Blog do Magno 15 Milhões de Acessos

21/07


2013

Exame com um só professor

Carlos Chagas

Mais uma vez o ex-presidente Lula declarou que não pretende ser candidato, que apóia Dilma com todas as suas forças. Mesmo assim, no PT, crescem as exortações para o primeiro companheiro colocar-se em condições de disputar a presidência da República em 2014, se continuar a queda na popularidade da sucessora.

O único empecilho a uma eventual candidatura do Lula seria sua saúde, mas ainda na semana que passou ele riu das especulações e garantiu estar muito bem. A doença foi extirpada e não voltou, garantem seus médicos.

A presidente Dilma não se oporia a uma reviravolta no processo sucessório. Primeiro porque se acontecesse, a causa estaria nas pesquisas de opinião. Depois, porque não discutirá qualquer decisão do antecessor e criador.

Em suma, por enquanto a reeleição segue seu curso, mas lá diante, no começo do ano que vem, precisará haver um exame da situação. Exame com um só professor. Se ficar aberta a possibilidade de derrota da presidente, o Lula entrará em campo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Adilson

Num sei porque a direita fica alimentando essa idéia de volta Lula. O Presidente já disse que Dilma é a nossa candidata e pronto. Agora, imaginem se Lula voltar:Aí teremos sua reeleição e seu sucessor.12 anos atuais de governo + 12 anos = Fim da direita raivosa sem proposta.

Adilson

Num sei porque a direita fica alimentando essa idéia de volta Lula. O Presidente já disse que Dilma é a nossa candidata e pronto. Agora, imaginem se Lula voltar:Aí teremos sua reeleição e seu sucessor.12 anos atuais de governo + 12 anos = Fim da direita raivosa sem proposta.



21/07


2013

Vilões inflacionários

Primeiro, o tomate ficou verde de assustado, depois vermelho de raiva, acusado de ser o vilão da inflação. A culpa é minha uns tomates... ― há de ter pensado ele, pleno de justificada indignação.

Demorou um pouco, mas enfim absolvido, voltou à mesa dos brasileiros, deixando que as acusações recaíssem sobre a batata e a cebola. Esta, aliás, não é de hoje que provoca lágrimas...

Sabe-se agora, com certeza, que a inflação, literalmente, não sai da cabeça da presidente Dilma Rousseff. Não sai mesmo. E é vilão incontrastável, culpado por uma inflação cabeluda, dessas que arrepiam da raiz à ponta do cabelo, seja ele liso ou encarapinhado.

Sabe de onde vem a certeza de que a inflação não sai da cabeça da presidente da República? Vem da convicção de que, inacreditavelmente, foi ali, na cabeça presidencial, sim, que ela chegou a 681%. Parece erro de digitação, mas não é.

A explicação é simples: dos catorze pronunciamentos feitos na televisão pela presidente Dilma Rousseff, as nove primeiras intervenções de cabelo e maquiagem custaram, cada uma, R$ 400,00 ― enquanto as cinco aparições mais recentes custaram, cada, R$ 3.125,00 ou quase 700% a mais do que as anteriores.

A íntegra deste artigo, do jornalista e publicitário Marcelo Alcoforado, que colabora com este blog semanalmente, você confere no menu Opinião. Vale a pena!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

21/07


2013

Após denúncia contra PSDB, site da ISTOÉ sofre ataque

Do Portal Brasil247

 Quem traz a notícia à tona é o Blog da Cidadania, do jornalista Eduardo Guimarães, que afirma que o ataque foi feito especificamente contra a reportagem de capa da última edição, sobre um esquema de corrupção no metrô de São Paulo, envolvendo os governos de Geraldo Alckmin, José Serra e Mario Covas; ''Ao clicar na matéria acusatória ao PSDB, o internauta era redirecionado para o site da revista Veja''. Clique aqui para ler a reportagem da revista ISTOÉ na íntegra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Adilson

expediente dessa turma é assim. Num tem proposta mesmo.

Wellington Antunes

Não adianta, toda a blogosfera já tomou conhecimento.


Abreu no Zap

21/07


2013

Ira

 A entrevista de Henrique Alves a Fernando Rodrigues defendendo a extinção de 14 ministérios tirou o humor da Dilma.

A presidente só voltou ao normal quando um assessor sugeriu-lhe responder que só faria a reforma administrativa do governo se pudesse começar pelo Dnocs, o parque de diversão da família Alves.

Agora em setembro, ou dezembro, ou janeiro, não importa a data, o fato é que Dilma muda ministros, mas não reduz o número de ministérios.
Claro, tudo o que interessa a ''Coisa-Ruim'' et caterva não interessa ao país.

O PMDB se prepara para romper com a Dilma. Dizem que é sério. É crer para ver! (O Globo – Jorge Basto Moreno)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

weltgeist da silva

Esse sujeito depois de levar toda sua "famiglia" em avião da fab faz agora chantagem> Se cala , se ela der algo em troca.



21/07


2013

Entre perdas e ganhos

 Os estrategistas políticos do Planalto e do PT estão fazendo balanço minucioso das mobilizações que tomaram conta do país.

A principal conclusão que chegaram “é que não há nenhum líder da oposição ou partido que seja capaz de catalizar e encarnar a revolta popular”.

Por conta desta avaliação, consideram que “a recomposição da presidente Dilma é mais fácil”. (O Globo – Ilimar Franco)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

21/07


2013

É preciso restaurar confiança na economia, diz Tombini

Para Alexandre Tombini, governo precisa definir o ajuste fiscal e deixar claro como esse objetivo será alcançado

 

O presidente do Banco Central (BC), Alexandre Tombini, afirma que está em campanha para recuperar a confiança das pessoas na economia. Para ele, o processo de retomada do crescimento foi prejudicado por um abalo de confiança que trava os investimentos. ''É necessária uma reversão dessa confiança para a economia continuar no processo de recuperação gradual'', diz o presidente do BC.

Questionado sobre se o governo vai cumprir a promessa de fazer um ajuste nas contas públicas, Tombini afirma que essa decisão não passa por ele. Mas entende que o governo não pode deixar dúvidas sobre suas intenções e assumir um compromisso. ''O importante é que o governo defina. E, quando definir, forneça um detalhamento à sociedade sobre como isso será alcançado. Leia aqui os principais trechos da entrevista.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/07


2013

Justiça arquiva investigação de boato sobre fim do Bolsa Família

 O 3º Juizado Especial Criminal de Brasília determinou o arquivamento da investigação que apurava a autoria de boato, nos dias 18 e 19 de maio, sobre o fim do Programa Bolsa Família. O arquivamento do inquérito foi informado hoje (21) pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) em sua página na internet.

Segundo o tribunal, o arquivamento da investigação do boato, que “teria ocasionado prejuízo à Caixa Econômica [Federal], bem como pânico e tumulto em todo o país”, foi pedido pelo Ministério Público por não identificar ''nenhuma comprovação idônea e adequada de que o crime em investigação tenha sido praticado''.

Para o arquivamento do inquérito, o juizado destacou o relatório produzido pela Polícia Federal, divulgado no dia 12 de julho, que também concluiu pela inexistência de elementos que possam configurar crime e até mesmo que uma pessoa ou grupo tenha causado o boato.

Durante evento realizado na última quinta-feira (18), em Fortaleza (CE), a presidenta Dilma Rousseff disse que as investigações da Polícia Federal não deram uma explicação conclusiva sobre o caso e reforçou que o Bolsa Família será mantido enquanto houver pessoas que necessitem dele, sendo um compromisso de seu governo. (Agência Brasil - Danilo Macedo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Jornao O Poder

21/07


2013

Campos: ''Volta, Lula'' é fardo

O Globo – Jorge Bastos Moreno

 Eduardo Campos lembrou a Lula que o processo eleitoral de 2014 começa agora em setembro, quando se esgota o prazo para mudança de partido.
Aí então, Campos já saberá onde terá palanques para as eleições presidenciais. Se tiver um número mínimo de dez estados, ele se sentirá confortável para definir sua candidatura. Mas só a anunciará em janeiro, no Congresso do PSB.
Sem rodeios, mas com elegância, o governador acusou o ex-presidente de ter antecipado em um ano o debate sucessório quando lançou a reeleição da Dilma.
— Você sabe por que eu fiz isso. Foi para conter o movimento interno do "Volta, Lula" no momento em que a Dilma estava bem nas pesquisas. Mas, agora, com a queda de popularidade, o movimento cresceu.
Mesmo percebendo que a conversa caminhava para a reafirmação do apoio a Dilma, Campos exorcizou:
— É tiro no pé, atestado de incompetência política. Sua candidatura já nasceria com esse fardo, presidente.
O governador, em dialeto pernambucano, falou ao conterrâneo do "desmantelo" que provocaria uma suposta desistência sua. Com outras palavras, disse que, se a Dilma for para o segundo turno, o PT vai precisar dele. Se for ele para o segundo, o PT vai precisar dele ainda mais, para preservação e aperfeiçoamento do projeto de governo do campo progressista a que pertencem os dois partidos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Adilson

que matéria truncada. É um disse que disse danado. vôte.



21/07


2013

Renda e violência em alta no Norte e Nordeste do país

No grupo de dez estados que mais registraram aumento na taxa de mortes violentas, nove são do Norte e do Nordeste Foto: O Globo

No grupo de dez estados que mais registraram aumento na taxa de mortes violentas, nove são do Norte e do Nordeste - O Globo


Entre 2001 e 2011, período em que estados das regiões Norte e Nordeste registraram aumento na renda per capita acima da média nacional, um efeito indesejado ocorreu: o crescimento das mortes violentas. Para especialistas, a causa dessa aparente contradição é que as mudanças sociais e econômicas não foram acompanhadas por estruturas de segurança pública de melhor qualidade.

O contraste entre o bom momento econômico e a piora nos indicadores de segurança pode ser constatado num cruzamento de indicadores de renda per capita e taxa de mortes violentas por 100 mil habitantes feito pelo GLOBO nos microdados da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, do IBGE) e nos registros do DataSus.  (De O GLOBO - Antônio Gois e Marcelle Ribeiro)

Clique aí e leia reportagem na íntegra:  Renda e violência em alta nas regiões Norte e Nordeste do país


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha