ArcoVerde

14/03


2019

Blog aponta esquema de funcionários fantasmas na Prefeitura de Garanhuns

O Blog do Cisneiros, sediado no município de Garanhuns, no Agreste, aponta a existência de um suposto esquema de funcionários fantasmas na Prefeitura local. Segundo denúncias expostas pelo blog, até no gabinete do prefeito Izaías Régis e na Secretaria de Governo os funcionários fantasmas teriam sido identificados. Segue abaixo a matéria que foi publicada no blog.

“Ao apurar as denúncias, o Blog do Cisneiros constatou a veracidade das informações. Dentre esses servidores, que recebem mensalmente salário do município, mas que não dão expedientes, estão duas mulheres identificadas como Josefa Dulcineia Borges Barbosa, matrícula 10182, lotada, para nossa surpresa, no gabinete do prefeito Izaías Régis (PTB), como coordenadora financeira, tendo seu salário no valor de R$ 3.600,00 (Três mil e seiscentos reais). Já Maria José Borges, matrícula 11547, lotada na Secretaria de Administração como assistente de arquivo, teve recebendo R$ 1.200,00 (Um mil e duzentos reais) durante todo o período que passou como contratada. Josefa Dulcineia e Maria José são irmãs, e, coincidentemente, tias de Jefferson Pessoa De Andrade Junior, presidente da Associação do Comércio da Indústria e Agroindústria de Garanhuns – ACIAGAM, que responde processo por supostas irregularidades envolvendo a associação.

Maria José Borges trabalha, na verdade, no Seminário São José, há mais de 10 anos. Josefa Dulcineia Borges Barbosa é dona de casa, tendo, inclusive, problemas de saúde que a impedem de se locomover com facilidade, e, principalmente, de exercer a coordenação financeira do município.

A terceira funcionária fantasma que a nossa fonte nos passou é Ana Simone Rodrigues Da Silva, que passou três anos lotada na Secretaria de Assistência Social, matrícula 30658, como diretora da Proteção Social. Atualmente, está lotada na Secretaria de Governo, matrícula 12362, como coordenadora de Relações Institucionais, onde, em contato com o próprio secretário de Governo, Mewitton Araújo, por telefone, este nos confirmou que nem conhece sua suposta funcionária. Que estranho!

Ana Simone Rodrigues Da Silva é dona de um salão de beleza na Rua São Domingos, no bairro São José, exerce a função de cabeleireira durante todos os dias, no horário em que deveria está dando expediente na Secretaria de Assistência Social, onde recebe, para nem aparecer por lá, a bagatela de R$ 3.600,00 (Três Mil e Seiscentos Reais). Ana Simone é irmã de Cynthia, outra funcionária da ACIAGAM; de novo a ACIAGAM, como nos confirmou, ao telefone, o secretário Mewitton Araújo.

De posse de tais informações, a redação do Blog do Cisneiros telefonou para o próprio secretário Mewitton, que, ao ser perguntado se conhecia Ana Simone, por duas vezes, revelou que não a conhecia.

Depois do telefonema da nossa redação para Mewitton, os contratos de Josefa Dulcineia Borges Barbosa e Maria José Borges ainda não foram renovados. Em nova informação nos repassada por nossa fonte, ficamos sabendo que o nome da mãe de Jefferson será o próximo a ser usado a partir de agora.

Iremos aguardar a nova folha de pagamento do município para vermos se mesmo depois da divulgação de tais fatos, tal esquema irá continuar.

Já Ana Simone, para surpresa de todos, teve o seu contrato renovado até novembro próximo, e continua lotada na Secretaria de Governo, mesmo após o nosso contato com o secretário de governo o questionando a respeito do assunto. Mas Ana Simone continua lotada na secretaria e no seu salão cortando os cabelos das suas clientes.

Ainda segundo nossa fonte, há muito tempo que o prefeito Izaías vem empregando pessoas muito próximas como funcionários fantasmas. “Há muito tempo que o prefeito Izaías Régis vem empregando pessoas muito próximas a ele como funcionários e funcionárias fantasmas, como estas duas senhoras que são tias de Jefferson, que responde por supostas condutas indevidas à frente da ACIAGAN, associação que muitos dizem servir só para lavagem de dinheiro do prefeito. Isso é formação de quadrilha e caso de improbidade administrativa, podendo levar à cassação do prefeito pela Justiça, ou impedimento pela Câmara de Vereadores da cidade”, disse a nossa fonte”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Asfaltos