Gravatá IPTU 2019 Prorro

15/04


2019

Frente em defesa do SUAS defende mais recursos para a área

A Frente Parlamentar em Defesa do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) será lançada, amanhã, em Brasília. Durante o evento, também haverá um ato em defesa do orçamento do SUAS, que sofreu um corte de R$ 2,3 bilhões neste ano. “A ausência desses recursos no orçamento do SUAS poderá prejudicar o funcionamento de todo o sistema, inclusive dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) em todo país”, afirma o deputado federal Danilo Cabral (PSB), presidente da Frente em Defesa do SUAS.

Segundo o deputado, o mais grave é que não há sinalização de recomposição desse orçamento pelo governo federal. No início desta Legislatura, Danilo Cabral encaminhou requerimentos com pedidos de informação ao governo, cobrando a recomposição desses recursos. Em resposta, Ministério da Economia relatou que o Ministério da Cidadania solicitou a recomposição dos R$ 2,3 bilhões para o SUAS, mas que não seria atendido. Para obter esses recursos, seria necessário que o ministro Osmar Terra retirasse recursos de outras da própria pasta.

“O impeditivo, segundo o Ministério da Economia, é a Emenda Constitucional 95, o teto dos gastos. Mais uma vez, vemos o quão nociva esta medida tem sido para as políticas sociais”, criticou Danilo Cabral. O deputado destacou que as áreas de Educação, Saúde e Seguridade Social estão perdendo investimentos desde a aprovação da PEC no governo do ex-presidente Michel Temer. “Estamos vivenciando um verdadeiro desmonte das políticas sociais neste governo”, acrescentou.

Os cortes na assistência social na Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2019 foram duros. Além dos R$ 2,3 bilhões do sistema, o governo federal cortou R$ 30 bilhões para o pagamento do Benefício de Prestação Continuada (BPC) e R$ 6 bilhões do Bolsa Família. Os recursos para o custeio dos benefícios ficaram condicionados ao envio de projeto de crédito suplementar pelo Executivo. A partir da pressão da Frente em Defesa do SUAS, o governo encaminhou a matéria, que está em análise na Comissão de Orçamento da Câmara dos Deputados.

“É uma medida importante para a população mais vulnerável do país, mas o governo ainda não recompôs o orçamento para o funcionamento do SUAS. Nossa luta para garantir os recursos para que os serviços da assistência social, então, continua”, afirmou o deputado Danilo Cabral. Nesta semana, ele vai procurar o presidente do colegiado, senador Marcelo Castro (MDB-PI), para solicitar agilidade na tramitação da matéria, que ainda aguarda designação de relator.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Congresso Nordestino de Educação Médica

Confira os últimos posts



25/04


2019

PGR pede condenação de Collor no caso BR Distribuidora

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu ao Supremo Tribunal Federal a condenação do senador Fernando Collor de Mello (PROS-AL) pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro a uma pena de 22 anos e oito meses de prisão.

Collor é réu pelos dois crimes, acusado de receber mais de R$ 30 milhões em propina por negócios da BR Distribuidora, subsidiária da Petrobras na venda de combustíveis. Segundo a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR), ele pediu e recebeu o dinheiro entre 2010 e 2014 em três negócios envolvendo a subsidiária, que tinha dois diretores indicados pelo senador.

A defesa de Collor afirma que a denúncia não traz provas concretas de que o senador recebeu o dinheiro de propina. Além disso, questiona que contrapartida o senador teria dado para viabilizar os negócios da BR.

Ainda não há previsão de data para o Supremo julgar o caso. O relator da Lava Jato, Luiz Edson Fachin, precisa elaborar um relatório e liberar o caso para o revisor, Celso de Mello, analisar o processo. Só depois disso o Supremo marca o julgamento.

Embora Dodge tenha sugerido, quem fixa a punição é a Justiça – no caso, o Supremo.

Dodge pediu que a pena de Collor para o crime de corrupção passiva seja de de 12 anos, 5 meses e 10 dias de reclusão porque cometeu, de acordo com a procuradora, 30 crimes de corrupção passiva. Para o crime de lavagem de dinheiro, a sugestão é de pena de 10 anos, 3 meses e 10 dias de prisão porque, segundo ela, foram cometidos 369 crimes de lavagem de dinheiro.

Em relação à corrupção, Dodge pediu a aplicação de agravante por se tratar de detentor de cargo público. "Trata-se de cargo público de membro de Poder do Estado, preenchido mediante outorga de mandato pelo povo do Estado de Alagoas. Portanto, mais do que a corrupção de um mero agente público, houve corrupção praticada pelo titular de um dos cargos mais relevantes da República, cuja responsabilidade faz agravar sua culpa na mesma proporção", afirmou.

Para Raquel Dodge, Collor "traiu seu mandato e descumpriu a função constitucional de mais alta relevância dele esperada: zelar pela moralidade administrativa, zelar pelo patrimônio público".

Sobre o crime de lavagem de dinheiro, ela pediu que a pena fosse mais elevada devido à "habitualidade" do crime.

"Em razão da habitualidade com a qual foram praticados os delitos de lavagem de dinheiro, no âmbito de complexa organização criminosa instalada em prejuízo da BR Distribuidora, há de incidir a majorante", afirmou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Trabalha PMR

25/04


2019

“Vamos tirar o trabalhador rural da reforma”, diz Silvio

Eleito vice-presidente da comissão especial que vai discutir a nova reforma da previdência na Câmara dos Deputados, o deputado Silvio Costa Filho (PRB-PE) colocou duas condições para aceitar o desafio: que o governo retire da proposta enviada ao Congresso a aposentadoria rural e o BPC. O deputado entende que ambas prejudicam os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A comissão terá a responsabilidade de debater o conteúdo da proposta e contará com 49 integrantes titulares e 49 suplentes e será presidida pelo deputado Marcelo Ramos (PR-AM) e terá relatoria do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP).

Silvio defende que seja feito um amplo diálogo sobre a proposta no colegiado. “Acho que temos um grande desafio pela frente, independente da coloração partidária, o Congresso Nacional precisa se reencontrar com o Brasil. A comissão é formada por um conjunto de deputados que têm diferenças, mas tenho certeza que a nossa convergência é ajudar e trabalhar pelo Brasil. É necessário fazer a discussão, ao lado do relator, com muita seriedade e equilíbrio, até porque nós precisamos dar respostas à sociedade brasileira”, pontuou.

Após a instalação do colegiado, uma nova reunião deve ser realizada na próxima terça-feira (30), entre a área técnica e a mesa diretora da comissão, com objetivo de definir a agenda de trabalhos. Ao todo, serão realizadas 40 sessões para discutir o mérito da proposta, sendo 10 para apresentação de emendas dos parlamentares. Além disso, o deputado irá se reunir com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o relator, para tratar do tema.

“O povo brasileiro tem uma grande expectativa sobre a votação da reforma. Acho fundamental que a Câmara possa ouvir a sociedade civil organizada, a voz das ruas e todos os canais institucionais de participação popular. É importante que a gente possa ouvir para formar, cada vez mais, opinião e ao final aprovar um relatório que preserve o trabalhador, aqueles que mais precisam, mas sobretudo, que ajude o país. Digo sempre que o maior programa social tem que ser o emprego e a renda. E quem defende o trabalhador, defende a geração de emprego. Quem defende o emprego, defende a reforma da previdência. Qualquer presidente da República, independe de partido político, teria que fazer a reforma da previdência. Caso contrário, o país pode quebrar nos próximos anos. Foi muito importante o Governo Federal ter apresentado os números da previdência, nesta quinta, como havia prometido. Essa pauta é fundamental para o Brasil. Vamos construir de forma coletiva à agenda fiscal, a reforma tributária e depois o novo pacto federativo para ajudar o País”, destacou Silvio.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Olinda 2019

25/04


2019

STJ libera obras de transposição do rio São Francisco

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha, liberou a retomada das obras referentes ao Eixo Norte da transposição do rio São Francisco. A decisão foi tomada na última terça-feira (23).

Noronha liberou as obras ao analisar um recurso da Advocacia Geral da União contra a decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), que havia suspendido um contrato referente ao Eixo Norte.

O eixo será responsável pelo abastecimento de água em quatro estados: Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


25/04


2019

Ao meu pai

Meu pai completa hoje 97 anos. Se eu pudesse já estaria em Afogados da Ingazeira ao seu lado comemorando esta dádiva celestial, mas amanhã, se Deus quiser, vou dar cafuné nele, abraçá-lo fortemente, acariciar o seu rosto e beijar a sua face que tem aroma da caatinga. Meu pai é um sertanejo apaixonado pela geografia da região, pela sua gente simples e sofrida e é um exemplo de homem zeloso e amável.

Com ele aprendi que no amor e na dor, seja qual for o frio e o calor, nada é mais confortante e revigorante que o abraço de um pai, um abraço verdadeiro qual se consolide o amor. A prendi que a paciência é a arte de acreditar no momento certo para o aprendizado perfeito. Também aprendi que cada um tem o próprio jeito de expressar o amor. Não existe um jeito mais justo que o outro. Seja você mesmo e compreenda a forma do outro.

Aprendi com meu pai a ter transparência, de ser uma pessoa digna, para que eu possa me deitar todos os dias e dormir sem peso na consciência. Aprendi com ele os pequenos valores da vida, para que eu possa tornar-me um grande homem. Humildade e raça sempre para vencer na vida.

Há quem saiba dizer “gosto de você” sem grande emoção enquanto há os que fazem isso com um sorriso, com os olhos brilhando, como ele. Aprendi igualmente que não existe luz sem sombras, que você não é perfeito nem nunca será, mas poderá ser perfeitamente você mesmo com a luz e as suas sombras. As pessoas verdadeiras da sua vida te amarão por tudo aquilo que você é. Me ensinou que devemos ser presentes com as pessoas que amamos.

Há momentos, ele dizia, em que a vida é mais dura e outros nos quais você coloca tudo a perder. Haverá dias nos quais os joelhos ficarão doloridos, a dor será mais intensa e a vontade de deixar tudo será forte. Desde os 18 anos vivo longe do meu pai por circunstâncias impostas pela vida. Se dependesse do meu coração, no entanto, teria estado lado a lado com ele todos os dias, feito cola de sapateiro.

Confesso que cada segundo longe dele é um tijolo a mais na casa da saudade. Meu amado pai me legou algo que nunca esqueci: a honra e a honestidade vem de dentro e se revela nesses momentos. Meu amado pai permanece como uma foto 3X4 guardada no álbum de recordação do meu coração.

Papai querido do meu coração, eu amo muito você. Minha joia rara. Digo com muito amor no coração: meu pai é meu tesouro e meu saber de vida. Papai é mais que um simples poço, é um oceano inteiro de sabedoria e experiência que nos guia por entre pedras e espinhos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

ArcoVerde

25/04


2019

Rodrigo Janot se aposenta e passará a advogar

O ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot se aposentou do Ministério Público Federal e deverá passar a advogar. A portaria que concedeu a aposentaria foi assinada no dia 22 por sua sucessora na Procuradoria-Geral da República, Raquel Dodge, e foi publicada no Diário Oficial da União hoje.

Segundo o texto, Janot se aposentou voluntariamente com proventos integrais. O ex-procurador-geral comandou a PGR por dois mandatos, de 2013 a 2017, indicado para o cargo pela ex-presidente Dilma Rousseff. Nas duas ocasiões ele foi o primeiro colocado na lista tríplice formada em eleição interna.

À frente da instituição, Janot teve altos e baixos. Aumentou o número e o ritmo de investigações criminais, firmou vários acordos de delação premiada, incluindo o de executivos da Odebrecht e o da JBS e angariou apoio entre seus colegas, principalmente entre jovens procuradores, considerados combativos por colegas, que ascenderam no Ministério Público Federal em sua gestão.

Conforme a coluna Painel noticiou nesta quinta, Janot se prepara para advogar em ao menos um caso de repercussão. Ele deve assumir, ao lado de Márcio Elias Rosa, ex-secretário estadual de São Paulo, uma causa contra a Vale, pro bono (de graça), em benefício de moradores do distrito de Macacos (MG) afligidos pela mineração.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Asfaltos

25/04


2019

“Vice é sempre uma sombra”, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro comparou, hoje, o papel de vice-presidente a uma "sombra que às vezes não se guia de acordo com o sol, mas por enquanto está tudo bem". O comentário foi feito ao ser questionado como está sua relação com seu vice, Hamilton Mourão, que vem sofrendo críticas diárias do vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente.

"Não tem problemas. Como um excelente casamento, se todo mundo disser sim não vai dar certo", afirmou em café com um grupo de jornalistas convidados, entre eles do Estado. "A gente continua dormindo junto. O problema é quem vai lavar a louça no final do dia", acrescentou o presidente. Sentado ao lado, o vice emendou: "Ou cortar a grama". Bolsonaro continuou: "Sei que meu filho (Carlos) tem um ânimo um pouco exaltado. Esse casamento (com Mourão) é, no mínimo, até 2022".

O presidente disse que "nem sempre fica satisfeito" com o que seu filho posta, mas garantiu que o vereador vai continuar "colaborando" para as suas redes sociais quando perguntado se irá proibir o filho de publicar na sua conta pessoal. "Pode ter certeza que eu converso com ele e nem sempre fico satisfeito (com o que ele escreve). A experiência de governo só quem está sentado na cadeira que tem. Eu tenho conversado com ele. Ele tem o comportamento dele. Ele vai continuar colaborando para as minhas redes sociais. Pode ter certeza que o navio dele está indo para um bom caminho", disse.

O presidente também falou sobre o escritor Olavo de Carvalho. "É uma pessoa que há pelo menos 20 anos fala algo que é o mesmo que eu falo. Algumas declarações dele não estão colaborando com o governo."

Quando o assunto crise dominou a entrevista, o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, pediu a palavra. "Existe uma obsessão para quem está fora do Planalto de criar cisão entre nós. O Mourão foi meu cadete. Para eu brigar com ele, só se eu assediar a dona Paula", disse, brincando com a mulher do vice, que é recém-casado. Segundo o ministro, esse tipo de assunto faz com que o País se apequene. "É muito espaço para coisas que não são importantes”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


25/04


2019

Bolsonaro almoça no “bandejão” do Palácio

O presidente Jair Bolsonaro almoçou, há pouco, pela primeira vez, no refeitório do Palácio do Planalto, conhecido como "bandejão". Cercado de seguranças e assessores, ele foi ao restaurante da sede do Executivo federal acompanhado dos ministros Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e Bento Albuquerque (Minas e Energia).

Embora não seja incomum ministros frequentarem o bandejão do Planalto, presidentes da República não costumam fazer refeições neste restaurante. Michel Temer, por exemplo, tinha o hábito de almoçar no próprio gabinete presidencial, no terceiro andar do palácio.

Localizado em um dos anexos do Planalto, o refeitório serve comida a quilo. Ao deixar o local, Bolsonaro tirou fotos com funcionários do palácio e disse a jornalistas que pretende almoçar no local com maior frequência, cerca de uma vez por mês.

"O rancho está melhor do que no meu tempo do Exército", elogiou Bolsonaro ao deixar o restaurante.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

BM4 Marketing

25/04


2019

PSDB fica com relatoria da Comissão da Previdência

A Câmara dos Deputados instalou, hoje, a comissão especial que vai discutir a proposta de reforma da Previdência enviada ao Congresso pelo governo Jair Bolsonaro.

Após acordo entre os partidos, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), anunciou que a comissão será presidida pelo deputado Marcelo Ramos (PR-AM).

No entanto, o regimento da Câmara exige que seja feita uma eleição para oficializar a escolha do presidente, que deverá acontecer ainda nesta quinta.

Até a eleição, os trabalhos serão conduzidos pelo deputado Mauro Lopes (MDB-MG) por ser o parlamentar com o maior número de mandatos entre os integrantes já indicados.

A relatoria caberá ao deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), mas que ainda terá que ser formalmente designado por Ramos.

A comissão especial terá a responsabilidade de debater o mérito (conteúdo) da proposta, que é uma das principais apostas do governo para a recuperação das contas públicas do país.

O colegiado terá 49 integrantes titulares e 49 suplentes, mas nem todos os partidos indicaram seus representantes. A distribuição das vagas entre as legendas é feita de acordo com o tamanho das bancadas na Câmara.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


25/04


2019

Escola de Eletricistas da Celpe chega à Serra Talhada

Foi inaugurada, ontem, em Serra Talhada, a Escola de Eletricistas da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), que terá mão de obra e ensino técnico do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI). Inicialmente, a unidade deve formar duas turmas de eletricistas de linhas e redes, mas segundo o presidente da concessionária, Antônio Carlos Sanches, outros cursos serão oferecidos no novo espaço.

A escola funcionará no Centro Tecnológico do Pajeú, instalação cedida pelo Instituto de Tecnologia de Pernambuco (Itep), que também é parceiro do projeto. Com a iniciativa, os 50 alunos selecionados para estas primeiras turmas farão parte do banco de oportunidades da Celpe. De acordo com gestor do Sistema FIEPE e diretor do SENAI Petrolina, Flávio Guimarães, os estudantes vão receber capacitações sobre eletricidade básica, redes de distribuição de energia, segurança do trabalho, dentre outras.

“Esses alunos que estão agora fizeram parte de um processo muito rigoroso, em que mais de 800 pessoas se inscreveram. É bom salientar que aqueles que passarem pelo ensino teórico e concluírem o prático, seguramente serão absorvidos pela Celpe. E essa é a proposta do SENAI, levar qualificação de forma diferenciada, com cursos específicos e muito bem elaborados, que preparam profissionais para o mercado de trabalho”, disse o gestor.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


25/04


2019

Humberto lança frente em defesa do semiárido

O líder do PT no Senado, Humberto Costa, participou, ontem, do lançamento da Frente Parlamentar em Defesa da Convivência com o Semiárido, criada para cobrar do governo federal, junto com a sociedade civil, investimentos nas políticas da região do país que mais sofre com a estiagem.

Segundo Humberto, o objetivo da frente, formada por mais de 200 deputados e senadores, é defender a criação de comissões para a convivência da população do semiárido, que sofreu recentemente com uma seca prolongada de seis anos. Hoje, 26 milhões de pessoas moram na área, sendo 1,7 milhão no meio rural.

O senador explica que a maior demanda é a de acesso à água para consumo e produção de alimentos, questão básica para a condição humana. Ele observa que a escassez de água e a aridez do solo são as principais características de delimitação do semiárido, que abrange mais de 1,2 mil municípios em dez estados brasileiros.

“Iremos intensificar as nossas ações e cobranças do governo para o desenvolvimento da região, que inclui a produção agropecuária destacada. O povo nordestino experimentou, ao longo das gestões de Lula e Dilma, um estímulo extremante significativo que gerou crescimento e superação da pobreza. Isso não pode ficar para trás”, ressaltou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


25/04


2019

Deputado defende mudanças na PEC da Previdência

O deputado federal Fernando Rodolfo (PR-PE) foi um dos três da bancada de 38 deputados do PR indicado, na noite de ontem, membro titular da Comissão Especial que analisará a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) da Reforma da Previdência Social. “É uma honra e uma grande responsabilidade estar entre os 9,5% da totalidade dos deputados federais que integrarão a comissão mais importante da Câmara nas próximas semanas”, reagiu.

“A reforma da Previdência Social é essencial, para evitar o colapso das contas públicas e eliminar injustiças, mas a PEC elaborada pelo governo será alterada”, previu Rodolfo.

Ele se declara favorável à reforma, mas se diz contrário às alterações no BPC (Benefício de Prestação Continuada) e nas aposentadorias dos professores e dos trabalhadores rurais, estabelecidas na PEC, por considerar que a nova Previdência defendida pelo governo não pode prejudicar as categorias mais desprotegidas. “A reforma não será desfigurada e não perderá o impacto no equilíbrio das contas públicas se barrarmos estas três mudanças”, assinalou.     

Apesar de deputado de primeiro mandato, o parlamentar pernambucano foi indicado pelo PR para integrar a Comissão Especial, junto com os deputados Marcelo Ramos (AM) e Giovani Cherini (RS).

Integrante da base do governo, Rodolfo lembrou que tem recebido, em seu gabinete na Câmara, representantes de várias categorias, como dos professores, agentes penitenciários, policiais civis, rodoviários e federais e, por isso, tem uma visão ampla do alcance da reforma previdenciária no funcionalismo público. “Apoio o governo, mas serei justo na votação da reforma, ponderando as argumentações dos dois lados”, prometeu.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


25/04


2019

Lupércio solicita devolução de PL à Câmara de Olinda

O prefeito de Olinda, Professor Lupércio (SD), encaminhou ofício, hoje, ao presidente da Câmara de Vereadores, Jorge Federal, solicitando a devolução do projeto que pretendia criar uma gratificação para agentes de trânsito a partir da arrecadação de multas aplicadas.

Lupércio justificou a devolução do Projeto de Lei com base na Lei Orgânica do Município “que autoriza o prefeito solicitar a devolução de projeto de autoria do Executivo, antes da votação na Câmara de Vereadores.”

Tão logo o Projeto de Lei foi encaminhado à Câmara Municipal enfrentou resistência e protestos, sendo considerado pelo presidente da Câmara de Olinda, vereador Jorge Federal, como uma ampliação da indústria da multa no trânsito em Olinda.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


25/04


2019

Débora Almeida e FHC ministram palestra em seminário

Presidente do Comupe e diretora da Amupe, a prefeita de São Bento do Una, Débora Almeida, foi convidada a ser palestrante no Seminário de Integração e Apresentação para os novos integrantes da Rede de Ação Política pela Sustentabilidade (RAPS), no próximo sábado, dia 27 de abril. O encontro acontece na Casa Pompeia, em São Paulo. 

Dentre os palestrantes do evento está o ex-presidente da República, Fernando Henrique Cardoso, que abordará o o tema: “Crise e a reinvenção da política brasileira”. Já a prefeita Débora irá falar, entre outros assuntos, sobre habitação.

De acordo com o portal da entidade, a RAPS é uma organização que acredita na política, no diálogo e na cooperação como ferramentas fundamentais para a transformação da sociedade e para a construção de um país mais justo; com mais oportunidades, melhor qualidade de vida para todos e capaz de respeitar seus recursos naturais.
    
Débora Almeida é integrante da RAPS desde 2017, onde tem participado de diversas atividades de troca experiências exitosas com várias lideranças do país.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


25/04


2019

Compesa inicia obra em Lagoa Grande

Uma obra esperada pelos moradores de Lagoa Grande há mais de 20 anos está em execução  pelo Governo do Estado, por meio da Companhia Pernambucana de Saneamento- Compesa. Com vistas a melhoria da qualidade de vida da população, foi iniciada a obra para implantação do sistema de esgotamento sanitário da cidade. Ontem, a diretoria Regional do Interior da Compesa, Simone Albuquerque, ao lado  de técnicos da Companhia e do prefeito da cidade, Vilmar Cappellaro, esteve  no bairro Cristo Rei, acompanhando as intervenções, iniciadas no último dia 10, um investimento de R$ 3 milhões, nesta primeira etapa, com recursos do Estado e da Compesa.

Além de visitar o canteiro de obra, a diretora Simone Albuquerque realizou uma apresentação para o prefeito e seus secretários, na sede do executivo municipal, onde explicou a modelagem que está sendo construída para a realização da segunda etapa da obra. Ainda durante o encontro, os técnicos da Compesa e do município traçaram a estratégia para a execução da obra na cidade com o objetivo de garantir celeridade ás ações e o menor transtorno possível aos moradores.“Nós agradecemos o empenho de todos, em especial do governador Paulo Câmara e do presidente da Compesa, Roberto Tavares, diante dessa obra que é um sonho do nosso povo. Acredito que agora as coisas estão se concretizando e a gente só quer mesmo é compartilhar essa felicidade”, destacou o prefeito Vilmar Cappellaro.

O sistema que será implantado em Lagoa Grande terá 15 mil metros de rede coletora para captar e tratar todo o esgoto gerado pela população e visa deixar Lagoa Grande 80% saneada, a cidade conhecida em todo Brasil como a ‘Capital da Uva e do Vinho do Nordeste. Os bairros contemplados com o sistema de esgotamento sanitário de Lagoa Grande são: Morada Nova, Vasco, Cristo Rei, Alto do Deca e Agrovila e Estancia. A Compesa assumiu o compromisso de concluir os serviços em 18 meses. “Com essa ação importante, de grande alcance social, toda a população de Lagoa Grande será beneficiada. O nosso compromisso é entregar a obra em junho do próximo ano”, revelou  Simone Albuquerque.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


25/04


2019

Deputado “finge” estar negociando com o Governo

Durante sessão na Assembleia Legislativa de Pernambuco, ontem, o deputado estadual Marco Aurélio Meu Amigo (PRTB), líder da oposição, no meio de todo tumulto para iniciar a reunião que votou a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 4/2019, ironizou ao fingir estar negociando com o Governo. 

Após o primeiro secretário da Alepe,  Clodoaldo Magalhães (PSB), tentar iniciar a reunião justificando o atraso devido a acordos entre líderes, o deputado Marco Aurélio protestou argumentando não ter participado de nenhum acordo. Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o deputado conversando sozinho de frente à uma cadeira como se estivesse negociando com o governo.

A reunião foi marcada por muito atraso e confusão, tudo para tentar adiar a votação da proposta que contraria o Governo, por indicar a reserva de 0,4% da Receita Corrente Líquida prevista na Lei Orçamentária Anual (LOA) para atender a essa nova modalidade. O texto também aumenta o percentual de reserva parlamentar para emendas individuais de 0,4% para 0,8%. Todos os créditos que utilizarem esses recursos consignados serão de cumprimento obrigatório pelo Poder Executivo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores