FMO

12/09


2019

Gel pede ações da Secretaria de Agricultura em Caruaru

Em audiência com o Secretário Estadual de Agricultura, Dilson Peixoto, na tarde de ontem, o deputado estadual Tony Gel (MDB), pediu para a pasta realizar ações na Zona Rural de Caruaru.

Acompanhado do vereador Galego de Lajes (PSD), Tony Gel solicitou a Dilson Peixoto, que agilize serviços de limpeza, ampliação e perfuração de poços para reforçar ainda mais o abastecimento de água nas comunidades da zona rural da Capital do Agreste.

Tanto Tony Gel, como também o vereador Galego de Lajes, ficaram satisfeitos com o encontro com o Secretário Dilson Peixoto. "A audiência foi positiva, o Secretário Dilson Peixoto ouviu os nossos pleitos, achou justo, e garantiu que fará o que for possível para atender as demandas que nós apresentamos" disse Tony Gel.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Abreu e Lima

Confira os últimos posts



15/11


2019

Chile vai fazer plebiscito sobre nova Constituição

Nova Carta era uma das principais demandas dos manifestantes que protestam há quatro semanas.

Foto: IVAN ALVARADO / REUTERS

O Globo - Por André Duchiade e agências internacionais

 

Congressistas do Chile concluíram um acordo que vai dar início ao processo para criar uma nova Constituição, uma das principais demandas das manifestações que há semanas dominam as ruas do país. O acerto só foi obtido após uma autêntica maratona de negociações entre representantes de todas as siglas do Parlamento.

O principal ponto é um plebiscito, que será realizado em abril e terá algumas opções, começando pela pergunta principal: se a população quer ou não mudar a Carta Magna, adotada em 1980, durante a ditadura de Augusto Pinochet. Depois, o eleitor, caso concorde com a mudança, decidiria quem formará a Constituinte, se uma convenção, mista, com 50% de atuais congressistas e 50% de novos integrantes, ou se através de uma Assembleia Constituinte exclusiva a ser eleita. Ao fim do processo constituinte, a nova Constituição será submetida a um novo plebiscito.

A atual carta recebeu dezenas de emendas desde que foi adotada, em 1980, porém, na visão de muitos chilenos, ela não trata de maneira ampla sobre o papel do estado em temas como a eduação, saúde e previdência — esse um ponto de severas críticas na sociedade local.

Inicialmente o presidente Sebastián Piñera era contrário a uma reforma constitucional, chegando a barrar uma iniciativa nessa linha apresentada pela ex-presidente Michelle Bachelet. O plano incluía a inviolabilidade dos direitos humanos, o estabelecimento do direito à saúde e à educação, e a igualdade salarial para homens e mulheres. Contudo, após o acirramento dos protestos, Piñera cedeu, aceitando a ideia de uma nova carta, porém ainda contrário a uma Assembleia Constituinte. Para seus opositores, a participação popular mais ampla daria legitimidade ao novo texto.

Uma nova Constituição, segundo Sthephanie Alenda, da Universidade Andrés Bello, é “imprescindível” para reduzir as tensões no país. Ao longo dos protestos, ela diz, se instaurou um consenso na população de que o país precisa de uma nova Carta. Pesquisas mostram que mais de 80% da população apoiam a mudança constitucional.

— Não penso que a mudança será mecânica ou automática, mas um acordo deve ter efeito de diminuir os protestos — disse ela ao GLOBO, destacando contudo que a violência segue “outra lógica”, contra o Estado e que esta é imprevisível.

Segundo Gabriel Negretto, cientista político da Universidade Católica, uma nova Constituição é fundamental para apaziguar as ruas, mas mesmo assim há demandas imediatas que não irão esperar o processo constituinte, que, segundo ele, deve demorar entre 6 meses e um ano.

— Oferecer o caminho de uma nova Constituição em parte deve servir para distender um pouco os ânimos, aplacar um pouco os ânimos.  Mas há exigências que se acumulam e que não vão esperar. Sem serem excludentes da resposta constitucional, são mais imediatas — ele afirma.

Entre estas demandas imediatas citadas pelo pesquisador estão violações de direitos humanos por parte das forças da ordem e uma agenda de reformas sociais.

Em caso de Assembleia Constituinte, diz o pesquisador, o momento é muito favorável à esquerda, que está dividida. Embora a Coalizão de Partidos pela Democracia (Concertación), de Michelle Bachelet, não viva um momento particularmente favorável, ela deve crescer. Quem deve obter resultados particularmente favoráveis, segundo o analista, é a Frente Ampla, fundada em 2017 e que surpreendeu na eleição presidencial daquele ano, quando obteve 20% dos votos.

O acordo em que X % dos deputados constituintes vêm do voto popular e X são oriundos do atual Congresso, neste sentido, foi o caminho encontrado por Piñera para manter sua força representativa.

— Há muitos partidos que querem uma Assembleia Constituinte totalmente eleita [do zero] porque é claro que o partido do governo irá perder a eleição. O governo é reativo a uma Assembleia Constituinte totalmente eleito porque está em situação política muito desfavorável.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Paulista

15/11


2019

China registra casos de peste pneumônica

Governo diz que risco de surto é "mínimo". Duas pessoas foram colocadas em quarentena após a confirmação de quadros de peste pneumônica.

Da Redação da Veja

 

Duas pessoas foram diagnosticadas na China com a peste, desencadeando o temor de uma potencial epidemia da doença altamente infecciosa e frequentemente fatal. O governo chinês alertou os cidadãos a se precaverem, mas autoridades da saúde informaram, nesta quinta-feira 14, que o risco de um surto é mínimo.

O anúncio dos dois casos de peste pneumônica foi feito na terça-feira 12, no distrito de Chaoyang, em Pequim, depois de um hospital local ter sido procurado pelas duas pessoas, que são da Mongólia Interior.

Eles foram colocados em quarentena, e o Centro Chinês de Controle e Prevenção de Doenças disse que todas as pessoas em risco de serem expostas à peste foram rastreadas e tratadas. Os hospitais também intensificaram o monitoramento de qualquer pessoa que apresentasse sintomas semelhantes.

A peste pneumônica é um dos três tipos de doenças infecciosas conhecidas como peste, causadas todas pela mesma bactéria, a Yersinia pestis. É uma doença pulmonar disseminada por ratos, com taxas de mortalidade em humanos próximas a 100% se não tratada, disseram as autoridades de saúde de Pequim em um comunicado.

É considerada a forma mais grave e mais perigosa da peste, tanto pelo quadro clínico quanto pela alta contagiosidade. Segundo o Ministério da Saúde do Brasil, a doença é marcada por abrupta elevação térmica, calafrios, arritmia, hipotensão, náuseas, vômitos, astenia e obnubilação mental.

“A princípio, os sinais e sintomas pulmonares são discretos e ausentes. Depois surge dor no tórax, respiração curta e rápida, cianose, expectoração sanguinolenta ou rósea, fluida, muito rica em micro-organismos. Surgem fenômenos de toxemia, delírio, coma e morte, se não houver instituição do tratamento precoce e adequado”, informa o site da pasta.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, porém, as taxas de recuperação são altas se detectadas e tratadas com antibióticos dentro de 24 horas após o início dos sintomas.

Conhecida no passado como peste negra, a doença matou dezenas de milhões de pessoas na Europa medieval, se espalhando para Ásia e África. Mês passado, autoridades chinesas disseram que iriam fortalecer medidas de quarentena para prevenir a peste de entrar no país depois de Madagáscar ter sido atingido por um surto de rápida disseminação da doença.

As populações de ratos têm aumentado na Mongólia Interior como resultado de secas persistentes. Uma área do tamanho da Holanda foi atingida por uma explosão de ratos no verão passado, causando danos de 600 milhões de yuans, informou a agência de notícias oficial Xinhua.

Não está claro quando os casos foram detectados pela primeira vez na China, mas os moradores estão perguntando por que as autoridades demoraram tanto tempo para diagnosticar e divulgar o problema. Li Jifeng, médico do Hospital Beijing Chaoyang, onde as duas pessoas procuraram tratamento, escreveu no WeChat, uma plataforma de mídia social, que os pacientes procuraram tratamento em 3 de novembro.

Esse post, que foi excluído desde então, foi publicado pela CN-Healthcare, um site que cobre notícias sobre cuidados de saúde na China. Li não foi encontrado para comentar e o Hospital Beijing Chaoyang se recusou a comentar.

Li escreveu que o paciente que ela viu era um homem de meia idade, com febre e queixando-se de dificuldades respiratórias por 10 dias. Ele procurou tratamento em um hospital na Mongólia Interior, mas sua condição não melhorou. Sua esposa também desenvolveu febre e problemas respiratórios.

(Com Estadão Conteúdo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Serra Talhada

15/11


2019

Presidente interina: Evo não pode ser candidato

Bolívia

Jeanine Áñez afirma que ex-presidente não pode concorrer em novo pleito por quarto mandato ser inconstitucional.

Foto: REUTERS/Carlos Garcia Rawlins/via Agência Brasil                                    Foto: Arquivo/Roosewelt Pinheiro/Agência Brasil

Por AFP

 

A presidente interina da Bolívia, Jeanine Áñez, disse nesta quinta-feira 14 que o ex-presidente Evo Morales, que está asilado no México, “não está habilitado” a se candidatar a um quarto mandato nas próximas eleições, após a anulação das eleições de outubro por irregularidades.

“Evo Morales não está habilitado para um quarto mandato, por isso foi toda essa convulsão (..), dom Evo Morales e dom Álvaro García não estão habilitados para um quarto mandato”, enfatizou em coletiva de imprensa.

O partido do ex-presidente, o Movimento Ao Socialismo (MAS) “tem direito de participar nas eleições gerais”, esclareceu, recomendando “que vá buscando candidato”.

Morales, que governou a Bolívia há quase 14 anos, foi habilitado por uma polêmica sentença do Tribunal Constitucional em 2017 para candidatar-se a um quarto mandato, ao considerar que era “um direito humano”.

A decisão foi adversa a um referendo nacional, que lhe havia negado um ano antes essa possibilidade a Morales.

Diante das objeções de que foi proclamada sem o quórum regulamentar, o mesmo tribunal avaliou na segunda-feira a eleição de Áñez, com uma interpretação jurídica que contempla um apoio “mínimo constitucional” em um contexto de crise política, para evitar que o país tenha um prolongado vácuo de poder, segundo o analista Carlos Borth.

A jornalistas, Áñez acrescentou: “Que eles (Mesa e García) fossem submetidos a todas as instituições do país são dois pontos à parte, mas o que nós queremos agora é transparência, é independência de poderes, que (o tribunal) atue de acordo com as normas”.

Na mesma linha, o ex-candidato presidencial Carlos Mesa, que pediu eleições no tempo “mais curto possível”, disse que Morales não pode ser habilitado como candidato, pois cometeu um “delito”.

“O senhor Morales é autor de um grave delito que é passível a uma sanção penal e a fraude foi cometida contra o país, mas em particular contra mim”, disse Mesa, que reivindicava seu direito a um segundo turno, antes de as eleições serem anuladas pelo próprio Morales, após um relatório da OEA que encontrou “graves” irregularidades no processo eleitoral.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


15/11


2019

Bancada "lavajatista" no Senado critica presidente do STF

Presidente do STF Dias Toffoli exigiu dados sigilosos de 600 mil pessoas do Banco Central e Receita Federal.

Da IstoÉ - Por Estadão Conteúdo

A decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, de exigir dados sigilosos do Banco Central e da Receita Federal que envolvem 600 mil pessoas gerou reações na ala do Senado que defende a investigação de ministros do Supremo.

Senadores do grupo ‘Muda Senado, Muda Brasil’, também conhecidos como “lavajatistas”, criticaram Toffoli e usaram o episódio para cobrar mais uma vez a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar tribunais superiores – a CPI da Lava Toga. Os parlamentares também defendem a abertura de processos de impeachment de ministros no Supremo.

O presidente do STF exigiu do Banco Central cópias de todos os Relatórios de Inteligência Financeira (RIFs) produzidos nos últimos três anos pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), rebatizado como Unidade de Inteligência Financeira (UIF). Da mesma forma, determinou que a Receita Federal encaminhe ao STF todas as Representações Fiscais para Fins Penais (RFFP) elaboradas no mesmo período.

“Essa decisão é mais uma demonstração da escalada de abuso, de autoritarismo onde ministros do STF procuram ocupar um espaço de poder e com isso preservar o seu grau de impunidade, absolutamente inatingível para qualquer tipo de apuração”, afirmou o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE). Para ele, a decisão de Toffoli “só reforça a necessidade da CPI da Lava Toga e até mesmo de impeachment de ministros.”

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), tem ignorado desde o início do ano todas os pedidos para abertura da CPI. Ele alega não ser oportuno a criação de um clima indigesto com o Supremo Tribunal Federal no Congresso. Dois requerimentos favoráveis à comissão foram engavetados por Alcolumbre – um terceiro tem as 27 assinaturas suficientes, mas ainda não foi protocolado.

O despacho sigiloso do ministro Toffoli foi feito no caso em que Toffoli determinou, em julho, a suspensão nacional de todos os processos judiciais em que tenha havido compartilhamento de informações da Receita e do antigo Coaf sem autorização judicial e para fins penais, o que beneficiou, entre outros, o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro.

“Estranho esse pedido do Toffoli. Alguém poderia ironicamente classificar como uma arapongagem do presidente do STF. Eu prefiro não fazer isso”, afirmou o líder do Podemos no Senado, Alvaro Dias (PR). “Para saber como o Coaf trabalhava bastaria ler a lei do Coaf”, afirmou o parlamentar, que ainda questiona a suspensão dos processos judiciais. “Esse sistema de trabalho ficou em vigor muitos anos e o STF não considerou inconstitucional. Só agora? Por quê?”


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Limoeiro

15/11


2019

Bolsonaro: DPVAT foi extinto por MP, que pode caducar

 

Da IstoÉ - Por Estadão Conteúdo

 

Em transmissão semanal ao vivo no Facebook, o presidente da República, Jair Bolsonaro, abordou também a extinção do Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT). O presidente ressaltou que o DPVAT foi extinto por medida provisória, que pode caducar ou ser rejeitada no Congresso, e o seguro voltar a valer.

“Quem quiser fazer um seguro pode procurar a seguradora; tudo o que é obrigatório não é bom”, ressaltou, ao lado do presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, que citou a seguradora do banco como uma opção.

A decisão de Bolsonaro de extinguir o DPVAT atingirá em cheio os negócios do presidente do PSL, deputado Luciano Bivar (PE). Desafeto do presidente da República, Bivar é o controlador e presidente do conselho de administração da seguradora Excelsior, uma das credenciadas pelo governo para cobertura do seguro DPVAT.

PSL

A desfiliação do presidente Jair Bolsonaro do PSL será nos próximos dias. O anúncio foi feito pelo próprio presidente na transmissão semanal ao vivo no Facebook. Bolsonaro afirmou, no entanto, que a separação é “amigável” e chegou a agradecer “todo o apoio e consideração” que teve “até o momento” no partido. Ele ainda desejou “boa sorte” a Bivar.

“Lançamos aqui, não de forma oficial ainda, o novo partido Aliança pelo Brasil. Está em estudo ainda. A única certeza é que me desfilio nos próximos dias do PSL”, disse Bolsonaro. “Cada um segue o seu destino, como uma separação. Infelizmente, acontece na vida da gente; já me separei uma vez, estou no segundo casamento”, afirmou. “Vão ser felizes, todo mundo”, disse.

Imprensa

Bolsonaro reclamou também da imprensa. “A imprensa está dizendo que vai ser o nono partido do Bolsonaro. Olha a má-fé! Que fosse o trigésimo partido”, declarou. Mas, afirmou, não se pode considerar fusão de partido como mudança de legenda. Ele disse que, por esse critério, passou por cinco siglas.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Capacitação de Candidatos

15/11


2019

À minha abençoada Aninha

Minha irmã Ana Regina Martins, jornalista fora do batente, apaga velinhas hoje, mesma data da proclamação da República. Quis o destino e a vontade de Deus. Nasceu de parto caseiro. Todos nós, da prole de 9, quase um time de futebol, com exceção de Denise, também jornalista, a caçula.

A parteira foi dona Dora Galvão, que puxou do ventre materno meio mundo da gente afogadense. Naquele tempo parto cesárea era coisa rara. Saudáveis e confiáveis eram as mãos milagrosas da caprichosa Dora.

E não vivia disso. Nem agrados recebia. Aninha ou Miana, como nossa mana é tratada carinhosamente, é a que mais herdou, física e espiritual, os traços de nossa mãe Margarida, a Dó, para os familiares e amigos mais próximos.

De personalidade forte, é casada com o paulista Paulo Tosta. Deram certo e estão em lua de mel há mais de dez anos. Dos dois, não sei qual o mais valente e ao mesmo tempo dócil.

Valentes, para o enfrentamento da vida. Dóceis, no trato e na convivência. Foram eles que tiveram um papel decisivo na minha redescoberta para o mundo, para uma nova vida. Claro que toda a família, desde Aline e meus filhos aos oito irmãos tiveram papel importante, mas Ana e Paulo agiram como enviados dos ares celestiais.

Lá de cima, Deus deu o seu veredicto: "Meus filhos Ana e Paulo, abram a venda dos olhos meu filho Magno, para ele, novamente, ser magno na vida".

E como prescrito na Bíblia, eles cumpriram ao pé da letra o ordenamento divino. Por isso, Deus soprou lá de cima no meu ouvido para fazer esse texto de agradecimento a Aninha e Paulo no dia em que o sol brilhou mais cedo para informar ao mundo que todos têm que bater, hoje, palmas para minha segunda mãe, minha Aninha.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Magno coloca pimenta folha

15/11


2019

Cais do Sertão recebe o II Encontro de Artes e Cultura do Pajeú

Da Fanpage do Cais do Sertão

 

De 15 a 17 de novembro, o Centro Cultural Cais do Sertão irá receber o II Encontro de Artes e Cultura de Cidades do Pajeú.

Música, poesia, cinema e artesanato fazem parte da programação que reúne mais de 15 cidades do Sertão do Pajeú.

O evento será realizado na área externa do Cais, no nosso Espaço Umbuzeiro e a entrada é gratuita.

Confira a programação completa aqui: http://www.pe.gov.br/b/21204


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banner de Arcoverde

15/11


2019

Homicídios: Jungmann atribui queda aos governos estaduais

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

De O Antagonista

 

Em entrevista a Josias de Souza, o ex-ministro da Defesa e da Segurança Pública, Raul Jungmann, colocou na conta dos governos estaduais a queda no número de homicídios no Brasil — veja aqui

“Vamos falar francamente. Foi uma surpresa essa queda [nos índices de criminalidade]. Ninguém esperava, foi uma enorme surpresa, foi todo mundo correr atrás para procurar ver efetivamente como isso se deu. E eu não tenho qualquer dúvida de que o fator preponderante para isso, o fato decisivo para essa queda foram os governos estaduais.”


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Shopping Aragão

15/11


2019

“Qualquer cidadão do mundo, hoje, é um repórter”

Do portal da Fundaj

“Qualquer cidadão do mundo, hoje, é um repórter.” A fala do jornalista político Magno Martins, do “Blog do Magno”, diz respeito às transformações provocadas pela democratização da internet e dos dispositivos móveis na Era Digital. Diante deste cenário, o jornalista comandou, na noite desta quinta-feira (14), a palestra “O Novo Jornalismo Online no País”, realizada na Sala João Cardoso Ayres, no campus Derby da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj).

Colunista político da Folha de Pernambuco, Magno abordou desde as mudanças nos hábitos de consumo dos leitores ao jornalismo amador, e comentou os atuais desafios do repórter político frente ao fenômeno das fake news. “Informação é poder. O monopólio da informação, esse coronelismo, acabou com a internet. Qual o lado ruim? Ela prostituiu a nossa profissão [o jornalismo], que requer rigor da formação do profissional ao trato com a notícia”, provocou. 

Apoiado em dados levantados pela Pesquisa Global Digital 2019, sobre o número atual de usuários das redes sociais no mundo, analisou o uso destes recursos nas Eleições 2018. Também refletiu sobre a migração dos leitores de jornais impressos para o formato digital. “No Brasil, 28 títulos foram encerrados só no último ano. Com a ascensão do online, há um declínio do impresso. E, com ele, acabamos de vez com a figura do grande repórter investigativo”, lamentou Martins, em menção à emergência da internet.

Com uma carreira que beira as quatro décadas, o jornalista tem se desdobrado nos últimos 13 anos para estar “online”. Em 2006, criou o “Blog do Magno”, onde comenta fatos importantes ou pitorescos da política nacional aos acontecimentos de Afogados da Ingazeira, sua cidade natal, e demais interiores. No ano seguinte, passou por mais de 70 municípios com uma oficina sobre o uso da ferramenta e, por isso, recebeu a alcunha de “pai dos blogs no Nordeste”.

Durante a palestra na Fundaj, ele anunciou que seu programa no rádio “Frente a Frente, com Magno Martins” ganhará uma nova versão, que será disponibilizada semanalmente no YouTube, plataforma de streaming de vídeos. A data não foi divulgada. Ao fim da sua fala, agradeceu ao presidente da Fundaj, Antônio Campos, pela presença e abriu para as perguntas do público.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


15/11


2019

Presidente do Santos pede educação com Bolsonaro

"Merece respeito", disse. Jair Bolsonaro é esperado na Vila Belmiro no sábado para o clássico Santos x São Paulo; campanha de torcedores na internet repudiou a presença do político.

José Carlos Peres e Jair Bolsonaro (Facebook/ Reprodução/ Alan Santos/PR/VEJA)

Da Redação da Veja

 

O presidente do Santos, José Carlos Peres, espera respeito da torcida durante a visita de Jair Bolsonaro, presidente da República que é esperado em jogo do clube no próximo sábado.

Bolsonaro deve assistir ao clássico entre Santos e São Paulo às 17h, na Vila Belmiro, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro.

“Quem está vindo é a figura do Presidente da República e merece o respeito e educação do Santos, que é um clube universal e o maior do Brasil no âmbito internacional”, disse Peres ao site Gazeta Esportiva.

Membros da Polícia Federal e do serviço de inteligência do governo estiveram na Vila na tarde desta quinta-feira para alinhar a chegada do presidente. Uma simulação foi feita para evitar qualquer incidente.

Jair Bolsonaro estará na Baixada Santista durante o feriado da Proclamação da República, em ato no Forte dos Andradas, no Guarujá. Partiu dele a decisão de aproveitar a oportunidade para ir ao estádio.

“Se Deus quiser, no sábado, estarei na Vila Belmiro assistindo ao jogo Santos e São Paulo. Como é torcida de um time só, que é lei em São Paulo, estaremos torcendo para o Santos. No futuro, se a torcida do São Paulo me convidar, estarei torcendo para o São Paulo”, disse Bolsonaro, em live no Facebook.

O técnico Jorge Sampaoli, avesso ao governo do presidente brasileiro, não gostou da notícia e espera não ter nenhum contato direto com o presidente antes ou depois do clássico.

Parte da torcida do Santos se mobilizou nas redes sociais e criou a #BolsonaroNaVilaNão. O assunto chegou a ser o mais comentado no Twitter em todo o Brasil na última quarta. As duas maiores organizadas do clube – Torcida Jovem e Sangue Jovem – também repudiaram em nota a presença do presidente.

(Com Gazeta Press)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


15/11


2019

Trânsito: câmeras instaladas em mais 16 áreas do Recife

Câmeras de trânsito que ajudam a multar infratores são instaladas em mais 16 áreas do Recife.Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) informou, nesta quinta (14), que sistemas de videomonitoramento entram em operação de forma definitiva a partir de 2 de dezembro.

 Foto: Inaldo Lins/CTTU/Divulgação

Por G1 PE

 

Mais 16 áreas da capital pernambucana vão passar a ser monitoradas por sistemas de câmeras de vídeo que ajudam os agentes a registrar multas e punir os infratores no tráfego. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (14), pela Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU). Os equipamentos de fiscalização entram em operação de forma definitiva em 2 de dezembro, em todas as regiões da cidade.

Com essa medida, o sistema de videomonitoramento do Recife passará a contar com 28 câmeras. Isso significa mais do que dobro da quantidade que está em operação atualmente. Hoje, funcionam na cidade 12 equipamentos desse tipo, ligados a uma central.

Confira os novos locais que serão fiscalizados por videomonitoramento:  


Zona Norte

Rua Córrego Euclides, próximo ao miniterminal de ônibus
Entrocamento entre as ruas Córrego do Bartolomeu, Padre Oliveira e Córrego do Euclides, na Praça da

 

Rodinha

Avenida Beberibe, no Largo Comercial de Água Fria
Entrada do Córrego da Areia, nas proximidades da Escola Municipal Professor Moacyr de Albuquerque
Avenida Hildebrando de Vasconcelos, na altura do miniterminal de ônibus, em Dois Unidos
Praça da Convenção, nas proximidades do cruzamento com a Rua Uriel de Holanda, em Beberibe
Cruzamento da Avenida Governador Agamenon Magalhães com a Rua Odorico Mendes, em Campo Grande
Cruzamento das ruas Vasco da Gama e Frederico Ozanan, na entrada do Córrego do Botijão

 

Zona Oeste

Cruzamento da Avenida Caxangá com a Rua São Mateus, na Iputinga
Avenida General San Martin, na altura da rotatória, perto da Rua Doutor Gomes Pôrto, em San Martin

 

Área central

Rua Jenner de Souza, próximo à Praça do Derby
Praça Carlos Pinto, em Santo Amaro, próxima ao Shopping Tacaruna
Cruzamento das avenidas Dantas Barreto e Nossa Senhora do Carmo, em Santo Antônio

 

Zona Sul

Rua Maria Irene, perto da Praça do Jordão
Avenida Dois Rios, próximo ao semáforo 475, no Ibura
Avenida Jean Emile Favre, em frente à Faculdade Boa Viagem, no Ipse

Locais que já contam com fiscalização por videomonitoramento:

Avenida Recife, no cruzamento com a Rua Capitão Jacinto da Cruz
Avenida Antônio de Góes, nas proximidades da Secretaria de Administração do Estado
Avenida Antônio de Góes, nas imediações da saída do Túnel Josué de Castro
Avenida Conselheiro Aguiar, no cruzamento com a Rua Frei Leandro
Avenida Norte Miguel Arraes de Alencar, no sentido subúrbio, no cruzamento com a Av. João de Barros
Avenida Norte Miguel Arraes de Alencar, no cruzamento com a Avenida Professor José dos Anjos
Avenida Governador Agamenon Magalhães, no cruzamento com Rua Dr. Leopoldo Lins
Avenida Dois Rios, no cruzamento com a Rua Pintor Agenor de Albuquerque César
Rua do Acre, no cruzamento com a Estrada dos Remédios, em Afogados
Rua Arabaiana, em Brasília Teimosa, próximo ao cruzamento com a Rua Espadarte
Rua Nova Descoberta, no cruzamento com a Rua Vereador Otacílio de Azevedo, no bairro de Nova Descoberta
Rua Expedicionário Francisco Vitoriano, na UR-5

 

Objetivos

De acordo com a CTTU, os principais objetivos da fiscalização eletrônica são ordenar o estacionamento, auxiliar na mobilidade dos pedestres e facilitar o tráfego de ônibus.

Até o dia 2 de dezembro, placas de sinalização serão instaladas nos novos 16 pontos da cidade para alertar os motoristas. Até lá, os sistemas vão operar em caráter educativo.

Ainda de acordo com a autarquia, a maioria dos equipamentos vai punir infrações em áreas de circulação de ônibus. São pontos em que os veículos são impedidos de passar por causa de estacionamento irregular.

Também ficarão sujeitos a multas os motoristas que pararem em calçadas e em locais proibidos. As imagens captadas pelas câmeras também serão são utilizadas para coibir fila dupla e conversão proibida, além de operações de carga e descarga irregulares.

As câmeras, informou a autarquia, são operadas por um efetivo de 12 profissionais, entre agentes de trânsito e técnicos. Cabe aos agentes o papel de efetuar as autuações. A Central de Operações de Trânsito, que funciona 24 horas por dia, nos sete dias da semana.

A CTTU ressalta que as câmeras não são utilizadas para aplicar multas que só podem ser validadas por equipamentos aferidos pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), como excesso de velocidade.

Também não são registradas infrações precisem da abordagem dos agentes de trânsito, como conduzir o veículo sem os documentos obrigatórios ou em mau estado de conservação.

Por isso, as áreas beneficiadas ainda continuarão recebendo a presença física das equipes de agentes de trânsito da autarquia, que trabalham não apenas na fiscalização, como também no monitoramento e na operação do tráfego.

Estatísticas

A CTTU informou que as câmeras de videomonitoramento começaram a ser utilizadas em 2017. Um ano depois, disse a autarquia, foi registrada a redução de 87% no número de infrações registradas.

As estatísticas divulgadas pela CTTU mostram que o número de multas registrado em cada ponto monitorado passou de três por dia para uma diária, em média.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


15/11


2019

Proclamação da República: o que abre e o que fecha no feriado

Grande Recife

O feriado da Proclamação da República, celebrado nesta sexta (15), altera os horários de funcionamento do comércio de rua, shoppings e de serviços públicos no Grande Recife. Os bancos, por sua vez, não têm expediente. A Justiça trabalha em esquema de plantão. Confira o que abre e o que fecha no feriado.

Foto: Reprodução/TV Globo

Do G1 - PE

 

Comércio

As lojas do Centro do Recife, nos bairros de Santo Antônio e Boa Vista, abrem das 9h às 17h, como parte das ações de fim de ano do comércio, mas o funcionamento é facultativo.

Shoppings

 

Shopping Recife

As lojas e quiosques abrem das 12h às 21h. Já as megalojas, praças de alimentação, operações de serviços e áreas de lazer operam das 9h às 21h, mas a abertura às 9h é facultativa.

Shopping Tacaruna

As lojas abrem das 12h às 21h, enquanto megalojas abrem das 9h às 21h. As praças de alimentação e as áreas de lazer e serviços funcionam das 9h às 21h, mas a abertura antecipada é facultativa.

Shopping Plaza

O centro de compras abre das 12h às 21h. Já o cinema funciona de acordo com a programação.

RioMar Shopping

As megalojas do centro de compras abrem das 9h às 21h, enquanto quiosques e demais lojas operam das 12h às 21h. A praça de alimentação e os restaurantes abrem das 11h30 às 23h e o cinema opera conforme a programação.

Shopping Boa Vista

As lojas, os quiosques e as praças de alimentação operam das 10h às 19h. O Game Station abre das 10h às 21h e o cinema funciona de acordo com a programação.

Paço Alfândega

Todas as lojas abrem das 12h às 19h.

Shopping Guararapes

O centro de compras opera das 9h às 22h, exceto os espaços Hope, Boris Berenstein, La Donna e Container Vale Luz.

Shopping Patteo

As lojas, a praça de alimentação e as áreas de lazer funcionam das 9h às 22h. Os serviços funcionam de acordo com a programação própria.

Paulista North Way

O shopping abre a partir das 9h, com todas as operações funcionando até as 22h. O Parks & Games funciona das 12h às 22h.

Shopping Costa Dourada

As lojas, praça de alimentação e o Playtoy funcionam das 10h às 22h, enquanto o supermercado Arco-Vita opera das 8h às 22h. O cinema funciona de acordo com programação própria.

Bancos

As instituições bancárias não têm expediente no feriado da Proclamação da República, segundo a Federação Brasileira de Bancos.

Detran

A sede do órgão, na Iputinga, na Zona Oeste do Recife, não tem expediente nesta sexta (15), assim como as Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans), lojas em shoppings nas unidades do Expresso Cidadão. No sábado (16), as lojas dos shoppings funcionam conforme a própria programação.

Ministério Público do Trabalho

As atividades ficam suspensas em todas as unidades. O expediente volta na segunda-feira (18).

Tribunal de Justiça de Pernambuco

O órgão não tem expediente nesta sexta (15), retomando as atividades a partir da segunda (18). O TJPE funciona em regime de plantão. De acordo com a instituição, são julgadas somente demandas consideradas urgentes de caráter cível e criminal, como habeas corpus, mandados de segurança e medidas cautelares.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


15/11


2019

Dólar volta a subir

Moeda americana fecha no segundo maior valor da história. Incertezas na América Latina e dados econômicos fracos na Europa e na China levam moeda a ter alta de 0,2% e ser negociada a R$ 4,1934.

Foto: Marcelo Casal JR/Agência Brasil

Da Veja - Por Lucas Costa

 

Em uma semana marcada por tensões e incerteza política na América Latina, o dólar comercial voltou a subir nesta quinta-feira, 14, e fechou no segundo maior valor da história. A moeda teve ligeira alta de 0,16%, mas o suficiente para atingir 4,1934 reais para a venda e se tornar o segundo maior valor desde o início do Plano Real. O recorde ainda é de 4,1957 reais, de 13 de setembro de 2018. A escalada da moeda foi influenciada principalmente pela insegurança econômica no Chile e indicadores aquém do esperado da China e da Alemanha.

Na América Latina, os protestos no Chile deixaram o mercado em movimento de aversão a risco, o que afastou os investimentos na região. A moeda chilena teve forte depreciação mesmo depois de o banco central local anunciar medidas para segurar o peso em declínio. “Os conflitos ocorridos no Chile e a instabilidade econômica no país acabaram contaminando diversas moedas sul-americanas, inclusive o real. Além disso, os investidores estão em cautela com o feriado no Brasil, pois os mercados globais estarão ligados nos eventos, mas nós estaremos desligados. Por isso, houve a alta do dólar”, afirma Pablo Spyer, diretor da corretora Mirae Asset.

Internacionalmente, foram divulgados indicadores econômicos decepcionantes. O crescimento da produção industrial da China desacelerou significativamente mais do que o esperado em outubro, enquanto na Europa a na Alemanha evitou apenas por pouco uma recessão. Ademais, o clima é de incerteza acerca das negociações entre chineses e americanos sobre a guerra comercial. Esse pano de fundo pressionou as divisas de risco pelo mundo. O dólar australiano recuava 1%, enquanto o peso colombiano perdia 0,7%. Já o iene japonês, considerado ativo seguro, ganhava 0,2%.

Já o Ibovespa, principal índice da bolsa de valores brasileira, encerrou esta quinta-feira com leve alta de 0,5%, aos 106.556 pontos. Os balanços trimestrais ditaram o ritmo dos negócios e os papéis de Petrobras impediram um avanço maior. O mercado foi influenciado pela notícia de que a agência de classificação de risco Fitch reafirmou a nota de crédito soberano do Brasil em “BB-“, com perspectiva estável, e ponderou que uma melhora segue limitada por fatores como elevado endividamento público, rígida estrutura fiscal e um Congresso “fragmentado”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


15/11


2019

Contra a vontade de Bolsonaro, Brics ignora crise na Venezuela

Da Redação da Veja

 

Os líderes do Brics assinaram nesta quinta-feira, 14, em Brasília, uma declaração com 73 tópicos sobre o futuro do bloco e da política internacional. O texto pede uma reforma no Conselho de Segurança da ONU, mas não menciona a situação da Venezuela, da Bolívia e do Chile. O presidente Jair Bolsonaro chegou a mencionar que pretendia pressionar os outros líderes do bloco a dar mais atenção à crise venezuelana. Mas o desejo brasileiro não foi atendido. Ao contrário do Brasil, China, Rússia, Índia e África do Sul reconhecem o governo de Nicolás Maduro como legítimo.

Os Brics demonstraram preocupação com os conflitos no Iêmen, Síria, Líbia e Golfo Pérsico, pediram uma solução pacífica para a situação na Península Coreana e parabenizaram o Sudão pelo acordo para um governo de transição assinado em agosto que acabou com meses de protestos no país.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/11


2019

Palestra na Fundaj foi um sucesso

Do site da Fundaj

“Qualquer cidadão do mundo, hoje, é um repórter”. A fala do jornalista político Magno Martins, do Blog do Magno, diz respeito às transformações provocadas pela democratização da internet e dos dispositivos móveis na Era Digital. Diante deste cenário, o jornalista comandou, na noite de hoje, a palestra “O Novo Jornalismo Online no País”, realizada na Sala João Cardoso Ayres, no campus Derby da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj).

Colunista político da Folha de Pernambuco, Magno abordou desde as mudanças nos hábitos de consumo dos leitores ao jornalismo amador, e comentou os atuais desafios do repórter político frente ao fenômeno das fake news. “Informação é poder. O monopólio da informação, esse coronelismo, acabou com a internet. Qual o lado ruim? Ela prostituiu a nossa profissão [o jornalismo], que requer rigor da formação do profissional ao trato com a notícia”, provocou.

Apoiado em dados levantados pela Pesquisa Global Digital 2019, sobre o número atual de usuários das redes sociais no mundo, analisou o uso destes recursos nas Eleições 2018. Também refletiu sobre a migração dos leitores de jornais impressos para o formato digital. “No Brasil, 28 títulos foram encerrados só no último ano. Com a ascensão do online, há um declínio do impresso. E, com ele, acabamos de vez com a figura do grande repórter investigativo”, lamentou Martins, em menção à emergência da internet.

Com uma carreira que beira as quatro décadas, o jornalista tem se desdobrado nos últimos 13 anos para estar “online”. Em 2006, criou o Blog do Magno, onde comenta fatos importantes ou pitorescos da política nacional aos acontecimentos de Afogados da Ingazeira, sua cidade natal, e demais interiores. No ano seguinte, passou por mais de 70 municípios com uma oficina sobre o uso da ferramenta e, por isso, recebeu a alcunha de “pai dos blogs no Nordeste”.

Durante a palestra na Fundaj, ele anunciou que seu programa no rádio, o “Frente a Frente, com Magno Martins” ganhará uma nova versão, que será disponibilizada semanalmente no YouTube, plataforma de streaming de vídeos. A data não foi divulgada. Ao fim da sua fala, agradeceu ao presidente da Fundaj, Antônio Campos, pela presença e abriu para as perguntas do público.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha