ArcoVerde

12/01


2019

Aliados cobram de Bolsonaro plano sobre o Nordeste

Sob pressão de aliados, governo prepara plano para o Nordeste

Bolsonaro foi derrotado por Haddad na região, onde todos os governadores são de oposição

Jussara Soares, Eduardo Bresciani e Karla Gamba – O Globo

Sob pressão dealiados , o governo Jair Bolsonaro começa a preparar na próxima segunda-feira as primeiras ações de seu plano para oNordeste . Uma reunião na Casa Civil, comandada pelo ministro Onyx Lorenzoni, vai reunir titulares de diversas pastas com o objetivo de elaborar medidas concretas para serem submetidas ao presidente. A movimentação ocorre depois de o Executivo ter descumprido sua primeira promessa: apresentar as prioridades de cada ministério após dez dias de gestão.

Segundo cronograma definido por Onyx no fim do ano passado, as primeiras medidas do governo Bolsonaro estabeleceriam metas a serem cumpridas em dez, 30, 60, 90 e 100 dias. Para a primeira fase (de 1º a 10 de janeiro), documento da Casa Civil definiu que cada pasta deveria enviar à Presidência a relação de suas propostas prioritárias.

Desde a posse, foram realizadas duas reuniões de Bolsonaro com os 22 ministros, mas nenhuma delas terminou com o anúncio de políticas públicas. A meta de reavaliar os atos normativos dos últimos dois meses da gestão de Michel Temer também não foi atingida.

Ao divulgar a agenda do governo para os primeiros dias, Onyx chegou a dizer que cada um dos titulares das pastas havia apresentado, no mínimo, dois projetos. Às vésperas da posse, caberia ao presidente analisar mais de 50 propostas de políticas públicas e definir a prioridade de cada área.

As ações dirigidas à população do Nordeste passaram a integrar a lista de medidas importantes a serem adotadas logo no início do governo. Na região, Bolsonaro foi derrotado na disputa presidencial — e todos os governadores eleitos são de partidos da oposição. A reunião sobre o Nordeste é uma resposta a aliados, que manifestaram ao presidente a necessidade de o governo sinalizar que não haverá retaliação à região pelo resultado das urnas.

Políticos do Nordeste que apoiaram Bolsonaro fizeram chegar ao presidente descontentamento com o fato de a região não ter recebido atenção nos primeiros dias da nova gestão. Ontem mesmo, Bolsonaro comandou reunião no Planalto com um grupo de ministros para avaliar os riscos enfrentados por moradores de um bairro de Maceió, onde foram encontradas rachaduras em vários imóveis, ainda sem causa conhecida.

Em novembro, o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, disse ao GLOBO que “o Nordeste é o centro das atenções para mudar o Brasil”. Até agora, a proposta mais vistosa verbalizada pelo presidente é de buscar cooperação tecnológica com Israel para dessalinizar água. Além disso, concluir as obras de transposição do Rio São Francisco é uma meta de longo prazo.

Participarão do encontro os ministros do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, do Meio Ambiente, Ricardo Salles, da Agricultura, Tereza Cristina, e de Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes. A ideia é que cada pasta apresente suas primeiras contribuições para a elaboração de um plano envolvendo diferentes áreas.

A demora em apresentar metas vem sendo alvo de reclamações desde a primeira reunião ministerial, no dia 3 de janeiro. Na ocasião, Onyx afirmou que as propostas seriam anunciadas no encontro seguinte, na última terça-feira. Ao final, não houve pronunciamento sobre as medidas. Heleno, chegou a dizer que os jornalistas deveriam cobrar a resposta de Onyx.

Prioridades “entregues”

Integrantes do primeiro escalão afirmam, sob condição de anonimato, que Bolsonaro recebeu as propostas de medidas para os cem dias apenas na última reunião. No encontro, o presidente teria voltado a insistir para revisão dos últimos atos do governo Temer.

Na noite de quinta-feira, o Planalto divulgou um vídeo nas redes sociais afirmando que os 22 ministérios estão trabalhando em “40 metas estruturantes, 20 entregas para a sociedade. Tudo para entregar serviços públicos de qualidade”. As imagens mostram os ministros em reunião. A propaganda, no entanto, não explicita quais as medidas que estão sendo trabalhadas.

O GLOBO procurou a Secretaria de Comunicação da Presidência para perguntar quais seriam as metas estipuladas para esses primeiros 10 dias e qual a avaliação sobre o cumprimento dessas metas, mas foi comunicado que apenas a Casa Civil tinha essa informação.

A assessoria da Casa Civil informou que “as linhas prioritárias foram entregues esta semana pelos ministérios e estão neste momento em fase de consolidação”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Paulista Conectada

Confira os últimos posts



22/03


2019

Choro e ranger de dentes: prisão de Temer agrava atrito institucional;

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Amigos têm medo de ele ‘não resistir’ ao processo

Daniela Lima – Painel - Folha de S.Paulo

Para políticos e magistrados, a prisão de Michel Temer esgarçou ainda mais o tecido institucional do país.

A decretação do encarceramento preventivo —sem julgamento, portanto— sinalizaria não só um ataque à “velha política” como também um chamado a novo embate entre cortes superiores e Lava Jato.

Amigos do emedebista duvidam da capacidade emocional do ex-presidente de resistir ao processo. Litúrgico, ele não teria estofo para lidar com a detenção e o cerco a familiares, como a filha.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Asfaltos

22/03


2019

Entre Lava Jato e Temer, Lula fica com o emedebista

Entre Michel Temer (chamado de “golpista” pelos petistas desde 2016) e a Operação Lava Jato, parece que Lula (ou ao menos quem cuida das redes sociais do petista) optou por defender o emedebista, preso preventivamente nesta quinta-feira.

Criticas contra a Lava Jato foram postadas no perfil oficial de Lula no Twitter, dizendo que a operação “tenta desviar a atenção do descrédito em que estava caindo”.

“Instituições poderosas como o MP e a PF não podem ficar fazendo espetáculo. Todo aquele que cometer um crime, se o crime for provado, tem que ser punido. Seja o Temer, ou o Lula. Seja o FHC ou o Bolsonaro. Ninguém pode ser preso sem o devido processo legal”.  (Estadão – MR 18)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


22/03


2019

Golden Shower: após repercussão Bolsonaro apaga vídeo obsceno

Defesa de homens retratados no vídeo ingressaram com mandado de segurança requerendo a exclusão das imagens

Gustavo Uribe – Folha de S.Paulo

Após ter causado polêmica nas redes sociais, o presidente JairBolsonaro apagou vídeo com conteúdo obsceno que havia divulgado durante o Carnaval. Ele também retirou pergunta sobre o que era "golden shower", práticas sexual exibida nas imagens e que define o  fetiche de urinar na frente de um parceiro ou sobre ele.

A publicação, que foi criticada tanto pela cúpula militar como por líderes partidários, foi apagada de sua conta oficial do Twitter sem explicações oficiais do Palácio do Planalto.

Na terça-feira (19), a defesa dos dois homens retratados no vídeo ingressaram com pedido de mandado de segurança no STF (Supremo Tribunal Federal) requerendo a exclusão das imagens da conta do presidente. Em caráter reservado, assessores presidenciais afirmam que o vídeo foi excluído pelo presidente no dia 7 de março, devido à repercussão negativa do episódio, inclusive na imprensa estrangeira. Procurado pela Folha, o Palácio do Planalto não quis comentar oficialmente.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


22/03


2019

Prisão de Michel e Moreira forma tempestade política perfeita

Helena Chagas

A prisão de Michel Temer não chega a surpreender a nação, mas sua execução, exatamente hoje, vai dar o que falar. Ao prender mais um ex-presidente da República, ainda que investigado em três inquéritos, a Lava Jato cria um fato político. A outra ordem de prisão é ainda  mais explosiva, pois atinge o ex-ministro Moreira Franco, sogro do presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

A esta altura, entre WhatApps nervosos, deputados e senadores estranham a coincidência dessa operação, que atinge mais uma vez os políticos tradicionais que resistem ao pacote do ministro Sérgio Moro no Congresso, justamente no dia seguinte a um desentendimento público entre o ex-juiz e o genro de um dos presos.

Se essa versão vai prosperar, ninguém sabe. O fato é que a Lava Jato, mais uma vez, vai provocar um cataclismo no Congresso Nacional, ainda sob controle de políticos e partidos do que se convencionou agora chamar de “velha política”.

Neste momento, o primeiro consenso formado, no susto, é de que a Previdência, que tem em Maia seu principal articulador, vai parar. Pegando emprestada a expressão que o ex-ministro Delfim Netto criou para falar da crise na economia, forma-se agora uma “tempestade perfeita” na política.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


22/03


2019

Delegado esperou para ver Temer preso

Delegado que coordenou prisão de Temer investigava ex-presidente desde inquérito dos portos

O delegado responsável pelo inquérito dos Portos foi para São Paulo acompanhar pessoalmente a operação que levou Michel Temer, Moreira Franco e operadores do ex-presidente à prisão.

Bela Megale – O Globo

Cleyber Malta Lopes coordenou a investigação em Brasília quando Temer ainda era presidente. Chegou a pedir a prisão do coronel João Baptista Lima, amigo e operador de Temer, quando concluiu o inquérito, no fim do ano passado. Cleyber indiciou Temer e outras dez pessoas pelos crimes de corrupção passiva, ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

O delegado também foi quem fechou a delação premiada que levou Temer à prisão. Quando investigou o caso dos Portos, negociou um acordo com Antunes Sobrinho, da Engevix, que relatou pagamento de propina ao emedebista. O material foi encaminhado ao Rio e usado para basear a operação de hoje. Hoje Cleyber é o chefe do Sinq, o grupo especial da PF que investiga autoridades com foro.

Apesar de estar em São Paulo, ele não presenciou as prisões de Temer e Lima. O motivo? Ordens superiores.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/03


2019

“Lava Jato não precisa de pirotecnia para sobreviver”, diz Lula sobre prisão de Temer

A conta oficial do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), preso em Curitiba, divulgou críticas à força-tarefa da Lava Jato, que prendeu o ex-presidente Michel Temer (MDB), hoje.

"A Lava Jato tenta desviar a atenção do descrédito em que estava caindo e do fundo de R$ 2,5 bilhões que negociaram com os EUA. A Força Tarefa não precisa de pirotecnia para sobreviver, precisa de sobriedade", diz o tuíte.

Em outra publicação, também definida como um recado de Lula, o petista afirma que ninguém pode ser preso sem o devido processo legal.

"Instituições poderosas como o MP e a PF não podem ficar fazendo espetáculo. Todo aquele que cometer um crime, se o crime for provado, tem que ser punido. Seja o Temer, ou o Lula. Seja o FHC ou o Bolsonaro. Ninguém pode ser preso sem o devido processo legal”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/03


2019

Defesa de Temer entra com habeas corpus

O advogado Eduardo Carnelós, que defende o ex-presidente Michel Temer, entrou com pedido de habeas corpus no Tribunal Regional Federal da 2ª Região, no Rio de Janeiro. O recurso foi distribuído para o desembargador federal Ivan Athié.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bm4 Marketing 7

21/03


2019

Aos gritos de “ladrão”, Temer chega à sede da PF no Rio

O ex-presidente Michel Temer (MDB) chegou à Superintendência da Polícia federal no Rio de Janeiro, onde ficará preso preventivamente.

Um grupo de cerca de dez manifestantes esperava a chegada do ex-presidente, que foi chamado de golpista e ladrão. Dois deles ergueram uma bandeira do Brasil.

O juiz Marcelo Bretas, que determinou a prisão de Temer, decidiu mantê-lo no local e afirmou que o tratamento deve ser o mesmo dado ao ex-presidente Lula, preso na Polícia Federal de Curitiba desde abril de 2018.

O ex-ministro Wellington Moreira Franco também foi levado à PF do Rio, mas deve ser transferido em breve ao Batalhão Especial Prisional (BEP), unidade gerida pela Polícia Militar do Rio em Niterói, onde está hoje o ex-governador Luiz Fernando Pezão.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/03


2019

“A Justiça nasceu para todos e cada um que responda pelos seus atos”, diz Bolsonaro sobre Temer

Do G1

Ao desembarcar em Santiago, no Chile, o presidente Jair Bolsonaro comentou, hoje, a prisão do ex-presidente Michel Temer, dizendo que cada um deve responder pelos seus atos.

O ex-presidente foi preso na manhã desta quinta, em São Paulo, pela força-tarefa da Lava Jato do Rio de Janeiro. Os agentes federais também prenderam o ex-ministro Moreira Franco e o coronel da reserva da Polícia Militar de São Paulo João Baptista Lima Filho, amigo pessoal de Temer.

"A Justiça nasceu para todos e cada um que responda pelos seus atos", declarou Bolsonaro em uma breve conversa com a imprensa no aeroporto da capital chilena.

Segundo o atual presidente da República, "acordos políticos dizendo-se em nome da governabilidade" desencadearam as situações que culminaram na prisão de Temer e Moreira Franco.

"Governabilidade você não faz com esse tipo de acordo, no meu entender. Você faz indicando pessoas sérias, competentes para integrar seu governo. É assim que fiz no meu governo, sem acordo político, respeitando a Câmara e o Senado brasileiro", complementou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/03


2019

Gestão Cidadã da Amupe chega a Surubim

Surubim será o primeiro município do projeto “Gestão Cidadã” da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), uma parceria com a União Europeia, a aplicar a metodologia para elaboração de planos municipais com a finalidade de fortalecer a participação e transparência local. A equipe da Amupe fará uma reunião com parceiros locais, amanhã, no auditório da Secretaria municipal de Educação, das 8h30 às 16h, para realizar o planejamento.

Os outros 15 municípios que fazem parte do projeto (Bezerros, Caruaru, Cumaru, Cupira, Águas Belas, Machados, Quipapá, Calumbi, Carnaíba, Flores, Santa Cruz da Baixa Verde, Solidão, Tabira e Toritama) também terão seus planos elaborados até o próximo mês de abril - semana que vem, o Gestão Cidadã estará no Pajeú.

De acordo Ana Nery dos Santos, coordenadora do projeto, participam do encontro os parceiros locais envolvendo governo e sociedade. “A oficina tem por objetivo formular um plano de trabalho tendo em vista envolver pessoas ligadas à gestão municipal e sociedade civil a contribuírem para qualificação das ferramentas de transparência e iniciativas de participação popular. Com isso, a Amupe pretende estimular o protagonismo local para a gestão cidadã”, pontuou.

O Gestão Cidadã é uma parceria para atender aos interesses públicos de forma transparente e inclusiva. “Este projeto, além de consolidar a parceria entre a Amupe e a União Europeia, visa, sobretudo, subsidiar uma maior participação da sociedade para que essa compreenda a realidade do poder local”, explica o presidente da associação, José Patriota.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/03


2019

PF diz que já tem cama, banheiro e chuveiro para Temer

O superintendente da Polícia Federal no Rio, delegado Ricardo Andrade Saadi, informou o juiz Marcelo Bretas, da 7.ª Vara Criminal Federal do Rio, que a corporação ‘tem condições de custodiar’ o ex-presidente Michel Temer, preso hoje.

“Esta Superintendência de Polícia Federal no Estado do Rio tem condições de custodiar, provisoriamente, o investigado Michel Miguel Elias Temer Lulia, em sala previamente preparada e segura, com cama, banheiro e chuveiro”, informou Ricardo Saadi.

“Na ocasião, caso a custódia seja realizada por esta Polícia Federal, solicita-se orientação sobre itens mínimos que podem ser colocados na referida sala, como frigobar, televisão, etc.”.

A força-tarefa da Operação Lava Jato havia pedido ao juiz federal que o ex-presidente ficasse preso na Unidade Prisional da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, em Niterói. A defesa solicitou ao magistrado que determinasse o recolhimento de Temer nas dependências da Superintendência da Polícia Federal no Rio. O magistrado vai decidir.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/03


2019

Lessa promove seleção para estágio em Comissão da Alepe

De forma inovadora na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), o deputado estadual Delegado Lessa (PP) abre processo de seleção para ocupar uma vaga de estágio junto à Comissão de Desenvolvimento Econômico e Turismo (CDET), da qual ele é presidente.

De acordo com o deputado Delegado Lessa, este procedimento é uma oportunidade para que os estudantes tenham acesso à execução de tarefas próprias do âmbito jurídico e parlamentar. “Sem dúvida, é uma experiência profissional diferenciada, tendo em vista a especificidade temática desta comissão. Além disso, esta seleção pública promove transparência e amplia as possibilidades de atuação do colegiado”, observa.

O processo seletivo terá quatro etapas: inscrição e recebimento dos currículos; prova escrita; entrevista e formalização da contratação. As inscrições começam hoje e seguem até o próximo dia 28. Os interessados poderão ter acesso a outras informações através de uma live que o deputado fará nesta quinta-feira, a partir das 20h, na fanpage (Delegado Lessa) e no Instagram (@delegadolessape).


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/03


2019

Temer já está a caminho do Rio em avião da PF

Preso na manhã de hoje, em São Paulo, o ex-presidente Michel Temer (MDB) embarcou para o Rio de Janeiro em um avião da Polícia Federal.

A prisão preventiva foi ordenada pelo juiz Marcelo Bretas, da força-tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro. Temer foi levado para o aeroporto internacional de Guarulhos, de onde partiu a aeronave da PF.

Em despacho, Bretas determinou que Temer, "na qualidade de ex-presidente da República", fique detido na unidade prisional da Polícia Militar do Rio em Niterói. O juiz diz ter atendido argumentos do Ministério Público Federal.

Também detidos hoje, o ex-ministro Moreira Franco e o coronel João Baptista Lima Filho, amigo de Temer, terão a mesma prerrogativa, segundo o despacho.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/03


2019

Advogado de Temer afirma que delator não entregou provas

O criminalista Eduardo Pizarro Carnelós disse, hoje, que a prisão do ex-presidente Michel Temer ‘constitui mais um, e dos mais graves, atentados ao Estado democrático e de Direito no Brasil’.

Carnelós destaca que ‘os fatos objeto da investigação foram relatados por delator e remontam ao longínquo primeiro semestre de 2014’.

O advogado esvazia o peso dado ao relato do delator na sentença que mandou Temer para a prisão. “Dos termos da própria decisão que determinou a prisão, extrai-se a inexistência de nenhum elemento de prova comprobatório da palavra do delator”.

Carnelós é taxativo. “Certo que o próprio delator nada apresentou que pudesse autorizar a ingerência de Temer naqueles fatos”.

O advogado ressalta que os fatos são objeto de requerimento da Procuradora-Geral da República, ‘e o deferimento dele pelo ministro Roberto Barroso, para determinar instauração de inquérito para apuração, objeto de agravo interposto pela defesa, o qual ainda não foi julgado pelo Supremo’.

“Resta evidente a total falta de fundamento para a prisão decretada, a qual serve apenas à exibição do ex-presidente como troféu aos que, a pretexto de combater a corrupção, escarnecem das regras básicas inscritas na Constituição da República e na legislação ordinária”.

“O Poder Judiciário, contudo, por suas instâncias recursais, haverá de, novamente, rechaçar tamanho acinte”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/03


2019

João da Costa comenta prisão de Michel Temer


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha