FMO

18/07


2019

A dobradinha que vai furar muito

Este blogueiro e colunista político da Folha e a companheira Roberta Jungmann, colunista social do mesmo jornal, já estamos no batente há muitos anos.

Só em Brasília, onde estou costumeiramente, morei 15 anos, tendo o Congresso servido de formidável universidade. Já Roberta assumiu por muito tempo a coluna social do Jornal do Commercio, saindo de lá para a Folha, sendo hoje referência de grande furona.

Por sermos carimbados e experientes só postamos ontem o fim do noivado do deputado João Campos com Lara, filha do ex-prefeito de Ipojuca, Carlos Santana, e da deputada Simone Santana, depois de confirmamos com fontes das famílias envolvidas. E olha que eu estava sabendo do caso há 15 dias.

Jornalismo se faz assim.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Governo de PE - Redução nos Homicídios

Confira os últimos posts



23/01


2020

Meu editorial no Frente a Frente – 23/01/2020

Se você perdeu o Frente a Frente de hoje, programa que ancoro pela Rede Nordeste de Rádio, tendo como cabeça de rede a Rádio Nova 98,7 FM, no Recife, escute agora o meu editorial.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

acolher

23/01


2020

Taxistas protestam em Fernando de Noronha

Um grupo com cerca de 50 taxistas fez uma carreata e esteve no Porto de Santo Antônio, hoje, em Fernando de Noronha, para protestar contra o decreto lei, assinado pelo governador, que proíbe a entrada na ilha de carros movidos a combustão a partir de 2022.

“Os carros elétricos não atendem aos motoristas de táxi. Esses veículos não têm autonomia, são muito caros e não têm isenção de impostos. Esse projeto vai acabar com a classe dos taxistas”, reclamou o motorista de táxi Silvano Santos.

Na ocasião, os motoristas de táxi entregaram um documento ao governador, solicitando a mudança da lei e a obrigatoriedade de uso de carros elétricos. Paulo Câmara recebeu o documento e se comprometeu a avaliar as reivindicações.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Serra Talhada

23/01


2020

No Sertão, FBC defende obra do Ramal do Entremontes

No segundo dia cumprindo agendas no Sertão, o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) anunciou que defenderá, junto ao presidente Jair Bolsonaro e ao ministro Gustavo Canuto (Desenvolvimento Regional), que seja iniciada a obra do Ramal do Entremontes. Líder do governo no Senado Federal, FBC disse que a iniciativa é “um sonho de todo o Sertão Central e do Araripe”. A obra, segundo o senador, poderá ajudar a resolver o problema da falta de abastecimento de água, além de permitir a implantação de perímetros irrigados, a exemplo do que ocorreu para o desenvolvimento do Sertão do São Francisco.

“Todo o Sertão precisa se unir para que possamos concretizar essa obra. O Ramal do Entremontes não significa apenas tirar água da barragem de Negreiros, em Salgueiro, e da transposição e trazer para a barragem de Chapéu e o açude de Entremontes. Ela significa uma solução para o problema de água para abastecimento e também simboliza o sonho dessa região, que é ter perímetros irrigados. A irrigação ficou só no São Francisco, mas com a chegada do ramal a gente pode ter 25 mil hectares irrigados nessa região. Significa um novo Projeto Senador Nilo Coelho aqui. Portanto, essa é a minha luta, a minha bandeira, e vou defender com o presidente Bolsonaro, com o ministro Gustavo Canuto e com as autoridades federais para que ao longo de 2020 a gente possa incluir o ramal na carteira de projetos e investimentos do governo federal. É importante que a obra seja iniciada, para que a gente possa ter o futuro garantido para todo o Sertão Central e para o Araripe”, anunciou Fernando Bezerra Coelho.

Acompanhado pelo deputado federal Fernando Filho (DEM), pelo prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (MDB), e por aliados da região, FBC visitou as obras da Faculdade de Medicina de Araripina, junto ao prefeito Raimundo Pimentel. Em seguida, visitou o município de Trindade, e participou de uma reunião com lideranças em Parnamirim, ao lado do prefeito Nivaldo Mendes. Na ocasião, Fernando Filho anunciou a liberação de R$ 5 milhões ao município de Parnamirim para o ano de 2020, para aquisição de equipamentos e perfuração de postos. Os recursos serão executados pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba, que acompanhou a agenda do senador, anunciou ainda a liberação de R$ 5 milhões ao município de Parnamirim para o ano de 2020, para aquisição de equipamentos e perfuração de postos. Os recursos serão executados pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


23/01


2020

Olavistas temem sofrer traição de Bolsonaro com Regina

O provável casamento entre a namoradinha do Brasil e o presidente da República na área de Cultura ainda não está definido. Mas já deflagrou uma disputa tormentosa por baixo dos lençóis do governo.

A atriz Regina Duarte foi convidada por Bolsonaro para ocupar, digamos, uma das suítes máster dos olavistas no governo: a secretaria de Cultura. Há outras três: os ministérios da Educação, o do Meio Ambiente e o das Relações Exteriores.

É nesses endereços da Esplanada dos Ministérios que o guru do grupo, Olavo de Carvalho, tem defendido que seja centrada a guerra cultural contra aquilo que ele chama de comunismo impregnado nas instituições.

No governo Bolsonaro, o grupo vinha ganhando as batalhas, inclusive contra outra turma que era considerada imbatível no início do governo: os militares. Clique aqui e confira a matéria do jornalista Tales Faria na íntegra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Limoeiro

23/01


2020

Reforma tributária como prioridade de Guedes

Enquanto o presidente Jair Bolsonaro aposta na reforma administrativa como prioridade do Congresso por ser “menos traumática”, o ministro Paulo Guedes joga as fichas na tributária porque o crescimento econômico, diz, depende dessa reforma. Segundo o economista afirmou em Davos, o governo enviará suas propostas de reforma tributária para o Congresso assim que termine o recesso parlamentar. A comissão mista que vai debater o tema deve ser instalada na primeira semana de fevereiro, segundo cálculos do presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

A ideia é aproveitar as propostas já elaboradas pelo deputado Baleia Rossi (MDB-SP) e ex-deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR). “Não pode ter três PECs, uma brigando com a outra”, disse Guedes, segundo registra o Broadcast Político.

De acordo com o Estadão, o relator da reforma tributária na Câmara responsável por aglutinar os dois textos, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), trabalha para aprovar a reforma na Casa até abril. O Senado teria os meses de maio e junho para avançar nas discussões e votação. No segundo semestre, os parlamentares vão focar em eleição municipal.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banner de Arcoverde

23/01


2020

Daniel Bueno no dicionário da MPB

Daniel Bueno, cantor, compositor e sertanejo como este blogueiro, nascido no município de Carnaíba, no Sertão do Pajeú, agora é classificado também como um dos verbetes do Dicionário de Música Popular Brasileira Cravo Albin, o mais conceituado do País. Na página, que pode ser acessada no final desta nota, encontra-se a biografia, discografia, e outras informações do músico. Em 2020, Bueno comemora 60 anos de idade e 30 de carreira artística. A comemoração será feita com dois shows: um no Clube das Pás, em julho, e em setembro, no Teatro Santa Isabel. Clique aqui e confira.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


23/01


2020

Sindicato repudia cargos comissionados no MPPE

Nota pública

No dia 08 de janeiro, assistimos ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE) dar início a um processo de contratação de cargos comissionados que irão atuar como assessores de seus promotores e procuradores de justiça. Subitamente, esse processo se inicia sem que os aprovados no último concurso público, já homologado, sejam nomeados, deixando claro, com isso, que reconhecer e valorizar o mérito de quem escolheu entrar na instituição pelas vias republicanas e meritocráticas, está sendo preterido em favor do outro modelo, aquele carregado dos traços patrimonialistas tão reatualizados ao longo da nossa história.

Em meio a isso, talvez na tentativa de reduzir as inúmeras críticas sociais que vem sofrendo com a repercussão da notícia, pela inequívoca impressão pouco republicana que a nomeação de tantos cargos comissionados desperta, a Instituição lança ao público a criação de um Cadastro de Consulta de Opções de Interessados.

Ocorre que tal cadastro não vincula as autoridades nomeantes, ou seja, o promotor ou procurador de justiça poderá nomear quem quiser, independente de cadastro, servindo este, ao que parece, apenas para criar expectativas nos inscritos e dar a aparência de impessoalidade nas nomeações.

Apesar disso, é de se imaginar que num contexto de crise econômica estrutural e desemprego massivo, foi observada uma intensa procura por parte de pessoas interessadas em ocupar uma dessas vagas, logo que tal aviso de criação do cadastro foi lançado. Ao mesmo tempo, também é de se imaginar que já começam a emergir, dentro da Instituição, movimentos que ressaltam a nossa imensa dificuldade histórica de compreender a fundamental distinção entre instâncias públicas e privadas, à medida que são observadas cenas de "cordialidades", no sentido dado por Sérgio Buarque de Holanda, adentrarem o espaço institucional para indicar quem serão os possíveis "confiáveis".

Estaremos acompanhando atentamente esses movimentos, ao mesmo tempo em que torcemos para que o MPPE consiga preservar sua imagem perante a sociedade, apesar das dezenas de comentários reprovando a ação, seja nas redes sociais do próprio MPPE, seja nas redes sociais dos jornais e blogs que têm repercutido essa informação. Afinal, temos um enorme apreço por essa Instituição que também é nossa e a qual ajudamos a construir cotidianamente.

Sabemos, finalmente, que uma instituição pública jamais deve desconsiderar o que o povo, que é sempre soberano, pensa sobre seus atos. Por isso, declaramos que nós, Sindicato que representa analistas ministeriais e técnicos ministeriais do MPPE, estamos sensíveis a todas as críticas que vêm sendo feitas pela sociedade pernambucana, às quais também nos alinhamos.

SINDSEMPPE - Sindicato dos Servidores do MPPE


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


23/01


2020

Camaragibe vai reativar usina de asfalto

A Prefeitura de Camaragibe vai reativar a usina de asfalto da cidade, a partir de uma parceria com a Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe). A prefeita Doutora Nadegi, o presidente da entidade, José Patriota, também gestor de Afogados da Ingazeira, e a secretária municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Eryka Luna, estiveram no local para vistoriar o equipamento.

Com a reativação da usina de asfalto, por exemplo, os serviços de tapa-buraco serão aprimorados com equipamentos mais modernos, o que acarretará em uma melhor qualidade. Além disso, os procedimentos também se tornarão mais eficientes. A prefeitura permitirá que as ações sejam descentralizadas, o que vai otimizar a logística de carregamento da massa e aplicação de asfalto, de forma a reduzir os custos operacionais.

Doutora Nadegi destacou que a parceria viabilizará mais condições de atuação para o Poder Público municipal. “Com o funcionamento da usina de asfalto, nós daremos funcionalidade a um investimento que proporciona maior autonomia à prefeitura na gestão de obras e serviços, levando atendimento à população com mais rapidez, e, ainda, representando economia aos cofres públicos”, argumentou.

“Os buracos que incomodam tanto a população de Camaragibe vão acabar. Essa usina estava abandonada. Com a graça de Deus, vamos colocá-la para funcionar. A Amupe comparece aqui para contribuir, para ajudar”, pontuou José Patriota.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


23/01


2020

Manifestantes invadem Prefeitura de Olinda

FolhaPE

Um grupo de manifestantes invadiu o prédio da Prefeitura de Olinda, na Região Metropolitana do Recife (RMR), no fim da manhã de hoje. Segundo nota da prefeitura, o grupo forçou a entrada no local e pulou a janela para entrar no edifício. Não houve incidentes com os envolvidos e nem danos ao patrimônio histórico. A Polícia Militar precisou ser acionada para conter os manifestantes.

Depois da invasão, ainda segundo a gestão municipal, a comissão formada por integrantes de movimentos sociais voltados para a área da moradia foi recebida normalmente. A prefeitura não divulgou o resultado da reunião.

Na nota, a prefeitura classificou como "prioridade da atual gestão" a política habitacional da cidade. "Desde 2017 foram entregues os habitacionais Carlos Lamarca, na IV Etapa de Rio Doce (304 apartamentos), Vila Brasília, em Peixinhos (400 apartamentos) e Cuca Legal 1, em Jardim Brasil II (128 apartamentos). Atualmente, 1.376 famílias recebem o benefício de R$ 130 e cerca de duas mil estão na fila de espera. Este ano, dois habitacionais devem ser entregues à população, o Cuca Legal II e Sapucaia/Aguazinha. Os empreendimentos são construídos pelo Governo do Estado, com verba do PAC, e a gestão municipal tem o papel de definir quem serão os futuros moradores", diz o texto.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


23/01


2020

São Lourenço: PSL fica no palanque de Dr. Gabriel

Cobiçado por muitos candidatos por ser o detentor de um dos maiores tempos de rádio e TV no guia eleitoral, o PSL decidiu que, em São Lourenço da Mata, vai subir no palanque do médico e pré-candidato a prefeito, Dr. Gabriel Neto.

O anúncio foi feito pelo presidente estadual da legenda, Frederico França. Segundo ele, “Gabriel representa o que tem de melhor na política. Além de estar preparado para o desafio de governar a cidade”, disse.

Gabriel Neto deve ser uma das principais apostas do PSL na Região Metropolitana do Recife, já que o médico, que atualmente é vice-prefeito da cidade, lidera as pesquisas de intenção de votos.

Em conversa, Dr. Gabriel agradeceu a confiança depositada em seu nome e reforçou que vem intensificando as articulações para vencer as eleições. “São Lourenço vai ter a chance de escolher um prefeito que verdadeiramente representa a mudança política que a cidade precisa. Nosso povo precisa se libertar de mais de 50 anos de atraso. Precisamos mudar e vamos mudar!”, completou o pré-candidato.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


23/01


2020

Paulo Câmara entrega ações em Noronha

O governador Paulo Câmara entrega, hoje, as novas estruturas do Porto de Santo Antônio, em Fernando de Noronha. O local foi totalmente requalificado, desde o terminal de cargas ao terminal marítimo. Agora, os passageiros, sendo turistas ou ilhéus, terão mais comodidade com um novo terminal marítimo, para realizar os passeios de barco e mergulho na ilha. A requalificação do Porto de Santo Antônio foi uma demanda da população noronhense. Ali é por onde circula grande parte da economia de toda a ilha.

CENTRO DE IMAGEM – Também em Fernando de Noronha, o governador Paulo Câmara realiza a inauguração de um Centro de Imagem no Hospital São Lucas, aprimorando o serviço de urgência e emergência do hospital. A nova estrutura, que contou com um investimento de R$ 127 mil – por meio de emenda parlamentar, vai permitir, pela primeira vez no arquipélago, a realização de ecocardiograma (exame que avalia o funcionamento do coração), além de auxiliar no diagnóstico de quadros clínicos nas especialidades de cardiologia, ginecologia, vascular e obstetrícia.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Paulo Câmara entrega esses equipamentos sob inúmeros protestos da população. De início os taxistas estão realizando paralisações em toda ilha. Protestam contra o Decreto de carbono Zero que é: \"coisa para inglês ver\" a poluição gerada pelos veículos é menos de 20% da poluição total gerada na Ilha, que tem na Usina Tubarão e no Aeroporto um proporcional muito maior de poluentes. Quanto aos equipamento, o Porto demorou mais de 02 gestões, ou seja mais de 8 anos. O Centro de Imagem ñ tem corpo técnico para atuar. Os profissionais não estão capacitados pois já ocorreram vários casos de diagnósticos de fraturas errados que tiveram que vis para o continente para confirmar a fratura/lesão. Magno, por favor, ñ quero parecer pessimista ou ante governo, apure todas essas informações, ligue para Nortax 3619-1112, ligue para os Ilhéus. Precisamos de atenção na Ilha... Para quem esta no continente parece tudo lindo mas estamos sofrendo várias situações de irregularidades. O Administrador só vem a ilha uma vez por semana, Chega no voo da manhã e volta no voo da tarde. Por favor Apure e denuncie. Torcemos por um jornalismo imparcial!



23/01


2020

Quem tem tempo não tem pressa

Caro Magno, 

Tenho muito respeito pelo deputado Raul Henry, que é um quadro qualificado do Estado. Entretanto, o MDB está no Governo e, até onde sei, o deputado nunca se colocou como candidato. Com relação a possibilidade de ser vice em uma possível candidatura da delegada Patrícia Domingos, de fato é uma “historinha de Trancoso”.

Posso ser ou não candidato a prefeito do Recife. Temos tempo para tomar a decisão na hora certa. A pauta da sociedade ainda não é a eleição municipal. A hora é de ajudar Pernambuco e o Brasil. Na hora certa, vamos falar sobre o Recife.

Silvio Costa Filho – deputado federal e presidente estadual do Republicanos


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

tadeu melo

O deputado Henry, só gosta de ser vice.



23/01


2020

Por que Paulo Freire aprisiona a educação brasileira?

Por Tonico Magalhães*

Quero que alguém me explique, mas é difícil entender todos os elogios e homenagens ao educador pernambucano Paulo Freire (1921-1997) por seu método de alfabetização de adultos lançado há 57 anos na cidade Angicos, sertão do Rio Grande do Norte. O método e o pensamento pedagógico de Freire, o patrono petista da educação nacional, continuam sendo um balizador educacional do País.

Informa a propaganda da época que o método alfabetizou em 40 horas 300 cortadores de cana da localidade. A maioria desses pioneiros já deve ter morrido na passagem do tempo. E não se tem conhecimento do desdobramento dos saberes desses homens e mulheres. Não saiu nenhum escritor para descrever as mazelas do rude trabalho que faziam ou um político para mudar a realidade local ou do País.

E a experiência teve o apoio do então presidente da República, João Goulart, e até do programa de Kennedy Aliança para o Progresso. Jornalistas e educadores do Brasil e do Exterior foram até Angicos para ver o “milagre”. O governador do Rio Grande do Norte da época, Aluízio Alves - depois da redemocratização foi ministro de José Sarney -, prometia 100 mil adultos alfabetizados pelo Método Paulo Freire até o final de 1963. Entusiasmo político-eleitoreiro.

Goulart levou Paulo Freire a Brasília para aconselhá-lo sobre educação. O golpe militar de 1964 encerrou as atividades de Freire na área pela influência marxista do seu método de alfabetização de adultos.  Tudo ficou nos papéis que ele levou para o longo exílio. Os resultados da experiência nunca foram avaliados no Brasil. Os “300 de Angicos” continuaram povoando o imaginário dos professores.

Freire peregrinou por universidades de vários países debatendo seu método. A Guiné-Bissau, ex-colônia portuguesa na África, depois da sua independência teve o educador pernambucano como consultor. Também pouco se sabe dos resultados. Aquele país continua como um dos mais pobres do continente africano. Na volta ao Brasil, nos anos 80, foi secretário de educação da prefeitura petista de São Paulo sem grande repercussão.

Paulo Freire foi tido pelo acadêmico da USP, Moacir Galotti, como o “guardião da utopia”, a quimera daqueles que ideologizaram a educação brasileira sintonizando-a com o passado.

Porque hoje a sintonia da educação é com o futuro, preparando nossos jovens para o mundo repleto de transformações sem precedentes  e de incertezas tão radicais, entende o professor e escritor israelense Yuval Noah Harari, autor do livro “As 21 lições para o século 21”.

O escritor não se acha profeta ou futurólogo, apenas observador do desenvolvimento rápido e transformador da Tecnologia da Informação e Comunicação. Ele diz que as escolas atuais abarrotam os estudantes de informações. E isso eles têm demais. “Eles precisam da capacidade para extrair o sentido da informação, perceber a diferença entre o que é importante e o que não é”.

Para ele, além de informação, a maioria das escola também se concentra demasiadamente em prover os alunos de um conjunto de habilidades que podem não servir para o futuro. “Não temos ideia como o mundo e o mercado de trabalho serão em 2050, quais as habilidades eles vão precisar”.

No seu livro, Harari aponta que as escolas devem focar o ensino no pensamento crítico dos alunos, na comunicação, na colaboração entre eles e no estímulo à criatividade. “Deveriam minimizar as habilidades técnicas e enfatizar as habilidades para propósitos genéricos da vida. O mais importante de tudo será a habilidade para lidar com mudanças, aprender coisas novas e preservar o equilíbrio mental em situações que não lhe são familiares”.

No entender do escritor, essa nova visão tem uma dificuldade para ser implantada. Segundo ele, falta aos professores a flexibilidade mental que o século 21 exige, pois eles são produto do antigo sistema educacional. Todos os professores foram formados no século passado. Os mestres brasileiros ainda agregaram ao currículo uma carga ideológica dos idos paulo freireanos que freia o parelhamento com este século.

O professor Mozart Neves Ramos, ex-reitor da UFPE e hoje professor da USP, relata um fato quando era secretário de Educação do governo Jarbas Vasconcelos que revela a dificuldade para a formação dos mestres do século 21.

“Sempre que entrava numa sala de aula, costumava perguntar: quem aqui quer ser professor? Começando pelas turmas dos anos iniciais do Ensino Fundamental, a resposta era quase unânime: muitos estudantes queriam seguir, um dia, a carreira do magistério. Mas, à medida que ia avançando nas salas relativas aos outros anos escolares, essa resposta ia sendo gradualmente reduzida, chegando praticamente a zero. Ou seja, os estudantes iam perdendo o encanto pela carreira do professor. A pergunta que precisamos fazer é: qual é a razão do desencanto dos nossos estudantes à medida que vão crescendo”?

“Ao contrário dos estudantes dos países com melhor desempenho em educação do mundo, como Singapura, Finlândia e Japão, nenhum estudante brasileiro queria seguir a carreira do magistério! Isso é muito triste para um país que deseja ser protagonista no cenário mundial. Precisamos urgentemente tornar a carreira do magistério atrativa para os nossos jovens brasileiros. E como fazer isso”?

Para Mozart Neves Ramos, tem que se reconhecer a importância social do professor. Ele não pode ser visto no Brasil como um “coitadinho”, e sim como alguém que é estratégico para o desenvolvimento do país. Além de estabelecer um plano de carreira nacional. E melhorar a formação nas universidades brasileiras: eles saem com muita teoria e pouca prática escolar.

O passado com Paulo Freire pode ter sido importante para o imaginário da educação nacional, mas o presente e o futuro devem ser tratados com seriedade e não como uma disputa ideológica. Caso contrário nunca chegaremos ao século 21. É isso.

*Integrante da Cooperativa de Jornalistas de Pernambuco


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


23/01


2020

Investidores sinalizam retorno da confiança no Brasil

As rodadas para apresentação do Brasil, realizadas pela equipe econômica durante o Fórum Econômico Mundial, em Davos, receberam expressiva adesão de investidores estrangeiros neste ano. Mais de 50 executivos de empresas confirmaram presença nas apresentações para um balanço do primeiro ano do governo de Jair Bolsonaro.

O presidente do Bradesco, Octavio Lazari, que já realizou 12 dos mais de 25 encontros agendados pelo banco durante o evento na Suíça, nota uma retomada da confiança no país. "O sentimento que a gente percebe dos investidores é de um pouco mais de confiança no Brasil. O que precisa é que as reformas andem rápido", disse.

O banqueiro André Esteves, sócio do BTG Pactual, que também foi a Davos, diz que após 33 encontros ao longo de três dias, em paralelo ao fórum, identificou uma melhora na imagem do Brasil entre estrangeiros. "A sensação em Davos é que o Brasil voltou a estar na moda", disse Esteves.

Ele destacou, porém, que o país precisa ficar alerta ao meio ambiente, que dá tom às discussões em Davos. "Estamos gerindo a economia tão bem, não podemos derrapar nessa parte", afirmou.

A sala reservada no fórum à apresentação do Brasil, dentro do chamado Country Strategy Dialogue, lotou.

Chamou a atenção que praticamente metade dos 60 participantes eram os presidentes de grandes empresas globais que precisam entender para onde o Brasil está indo antes de definir o tamanho da presença no país nos próximos anos.

Segundo relatos – o evento é fechado para a imprensa –, o ministro Paulo Guedes fez uma apresentação de 40 minutos com um balanço sobre o primeiro ano de governo, destacando, em especial, a conclusão da reforma da Previdência.

As perguntas indicaram que os investidores têm duas preocupações em relação ao Brasil: se governo e Congresso vão mesmo dar continuidade ao programa de reforma, concluindo neste ano especialmente as reformas tributária e administrativa, e se o Palácio do Planalto está atento a questões ambientais que, se não forem devidamente atendidas, podem gerar sanções externas – em especial de países europeus.

O governo tenta passar a mensagem de que sim, está atento à questão ambiental. Guedes aproveitou parte do evento para afirmar aos presentes que o governo está atento à Amazônia, que vem tomando medidas para preservar a floresta e que ninguém quer que a região queime – assim como, nas palavras do ministro relatadas pelos presentes, ninguém quer que a Austrália queime.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Joao

Não apenas na moda, mas barato como disse Abílio Diniz. Temos um ministro que faz e escuta o que o mercado quer, que se dane os mais fracos.



23/01


2020

Pacote anticrime entra em vigor nesta quinta

O pacote anticrime, aprovado pelo Congresso e sancionado em dezembro pelo presidente Jair Bolsonaro, passa a valer a partir de hoje. A nova legislação altera dispositivos do Código Penal, do Código de Processo Penal e da Lei de Execuções Penais.

Entre as principais mudanças estão as novas regras para acordos de delação premiada, o novo critério para definir a legítima defesa e a previsão de prisão imediata após condenação pelo tribunal do júri.

O pacote é resultado da reunião de propostas elaboradas pelo ministro da Justiça, Sergio Moro, e por uma comissão de juristas coordenada pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Quatro dispositivos que fazem parte do pacote não terão aplicação imediata. Eles foram suspensos por tempo indeterminado pelo vice-presidente do STF, ministro Luiz Fux, relator de quatro ações sobre o tema.

A suspensão vale até que o tema seja analisado no plenário do Supremo – a data desse julgamento ainda não foi marcada.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores