Faculdade de Medicina de Olinda 2

08/11


2019

Defesa de Lula vai à Curitiba se reunir com o ex-presidente

A defesa do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi até a superintendência da Polícia Federal (PF) em Curitiba, na manhã de hoje, para se reunir com ele.

Ontem, depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou a prisão após decisão de segunda instância, o advogado Cristiano Zanin afirmou que entraria com um pedido para a "imediata soltura" de Lula. Zanin chegou à PF por volta das 10h.

Por 6 votos a 5, o STF alterou um entendimento adotado desde 2016. A maioria dos ministros decidiu que, segundo a Constituição, ninguém pode ser considerado culpado até o trânsito em julgado (fase em que não cabe mais recurso) e que a execução provisória da pena fere o princípio da presunção de inocência.

Os procuradores da Operação Lava Jato afirmaram em nota, na noite de quinta, que a decisão do STF impactará nos resultados da força-tarefa e que "está em dissonância com o sentimento de repúdio à impunidade e com o combate à corrupção".

Os ministros Dias Toffoli e Edson Fachin disseram que a decisão não significa que haverá liberação automática de presos. Os juízes vão analisar caso a caso.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Abreu e Lima

Confira os últimos posts



11/11


2019

Ser corrupto é padecer no paraíso. Ô-lê-lê!

O cientista político The Gaulle afirmou que o freio de mão contra a Operação LavaJato para punir os corruptos somente na nonagésima instância é uma decisão muito séria, revela o bicho-grilo Adalbertovsky em sua cantoria no alto das montanhas da Jaqueira. “Depois de combater as tenebrosas transações de corrupção, a LavaJato cumpre a sua Via Dolorosa. Fica decretado que ser corrupto é padecer no paraíso verde-amarelo até o Dia do Juízo Final. Ô-lê-lê! Ô-lá-lá!”.

“Alegrai-vos, corruptos, com o tráfego em julgado no Dia de São Nunca! Alegrai-vos, camarilhas do Mensalão, do Petrolão, dos corruptos do BNDES e das estatais! Não vos inquieteis! A prescrição dos processo da LavaJato já está a caminho. Ó venerável Ulysses Guimarães, penhor da Constituição Cidadã! Ó Constituição, quantas patifarias estão sendo cometidas em teu nome!”.

“Um passarinho me contou que a mundiça vermelha está celebrando pelo avesso a cantoria do profeta Ruy Barbosa chamada de “Oração aos Moços, às Moças e à Galera da Terceira Idade”, publicada na conta do cabeção no Instagram. “De tanto ver triunfar as sumidades; de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos  colaboradores da Operação LavaJato, os homens do sexo masculino chegam a desanimar-se das roubalheiras, a rir-se da desonra, a ter vergonha de ser desonesto”.

A crônica do bicho-grilo Profeta Adalbertovsky está publicada no Menu Opinião. Metam os peitos!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Qual Queiroz, o do Flávio ou o do Lindbergh?

marcos

Corrupção tem em todo lugar, agora fã clube de corrupto só no Brasil!

Fernandes

Soltar o Lula é fácil. Quero ver prenderem o Queiroz? KKKK

Fernandes

Áudios envolvem Bolsonaro e igrejas brasileiras no golpe na Bolívia. Matéria públicada pelo site Brasil 247 envolvem o governo Bolsonaro e igrejas pentecostais do Brasil no Golpe na Bolívia.


Prefeitura de Paulista

11/11


2019

Inaldo, tu sôis bom!

Por José Adalberto Ribeiro

Fico triste com a partida prematura de Inaldo, triste partida. Existe o principio existencial de que devemos saudar os que partem com bons sentimentos. Sim, mais que isto, por uma questão de justa fidelidade à memória de quem reverenciamos. Um pouco mais jovem do que eu, Inaldo brilhava e brilha na geração do nosso jornalismo impresso desde a década de 1980. Deixou um legado na galeria da Imprensa pernambucana.   

Inaldo na coluna “Pinga-Fogo” no Jornal do Commercio e eu na coluna Diário Político do Diário de Pernambuco, vivenciamos o apogeu do jornalismo impresso em Pernambuco. Foi o trem da história que passou na vida de nossas gerações nas décadas de 1980 e 1990.

Louvando o que bem merece, seja dito: Inaldo era um ótimo jornalista e também ótimo músico instrumentista de saxofone. Uma vez assisti uma performance dele na banda Pinga Fogo e fiquei empolgado com o repertório e com os trinados do sax. Eu disse a ele: “Tu sôis bom, bicho”. Ele respondeu na brincadeira: “Que nada, bom sôis tu”.

Diletante na música e admirador dele, emprestei-lhe um LP intitulado “Ronnie Aldrich e seus dois pianos”, com repertório de clássicos universais, de Mozart, Schubert, Chopin, gênios. Inaldo adorou. O tema de “Elvira Madigan”, de Mozart, sublime criação da natureza humana!     

Ele e eu almoçamos certa vez no antigo restaurante Lobster na Av.Rui Barbosa com o então governador Miguel Arraes. De modo meio enigmático, o “mito” na época nos recomendou que devíamos valorizar cada centímetro de jornal para abordar temas de interesse do povo. Inaldo ouvia o mito com atenção reverencial. O “pessedista” Arraes, como dizia, era um dos seus ídolos e o velho gostava dele. Se entendiam nos roçados da política interiorana.      

Pertence a uma família de irmãos vitoriosos e bem sucedidos nas suas áreas de atuação, a exemplo do competente e também respeitável editor Ivanildo Sampaio, a quem rendo homenagem como jornalista da melhor estirpe.      

Ele era conhecido por seus “arquivos implacáveis”, tipo aqueles fichários com relatos sobre os cenários e personagens da cena política, nacional e local. Também de boa memória, conhecia, de salteado e de cor, os viventes e os fatos da nossa fauna e nosso flora política. Conhecia e gostava do traçado.

A vida física foi ingrata para Inaldo. Devido a uma cirurgia mal sucedida, perdeu a articulação no joelho e ficou com a perna travada. Com mobilidade limitada, tornou-se um sedentário, ele um andarilho da notícia nas nuvens da política. Certamente sofria no coração, mas não externava amargura por essa limitação física. Resultado é que ficou obeso.   

Construiu uma boa família, viveu cercado da melhor estima de familiares, parentes, aderentes, conterrâneos, amigos e conhecidos. 

Tinha um viés progressista de esquerda no sentido humanitário, do bem.  

Nesta despedida, recorrendo ao gênio de Mozart, dedico o tema  de “Elvira Madigan” em reverência à boa memória do amigo e repito: “Tu sôis bom, Inaldo!”.
 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Serra Talhada

11/11


2019

Jornalismo político empobrece com morte de Inaldo

Meu conterrâneo do Sertão do Pajeú, de São de José do Egito, reino da cantoria, o jornalista político Inaldo Sampaio, 64 anos, faleceu de madrugada. Ele teve problemas pós cirúrgico na luta contra o câncer.

 

Inaldo foi um dos mais talentosos colunistas do País. Antes de assinar a coluna Pinga Fogo, no Jornal do Comércio por muito tempo, foi repórter da sucursal de O Globo, no Recife, colunista da Folha de Pernambuco e ultimamente assinava coluna no Diário de Pernambuco.

Seu sepultamento será às 17 horas, no cemitério Morada da Paz. Inaldo deixa uma legião de leitores e amigos. Deixa também um vácuo na música. Era saxofonista da banda Pinga Fogo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Ary Siqueira da Cunha Filho

Lamentavelmente, perdemos nesta madrugada um dos nossos melhores jornalistas político, que sempre imparcial e atualizado, nos propiciava estar em dias com a boa política. Que DEUS receba Inaldo Sampaio de braços abertos e aos familiares, parentes e amigos muita Força e Fé nesse momento de grande dor.



11/11


2019

Bolsonaro e Lula miram o Nordeste

Os presidente Bolsonaro e o ex-presidente Lula viajam à região com agendas distintas. O Presidente vai a Campina Grande inaugurar complexo do Minha Casa, Minha Vida. Petista dá pontapé inicial em saga pelo país.

Fotos: Antonio Cruz/Agência Brasil - Valter Campanato/Agência Brasil

O Globo - Por Gustavo Maia e Sérgio Roxo

 

Em lados opostos do xadrez político, o presidente Jair Bolsonaro e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva têm agendas previstas no Nordeste esta semana. Bolsonaro deve chegar hoje a Campina Grande , segunda maior cidade da Paraíba, para entregar um complexo habitacional com 4,1 mil moradias do Minha Casa, Minha Vida . Criado em 2009 no governo do petista, o programa terá o nome alterado no mês que vem. Já Lula deve iniciar na região suas viagens pelo país na fase pós-prisão. Nesta segunda, o petista começará a definir o seu calendário de atividades e a sua linha de atuação como opositor ao presidente.

A viagem de Bolsonaro ao município paraibano já estava programada havia semanas, mas coincide com a retomada política de Lula, que tem no Nordeste seu principal reduto. No segundo turno das eleições do ano passado, Bolsonaro venceu o candidato do PT, Fernando Haddad , em apenas três cidades da Paraíba, entre elas Campina Grande, onde obteve o melhor resultado no estado, 56,3% dos votos válidos. Ele também saiu vitorioso em João Pessoa (54,8%) e em Cabedelo (50,9%). No estado, o petista obteve 65% dos votos contra 35% de Bolsonaro.

Esta será a quinta viagem de Bolsonaro ao Nordeste em mais de dez meses de mandato. Em maio, ele esteve em Pernambuco , passando por Recife e Petrolina no mesmo dia. Já em julho, foi à inauguração de um aeroporto em Vitória da Conquista, em meio a uma briga com o governador da Bahia , o petista Rui Costa . Em agosto, voltou ao estado para a inauguração de um projeto de energia solar em Sobradinho e foi a Parnaíba, no Piauí. Bolsonaro vai a Campina Grande acompanhado do ministro do Desenvolvimento Regional , Gustavo Canuto, e de aliados. Eles serão recebidos pelo prefeito da cidade, Romero Rodrigues (PSD).

As famílias contempladas pelas moradias têm renda de até R$ 1,8 mil mensais. O Ministério do Desenvolvimento Regional informou que o Complexo Habitacional Aluízio Campos possui 3.012 casas e 1.088 apartamentos de até 48 m², avaliados em R$ 61 mil cada, com cota para famílias com pessoas com deficiência e com bebês vítimas de microcefalia.

O empreendimento dispõe de 70 ruas asfaltadas, iluminação pública em led, duas avenidas com acesso à BR-104, dois ginásios cobertos, três creches, duas escolas, duas Unidades Básicas de Saúde (UBS), um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e dez praças com academias de saúde.

De acordo com a Presidência, o evento terá convidados da Prefeitura de Campina Grande, a proponente do evento, como sempre acontece em atos como esse. Bolsonaro deve decolar de Brasília por volta das 6h30. O compromisso é às 10h.

Festival para Lula em Recife

Lula deve participar da versão pernambucana do festival musical batizado “Lula Livre” no dia 17 em Recife. Ainda existe possibilidade de o ex-presidente visitar Salvador na quinta-feira para participar de uma reunião da executiva do PT que acontecerá na cidade. Se isso ocorrer, o partido pode organizar também um evento público para o ex-presidente ter contato com o povo. Petistas avaliam que Lula deve continuar a ser duro nos ataques a Bolsonaro e à Lava-Jato .

— Ele saiu muito grande de lá (prisão). O PT tem que ter juízo, sabedoria e planejamento para potencializar isso a favor do Brasil — afirmou Márcio Macedo, um dos vice-presidentes do PT.

Desde o tempo em que comandava o país, o ex-presidente tem os seus melhores índices de aprovação entre os eleitores nordestinos. A região foi a única na eleição do ano passado em que Bolsonaro perdeu para o petista Fernando Haddad .

Lula também já acertou que fará um pronunciamento na abertura do congresso do PT, no dia 22, em São Paulo. Para esse discurso, o ex-presidente pediu a assessores um amplo levantamento da situação do país baseado em números. O ex-presidente deve usar a fala para dar a orientação política ao partido para os próximos anos. Lula vai abordar a situação atual do Brasil e projetar os caminhos que enxerga para o futuro.

O ato de sábado na frente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC , em São Bernardo, foi avaliado como positivo. Lula celebrou principalmente a presença dos jovens. A expectativa é que ex-presidente volte a despachar nesta segunda-feira em seu instituto no bairro do Ipiranga, na Zona Sul de São Paulo.

- O Lula estava muito animado para viajar pelo país e feliz com o que encontrou em São Bernardo - disse o ex-deputado Jilmar Tatto.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Tem muitas uma diferenças, um é Presidente e o outro é Presidiário!


Prefeitura de Limoeiro

11/11


2019

Augusto Aras tem atuação afinada com Bolsonaro

Em 1 mês e meio na PGR, Aras tem atuação afinada com Bolsonaro. Procurador-geral da República arquiva pedido de indenização a uma comunidade indígena e abre espaço a procuradores bolsonaristas.

JBolsonaro cumprimenta o procurador-geral da República, Augusto Aras, Foto: Jorge William / Agência O Globo

O Globo - Vinicius Sassine

 

Em um mês e meio como procurador-geral da República (PGR), Augusto Aras tem tido uma atuação sem atritos com o presidente da República, Jair Bolsonaro. Escolhido para o cargo fora da lista tríplice votada pela categoria, Aras já arquivou um pedido de indenização a comunidades indígenas. No caso Marielle Franco , descartou abrir investigação sobre a suposta citação ao nome de Bolsonaro por um dos acusados do crime, e determinou abertura de inquérito sobre o porteiro que citou o nome do presidente. Aras também abriu espaço a procuradores considerados bolsonaristas em seu gabinete.

Dentro do Ministério Público Federal (MPF) , os primeiros atos de Aras foram vistos como esperados, dado o contexto de sua indicação ao cargo. Quando escolheu Aras para chefiar a PGR, Bolsonaro explicou que o principal critério foi a busca por um procurador-geral que não fosse “xiita” em áreas como a ambiental.

Neste tema, Aras já mudou uma posição adotada por sua antecessora, Raquel Dodge.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Capacitação de Candidatos

11/11


2019

Emprego: presidente lança hoje Programa Verde Amarelo

Bolsonaro lança Programa Verde Amarelo para estimular a contratação de jovens entre 18 e 29 anos e pessoas acima de 55. Saiba o que está previsto no pacote do emprego que será anunciado nesta segunda.

Foto: José Cruz/Agência Brasil

O Globo

 

O presidente Jair Bolsonaro lança nesta segunda-feira, às 17h, o  Programa Verde Amarelo para estimular a geração de emprego. O conjunto de ações — implementado por meio de medida provisória (MP) — será  restrito a jovens entre 18 anos e 29 anos  e pessoas acima de 55 anos de baixa renda, com remuneração de até 1,5 salário mínimo.

Os contratos de trabalho terão duração de dois  anos,  a serem assinados a partir de janeiro de 2020, sendo permitidas contratações até o fim de 2021.

A estimativa é que o programa contemple um universo de três milhões de jovens no primeiro emprego.

Para os empregadores, a vantagem é a redução dos  encargos trabalhistas. Segundo estimativa do economista José Pastore, o pacote de medidas vai resultar em uma desoneração da folha de 50%.  

Os únicos encargos que vão sobrar são a contribuição do FGTS, reduzida de 8% para 2%, e o Seguro de Acidente de Trabalho (SAT). Todos os demais, como recolhimentos para Previdência, Sistema S e salário-educação, serão zerados.

Além disso, a multa do FGTS nas demissões sem justa causa cairá de 40% para 20%.

As empresas não poderão substituir trabalhadores atuais por outros que tenham um custo menor.  Elas  só poderão contratar na nova modalidade empregados que excedam o montante existente quando do envio da MP ao Congresso.

Para compensar a perda de arrecadação com a desoneração da folha, o governo pretende usar os recursos que serão poupados a partir do pente-fino nos benefícios do INSS, que devem atingir R$ 9,8 bilhões este ano. Para 2020, espera-se uma redução de gastos graças ao pente-fino da ordem de R$ 20 bilhões.

Segundo fontes a par das discussões, o programa  será acompanhado de outras medidas na área trabalhista, como a redução da burocracia nos acordos entre empresas e funcionários sobre temas como banco de horas, horas extras e acordos judiciais.

A ideia é liberar totalmente os patrões das negociações com sindicatos quanto a banco de horas, por exemplo. Hoje, as empresas só podem negociar individualmente bancos de horas com duração de até seis meses.

Para Pastore, o programa do emprego deverá ter maior adesão de empresas de médio porte. São elas que geralmente se mostram mais cautelosas em momentos de retomada da atividade, preferindo trabalhar com informais. Com o programa, estes empregados poderão ser formalizados, comenta Pastore.

— Haverá uma forte desoneração, e o programa tem um nicho crítico importante — destaca Pastore, lembrando que um dos objetivos é beneficiar os trabalhadores mais vulneráveis.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Magno coloca pimenta folha

11/11


2019

Câmara discute mudanças na constituição para 2ª instância

Discurssão é neste segunda (11), na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados.

Antonio Cruz/ Agência Brasil

 

Do G1 

 

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara tem sessão marcada nesta segunda (11) para discutir mudanças da Constituição que viabilizariam a prisão de condenados na 2ª instância. 

O debate ganhou força após o STF derrubar, na semana passada, uma decisão do próprio tribunal que permitia o cumprimento antecipado da pena.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Shopping Aragão

11/11


2019

Enem: 2º dia exigiu muito cálculo dos candidatos

Provas do segundo dia do Enem 2019 — Foto: Ana Carolina Moreno/G1

Do G1

 

O 2º dia do Enem exigiu muitos cálculos, segundo professores professores ouvidos. Foram 90 questões de matemática, física, química e biologia.

Entre os temas, questões cotidianas como aplicativos de paquera, o esporte slackline e receitas para remover o excesso de sal do feijão e tirar o cheio de alho da mão. Saiba mais.

O MEC diz que a abstenção foi de 27,2%, a menor já registrada.

Fotos da prova

Mais uma vez, imagens do caderno de questões circularam nas redes sociais. O ministro da Educação, Abraham Weintraub, disse que não se trata de um vazamento. Segundo ele, foram casos isolados que ocorreram após o início da prova, sem prejuízo para os candidatos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


11/11


2019

Bolívia: senadora reivindica direito de assumir presidência

A senadora da oposição, Jeanine Añez considera que deve assumir governo provisoriamente com o vácuo pelas renúncias de Evo Morales e outros da linha de sucessão.

Foto: Jeanine Añez (Twitter/Reprodução)

Da Veja - Por AFP

 

A senadora da oposição Jeanine Añez, segunda vice-presidente da Câmara dos Senadores, revindicou neste domingo 10 o direito de assumir a Presidência da Bolívia, após existir um vácuo de poder pelas renúncias do presidente Evo Morales e outras autoridades da cadeia de sucessão constitucional.

A Constituição boliviana prevê que o sucessor do presidente é o vice-presidente ou na falta deles, os titulares de senadores ou deputados por ordem de prelação. Hoje todos eles renunciaram aos seus cargos.

O primeiro vice-presidente do Senado, Rubén Medinacelli, das fileiras da situação, também renunciou, de forma que Añez crê que lhe corresponde assumir o cargo deixado vácuo com a renúncia de Morales.

“Estou na segunda vice-presidência e na ordem constitucional me corresponderia assumir este desafio (da presidência) com o único objetivo de convocar novas eleições”, disse Añez, entrevistada pela emissora de TV privada Unitel.

Morales demitiu-se do cargo neste domingo, pressionado por militares, policiais e comitês civis que exigiram que deixasse o cargo que ocupava desde 2006, a fim de “pacificar o país”.

Seguiram-no seu vice, Alvaro García, e os presidentes Adriana Salvatierra (Senado) e Víctor Borda (Deputados), que formam a cadeia de sucessão constitucional, ante a saída do primeiro mandatário, segundo a Carta Magna.

Um governo de transição, insistiu Añez, será para renovar o Tribunal Supremo Eleitoral e convocar eleições, em um prazo de 90 dias, segundo a Constituição.

A senadora também defendeu a convocação de sessões do Congresso bicameral, o mais rapidamente possível, “para considerar a renúncia dos primeiros mandatários”. También se necessita – de forma prévia – uma sessão de senadores para elegê-la no cargo de presidente.

Para isso, Añez deverá obter um “consenso dos movimentos cívicos” que pediram nas ruas a renúncia de Morales. A sorte do ex-mandatário foi definida com a solicitação de militares e de policiais amotinados para que deixasse o cargo.

Morales e grande parte de seu governo renunciaram neste domingo, após um relatório da auditoria da OEA que apontou irregularidades nas eleições de domingo, 20 de outubro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


11/11


2019

Bolsonaro comenta renúncia de Evo Morales

Bolsonaro voltou a comentar a renúncia de Evo Morales e publicou "grande dia" nas redes sociais. "A palavra golpe é usada quando a esquerda perde", acrescentou Bolsonaro.

Jair Bolsonaro e Evo Morales (Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil/ Pedro Ugarte/ AFP/VEJA)

Por Da Redação da Veja

 

Horas após defender a instauração do voto impresso no Brasil para evitar processos eleitorais conturbados como o que culminou com a renúncia de Evo Morales, Jair Bolsonaro voltou a comentar a queda do chefe de Estado boliviano desde 2006. Em entrevista ao jornal O Globo, questionado se a saída de Evo foi um golpe, o presidente brasileiro declarou que a palavra golpe é usada pela esquerda “quando perdem”.

“A palavra golpe é usada muito quando a esquerda perde, né? Quando eles ganham, é legítimo. Quando eles perdem, é golpe. Eu não vou entrar nessa narrativa deles aí. A esquerda vai falar que houve golpe agora”, disse Bolsonaro.

O presidente brasileiro também foi às redes sociais durante a noite para publicar que o domingo foi um “grande dia”.

No cargo desde 2006, Evo Morales renunciou neste domingo à presidência da Bolívia. O anúncio foi feito pela televisão, em rede nacional, após as forças armadas do país pedirem publicamente a saída do mandatário. Mais cedo, o agora ex-presidente havia anunciado que as eleições do último dia 20, na qual fora reeleito, foram anuladas e que convocaria nova votação. A OEA apontou fraudes no pleito.

Bolsonaro já havia declarado anteriormente que considerava o resultado das eleições bolivianas – que a princípio reelegeram Evo em primeiro turno – como “suspeito”. Embora tenha feito críticas à esquerda latino-americana de forma geral, o presidente brasileiro chegou a ponderar e dizer que “não queria problema” com o presidente boliviano.

Após a renúncia de Evo, o Itamaraty emitiu nota dizendo que “o Brasil considera pertinente a convocação de novas eleições gerais em resposta às legítimas manifestações do povo e às recomendações da OEA, após a constatação das graves irregularidades”. O ministério afirmou, ainda que os brasileiros confiam que a transição “será inteiramente constitucional”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Seria a penteicostal? Kkk

marcos

Desculpem. Mobral Fake

marcos

Que igreja é essa pentecostais? Kkkkk Ui moral Fake

Fernandes

Áudios envolvem Bolsonaro e igrejas brasileiras no golpe na Bolívia. Matéria públicada pelo site Brasil 247 envolvem o governo Bolsonaro e igrejas pentecostais do Brasil no Golpe na Bolívia.



11/11


2019

Joice Hassellmann prepara ataque a Bolsonaro

Valter Campanato/Agência Brasi

O Dia

 

A deputada federal e ex-líder do governo no Congresso, Joice Hasellmann (PSL-SP), promete causar polêmica em seu depoimento na CPMI das Fake News, esta semana. 

Segundo a coluna de Lauro Jardim (O Globo), ela prepara ataque ao presidente Jair Bolsonaro. 

De acordo com as informações, Joice reuniu perfis falsos usados pelos bolsonaristas e vai pedir a quebra do sigilo de endereços de IP. Ainda segundo a coluna, Bolsonaro tenta, nos bastidores, acalmar Joice.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


11/11


2019

Denúncia de suborno no caso Marielle

Foto: Renan Olaz/ Câmara Municipal do Rio

O Dia

 

Um relatório da Polícia Federal, enviado ao Ministério Público do Rio, afirma que o delegado da Polícia Civil Rivaldo Barbosa deve ser investigado no caso Marielle Franco. Na denúncia, Barbosa é apontado por receber R$ 400 mil em propina para evitar que os culpados pela morte da vereadora e do motorista Anderson Gomes fossem descobertos. Ele nega as acusações.

Rivaldo Barbosa, que já chefiou a Polícia Civil do Rio, teria sido citado numa conversa telefônica entre o miliciano Jorge Alberto Moreth, o Beto Bomba, e o vereador Marcello Sicilliano (PHS). Moreth teria dito que Barbosa recebeu dois pagamentos de R$ 200 mil, cada, por meio de um inspetor da DH da Capital identificado como Marcos.

O Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado do MPRJ confirmou, em nota, que os áudios telefônicos foram obtidos em ações de busca e apreensão e as “informações estão sendo investigadas sob sigilo”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


11/11


2019

Evo Morales denuncia "ordem de prisão ilegal"

Morales denuncia "ordem de prisão ilegal" após renúncia. Oposição confirmou mandado contra Evo, que disse ter a residência atacada e vê "golpistas destruindo o Estado de Direito".

Foto: Maxim Shemetov/AP/via Veja

Da Redação da Veja

 

O ex-presidente boliviano Evo Morales, que renunciou neste domingo pressionado por militares e policiais, denunciou que há uma ordem de “prisão ilegal” contra ele.

“Denuncio ao mundo e ao povo boliviano que um oficial da polícia anunciou publicamente que tem a instrução de executar uma ordem de prisão ilegal contra minha pessoa”, tuitou Morales, que anunciou também que “grupos violentos” atacaram sua casa.

Morales, que governou a Bolívia durante quase 14 anos, acrescentou: “Os golpistas destroem o Estado de Direito”.

O líder cívico direitista Luis Fernando Camacho, que liderou o movimento pela renúncia de Morales, confirmou a ordem de prisão.

“Confirmado!! Ordem de apreensão para Evo Morales!! A polícia e os militares estão procurando-o no Chapare”, uma província do cêntrico departamento de Cochabamba, escreveu Camacho. “Os militares o tiraram do avião presidencial e (ele) está escondido no Chapare, pegarão ele! JUSTIÇA!”, acrescentou.

Morales ficou recluso neste domingo na zona cocalera de Chapare, seu berço político, para anunciar sua renúncia, após perder o apoio dos militares e da polícia. O ex-presidente chegou à tarde à bordo do avião presidencial ao aeroporto de Chimoré, que serve ao Chapare, acompanhado do vice-presidente Álvaro García Linera, que também renunciou ao cargo e à presidência do Congresso.

Morales, de 60 anos e que assumiu em 2006, enfrentou três semanas de protestos nas ruas contra sua reeleição nas questionadas eleições de 20 de outubro.

(Com AFP)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


11/11


2019

Chile: governo confirma processo para nova constituição

Em meio a manifestações, o governo chileno anunciou a formação de através de um 'Congresso Constituinte'com ampla participação cidadã.

MARTIN BERNETTI / AFP/AFP/via Veja

Da Redação da Veja

 

O governo chileno anunciou na noite deste domingo (10) o início do processo para uma nova Constituição através de um “Congresso Constituinte”, com ampla participação cidadã e um plebiscito que o ratifique, uma manobra que atende a uma das principais demandas surgidas nos protestos sociais.

O ministro do Interior, Gonzalo Blumel, confirmou o anúncio após uma reunião na casa do presidente Sebastián Piñera com os líderes do Chile Vamos, coalizão política que reúne quatro partidos de centro-direita e direita, que até agora eram os mais reticentes a uma mudança profunda da Carta Magna, herdada da ditadura de Augusto Pinochet (1973-90).

(Com AFP)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


11/11


2019

Bolívia: presidente do tribunal eleitoral é presa

María Eugenia Choque foi presa por ordem do Ministério Público, que investiga as irregularidades nas eleições de 20 de outubro.

Foto: HO / Bolivia's General Attorney's Office / AFP/AFP/via Veja

Da Redação da Veja

 

A polícia deteve neste domingo a presidente do Tribunal Eleitoral da Bolívia, María Eugenia Choque, por ordem do Ministério Público, que investiga as irregularidades nas eleições de 20 de outubro, informou o comandante geral,  Vladimir Yuri Calderón.

“Queremos anunciar que, graças a um trabalho minucioso da polícia boliviana, se conseguiu a detenção da presidente do Tribunal Supremo Eleitoral (TSE), María Eugenia Choque”, disse Calderón em coletiva de imprensa, horas depois de o presidente Evo Morales renunciar.

O general Calderón disse que também foi detido neste domingo Antonio Costas, que era vice-presidente do TSE, encarregado do sistema informático e que renunciou dois dias após as questionadas eleições de 20 de outubro, nas quais foi reeleito o presidente Evo Morales, segundo a contagem oficial.

Costas renunciou por discordar da decisão de suspender, no dia das eleições, um sistema de contagem rápido de votos durante 20 horas. Quando mais de 80% dos votos haviam sido apurados por este sistema, os resultados apontavam para um segundo turno entre Morales e o ex-presidente Carlos Mesa.

Ao se retomar a contagem rápida, houve uma “drástica e inexplicável” mudança de tendência para a reeleição de Morales no primeiro turno. Além disso, a imprensa boliviana informou que, neste domingo, foi detida também a ex-presidente do tribunal eleitoral da região oriental de Santa Cruz, Sandra Kettels, que havia renunciado em 30 de outubro em meio a questionamentos sobre as eleições.

Morales, no poder desde 2006, renunciou neste domingo depois de perder o apoio das Forças Armadas e da Polícia.

(Com AFP)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha