O Jornal do Poder

11/08


2020

Gestão da Covid: Câmara e Geraldo reprovados, diz Armando

Escravo do silêncio imposto pela era da pandemia, o ex-senador Armando Monteiro Neto, presidente estadual do PTB e uma das principais lideranças no campo da oposição, sai da toca e afirma, nesta entrevista ao Frente e a Frente e ao blog, que o PSB faz a pior gestão da pandemia do País. “Somos o segundo Estado em óbitos no País. Se Pernambuco fosse um País, seriamos o segundo maior do mundo em número de mortes. Isso, na prática, aponta que o governador se mostra incompetente e o prefeito do Recife despreparado para administrar rios de dinheiro que a União liberou para cá”, desabafa. Para ele, ao invés de usar o dinheiro federal da Covid-19 para salvar vidas, Paulo Câmara e Geraldo Júlio promoveram ilegalidades que já resultaram em cinco operações da Polícia Federal.

“Recife é a segunda capital do Nordeste que tem mais óbitos por milhão de habitantes. E seguramente, foi a que mais gastou. Foi a que mais recebeu recursos federais. Os gastos em termos proporcionais não produziram resultados esperados. Uma Prefeitura como a de Salvador gastou muito menos do que Recife. No entanto, Salvador foi muito menos afetada do que Recife. Então, Recife se saiu muito mal, péssimo”, diz Armando. Confira abaixo a íntegra da sua entrevista, que vai ar durante o horário do Frente a Frente, que começa às 18 horas pela Rede Nordeste de Rádio, que tem como cabeça de rede a Hits 103,1 FM, no Grande Recife. Se você deseja ouvir pela internet, clique no Botão Rádio deste blog acima ou baixe o aplicativo da Rede Nordeste de Rádio pelo play store.

Como o senhor avalia o cenário político consequência da pandemia?

Um período atípico, mas a gente procura se conectar, usar ferramentas novas para não ficar fora do processo. As eleições municipais começam a ganhar uma atenção prioritária e nós estamos, tanto em nível do PTB, quanto em nível dos partidos que formam as oposições em Pernambuco, se movimentado intensamente. No PTB, fizemos um grande encontro nesta plataforma virtual, reunindo mais de 100 lideranças. Foi muito interessante, com a participação de lideranças da Metropolitana, das Matas, Agrestes e Sertões. Tivemos uma resposta muito boa, o pessoal está animado, o partido tem 35 pré-candidaturas a prefeito e esse número pode crescer até as convenções. Tem situações no plano municipal que estão pra ser definidas. E ao mesmo tempo, o PTB tem espírito de aliança. Nós temos compromissos com várias candidaturas de outros partidos. E são municípios estratégicos. E tem a questão do Recife, que tem muita centralidade. A eleição do Recife é muito importante para definir o futuro político de Pernambuco. E nós estamos muito animados com as pesquisas e pelos índices que são dados aos pré-candidatos da oposição. Achamos que essa é uma eleição das oposições no Recife.

O que se fala muito é na tese da unidade das oposições. O senhor está confiante num entendimento de candidatura única? Quem abre para quem?

Nós defendíamos a tese da unidade, até de candidatura única das oposições, mas como o campo governista se fragmentou e hoje se admite até a possibilidade de ter três candidaturas no campo governista, duas já confirmadas, eu acho que passa a ser possível se admitir a possibilidade de duas candidaturas de oposição no Recife. A esta altura, já tem uma candidatura posta, da delegada Patrícia Domingos, foi uma decisão do partido dela em nível nacional e agora estamos com outros pré-candidatos, esperando que a gente possa construir essa unidade. Tem nomes muito credenciados, como o ex-governador Mendonça Filho, uma pessoa que tem um lastro diferenciado. E é importante salientar que vai ser um cenário de pós-pandemia. E Pernambuco não se saiu bem. Nem Pernambuco, nem Recife. Se Pernambuco fosse um País, seria o segundo pior do mundo em mortes por milhões de habitantes. É um dado muito ruim.

E no Brasil, Pernambuco já é o segundo em número de mortes...

Em termos de mortes e números absolutos, Pernambuco está entre os cinco Estados com mais mortes. Mas há Estados muito pequenos, tipo Roraima, que tem um surto, mas aí são números distorcidos. Mas em números absolutos, é sempre bom lembrar, Pernambuco está em segundo lugar em número de óbitos, atrás apenas do Rio. E tem mais: Recife é a segunda capital do Nordeste que tem mais óbitos por milhão de habitantes. E seguramente, foi a que mais gastou, a que mais recebeu recursos federais. Os gastos em termos proporcionais não produziram resultados esperados. Uma Prefeitura como Salvador gastou muito menos do que Recife. No entanto, Salvador foi muito menos afetada do que Recife. Então, Recife se saiu muito mal, péssimo.  Lamentavelmente, denúncias gravíssimas de mau uso de recursos públicos, contratos mal feitos, estranhos. E tanto isso é verdade que as denúncias foram surgindo de várias origens e imediatamente os contratos foram desfeitos, o que significa dizer que eram frágeis. Em alguns casos, se apressaram a devolver os recursos. Um gestor que tenha convicção da lisura dos seus contratos, não recua, se sustenta. Ele tem que mostrar à população que os contratos se justificaram. Mas aqui em Pernambuco, não. Qualquer denúncia, os contratos eram desfeitos.

Quando o senhor fala em mau uso do dinheiro público, será que o PSB estava preocupado em fazer caixa de campanha com o dinheiro da Covid?

Eu não posso fazer essa ilação, pois a gente precisa ter elementos que vinculem os fatos. Mas quero dizer que há duas indicações graves: Recife é uma capital que gastou muito e houve uma série de denúncias. Eu fico nisso, pois é um juízo factual. Mas ilações podem ser feitas, mas eu não faço.

O senhor disse que Pernambuco seria o segundo no mundo em mortes. Isso se daria pela irresponsabilidade em receber tanto dinheiro e não saber investir?

Toda luta num processo como esse se traduz em salvar vidas. Essa campanha só tem essa medida: o número de vidas salvas. Mas, infelizmente, os resultados medidos são muito ruins. Em Pernambuco e no Recife. E ao mesmo tempo, é verificado que há Estados na região que tiveram resultado melhor. A Bahia tem hoje menos da metade do número de mortes em relação a Pernambuco.

Bolsonaro vai ter algum peso da eleição municipal?

Certamente. Eu acho que Bolsonaro é, hoje, num país polarizado, é um eleitor importante. Não há dúvida que o auxílio emergencial, pela dimensão, tem um impacto muito grande na vida das pessoas carentes, principalmente. Você, que é um homem que anda pelo interior, sabe o que isso significa. Eu escuto depoimentos de pessoas do pequeno comércio do interior que em plena pandemia, seus negócios aumentaram por causa da renda que foi proporcionada pelo auxílio. Eu fiz até o cálculo. Quando for paga a quinta parcela, Pernambuco terá recebido R$ 13 bilhões. No Brasil, já foram R$ 250 bilhões, 5% em Pernambuco. Então, é evidente que isso tem reflexo político.

Mas ainda pouco se observando nas pesquisas...

Já tem algum reflexo na avaliação do Governo Bolsonaro. Agora, as eleições municipais não são condicionadas por isso, embora isso tenha um peso relativo não é algo definidor. A eleição municipal se dá pelo debate de questões locais. A avaliação das gestões existentes e as propostas dos candidatos. Quem tiver credenciais, quem for ficha limpa, vai levar uma vantagem no processo. Agora, influência nacional vai existir, mas em qual magnitude não sabemos.

Quais os grandes desafios para o futuro prefeito do Recife?

Acho que o Recife precisa de um projeto novo, uma visão nova. E que possa se traduzir numa ideia de quais são os fenômenos urbanos do mundo. As cidades se reinventam, e aqui no Recife vivemos a era da mesmice. Tem áreas degradadas, o bairro de São José, várias áreas deprimidas e que a Prefeitura nada fez.

Jaboatão, por exemplo, está construindo um grande e moderno parque, dando inveja a nós, recifenses...

Aqui, tivemos os problemas de mobilidade urbana agravados. Há equipamentos mal conservados, obras que se arrastam há muito tempo. A reforma do Geraldão já vai mais de 10 anos. Que gestão é essa? Agora, Geraldo tem algo que ele faz bem:  propaganda na televisão. A mistificação. Gasta muito dinheiro em propaganda, instalou o chamado marketing da pandemia. Aproveitou esse momento de grande angústia, para apresentar um quadro de muitas ações, providências, que, na realidade, se traduz em mera espuma. Por exemplo, quantos hospitais de campanha implantou? Que serventia esses hospitais tiveram? E aquelas camas, podem se considerar leitos clínicos? O que todo esse investimento resultou? Enquanto isso, muitos profissionais de saúde nem equipamento de proteção individual tiveram. Esse segmento, sim, deveria ter sido mais bem cuidado. Essas administrações gostam de mostrar prédios, de fotografar unidades de campanha, em suma, a gente fica com a impressão que serve só aos programas eleitorais, lamentavelmente.

Há saturação de PSB?

Nós vemos as estradas degradadas e eu já tive a oportunidade de dizer que o Estado de Pernambuco é o que menos investe no Nordeste. Temos o segundo maior orçamento público, mas somos o quinto ou sexto em investimentos. Ceará e Bahia já investiam mais, e nos últimos anos, Alagoas, Maranhão e até Paraíba investem mais. É por isso que os equipamentos não têm manutenção.

É legal meter a mão no dinheiro da COVID para pagar dívida externa?

Trata-se de uma discussão polêmica. Se o recurso que foi destinado não poderia ser de forma direta, mas se são dois fundos, poderia.  Eu não tenho todas as informações. Mas o que eu quero dizer é que em relação ao PSB, há um sentimento que está esgotado. A gente está à mercê do interesse de um grupo que quer manter se manter no poder, apenas. Esse grupo não oferece futuro a Pernambuco.

O fim desse grupo seria com a perda da eleição no Recife?

Não posso fazer prognósticos, mas acho que a eleição do Recife representará um marco importante para moldar o futuro político de Pernambuco. Eu tenho muita confiança que essa hegemonia do PSB vai ser quebrada a partir da eleição do Recife. Acho que o primeiro ponto é "Viva a alternância, pois Pernambuco sempre foi pluralidade. Pernambuco não é propriedade de um grupo político, muito menos de uma família. Eu tenho a sentimento que as oposições vão ganhar no Recife.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Pega o beco Armando, votasse contra os trabalhadores brasileiros quando tu era deputado federal. Disse Sérgio Guerra.


Potencial Pesquisa & Informação

Confira os últimos posts



01/10


2020

Edivaldo lança propostas para Rio Formoso

Em Rio Formoso, na Mata Sul pernambucana, o candidato a prefeito Doutor Edivaldo (PTB) lançou, hoje, seu plano de governo. De acordo com o prefeiturável, a Saúde será uma das prioridades, caso eleito, com a proposta de construir um hospital no distrito de Cucaú, para atender à população carente.

Outra promessa é recuperar o Hospital Municipal Maria José Monteiro, que considera "sucateado". Na Educação, o postulante petebista quer criar um polo de ensino superior para evitar que os moradores tenham de se deslocar para outros municípios para estudar. "Já houve uma consulta à Faculdade Central para atender nossa cidade e a sinalização foi positiva", conta Edivaldo.

O candidato também enxerga grande potencial turístico em Rio Formoso e pretende valorizar áreas como a Praia da Pedra e incentivar a instalação de novos hotéis e pousadas na cidade. Doutor Edivaldo vai além ao falar em "resgatar a Praia dos Carneiros", hoje sob os cuidados da Prefeitura de Tamandaré.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

01/10


2020

Clebel faz adesivaço e inaugura comitê em Salgueiro

Um adesivaço marcou a inauguração, ontem, do comitê de campanha do candidato à reeleição no município de Salgueiro, Clebel Cordeiro, e sua vice, Paizinha Patriota. Participaram do evento políticos locais e vereadores que compõem a coligação ‘Pra Frente Salgueiro Vencedor’.

Clebel agradeceu o apoio e a colaboração de todos que participaram do evento. "Muito obrigado a todos vocês que estão presentes. Isso aqui mostra a maior vitória que Salgueiro já viu. O grupo da verdade e da honestidade está aqui sem atacar ninguém. A jornada está começando, a partir de amanhã estará tudo azul na cidade", destacou.

O comitê, que fica na rua Joaquim Sampaio, n° 26, no bairro da Bomba, vai ficar aberto, diariamente, para adesivação e entrega de material. Quem quiser acompanhar o candidato é só seguir Clebel Cordeiro no Instagram, Facebook e no seu canal oficial no YouTube.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


01/10


2020

Agrovale doa 7 mil mudas nativas da Caatinga para Petrolina

O projeto 'Viveiro de Mudas Nativas' da Agrovale, que em 12 anos de existência já doou 312 mil mudas de espécies nativas da Caatinga para 45 municípios nordestinos, será um dos principais parceiros do programa ‘Orla Nossa’ em Petrolina.

A assinatura do termo de doação de 7 mil mudas para recuperação de 12 hectares de mata ciliar na margem pernambucana do Rio São Francisco, aconteceu, ontem, durante reunião na sede da empresa sucroalcooleira, em Juazeiro – BA.

De acordo com o diretor da Agência Municipal de Meio Ambiente de Petrolina (AMMA), Geraldo Miranda, o programa ‘Orla Nossa’ faz parte do Plano de Recuperação de Área Degradada (PRAD) para reflorestamento da mata ciliar e limpeza da área que vai do Círculo Militar na Orla II até o último restaurante da via. O trecho é completamente cercado para delimitar e proteger o local.

“Depois da análise do solo, implantação do sistema de irrigação vamos fazer o plantio das espécies da Caatinga a exemplo de ingazeiro, marizieiro, jatobá e caraibeira”, ressaltou. Geraldo Miranda destacou ainda que a primeira fase do programa deve ficar pronta em dezembro próximo e no ano que vem serão implantadas trilhas ecológicas para visitação pública. Agradecemos a Agrovale pela imprescindível parceira”, pontuou.

O vice-presidente da empresa, Denisson Flores, lembrou que vem de longe a parceria da Agrovale com Petrolina. “Assim como em diversos municípios nordestinos sempre estamos presentes em Petrolina e Juazeiro com projetos socioambientais de relevância. A doação de mudas vem ampliando a cobertura verde das cidades em projetos de arborização, paisagismo, repovoamento ou reflorestamento de áreas degradadas. Esta é mais uma contribuição nossa para uma maior sensibilização e sustentabilidade ambiental da biodiversidade regional”, concluiu.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


01/10


2020

Em discurso, Gilson cita entrevista ao blog


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


01/10


2020

MPE pede impugnação de candidatura do prefeito de Ipubi

O Ministério Público Eleitoral entrou, ontem, com uma ação de impugnação do registro de candidatura do prefeito de Ipubi, Francisco Siqueira (PSB), que tenta a reeleição. Um dos motivos alegados pelo promotor Guilherme Goulart Soares no pedido feito à juíza da 133ª Zona Eleitoral é que o "requerido encontra-se com restrição ao seu direito de elegibilidade, porquanto se enquadra na hipótese prevista no art. 1º, I, da LC nº 64/1990, com redação dada pela LC nº 135/2010, segundo o qual são inelegíveis os que tiverem suas contas relativas ao exercício de cargos ou funções públicas rejeitadas por irregularidade insanável que configure ato doloso de improbidade administrativa, e por decisão irrecorrível do órgão competente".

"Observa-se, de início, a existência de 'rejeição das contas relativas ao exercício de cargos ou funções públicas', tendo em vista que o impugnado teve contra si representação julgada procedente pelo Tribunal de Contas da União", prossegue o promotor.

Na quinta-feira passada (24), o prefeito Francisco Siqueira sofreu derrota no Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE), que julgou irregular o procedimento adotado pela Prefeitura de Ipubi, sob sua responsabilidade, na contratação e execução dos serviços de transporte escolar relacionados a 2019.

Antes, uma medida cautelar, expedida em julho de 2019 pelo conselheiro do TCE Dirceu Rodolfo, não foi cumprida pela gestão municipal. Pela reincidência, o prefeito foi multado em R$ 42.512,50.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


01/10


2020

TSE mantém cassação de Thiago Nunes em Agrestina

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral, Tarcísio Vieira, manteve a decisão do TRE-PE que decidiu pela cassação do prefeito de Agrestina, Thiago Nunes, e seu vice, Zito da Barra. Ainda na decisão, o ministro determinou que a cidade continuasse com a eleição indireta até que a população escolha seu novo prefeito ou prefeita em 15 de novembro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


01/10


2020

Aos leitores

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) não pousou fora da agenda em Santa Cruz do Capibaribe para conhecer o polo de confecções da cidade. O blog postou um vídeo confiando na informação de um leitor que nos enviou, mas, em seguida, o mesmo pediu desculpas dizendo que as imagens foram feitas no distrito de Queimadas, nas proximidades da cidade de Campina Grande, na Paraíba. Pedimos desculpas aos leitores.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


01/10


2020

Bolsonaro pede votos em “quem tenha Deus no coração”

Estadão

Em inauguração de uma adutora de abastecimento de água em São José do Egito (PE), o presidente Jair Bolsonaro pediu que os eleitores "caprichem para escolher prefeito e vereador" em novembro. "Vamos escolher gente que tenha Deus no coração, que tenha na alma o patriotismo e queira a liberdade e o bem do próximo", afirmou. E emendou o lema do integralismo: "Deus, pátria e família". Cerca de 300 pessoas estavam na plateia.

Não é a primeira vez que o presidente usa o lema do movimento surgido na década de 1930 no Brasil, influenciado pelo fascismo na Europa. Em junho deste ano, Bolsonaro publicou pelo Twitter foto ao lado do ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, usando o lema do movimento autoritário como legenda da imagem. O mote também chegou a ser usado como slogan do partido que Bolsonaro pretendia criar, Aliança pelo Brasil, porém a agremiação não ainda saiu do papel.

Segundo o Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil (CPDOC) da Fundação Getulio Vargas (FGV), a Ação Integralista Brasileira (AIB) foi "o movimento de inspiração fascista mais importante organizado no Brasil". De acordo com a instituição, "a Ação Integralista nasceu numa fase de ascensão das ideias autoritárias de direita, a partir do marco político estabelecido pela Revolução de 1930, radicalizando em direção do discurso ideológico fascista as tendências antiliberais difundidas entre amplos setores políticos e intelectuais no contexto pós-revolucionário".

O presidente, que havia dito que não participaria das eleições municipais este ano, mudou de discurso na semana passada e afirmou que poderia declarar o voto em três cidades: São Paulo, Santos e Manaus.

Para o Odilon Caldeira Neto, professor de História Contemporânea na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e co-autor do livro "O fascismo em camisas verdes: do integralismo ao neointegralismo", o discurso de Bolsonaro não é necessariamente baseado em ideias integralistas, mas compartilha similaridades.

"A forma como Bolsonaro faz uso da noção de 'Deus, pátria e família' não é a mesma que os integralistas queriam fazer. A dimensão religiosa no integralismo era sobretudo de um conservadorismo católico, não apenas cristão. No bolsonarismo, sabemos que há um conservadorismo evangélico", diz.

"É justamente nesse discurso mais conservador que o princípio de interação se faz representar no governo Bolsonaro. A partir dessa dimensão mais conservadora, sobretudo pelo ministério da Damares, existe a atuação de grupos neo integralistas que são elogiosos ao integralismo histórico", completa.

O professor comenta, ainda, que apesar do movimento apresentar uma fragilidade de articulação política por apresentar um discurso anacrônico e antidemocrático, o grupo, assim como outros extremistas, auxiliam a enfatizar o processo de radicalização das direitas.

"Enquanto os grupos neo integralistas estão articulados na marginalidade, quando não na ilegalidade, da extrema-direita, as ideias são partilhadas para além deles. É como se o integralismo não fosse mais propriedade absoluta dos grupos integralistas. Não à toa que o próprio lema 'Deus, pátria e família' hoje está espalhado na extrema-direita.  Essa ideia de criminalizar partidos comunistas ou o que se entende por comunismo, naturalizar o processo de desumanização de oponentes políticos, são elementos caudatários do próprio fascismo histórico", diz.

Defesa da cloroquina

No evento em Pernambuco, Bolsonaro voltou a defender o uso da hidroxicloroquina, medicamento sem comprovação da sua eficácia no tratamento contra a covid-19. "Deus foi tão abençoado que nos deu até a hidroxicloroquina para quem se acometer da doença, e quem não acreditou, engula agora", disse o presidente, durante o discurso.

"Eu não sou médico, mas sou ousado como o cabra da peste nordestino", completou o presidente, que foi contaminado por covid-19, se recuperou e declarou ter usado o medicamento no tratamento da doença.

Bolsonaro afirmou também que, como chefe supremo das Forças Armadas, nunca abrirá mão da liberdade e democracia do País. O presidente disse que seu governo "tudo fará para todos no Brasil, mas, em especial, não esquecerá dos mais humildes". Segundo Bolsonaro, "quando chega a água ao nordestino, parece que ele ganhou na Mega-Sena".

O presidente e sua comitiva não usaram máscaras em nenhum momento da visita, quebrando os protocolos de segurança e recomendações das autoridades sanitárias. Ele causou aglomeração em pelo menos dois lugares diferentes: nos arredores do estádio de futebol, onde pousou sua aeronave, e no local do evento, onde por decreto municipal apenas 100 pessoas poderiam participar. A cerca de 1 km do estádio de futebol, um grupo de aproximadamente 60 pessoas fizeram manifestação contra a visita de Bolsonaro.

Esta é a primeira visita do presidente a Pernambuco depois do início da pandemia. O governador Paulo Câmara, do PSB, partido de oposição ao presidente, não estava presente no evento. Segundo sua assessoria, ele não foi convidado. A região do Pajeú, onde está a cidade de São José do Egito, é um grande reduto do PSB. O prefeito do município, Evandro Valadares (PSB), recepcionou o presidente na sua chegada, mas também não participou da cerimônia por ser candidato à reeleição.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


01/10


2020

PCR tentou contratar empresa de fachada

EXCLUSIVO

O hepta da gestão do PSB vem aí ? Após uma representação do Ministério Público de Contas de Pernambuco (MPCO), o Tribunal de Contas do Estado expediu uma medida cautelar monocrática para suspender os efeitos da dispensa emergencial de licitação 031/2020, para a covid-19, realizada pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos da Prefeitura do Recife. 

O objeto era a "contratação emergencial de pessoa jurídica, para prestação de serviço de  alojamento ou hospedagem emergencial e provisório para a população de rua em situação de vulnerabilidade, ao preço total de R$ 1.728.000,00". O contrato está sendo realizado por dispensa emergencial, com base na lei federal que regula compras para a covid-19 durante a pandemia. 

Apesar dos dois cancelamentos anteriores, segundo o TCE, a Prefeitura publicou a terceira dispensa emergencial com a mesma empresa, no último sábado (26 de setembro). A empresa foi aberta apenas em fevereiro de 2020, sendo que a Prefeitura do Recife tentou contratar a empresa já em março, apenas 21 dias depois da empresa ser oficialmente aberta. O capital social da empresa é de apenas R$ 100 mil. A contratação da Prefeitura do Recife era para pagar R$ 1,7 milhão para a empresa, 17 vezes o capital declarado da empresa. 

Em outro documento apresentado pelo MPCO, é comprovado que a empresa está irregular na inscrição estadual da SEFAZ-PE e mesmo assim foi contratada por emergência pela Prefeitura do Recife. Dentre as irregularidades apontadas, na decisão do TCE assinada por Teresa Duere, está a suspeita que a empresa era "de fachada", criada por uma família envolvida na política de Flores/PE, já investigada pela Polícia Federal na Operação Solaris, deflagrada em 2018. 

Em 2018, a Polícia Federal fez a Operação Solaris, que investigava desvio de recursos no Fundo Municipal de Saúde de Salgueiro/PE. O objeto da Solaris eram os pagamentos feitos a uma pousada localizada no Recife, para receber pacientes da Prefeitura de Salgueiro para receber tratamento de saúde no Recife, o chamado Tratamento Fora de Domicílio (TFD). Na época, a Polícia Federal disse que a pousada recebia os recursos públicos mesmo sem hospedar pacientes. A secretária municipal Ana Rita Suassuna Wanderley foi notificada pelo TCE, nesta quarta-feira (30), para apresentar a defesa da Prefeitura do Recife. Ela terá cinco dias para se defender.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


01/10


2020

O casal 20 na campanha

Livre do processo eleitoral de São Paulo, a deputada Tábata Amaral (PDT), noiva do deputado João Campos, já está integrada de corpo e alma à campanha do amor da sua vida, candidato a prefeito do Recife pelo PSB. Ontem, ela debutou na periferia recifense de graves constrastes sociais mal tratada pelo prefeito Geraldo Júlio, padrinho de João. Com direito à comemoração pelas redes sociais.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


01/10


2020

Marília lamenta decisão da Globo de não fazer debate

A candidata do PT à Prefeitura do Recife, Marília Arraes, se posicionou novamente, hoje, sobre a decisão da Rede Globo de não promover debate entre os prefeituráveis da capital pernambucana no primeiro turno. Ela lamentou a medida da emissora.

Leia a nota na íntegra:

Resposta à consulta sobre o Debate da Globo

A coligação Recife Cidade da Gente vem mais uma vez destacar que lamenta a postura da Rede Globo e o distanciamento do seu interesse de realização do debate entre os candidatos no primeiro turno.

No fundo, em seu comunicado enviado aos partidos, a Globo deixa de apresentar uma solução, impõe um formato restritivo, e joga a responsabilidade para que os partidos se entendam. 

É óbvio que com isso os preteridos não vão concordar, com justa razão. Também estranhamos a ausência de sabatinas feitas pelos telejornais, como de costume aconteceu em eleições anteriores. 

Na nossa visão o povo do Recife merece um amplo e democrático debate sobre os problemas da cidade e sobre o futuro, diante inclusive do estado de calamidade em que o Recife se encontra, em função não só da pandemia do coronavírus, mas também das fragilidades que a pandemia mostrou na administração municipal. 

A nós cabe deixar claro que Marília Arraes está à disposição para participar de todos os debates que possam ocorrer. 

A simples cobertura de agenda, por si só, é apenas um registro da dinâmica de campanha eleitoral, não da discussão de propostas dos candidatos.

Sem mais, 

Coligação Recife Cidade da Gente


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


01/10


2020

Bolsonaro é recebido aos gritos de mito em SJE

Na visita que faz a São José do Egito, no Sertão do Pajeú, o presidente Jair Bolsonaro foi saudado por apoiadores aos gritos de "mito". O chefe do Executivo veio a Pernambuco, hoje, para a inauguração da primeira fase da segunda etapa do Sistema Adutor do Pajeú, em São José, e também para visitar as obras do Ramal do Agreste, em Sertânia, na mesma região.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Wellington Antunes

Impressionante, milhares de apoiadores. Hehehe

JOÃO FREIRE CORRÊA LIMA

A petralhada chora kkkkkkkkk



01/10


2020

A chegada de Bolsonaro ao Pajeú

Confira imagens da chegada do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao município de São José do Egito, no Sertão do Pajeú.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


01/10


2020

Bolsonaro inaugura trecho de obra de abastecimento

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) chegou a Pernambuco, na manhã de hoje, para a inauguração da primeira fase da segunda etapa do Sistema Adutor do Pajeú, em São José do Egito, no Sertão, e também para visitar as obras do Ramal do Agreste, em Sertânia, na mesma região.

Bolsonaro desembarcou no aeroporto de Campina Grande, na Paraíba, e chegou de helicóptero no Sertão pernambucano por volta das 10h. Na chegada do comboio presidencial ao local da inauguração, às 10h40, foi registrada aglomeração de apoiadores.

O evento começou às 11h e o presidente participa da solenidade sem máscara. Ele veio acompanhado do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho; do ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno; e do ministro-chefe da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos. Segundo a agenda oficial, ele deve embarcar de volta para Brasília no início da tarde.

O trecho do Sistema Adutor do Pajeú irá abastecer quase 100 mil habitantes com água proveniente do Eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco, nas sedes das cidades de Carnaubeira da Penha, São José do Egito (e no distrito de Riacho do Meio), Tuparetama e Itapetim, além do distrito Tupanaci, do município de Mirandiba. Também será atendido o município paraibano de Princesa Isabel. O sistema todo irá beneficiar 14 municípios.

A primeira etapa, que está em operação desde 2014, abastece 200 mil moradores da região. A etapa inaugurada nesta quinta recebeu mais de R$ 245 milhões do Governo Federal, por meio do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS).

Já o Ramal do Agreste, que também será receptor das águas do Eixo Leste, está com 70,6% de execução - a previsão é de que as obras sejam concluídas em julho de 2021. A expectativa é de atender 68 municípios e mais de 2,2 milhões de habitantes.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


01/10


2020

Quem esconde o quê?

De um leitor: “Tenho visto uma cobrança para Marília Arraes assumir Lula e o PT. Mas na verdade ninguém briga pelo que tem. E todo mundo sabe que a rafameia petista não está com ela, e sim com João Campos, que anda fazendo inclusive críticas a essa rafameia.

Por outro lado, João Campos esconde Paulo Câmara e Geraldo Júlio, os escândalos de corrupção no Recife e o fato de sua família ter os bens bloqueados pela justiça, também por corrupção.

Ainda tem outros dois lados: um o da delegada Patrícia, que não gosta muito de trabalhar e passou boa parte da pandemia em casa por ser grupo de risco. Mas agora, ainda em meio à pandemia, ela anda pela cidade para pedir votos sem nenhuma preocupação e sem máscara. Ela também esconde a Senadora Selma (MT), cassada por caixa dois e abuso de poder econômico”.

O leitor preferiu não se identificar


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

O bozoloide agora critica Magno, essa direitalha é sem rumo.

JOÃO FREIRE CORRÊA LIMA

Não entendi o que a Senadora Selma tem haver com a Patrícia? Fosse assim, todo PSDB, PT, MDB e outros partidos que tiveram algum político envolvido em falcatrua, não poderia ter candidato. Me admira o Magno divulgar uma asneira dessa. Se seu irmão matar alguém, você vai ser condenado? Diferentemente, alguns candidatos defendem o Lula ladrão, o Geraldo Júlio e o Paulo Câmara. Neste caso sim, temos de ter cuidado e não elege-lo.