Lavareda

24/11


2020

Jogada fora a chance do nocaute

Marília Arraes, candidata do PT à prefeita do Recife, perdeu uma excelente oportunidade de nocautear o adversário João Campos (PSB), quando lhe caiu no colo a temática corrupção como pergunta ao adversário no debate da TV Jornal, encerrado há pouco.

Recife é campeã em recebimento de transferências de recursos federais da Covid-19. Bolsonaro aportou aqui R$ 3 bilhões. Essa dinheirama ninguém sabe onde foi parar, mas os escândalos apareceram aos montes, num balaio que envergonha a sociedade recifense.

Deveria ela ter perguntado ao candidato-mirim sobre o cipoal de desvios em compra de material médico supostamente a ser usado no enfrentamento da pandemia, que está dando muito trabalho à PF e ao Ministério Público. O Recife, do prefeito Geraldo Júlio, que o imberbe esconde de vergonha, foi para as páginas policiais do País inteiro. Está sob investigação, depois de seis operações da Polícia Federal, uma penca de contratos cabeludos. Só para a compra dos famosos respiradores de porcos foram R$ 11 milhões destinados a uma empresa fantasma, com capital de giro de apenas R$ 50 mil.

João falar que é limpo e honesto, sendo apoiado por gente que desvia dinheiro federal para salvar a vida de quem agoniza num leito de hospital, só tem uma definição: cara de pau. Cobrar, por outro lado, de Marília explicações de uma ação arquivada e requentada pelo MP diante do mar de lama que emporcalha a cidade, é querer subestimar a inteligência dos recifenses.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

O PT, um patrimônio do Brasil.

Fernandes

Major Olímpio discute com bolsonaristas e grita ladrões de rachadinha.

Wellington Antunes

Agora é Marília bozoloide.

Fernandes

Na primeira pesquisa de intenções de voto para o segundo turno da disputa pela Prefeitura do Recife, realizada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe) em parceria com a Folha de Pernambuco, Marília Arraes (PT) aparece com 54% dos votos válidos (excluídos os brancos e nulos) e João Campos (PSB), com 46%. A margem de erro máximo estimada do estudo é de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos, com a utilização de um intervalo de confiança de 95,45%. Na levantamento estimulado, Marília Arraes registra 44% das citações e o postulante do PSB soma 38% das menções. Assim, o desempenho de Marília Arraes pode variar de 40,5% a 47,5%, enquanto Campos pode acumular de 34,5% até 41,5% das intenções de voto. Os eleitores que afirmaram votar branco, nenhum ou ainda anular o voto são 14%. Já os que não sabem ou não responderam são 4%.

Fernandes

Pesquisa Folha/Ipespe para Prefeitura do Recife: Marília tem 54% dos votos válidos e João, 46%


ALEPE

24/11


2020

Morre pai de Zezé Di Camargo e Luciano

Pai de Zezé di Camargo e Luciano, Francisco José de Camargo, de 83 anos, morreu na noite de ontem, após 14 dias internado em um hospital particular em Goiânia. A informação foi confirmada pela assessoria da dupla na manhã de hoje.

Por meio de nota, o Hospital Órion, onde Francisco estava internado, informou que o paciente morreu às 23h05 por causa de uma parada cardiorrespiratória e uma "instabilidade hemodinâmica".

O velório começou às 10h, no Cemitério Jardim das Palmeiras, em Goiânia. O sepultamento está marcado para as 17h. Porém, as cerimônias serão restritas à família para evitar a disseminação do coronavírus.

Também de acordo com a assessoria, Zezé já está na capital goiana. Luciano, que mora em São Paulo, testou positivo para Covid-19 e está em isolamento em casa. Por isso, não irá ao velório.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

24/11


2020

Vertentes: Romero venceu as eleições contra as fakes news

Romero Leal (PSDB), prefeito eleito pela quarta vez no município de Vertentes, venceu as eleições do último 15 de novembro, enfrentando seus adversários políticos e as Fake News. O prefeito eleito revelou que, no decorrer da campanha, houve uma intensa oposição com tentativas de atingir sua reputação. “Nunca até hoje ninguém provou nenhum ato ilícito contra minha pessoa”. revelou ao Blog do Alberes Xavier.

O gestor admitiu que sua vitória se deu graças a maioria das pessoas que decidiram pelo andamento político administrativo e pela continuidade das políticas públicas. “Estamos estimulados, tranquilos e com a certeza do dever cumprido”, disse.

Com as ferramentas da dignidade, do trabalho e com ação, o gestor afirmou que está tranquilo e preparado para manter o ritmo de trabalho na cidade. “Haveremos nos próximos quatro anos mostrar para o povo para que viemos”, reafirmou. Romero destacou que as ações interrompidas devido ao surto do coronavírus serão retomadas na sua próxima gestão. “Vamos em busca de recursos para fazer muito mais pela cidade”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Abreu no Zap

24/11


2020

Debate com farpas e acusações

No início do debate da TV Jornal, que acontece neste momento entre João Campos e Marília Arraes, candidatos a prefeito do Recife na eleição de segundo turno, a temática da agressão foi dominante. Logo de largada, Marília fez um protesto e acusou o adversário como responsável pelas baixarias que vem sendo feitas a ela na propaganda eleitoral no rádio e na TV.

João retrucou. Disse que em nenhum momento partiu para ataques e que o seu guia estava se reportando a matérias veiculadas pela mídia. Chegou a ressaltar que foi o PT que atacou o seu pai e chamou Arraes de Pinochet de Pernambuco.

Os candidatos trocam farpas o tempo inteiro, mesmo quando o tema é técnico e de problemas do Recife. João tenta carimbar Marília como parlamentar que cometeu ilegalidades em seu mandato, como contratos de funcionários fantasmas.

Marília disse, a propósito do assunto, que a denúncia já foi arquivada pelo MP, mas de forma irresponsável requentada pelo adversário.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Pesquisa Folha/Ipespe para Prefeitura do Recife: Marília tem 54% dos votos válidos e João, 46%



24/11


2020

Acompanhe aqui o debate do Recife ao vivo

Os candidatos à Prefeitura do Recife João Campos (PSB) e Marília Arraes (PT) participam de debate na TV Jornal, neste momento. Assista aqui.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Pesquisa Folha/Ipespe para Prefeitura do Recife: Marília tem 54% dos votos válidos e João, 46%


Banco de Alimentos

24/11


2020

Túlio acusa PSB de promover fake news contra Marília

O deputado federal Túlio Gadelha (PDT) emitiu, há pouco, uma nota desmentindo a matéria que foi veiculada no site da Revista Veja em que ele aparece insinuando que Marília Arraes, candidata do PT à Prefeitura do Recife, praticava rachadinha em seu gabinete. Segundo Túlio, o áudio está descontextualizado e a divulgação dele é mais uma fake news do PSB. Confira a nota.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Na primeira pesquisa de intenções de voto para o segundo turno da disputa pela Prefeitura do Recife, realizada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe) em parceria com a Folha de Pernambuco, Marília Arraes (PT) aparece com 54% dos votos válidos (excluídos os brancos e nulos) e João Campos (PSB), com 46%. A margem de erro máximo estimada do estudo é de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos, com a utilização de um intervalo de confiança de 95,45%. Na levantamento estimulado, Marília Arraes registra 44% das citações e o postulante do PSB soma 38% das menções. Assim, o desempenho de Marília Arraes pode variar de 40,5% a 47,5%, enquanto Campos pode acumular de 34,5% até 41,5% das intenções de voto. Os eleitores que afirmaram votar branco, nenhum ou ainda anular o voto são 14%. Já os que não sabem ou não responderam são 4%.

Fernandes

Pesquisa Folha/Ipespe para Prefeitura do Recife: Marília tem 54% dos votos válidos e João, 46%

Fernandes

Estão desesperados. Agora é Marília.

joao carlos da silva

O gigolô tá doidinho. Entregou sua professora de rachadinha kkkk



24/11


2020

Frente a Frente especial do segundo turno

No próximo domingo, quando eleitores de 18 capitais e mais 39 cidades acima de 200 mil eleitores voltam às urnas, em eleição decisiva de segundo turno, volto a ancorar o programa especial da marcha das eleições transmitido pela Rede Nordeste de Rádio.

Desta vez, ao lado dos convidados José Nivaldo Júnior, Ângelo Castelo Branco e Roberto Santos estarei nos estúdios da Rede Nordeste de Rádio, mas a cabeça do sistema continua sendo a Hits 103,1 FM, no Grande Recife. No primeiro turno, nossa base foi a própria Hits. 

Meus convidados formam um time de craques na análise da política e dos seus bastidores. Escritor, jornalista e marqueteiro, José Nivaldo Júnior é, também, comentarista do Frente a Frente e meu sócio no jornal O Poder.

Ângelo Castelo Branco, jornalista tarimbado, ex-secretário de Imprensa do Governo de Pernambuco, é autor de vários livros sobre política, entre eles Marco Maciel, o Artífice do Entendimento, que conta bastidores do ex-vice presidente da República, de quem foi secretário e assessor no Ministério da Educação.

Roberto Santos, por sua vez, é cientista político e blogueiro em Jaboatão dos Guararapes. O especial da marcha das eleições começa às 17 horas e só encerra na contagem do último voto, com destaque para Recife e mais sete capitais do Nordeste, além de Paulista, na Região Metropolitana do Recife.

Se ligue nessa!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


24/11


2020

TV Jornal realiza debate às 11h20

A TV Jornal promove, hoje, às 11h20, mais um debate entre os candidatos à Prefeitura do Recife. João Campos (PSB) e Marília Arraes (PT) vão travar mais um duelo de ideias para a capital pernambucana sob a mediação do apresentador Leandro Oliveira e a participação de jornalistas do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação. Vale a pena conferir!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


24/11


2020

João perdeu a razão

Por Cláudio Soares*

Perder a razão é uma coisa temível...

O homem é um animal racional, que perde sempre a cabeça quando é chamado a agir pelos ditames da razão.

Como em qualquer disputa, em um confronto político o que está em ação não é o desejo pela verdade, mas o desejo pelo o poder. E o candidato do PSB à Prefeitura do Recife, que não é um ser especialmente nobre, revela seu lado mais sombrio: a vaidade e a hipocrisia triunfam.

Desafiar uma convicção soa como desvalorizar a personalidade, e uma refutação é considerada declaração de covardia desesperada.

Bastou as pesquisas de intenções de votos apontarem a candidata Marília Arraes à frente com 10% dos votos válidos que a artilharia antiética do comando do PSB, desesperadamente, mirou contra a ex-vereadora e favorita no pleito eleitoral do próximo domingo.

Portanto, cada ataque parece fazer crescer a votação da petista. Assim, atacam muitas vezes de forma parcial ou completamente passional com os tipos de truques e subterfúgios dialéticos. O pior, são os panfletos apócrifos e mentirosos, desrespeitando as mulheres do Recife, e, consequentemente, a candidata.

E esses ataques são numerosos e variados, mas repetem-se por toda parte: nas conversas de ruas e nas polêmicas dos blogs e jornais, em debates e em processos judiciais; e até mesmo em discussões acadêmicas nos deparamos, hoje, com a disseminação de fake news, práticas covardes dos Bolsonaros usadas na eleição de 2018 –,  as mesmas trapaças e manobras evasivas utilizadas por crápulas da velha política brasileira.

Dois mil anos atrás, o filósofo Aristoteles já chamava atenção para "falácias dos sofistas". Quem deve se deixar enganar por falácias?

Para a estratagema do comando da candidatura do PSB vai o provérbio popular: "Para quem está se afogando, jacaré é tronco".

Marília Arraes terá como impedir as falácias dos seus adversários de forma clara e concisa no decorrer dos próximos debates que devem ser acalorados.

João perdeu a razão quando resolveu achincalhar o debate, sem argumento e até sendo insolente. Sendo assim, afronta-se, também, a democracia.

*Advogado e jornalista


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Aceita bozoloide dói menos.

joao carlos da silva

Magno, sinceramente, quem está totalmente sem razão és tu que estás esquecendo a independência de sua nobre profissão e a obrigação de informar com independência, fazendo um ativismo político em favor do PT que dá nojo. Deixa que nós o povo, decida com independência quem é o melhor para nossa cidade.