FMO janeiro 2020

10/07


2011

Estatal das ferrovias é uma central de roubalheira

A Valec, empresa responsável pelas ferrovias no governo federal, é uma fábrica de irregularidades e exemplo de má gestão. Os problemas são antigos, mas se agravaram na vigência do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), quando a empresa teve seu orçamento multiplicado por quatro. A Ferrovia Norte-Sul, obra mais robusta tocada pela Valec, recebeu nos últimos quatro anos R$ 4,7 bilhões dos cofres públicos, aplicados na construção de um trecho de 1.358 quilômetros, entre Aguiarnópolis (MA) e Anápolis (GO). Cada quilômetro custou R$ 3,5 milhões, em média, quase 17% acima do valor médio estimado pelo mercado - R$ 3 milhões. 

Um exame em auditorias feitas pela Controladoria Geral da União (CGU) nas contas da empresa e em acórdãos do Tribunal de Contas da União (TCU) evidencia que as falhas na administração e as irregularidades nas obras da Valec se multiplicaram na gestão de José Francisco das Neves, o Juquinha(foto), que assumiu a presidência da empresa em abril de 2003. Mas ele se manteve no cargo até estourar o escândalo que derrubou toda a cúpula do Ministério dos Transportes , na semana passada.

Juquinha tinha como padrinho o deputado Valdemar Costa Neto (SP), cacique do PR, e contava também com o apoio do ex-ministro dos Transportes Alfredo Nascimento, para quem eram encaminhados relatórios dos órgãos de controle interno e externo apontando as irregularidades e desmandos administrativos na Valec. (Informações de O Globo)



Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

IPTU Cabo

10/07


2011

Interino tem credencial ''negativa'' para ministério. É honesto demais

 O ministro interino dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, é “honesto demais” para substituir Alfredo Nascimento em definitivo, segundo admitiu a esta coluna um deputado que diz se opor à cúpula do Partido da República. "Enciclopédia” do setor, ele conhece todas rodovias e pode citar detalhes de qualquer obra em curso.Mas não é da turma do ex-ministro Alfredo Nascimento no PR, o que o distancia do cargo. Passos também não é da turma de Valdemar Costa Neto (PR-SP), que pode ser condenado a um século de cadeia, no processo do mensalão.

No Ministério desde 1973, Paulo Passos virou secretário-executivo, a convite de Lula, para dar feição técnica aos acordos político-eleitorais.Casado com Rosa Passos, cantora, Passos é homem simples e, dizem os amigos, jamais compactuou com maracutaias. Por isso não serve.(Cláudio Humberto)



Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Lucidio de Figueiredo Galvão Júnior

Já que honesto demais não presta, arruma um que pelo menos saiba roubar. Vai num presídio que tem um monte de professor.

Lucidio de Figueiredo Galvão Júnior

Já que honesto demais não presta, arruma um que pelo menos saiba roubar. Vai num presídio que tem um monte de professor.



10/07


2011

PAC empacado na Justiça

 Desde 2007, quando foi lançado como bandeira política do governo Lula e da atual presidente Dilma Rousseff, o Programa de Aceleração do Crescimento acumula 10.619 ações judiciais e administrativas, segundo a Advocacia Geral da União. Pelos dados do último balanço, divulgado no fim do ano passado, o PAC inclui cerca de 13 mil empreendimentos em várias áreas, como transportes, energia, saneamento básico, urbanismo e habitação. A maioria das ações envolve processos de desapropriação de áreas para a construção dos empreendimentos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

acolher

10/07


2011

Gilberto Carvalho, o novo alvo da oposição

 O novo alvo da oposição, decidido em reunião dos líderes anteontem, será o ministro Gilberto Carvalho.

A opinião do PPS, DEM e PSDB é de que o chefe da Secretaria-geral da presidência é tolerante com a forma de negociação do governo com o Congresso que resultou na queda do ex-ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


10/07


2011

O estilo Dilma intimida e preocupa aliados

ARTIGO ESPECIAL

Lauro Jardim - Veja

 Será que na terça-feira Luiz Antonio Pagot em seu depoimento no Senado vai cumprir a ameaça e botar o PT na roda? Vai detalhar o que lançou no ar sobre o ministro Paulo Bernardo, que durante a campanha seria o inspirador ou teria “trabalhado em conjunto” com o Dnit nos aditivos para várias obras?

Pela quantidade de emissários que tem circulado em Brasília com o objetivo de baixar a bola de Pagot, o mais provável é que seja um depoimento chocho. Ou seja, não deve avançar mais do que já avançou nas entrevistas dos últimos dias. Não é todo dia que aparece um Roberto Jefferson para explodir-se e explodir esquemas bem armados.

Para além do depoimento de Pagot e da escolha do novo dono da cadeira de ministro dos Transportes, há uma outra questão que excita Brasília: o estilo Dilma. Ele voltou à cena nos episódios da semana passada. Mais do que a demissão de Antonio Palocci, a queda de Alfredo Nascimento e da quadrilha da pesada do ministério dos Transportes deixou inquieta a base do governo no Congresso.

A rapidez do desfecho da crise rompeu, como diz em tom crítico e reservadamente um senador governista, “com as regras básicas da convivência política”. Ele fala da particular etiqueta política a que o mundo de Brasília se acostumou.

Dilma, fique claro, não está chutando o pau da barraca. Mantém suas alianças com partidos 100% fisiológicos. Dá a eles cargos e algum poder. Pragmaticamente, os aceita em troca da governabilidade. Mas, também é verdade, atuou na semana passada num diapasão diferente sobretudo do que foi o padrão da era Lula.

Um político nordestino, dono de um (bom) cargo tanto no governo Lula como no atual, resume à perfeição o sentimento da turma:

- O Lula passava a mão na cabeça do encrencado e o segurava até onde dava. Só quando não dava mais para segurar o demitia. Dessa forma, ficávamos de algum modo grato a ele. Com a Dilma instituiu-se o “publicou na revista, foi para rua”. Não pode ser assim. Está todo mundo tenso.

E qual é o problema? O mesmo político nem espera a pergunta. Não em tom de ameaça (embora seja), mas de aviso, saca rápido um conselho :

- Tem que ter cuidado com a base parlamentar.

É esse o jogo delicado em que Dilma está se metendo. Em suas reuniões fechadas e nas conversas reservadas com jornalistas, a tal base parlamentar do governo tem desenhado um fantasma: o troco, um cascudo no governo numa votação importante na volta do recesso parlamentar de julho.

Ressalte-se que ninguém aqui imagina que Dilma Rousseff esteja querendo botar os maus costumes políticos dos partidos da base porta afora. Até porque eles pululam dentro de sua própria casa, ou seja no PT, como qualquer mensaleiro e aloprado está cansado de saber.

Dilma não está, portanto, como disse outro dia um afoito e exagerado senador, querendo lançar as bases para uma “nova maneira de fazer política”. Talvez ela queira apenas dar um freio de arrumação para diminuir um pouco o grau de fisiologismo e corrupção geral. Ou, numa palavra, livrar-se de parte da herança maldita que Lula deixou como herança.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Reinaldo Silva de Souza

Ela, que já sabia de tudo, só esta armando com os meios de comunicação a forma de entregar e fazer cair cada um... A mulher sabe o que faz!


Cúpula Hemisférica

10/07


2011

Vão ter de se explicar

 No início do mês passado, o Ministério Público Federal em Brasília abriu inquérito para investigar se Paulo Bernardo, Anna de Hollanda e Afonso Florence receberam diárias indevidamente.

A suspeita é que os ministros tenham embolsado os recursos para viagens a suas cidades de origem sem ter agenda oficial.

Eles já devolveram aos cofres públicos 5 600 reais. Mas o MP apura se o trio recebeu um total de 34 000 reais de modo impróprio. (Radar Online - Lauro Jardim - VEJA)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Reinaldo Silva de Souza

Estão querendo tirar o foco do grande e verdadeiro escândalo?? Nos Transportes, estamos falando já de BILHÕES!

uilma

alguem acredita,que a cunhada da rainha mae vá sofrer alguma puniçao?estás brincando.....


Prefeitura de Serra Talhada

10/07


2011

Aluno vai em cima de professor da Faculdade de Direito do Recife

Do blog Acerto de Contas - Pierre Lucena

Lembram-se de Marlos Porto, que foi candidato a Deputado-federal pelo PPS, e que ficou conhecido discutindo com um mendigo que pediu uma quentinha durante a campanha?

Pois bem, desta vez foi novamente flagrado em seus momentos de fúria, agora partindo para cima do Professor Aurelio Boa Viagem, na Faculdade de Direito do Recife.

Pelo que me foi relatado, Aurelio apenas teria pedido silêncio, pois os alunos estariam fazendo prova, e Marlos discutia com alguém do lado de fora da sala.

Logo depois foi filmado rapidamente na sacada da FDR. O vídeo já circula em grande velocidade pela internet.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Rafael Negrão

Esse louco deveria está no hospício, sinceramente o que uma pessoa dessa faz dentro de uma universidade. Já sei ocupa a vaga de quem realmente merecia estudar.

Ednaldo Ferreira

Esse rapaz é um tremendo imbecil e desequilibrado mental, já fui vitima da arrogância e prepotência dele convenção do partido em 2010 no Atlético Clube de Amadores em Afogados.

Wellington Antunes

O PPS que se diz tão puro deveria selecionar melhor seus candidatos.


Prefeitura de Limoeiro

10/07


2011

Caruaru: candidatura é troco de Sérgio em Gel e Miriam

 A candidatura de Diogo Cantarelli para prefeito de Caruaru representa um ‘‘troco'''' no casal Tony Gel/Miriam Lacerda. Nas eleições de 2010, Gel havia se comprometido a apoiar a candidatura de Sérgio Guerra para deputado federal, mas depois do acordo declinou e trouxe para os caruaruenses o nome do então deputado estadual Augusto Coutinho (DEM), que disputou uma vaga para a Câmara Federal e ganhou.

Irritado com o não cumprimento da palavra, Guerra passou a ter Gel como desafeto. Outro fator é que a candidatura de Diogo, mesmo sem musculatura eleitoral, pode prejudicar de forma direta a intenção de Miram Lacerda de chegar à prefeitura por conta do tempo no guia de rádio e TV.(De Wagner Gil - Jornal Vanguarda)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Francisco Felipe Cardoso de Siqueira

A ira de Guerra é por que o grupo Mendonça teve mais voto do que ele. E não tenho dúvidas da competencia de Mirian, a deputada estadual mais votada da historia de PE. ELA VEM AÍ (é o povo quem diz).

Lúcio Costa Santos

Não é novidade,Tony Gel não cumprir com o que fala. Esse cidadão não tem palavra. Sua esposa não tem condições,nem bagagem pra gerir nem o conselho do bairro em que mora. Caruaru continua com Zé Queiroz,que faz por onde nossa cidade ter o apelido de Suape Seco,devido a tanto desenvolvimento.

Lúcio Costa Santos

FAZ MAIS QUE CERTO. APOIAR TONY GEL E MIRIAM,É ENTRAR NUM BARCO FURADO! DIOGO TEM MUITO MAIS PREPARO,SÓ NÃO TEM FORÇA. QUEIROZ MAIS UM MANDATO PRA CARUARU NÃO PARAR DE CRESCER.

Ieda

Mais uma do Dep.Sergio Guerra. eu tenho pena é do Vereador que vai ficar sem o mandato dele.entra nessa não Diogo pois dinheiro não comprar vitória,ela é dada pelo voto livre e soberano do povo e o povo de Caruaru já esta conciente quem é o melhor na saúde e na educação.ELA VEM AI!

Flavio

Seu Biu não cumpre acordo nenhum, não pode falar de trairagem.


Banner de Arcoverde

10/07


2011

Ah se funcionasse!!

 1 - A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara aprovou projeto que aumenta em um terço a pena de políticos condenados por crimes contra a administração pública. Ótimo: só falta condenar algum.

2 - A Polícia Federal multou vários bancos em R$ 635 mil por não-cumprimento de normas de segurança. Já pensou que bom se algum pagasse?  (CARLOS BRICKMANN)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Reinaldo Silva de Souza

Vai funcionar para político pequeno de periferia.... Os Prefeitos e Vereadores que vivem sendo presos e expostos na mídia, para vender matéria e tirar o foco do grande roubo. Prefeito não tem dinheiro para pagar as Tvs, juízes e policiais federais.



10/07


2011

Romário recusa bafômetro e tem habilitação apreendida

 O ex-jogador de futebol e deputado federal Romário (PSB-RJ) teve a carteira de habilitação apreendida por uma blitz da Operação Lei Seca, no início da madrugada deste domingo (10). Ele se recusou a fazer o teste do bafômetro e teve que entregar o documentos aos fiscais da Secretaria de Estado de Governo que conduziam a operação. Romário passava pela Avenida Armando Lombardi, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, quando foi parado pela blitz. Como não havia irregularidades na documentação de sua Land Rover, o carro não foi apreendido.

Acompanhado

De acordo com a assessoria de imprensa do Governo do Rio, o deputado estava acompanhado de uma pessoa habilitada a dirigir e que não havia ingerido bebida alcoólica. Foi essa pessoa, que não teve a identidade revelada, que levou o carro do ex-jogador.

O parlamentar e ex-atacante do Flamengo, Vasco, Fluminense, Seleção Brasileira, além de times estrangeiros, vai responder a um processo administrativo no Departamento Estadual de Trânsito do Rio (Detran-RJ) e terá que pagar uma multa de R$ 957,70. Sua carteira de habilitação ficará retida por cinco dias.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores