Faculdade de Medicina de Olinda

13/08


2019

Congresso da UVP acontece em Triunfo

A União de Vereadores de Pernambuco – UVP chega ao Sertão pernambucano para realizar, na cidade de Triunfo, no período de 22 a 25 de agosto, o Congresso de Vereadores(as) e servidores(as) de Câmaras Municipais e Prefeituras.

O evento contará com nomes do cenário político pernambucano e eles serão responsáveis por conduzir debates sobre “A participação da Mulher na Política”, “Articulação Política versus Nova Política”, “A PEC das Emendas Impositivas e o FEM em Pernambuco”, “Novas regras para as Eleições 2020”, “Digitalização e Virtualização no Setor Público” e ainda “A Harmonia e Independência entre os poderes Legislativo e Executivo”.

O Congresso será realizado no auditório do Hotel Sesc Triunfo, localizado na rua Antônio Henrique da Silva, S/N, no bairro de São Cristovão. As inscrições podem ser realizadas através do telefone da UVP – (81) 3228.6465.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Governo de PE

Confira os últimos posts



06/09


2006

Candidato a senador diz que "em política só vaca não voa"

''Em eleição, a única coisa que não vi acontecer até hoje foi uma vaca dar leite no curral, criar asas e sair voando''. A frase é do candidato a senador na chapa de Humberto Costa(PT), Luciano Siqueira, em entrevista publicada em um jornal de Petrolina. Siqueira disse que Mendonça não ataca Lula e esconde seu candidato a presidente, Geraldo Alckmin, enquanto Jarbas Vasconcelos faz o contrário. ''Devia os dois se juntarem e assumirem claramente que são contra Lula e não o pefelista partir para o oportunismo'', afirmou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

DEYVISSON DA SILVA LIMA

Também esse protótipo de esqueleto de senador só fala besteira. "Venha pro lado certo". "Sou o Senador de Lula". Etc. E vem com essa de que Jarbas deveria assumir que é contra Lula; claro que é contra Lula! Quem não sabe disso?! Jarbas não é irresponsável de ficar ciscando feito galinha como o PT fa


Prefeitura de Abreu e Lima

06/09


2006

CCJ do Senado aprova voto aberto só para cassações

Um dia depois de ter sido aprovado na Câmara o voto aberto para todas as votações, a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado aprovou hoje a Proposta de Emenda à Constituição 38/04, que adota o voto aberto somente para casos de cassação de mandato.

De acordo com a emenda, o voto secreto continuará a ser utilizado durante a votação de vetos presidenciais, de algumas matérias cuja análise é atribuição exclusiva do Senado, a exemplo da aprovação ou exoneração de autoridades, e da eleição da Mesa Diretora da Casa.

O projeto de abertura total aprovado ontem pela Câmara ainda irá para a votação no Senado. A aprovação da Emenda 38/04, entretanto, adiantaria a implementação do voto aberto para os casos de cassação, já que ainda existem divergências sobre a abertura total ou não do voto. Informações da Agência Reuters.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Pernambucanos vejam com antecedência o que os senadores estão fazendo, acordem pelo amor de Deus. Vocês votam errado depois estão arrependidos, vomos colocar um senador de esquerda, e que represente realmente o povo de Pernambuco. JORGE GOMES.

Entendemos que a transparência é fundamental para quem representa o povo, agora eles tem medo de perder a boquinha dos voto secretos. O povo tem que se unir para aprovar através do seu representante o voto aberto. Lamentavelmente no senado em PE. temos dois PFL e um PSDB. E lá vai Jarbas. É f.

guilherme alves

O Senado corrige uma besteira da Camara ao estender o voto aberto a questões que não são permitidas constitucionalmente. Na minha opinião o voto para cassar deveria continuar secreto, e nós julgaríamos posteriomente. Entendo oportunista e demagógica a decisão dos deputados.


Prefeitura de Limoeiro

06/09


2006

Okamotto terá que dar explicações ao Senado

A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado aprovou nesta quarta-feira convite para que o presidente do Sebrae, Paulo Okamotto, esclareça à comissão as supostas contradições entre o seu depoimento à CPI dos Bingos e as afirmações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre pagamento de dívida no valor de R$ 24,5 mil ao PT. A dívida seria do próprio presidente da República.

A data do convite a Okamotto ainda não foi definida, mas ocorrerá somente após as eleições. Segundo o líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM), a oposição quis marcar o convite após o período eleitoral para não ser acusada de politizar a discussão. ''Não queremos ser acusados de subverter o processo em curso. É algo imoral que tem que ser apreciado'', disse.

Já a líder do PT no Senado, Ideli Salvatti (SC), disse ter convicção que o convite a Okamotto tem intenções eleitorais. ''É requentar, é trazer para o cenário do embate eleitoral um assunto que temos entendimento de que está mais do que esclarecido'', afirmou.

Segundo parlamentares da oposição, o presidente Lula relatou conversa com Okamotto na qual teria autorizado o presidente do Sebrae a pagar a dívida com o PT. Já Okamotto afirmou à CPI dos Bingos que não informou o presidente sobre o suposto pagamento, mas se responsabilizou pela dívida, registrada na prestação de contas do partido.

O presidente do PSDB, Tasso Jereissati (CE), disse que Okamotto mentiu ao Senado Federal, e por isso deve se explicar. ''Ficou claro que ele cometeu perjúrio e isso é o que pode acontecer de mais grave em um depoimento à CPI. Se ele não vier, é a confirmação de grave perjúrio'', afirmou. As informações são da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Paulin de Caruaru.

Porque o Okamoto não faz como HUMBERTO e quebra seu sigilo?Aliás o que o Humberto acha disso?



06/09


2006

Alckmin: "Lula surfou no que FHC já tinha feito"

O candidato à Presidência da República pelo PSDB, Geraldo Alckmin, disse hoje que não acredita que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva(PT), candidato à reeleição, conseguirá fazer alguma coisa em um segundo mandato. Na avaliação do tucano, reeleição significa ''um pouquinho mais do mesmo'', e se o presidente Lula ''não fez nos primeiros quatro anos, dificilmente fará nos próximos quatro''.

Alckmin ressaltou que Lula chegou ao governo ''numa eleição histórica'' e que não aproveitou esse respaldo para fazer as reformas que o país precisa. ''O Lula não fez nada,. apenas surfou no que o Fernando Henrique(Cardoso, ex-presidente) tinha feito. Como você vai acreditar  que ele vai fazer alguma coisa no segundo mandato. Não há hipótese'', afirmou. Para Alckmin, se o presidente for eleito, a sucessão para 2010 passará a ser discutida no dia seguinte. Informação de Andreza Matais, da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

guilherme alves

Por opinião desse quilate é que faz o Geraldo não pegar onda e surfar. É muito primarismo. Onde estava o Geraldo durante o governo tucano de FHC? O tucano quebrou o país duas vezes, levou o país a ter a maior taxa de juros da sua história, o risco país atingiu o auge entre outras coisas. Acorda.

Antonio Pereira

INCRIVEL. NAVEGANDO NESTE BLOG, SÓ PUDE LER ASSUNTOS CONTRA LULA. ENQUANTO ISTO, ÊLE SOBE NAS PESQUISAS. ESTE É RELAMENTE UM FENOMENO. LULA O FENOMENO. LULA LÁ.


Magno coloca pimenta folha

06/09


2006

Biscaia complica Suassuna no Conselho de Ética

O presidente da CPI dos Sanguessugas, Antonio Carlos Biscaia (PT-RJ), confirmou nesta quarta-feira, em depoimento ao Conselho de Ética do Senado, conversa que manteve com o senador Ney Suassuna (PMDB-PB) em julho deste ano na qual o senador disse que ''pelo menos 90% dos parlamentares do Congresso levam beiradas das emendas''.

Biscaia evitou fazer juízo de valor sobre a declaração de Suassuna e disse ao Conselho de Ética que o senador ''não deixou claro'' se a afirmação era um atestado de confissão. Suassuna é investigado pelo Conselho de Ética por suspeita de participação na máfia dos sanguessugas, que desviava recursos de emendas parlamentares para a compra superfaturada de ambulâncias.

Segundo o presidente da CPI, o empresário Luiz Antônio Vedoin, sócio da Planam, confirmou em depoimento à comissão, em agosto deste ano, que pelo menos 70% dos parlamentares cometem fraudes nas emendas. ''A variação é só no percentual. Vedoin diz que apenas 70% do Congresso faz isso, enquanto o senador Suassuna acha que são 90%'', disse Biscaia.

Em depoimento ao Conselho de Ética nesta terça-feira, o empresário Darci Vedoin, pai de Luiz Antônio, disse que muitos parlamentares não se envolviam com as ''beiradas'' das emendas, mas que a maioria tem participação nas fraudes.

Suassuna nega qualquer envolvimento nas irregularidades. O ex-assessor do senador Marcelo Cardoso é acusado de ter recebido R$ 222,5 mil em propina por supostas emendas apresentadas por Suassuna à Planam.

Cardoso presta depoimento há cerca de meia hora ao Conselho de Ética para esclarecer sua ligação com a Planam. No início do depoimento, Cardoso solicitou que sua fala fosse reservada. Apenas os senadores do Conselho e alguns assessores acompanham o depoimento do ex-assessor, que é fechado à imprensa. Com informações da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

guilherme alves

E o outro candidato o Cícero( o homem de cem milhões) tá na revista Istoé. Pobre paraíba.

Raimundo Eleno dos Santos

O senhor Ney Sanguessuna,ou Sussuarana,ou seja lá o que for, está precisando de umas férias no SPA da PF, em Catanduva, por exemplo.O povo paraibano com essa afronta essa ofensa,esse ultraje perpetrada pela façanha deste elemento está morrendo de vergonha.E ainda é candidato.Pode?

guilherme alves

Há alguém no Brasil que tem dúvidas sobre a asseriva do senador Suassuna?


Banner de Arcoverde

06/09


2006

Vedoin depõe na Polícia Federal

O empresário Luiz Antonio Vedoin, sócio da empresa Planam, pivô do escândalo dos Sanguessugas, se apresentou na manhã desta quarta-feira à Polícia Federal de Brasília. Ele vai dar prosseguimento a uma série de depoimentos para fechar o inquérito do caso, na condição de réu colaborador.

Em depoimento à PF na véspera, os empresários Darci Vedoin e Luiz Antonio Trevisan Vedoin, da principal empresa envolvida no caso, prestaram depoimentos nesta terça-feira no Conselho de Ética do Senado. Em sessão fechada, os dois reafirmaram suas relações com os senadores Ney Suassuna (PMDB-PB), Magno Malta (PL-ES) e Serys Slhessarenko (PT-MT) e reiteraram que os três parlamentares e seus assessores estão envolvidos no esquema de venda de ambulâncias a preços superfaturados para prefeituras.

No depoimento, os empresários foram contundentes em relação à participação de um assessor de Suassuna, Marcelo Carvalho, na máfia das ambulâncias. Segundo o presidente da CPI dos Sanguessugas, deputado Antonio Carlos Biscaia, Darci Vedoin garantiu que o senador Suassuna sabia do esquema de venda ilegal de ambulâncias. Informações da Agência Estado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

guilherme alves

Quando, de fato, teremos a verdade das falas do Vedoin?



06/09


2006

Rossi foge de depoimento ao Conselho de Ética

O deputado Lino Rossi (PP-MT), acusado de receber mais de R$ 3 milhões em propina na máfia das ambulâncias, não atendeu ao convite do Conselho de Ética do Senado para prestar esclarecimentos hoje sobre as acusações contra o senador Magno Malta (PL-ES) --também suspeito de envolvimento nas fraudes. Rossi é dono do Fiat Ducato que teria sido repassado ao senador como suposta propina para a liberação de emendas parlamentares à Planam.

Rossi enviou carta ao Conselho na qual confirma que recebeu em 2002 o carro como empréstimo do empresário Darci Vedoin, sócio da Planam, e ofereceu o veículo a Malta --que na época enfrentava dificuldades financeiras.

''O senador me confidenciou as dificuldades financeiras pelas quais passava e a necessidade de transportar sua banda gospel pelas regiões onde realizava shows. Como temos os mesmos princípios religiosos, ofereci o veículo alertando-o, contudo, que deveria ser devolvido assim que eu requisitasse'', afirma Rossi na carta.

O corregedor do Senado, Romeu Tuma (PFL-SP), reagiu à ausência de Rossi. O senador propôs que o parlamentar seja convocado a depor na CPI dos Sanguessugas mesmo que levado à força. ''Esse desrespeito tem que ser corrigido através até, se for necessário, de uma condução coercitiva, vir preso aqui, porque se envolveu em esquema grave que tem relação com o caso de Magno Malta'', afirmou Tuma. Com informações da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

guilherme alves

Tendo princípios religiosos arragaidos agem desse jeito, e se não os tivessem?



06/09


2006

Alckmin insiste em segundo turno e critica Lula

 O candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, disse que continua confiante na realização do segundo turno e que a eleição somente será definida a 15 dias da votação. Ontem, o instituto Datafolha apontou intenção de voto de 51% para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato à reeleição, o que lhe dá uma virtual vitória já no primeiro turno.

''Acredito que vai ter segundo turno. As pesquisas não me impressionam. Em São Paulo [na eleição para governador em 2002], somente passei para o primeiro lugar no dia 20 de setembro. O [Paulo] Maluf estava na frente'', afirmou ele, durante debate na AMB (Associação dos Magistrados do Brasil).

O candidato comentou que as pesquisas internas de sua campanha indicam que, com exceção do Norte e Nordeste, nas demais regiões já está configurado o segundo turno.

O candidato criticou a declaração do presidente Lula, que ontem em comício, na cidade de Caruaru (PE), disse que a democracia ''não é só coisa limpa'' e que ela às vezes tem ''coisas'' que causam ''preocupação'' e ''desgosto''.

Segundo Alckmin, quem pensa dessa forma, não deveria fazer política. ''O Brasil pode e deve ter governo honesto, que não compactue com corrupção'', disse ele. As informações são de Andreza Matais, da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Com a turma que ele chamou para auxiliá-lo, nem precisa de inimigo. Vade retro!

Severino Isidoro Fernandes Guedes

Coitado do Alckimin! Ainda acredita que vai chegar ao 2º turno. Acredita. Também acredita que vai fazer um governo ético com ACM, Bornhausen & Cia. Será que também acredita em papai noel, coelhinho da páscoa, saci-pererê e cumadre florzinha?



06/09


2006

Piauhylino presta esclarecimentos

Em contato, há pouco, com o signatário deste blog, o deputado Luiz Piauhylino(PDT-PE) explicou que não é responsável por nenhum tipo de emenda irregular, conforme apontou, hoje, o Tribunal de Contas, em matéria publicada na Folha de S. Paulo.

Ressaltou que, em nenhum momento, foi notificado pelo TCU e supõe que, pelas informações repassadas pela repórter da Folha, o problema identificado teria sido em Serra Talhada, numa emenda dele para construção de um ginásio de esportes coberto, já concluído e funcionando perfeitamente.

''Se há algo irregular na obra citada pelo Tribunal, o problema é com a Prefeitura, que construiu o ginásio e não comigo'', afirmou, revelando bastante indignação com a citação do seu nome num processo pelo qual não tem nenhuma responsabilidade.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Talves não seja de emenda, e,sim,de remendo.Onde há fumaça, há fogo.Creio que não é de geleira.Olha, quando há comentário em condições muito favoráveis, é difícil aceitar que não houve maracutaia.Possível é, mas quem lida com mel, dificilmente não põe a mão na boca.Acho que até diabético põe.É isso.



06/09


2006

Secretário não cumpre decisão em PE e pode ser preso

 O Primeiro Grupo de Câmara Cível, do Tribunal de Justiça de Pernambuco, determinou, ontem, a prisão do secretário de Administração do Estado, Mauricio Romão, por não cumprir decisão judicial em relação a um grupo de policiais militares, que ganhou o direito a receber a gratificação de incentivo paga aos da ativa até o ano de 2001.

O Juiz Lúcio Grassi Gouveia, relator do processo, já determinou que o secretário seja levado até a presença da autoridade policial responsável para lavrar o auto de prisão. Determinou, ainda, a subida dos autos até o presidente do TJPE, para representar com o pedido de intervenção federal no Estado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Severino Isidoro Fernandes Guedes

Esse governo Jarbas-Mendonça é mesmo truculento, reacionário e antidemocrático. Há muito tempo que não respeita as leis e fica por isso mesmo. O povo pernambucano precisa mandar essa gente para casa para acabar com esse achincalhe. É 40 (Eduardo) neles!

Marcelo Mota Gomes

Esse pessoal de Jarbas-Mendonça não sabe conviver com Democracia, pois não respeita nem decisões judiciais. Cadeia nele!

caca di serrat

E ALUNO DE JARBA MARMELA O HOMEM QUE NUNCA MENTIU



06/09


2006

Suspensa promoção de juízes em Pernambuco

Mais uma promoção de juízes por merecimento foi suspensa. Dessa vez, em Pernambuco. O conselheiro Eduardo Lorenzoni, do Conselho Nacional de Justiça, suspendeu liminarmente a promoção de desembargadores, porque o tribunal ainda não disciplinou quais são os critérios para as promoções por merecimento. A questão foi levada ao CNJ pela Associação dos Magistrados de Pernambuco.

As promoções por merecimento foram normatizadas pelo CNJ em setembro do ano passado, pela Resolução 6. O documento estabelece que as promoções devem se feitas em "sessão pública, em votação nominal, aberta e fundamentada". O artigo 4 da resolução estabeleceu prazo de 120 dias para que os tribunais editassem atos administrativos disciplinando a fixação de critérios objetivos para aferição do merecimento para promoção de juízes.

Segundo a Associação dos Magistrados pernambucanos, mesmo sem haver editado a regulamentação da promoção, o TJ publicou edital de acesso por merecimento ao cargo de desembargador. As informações são da revista Consultor Jurídico.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


06/09


2006

Piauhylino na lista das emendas irregulares do TCU

 Nove deputados responsáveis por emendas parlamentares que resultaram em convênios considerados irregulares pelo TCU (Tribunal de Contas da União) tiveram os nomes encaminhados ontem à CPI dos Sanguessugas para investigação. Deles, apenas um --João Magalhães (PMDB-MG)-- aparece na lista dos 69 deputados que tiveram a cassação do mandato pedida por envolvimento na fraude das ambulâncias.

O tribunal analisou 58 convênios com 18 municípios e duas entidades para transferência de verbas da União, em 15 Estados. Para o TCU, há indícios de fraudes ou irregularidades semelhantes às detectadas pela Operação Sanguessuga.

A identificação dos autores das emendas não significa que eles tenham participado das irregularidades, segundo o relator do processo no TCU, Ubiratan Aguiar. Os nomes devem ser investigados pela CPI.

A maior parte das emendas trata de recursos dos ministérios da Saúde e dos Esportes.

Investigado pela CPI pelo suposto recebimento de propina de R$ 42 mil por emenda para compra de unidade móvel de informática, João Magalhães aparece na lista do TCU como autor de emenda para construção de quadra esportiva em Coroaci. Ele disse desconhecer irregularidade no convênio.

Os demais deputados contatados pela Folha também disseram desconhecer irregularidades. Ann Pontes (PMDB-PA), Ney Lopes (PFL-RN) e Mário Assad (PSB-MG) disseram que os convênios foram executados por prefeitos adversários. "A única coisa que me informaram é que o fornecedor não foi a Planam", disse Pontes sobre compra de ambulâncias para Tucuruí.

"Foi uma surpresa", respondeu Zico Bronzeado (PT-AC), com emenda para qualificação profissional em Brasiléia. "Não acompanhei a emenda", disse Jackson Barreto (PTB-SE), cuja emenda equipou hospital em Riachuelo. "Se tem irregularidade, o TCU que apure", disse Luiz Piauhylino (PDT-PE).
Moraes Souza (PMDB-PI) está doente e não se manifestou. Airton Roveda (PPS-PR) não foi localizado. As informações são da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


06/09


2006

Voto obrigatório: oito deputados de PE deixam de votar

 Dos 25 deputados que integram a bancada federal de Pernambuco, oito não compareceram à sessão da Câmara em que foi aprovado, ontem, o fim do voto secreto para cassação de parlamentar. Só um deputado recorreu ao artifício da abstenção - Pastor Francisco Olímpio, do PSB. Eis abaixo a lista dos ausentes.

Armando Monteiro Neto (PTB), Inocêncio Oliveira (PL), Gonzaga Patriota(PSB), Eduardo Campos (PSB), Jorge Gomes (PSB), José Mendonça Bezerra(PFL), Maurício Rands (PT) e Osvaldo Coelho(PFL).


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

guilherme alves

Fizeram muito bem. Pois o Senado vai corrigir a besteira que a Câmara fez. Constitucionalmente há garantias para o voto secreto em determinadas circunstâncias, a fim de manter o equilíbrio dos poderes contra pressões. Vamos ver.

roberto lima

o sr rands que se elegeu com muitos votos da ufpe, tinha no seu escritorio de adv. ações de prof. (ex. correção do fgts).Na época ele combatia tudo que hoje defende, inclusive a taxação dos inativos que vergonhosamente foi confiscada dos aposentados. Como ele pode declarar seu voto?

roberto lima

o sr inocencio esá criticando a privatização da celpe no guia. Na época, ele fazia parte da aliança com o então governador! por isso, ele não quer declarar seu voto nas eleições ; quando nos livraremos dessa gente?

Raimundo Eleno dos Santos

Acontece , Pedro Araujo, que os outros ficaram de bico calado. Esse tal com a sua costumeira gaguice veio a público dizer de sua posição favorável( Vide alguns dias passados.Está no Blog.). Mas não foi lá para votar. Por isso é que fiz a citação. Não sou injusto. OK? É isso.

Pedro Araújo

Raimundo, de oito deputados lembras logo de Inocêncio? e os outros sete? não que vote em Inocêncio, mas não achas que isso é discriminação amigo. Se for para colocar na guilhotina, que vão os oito. Ou todos os federais de nosso Estado. Tá mais que na hora de reformular o guadro dos parlamentares.



06/09


2006

Agenda dos candidatos em Pernambuco

 O candidato do PFL a governador de Pernambuco, Mendonça Filho, visita, às 9h30, o comércio de Camaragibe com o  ex-governador Jarbas Vasconcelos (PMDB), candidato ao Senado. Às 11 horas, participa de entrevista na Rádio Folha; às 16h tem reunião com lideranças no Arcádia, do Paço Alfândega; às 19h30 faz caminhada no Jordão Baixo.

Humberto Costa, do PT, tomou café da manhã com militantes da cultura, no Recife Praia Hotel. Às10h, em Paulista, faz caminhada no centro comercial. Às 15h, em Abreu e Lima, participa de caminhada no bairro do Fosfato e no centro comercial e às19h tem outra caminhada no bairro da Mustardinha, no Recife.

Eduardo Campos, do PSB, faz, às 10 horas, palestra na Faculdade de Economia da Universidade Federal de Pernambuco; às 17h, em Goiana, participa de carreata e às 20h30, em Carpina, participa de carreata.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


06/09


2006

O dia dos presidenciáveis

A candidata do PSOL à Presidência, Heloísa Helena, faz campanha hoje em Brasília. Ela participa de reuniões de campanha e de gravações para a propaganda eleitoral gratuita.

José Maria Eymael, candidato à Presidência pelo PSDC, faz campanha em Brasília. Eymael participa de evento na AMB (Associação dos Magistrados do Brasil) e de caminhada na cidade-satélite Taguatinga.

Geraldo Alckmin, candidato do PSDB à Presidência, faz campanha em Brasília e Minas Gerais. Alckmin também participa de evento na AMB, em Brasília, e depois viaja para Teófilo Otoni (MG). Luiz Inácio Lula da Silva, candidato à reeleição pelo PT, faz campanha hoje em Ceilândia, cidade-satélite de Brasília.

O candidato à Presidência do PDT, Cristovam Buarque, faz campanha hoje em Guarulhos, na Grande São Paulo. Luciano Bivar, candidato do PSL à Presidência, não tem compromissos eleitorais hoje.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha