Blog do Magno 15 Milhões de Acessos

18/01


2021

Avião com vacina contra Covid-19 para PE aterrissa no Recife

Aterrissou, às 19h29 de hoje, no Aeroporto Internacional do Recife, o avião com as primeiras doses da vacina contra a covid-19 para Pernambuco. As informações são do Portal FolhaPE. A aeronave traz 270 mil doses para todo o Estado e partiu de São Paulo, onde fica o Instituto Butantan.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

18/01


2021

No túnel do tempo com Zé Mendonça

Depois da homenagem que fiz, hoje, ao ex-deputado José Mendonça, a Baraúna do Agreste, que se vivo fosse completaria nesta data 85 anos, recebi da minha amiga Andrea Mendonça, uma das herdeiras dele, esta lembrança de um momento de muita alegria. Foi no São João filantrópico da AACD, em 2006.

Ali, ao lado das suas filhas e da jornalista Nádia Ferreira, fumamos mais um cachimbo da paz. Tive uma relação de altos e baixos com o velho cacique, que aceitava todo tipo de provocação na minha coluna, desde que Mendonça Filho, seu xodó, fosse preservado. Agia com o fígado por uma simples notinha fustigando Mendoncinha.

Mas nada que no dia seguinte fosse incapaz de um pedido de perdão. Mendonção era assim mesmo, com uma grande virtude: não fingia nem dissimulava. Era autêntico, transparente e extremamente emotivo.

Faz muita falta!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Abreu no Zap

18/01


2021

UFPE terá drive-thru para vacinação contra Covid-19

A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) será um dos pontos de vacinação drive-thru do plano de imunização contra a Covid-19 da capital pernambucana, lançado pela Prefeitura do Recife, hoje, em cerimônia transmitida pela internet. Ainda sem data definida, a vacinação via drive-thru terá início no Módulo 2 da 1ª Fase do Plano Vacina Recife, que será iniciado a partir da chegada de novas doses da Coronavac à cidade. Além da UFPE, o Geraldão e o Parque da Macaxeira também terão postos de vacinação drive-thru.

Além desse sistema, a UFPE disponibilizou para o Governo do Estado espaços físicos nos campi Recife, Caruaru e Vitória de Santo Antão para a realização da imunização, além da sala de vacinação que já funciona no Hospital das Clínicas. O hospital-escola da UFPE tem capacidade de vacinar de 1,5 mil a 2 mil pessoas por dia. A Universidade também se propôs a disponibilizar oito ultrafreezers de 728 litros, certificados pela Anvisa, com controle remoto da variação de temperatura, e dez câmaras frias de 572 litros para acondicionamento de vacinas que demandam armazenamento entre 2°C e 8°C, o que totaliza uma capacidade de receber cerca de 1 milhão de doses de vacina contra a Covid-19.

Os equipamentos que a UFPE vai disponibilizar ao Estado, e também ofereceu à União, fazem parte da infraestrutura do Núcleo de Pesquisa em Inovação Terapêutica Suely Galdino (Nupit). Desde o início da pandemia, o Nupit já realizou cerca de 65 mil testes diagnósticos do tipo RT-PCR para 128 municípios pernambucanos.

Dividido em quatro fases, o Plano Vacina Recife planeja a imunização de 160 mil pessoas em sua primeira fase. Desse total, 33,5 mil pessoas serão imunizadas com as primeiras 67 mil doses previstas para chegar hoje à cidade. O público prioritário que será vacinado nessa primeira fase do Plano é composto por trabalhadores da linha de frente do enfrentamento da Covid-19; idosos com 60 anos ou mais que moram em instituições de longa permanência de idosos e trabalhadores dessas instituições; e pessoas a partir de 18 anos de idade com deficiência, além de moradores de residências inclusivas. Serão nove centros de vacinação, 65 salas e três drive-thrus em pontos diferentes da cidade, com vacinação agendada a partir do aplicativo Conecta Recife.

MANAUS – A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) disponibilizou 150 leitos, distribuídos em nove hospitais universitários federais do País que integram a rede administrada pela Ebserh para ajudar o estado do Amazonas. O HC vai disponibilizar dez leitos para esses pacientes com Covid-19. Para recebê-los, uma força-tarefa foi montada para redefinir os fluxos, reorganizar as equipes e redistribuir os leitos. Os pacientes de Manaus ficarão internados na enfermaria de Doenças Infecciosas e Parasitária do HC – espaço que passou por requalificação estrutural em julho do ano passado para garantir mais conforto e qualidade para os pacientes e profissionais. A data na qual os dez pacientes de Manaus irão chegar ainda não foi definida.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


18/01


2021

São Lourenco anuncia Plano Municipal de Vacinação

O prefeito Vinícius Labanca assinou, hoje, o Plano Municipal de Vacinação contra a Covid-19. A primeira fase de imunização em São Lourenço da Mata esta? prevista para começar na próxima quarta-feira (20), no Centro Social Urbano (CSU), que será? o principal ponto de vacinação da cidade. Além do chefe do Executivo, também participaram da assinatura do documento o secretário de saúde do município, dr. Claudio Falcão, e a coordenadora do Programa Municipal de Imunização (PMI), Ana Paula Machado.

A primeira fase de imunização contemplara? os grupos prioritários da cidade, compostos por trabalhadores da saúde; idosos a partir de 75 anos; idosos a partir de 60 que residem em casas de acolhimento e instituições de longa permanência, além de indígenas a partir dos 18 anos.

De acordo com o prefeito Vinícius Labanca, a cidade está? pronta para começar a vacinar. “Assinamos hoje o Plano Municipal de Vacinação que ira? reger as etapas de vacinação da nossa cidade. A vacina representa um grande avanço, não só? para ciência, mas também para todo o povo de São Lourenço da Mata. Estamos finalizando toda estrutura e logística de imunização e já? na última semana recebemos 17 mil seringas e agulhas que serão utilizadas nessa primeira fase. São Lourenço da Mata esta? pronta para imunizar seus moradores”, comemorou.

O secretário de saúde, dr. Cláudio Falcão, afirmou que todos os protocolos sanitários serão respeitados durante as etapas de vacinação. “A imunização será? realizada em consonância com os protocolos sanitários estipulados pelo governo do Estado. Iremos fazer a vacinação segura e responsável dos nossos moradores, com distribuição de álcool em gel, utilização de máscaras e distanciamento social. Além disso, iremos criar outros pontos de vacinação, que irão atuar de maneira itinerante. Uma equipe técnica ficara? destinada exclusivamente a? vacinação de pacientes acamados”, ressaltou. Cerca de 20 profissionais de saúde irão trabalhar nesta primeira fase de vacinação.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


18/01


2021

Rombo gigante na terra de Severino Cavalcanti

O novo prefeito de João Alfredo, terra do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Zé Martins, disse, há pouco, em entrevista gravada para o Frente a Frente, que a ex-prefeita Maria Sebastiana não passou nenhum tipo de informação sobre a saúde financeira do município. Acusou ela e sua equipe de terem sumido com computadores, apagando todo tipo de gasto na gestão anterior.

Martins suspeita, inclusive, de desvios dos recursos federais enviados para o combate à pandemia do coronavírus. O programa vai ao ar às 18 horas, tendo como cabeça de rede a Hits 103,1 FM. Se você deseja ouvir pela internet clique no botão Rádio acima ou baixe o aplicativo da Rede Nordeste de Rádio na play store.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

18/01


2021

Mais empregos para técnicos em Manutenção Automotiva

Com alto índice de empregabilidade e média salarial nacional de R$ 2.600,19, para uma jornada de trabalho de 43 horas semanais, o técnico em Manutenção Automotiva é hoje um dos profissionais mais requisitados no mercado de trabalho no Brasil.

No Vale do São Francisco, 100% dos alunos das últimas turmas de formandos do curso técnico de Manutenção Automotiva do SENAI Petrolina foram contratados antes mesmo de concluírem as aulas.

Mas de acordo com o presidente da Associação de Reparadores Automotivos do Vale do São Francisco (Autovasf), Vital Sampaio, o mercado é carente de mão de obra qualificada, principalmente nas concessionárias, revendas e oficinas mecânicas.

"Nossa associação vem se empenhando junto ao SENAI para contratação imediata de todos os concluintes, inclusive temos um exemplo recente, de dezembro de 2020, que foi a contratação de sete formandos pela empresa Abaré Radiadores e Turbinas", exemplificou.

Para a secretária Acadêmica do SENAI Petrolina, Clesia Moreira, o curso ensina a identificar defeitos mecânicos e eletrônicos e fazer reparos em diferentes tipos de automóveis. "O aluno passa a conhecer peças, acessórios e ferramentas, diagnosticar, elaborar e executar planos de manutenção e instalação de equipamentos, dispositivos e acessórios em veículos automotivos", concluiu.

O SENAI Petrolina está com matrículas abertas para o curso de Manutenção Automotiva (presencial e EAD). As aulas estão previstas para iniciar no dia 1º de fevereiro. Quem se matricular ao longo do mês de janeiro irá receber 50% de desconto na primeira parcela do curso, além de descontos entre 10% e 20% nas demais parcelas.

Elas podem ser feitas presencialmente ou pelo telefone 0800.600.9606 e pelo WhatsApp (81) 9.8816.5665. Outras informações estão disponíveis no site www.pe.senai.br.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


18/01


2021

As lições pós-pandemia de Fareed Zakaria

Por Maurício Rands*

Na última coluna, comentei os primeiros cinco temas tratados por Zakaria em seu recente livro (Ten Lessons for a Post-Pandemic World, 2020). Agora, trato das outras cinco lições.

1. Somos animais sociais. A ONU estima que em 2050 mais de dois terços da população viverão em cidades. Zakaria mostra por que as cidades proporcionam tantas vantagens às pessoas. Proximidade e diversidade potencializam a criatividade, a inovação e o comércio. Tudo isso aumenta a produtividade, que é o motor do desenvolvimento de animais sociais como os humanos. A pandemia legou-nos a percepção de que as cidades precisam mudar. De cidades compartimentalizadas podemos evoluir para cidades integradas na diversidade de suas múltiplas funções: residência, trabalho, comércio, indústria, serviços, lazer. Uma cidade de 15 minutos, como propõe o novo plano da prefeita Hidalgo para Paris. Em que todos estejam a uma distância viável a pé ou de bicicleta de todos os lugares em que precisam estar. Por isso, o antigo movimento do NIMBY (‘not in my backyard’) está sendo substituído pelo californiano movimento YIMBY (“yes in my backyard”) para que as cidades reúnam todas as atividades necessárias à vida. O isolamento durante a pandemia relembrou-nos das vantagens de termos cidades abertas onde possamos conviver.

2. As desigualdades vão aumentar. Estudos calculam que entre 70 e 430 milhões de pessoas voltarão à extrema pobreza nos próximos anos. Pelo elementar motivo de que a pandemia deslocou economicamente os que já eram desfavorecidos. Geográfica ou socialmente. Os países não desenvolvidos sofreram mais. E os pobres, em todos os lugares, foram mais duramente atingidos pela pandemia.

3. A globalização não está morta. A Covid-19, de início, impeliu governantes ao apelo fácil do populismo nacionalista e protecionista. “Temos que mudar a dinâmica das cadeias mundiais de suprimentos”, foi a resposta senso-comum. Ocorre que a reconstrução da produção doméstica contraria a grande força da vantagem comparativa. A especialização. E, portanto, a maior produtividade na criação dos mesmos bens e serviços. Afinal, a globalização surgiu do fato econômico óbvio de que é mais fácil para qualquer país se especializar em certas áreas. Ademais, a economia digital é global pela própria natureza. E ninguém desconhece que, para elevar seu padrão de vida, as nações precisam encontrar meios de vender e comprar do resto da humanidade.

4. O mundo está se tornando bipolar. Muito se fala de um declínio americano. Um país que tem mais mortes por armas de fogo e por violência policial discriminatória. A maior população carcerária do planeta. Sem sistema de saúde universal e com profunda divisão racial. Não obstante, o país segue sendo o mais avançado tecnologicamente. A reserva mundial de valor segue sendo o dólar e é seu o maior poderio militar do planeta. Por outro lado, a ascensão da China tem sido vertiginosa. Ela que, até o Século 14, sempre foi a maior economia. Voltará a sê-lo no máximo até 2050. Hoje, a parcela chinesa do PIB global é a segunda, maior que a soma dos quatro países que se seguem no ranking. Constatando que a corrente de comércio entre as duas atuais superportências chega a US$ 2 bilhões por dia (o mesmo valor que EUA e URSS, na guerra fria, faziam em um ano), ele deduz que existem fortes incentivos para a cooperação entre os EUA e China. Esta interdependência que abrange outras regiões produziu um mundo mais multilateral, embora com alguma dose de bipolaridade que pode ou não reproduzir uma situação de guerra fria.

5. Às vezes os maiores realistas são os idealistas. Uma primeira resposta à pandemia foi a de um esforço nacional individual. Mas, em seguida, viu-se que as cadeias produtivas globais tinham que ser acionadas. Assim como a cooperação internacional. Aprendendo com o multilateralismo dos presidentes americanos Woodrow Wilson, Roosevelt, Truman e Eisenhower, Zakaria conclui que mesmo líderes que chegaram ao poder com forte dose de pragmatismo depois descobriram que a cooperação pode produzir resultados mais concretos do que o protecionismo nacionalista. Os países com lideranças responsavelmente idealistas (e pragmáticas) saíram-se melhor na crise da Covid-19. Outros, com lideranças fracas, incompetentes e pouco idealistas, como EUA, Reino Unido e Brasil, não conseguiram reduzir o impacto da pandemia. Zakaria conclui seu livro enfatizando que as escolhas estão abertas. Ao invés de acentuar confrontações como a dos EUA vs China, podemos fazer escolhas. Tentar criar a vontade política para viabilizar a cooperação para enfrentar as próximas pandemias, as mudanças climáticas, a pobreza e as guerras cibernéticas. Por sabermos que não existem destinos previamente escritos e definidos.

*Advogado formado pela FDR da UFPE, PhD pela Universidade Oxford


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Jornao O Poder

18/01


2021

Vacinação começa hoje no Ceará

O governador do Ceará, Camilo Santana, afirmou que a vacinação no estado deve começar ainda hoje. A primeira dose da vacina deverá ser aplicada no Hospital Leonardo da Vinci, em Fortaleza, logo depois da chegada da imunização ao Ceará.

Camilo e o prefeito de Fortaleza, Sarto, participaram em São Paulo do evento que marcou o envio das vacinas aos 26 estados e Distrito Federal.

"Participo de reunião agora sobre a distribuição da vacina para os estados. O lote do Ceará sai aqui de SP em instantes. O objetivo é começar a vacinação ainda hoje", afirmou o governador.

A carga das doses da Coronavac chega a Fortaleza no início da tarde em voo da Força Aérea Brasileira (FAB). A previsão é que a aplicação das doses comece ainda nesta segunda-feira, segundo o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

"Esse avião deve chegar por volta das duas horas da tarde a Fortaleza. De lá vamos iniciar toda a logística para iniciar a distribuição no interior. Nosso objetivo é começar às 17h. Iniciar a campanha de vacinação no Ceará", disse Camilo.

Com as doses do primeiro lote, serão vacinadas 109 mil pessoas no Ceará, assegurando que este mesmo grupo receba a aplicação da segunda dose do mesmo tipo de vacina, garantindo assim maior eficácia, segundo a Sesa. Importante ressaltar que o imunizante não deve ser aplicado em gestantes.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


18/01


2021

Fernando Filho atende prefeitos do Agreste

O deputado federal Fernando Filho (DEM) recebeu, hoje, no Recife, a visita de prefeitos e lideranças políticas de cidades do Agreste Setentrional pernambucano. Nos encontros, o parlamentar fortaleceu parcerias e estabeleceu novas alianças bem como ouviu dos gestores as demandas e os desafios das suas respectivas cidades.

Prefeito de Orobó, Biu Abreu conversou com o deputado sobre a destinação de novos investimentos para o município. O prefeito destacou que esses recursos serão aplicados em obras já em andamento e para contemplar outras intervenções, que já estão sendo planejadas. Na visita, o prefeito esteva acompanhado do ex-prefeito e atual secretário de Governo de Orobó, Cleber Chaparral.

No comando da Prefeitura de Casinhas, Juliana Chaparral expôs ao parlamentar um panorama de como encontrou a cidade no último dia 1º e apresentou ações para ajudá-la a administrar o município.

O prefeito de João Alfredo, Zé Martins, apresentou suas dificuldades e os anseios para sua gestão. No ofício entregue ao deputado, o gestor pleiteia recursos para obras de pavimentação, aquisição de máquinas e equipamentos e para a saúde. “Acredito na capacidade de trabalho do grupo, na disposição do deputado Fernando Filho e do senador Fernando Bezerra de ajudar os municípios”, destacou o gestor.

O deputado Fernando Filho colocou o seu mandato à disposição para auxiliar os gestores. “Muito feliz em ampliar o trabalho que a gente já vem realizando em Orobó e, agora, sendo estendido para Casinhas. Com Machados e João Alfredo, estamos tendo essa grande oportunidade de conversar sobre as necessidades desses dois municípios. A partir do retorno das atividades em Brasília, vou trabalhar para viabilizar os recursos e ajudar as cidades”, assegurou o deputado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores