FMO janeiro 2020

29/08


2014

Armando e João Paulo fazem grande caminhada nos Coelhos



A chapa "Pernambuco Vai Mais Longe" promoveu uma grande caminhada no bairro dos Coelhos, no Centro do Recife.  No percurso, os integrantes da chapa - João Paulo (Senado), Armando Monteiro (governador) e o vice, Paulo Rubem (PDT) - receberam o carinho das pessoas e muitas delas reclamaram do abandono do bairro, especialmente do lixo.

João Paulo, Armando e Paulo Rubem entraram em vielas e ouviram a demanda da população de um dos bairros mais carentes do Recife. Reconhecido pelos moradores, o candidato mostrou sua identidade com as pessoas mais pobres, como a aposentada Severina Lourenço, de 109 anos. “João foi um prefeito que mostrou amor elos pobres”, disse ela. Segundo a agente de Saúde Janete Batista, 42, João Paulo, quando prefeito do Recife, levou melhorias para o bairro. “Graças a João Paulo temos um PSF nos Coelhos”, afirmou.

Uma dona de casa de 33 anos, que não quis se identificar, contou que desde fevereiro, quando ocorreu um incêndio no bairro, vive de auxílio moradia da Prefeitura do Recife e neste mês o benefício ainda não foi pago. Ela contou que recebe R$ 200, mas paga R$ 350 de aluguel e cria um filho de oito meses. “Eu gostaria que nos entregassem a moradia que nos prometeram; não tenho condições de viver de aluguel”, disse.

No final da caminhada, João Paulo lembrou que, quando prefeito colocou duas equipes de Saúde da Família no bairro, e reclamou da situação de diversos bairros da capital pernambucana, inclusive dos Coelhos. “É com muita tristeza que observo que abandonaram os bairros do Recife. Com lixo, ratos e doenças. O povo não merece viver com tanta dificuldade”, acrescentou.

Armando Monteiro também criticou “a situação de total abandono que se encontra o bairro dos Coelhos” e parafraseou o slogan de João Paulo: “a grande obra é cuidar das pessoas”. “Vamos cuidar das pessoas”, afirmou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

aurilio florido da paixao

vc esta dizendo o que os politicos fizerão em 2006 , mas todos os politicos que fazem a base do governo votarão, inclusive Armando e sua chapa, mas em 2014 não se esqueça de votarem em MARINA.kkkkkkkkkkkkk

Jose Jeremias dos Santos

E vai junto o patrão falido, janjão do lixo e toda a cambada.Político tem que aprender: eleitor não é besta!

Jose Jeremias dos Santos

O começo do fim chegou.Marina 34% no Datafolha. Lapada é no 2º turno: 50% a 40 em cima da Dilmanta Recessão.O Lula devia ter escolhido o Mercadante em 2010; lamentável um fim de ciclo como este para o PT.Condolências...

Nehemias Fernandes Jaques

NÃO ESQUEÇAMOS QUE, EM 2006, EDUARDO CAMPOS, MAURICIO RANDS, JOSÉ MUCIO, GONZAGA PATRIOTA, VOTARAM CONTRA OS APOSENTADOS BRASILEIROS. MP 291, PERCENTUAL DE 16,7% ATÉ HOJE OS VELHINHOS SENTE NA PELE ESSA ATROCIDADE E, TEM MUITA GENTE QUERENDO CANONIZAR O CIDADÃO!

S. C. B. M.

Ô bando de babacas, se vocês soubessem que são estes dois nojentos não estariam caminhando com eles;eles votaram para que nos trabalhadores e aposentados pagassem consulta medicas em hospitais públicos e nos das Clinicas.


IPTU Cabo

29/08


2014

Datafolha confirma: hoje, Marina seria eleita

 A pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira confirmou uma tendência apontada, nesta semana, por outros dois levantamentos: um do Ibope, outro do instituto MDA, contratado pela Confederação Nacional do Transporte. Se as eleições fossem hoje, Marina seria eleita presidente da República, no segundo turno. Ela venceria a presidente Dilma Rousseff com dez pontos de vantagem, por 50% a 40%.

No primeiro turno, Marina tem 34%, empatada com Dilma, que tem os mesmos 34%. O tucano Aécio Neves, por sua vez, caiu para 15%.

Na simulação de segundo turno entre Dilma e Aécio, a petista venceria por 48% a 40%.  (Do Portal BR 247)

Segundo reportagem de Ricardo Mendonça, na Folha de S.Paulo, a pesquisa, finalizada nesta sexta (29) mostra a presidente Dilma Rousseff (PT) e a ex-ministra Marina Silva (PSB) numericamente empatadas na simulação de primeiro turno da eleição presidencial. Cada uma tem 34% das intenções de voto.

SEGUNDO TURNO

''''No teste de segundo turno, Marina seria eleita presidente da República com dez pontos de vantagem em relação à rival: 50% a 40%.

Os dados mostram fortalecimento da candidatura Marina. Em relação ao levantamento anterior do Datafolha, ela apresenta melhor desempenho nas simulações de primeiro e de segundo turno –a pesquisa antecedente foi feita imediatamente após a morte de Eduardo Campos, o candidato que encabeçava a chapa do PSB.

No intervalo de duas semanas entre os dois levantamentos, Marina cresceu 13 pontos no teste de primeiro turno. Dilma oscilou 2 para baixo.

No embate final contra a petista, onde antes havia empate técnico no limite máximo da margem de erro, Marina foi de 47% para 50%, enquanto Dilma recuou de 43% para 40%.

O candidato do PSDB, Aécio Neves, caiu de 20% para 15% na simulação de primeiro turno. Num confronto final contra Dilma, ele perderia por 48% a 40%.

Juntos, todos os outros candidatos à Presidência somam 3%. Eleitores que pretendem votar nulo ou em branco totalizam 7%. Outros 7% estão indecisos.''''


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Governo de PE - Decimo Terceiro

29/08


2014

Dilma baniu a macroeconomia do programa de governo

Josias de Souza (Blog)

Dilma Rousseff baniu da sua retórica eleitoral temas como crescimento econômico, taxa de câmbio e superávit fiscal. Fez isso por precisão, não por opção. Em matéria de macroeconomia, a candidata smplesmente não tem do que se vangloriar. Daí o esconde-esconde.

Nesta sexta-feira (29), como já esperavam os observadores mais atilados, o IBGE informou que o PIB brasileiro encolheu por dois trimestres seguidos. O que configura, no jargão econômico, uma recessão técnica. Tomada isoladamente, a indústria caiu pelo quarto trimestre subsequente. Um desastre. Que Dilma classifica de momentâneo.

Na propaganda eleitoral, Dilma refere-se a Marina Silva como a “incerteza da aventura.” E qualifica Aécio Neves de “volta ao passado”. Mas é ela que mete mais medo no mercado. A economia compreende todas as atividades do país. Mas nenhuma atividade do país consegue compreender a economia de Dilma.

Marina já avisou que planeja restaurar o tripé instituído em 1999, sob FHC, que combina metas de inflação, câmbio flutuante e superávit nas contas públicas. Aécio antecipou que, se eleito, acomodará na poltrona de ministro da Fazenda o economista Armínio Fraga, outro cultor do tripé. E Dilma? Silêncio.

No gogó, Dilma prometera inflação baixa e PIB alto. Entregará carestia alta e crescimento mixuruca. Questionada, atribui a ruína à crise financeira internacional. E põem-se a festejar o “pleno emprego”. Jacta-se das 5,5 milhões de vagas com carteira assinada abertas na sua gestão.

O problema é que o desaquecimento começa a mastigar os empregos. Em julho, abriram-se 11.796 mil vagas. Na comparação com o mesmo mês do ano anterior, houve uma queda de 71,5%. Foi o pior resultado desde 1999. Evidência de que, devagarinho, a crise vai chegando ao mercado de trabalho.

Sem condições de falar sobre o presente, Dilma concentra-se no futuro, um espaço impreciso, onde cabe tudo, pois não pode ser cobrado ou conferido. No gogó, afirma ter preparado o país para ingressar num “novo ciclo de desenvolvimento”. Como? Ninguém sabe.

Sob Dilma, só um indicador é pujante: a TDIC, Taxa de Desconfiança sobre as Intenções da Presidente.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

acolher

29/08


2014

PIB: Dilma, melhora; Marina lamenta; Aécio: fim do PT

. -
 
De O Globo - Marcello Corrêa, Clarice Spitz e Flávia Aguiar

A divulgação do resultado negativo do PIB despertou reações diversas dos candidatos à presidência da República. A presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição, disse a jornalistas, na Bahia, que o PIB do segundo semestre será melhor do que o dos primeiros seis meses do ano. Segunda colocada nas pesquisas, Marina Silva (PSB), disse que o desempenho da economia brasileira foi ''lamentável'' e criticou a condução da política macroeconômica. Já o candidato Aécio Neves (PSDB) afirmou que a recessão técnica mostra que ''o governo Dilma terminou''.

A última vez que o Brasil registrou uma recessão técnica foi no último trimestre de 2008 e primeiro de 2009 na esteira da crise internacional. A economia registrou recuo de 4,2% e de 1,7% respectivamente, na comparação com o trimestre anterior. Apesar de mais forte, ela foi rápida e no segundo trimestre de 2009, o PIB já crescia 1,9%.

O IBGE, porém, é cauteloso ao comentar o assunto e diz que só considera avanço ou contrações a partir de 0,5%:

— Essa queda de 0,2% (do primeiro trimestre), a gente nem considera, porque o dado pode ser revisado. O recuo de 0,6% (do segundo trimestre), sim — disse Rebeca Palis, gerente de Contas Nacionais do IBGE.

Analistas apontaram a queda do investimento – a mais acentuada desde o auge da crise econômica, em 2009, como o pior indicador das contas nacionais divulgados pelo IBGE. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, atribuiu o resultado ao cenário internacional, ao menor número de dias úteis devido aos feriados da Copa do Mundo e a seca.

Clique aqui para entender como a economia chegou ao quadro atual.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Ataufo Tavares

A MAIORIA DOS BRASILEIROS QUEREM MARINA E AÉCIO NO SEGUNDO TURNO, AINDA HÁ TEMPO PARA AÉCIO CRESCER E PARTICIPAR DO SEGUNDO TURNO. O PT JÁ ERA...



29/08


2014

Ouça o Frente a Frente desta sexta-feira (29/08)

Se você perdeu o Frente a Frente desta sexta, 29 de agosto de 2014, programa que apresento de segunda-feira a sexta-feira, ao lado da jornalista Eduarda Feitosa, das 18 às 19 horas, pela Rede Nordeste de Rádio, tendo como cabeça de rede a Rádio Folha FM 96,7 formada por 40 emissoras, Clique aqui  e ouça agora.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Cúpula Hemisférica

29/08


2014

TSE manda tirar do ar vídeo falso de Lula

O ministro do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) Tarcísio Vieira de Carvalho Neto determinou nesta sexta-feira (29) que o Google retire do ar, na internet, o vídeo falso em que, em uma montagem, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) aparece pedindo votos para a candidata à Presidência pelo PSB, Marina Silva.

O vídeo original foi gravado pelo petista em apoio à candidatura da petista Marina Santana ao Senado por Goiás. A montagem, porém, mostra a logomarca da campanha de Marina Silva.

A Justiça eleitoral atende a um pedido da coligação da presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição.

Na sua decisão liminar, Carvalho escreve que é "fato público e notório" que Lula apoia Dilma e não Marina e afirma que o vídeo configura uma "peça publicitária eleitoral de todo irregular, de conteúdo manifestamente falso", acrescentando que foi "concebida a partir de edição e montagens ardilosamente arquitetadas para induzir potenciais eleitores em erro".

Para o magistrado, a disseminação de conteúdo falso presta um "desserviço à democracia", além de caracterizar crime eleitoral. Diante disso, segundo ele, a Justiça Eleitoral não pode " cruzar os braços diante de possíveis ilegalidades".

Além da retirada imediata do vídeo, determina que o Google forneça a Justiça dentro de 48 horas todos os dados necessários para identificar o autor da publicação do vídeo, especialmente dos responsáveis pelos canais no Youtube "Internet Show" e "TVBBNews".


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

adilson jose da silva

Ontem mesmo,aqui neste blog, foi publicado que a coligação que apoia Marina, havia entrada com uma petição na justiça eleitoral, solicitando a retirada desse vídeo. É bom lembrar que, hoje, se associar a PTRALHADA, dá asco no eleitor consciente que não depende da bolsa voto ou cargo comissionado.

Ivan

Se Marina já está eleita conforme muitos aqui do blog fazem questão de afirmar, por que essa apelação de fazer montagem com vídeo? E por que logo uma montagem com Lula que esses mesmos vivem fazendo agressões em seus pobres comentários?


Prefeitura de Serra Talhada

29/08


2014

Armando investe no Grande Recife

Do Blog da Folha

Lideranças políticas da coligação Pernambuco Vai Mais Longe definiram um cronograma de ações para impulsionar as candidaturas do senador Armando Monteiro Neto (PTB) ao Governo do Estado e a do deputado João Paulo (PT) ao Senado. Ficou acertado que os 14 municípios da Região Metropolitana do Recife (RMR) terão atenção especial na reta final da campanha. A vereadora Marília Arraes (PSB) participou da reunião das lideranças, que ocorreu hoje.

“Vamos ampliar a nossa visibilidade na Região Metropolitana. Com caminhadas, carreatas e comícios, além de ações da militância. Teremos esta intensificação”, destacou Armando.

De acordo com o petebista, a estratégia não vai atrapalhar o andamento da campanha no interior, pois estão previstos vários atos políticos para cidades como Caruaru, Goiana, Serra Talhada e outros municípios do Estado. Na próxima quinta-feira (4), por exemplo, a chapa estará ao lado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em Petrolina.

O candidato a vice, Paulo Rubem (PDT), lembrou que a “ocupação” da Região Metropolitana deve se dar na base do convencimento das propostas de Armando e João Paulo. “Temos que vencer esta eleição pelo argumento”, disse o deputado federal. “A periferia da RMR não é aquela que aparece no guia eleitoral dos adversários”, criticou o petebista.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Limoeiro

29/08


2014

Governo fracassou na condução da economia, diz Aécio

O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, afirmou, hoje, que o ministro Guido Mantega "não tem autoridade para questionar quem quer que seja", em resposta às críticas do ministro da Fazenda à gestão tucana na economia e ao seu principal colaborador econômico, o ex-presidente do BC Armínio Fraga.

Em agenda no início da tarde desta sexta, ao lado do governador de São Paulo e candidato à reeleição pelo PSDB, Geraldo Alckmin (PSDB), nas obras do monotrilho no bairro de Vila Prudente, Aécio criticou duramente o ministro da Fazenda, destacando que o modelo de gestão da economia do governo petista fracassou.

"É triste que, num final de governo, um ministro da Fazenda entregue um quadro extremamente perverso ao povo brasileiro, de crescimento baixo, recessão a partir de hoje e inflação saindo do controle", destacou, voltando a afirmar que, em razão deste cenário, Mantega não tem autoridade para fazer tais críticas.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Ataufo Tavares

FRACASSOU EM TUDO, PARA SER BREVE !!!


Banner de Arcoverde

29/08


2014

Cristovam Buarque pede votos para Armando

O senador e candidato ao Governo de Pernambuco Armando Monteiro Neto (PTB) tem levantado a bandeira da educação como um dos motes centrais de seu governo caso seja eleito nas eleições de outubro. Nesta linha ele ganhou um reforço vindo do senador Cristovam Buarque (PDT). Buarque é aliado da ex-senadora Marina Silva (PSB) em nível nacional, a despeito do seu partido estar no palanque pela reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT). O vice na chapa de Armando, deputado federal Paulo Rubem, também é do PDT.

Em vídeo, Cristovam Buarque aparece pedindo votos para Armando e ressalta o fato dele "pensar o futuro" e possui um caráter inovador. Em sua inserção, o senador também critica o conjunto de alianças que estão na base do atual governo. "Ele [Armando Monteiro] pensa o futuro. E ao pensar o futuro, ele pensa o conjunto. O conjunto da sociedade. E esse conjunto na sua dinâmica, na sua evolução, no seu progresso", diz Buarque em seu depoimento.

"Eu vejo Armando como um inovador. Exatamente porque está olhando o futuro do conjunto do País. E não o presente da repartição do que nós temos hoje no Brasil", complementa.

Recifense de nascimento, o senador Cristovam Buarque tinha uma relação bastante próximo com o ex-governador de Pernambuco e presidenciável pelo PSB, Eduardo Campos, que faleceu em um acidente aéreo no último dia 13.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Cassé Sobrinho

Concordo plenamente com o pensamento de Pádua e Chicão.

Pádua

Agora temos certeza que Armando Monteiro, perde mesmo a eleição !

Chicão

Essa figura não mora aqui, não vota aqui e não deveria se meter. Portanto, fica odiado e vai passar decepção. Haja visto que a vitória vai ser esmagadora de cabo a rabo do PSB em homenagem ao saudoso Eduardo Campos.



29/08


2014

Dilma: "Essa recessão técnica é momentânea"

Em Salvador, hoje, onde tem agenda oficial e de campanha a presidente Dilma Rousseff demonstrou que não há motivo para desespero com o fato de o País ter entrado em recessão técnica, provocada pela segunda baixa consecutiva do PIB (Produto Interno Bruto). Segundo a presidente, a turbulência é momentânea e não será duradoura.

Ela justificou em entrevista coletiva no Senai Cimatec que a queda do PIB foi causada pelo número de feriados, "o maior da história", segundo ela, por causa da Copa do Mundo. A presidente disse ainda que apenas EUA, China e Reino Unido tiveram crescimento e a maioria dos países da America Latina – como Chile, Peru e Colômbia – sofreu com a queda do preço das comodities.

Ainda assim, de acordo com a presidente, "o governo está criando condições para que no próximo trimestre haja uma grande recuperação".

Dilma prometeu que se for reeleita vai retomar a reforma política com uma atuação de Estado "sem burocracia" e com redução de impostos na folha de pagamento das empresas e na cesta básica. "O sistema brasileiro está moderno, mas a estrutura política ainda é de 20 anos atrás".


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

adilson jose da silva

A cada pesquisa os vassalos PTRALHAS se desesperam e ficam postando "informações" inverídicas da central de boatos(dos PTRALHAS/Aloprados). A boquinha vai acabar e pode ser no 1º turno.KKKKKKKKKKKKKKKKK

Ataufo Tavares

TÁ NERVOSO TOME UM CHÁ, FICA FRIO NÃO ADIANTA ESQUENTA. TÁ NERVOSO TOME UM CHÁ... VIVA MARINA,,, PRESIDENTE DO BRASIL !!! FIQUE NERVOSO NÃO, MACHO VEIO !!!

Jose Jeremias dos Santos

A que ponto chegamos.Livrai-nos, Deus, desta inquizila! Ou o Brasil varre o PT e essa incomPTente ou nós terminamos de afundar.Os governos bolivarianos,irmãos do PT,levaram Argentina e Venezuela ao caos.Marina,40, neles!!

jota

O grande momento de Marina Silva, quando Ministra do Meio Ambiente, foi sua ida à OMC, para defender o direito do Brasil de proibir a importação de pneus usados.Com a medida, Marina fechou a fábrica BS Colway, do Paraná, montada para reciclar pneus da Europa.E desempregou mais de Mil Funcionários;

jota

Um Banco Central com autonomia plena, aos moldes da proposta do PSB, será fortemente influenciado pelas grandes corporações financeiras, como o Banco Itaú, por exemplo. E na hora de fazer escolhas, poderá favorecer a estes, em detrimento da população.Plano um Amontoado de Bobagens;Louca e Xiita;Vá;


Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores