FMO

20/08


2019

Haddad é condenado pela Justiça Eleitoral por caixa dois

O Globo

O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad foi condenado pela Justiça Eleitoral por falsidade ideológica eleitoral, o caixa dois, na campanha para a prefeitura da capital paulista em 2012. O juiz Francisco Carlos Inouye Shintate determinou pena de quatro anos e seis meses de reclusão, em regime semiaberto, e 18 dias-multa, cada um no valor de 1 salário-mínimo vigente na época do fato. Ainda cabe recurso da decisão.

Segundo o juiz Francisco Carlos Inouye Shintate, da 1ª Zona Eleitoral, a UTC Engenharia doou R$ 2,6 milhões não contabilizados à campanha de Haddad. O promotor eleitoral Luiz Henrique Dal Poz, responsável pela acusação, escreveu que Haddad "deixou de contabilizar valores, bem como se utilizou de notas inidôneas para justificar despesas".

De acordo com a denúncia, a empreiteira UTC pagou R$ 2,6 milhões via caixa dois para custear serviços das gráficas LWC e Cândido Oliveira LTDA para a campanha vitoriosa do petista para a prefeitura em 2012.

A defesa de Fernando Haddad diz que vai recorrer da decisão do juiz Francisco Shintate, da primeira Vara Eleitoral. "Em primeiro lugar porque a condenação sustenta que a campanha do então prefeito teria indicado em sua prestação de contas gastos com material gráfico inexistente. Testemunhas e documentos que comprovam os gastos declarados foram apresentados. Ademais, não havia qualquer razão para o uso de notas falsas e pagamentos sem serviços em uma campanha eleitoral disputada. Não há razoabilidade ou provas que sustentem a decisão", diz a defesa.

O indiciamento foi resultado da Operação Cifra Oculta, baseada nas delações premiadas de Ricardo Pessoa, dono da UTC, e Walmir Pinheiro, executivo do grupo, feitas no âmbito da operação Lava-Jato.

Em seu depoimento, Pessoa disse que foi procurado porJoão Vaccar Neto, na época tesoureiro do PT, para quitar uma dívida de R$ 3 milhões que o partido teria com a gráfica, de propriedade da família do deputado Souza. Após negociar com a empresa, a UTC acabou pagando R$ 2,6 milhões. Segundo os delatores, o pagamento foi operacionalizado pelo doleiro Alberto Youssef.

Vaccari foi condenado pelo magistrado por lavagem e ocultação de bens, a dez anos de reclusão. O responsável da parte financeira da campanha, Francisco Macena, também foi condenado pelo crime de falsidade ideológica eleitoral.

Na sentença, o magistrado absolveu Haddad das acusações de formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. Haddad já havia sido denunciado por esse mesmo episódio na esfera criminal, mas a 12ª Câmara do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo trancou a ação em fevereiro.

A defesa do ex-prefeito de São Paulo diz ainda que a sentença é nula por carecer de lógica. "O juiz absolveu Fernando Haddad de lavagem de dinheiro e corrupção, crimes dos quais ele não foi acusado. Condenou-o por centenas de falsidades quando a acusação mal conseguiu descrever uma. A lei estabelece que a sentença é nula quando condena o réu por crime do qual não foi acusado", afirmou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Governo de PE - Redução nos Homicídios

Confira os últimos posts



27/01


2020

Bolsonaro presta homenagem a mortos no Holocausto

Após o governo se envolver em uma polêmica relacionada ao nazismo, o presidente Jair Bolsonaro prestou homenagem aos judeus assassinados pela Alemanha Nazista. Esta segunda-feira, 27, marca o 75º aniversário do Dia Internacional de Memória do Holocausto.

Na postagem feita no Twitter, Bolsonaro afirma que o Brasil está construindo uma amizade “sem precedentes” com Israel e com o povo judeu. Ele fala também que o governo brasileiro trabalha para combater o antissemitismo. De acordo com ele, muitas vezes o sentimento contra os judeus está escondido atrás dos que negam o sionismo. “Assim honramos a memória das vítimas do holocausto e contribuímos para a esperança da paz”, escreveu o presidente.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

acolher

27/01


2020

Bovespa cai mais de 2% com mercados atentos a coronavírus

O principal índice da bolsa de valores brasileira, a B3, opera em queda acentuada hoje, com os investidores preocupados com os possíveis danos econômicos causados pela rápida disseminação do coronavírus.

Às 14h31, o Ibovespa tinha queda de 2,57%, a 115.338 pontos. Veja mais cotações.

Gerdau liderava as perdas, caindo cerca de 6,3%. CSN e Suzano também caíam mais de 6%.

Na sexta-feira, a bolsa encerrou o dia em baixa de 0,96%, a 118.376 pontos, anulando ganhos na semana. No ano, acumula valorização de 3,4%.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Serra Talhada

27/01


2020

Mourão a Witzel: Esqueceu da ética e da moral

O presidente da República em exercício, Hamilton Mourão, reagiu à divulgação de uma ligação telefônica entre ele e o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC). Mourão afirmou que Witzel “esqueceu” da ética e da moral. Ontem, o governador publicou no Twitter um vídeo no qual telefona para Mourão, para pedir ajuda.

“Em relação ao governador Witzel, ele diz que foi fuzileiro naval. Eu acredito que ele se esqueceu da ética e da moral que caracterizam as Forças Armadas quando saiu do corpo de fuzileiros navais”, disse Mourão.

No vídeo divulgado por Witzel, Mourão afirma que está “ciente” da situação de enchentes no Estado.

Em viagem à Índia, o presidente Jair Bolsonaro também criticou a divulgação do telefonema. “Eu acho que não é usual alguém fazer isso. Eu não gostaria que fizessem comigo, não interessa qual seja o assunto. O que se trata por telefone tem que ser reservado”, disse Bolsonaro nesta manhã.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


27/01


2020

Bolsonaro e Maia avaliam construir agenda conjunta

Blog da Andréia Sadi

O presidente da República, Jair Bolsonaro, e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, estudam a construção de uma agenda comum de projetos para 2020 no Legislativo.

Maia já informou ao Planalto que a prioridade da Casa é a reforma tributária que, segundo o presidente da Câmara, será votada no primeiro semestre. “É uma agenda do Parlamento", disse.

O ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, responsável pela articulação política do governo, e Maia tem conversado sobre projetos que podem andar no Congresso além da reforma tributária.

Para o governo, o discurso é de que seria ideal a aprovação das reformas tributária e administrativa em 2020. Porém, na avaliação de congressistas, a equipe econômica atrasou a discussão da reforma administrativa ao não enviá-la ao Congresso em 2019, como estava combinado.

A discussão da reforma tributária está mais avançada e, mesmo assim, ainda não conta com a proposta do governo. Congressistas devem embutir nesse debater a fala da semana passada do ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre a criação de um “imposto do pecado”.

A proposta de aumentar os tributos sobre itens como cigarro, álcool e produtos com açúcar já foi rechaçada pelo presidente Bolsonaro.

No Congresso, a avaliação é de que dificilmente um imposto será criado em ano de eleição. Mesmo assim, o debate deve ser feito.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Limoeiro

27/01


2020

Governo demite membros da equipe de Alvim

Dez dias depois da demissão de Roberto Alvim, o governo exonerou da Secretaria Especial de Cultura três funcionários que foram nomeadas como cargo de confiança do dramaturgo. O ato está publicado no Diário Oficial União de hoje.

Foram exonerados o assessor Alexandre Leuzinger; o coordenador de projetos especiais, Marco Aurélio Franco; e o coordenador de empreendedorismo e inovação, Alessandro Loiola. Na semana passada, a assessora Denia Magalhães também já havia deixado o governo.

A demissão dos auxiliares ocorre em meio ao “namoro” entre a atriz Regina Duarte e o presidente Jair Bolsonaro. A global foi convidada a assumir a chefia da Cultura após a demissão de Alvim, que foi gerada por causa de um vídeo divulgado para anunciar o Prêmio Nacional das Artes. Nele, o então secretário parafraseava frases de um discurso do ministro de propaganda da Alemanha nazista, Joseph Goebbels.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banner de Arcoverde

27/01


2020

O imbróglio do Enem

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, anda meio sumido das redes sociais. Não por acaso, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) vive um imbróglio há mais de dez dias. O último capítulo aconteceu na noite de ontem, quando a Justiça rejeitou pedido da Advocacia-Geral da União (AGU) para derrubar a decisão que suspende a divulgação do resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) assim que as inscrições forem encerradas – às 23h59 de ontem.

A AGU promete recorrer da decisão da presidente do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3), desembargadora Therezinha Cazerta. Com a decisão, o Sisu segue impedido de divulgar, amanhã, os resultados dos aprovados no Enem.

A desembargadora cobrou transparência no Enem. Segundo ela, as razões que levaram à suspensão do Sisu na primeira instância não foram sanadas. O processo que impede a divulgação das notas começou com uma ação da Defensoria Pública da União por causa dos 5.974 candidatos que receberam notas erradas.

Os problemas no Enem de 2019 começaram após uma série de reclamações por parte dos estudantes após o recebimento das notas. O ministro da Educação admitiu falhas no gabarito do Enem e falou em “inconsistências” na correção das provas.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


27/01


2020

Elias se filia ao MDB

O ex-prefeito de Jaboatão dos Guararapes e do Cabo de Santo Agostinho, Elias Gomes, enviou, há pouco, ao blog, uma nota na qual informa a sua filiação ao MDB do senador Jarbas Vasconcelos. Elias, que pretende disputar novamente a prefeitura do Cabo, se desfiliou do PSDB na última semana. Confira o documento na íntegra:

Caro Magno,

Recebi o honroso convite do senador Jarbas Vasconcelos e do deputado federal e presidente estadual do MDB, Raul Henry, para me filiar a legenda. Aceitei o convite e coloco meu nome à disposição do partido e especialmente dos cabenses para disputar um novo mandato de prefeito em minha cidade natal. O Cabo está mergulhado em escândalos de corrupção promovidos pela gestão desastrosa de Lula Cabral. Isso precisa mudar!

Em 44 anos de vida pública tenho ficha limpa comprovada e experiência para promover as mudanças que os cabenses esperam. No próximo dia 6 de fevereiro iremos promover ato de filiação e nossa arrancada para construir uma grande vitória.

Cabo, 27 de janeiro de 2020

Elias Gomes


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


27/01


2020

Fies do PT criou os barões da "educação"

Por Ivan Maurício*

De 2014 até o ano passado, o programa de Financiamento Estudantil do Ministério da Educação vive em queda e não garante acesso dos mais pobres a universidades privadas. Esta é a manchete de hoje do “Jornal do Commercio”. Agora, vamos ao que o “Jornal do Commercio” não conta.

O Fies transformou a vida de cinco proprietários de universidades privadas em cinco novos bilionários brasileiros. O Governo Federal financiava as matrículas nas universidades com risco total. Em caso de inadimplência – falta de pagamento – o Governo Federal arcava com o prejuízo integralmente.

E o que fizeram os donos das universidades privadas? Encheram as universidades de alunos, sem a menor análise de crédito, e ficaram bilionários. E claro, a “viúva” pagava o prejuízo.

Agora, os bilionários da educação terão que pagar 45% da inadimplência, descontado na transferência feita pelo Governo Federal. A mamata acabou.

*Jornalista


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


27/01


2020

Cruzada a favor das drogas

O secretário de Segurança Pública do Recife, Murilo Cavalcanti, não faz a menor cerimônia em defender a legalização de drogas pesadas. O que o prefeito Geraldo Júlio, que prima pelo conservadorismo, tem a dizer de um auxiliar que faz apologia às drogas?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


27/01


2020

Eleição municipal é parada federal

A vida é um fator local e a eleição municipal será uma parada federal, proclama o bicho-grilo Adalbertovsky. “Cada eleição tem sua história e nada se repete. Esta é uma lei imutável, transitada em julgado, nem os aiatolás de Brasília revogam. Olha só quem aflorou no recinto, o cavaleiro andante da Embratur, Gilson Machado Neto! Bolsonariano-raiz, faz parte da legião dos pioneiros da Aliança Pelo Brasil. GMN comanda o cruzeiro da Embratur em mar de almirante e céu de tenente-brigadeiro”.

“Empreendedor, amigo do peito do capitão e a bordo do pavilhão da Aliança Pelo Brasil, GMN é liderança emergente que poderá se converter em fato novo na sucessão municipal de Recife. Convém analisar as CNTP – Condições Naturais de Temperatura e Pressão. O cara é ninja no pentagrama musical e nas plataformas da Embratur. Tá ligado em 220 volts, segundo o capitão”.  

“Experiente e engenhoso, o ex governador Mendonça Filho reúne condições objetivas para encarar e vencer a patota da mundiça vermelha e assemelhados, no primeiro ou segundo turno. Formosa criatura, a delegada Patrícia Domingos apresenta lampejos de fato novo. Mas, é feito meteoro, estrela passageira. O nome dela não ecoa na Cova da Onça, nas esquinas de Água Fria, nas periferias. Ser candidata a vice ou a vereadores já seria de bom tamanho para ela”.

“Governo do Estado e Prefeitura do Recife mobilizam estruturas poderosas para impulsionar a candidatura do garoto que se presume herdeiro da capitania hereditária. Mas, o pirralho na avança nas pesquisas internas. As desavenças familiares poderão inviabiliza-lo. O PSDB é uma barragem com rachaduras e sangramentos. Um afluente tucano fará a transição para novo abrigo em busca do apoio do presidente Bolsonaro”. A crônica do bicho-grilo Adalbertovsky está postada no Menu Opinião. Metam os peitos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Uma mentira repetida mil vezes torna-se verdade. Joseph Goebbels



27/01


2020

Rumo ao Ceará

Madruguei no aeroporto para pegar o voo da Gol from Fortaleza, onde passo a semana inteira cumprindo a pauta do debate urbano, de mobilidade e infraestrutura das três principais capitais do Nordeste.

Tem tanta coisa que me indicaram que estou em dúvida por onde começar. Espero que seja tão bem sucedido quanto Salvador. Se Fortaleza não tem axé, tem a magia do seu povo encantador.

Estou chegando, Fortaleza!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


27/01


2020

Jones Manoel abre, com inteligência, debate afro no blog

Os leitores deste blog ganham mais um craque para reforçar o quadro de articulistas: Jones Manoel, uma das mais brilhantes expressões das novas lideranças de intelectuais e militantes orgânicos que estão surgindo no Brasil. 

Ele ainda é quase anônimo para o grande público pernambucano e especialmente para o mundo político tradicional do Estado, mas tem recebido destaque no País, inclusive de estrelas como Caetano Veloso, que o entrevistou há duas semanas por mais de 1 hora e 20 minutos pelo Mídia Ninja.

Nascido e criado na Favela da Borborema, na zona norte do Recife, é filho de Dona Elza, mãe-guerreira, que era responsável para cuidar sozinha da família, dando especial dedicação para os ensinamentos de solidariedade, honestidade, perseverança, inconformismo e engajamento prático com a luta pela Justiça Social. 

Ainda adolescente, Jones foi zelador no Colégio Elo, trabalhando para estudar, tendo se graduado como bacharel e licenciado em História pela Universidade Federal de Pernambuco – UFPE, para depois ser mestre em Serviço Social pela mesma universidade.

Atua como comunicador e educador popular, mantém um canal no YouTube (Jones Manoel), participa do podcast Revolushow, escreve para a Revista Opera, Blog da Boitempo e Lavrapalavra, além de militar no Partido Comunista Brasileiro (PCB). Fruto do ressurgimento da esquerda marxista, Jones emerge do Brasil profundo, trazendo fortes raízes Afro, com sua voz brotando da maioria do povo cronicamente marginalizado pelas elites e vítima da velha política manipuladora.

Vale celebrar o florescimento de uma liderança popular autêntica e original, com bases teóricas sólidas aliadas a ações transformadoras concretas, que pode ser o novo contraponto à direita ideológica saída do armário sob as sombras do bolsonarismo. Sua estreia será na próxima sexta-feira, dia que passa a escrever periodicamente para este blog. 

Comunista assumido, Jones Manoel trará à luz  do debate não apenas temáticas relacionadas ao comunismo e socialismo no mundo, como também a pauta da negritude brasileira, com ênfase para o bom combate ao preconceito racial, uma página, infelizmente, ainda não virada no Brasil, em pleno século 21.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


27/01


2020

Um jornal pelo Whatsapp que vai viciar

A bomba que José Nivaldo Júnior e este blogueiro anunciaram, na semana passada, nasce com o poder de vício de uma droga: combativo, crítico e moderno. O canal sem medo de dizer a verdade que faltava aos pernambucanos.

Ainda está em ebulição na usina de ideias de um grupo jovem e arrojado da tecnologia e do mundo digital que arregimentamos. José Nivaldo, com a cabeça criativa funcionando 24 horas por dia. Eu, já catando os primeiros furaços. Dupla, sem papas na língua, que vai dar muito o que falar.

A publicacação terá apenas versão digital, criada, diagramada e distribuída exclusivamente para leitura em Whatsaap e outras mídias sociais.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


27/01


2020

Secretário nega pânico

À propósito do comentário desta coluna acima, na qual informo que o governador Paulo Câmara (PSB) ficou abalado e chegou a entrar em pânico com a reportagem da Época, na qual Antônio Campos sugere que em Pernambuco a extensão da corrupção é maior que a Paraíba, onde o ex-governador Ricardo Coutinho, também do PSB, foi preso, o secretário de Imprensa do Estado, Eduardo Machado, escreveu abaixo:

Bom dia, caro Magno.

Sobre o texto principal de sua coluna de hoje, não é verdade que qualquer integrante do Governo de Pernambuco tenha "entrado em pânico" com as declarações publicadas nas reportagens do fim de semana".

Atenciosamente,
Eduardo Machado


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


27/01


2020

Congresso: utopia aprovar prioridades em ano eleitoral

Congresso vê como utopia aprovar prioridades de Bolsonaro em ano eleitoral

Imagem: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Do UOL

O governo Jair Bolsonaro (sem partido) pretende aprovar neste ano pelo menos cinco reformas econômicas e outros 14 projetos (veja lista ao final do texto). Na avaliação de líderes do Congresso, sem base articulada e com o calendário eleitoral, o pacotão ambicioso do Planalto não será aprovado integralmente. 

No entendimento dos congressistas, parte dos projetos que tramitam pela Casa muda estruturalmente as bases do sistema público, de distribuição de recursos e interferem em setores sensíveis da economia como indústria, serviços e agronegócios. São propostas polêmicas, como a desestatização da Eletrobras, que exigem habilidade de negociação e garantia de votos.

Ainda em recesso, parte dos parlamentares mantém a desconfiança em relação ao Planalto adquirida no final de 2019. Em novembro e dezembro, o ministro Luiz Eduardo Ramos (Secretaria-Geral) e os articuladores no Congresso patinaram para aprovar até pautas que eram consenso e para cumprir acordos de emendas que viabilizaram a aprovação da reforma da Previdência.

Confira a íntegra aqui: Congresso vê como utopia aprovar prioridades de Bolsonaro ...


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores