Governo de PE

14/03


2019

Tadeu realiza a entrega de tratores a associações de agricultores familiares

Líder do PSB na Câmara dos Deputados, Tadeu Alencar estará no semiárido pernambucano, amanhã e sábado (15 e 16 de março), para realizar a entrega de dois tratores a associações de agricultores familiares em Bodocó. O ato marca a abertura do calendário de entregas previstas para o ano de 2019 do parlamentar.

A visita começa em Petrolina, no pátio da Codevasf (Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba), amanhã à tarde. No sábado (16), Tadeu Alencar (PSB) cumpre agenda em Bodocó, onde serão entregues os dois tratores a duas associações de agricultores rurais: a Associação de Agricultores e Agricultoras Rurais do Sítio Caldeirão e Sítios Circunvizinhos e a Associação dos Pequenos Agripecuaristas do Sítio Duas Lagoas e circunvizinhos.

No total, cinco veículos deste porte foram comprados com recursos de emenda parlamentar. Um deles já foi entregue para a Associação dos Produtores Rurais Sítio Angico, Fazenda Pradicó (ASPRACO), em Ouricuri. Os outros dois veículos serão entregues aos trabalhadores rurais dos municípios de Exu (Associação dos Produtores de Leite de Exu- ASPROLE) e Tabira (Cooperativa da Agricultura Familiar Indígena e Assentados do Nordeste Brasileiro – COODAPIS), nos próximos dias.

Os tratores servirão para realizar todas as atividades necessárias à produção e manutenção das plantações provenientes da rede de agricultura familiar nestes municípios.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Governo de PE

Confira os últimos posts



23/05


2019

Inteligência das Forças Armadas aponta tensão nas ruas

Generais da reserva ainda falam grosso.

Coluna do Estadão – Álvaro Bombig

A despeito de enxergarem algum êxito da agenda bolsonarista das ruas e redes sociais na aprovação da MP da Esplanada, militares de alta patente e da ativa avaliam que, neste momento, os protestos convocados para domingo não contribuem para a pacificação do País.

O alerta vem da área de inteligência das Forças. Nos grupos de caminhoneiros, por exemplo, a temperatura está bastante alta. Se os índices de desemprego se mantiverem elevados e a sensação de um Brasil estagnado persistir, o ambiente estará propício para radicalizações, alertam.

Nos grupos dos caminhoneiros, há muita reclamação relativa às condições de trabalho. Circulam vídeos mostrando motoristas drogados. “Olha o perigo que corremos”, diz uma das mensagens, com emojis raivosos.

Para um ex-ministro da Educação, a crise nas universidades ainda manterá potencial aglutinador. Segundo ele, paixão e falta de dinheiro põem as pessoas nas ruas, e o discurso do presidente em favor de cortes e contra os manifestantes é gasolina pura.

Pavio… Enquanto militares na ativa e de alta patente tentam manter certa distância das manifestações de domingo, generais da reserva ainda falam grosso.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Congresso Nordestino de Educação Médica

23/05


2019

Bezerra Coelho quer mais tempo para Senado votar MPs

O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho, comemorou a aprovação da MP das aéreas pelo plenário da Casa Legislativa. Mas fez uma ressalva.

“Hoje, o Senado é praticamente obrigado a homologar as decisões da Câmara”, reclamou.

Os deputados aprovaram a MP das aéreas na noite da última terça-feira, um dia antes da MP caducar, forçando o Senado a votar o texto sem nenhuma alteração. Isso faria o projeto voltar para a Câmara e caducar.

Dentre as medidas polêmicas que acabaram homologadas pelo Senado está a volta da franquia mínima de bagagens.

Rodrigo Maia prometeu colocar na pauta da próxima semana a PEC que aumenta o prazo para o Senado votar MPs. (Estadão – BR 18)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


23/05


2019

Marielle: delegado obstruía operação. Dodge cobra PF

Mônica  Bergamo – Folha de S.Paulo

A Polícia Federal já encaminhou o relatório sobre a investigação do assassinato da vereadora carioca Marielle Franco para Raquel Dodge, procuradora-geral da República.

Dodge exigiu que a PF apurasse a conduta de investigadores do caso, no ano passado, depois de várias evidências de irregularidades.

O então ministro da Segurança, Raul Jungmann, também defendeu a medida.

Um delegado da própria Polícia Federal estaria envolvido na tentativa de obstrução da operação, levando uma testemunha para dar falso testemunho e dificultar a solução do caso.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


23/05


2019

Bolsonaro e os nordestinos: momentos constrangedores

A reunião de Bolsonaro com a bancada do Nordeste, nesta quarta (21), teve momentos constrangedores. Como metade dos parlamentares não compareceu, Onyx Lorenzoni (Casa Civil) chamou para discursar, por mais de uma vez, deputados que não estavam presentes.

Nesta quarta, Onyx também cometeu uma gafe ao incluir na agenda oficial sua participação em uma “festa surpresa” no Planalto. Quase acabou com o evento organizado por servidores para Floriano Peixoto (Secretaria-Geral).

O governo foi aconselhado a não deixar de lado estados que estão com as finanças em dia, acenando apenas aos quebrados.

O gesto precisa ser ampliado, disseram congressistas, mesmo que isso signifique avalizar um volume de empréstimos acima dos R$ 40 bilhões inicialmente previstos.(Painel)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

ArcoVerde

23/05


2019

Atos pró-Bolsonaro: Planalto incentiva, sim

Apesar do discurso do Planalto de que os atos pró-Bolsonaro no domingo (26) serão fruto de mobilização espontânea, há forte trabalho de aliados do presidente nos bastidores.

Só o líder do PSL no Senado, Major Olímpio, gravou em um dia 80 áudios e vídeos chamando militantes de cidades de SP às ruas.  (FSP)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Asfaltos

23/05


2019

PT dia 30: provar resistência popular a Bolsonaro.

Nós contra eles - Deputados do PT trabalham para ampliar protestos de estudantes e professores marcados para o dia 30. A ideia não é enaltecer bandeiras como o “Lula livre”, mas dar maior vazão à convocação.

A sigla vê esses atos como forma de mostrar que há, sim, resistência popular a Bolsonaro.

O novo teste de mobilização contra a política educacional do governo ganhou ainda mais peso após aliados do presidente convocarem marchas em defesa dele no domingo (26).      (Painel – FSP)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


23/05


2019

Crise faz PT debater rumos

‘Fora, Bolsonaro’ é descartado por desaguar em Mourão

Daniela Lima – Painel - Folha de S.Paulo

Fuga para adiante - A escalada da crise política fez com que dirigentes e líderes do PT promovessem, na terça (21), uma videoconferência para debater que rumo a sigla deve seguir. A data foi escolhida para contemplar a opinião de Lula, ouvido por um aliado em Curitiba.

O petista disse não ver sentido na defesa de um “Fora, Bolsonaro”, pois seria o mesmo que clamar pela ascensão de Hamilton Mourão. A tese do parlamentarismo também não tem guarida na sigla.

A saída, hoje, seria fazer “oposição propositiva”. 

Na avaliação do ex-presidente, para fazer um contraponto ao governo é preciso apresentar projetos alternativos e dar força amovimentos que questionam nas ruas as decisões da atual gestão. Após a conversa informal, o PT chamou reunião de sua executiva, na terça (28). Ela deve sacramentar o direcionamento da sigla.

Lembre do que escrevi - Lula disse a aliados que a legenda precisa abraçar o que propôs no programa de governo de Fernando Haddad para se contrapor a Bolsonaro no campo das ideias. O partido estuda apresentar uma proposta de reforma tributária.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

bm4 Marketing 6

23/05


2019

Estadão: descompasso com o mundo

Trecho do editorial do Estadão desta quarta-feira, 22.

“Travado pela incerteza, o Brasil deve crescer apenas 1,4% neste ano e perder mais espaço na economia global, segundo as novas projeções da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

O desempenho poderá ser melhor em 2020, com expansão de 2,3%, se empresários, investidores e consumidores estiverem mais confiantes.

Mas isso dependerá de avanço na pauta de ajustes e reformas, com destaque para a mudança da Previdência. Ao acentuar a importância da agenda reformista, os técnicos da OCDE repetem e reforçam a análise dominante no País.

O crescimento agora estimado para a economia brasileira em 2019 é 0,5 ponto menor que o calculado em março.”

Trecho do editorial do Estadão desta quarta-feira, 22.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


23/05


2019

Ministro ironiza: “Governo precisa de defesa?’

Marco Aurélio sobre ato de domingo

O ministro Marco Aurélio Mello, do STF, classificou de “inusitada” a manifestação convocada por grupos aliados ao presidente Jair Bolsonaro para o domingo, 26, com lemas contra o Congresso e o STF.

“O governo precisa de defesa? Eu acho que não. Eu conheço protesto para se reivindicar alguma coisa, para se reclamar. Mas para dar apoio ao governo, não vejo em um Estado democrático essa necessidade”, disse Marco Aurélio a jornalistas, ao chegar para a sessão plenária desta tarde de quarta, 22, informa o Broadcast Político.

“É inusitado. Lembra que o ex-presidente Fernando Collor conclamou a se sair de verde e amarelo e as pessoas saíram de preto…”, comentou o ministro, em referência ao gesto do ex-presidente, que em 1992, convocou o Brasil a ir às ruas de verde e amarelo, mas obteve o efeito contrário ao desejado e acabou impulsionando o movimento pelo impeachment ao ver as ruas dominadas por pessoas vestidas de preto. Marco Aurélio foi indicado ao Supremo Tribunal Federal pelo então presidente Fernando Collor, seu primo. (Estadão)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


23/05


2019

PSDB de SP quer expulsar antibolsonaristas

Tucanos querem a expulsão do partido do sociólogo Fernando Guimarães. O motivo seria a participação de Guimarães na formação de um grupo suprapartidário de oposição ao presidente Jair Bolsonaro.

Segundo o Estadão, a participação de Guimarães no movimento, que conta com representantes do PDT, PSOL, PT, PCdoB e Cidadania, irritou dirigentes do PSDB em São Paulo.

“O Diretório Municipal do PSDB de São Paulo informa que não compactua com a postura de Fernando Guimarães Rodrigues ao assumir sua posição pessoal como a do partido”, disse o diretório em nota oficial.

Fernando Alfredo, presidente do PSDB paulistano, disse que quer que as medidas também sejam aplicadas para outros tucanos que apoiam o movimento como o ex-senador José Aníbal, o ex-ministro da Justiça José Gregori, o ex-governador Alberto Goldman e o senador José Serra. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


23/05


2019

Moro: “Perda do Coaf parte do debate democrático”

Após a Câmara dos Deputados confirmar que o Ministério da Economia terá o controle do Coaf, o ministro Sérgio Moro lamentou a decisão dos deputados de tirar o órgão da Justiça, mas disse entender a derrota.

“Faz parte do jogo democrático”, disse o ministro segundo o Broadcast Político.

Agradeço aos 210 deputados que apoiaram o Ministério da Justiça e o plano de fortalecimento do Coaf”, completou.

Os deputados mantiveram o texto que saiu da Comissão Especial que debateu a medida provisória.

A medida ainda precisa ser apreciada pelo Senado antes de ir para sanção presidencial. A MP 870 foi aprovada em votação simbólica e agora os deputados votam os destaques

 Entre as decisões já tomadas estão a manutenção da extinção do Ministério da Cultura e do Trabalho.  (Estadão -BR 18)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


23/05


2019

MP de Bolsonaro aprovada e Moro fica sem Coaf

Câmara aprova MP de Bolsonaro e derrota Moro ao retirar Coaf da Justiça

Deputados deram aval a enxugamento de ministérios, mas frustraram planos do ex-juiz

Folha de S.Paulo

O plenário da Câmara aprovou nesta quarta-feira (22) o texto-base da medida provisória do presidente Jair Bolsonaro (PSL) que reestrutura o governo, mas impôs derrota ao ministro da Justiça, Sergio Moro, e impediu que a votação chegasse ao fim, colocando em risco novamente a validade da MP.

O resultado é mais uma demonstração de força do centrão (grupo informal com cerca de 200 deputados de partidos como PP, DEM, PR, PRB, MDB e Solidariedade) para o Planalto e o PSL. 

Por 228 votos a 210, foi retirado da pasta de Moro o Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), órgão que faz relatórios sobre movimentações financeiras suspeitas e que o ministro considera estratégico no combate à corrupção. Pela versão que recebeu aval dos deputados, ele voltará a ser da alçada do Ministério da Economia. 

Veja como votaram os deputados na retirada do Coaf de Moro

SIM: Votaram a favor da manutenção do Coaf com Moro no Ministério da Justiça
NÃO: Votaram pela mudança do Coaf da Justiça para o Ministério da Economia

Mostrar entradas 

Busca: 

Deputado

Partido

UF

Voto

Abou Anni

PSL

SP

Sim

Abílio Santana

PL

BA

Não

Adolfo Viana

PSDB

BA

Sim

Adriana Ventura

NOVO

SP

Sim

Adriano do Baldy

PP

GO

Não

Afonso Florence

PT

BA

Não

Afonso Hamm

PP

RS

Sim

Afonso Motta

PDT

RS

Não

Aguinaldo Ribeiro

PP

PB

Não

Airton Faleiro

PT

PA

Não


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


22/05


2019

Waldemar rebate prefeito de Gravatá

Sobre o comentário da minha coluna de hoje na Folha, na qual o prefeito de Gravatá, Joaquim Neto (PSDB), reclama que o município não tem recebido recursos para obras nem apoio para realização de eventos, o deputado Waldemar Borges (PSB) saiu em defesa do governador Paulo Câmara. Abaixo a nota:

O governo Paulo Câmara vem investindo em Gravatá, embora sem nenhuma contrapartida do município. O que ocorre é que ao prefeito parece que só interessa dinheiro que seja direcionado para as festas. Por isso, ele não diz que a única e maior obra em andamento na cidade é exatamente do governo do estado: a de saneamento, no valor de mais de R$ 30 milhões de reais. Na área de recursos hídricos, o governo estadual ampliou numa primeira etapa a oferta d’água da Barragem de Amaraji e está em vias de iniciar já uma segunda etapa, ampliando ainda mais essa oferta. Ao mesmo tempo, está garantindo a execução do lote 5 da Adutora do Agreste, que se encontra em andamento e vai resolver definitivamente o problema de abastecimento da cidade.

Destaque, ainda, para a construção de cinco barragens nos últimos três anos, e para a entrega de 125 cisternas à população rural somente em 2019, ao custo de R$ 1,4 milhão. Outros R$ 13 milhões foram alocados, desde 2015, para ações de infraestrutura na cidade, a exemplo de obras de recuperação de estradas e pavimentação de novas rodovias, como a que liga a sede ao distrito de Mandacaru.

Na ânsia de marcar espaço na oposição, faltou ao prefeito o cuidado de olhar para o que tem sido feito na sua própria cidade pelo Governo Paulo Câmara. Na agropecuária, por exemplo, com o Programa Garantia Safra, com recursos federais e execução do governo estadual, que disponibiliza seguros anuais contra a perda da colheita para quase 30 mil agricultores do município. Sem falar nos serviços de assistência técnica e extensão rural, que em 2018 assistiram 365 famílias e até abril deste ano já chegaram a 232 delas.

O prefeito esqueceu ainda de mencionar as ações do governo para garantir direitos do consumidor e do pequeno empresário em Gravatá, com a inauguração de uma unidade do Procon e a integração do município à RedeSim, que auxilia na abertura e legalização de empresas. E não falou no estimulo do emprego e renda, com a implantação do programa Novos Talentos, em parceria com o Sistema S, que oferece gratuitamente cursos de qualificação profissional. Aliás, geração de emprego e renda é algo extremamente necessário em Gravatá, por conta da estagnação da construção civil no município.

Enfim, sabemos que as prefeituras, assim como os estados brasileiros, vivem momentos de grandes dificuldades. Mas, assim como acontece em Pernambuco, com o governador Paulo Câmara à frente, muitos prefeitos têm conseguido atravessar essa fase com muito trabalho, muita criatividade e focando no que é prioritário para a população. Infelizmente esse não é o caso do prefeito de Gravatá, que vai chegando na reta final do seu mandato sem nada de expressivo ter feito ao longo de sua gestão. Não venha ele agora tentar responsabilizar os outros pela inércia de uma gestão morosa, sem foco nenhum nas ações que interessam de fato ao dia-a-dia da população, e que, por isso, se encontra com um nível de reprovação estratosférico, quase tão grande quanto a quantidade de buracos da cidade. Uma gestão, não podemos esquecer, que só consegue ter alguma proatividade quando se trata de promover episódios patéticos e incivilizados, como o promovido por ocasião da visita do governador à cidade no período eleitoral. No mais, são praças, parques e ruas abandonadas.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Isso é um MENTIROSO, pode dar um desconto de 97,5% esse faz parte dessa QUADRILHA do PSB, o Estado de PE tá morto e enterrado faz tempo, com esse monte de SANGUE SUNGA, Calma Humberto Costa, você é mais ainda, é um VAMPIRO

arnaldo luciano da luz alencar ferreira

Deputado Waldemar e em Salgueiro quais São as ações do Governo do Estado?



22/05


2019

Silvio vai relatar PEC que trata da transferência de recursos

O deputado federal Silvio Costa Filho (PRB), foi escolhido para ser relator da proposta de Emenda à Constituição 48/2019 que trata da transferência de recursos federais a Estados, ao Distrito Federal e a municípios mediante emendas ao Projeto de Lei do Orçamento Anual. O objetivo do projeto é possibilitar que emendas individuais possam aportar recursos diretamente ao Fundo de Participação dos Municípios, sem que haja a necessidade de passar pela Caixa Econômica Federal. Segundo a proposta, a ideia é aprimorar e desburocratizar a execução das emendas parlamentares e, além disso, sanar as dificuldades fiscais dos municípios

Segundo o parlamentar, “a proposta é uma forma de poder encaminhar mais recursos e investimentos para os estados e municípios do país, que estão em crise fiscal. Com a proposta, a alocação direta de recursos aos fundos de participação, vai dar maior agilidade na transferência dos valores”, pontuou.

Ainda de acordo com o texto, a prestação de contas da aplicação dos recursos será feita de acordo com os procedimentos adotados pelos Tribunais de Contas. “Para se ter uma ideia, em 2017 o Governo Federal pagou 57% a menos do que deveria das emendas. Já em 2018, 17% não foi pago, o que representa mais de R$1,4 bilhão. Acredito que o projeto vai dar celeridade à execução orçamentária para que os recursos possam chegar nos municípios, animando a economia, gerando emprego e renda”, destacou.

Com objetivo de discutir a destinação de emendas individuais, o Pacto Federativo e o Fundeb, Costa Filho participou nesta quarta-feira (22), de uma reunião na Confederação Nacional de Municípios (CNM), ao lado de representantes dos municípios do Brasil, da Frente Parlamentar do Novo Pacto Federativo e da Frente Parlamentar em Defesa dos Municípios.

Para Glademir Aroldi, presidente da CNM, a proposta vai atender uma necessidade de municípios de todo país. “Essa PEC é totalmente importante porque simplifica a transferência das emendas parlamentares para os municípios. O parlamentar vai indicar a emenda e o valor será depositado direto na conta das prefeituras para que elas executem a obra ou compre um equipamento que auxilie nos trabalhos na cidade. O deputado Silvio tem defendido os interesses dos municípios de todo o Brasil e é nesse sentido que eu entendo que o parecer dele vai ser favorável. Tenho certeza que a PEC vai atender as expectativas de prefeitos e prefeitas de todo o Brasil”, garantiu.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


22/05


2019

Juíza suspende impeachment de Meira

A juíza Ana Regina Barros, de Camaragibe, concedeu liminar ao prefeito Demóstenes Meira e suspendeu a votação do impeachment do gestor, que estava na pauta da Câmara Municipal e seria votado amanhã. Alegou que o pedido da Câmara não tem base constitucional, eivado de erros.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha