de maior risco, uma vez que são os mais expostos.

Nesse sentido, tendo em conta que a atuação do Ministério da Saúde no preparo, vigilância e resposta a pandemia pelo Covid-19, em consonância com o Regulamento Sanitário Internacional (Decreto n. 10.212, de 30 de janeiro de 2020), fundamenta-se nos fatos apurados, nas evidências científicas e na observância dos princípios e regras que alicerçam os direitos e garantias fundamentais de todo cidadão brasileiro, recomendamos, expressamente, que a Presidência da República reveja o posicionamento adotado, acompanhando as recomendações do Ministério da Saúde, uma vez que a adoção de medidas em sentido contrário poderá gerar colapso do sistema de saúde e gravíssimas consequências à saúde da população.

LUIZ HENRIQUE MANDETTA
Ministro de Estado da Saúde"


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Jovelina Maria de Brito

bozó assassino, genocida, crápula, verme, miliciano, um cão raivoso.....nojo desse asno....

JOÃO FREIRE CORRÊA LIMA

Um crápula, Aproveitador. Tenho um vídeo ele, quando ministro, falando que: \"o Presidente está certíssimo quando ele fala que a crise econômica vai matar as pessoas, as pessoas não aguentarão a fome e estava cem porcento engajado em achar uma solução junto da equipe da economia. Também falou que metade que vai entrar em contato mais da metade não vai nem ter sintoma vai simplesmente desenvolver anti corpo ele pega só um resto de vírus e a grande maioria dos que pegarem vão ter sintomas leves. Depois uma minoria vai necessitar de internação hospitalar.\" É, no mínimo, um desonesto intelectual.


Bandeirantes 2021

09/05


2021

E no BBB 21 também teve um retrato do Centrão

Por Mariângela Borba*

Mesmo aqueles que manjam pouco de política, só de ouvir falar no Centrão já começam a se contorcer. Isso é fato. Por quê? Porque se trata de um bloco populoso de partidos que não têm lado, não são definidos - nem de esquerda e nem de direita. E nesse chamado "Centrão", vivem pulando de galho em galho. Correm para o lado daquele que o agradar naquele momento. Não são definidos. É o popular "quem dá mais!" e assim seguem “em cima do muro". Geralmente, é um grupo populoso, medroso e que costuma se esquivar das grandes decisões. E, por incrível que pareça, o BBB também é um termômetro da política, se analisarmos pelos meandros.

E o que é o chamado Centrão? É, simplesmente, uma grande massa que pode travar as pautas da Câmara ou levá-las adiante. Não é à toa que todo mundo teme o Centrão, mas, porque ele se trata de um grande bloco, no jogo político, não dá para se desvencilhar dele, senão nada vai para frente e nem a roda gira.

Sim, é como no BBB, mesmo. E esta versão 21 mostrou bem esses meandros. Teve um grupo pautado por questões mais humanitárias e empáticas. Costumavam usar do diálogo mais amplo e pelo acolhimento.

Já do outro lado, uns outros que tinham atitudes mais opressoras e que determinavam quem seriam os alvos da vez. Eles se fazem valer de fake news e de intrigas para criar momentos favoráveis para si no jogo.

E no meio mesmo, é onde ficava o referido Centrão. Mesmo estando dividido em subgrupos, eles se uniam para escapar de qualquer parada, principalmente de um paredão. Ah, e como cantou o Tim Maia "vale o que vier!" sendo que, ao contrário do que cantou o saudoso síndico, "vale ficar homem com homem e mulher com mulher " (nada contra, por favor!) - como fez o filho do cantor famoso para garantir uma vaga na final.

Ele se escondeu de protagonismos, ali com seu cigarro e, entre um trago e outro, terminou alcançando o seu objetivo: manter-se na final. Pois é, e assim agiu o Centrão do BBB, era coadjuvante propositadamente, não por acaso esperava o próprio brilho surgir quando a casa estivesse mais vazia.

O BBB 21 apresentou um centrão formado pelos agroboys Caio e Rodolffo, que era, mais ou menos, como se fosse a “bancada ruralista da Câmara”, os famosos Camilla de Lucas, Carla Diaz, Pocah, Viih Tube, Fiuk, Thais e João Luiz. Aos poucos, eles chegaram a entender o jogo da rapper Karol Conká, mas não chegaram, ou não tiveram capacidade, de criar suas próprias estratégias. Preferiram aceitar o que vinha da turma do Projota e companhia.

Na dúvida, optavam pelo “voto de manada”, talvez, até mesmo, por preguiça de encarar o jogo e tentarem se livrar dos opositores sem, até mesmo, tirarem uma vantagem disso ou mesmo, por uma incapacidade de estabelecer um diálogo com o restante da casa e mostrarem, até mesmo, a injustiça que estava acontecendo com eles – como foi o caso do Acrebiano que terminou se envolvendo com a Karol Conká, só para tirar vantagem, sem estar apaixonado, e terminou saindo sem nem mesmo entender o por quê de ter sido o alvo do Centrão: poderoso, perigoso e altamente influenciável.

E, mesmo assim, parte do Centrão do BBB conseguiu chegar à final, mas o que prevaleceu mesmo foi a força da nordestinidade feminina: o Brasil reagiu! E que reaja assim em 2022, nas urnas. Como versou o paraibano Chico César com o nosso saudoso Dominguinhos: “Deus me proteja de mim, e da maldade dessa gente boa, da bondade da pessoa ruim, Deus me governe e guarde, ilumine e zele assim”.

*Jornalista, secretária de comunicação do PV/PE e do PV Recife, especialista em Marketing Político, de Conteúdo e assessora de imprensa da Secretaria de Infraestrutura da Prefeitura do Paulista.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Serra Talhada 2021

09/05


2021

Hugo Chávez teve medo de ser envenenado no Recife

Da Coluna de João Alberto

Hugo Chávez, então presidente da Venezuela, chegou ao Recife no dia 24 de abril de 2003 a bordo de um avião da Força Aérea Venezuelana. Foi recebido no Palácio do Campo das Princesas pelo presidente Lula, João Paulo, prefeito do Recife, e Luciana Santos, prefeita de Olinda. Em seguida, visitou as obras da Refinaria Abreu e Lima, em Suape. 

Ele foi ao município de Abreu e Lima, onde prometeu ajudar e cumpriu: levando um grupo de professores e alunos para visitar a Venezuela. Em pleno meio-dia, foi visitar o túmulo de Abreu e Lima, que combateu junto ao libertador Simón Bolívar, líder da independência da Venezuela, no Cemitério dos Ingleses, onde discursou por mais de uma hora, com muita gente de paletó suando aos píncaros.

Na Sudene, falou por mais de duas horas. Ao encerrar o último evento de sua agenda em Recife, no Forte das Cinco Pontas, Chávez deu autógrafos, tirou fotos com crianças e ouviu manifestações de diversas pessoas de apoio à Revolução Bolivariana. Ficou hospedado, com sua comitiva, no Hotel Boa Viagem. Por duas vezes, foi jantar no restaurante Ponteio, pertinho. Um garçom que o serviu me revelou que, com medo de ser envenenado, um auxiliar provava a carne antes dele se servir.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Anuncie Aqui - Blog do Magno

09/05


2021

Eduardo Cunha volta a usar Twitter após reverter prisões

Por Houldine Nascimento, da equipe do Blog

O ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (MDB) voltou a usar o Twitter. O anúncio foi feito por meio de sua conta oficial na plataforma. 

"Estou retornando a usar as mídias sociais e quero agradecer todas as manifestações de carinho recebidas dos muitos amigos e daqueles que torcem por mim", escreveu.

O retorno de Eduardo Cunha ocorre após a revogação das prisões preventivas contra ele. Desde outubro de 2016, quando foi detido, sua filha, Danielle Cunha, vinha publicando na conta do ex-presidente da Câmara.

No Twitter, Eduardo Cunha negou que ele possa se candidatar nas próximas eleições, mas deixou uma possibilidade aberta para a filha fora do MDB: "Na linha do que a minha filha Danielle já postou, eu nao (sic) sou candidato a nada e ela nao (sic) pretende ser candidata pelo MDB."


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Jovelina Maria de Brito

ladrão, corrupto....essas marcas suas não tem STF que tire....


Blog do Magno 15 Milhões de Acessos 2

09/05


2021

Caruaru: MPPE denuncia Prefeitura por acordo com empresa de fachada

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) pediu a abertura de uma Ação Civil Pública contra a Prefeitura de Caruaru por supostas irregularidades em um contrato firmado com dispensa de licitação em 2017, devido à situação de emergência. De acordo com a denúncia feita pelo promotor da 2ª Vara da Fazenda Pública de Caruaru, Marcus Tieppo, o município alegou a necessidade de contratação de três máquinas e seus operadores para retirada de entulhos.

O documento estabelecia peso, capacidade e potência específica dos equipamentos. O contrato 014/2017 foi firmado em 13 de março com a Construtora LMV pelo valor de R$ 712.071,36. Segundo denúncia do MP, a empresa contratada não possuía veículos ou funcionários e, para prestar serviço ao município, subcontratou pessoal e máquinas inferiores ao estabelecido no contrato firmado com a Prefeitura de Caruaru, por um valor menor que o cobrado. 

Ao prestar esclarecimentos ao Ministério Público, a pessoa legalmente registrada como responsável pela empresa disse não ter conhecimento do contrato firmado com o município e que ia à Prefeitura apenas para assinar papéis e “fazer serviço de banco”. Além disso, apontou que o marido era quem conduzia a empresa.

O homem também foi ouvido pelo MPPE. Ele confirmou a informação e admitiu que a construtora foi criada em nome da mulher apenas para firmar contrato com o governo municipal. A empresa possui mais de 60 atividades econômicas que vão desde transporte escolar, obras portuárias, distribuição de água por caminhões, locação de automóveis, obras de irrigação, limpeza, até aluguel de andaimes e palcos, e serviço relacionado a esgoto.

Tal evidência, segundo Tieppo, "indica que a referida empresa é de fachada, pelas atividades tão distintas entre si em uma Microempresa (faturamento de até R$ 360 mil), sem possuir veículos ou empregados na época dos fatos". O marido da proprietária da JMV possui outra construtora que, de acordo com a 2ª Promotoria, tem débitos fiscais que se aproximam de R$ 1 milhão e por isso não poderia firmar contrato com o município.

No documento, o promotor diz que o ex-secretário de obras Humberto Correia admitiu, através de um ofício, saber que o homem era o verdadeiro dono da Construtora JMV. Ainda de acordo com a denúncia do Ministério Público, os documentos apresentados pela Prefeitura não comprovaram a necessidade de situação de emergência pelo município, o que levantou ainda mais as suspeitas em relação ao contrato que foi realizado com celeridade.

No pedido à Justiça, o promotor relata que o real responsável pela JMV já tinha criado outra empresa de fachada usando a esposa e o irmão como laranjas para firmar contratos com o município de Santa Cruz do Capibaribe. Esta segunda empresa atualmente responde a dois processos de improbidade administrativa. 

O documento cita também o fato uma ex-servidora do município de Caruaru aparecer como representante da Construtora JMV em diversas licitações, além de uma assessora jurídica da Prefeitura, que atua na Secretaria de Obras, e é a advogada do homem em um processo no qual foi condenado por Fraude à Execução em Ação de Execução Fiscal.

Entre os denunciados, além da Prefeitura de Caruaru, a Contrutora JMV, e marido e mulher responsáveis pela empresa, estão ainda o ex-secretário de Serviços Públicos Humberto Correia Lima; o então secretário executivo de Serviços Públicos, Ytalo Farias; Matheus Freitas, que atuava na mesma pasta, mas hoje é lotado na AMTTC; e a prefeita Raquel Lyra (PSDB). O promotor Marcus Tieppo pede à Justiça a anulação do contrato, além do ressarcimento do valor de R$ 217.355 ao município.

Prefeitura responde sobre o caso

A Prefeitura de Caruaru se pronunciou sobre o tema por meio de nota: 

“A Prefeitura de Caruaru informa que ainda não foi citada do processo, mas que tem a certeza da regularidade dos atos praticados durante a situação de emergência que se encontrava o município no início de 2017, evitando a paralisação de vários serviços públicos. Dois processos relativos aos mesmos fatos já foram julgados improcedentes.” 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Severino Aparecido

Faltou só dar os créditos: Matéria copiada do Blog Cenário da cidade de Caruaru e como falta ética ao sr. Magno Martins ele roubou o texto do jornalista Américo e simplesmente ignora o trabalho dos colegas.