Faculdade de Medicina de Olinda 2

15/04


2019

Escola de Controle Interno promove curso

No período de 22 a 26 de abril, a Escola de Controle Interno da Secretaria da Controladoria-Geral do Estado (ECI/SCGE) promove o curso “Introdução à gestão de riscos”. A turma será formada por 24 servidores da SCGE, que terão aulas no auditório da Casa, das 13h30 às 17h e, apenas no dia 24, das 8h30 às 13h.

Com carga horária de 20 horas/aula, o curso será ministrado pelo assessor técnico da Controladoria, Renato Cirne, que abordará, ao longo da semana, com conteúdo teórico e atividades práticas, temas como governança pública; fundamentos da gestão de riscos; respostas a riscos; entre outros.

A capacitação dos servidores da SCGE é um programa customizado, com o objetivo de facilitar a compreensão da gestão de riscos nos órgãos e entidades públicas, com vistas a ajudar na melhorar da governança pública.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Detran

Confira os últimos posts



10/10


2019

Inovações Tecnológicas é tema do InovaFundaj

A segunda edição do InovaFundaj tratará sobre o tema “Inovações Tecnológicas no Mundo Sem Fronteiras: Perspectivas, Diálogos e Contemporaneidade”. A programação é uma iniciativa da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), por meio da sua Coordenação-Geral de Cooperação e Estudos de Inovação (Cginov), da Diretoria de Formação Profissional e Inovação (Difor). Dessa vez, quem comanda a palestra é o presidente do Fundo Google de Inovação, João Palmeiro. O evento é gratuito e acontecerá na sala Aloísio Magalhães, no campus do Derby da Fundaj, no próximo dia 17, às 19h. As inscrições devem ser realizadas pelo link  https://bit.ly/2OEph3X

Para o presidente da Fundação Joaquim Nabuco, Antônio Campos, esse ciclo de palestras do InovaFundaj, iniciado no dia 7 deste mês com o ministro do Tribunal de Conta das União (TCU), Augusto Nardes, abre as portas da instituição para debates urgentes na sociedade. “Estamos trazendo temas atuais, que precisam ser debatidos. Falamos sobre governança, instrumento necessário para a transparência na gestão pública. Agora vamos tratar das inovações tecnológicas, nesse mundo cada vez mais conectado”, ressalta.

O diretor de diretor de Formação Profissional e Inovação (Difor) da Fundaj, Wagner Maciel, destaca que a palestra desta segunda edição abordará o mundo atual e contemporâneo. “Serão vistos a a partir das suas transformações tecnológicas que mudaram os hábitos e a vida de todos. Em especial, o conteúdo falará dos impactos para a sociedade e para a administração pública”.

O palestrante desta edição, João Palmeiro, reitera a necessidade de discutir o tema pela razão de que a tecnologia não deixa ninguém de fora. Segundo ele, pessoas, organizações e Estados criam condições para um verdadeiro caos dialogal com um nível de complexidade, que embora pareça simples, é bastante elaborado.

“Na Europa estão a preparar soluções tecnológicas de tradução automática, como modelo entrópico para fazer fruir todo um continente, toda uma sociedade dos benefícios de acesso cultural e de compreensão da informação em todas as suas dimensões, sejam políticas económicas e sociais”, ressaltou Palmeiro, que é jornalista e presidente da Associação Portuguesa de Imprensa.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

13° Bolsa Familia

10/10


2019

Tire suas dúvidas sobre o coeciente eleitoral

Observando as dificuldades de muitos acerca das alterações na legislação eleitoral, principalmente em relação aos cálculos para o coeciente eleitoral depois da extinção das coligações, Recife sediará o workshop "Eleições 2020. Novas regras eleitorais".

O objetivo é demonstrar como serão realizados os cálculos para as próximas eleições e sanar todas as dúvidas sobre as alterações que serão aplicadas nas eleições do próximo ano.

O evento será realizado no próximo dia 14, às 13h, no Empresarial Jopin, Av. Engenheiro Antônio de Góes, 742, Pina. Os interessados podem realizar as inscrições pelo aplicativo Sympla ou no link: bit.ly/2jZfFnd.

O painel conta com o apoio do meu blog.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Limoeiro

10/10


2019

Irmã jornalista ganha homenagem

A gerente-executiva do INSS no Recife, Denise Martins, irmã deste blogueiro, receberá o prêmio "Mulheres que mudaram a história de Pernambuco", promovido pela Casa da Imprensa, há 16 anos. O título da homenagem legitima a importância da personalidade feminina no contexto do desenvolvimento do Estado de Pernambuco. 

A homenageada será contemplada com o Diploma de Honra ao Mérito e também fará parte do livro com sua minibiografia. Denise Martins é natural de Afogados da Ingazeira, no Sertão. Atuou, por diversos anos, na Comunicação Social do INSS em Pernambuco, Paraná, Paraíba e Distrito Federal. Desde janeiro de 2018 é a gerente-executiva do INSS em Recife. Também trabalhou em várias emissoras afiliadas da Globo como repórter, apresentadora, coordenadora de produção local e nacional.

A indicação foi do advogado trabalhista e previdenciário, Ney Araújo, membro da comissão de direito previdenciário da OAB/PE, presidente do Instituto dos Advogados Previdenciários PE (IAPE), diretor da Associação dos Advogados Previdenciaristas de Pernambuco, e diretor jurídico e cultural da Casa da Imprensa.

A solenidade de lançamento da 16ª edição ocorrerá no dia 23 de maio de 2020, às 17h, no Teatro Tabocas, Centro de Convenções de Pernambuco. O evento conta com a parceria de várias instituições do Estado, entre elas: Universidade Federal Rural de Pernambuco, Associação dos Defensores Públicos de Pernambuco, União Brasileira de Escritores, Academia Pernambucana de Letras, Associação da Imprensa de Pernambuco, e outras.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


10/10


2019

Serão imigrantes venezuelanos mesmo?

Um leitor do blog enviou a foto captada numa avenida movimentada do Recife com pedintes exibindo cartazes apelando para ajudas se apresentando como imigrantes da Venezuela, país conflagrado por uma crise econômica e social sem precedentes. 

Até então, cenas assim só eram vistas nas ruas de Boa Vista, capital de Roraima, fronteira com a Venezuela. Vale conferir o sotaque para uma simples investigação, porque a malandragem chegou a patamares nunca vistos num país também de desiguais como o Brasil.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Magno coloca pimenta folha

10/10


2019

Humberto diz que Dilson foi infeliz e injusto

Blog Cenário

Em entrevista ao programa “Farol de Notícias”, da Rádio Vila Bela FM, o senador Humberto Costa (PT) comentou as falas do secretário de Desenvolvimento Agrário de Pernambuco, Dilson Peixoto, direcionadas a deputada federal Marília Arraes (PT). Ele afirma que foram “declarações infelizes” e destaca o histórico de luta do partido em defesa das mulheres. O parlamentar ainda diz que o comentário do seu aliado foi injusto e fez questão de deixar claro que não é um posicionamento do PT e nem da CNB, corrente interna da sigla.

Logo após tomar conhecimento das declarações de Dilson, a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, emitiu uma dura nota em nome do partido, na qual repudiou o que ela chama de “ataques pessoais e descabidos”. Outros parlamentares e movimentos internos da legenda também saíram em defesa da petista.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banner de Arcoverde

10/10


2019

Pernambuco Independente, potencial de uma Singapura

Por Tonico Magalhães*

Existem questões mal resolvidas que só são vistas e discutidas em livros e discursos eleitorais. O federalismo brasileiro é uma delas. Desde de 05 de outubro de 1988, a aprovação da chamada Constituição Cidadã lacrou a dependência fiscal do  Nordeste em relação ao Governo Central, ampliando as obrigações sem aumentar os repasses. Pela lei maior, o pacto federativo de 88 determina que 55% de tudo que é arrecadado fique com a União, 26% com os Estados e 19% com os Municípios.

Só agora esta questão volta a ser debatida a partir de um fato concreto: a divisão dos recursos do leilão do petróleo do pré-sal. A proposta em tramitação no Congresso aponta a possibilidade de arrecadar no leilão da Cessão Onerosa, previsto para novembro deste ano, R$ 106 bilhões, ficando R$ 33,6 bilhões para a Petrobrás, R$ 49 bilhões para a União, R$ 10,9 bilhões para os Estados e a mesma quantia para os Municípios.   

Um dinheiro novo que excitou os gestores públicos. Os lobos das finanças governamentais já garantiram a maior parte para o Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul e Mato Grosso. Ficamos com menos, por conta da falta de articulação política aliada a visão centralizadora que existe até hoje em todos os poderes da Nação.

Mas essa relação pode ser mudada, pelo menos para os pernambucanos. O desejo de um Estado independente do Brasil está arraigado na consciência do nosso povo. Hoje essa questão é vista como um sonho, porém deve ser visualizada como uma possibilidade real mesmo que a caminhada até lá dure décadas.

O escritor brasileiro, radicado nos Estados Unidos, Jonas Correia da Silva Filho, organizou aqui um grupo de estudos e avaliação de um Pernambuco Independente , o GEAPI,  e prepara o lançamento do livro “Os Fundamentos do Nacionalismo Pernambucano”. Na publicação, ele enumera as razões para nosso separatismo.

Jonas Filho vê a centralização histórica do País como um federalismo falho e ineficiente que impede a autonomia legislativa sobre variadas matérias. E também permite o abuso tributário e a complexidade burocrática, que condenam a cadeia produtiva e de consumo, engessando livres iniciativas e promovendo o desemprego.

No entender de Jonas Filho, Pernambuco tem os requisitos para se tornar uma nação próspera, por conta do seu potencial humano, social e econômico. “Com a independência, haverá uma redução drástica de impostos que abrirá portas para que empresas multinacionais invistam sem tributos abusivos de outros países, como o Brasil, por exemplo”.

Na verdade, o Brasil nunca amparou as reais necessidades de Pernambuco desde o tempo das Capitanias Hereditárias. Ao longo da história os pernambucanos sempre procuraram seu caminho independente do Brasil e pagaram caro por sua atitude libertária, vendo suas lideranças serem massacradas pelo poder central e retirados seus territórios.

Hoje, Pernambuco tem o potencial de uma Singapura. Pouco maior que Portugal, temos uma situação geográfica altamente favorável com portos estrategicamente situados no extremo leste da América do Sul acessíveis à costa africana, européia e norte-americana. Para chegar onde chegou a cidade-estado, conhecida como "A Pérola da Ásia", com apenas 5,6 milhões de habitantes, passou por reformas institucionais e comportamentais e é hoje um dos maiores centros financeiros do mundo, o lugar que produz mais milionários, segundo um estudo da Economist Intelligence Unit, unidade de inteligência da revista britânica Economist.

Vê-se logo que  tamanho não é documento.  E até o impedimento constitucional para a separação pode ser superado. Para Jonas Filho, quem tem o mínimo de conhecimento sobre leis sabe que as cláusulas pétreas comportam exceções se constitucionalmente previstas.

“A exceção está no artigo 4º, incisos III e IV, que dizem que a República Federativa do Brasil em suas relações internacionais rege-se pelos princípios da autodeterminação dos povos e da não intervenção. Sob pena de termos uma hipocrisia jurídica, e aí não estaríamos diante de um Estado Democrático de Direito, mas sim de um Estado Hipócrita de Direito, é inadmissível que o comportamento externo seja diferente do interno, assim sendo, o Estado Brasileiro deve respeitar o direito de autodeterminação dos povos que constituem parte do país lhes assegurando voz e direito de se separarem sem que sofram qualquer tipo de intervenção”, avalia Jonas Filho.

É preciso ser adivinho para saber o encaminhamento da questão separatista, mas a discussão ampliada e detalhada, como bem fez Jonas Filho no livro a ser lançado, vale para todos os pernambucanos que não desejam viver sempre num estado de pedintes. Lembrai-vos de 1817.

*Integrante da Cooperativa de Jornalistas de Pernambuco


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


10/10


2019

TCE julga irregulares contas de Belém do São Francisco

Blog do Alvinho Patriota

Em sessão ordinária realizada no dia 26 de setembro, a Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) julgou irregulares as contas do exercício financeiro de 2015 da Prefeitura de Belém do São Francisco. Na época, o prefeito era Gustavo Caribé, que foi multado em R$ 25.180,50 por ilegalidades na ordenação de despesas. No mesmo processo foi aplicada uma multa de R$ 4.196,75 à ex-contadora da Prefeitura, Ludja Suely Braga Silva.

Segundo o Acórdão 1347/19, o gestor efetuou pagamento de juros e multa com recursos da educação, em desvio de finalidade; realizou despesas com recursos do Fundeb sem lastro financeiro; não pagou o piso salarial aos profissionais do magistério; não pagou regularmente os servidores; deixou de repassar R$ 1.775.559,78 ao RPPS e R$ 73.587,69 ao RGPS; entre outros problemas.

O TCE-PE também determinou devolução ao Fundeb dos recursos usados sem fundamento financeiro para o pagamento de despesas inscritas em Restos a Pagar do exercício financeiro de 2014, no montante de R$ 476.290,96.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


10/10


2019

O jogo virou na distribuição do megaleilão do pré-sal

Depois de uma inversão na lista dos principais beneficiados com o novo acordo para a divisão dos recursos pré-sal, São Paulo, Rio Grande do Sul e Mato Grosso são os Estados que, proporcionalmente, mais vão ganhar com o megaleilão de petróleo, marcado para 6 de novembro. A decisão foi tomada ontem, na Câmara. A partilha anterior, que passou no Senado, mas foi rejeitada pelos deputados, beneficiava mais o Norte e o Nordeste.

Com a nova redistribuição, dos dez Estados que mais receberão recursos, cinco estão no eixo Sudeste/Sul e Centro-Oeste e outros cinco são do Norte ou Nordeste, segundo pesquisa do Estadão/Broadcast. Na divisão anterior, oito Estados entre os dez primeiros da lista eram do Norte ou do Nordeste. O cálculo considera estimativa de R$ 106,6 bilhões na arrecadação do leilão.

São Paulo saltou de R$ 94 milhões para R$ 632,6 milhões entre uma proposta e outra. Rio Grande do Sul receberia R$ 131,3 bilhões e agora vai ganhar R$ 450,3 milhões. Mato Grosso, por sua vez, conseguiu aumentar sua fatia de R$ 221,9 milhões para R$ 665,2 milhões, avanço de quase 200%.

A nova divisão deve criar choradeira por parte dos governadores do Norte e Nordeste. O valor arrecadado por esses Estados estava previsto para pagar débitos com a Previdência estadual, principal motivo do aperto financeiro enfrentado por eles.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


10/10


2019

Ex-prefeito de Gravatá se defende de acusações

Caro Magno, 

Com relação a postagem sobre os possíveis candidatos a prefeito de Gravatá, concordo quando você afirma que tive meu nome associado a muitas acusações. Porém, nada foi provado contra mim e tive meu mandato tomado. Mandato este que conquistei democraticamente.

Não fui preso, não tive busca e apreensão em gabinete e residência e nem tão pouco usei tornozeleira eletrônica, o interventor que foi colocado aqui está usando.

Nunca precisei de Prefeitura, sempre tive uma vida estabilizada.

No próximo mês, vai fazer 4 anos que vivo correndo atrás de me defender e dar uma resposta com dignidade e respeito a os que me deram a oportunidade de ser prefeito. O prefeito que trabalhava pra todos, independente de votos.

Bruno Martiniano


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


10/10


2019

Bolsonaro nomeia reitor da UFPE o mais votado

Pelo menos no universo eleitoral das unidades de ensino superior federal, o presidente aceitou o resultado das urnas no segundo turno do pleito na UFPE e nomeou o professor Alfredo Gomes. O mandato do atual reitor, cujo candidato que apoiou ficou em segundo lugar, acaba no próximo sábado. A portaria saiu no Diário Oficial de hoje.

A chapa vencedora obteve 7.929 votos, ganhando nos três segmentos: 857 votos de docentes, 1.349 votos de técnicos administrativos e 5.723 votos de alunos (graduação, pós-graduação e residência), alcançando 31,26% dos votos.

Alfredo Macedo Gomes, 55 anos, é docente do Departamento de Fundamentos Sócio-Filosóficos da Educação, e professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEdu) do Centro de Educação (CE), do qual é diretor desde 2016. É graduado em Psicologia (1990) e mestre em Sociologia pela UFPE (1995). O docente possui doutorado em Educação (PhD) pela University of Bristol (2000), no Reino Unido, e realizou estágio pós-doutoral junto ao Centre for Globalization, Societies and Education, também pela University of Bristol (2010-2011).


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


10/10


2019

Governo conta nos dedos os verdadeiros aliados

Governo conta nos dedos ministros que, como Moro, defendem Bolsonaro. Ministro da Justiça, antes considerado "ingrato", agora acumula pontos.

Foto/fonte: Brasil247

Folha de S. Paulo - Por Mônica Bergamo

 

O núcleo de governo mais próximo de Jair Bolsonaro avalia que o presidente não tem tido o apoio da maioria de seus ministros na batalha das redes sociais. Os que o defendem podem ser contados nos dedos.

O ministro da Justiça, Sergio Moro, que no passado recente era considerado “ingrato”, agora acumula pontos ao defender Bolsonaro nas redes. 

No domingo (6), ele criticou reportagem da Folha que revelou que um depoimento e uma planilha obtidos pela Polícia Federal sugerem que recursos de esquema de candidaturas laranjas do PSL podem ter abastecido a campanha do presidente por meio de caixa dois.

O secretário Fabio Wajngarten, da Comunicação Social, também saiu em defesa de Bolsonaro. Os dois, e mais o ministro da Educação, Abraham Weintraub, são considerados exemplos raros dos que defendem o chefe


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


10/10


2019

Após ataques, PSL vai tirar deputados de comissões

Após ataques, PSL vai tirar Zambelli, Jordy e outros dois deputados de comissões.

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

Folha de S. Paulo - Painel 
Por Daniela Lima

 

O fragilíssimo equilíbrio do PSL implodiu com os últimos atos de Jair Bolsonaro. Deputados que manifestaram intenção de deixar a sigla ou que a atacaram publicamente, acompanhando o presidente, serão removidos de seus postos em comissões e na liderança da legenda. Alê Silva (PSL-MG) já foi destituída da de Finanças e Tributação. Nesta quinta (10), será a vez de Carlos Jordy (RJ), Luiz Philippe Orleans e Bragança (SP), Carla Zambelli (SP), Bibo Nunes (RS) e Filipe Barros (PR).

A indicação dos nomes que vão compor comissões é uma prerrogativa dos líderes de partidos. Tal instrumento é comumente usado para pressionar parlamentares a seguirem orientações de voto. O PDT, por exemplo, tirou dos colegiados todos os filiados que foram a favor da reforma da Previdência.

A direção do PSL discute ainda estimular recursos à comissão de ética contra os integrantes que fizeram ataques públicos à legenda. A ideia é pedir a suspensão das atividades partidárias desse grupo.

 Do lado dos bolsonaristas, a ordem é seguir pressionando a cúpula do PSL a “agir com transparência”, como foi feito em um manifesto assinado por 20 deputados nesta quarta.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


10/10


2019

Gilmar Mendes concederá entrevista a Pedro Bial

O ministro do STF também conversará com a cineasta Maria Augusta Ramos.

Da Folha de S. Paulo

Por Mônica Bergamo

 

O ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), voltará a dar entrevista para a televisão. Na sexta (11), ele grava para o programa do jornalista Pedro Bial, da TV Globo.

Gilmar dará entrevista também para a cineasta Maria Augusta Ramos, que produz um filme sobre os processos de Lula na Lava Jato


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


10/10


2019

Conservadores é acusado de copiar estatuto de outra sigla

Opção de Bolsonaro, Conservadores é acusado de copiar estatuto de outra sigla.

Folha de S. Paulo - Painel
Por Daniela Lima

 

A conformação do que pode ser a nova agremiação de Bolsonaro, chamada Conservadores, já provoca ciúmes. 

O estatuto que veio a público se assemelha ao do Republicanos (ex-PRB), que também prega “valores cristãos” e liberdade econômica.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


10/10


2019

Presidente analisa fusão do Patriota com outra legenda

Bolsonaro estuda fusão do Patriota com outro partido, como alternativa ao PSL. Flávio e Eduardo Bolsonaro avaliam que estratégia é a solução mais rápida e têm conversado com dirigentes partidários.

Bolsonaro e o presidente do Patriota, Adilson Barroso 10/08/2017 Foto: Alexandre Cassiano / Agência O Globo
O Globo 

Por Paulo Cappelli

 

O presidente Jair Bolsonaro estuda alternativas para sair do PSL e, como plano principal, aposta na fusão do Patriota com outro partido de menor expressão. O núcleo duro do presidente considera que, dessa forma, será possível que deputados do PSL migrem para a nova legenda sem o risco de perder o mandato. O senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) e o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) têm conversado com dirigentes de outros partidos e avaliam que a fusão é a solução mais rápida, uma vez que dispensa o recolhimento de assinaturas para a oficialização.

—  Quando duas legendas se fundem, aos olhos da Justiça Eleitoral é como se surgisse um novo partido. Com isso, deputados poderiam vir para essa legenda sem necessidade de aguardar a abertura da janela de transferência. A criação de um novo partido, sem fusão, demoraria cerca de um ano, e não podemos esperar. No ano que vem, já temos eleições municipais — disse um aliado de Bolsonaro, projetando que a fusão levaria entre três e seis meses e que, apesar de incorporar uma legenda, o Patriota continuaria com o mesmo nome.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha