Governo de PE

14/03


2019

Prefeitura de Garanhuns emite nota sobre funcionários fantasmas

Nota oficial

A Prefeitura Municipal de Garanhuns, por meio da Procuradoria Municipal, vem a público se manifestar acerca da postagem do Blog do Magno “Blog aponta esquema de funcionários fantasmas em Garanhuns”.

A postagem colocada neste conceituado blog trata apenas da citação de uma notícia do ano de 2018, trazida novamente pela oposição ao Governo Municipal.

O assunto em comento é objeto de inquérito civil aberto pelo Ministério Público de Pernambuco – MPPE, ação de praxe em casos dessa natureza.

A procuradoria por sua vez já prestou todas as informações necessárias ao MPPE, comprovando que as pessoas não são "fantasmas" e possuem residência no município de Garanhuns.

As nomeações e exercício de funções políticas são próprias da administração pública. As funções pré-determinadas no âmbito político administrativo são próprias das funções exercidas pelos cargos citados na referida postagem, o que aliás, se demonstrou através das secretarias de Governo e Administração. Quando intimados, os respectivos agentes públicos prestarão todos os esclarecimentos ao digníssimo promotor.

Ainda à época da notícia de fato, como forma de demonstrar a lisura, afastar e preservar o interesse público, determinamos a Controladoria a instauração imediata de processo administrativo com o fito de apurar e verificar, se acaso existisse, a responsabilidade ou não de agentes públicos, a qual, assim que finalizada, será enviada ao MPPE.

A gestão municipal continua à disposição para prestar todas as informações necessárias ao promotor responsável e demais órgãos fiscalizadores.

Prefeitura de Garanhuns


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Governo de PE

Confira os últimos posts



26/05


2019

Multa milionária; banqueiro delata empresários

João Santana e Mônica Moura pagam multa de R$ 77 milhões. Enquanto isso, delação de banqueiro foca em empresários e envolve acordo com muito dinheiro.


Geraldo Bubniak | Agência O Globo                                                                          Fabiano Rocha | Agência O Globo

O Globo - Por Gabriel Mascarenhas e Lauro Jardim

 

O jornalista Gabriel Mascarenhas informa que o casal João Santana e Mônica Moura, enfim, começou a acertar suas pendências pecuniárias com o estado. Depositaram no mês passado R$ 77 milhões à União. Foram duas transferências: uma de R$ 74 milhões, de Santana, e o outra de R$ 3 milhões, em nome de Mônica.

Enquanto isso, seu colega e titular da coluna, o jornalista Lauro Jardim diz que a delação do banqueiro Eduardo Plass está quase fechada com o MPF. O que ele conta na colaboração pega basicamente empresários e quase nada de políticos. O acordo de Plass, que no ano passado pagou uma fiança de R$ 90 milhões para deixar a prisão, envolve o pagamento de muito, muito dinheiro.

 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Congresso Nordestino de Educação Médica

26/05


2019

PT crê que ato pró-Bolsonaro pode inflamar estudantes

PT vê chance de efeito rebote e crê que ato pró-Bolsonaro pode inflamar estudantes.

Foto: Brasil247

Folha de S. Paulo - Painel
Por Daniela Lima

 

Bumerangue Monitoramento das redes sociais mostrou ao PT que a mobilização para os atos em defesa da educação, dia 30, ainda está fraca. Integrantes do partido acreditam que a manifestação dos bolsonaristas pode reacender o ânimo dos estudantes.

A Força começou a convocar seus militantes a se somarem aos atos contra a política educacional de Bolsonaro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


26/05


2019

Bolsonaro: Abin reduto de esquerdistas

Para Bolsonaro, Abin produz relatórios fajutos por ser reduto de esquerdistas.
Adriano Machado | Reuters

O Globo - Por Gabriel Mascarenhas

 

Desconfiado por natureza, Jair Bolsonaro não tem fé nem na inteligência do governo. Está convencido de que a Abin está loteada de simpatizantes de esquerda.

Bolsonaro acredita, inclusive, que seus arapongas produzem relatórios fajutos, alarmistas.
Costuma citar um produzido às vésperas de uma viagem presidencial ao Rio de Janeiro em que a Abin previa fervorosas manifestações contra ele, mas nada aconteceu, e as recomendações para que não pisasse em Israel.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


26/05


2019

Militares e evangélicos apoiam desafeto de Olavistas

Militares e evangélicos fazem lobby por desafeto de olavistas. Planalto recebe romaria para nomear Rodrigues nos Correios.

Demitido por Vélez, Rodrigues está animadíssimo para voltar ao governo Bolsonaro Foto: Adriana Lorete / Agência O Globo

Época - Por Guilherme Amado

 

Militares e evangélicos têm feito uma romaria ao Palácio do Planalto para pedir um cargo para Marcus Vinicius Rodrigues, que foi demitido há dois meses da presidência do Inep, o órgão que organiza o Enem, após rusgas com o então ministro da Educação, o olavista Ricardo Vélez.

Querem que ele ganhe um posto de comando nos Correios, onde já trabalhou por 16 anos.
Rodrigues fez carreira na Fundação Getúlio Vargas.

Como a batuta das nomeações do governo passou recentemente de Onyx Lorenzoni para Alberto dos Santos Cruz, ministro da Secretaria de Governo, os entusiastas de Rodrigues preveem uma indicação em breve.

O ex-presidente do Inep está animadíssimo para voltar ao governo Bolsonaro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

ArcoVerde

26/05


2019

Previdência: Planalto obtém 240 votos; Maia discorda

Planalto contabiliza 270 votos a favor da Previdência, mas Maia discorda.

Jorge William | Agência O Globo

O Globo - Por Lauro Jardim

 

Pelas contas do Palácio do Planalto, o projeto de reforma da Previdência já teria 270 votos favoráveis na Câmara. Faltariam, portanto, 38 votos para aprovar o projeto mais importante do governo Bolsonaro.

Entre esses 270 deputados, há duvidas em relação às suas posições em relação ao BPC, capitalização e aposentadoria rural. Mas esses são tópicos que o próprio governo sabe que pode flexibilizar. 

Já nas contas de Rodrigo Maia, que conhece a alma da Câmara com a palma da mão, a Nova Previdência ainda não tem 200 votos. Maia está pessimista em poder botar o projeto para votar em junho. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Asfaltos

26/05


2019

Bolsonaro corta um terço do orçamento de Moro

Governo Federal cortou um terço do orçamento de Sergio Moro.
Dos R$ 3,8 bilhões previstos para 2019, R$ 1,1 bilhão da pasta de Moro foi contingenciado Foto: Marcelo Chello/CJPress

 

Época - Por Guilherme Amado

 

O governo federal cortou quase um terço do orçamento do Ministério da Justiça. Segundo a pasta, dos R$ 3,8 bilhões previstos para 2019, foi contigenciado R$ 1,1 bilhão, o equivalente a 29% do orçamento.

Na Polícia Federal, o corte foi um pouco menor, mas também ocorreu — 19%. Dos R$ 1,3 bilhão da Polícia Federal, foram cortados R$ 248 milhões, ou seja, 19% do total.

O tamanho da tesoura no Ministério da Justiça e na PF

O governo federal cortou R$ 1,1 bilhão do orçamento de Sérgio Moro, o que representa quase um terço do total. A PF foi sacrificada em 1/5 de seu orçamento.

 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


26/05


2019

Mais atos defendem Bolsonaro em cidades pelo país

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Manifestantes apoiam Reforma da Previdência e pacote anticrime de Sergio Moro, com crtícas a 'centrão' e STF

Bernardo Mello e Renan Rodrigues, com informações do G1

Atos em favor do governo do presidente Jair Bolsonaro foram registrados em ao menos 12 estados e o Distrito Federal neste domingo. Os manifestantes defendem projetos da gestão do presidente, como a Reforma da Previdência e o pacote anticrime e anticorrupção, apresentado pelo ministro da Justiça, Sergio 

O presidente está no Rio, onde participou do casamento do filho , o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), mas não vai participar dos atos. Ele foi à igreja Batista Atitude, na Barra, da Tijuca, frequentada pela primeira-dama Michelle Bolsonaro . Depois da visita ao templo, o presidente afirmou que o "povo está indo às ruas defender o futuro dessa nação" e que atos são recados contra velhas práticas. Mais cedo, pelo Twitter, Bolsonaro já havia apoiado o comparecimento nos atos . Durante as convocações para este domingo, que ganharam força depois dos protestos em defesa da educação no último dia 15, o governo evitou envolvimento, embora deputados do PSL tenham apoiado desde o início a organização dos atos.

No Rio, o ato começou às 9h na Orla de Copacabana . Um boneco de 3,5 metros de altura em alusão ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia(DEM-RJ), foi levado elos manifestantes. O boneco tinha uma camisa em que, na parte de trás, vinha escrito "Judas".

Maia já fez críticas ao presidente e, recentemente, rompeu com o líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo (PSL)-GO) . Alvo de críticas de apoiadores de Bolsonaro, o presidente da Câmara trabalha desde o ínicio da gestão de Bolsonaro pelo andamento das reformas e para mediar a relação entre o Executivo e os deputados do centrão

Já foram registrados atos em Rio, São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Pará, Maranhão, Pernambuco, Alagoas, Mato Grosso, Paraná, Acre e Santa Catarina. No Distrito Federal, manifestantes iniciaram, às 10h40m deste domingo, uma passeata na Esplanada dos Ministérios . Seguidos por três trios-elétricos, os simpatizantes de Bolsonaro se concentraram no entorno da rodoviária de Brasília e caminharam em direção ao Supremo Tribunal Federal para fazer um "almoço de lagosta", ironizando um episódio recente em que a Corte foi pressionada a cancelar a compra de itens gastronômicos de alto valor.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Seis quarteirões na paulista. Kkk Quero ver dia 30

Fernandes

O fracasso dessas manifestações, em pleno domingo, é o RX da decadente trajetória do Bozo. Contagem regressiva para o Impeachment.


Bm4 Marketing 7

26/05


2019

Bezerra Coelho diz lutar para manter o Coaf com Moro

O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), diz estar trabalhando para manter o Coaf com Sérgio Moro na MP 870.

O deputado Fernando Coelho Filho (DEM-PE), filho dele, contudo, votou contra.

Já o  PRB vai indicar o deputado João Roma (BA) para a Comissão Especial da reforma tributária. Quer aproveitar o conhecimento do parlamentar, acumulado enquanto relatou o texto na CCJ.

Enquanto isso, a senadora Simone Tebet (MDB) convidou time de peso para debater na CCJ o projeto de Sérgio Moro esta semana.

Estão na lista os procuradores Deltan Dallagnol e Vladimir Aras, Raquel DodgeDias Toffoli, Felipe Santa Cruz (OAB) e o diretor-geral da PF, Maurício Valeixo.  (Coluna do Estadão)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


26/05


2019

Protestos são desafio para o Partido Novo

Consciência de que o governo Bolsonaro não decolou e talvez fique na pista

Coluna do Estadão – Alberto Bombig

As manifestações colocaram um desafio ao Novo. Reservadamente, líderes do partido avaliam que uma parcela significativa de seus eleitores deve aderir aos protestos, insatisfeitos “legitimamente” com políticos e com ministros do STF, porém sem defender o fechamento de instituições. Para um deles, é preciso fugir de análises generalistas porque a “narrativa” do ataque institucional interessa ao Centrão e à esquerda, “que classificaram o impeachment de Dilma Rousseff (PT) como golpe”, ainda que chancelado pelo Parlamento e pelo Supremo.

No limite, o Novo enxerga a possibilidade de toda a direita brasileira, que se reergueu no declínio do petismo, ser engolfada por um carimbo generalista de “antidemocrática”, vítima de uma aliança tácita entre radicais bolsonaristas/olavistas, centro fisiológico e esquerda populista. Pela avaliação do Novo, que defende o direito do “cidadão se manifestar”, muita gente pode aderir aos protestos simplesmente porque quer mudar o Brasil

Inclusive com a consciência de que o governo Bolsonaro não decolou e talvez fique na pista.Na centro-direita, os mais otimistas esperam um efeito depurativo nos protestos: separar os democratas dos radicais e dos populistas.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


26/05


2019

Grupos pró-Bolsonaro em manifestações pelo país

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Folha de S.Paulo

Em meio a um racha entre movimentos de direita, grupos a favor do presidente Jair Bolsonaro (PSL) realizam neste domingo (26) manifestações pelo país.

Planejadas inicialmente como uma mobilização contrária ao STF (Supremo Tribunal Federal), as manifestações se impulsionaram como resposta aos protestos de 15 de maio, contrários ao bloqueio de recursos da educação e que levaram milhares de pessoas às ruas em mais de 170 cidades brasileiras.

Na esteira dos embates entre governo e o Congresso, ganhou força o descontentamento com o centrão (grupo informal com cerca de 200 deputados de partidos como PP, DEM, PRB, MDB e Solidariedade). Os grupos também levantam bandeiras em prol da aprovação da reforma da Previdência, combate à corrupção e apoio ao ministro Sergio Moro.

Movimentos que tradicionalmente mobilizaram atos de direita, como o MBL e o Vem Pra Rua, não aderiram à pauta. Mesmo o PSL, partido do presidente, decidiu não dar apoio formal à convocação. Para reforçar a ideia de que se trata de uma iniciativa espontânea, Bolsonaro desistiu de comparecer aos atos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Estás Cega é mortadela?

Fernandes

O fracasso dessas manifestações, em pleno domingo, é o RX da decadente trajetória do Bozo. Contagem regressiva para o Impeachment.



26/05


2019

PT vê que mobilização para dia 30 ainda não decolou

Monitoramento das redes sociais mostrou ao PT que a mobilização para os atos em defesa da educação, dia 30, ainda está fraca. Integrantes do partido acreditam que a manifestação dos bolsonaristas pode reacender o ânimo dos estudantes.

A Força começou a convocar seus militantes a se somarem aos atos contra a política educacional de Bolsonaro.

Bairrismo -  Está nas mãos de Onyx Lorenzoni (Casa Civil) destravar parte do acordo entre Mercosul e União Europeia. Produtores de vinho recorreram ao ministro, que é gaúcho, para tentar restringir a abertura comercial aos europeus. Ele está ajudando.  (Daniela Lima – FSP)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


26/05


2019

Manifestação: em estudo a dinâmica do bolsonarismo

Em reunião fechada, semana passada, Paulo Guedes ouviu de uma autoridade que o governo não deveria banalizar esse tipo de ato, já que marchas pró e contra uma administração só são frequentes em países conflagrados, como a Venezuela.

Quem analisa a dinâmica do bolsonarismo, porém, crê que o alerta será em vão e diz que aliados do presidente parecem querer deslocar das redes para as ruas o embate sobre o desempenho do governo.

Neste cenário, apostam, marchas como a deste domingo terão que ser incorporadas à rotina do país.  (FSP)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


26/05


2019

Atos pró-Bolsonaro: especialistas apostam no sucesso

Políticos e analistas acompanham com atenção os atos a favor do governo neste domingo (26).

Um especialista em pesquisas de opinião diz que o capital político do presidente é grande o suficiente para fazê-lo colocar entre 100 mil e 300 mil pessoas nas capitais do Rio e de SP.

Mais do que isso, explica o analista, será uma surpresa. Menos, um fracasso retumbante.

Não só o número, mas o tom das manifestações será importante para mensurar o impacto dos atos.  (FSP)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

INVESTIGAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO SOBRE FLÁVIO BOLSONARO ATINGE 37 IMÓVEIS. A investigação sobre atividades suspeitas do senador Flávio Bolsonaro quando era deputado estadual no Rio de Janeiro atinge 37 imóveis. São 14 apartamentos e 23 salas comerciais em Copacabana, Botafogo, Barra da Tijuca e Jacarepaguá ligados ao filho do presidente, demais membros de sua família e a empresa Bolsontini Chocolates e Café.

Fernandes

O fracasso dessas manifestações, em pleno domingo, é o RX da decadente trajetória do Bozo. Contagem regressiva para o Impeachment.



26/05


2019

Trânsito do Rio assombrou Guedes. Foi de metrô

Paulo Guedes (Economia) deixou os assessores acostumados com as cerimônias do poder em Brasília de cabelo em pé no último dia 17.

Impaciente com o trânsito do Rio, travado pelo desabamento do Túnel Acústico, na zona Sul, o ministro desceu do carro oficial na estação de metrô mais próxima e seguiu para casa desacompanhado de seguranças.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


26/05


2019

Raquel Dodge tem simpatizantes fortes

A procuradora-geral Raquel Dodge, porém, tem a simpatia dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Supremo, Dias Toffoli, além da de Gilmar Mendes. Já outros integrantes da corte têm criticado o que chamam de “movimento ostensivo”. Procuradores que resistem a um novo mandato de Dodge afirmam que, a essa altura do campeonato, ela teria dificuldade até de montar nova equipe.

Parte do time que a acompanha hoje já teria avisado que não está disposto a permanecer —e ao longo da gestão ela sofreu ao menos três importantes defecções.  (Painel – FSP)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores