FMO janeiro 2020

01/08


2020

Barraqueiros protestam em Ipojuca pela volta ao trabalho

Barraqueiros de Porto de Galinhas, Serrambi e Maracaípe, em Ipojuca, organizaram, há pouco, um protesto para voltar ao trabalho. Com cartazes e faixas, caminharam pela faixa de areia das praias pedindo ao governo do Estado a autorização para retomar as atividades. Eles argumentam que, enquanto outros setores retornaram, os quiosques de praia continuam proibidos. Já são quase quatro meses sem atividade e muitas famílias sem renda.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Cabo de Santo Agostinho

Confira os últimos posts



05/09


2006

Falta de quórum ameaça extinção do voto secreto

Apesar de todos os líderes partidários defenderem o fim do voto secreto para processos de cassação de mandato, nos bastidores há um movimento para evitar a votação da matéria nesta terça-feira no plenário. A estratégia pode impedir o quórum na sessão. Como se trata de emenda constitucional, são necessários 308 votos a favor da medida.

O vice-líder do governo, deputado Beto Albuquerque (PSB-RS), defende que a proposta seja colocada em votação hoje, independente do quórum. Segundo ele, os ausentes terão que arcar com suas responsabilidades. ''Sabemos que há um movimento de esvaziamento da sessão'', reiterou o deputado Chico Alencar (PSOL-RJ).

Os deputados Fernando Gabeira (PV-RJ) e Raul Jungmann (PPS-PE) ameaçam divulgar na internet os nomes dos deputados que faltarem à sessão que irá votar o fim do voto secreto.

Alguns parlamentares defendem que a medida só seja votada com a presença de 400 deputados em plenário. Agora à tarde, registraram presença 259 deputados. Ontem, o quórum foi bem mais alto, de 321 deputados, mas muitos parlamentares já retornaram aos seus Estados alegando compromissos de campanha. As informações são de Andreza Matais, da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Serra Talhada

05/09


2006

Contas de Elias Gomes são rejeitadas no Cabo

 Por 8 votos a favor e três contra, a Câmara do Cabo, na Região Metropolitana do Recife, rejeitou as contas do ex-prefeito Elias Gomes (PPS) referentes ao exercício de 2001. Se já não estava bem, Elias se complicou no projeto de emplacar um mandato de deputado federal. Quem deve estar rindo à-toa é o prefeito Lula Cabral(PTB), seu principal adversário no município, que apóia a reeleição do deputado José Múcio Monteiro (PTB). A derrota do ex-prefeito deve refletir também na reeleição do seu filho, deputado estadual Betinho Gomes(PPS).


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Abreu e Lima - Prefeitura - Abreunozap

05/09


2006

Coligação quer proibir uso da expressão "a turma do Lula"

A coligação A Força do Povo, que representa o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, entrou com mais uma representação, nesta terça-feira, no Tribunal Superior Eleitoral(TSE) contra a coligação Por um Brasil Decente, do candidato à Presidência, Geraldo Alckmin. Nesta ação, a coligação de Lula pede a perda de 102 segundos no horário eleitoral, alegando que Alckmin utilizou trucagem e montagem de imagens e mensagens para ridicularizar o candidato Luiz Inácio Lula da Silva, além de fazer alegações inverídicas.

Na representação, a defesa de Lula afirma que a propaganda de Alckmin alterou o sentido de uma frase do presidente Lula durante lançamento do programa da reeleição, e a teria manipulado para criar uma relação com José Genuíno, José Dirceu, Sílvio Pereira, Luiz Gusshiken e Delúbio Soares, aos quais foram chamados de ''a turma do Lula''. O presidente Lula teria dito: ''Prezo as amizades. Ninguém deixará de ser meu amigo porque cometeu um erro, porque ficou desempregado e muito menos deixará de ser meu amigo porque eu virei presidente da República''. Os advogados afirmam na representação que quando o presidente Lula disse que quem cometeu erro não deixaria de ser seu amigo, o fez de forma genérica. Não disse a que erro e a que amigos se referia, portanto a relação seria caluniosa. Com informação do Globo Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Chiuchuzeiro, (Alckmin) e garupeiro de Pernambuco, essa turma que voces tanto se refere, se dependesse do Lula todos já teriam sido julgados e a punção cabe à Justiça. Agora vamos pagar a dívida do BNB.

irania Olivia Benicio

entre convicção e educa têm um "não". Perdão.

irania Olivia Benicio

morais com os quais tenho convicção educa seus filhos. No futuro, lhe abaterá desegrádavel vergonha, não se fez respeitar, o que é lamentável e muitíssimo estranho.

irania Olivia Benicio

Mauricio Rands com seu modo nojento de promover radical defesado PT, pisa nos valores

roberto lima

turma do lula Ouvi hoje no radio o sr mauricio rands dizer que foi eleito para "defender o governo do sr lula".Esqueceu ele que seus eleitores o elegeu para defender O PROGRAMA que eles apresentaram!!! ele tb esquece de dizer que foi o algoz dos apos. e lista 3 particip suas ;envergonha-se da prev



05/09


2006

Na pesquisa do PT Lula e Heloisa caem e Alckmin sobe

A pesquisa diária feita para consumo interno da campanha de Lula registra uma queda de dois pontos percentuais dele e um crescimento de Alckmin de dois pontos. Registra, também, queda de Heloisa Helena. Nada, por ora, capaz de tirar o sono de Lula e dos que tocam sua campanha. As informações são do blog de Noblat.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Acaba de dar no Datafolha Lula 51% Alckmin 27% e Heloísa Helena 9%. É goleada, e no segundo turno aqui em Pernambuco, É Eduardo.

guilherme alves

O que as pesquisas estão mostrando é variação na margem de erro, e, também,migração de HH para Geraldo. Não há, até agora, crescimento efetivo do Geraldo. Apesar do bombardeio.O que a população almeja é o fim do repetitivo, insosso e cansativo progama eleitoral.


Banco de Alimentos

05/09


2006

Mensaleiro não cassado custa R$ 27 mil mensais ao país

Passados um ano e 23 dias da decisão do Conselho de Ética favorável à cassação de José Janene(PP-PR), a mesa diretora da Câmara se reúne amanhã para marcar o dia do julgamento do mensaleiro, acusado de receber R$ 4,1 milhões do publicitário Marcos Valério. A votação será marcada para depois das eleições. Os sucessivos pedidos de licença médica do deputado, o julgamento de outros parlamentares e a falta de quorum em agosto e setembro deram sobrevida ao parlamentar - e mais ganhos salariais.

Enquanto isso, mesmo indiciado pela Procuradoria Geral da República e sob licença - alega problemas do coração - Janene engorda a conta bancária com o salário e benefícios que somam até R$ 27 mil mensais. Em um ano, o parlamentar já  custou ao país cerca de R$ 257 mil - R$ 120 mil só em salários. Mesmo longe de Brasília, as despesas com verba indenizatória chegam a R$ 18 mil em alguns meses - gastos com aluguel, combustível e alimentação, tanto para o deputado quanto para assessores. ''Chegou a hora de marcar o dia'', desabafa o presidente do Conselho de Ética, Ricardo Izar(PTB-SP). - Não deve ser no início de outubro, por causa da eleição. Há provas suficientes para que seja cassado, porque o parecer pela cassação foi unânime no Conselho, por 12 a 0. Informações de Leandro Mazzini, do JB Online.

 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

guilherme alves

Gastamos com muitos que não são mensaleiros e que não trabalham. É o mesmo nível de gasto.


O Jornal do Poder

05/09


2006

Câmara aprova projeto da Timemania

A Câmara dos Deputados aprovou esta manhã o projeto que cria a Timemania, loteria criada pelo Ministério do Esporte que prevê repasse anual de cerca de R$ 4 milhões aos clubes para quitarem suas dívidas. O plenário começa agora a discutir o projeto de lei complementar da Lei Geral de Micro e Pequenas Empresas.

Com a pauta livre de medidas provisórias na Câmara, depois da votação simbólica na noite de segunda-feira, há uma pressão do Judiciário e do Ministério Público para que sejam incluídos na pauta, em uma sessão extraordinária, outros projetos que estão em tramitação.

Um deles trata do Conselho Nacional do Ministério Público, criando cargos, definindo nova remuneração do Procurador Geral da República e outro, do Supremo Tribunal Federal, que trata do Conselho Nacional de Justiça, e dos salários de seus membros. Com informações da Agência Estado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Vamos procurar colocar em prática as leis de Agnelo, pois pelo menos são rígidas. Se os clubes não podem pagar um salário e repercussão dos encargos, que não façam, mandem irem jogar no exterior, agora pagar o que não pode e ficar devendo os encargos é que não dá. Haja timemania.

Embora seja apaixonado por futebol, não aceito muito essa saída, pois porque só os clubes de futebol tem benefício dos engargos através de jogos lotéricos. Afinal administrar um clube é como adminisrtra uma empresa, se não rtem competência sai. Agora o roubo é demais e o descaso também.


Potencial Pesquisa & Informação

05/09


2006

Vedoin depõe a portas-fechadas no Conselho de Ética

Os senadores bem que tentaram, mas o depoimento do empresário Darci Vedoin ao Conselho de Ética do Senado é fechado à imprensa. Somente os senadores e auxiliares mais próximos podem acompanhar o que diz o empresário, sócio da Planam.

O advogado de Vedoin, Otto Medeiros, pediu que o depoimento fosse fechado para que seu cliente "não fique constrangido" ao relatar para o Conselho detalhes sobre a suposta participação de três senadores na máfia das ambulâncias: Ney Suassuna (PMDB-PB), Serys Slhessarenko (PT-MT) e Magno Malta (PL-ES).

O senador Jefferson Péres, relator do processo contra Suassuna, protestou contra o depoimento secreto. Disse que no Congresso Nacional tudo deve ser público. Mas diante do pedido do advogado, acatou a sugestão. "A presunção é que, em sessão fechada, ele dirá coisas que não falaria em público. Se for assim, concordo com o depoimento reservado", disse Péres.

Além de Darci Vedoin, o Conselho de Ética ouve hoje o filho dele, empresário Luiz Antonio Vedoin, e o funcionário da Planam Ronildo Medeiros. A expectatita é que os outros dois depoimentos também sejam reservados.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Rodrigues da Silva

Esse Conselho de Ética é absolutamente desnecessário, pois o aquilo que pretendem observar inexiste neste país Brasil!

guilherme alves

É um grande paradoxo senador Perez, porque as grandes transações do Congresso são feitas as portas fechadas, e com graves danos ao patrimonio nacional. Depoimento desse tipo é coisa adjetiva, pois as substantivas são secretas.



05/09


2006

Tarso Genro quer aprovar a reforma política

 O ministro das Relações Institucionais, Tarso Genro, voltou a pedir o acordo entre os partidos, que ele chama de "concertação", para a aprovação da reforma política. Entre as medidas que julga necessárias, a fidelidade partidária, o financiamento público de campanha e, possivelmente, a votação em lista.

Durante entrevista ao programa Canal Livre Eleições, da TV Bandeirantes, na noite de segunda-feira, ele alertou que o sistema político brasileiro estaria esgotado e, caso a reforma não seja aprovada logo, poder-se-ia se chegar ao seu completo "desmantelamento" e à necessidade da convocação de uma nova Assembléia Constituinte.

Para Tarso Genro, a reforma só poderia ser realizada a partir de um acordo entre os grandes partidos brasileiros - incluindo PSDB e PFL - que reunisse algo entre 60% e 70% dos parlamentares. "O Brasil pode dar o exemplo de fazer uma reforma política forte, no momento inclusive em que nós atravessamos uma crise", salientou o ministro.

Sem citar a responsabilidade do Executivo, ele sustentou que o surgimento dos sanguessugas, mensalão e outras mazelas seria derivado do atual sistema político, e da forma como os partidos proporcionam a governabilidade. "Esta é a questão-chave, se nós não compreendermos isso nós vamos chegar a um limite de impasse", afirmou. Com Agência Estado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Rodrigues da Silva

Após Mauricio Rands é Tarso Genro o babaca maior do PT. Ninguém os igualha, são imbatíveis cretinos!

guilherme alves

Desde os anos 80 que se fala nessa tal reforma política. A mesma não prospera porque os políticos não desejam.



05/09


2006

PT quer voto aberto porque conta com reeleição de Lula

 O deputado José Carlos Aleluia (PFL-BA) afirmou hoje que o PT defende o voto aberto na Câmara dos Deputados porque conta com a reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e quer facilitar a eleição de presidente da Câmara de sua base. Em entrevista à rádio CBN, Aleluia disse que o voto secreto é uma tradição da República e que seu partido não admite o voto aberto.

Aleluia disse que acredita na vitória de ''seu candidato'', em referência a Geraldo Alckmin (PSDB), e que, por isso, quer voto secreto. ''Quero que façamos disputa interna da Câmara'', defendeu. Ao lado do presidente nacional do PT, Ricardo Berzoini, que é coordenador geral da campanha de Lula, Aleluia atacou: ''Quem ouve Berzoini falando, esquece que o partido dele foi responsável pelo mensalão''. As informações são do portal Terra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

guilherme alves

Sutil a opinião do Aleluia, ou seja, os pefelistas estão arrumando esse gancho para que tudo fique como está e as pizzas continuem. Arruma outra Aleluia.

Severino Isidoro Fernandes Guedes

Esse PFL é mesmo cínico, se diz paladino da moralidade, mas não quer que o voto em plenário para cassação de parlamentares corruptos seja aberto. Sabem por que? Porque a ética passa bem longe desse partido (grão-mestre do conservadorismo). É por essas e outras que Lula está dando de lapada neles.

Raimundo Eleno dos Santos

Aleluia é espoleta de ACM. Tudo que ele disser disseram para ele dizer. Funciona como um boneco de ventríloco. O painel do senado foi violado. O espião queria ter acesso ao que era secreto. Se o voto for aberto, acaba-se a brincadeira do furto de informação.ACM pode ficar encabulado.



05/09


2006

Senado: a leitura do voto espontâneo

 Quem entende de pesquisa garante que a intenção de voto espontânea é a melhor referência sobre o resultado da eleição, pois quando chega diante da urna o eleitor não tem a cartela apresentada pelos institutos de pesquisa. O que conta é a sua vontade de votar em determinado candidato.

Por este raciocínio, na disputa pelo Senado em Pernambuco, o ex-governador Jarbas Vasconcelos (PMDB) dá saltos na pesquisa espontânea, segundo o Ibope – único instituto que vem fazendo levantamentos quinzenais – desde o início de agosto passado. No dia 1º. de agosto, no levantamento espontâneo, Jarbas tinha 14%, passou para 21% no dia 17 e chegou a 34% no dia 31.

Por outro lado, o número de eleitores indecisos caiu de 72% no início de agosto para 53% no final do mês. Os que desejam votar em branco ou anular o voto caíram de 12% em 1º. de agosto para 7% no dia 31. E o candidato do PMDB foi o principal beneficiado pela definição dos eleitores.

Seus adversários também cresceram na espontânea: Luciano Siqueira (PCdoB) passou de 1% para 3% e Jorge Gomes (PSB) de 0% para 3%. Na pesquisa estimulada, de acordo com o Ibope, Jarbas tem 69%, contra 6% de Jorge e 5% de Luciano.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

IVAN INÁCIO DE OLIVEIRA

JARBAS CHAMOU EDUARDO CAMPOS DE MENTIROSO . É PORQUE JARBAS NUNCA MENTIU , TUDO QUE ELE DISSE NO PASSADO SOBRE ROBERTO MAGALHAES MARCO MACEIL E A PEELÂNDIA É VERDADE. ESSE JARBAS MARMELADA. O POVO PERNAMBUCANO CONHECE

Severino Isidoro Fernandes Guedes

Jarbas não merece o voto e o respeito de ninguém. Ele e Roberto Freire são dois trânsfugas, dois traidores das causas populares. Merecem ir (e irão) para a lata do lixo da história, por terem vendido suas almas à direita e ao conservadorismo retrógrado para chegar ao poder.

como são muito amigos de vez em quando é bom Jarbas conversar com o Roberto Magalhães, sobre eleição e principalmente sobre pesquisas.

Drácula

JARBAS... ELEITO POR ACLAMAÇÃO.....

caca di serrat

JARBAS CHAMOU EDUARDO CAMPOS DE MENTIROSO . É PORQUE JARBAS NUNCA MENTIU , TUDO VERDADE QUE ELE DISSE NO PASSADO SOBRE ROBERTO MAGALHAES MARCO MACEIL E A PEELÂNDIA . ESSE JARBAS MARMELADO. QUE POVO PERNAMBUCANO CONHESE



05/09


2006

Aldo acredita na votação da PEC do voto secreto

O presidente da Câmara dos Deputados, Aldo Rebelo (PCdoB-SP), acredita na votação esta noite da PEC (Proposta de Emenda Constitucional) que acaba com o voto secreto no Congresso Nacional. Aldo acha que a Câmara vai conseguir reunir o quórum mínimo de 308 deputados necessários para a votação da PEC. “Boa parte dos deputados pensava que não haveria votação ontem, e houve”, disse.

 

Na noite desta segunda-feira, os deputados limparam a pauta da Câmara e aprovaram simbolicamente 20 Medidas Provisórias que impediam a votação de outras matérias. “O Congresso trabalha com a divergência e o dissenso, mas quando há interesse público, votamos”, disse.

 

A tendência dos parlamentares é acabar com o voto secreto no Congresso, mas com exceção para a eleição das Mesas Diretoras da Câmara e do Senado. A oposição insiste em abrir essa brecha na PEC. Na noite de ontem, os governistas sinalizaram que estão dispostos a fechar o acordo para viabilizar a votação da PEC. O voto secreto vale, atualmente, para processos de cassação de parlamentares, vetos presidenciais, escolha de diretores de agências reguladoras, Banco Central e embaixadores, além da eleição das Mesas Diretoras.

 

Aldo Rebelo afirmou que vai discutir a possibilidade dessa exceção com os líderes esta tarde, antes da votação. O presidente da Câmara pretende garantir a votação da PEC hoje em primeiro turno. Com informações da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


05/09


2006

Nova enquete: quem faz o melhor guia eleitoral?

Quem faz o melhor guia eleitoral em Pernambuco? Decida! Faça sua escolha votando na nova enquete do blog, optando entre os programas dos três principais candidatos a governador - Mendonça Filho, do PFL, Humberto Costa, do PT, e Eduardo Campos, do PSB. O blog agradece sua participação.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


05/09


2006

Vedoin depõe ao Conselho de Ética do Senado

O empresário Luiz Antonio Trevisan Vedoin, sócio-proprietário da Planam, depõe a partir das 11h30 ao Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado. Ele responderá a perguntas sobre a suposta participação de três senadores na máfia que vendia ambulâncias e equipamentos médicos superfaturados a prefeituras e outros órgãos públicos..

Vedoin é tido como o chefe do esquema pela Justiça, pela Polícia Federal e pela Comissão Parlamentar de Inquérito Mista (CPI) das Sanguessugas, cujo relatório parcial aponta os três parlamentares como envolvidos nas fraudes.

Também prestarão depoimento o pai e sócio de Luiz Antonio na Planam, Darci Vedoin, e o empresário Ronildo Pereira Medeiros. A partir das informações prestadas pelos três à Justiça, à PF e à própria CPI, a comissão parlamentar de inquérito concluiu pela participação nas fraudes dos senadores Ney Suassuna (PMDB-PB), Magno Malta (PL-ES) e Serys Slhessarenko (PT-MT). Com informações do Portal IG.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


05/09


2006

Ex-governador muda versão dada sobre o mensalão

 Mais de um ano depois de dizer que havia alertado o presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre a existência do esquema do mensalão, o ex-governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), decidiu, ontem, dar mais detalhes da conversa, incluindo uma suposta resposta do presidente dada na ocasião.

O diálogo ao qual Perillo se refere veio à tona em junho do ano passado, logo após o ex-deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ) denunciar o mensalão. À época, ainda governador de Goiás, Perillo disse ter avisado o presidente que ouvira rumores do caso, ao recebê-lo em solenidade em Rio Verde (GO), em 5 de maio de 2004.

Ontem, a menos de um mês da eleição, Perillo decidiu retomar o assunto. "Não adianta ele [Lula] falar que não sabia do mensalão. Eu o avisei em Rio Verde", disse. "E ele me falou: "Marconi, cuida dos seus deputados, que eu cuido dos meus''".

Perillo é candidato a uma vaga ao Senado. Segundo pesquisa Ibope divulgada na semana passada, ele lidera com 66%.

Essa suposta resposta dada pelo presidente não havia sido revelada até então. Em 26 de julho do ano passado, no auge da crise do mensalão, Perillo enviou uma carta ao Conselho de Ética da Câmara na qual dizia que Lula teria dito "não ter conhecimento do assunto".

Na carta, Perillo dizia: "Relatei ao senhor presidente da República que ouvira rumores sobre a existência de mesada a parlamentares [...] Ele disse que não tinha conhecimento e que ia tomar as providências que o assunto requeria".

A carta foi ignorada na denúncia da Procuradoria Geral da República e não consta do relatório da CPI dos Correios, que apurou o caso. Perillo não respondeu por que só citou a conversa em detalhe agora. A declaração foi dada enquanto aguardava Geraldo Alckmin (PSDB) em Jataí (GO).

Mais tarde, Alckmin comentou a fala de Perillo: "Essa história de que não sabia de nada, é evidente que ninguém acredita nisso. Não há compromisso com a verdade. Veja a questão do [Paulo] Okamotto, fala uma coisa e depois fala outra, os ministros que saíram, grandes amigos e depois diz que os demitiu", disse citando o conflito de versões dadas para explicar o pagamento de uma dívida de Lula com o PT, paga por Okamotto, amigo do presidente.

Há dois meses, já licenciado do cargo para concorrer ao Senado, Perillo disse à Polícia Federal que soube do caso por meio da deputada Raquel Teixeira (PSDB-GO), que teria recebido do deputado Sandro Mabel (PL-GO) proposta de R$ 1 milhão para mudar de partido. Mabel foi absolvido pela Câmara, e Raquel Teixeira foi advertida.

O escândalo do mensalão foi investigado por duas CPIs. No total, 19 deputados foram acusados pela CPI, mas quatro renunciaram antes da abertura dos processos. Outros 15 enfrentaram processos, mas apenas três tiveram mandatos cassados: José Dirceu (PT-SP), Pedro Corrêa (PE) e Roberto Jefferson. O processo de José Janene (PP-PR), licenciado, segue pendente até hoje. As informações são da Folha de S. Paulo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Lula também é culpado de ter,como metalúgico, fabricado os pregos q foram usados na crucifixão de Cristo.Também por ter colocado mau cheiro na urina do gambá.Lula é um horror.Vamos puní-lo.Façamos o seguinte:Quando for votar digite o 13 e detone a tecla verde-CONFIRME. Prenda-o em Brasília por 4anos

guilherme alves

Será Perillo o novo Vedoin? Muda de opinião a cada estação. É por essa e por outras que a classe política não tem credibilidade. Se a versão é a de hoje, por que não falou no ano passado no calor das denúncias? Qual a verdadeira? Dá para acreditar no Perillo?



05/09


2006

Prefeitos de Pernambuco são multados pelo Tribunal

O Tribunal de Contas de Pernambuco julgou mais cinco processos de gestão fiscal referentes a prefeituras e câmaras do interior. Prefeitos e presidentes de câmaras foram multados por não terem enviado ao TCE cópia do RGF (Relatório de Gestão Fiscal) do exercício de 2005. O relator dos processos foi o conselheiro Valdecir Pascoal.

A prefeita de Bonito, Maria Lúcia Heráclio de Souza Lima, não emitiu os Relatórios de Gestão Fiscal do 1º, 2º e 3º quadrimestres de 2005 nem tomou medidas administrativas para reduzir o montante de despesa com a folha de pessoal, que estava em 56,62% da Receita Corrente Líquida no final do exercício de 2004. Ao contrário, permitiu que no final do exercício de 2005 esse percentual se elevasse para 57,24%. Em razão disso, terá que pagar uma multa de R$ 12.000,00 (doze mil reais), o que corresponde a um terço dos subsídios auferidos naquele exercício.

Já o prefeito de Ipojuca, Pedro Serafim de Souza Filho, deixou de enviar ao TCE o Relatório de Gestão Fiscal do 3º quadrimestre de 2005 e terá que pagar uma multa de R$ 10.080 (dez mil e oitenta reais) por descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal e da Resolução TC nº 10/2005 do Tribunal de Contas.

O terceiro prefeito punido pelo TCE com pena de multa por não ter enviado em tempo hábil o Relatório de Gestão Fiscal, referente ao 2º semestre de 2005, foi o do município de Jaqueira, Amadeu Henrique Barros de Oliveira. Por infração à LRF, ele terá que pagar uma multa de R$ 12.858,75 (doze mil, oitocentos e cinqüenta e oito reais e setenta e cinco centavos).

Finalmente, foram multados pelo TCE, pelas mesmas razões, os presidentes das Câmaras Municipais de São João e Cabo de Santo Agostinho, Reginaldo Falcão da Silva e Gessé Valério de Oliveira, respectivamente. O primeiro não enviou ao TCE, como manda a Lei, o Relatório de Gestão Fiscal do 2º semestre de 2005 e agora vai ter que pagar uma multa de R$ 3.938,81 (três mil novecentos e trinta e oito reais e oitenta e um centavos). Quanto ao segundo, terá que pagar uma multa de R$ 6.600 (seis mil e seiscentos reais) por não ter enviado ao TCE a cópia do RGF do 3º quadrimestre de 2005. As informações são do site do TCE.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Tem chefe de executivo municipal que,se pudesse levaria o telhado, as louças sanitárias e o mobiliário das repartições para seus armazéns.Primeiro: constrói com material de 2ª e 3ª e registra que utilizou de 1ª.Tudo superfaturado.NF(Notas Frias) etc.etc.etc.Carros Zero;apts. à beira mar;sítios...



05/09


2006

Dona Flor e seus dois maridos

 Quem não lembra do filme Dona Flor e seus dois maridos, que fez o maior sucesso no Brasil? Se alguém não lembra, o enredo é mais ou menos assim: Durante o carnaval de 1943 na Bahia, Vadinho (José Wilker), um mulherengo e jogador inveterado, morre repentinamente e sua mulher, Dona Flor (Sônia Braga), fica inconsolável, pois apesar dele ter vários defeitos era um excelente amante.

 

Mas após algum tempo ela se casa com Teodoro Madureira (Mauro Mendonça), um farmacêutico que é exatamente o oposto do primeiro marido. Ela passa a ter uma vida estável e tranqüila, mas tediosa e, de tanto ''chamar'' pelo primeiro marido, ele um dia aparece nu na sua cama.

 

Então, ela pede ajuda a uma amiga, dizendo que quase foi seduzida pelo finado esposo. Um pai de santo se prontifica a afastar o espírito de Vadinho, mas existe um problema: no fundo, Flor quer que ele fique, pois há um forte desejo que precisa ser saciado.

 

Na política, você associa a essa estorinha a quem? Ao papel que o presidente Lula está exercendo na sucessão estadual, ou seja, ele, por ser do PT, tem que demonstrar fidelidade a Humberto Costa, mas seus desejos só se materializam com Eduardo Campos, que não é do PT, mas tem, infinitamente, um poder maior de sedução.

 

Hoje, em Caruaru, Dona Flor vai aterrissar no Aerolula abraçado com seus dois maridos. A princípio, só Eduardo teria o privilégio de viajar ao lado do petista, mas Humberto, avisado por correligionários de que iria pegar mal ficar em Caruaru a espera do presidente, enquanto Eduardo se abraçava com ele no avião, resolveu pegar um jato, hoje, pela manhã, para dividir o amor com Dona Flor.

 

Tem coisa mais ridícula, hoje, na política de Pernambuco?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

guilherme alves

A versão foi atualizada. No relançamento o título é: Dona Flor e seus três maridos. Falta o Mendonça que não viaja e fica morrendo de ciúme.

O magno TA de parabéns pela criativa nota, foi buscar lá na Bahia, do inspiradissímo Jorge Amado, essa feliz comparação, surgiro ao competente jornalista uma busca na literatura pernambucana, algo sobre o emprestímo da familia MENDONÇA.Uma semana pernambuco todo comentando e nehum pio do magno.fala,

Drácula

lulala

Drácula

SE LEMBRAM DA CENA EM QUE A DONA FLOR ESTÁ ENSINANDO AS AMIGAS A FAZER UMA MUQUECA? ENQUANTO ELA ENSINA.. O VADINHO CHEGA POR TRÁS DE UMA AMIGA E CRÉU!!!!!. É MAIS OU MENOS ASSIM A CENA DOS DOIS CANDIDATOS COM O LULA..QUE NO CASO É O "VADINHO"........HAHAHAHAHAHA

Fabio Henrique Cavalcanti Pedrosa

Pedro, eu concordo contigo. Foi isso que quis dizer. Um abraço!