ArcoVerde

06/12


2018

Prefeito de Santa Cruz do Capibaribe é denunciado por pedaladas fiscais

EXCLUSIVO

Por Arthur Cunhaespecial para o blog

Um grupo de advogados de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste, protocolou no Ministério Público uma representação contra o prefeito do município, Edson Vieira (PSDB).  A acusação tem semelhança com a que derrubou a presidente Dilma Rousseff (PT), pedaladas fiscais, quando o uso formal do dinheiro público é desrespeitado.

O motivo da representação, protocolada na última segunda-feira, se deve à irregularidades na transferência de recursos para um consórcio municipal provocando reflexos nos relatórios fiscais da gestão municipal.

O documento aponta que o prefeito vem desobedecendo, nos últimos três quadrimestres, o limite de gastos de pessoal em 13% acima do limite máximo exigido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Ainda segundo a representação, o secretário de Saúde afirmou que transferiu funcionários da Prefeitura para o Consórcio para reduzir os percentuais nos gastos de pessoal, aparentando uma legalidade.

Ainda na representação, as transferências para o CONIAPE foram feitas sem autorização legislativa, já que o remanejamento seria permitido apenas entre a própria administração e não para outro órgão.

O Consórcio Público Intermunicipal do Agreste Pernambucano e Fronteiras (CONIAPE), também é presidido pelo Prefeito de Santa Cruz do Capibaribe Edson Vieira.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Asfaltos

Confira os últimos posts



08/12


2018

PT centra fogo contra a futura primeira-dama

O PT pretende apresentar aditivos à representação em que pede investigação contra o deputado Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente eleito, e a futura primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

Um ex-assessor e motorista dele movimentou R$ 1,2 milhão de forma atípica.

O deputado Paulo Pimenta (PT-RS) diz que incluirá os nomes de familiares do motorista. Uma das filhas dele, Nathalia Melo, do gabinete parlamentar do presidente eleito, também foi citada pelo Coaf. (Mônica Bergamo – FSP)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

MOURÃO COBRA EXPLICAÇÃO SOBRE O BOLSOGATE

Fernandes

BolsoGate. KKKK

Fernandes

O (bolsa) família dos Bolsonaros chega por enquanto a 1,2 milhão. Mas tudo indica que estamos diante apenas da ponta do iceberg. O pai, os filhos e a primeira-dama parecem girar na roda fortuna. Jair aproveitou a deixa pra sair de novo do ar até a poeira baixar, se é que baixa.

Fernandes

O audacioso esquema para burlar o sistema, arquitetado pelos “incorruptíveis” família BOLSONARO.

Fernandes

Foram 10 saques de 49 mil da conta do motorista da família Bolsonaro. Sabem por que 49 mil e não 50? É que a cada 50 mil retirados em dinheiro vivo, um alarme é disparado, acionado esse alarme, em linguagem do COAF significa possível: Lavagem de Dinheiro… A famosa corrupção mesmo. E 49 e não 50 mil para não ter de informar ao (Banco Central), não assinar um documento informando Origem e Destino do dinheiro. Se apertar um pouco mais, muito mais, mais podres aparecerão. Muitos!



08/12


2018

Nova deputada contra o filho do presidente eleito

Mônica Bergamo - Folha de S.Paulo

“É mais fácil o Bolsonaro dar uma chinelada na bunda do moleque [Eduardo] do que eu romper com o governo." 

A deputada federal eleita Joice Hasselmann (PSL-SP) estuda processar o senador eleito Major Olímpio. Ele a acusou de vazar conversas de um grupo de WhatsApp do qual ambos fazem parte. Os diálogos expunham uma briga com o deputado federal eleito Eduardo Bolsonaro (PSL-RJ), filho de Jair Bolsonaro.

“O Olímpio é completamente maluco”, rebate ela. Chamada de “sonsa” por Eduardo, Joice diz que nada afeta o apoio que dá ao presidente eleito.

 “É mais fácil o Bolsonaro dar uma chinelada na bunda do moleque [Eduardo] do que eu romper com o governo. Vou defender o Jair apesar dos rompantes do filho dele”, afirma Joice.

Ela diz também que mantém a pretensão de disputar a liderança do PSL na Câmara. “Estou mais candidata do que nunca”, afirma. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

O (bolsa) família dos Bolsonaros chega por enquanto a 1,2 milhão. Mas tudo indica que estamos diante apenas da ponta do iceberg. O pai, os filhos e a primeira-dama parecem girar na roda fortuna. Jair aproveitou a deixa pra sair de novo do ar até a poeira baixar, se é que baixa.

Fernandes

Foram 10 saques de 49 mil da conta do motorista da família Bolsonaro. Sabem por que 49 mil e não 50? É que a cada 50 mil retirados em dinheiro vivo, um alarme é disparado, acionado esse alarme, em linguagem do COAF significa possível: Lavagem de Dinheiro… A famosa corrupção mesmo. E 49 e não 50 mil para não ter de informar ao (Banco Central), não assinar um documento informando Origem e Destino do dinheiro. Se apertar um pouco mais, muito mais, mais podres aparecerão. Muitos!

Fernandes

Como um motorista conseguiu mais de R$ 1,2 milhão em apenas um ano e ainda assim pediu mais R$ 40 mil a Bolsonaro? Por mais que se esforce, a família Bolsonaro não consegue convencer sobre o relatório do COAF que cita Flávio Bolsonaro, Michelle Bolsonaro e uma ex-assessora do capitão metidos em ações nada republicanas. Vai ter o destino do Collor.

Fernandes

Bolsobosta duas opções ou corno e corrupto, vc quer o que?

marcos

Essa Joice é aquela que Adora Lula é?



08/12


2018

Julgamento de Moro pelo CNJ divide membros do órgão

De acordo com um deles, não é hora de tirar Moro do alcance do conselho

Mônica Bergamo – Folha de S.Paulo

O CNJ (Conselho Nacional de Justiça) deve adiar o julgamento do ex-juiz Sergio Moro, acusado, entre outras coisas, de parcialidade em decisões que tomou como magistrado.

O corregedor nacional de Justiça, Humberto Martins, queria decidir se Moro ainda poderia ser julgado pelo CNJ, já que deixou a carreira. Outros integrantes do colegiado questionaram a pressa.

De acordo com um deles, não é hora de tirar Moro do alcance do CNJ, arquivando de pronto seus processos.

Por outro lado, não há clima para condená-lo. O melhor, portanto, seria deixar os casos em banho-maria. E Moro sob tensão.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

A corrupção dos incorruptíveis.

Fernandes

O (bolsa) família dos Bolsonaros chega por enquanto a 1,2 milhão. Mas tudo indica que estamos diante apenas da ponta do iceberg. O pai, os filhos e a primeira-dama parecem girar na roda fortuna. Jair aproveitou a deixa pra sair de novo do ar até a poeira baixar, se é que baixa.

Fernandes

Como um motorista conseguiu mais de R$ 1,2 milhão em apenas um ano e ainda assim pediu mais R$ 40 mil a Bolsonaro? Por mais que se esforce, a família Bolsonaro não consegue convencer sobre o relatório do COAF que cita Flávio Bolsonaro, Michelle Bolsonaro e uma ex-assessora do capitão metidos em ações nada republicanas. Vai ter o destino do Collor.

marcos

Tofoli por que não prenderam Dilma Jumenta ainda?

marcos

Menina Fascista te aqueta tu tás muito Desesperada, o governo do nosso mito nem começou e tu já estás soltando a Franga



08/12


2018

Médium João de Deus é acusado de abuso sexual

leia na íntegra os relatos de seis vítimas

Casos teriam acontecido entre 2010 e fevereiro de 2018, dentro do ‘hospital espiritual’ mantido pelo médium, em Abadiânia (GO)

Helena Borges e Cristina Fibe - O Globo

Doze mulheres denunciaram terem sido sexualmente abusadas por João Teixeira de Faria, médium conhecido como João de Deus. Famoso pela realização de “cirurgias espirituais”, ele já atendeu políticos, celebridades e altos funcionários públicos do Brasil e do mundo.

No programa que foi ao ar ontem de noite, a produção do “Conversa com Bial”, na TV Globo, relatou que dez mulheres se dizem vítimas de João de Deus, das quais quatro também foram ouvidas por O GLOBO.

Esta reportagem traz essas quatro denúncias e duas novas, exclusivas. Os seis relatos documentados por escrito, que o leitor do GLOBO tem acesso na íntegra abaixo, datam de 2010 a fevereiro deste ano. Os textos são longos e detalhados. Eles foram colhidos ao longo de três meses de investigação. Todos passaram pela aprovação das seis vítimas, das quais cinco pediram sigilo de identidade.

O último capítulo desta matéria é a resposta enviada pela assessoria de João de Deus exclusivamente para O GLOBO.

Denúncias revelam padrão de ação

As denúncias revelam um processo sistemático e padronizado. As mulheres contam que foram desacompanhadas à Casa de Dom Inácio, o “hospital espiritual” mantido pelo médium em Abadiânia (GO). Todas tinham entre 30 e 40 anos no momento em que relatam terem sofrido os abusos. Elas dizem que o médium, durante os atendimentos ao público — quando estaria incorporado por uma entidade espiritual — indicava que deveriam encontrá-lo após o encerramento da sessão.

Sempre colocadas como últimas na fila de espera para o atendimento pessoal, ntravam em um escritório que dava acesso à sala de cirugias.

Neste momento, ficariam no local apenas o médium e a paciente. Com a porta trancada e as luzes apagadas, seriam tocadas nos seios pelo líder espiritual de 76 anos, e/ou ordenadas a tocá-lo no pênis, parte de uma “limpeza espiritual”.

Por videoconferência, a holandesa Zahira Lieneke afirma ter sido estuprada em 2014. Ela foi a única vítima a autorizar a publicação de seu nome. Também é a única que conta ter sido penetrada por João.

Assessoria chama denúncias de "fantasiosas"

A assessoria de João de Deus afirma que as acusações são “falsas e fantasiosas”, questiona o motivo pelo qual as vítimas não procuraram as autoridades e afirma que “a sala em questão é pública, qualquer um tem acesso a ela e jamais fica trancada”. A assessoria ainda afirma que a situação “é lamentável, uma vez que o Médium João é uma pessoa de índole ilibada”.

As vítimas contam que não procuraram a polícia logo após os abusos pelo mesmo motivo que pedem para suas identidades serem protegidas: medo de serem perseguidas.

Essa não é a primeira vez que João Teixeira de Farias é acusado de crimes sexuais. Ele já foi acusado de sedução de menor, atentado ao pudor, contrabando de minério e até por assassinato. Em nenhum dos casos o médium foi julgado culpado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

O audacioso esquema para burlar o sistema, arquitetado pelos “incorruptíveis” família BOLSONARO.

Fernandes

Como um motorista conseguiu mais de R$ 1,2 milhão em apenas um ano e ainda assim pediu mais R$ 40 mil a Bolsonaro? Por mais que se esforce, a família Bolsonaro não consegue convencer sobre o relatório do COAF que cita Flávio Bolsonaro, Michelle Bolsonaro e uma ex-assessora do capitão metidos em ações nada republicanas. Vai ter o destino do Collor.

marcos

Será que ele abusou de Lula?

Fernandes

Esse é do time do Bozonaro, também fascista.



08/12


2018

Um xerife no ministério

Sergio Moro pode agir como uma força moderadora sobre Jair Bolsonaro

Hélio Schwatsman - Folha

A decisão de Sergio Moro de trocar a toga de juiz pela caneta de ministro não fez muito bem à sua imagem pessoal nem à do Judiciário, mas estamos falando mais de um arranhão do que de uma ferida mortal. Sem prejuízo de outros questionamentos, não penso que se possa argumentar seriamente que Moro condenou Lula, em julho de 2017, quando quase ninguém considerava a candidatura Bolsonaro viável, com o objetivo de obter um cargo no que viria a ser seu governo.

E, agora que o ex-magistrado está na equipe de Bolsonaro, creio que ele pode agir como uma força moderadora sobre o presidente eleito. Ainda que Moro possa ser descrito como linha dura em matéria penal, é bom que o núcleo do governo conte com alguém familiarizado com conceitos como direitos e garantias fundamentais, devido processo legal, impessoalidade da administração.

Se dava para defender que o candidato Bolsonaro, detentor de um discurso intolerante e antidemocrático, não deveria ser normalizado, agora que ele é presidente eleito precisa não só ser normalizado como institucionalizado (perdoe-se o duplo sentido). Moro pode ajudar nisso.

Em relação à pauta do Ministério da Justiça propriamente dita, o ex-juiz também pode contribuir. Ele tem a expertise e a vontade para desenvolver novos mecanismos de combate à corrupção. O fato de o passivo do governo Bolsonaro nessa seara ser pequeno torna verossímil que observemos avanços concretos.

Onde eu penso que Moro terá problemas é em relação aos crimes comuns praticados por bandidos ordinários, que são justamente aqueles que causam a sensação de insegurança. O governo federal nem sequer dispõe de um corpo policial adequado para enfrentar esse tipo de delinquência. Não dá para colocar a Polícia Federal para perseguir qualquer assaltante ou punguista. Não obstante, como Moro acabou cultivando a imagem de xerife que tudo resolve, é pela sensação de insegurança que ele será cobrado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

O audacioso esquema para burlar o sistema, arquitetado pelos “incorruptíveis” família BOLSONARO.

Fernandes

Foram 10 saques de 49 mil da conta do motorista da família Bolsonaro. Sabem por que 49 mil e não 50? É que a cada 50 mil retirados em dinheiro vivo, um alarme é disparado, acionado esse alarme, em linguagem do COAF significa possível: Lavagem de Dinheiro… A famosa corrupção mesmo. E 49 e não 50 mil para não ter de informar ao (Banco Central), não assinar um documento informando Origem e Destino do dinheiro. Se apertar um pouco mais, muito mais, mais podres aparecerão. Muitos!

Fernandes

Investigação chega a Bolsonaro e pesquisa aponta que o capitão pode ter mesmo destino de Fernando Collor! Lascou, eu acho é pouco. KKKK

marcos

Moro o amigo das Mortadelas Fascistas



08/12


2018

O mundo da pastora que virou ministra

Bernardo Mello Franco - O Globo

A futura ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, pastora Damares Alves, considera que “as instituições piraram” e que “chegou o momento” de as igrejas evangélicas governarem o Brasil.

A nova integrante do governo Jair Bolsonaro expôs suas ideias a fiéis da Igreja Batista da Lagoinha, em Belo Horizonte. A fala foi gravada em maio de 2016 e já teve mais de 160 mil exibições no YouTube.

“As instituições piraram nesta nação. Mas há uma instituição que não pirou. E esta nação só pode contar com esta instituição agora: é a igreja de Jesus”, disse.

“Chegou a nossa hora”, prosseguiu. “É o momento de a igreja ocupar a nação. É o momento de a igreja governar. Se a gente não ocupar este espaço, Deus vai cobrar.”

Damares criticou o Supremo Tribunal Federal por discutir temas como a descriminalização do porte de drogas para consumo próprio. “Onze homens que não foram nem eleitos pelo povo brasileiro vão decidir se a gente libera ou não o consumo de drogas”, disse.

Ela se referiu ao debate entre os ministros da Corte como uma “palhaçada”. “Será que podemos confiar no Judiciário? Não sei mais”, afirmou.

A futura ministra descreveu o Congresso, onde trabalha ao lado do senador Magno Malta (PR-ES), como outra “instituição pirada”. Disse que as disputas na Câmara e no Senado não seriam ideológicas, entre direita e esquerda. “A luta lá é espiritual”, teorizou.

Na sequência, ela disse que a escola deixou de ser o local apropriado para educar as crianças. “Só há um lugar seguro em que o seu filho está protegido nesta nação. É o templo, é a igreja, é ao lado do seu sacerdote”, defendeu.

A exemplo do presidente eleito, Damares revelou a intenção de banir livros didáticos que não se encaixem em sua visão de mundo. Ela disse que “as Bíblias vão ter que voltar para as escolas do Brasil”. “O T nas escolas não é mais de tatu, é de tridente do diabo. Queiram ou não queiram os satanistas, esta é uma nação cristã”, afirmou.

No púlpito, a futura ministra indicou que seus planos ultrapassam fronteiras. “A melhor forma de a gente conquistar os muçulmanos para Jesus é mostrar que o cristianismo deu certo nesta nação”, disse.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Como um motorista conseguiu mais de R$ 1,2 milhão em apenas um ano e ainda assim pediu mais R$ 40 mil a Bolsonaro? Por mais que se esforce, a família Bolsonaro não consegue convencer sobre o relatório do COAF que cita Flávio Bolsonaro, Michelle Bolsonaro e uma ex-assessora do capitão metidos em ações nada republicanas. Vai ter o destino do Collor.

marcos

Mas afinal quem mandou matar Celso Daniel?

Fernandes

Sobre o escândalo bozonaro e família só digo uma coisa bozominions ; Que VERGONHA, HEIN?

Fernandes

Aceita que dói menos. Bolsonaro é corrupto e você culpado.



08/12


2018

Tucanos e os cargos no novo governo

Dirigentes do PSDB recomendaram aos tucanos que aceitarem cargos no futuro governo que se desliguem do partido, ou peçam desfiliação temporária.

Cotado para a secretaria-executiva do Ministério da Ciência e Tecnologia, o ex-deputado Júlio Semeghini (SP) conversou com o presidente do PSDB, Geraldo Alckmin.

 E disse estar disposto a deixar a legenda assim que a indicação for confirmada.  (FSP)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

O audacioso esquema para burlar o sistema, arquitetado pelos “incorruptíveis” família BOLSONARO.

Fernandes

Investigação chega a Bolsonaro e pesquisa aponta que o capitão pode ter mesmo destino de Fernando Collor! Lascou, eu acho é pouco. KKKK

marcos

Coxinhas e Mortadelas fascistas roubaram o nosso Brasil.


BM4 Marketing

08/12


2018

Bate-boca entre integrantes do PSL

Aliados de Bolsonaro no Congresso também viram com preocupação a exposição pública do bate-boca entre integrantes do PSL em mensagens no WhatsApp.

Para eles, caberá ao presidente eleito pôr freio às desavenças para não prejudicar a articulação do futuro governo com o Legislativo.

Em reunião com a bancada do MDB na terça (4), Bolsonaro e Onyx deixaram no ar uma pergunta do deputado Celso Maldaner (SC) sobre o projeto de lei que dá autonomia ao Banco Central, do qual ele é relator.

Passaram a impressão de que a proposta não irá a votação tão cedo. (Painel)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

O que é isso menina fascista, vai ler tua cartilha gay e passar o Natal em frente a PF de Curitiba.

Fernandes

Lembram daquelas postagens; não tenho corrupto de estimação, melhor Jair apagando hein, bozominions ?

Fernandes

Casos de família tema de hoje: O motorista do meu filho deu um cheque de 24 mil para minha mulher. KKKK

Fernandes

Sobre o escândalo bozonaro e família só digo uma coisa bozominions ; Que VERGONHA, HEIN?



08/12


2018

A retirada equivocada de Onyx

Integrantes da equipe de transição consideraram equivocada a reação do futuro chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS).

Ele atacou o Coaf e a imprensa e abandonou uma entrevista coletiva ao ser questionado sobre o caso nesta sexta.

A Procuradoria da República no Rio, que investiga suspeitas de corrupção e lavagem de dinheiro na Assembleia Legislativa do estado e analisa o caso, ainda não decidiu que providências tomará em relação ao policial e a outros assessores que chamaram atenção do Coaf. (Painel)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Lembram daquelas postagens; não tenho corrupto de estimação, melhor Jair apagando hein, bozominions ?

Fernandes

Casos de família tema de hoje: O motorista do meu filho deu um cheque de 24 mil para minha mulher. Corruptos sem-vergonhas. KKKK

Fernandes

Olha o caixa 2 irritado.



08/12


2018

Contas de filho são testes para filho do eleito

Partidos veem contas de ex-assessor do filho de Bolsonaro como teste para eleito

Painel - Folha de S.Paulo

Batismo de fogo - Líderes partidários alinhados com Jair Bolsonaro (PSL) observam com atenção as primeiras reações dele e de seus colaboradores à revelação de suspeitas sobre a movimentação financeira de um ex-assessor do seu filho mais velho, o deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro (RJ).

Para esses caciques, o caso será um teste importante para avaliar a capacidade que o presidente eleito terá de sustentar o forte discurso anticorrupção que transformou num pilar de sua campanha eleitoral.

Nesta sexta (7), Bolsonaro disse ao site O Antagonista que os R$ 24 mil repassados pelo policial Fabrício José de Queiroz a sua mulher, Michelle, representam o pagamento de uma dívida antiga com ele. Flávio reafirmou sua confiança no ex-assessor.

Líderes partidários veem o episódio também como desafio para o futuro ministro da Justiça, Sergio Moro. Ele terá sob seu guarda-chuva o Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), que apontou as suspeitas nas contas de Queiroz.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Como um motorista conseguiu mais de R$ 1,2 milhão em apenas um ano e ainda assim pediu mais R$ 40 mil a Bolsonaro? Por mais que se esforce, a família Bolsonaro não consegue convencer sobre o relatório do COAF que cita Flávio Bolsonaro, Michelle Bolsonaro e uma ex-assessora do capitão metidos em ações nada republicanas. Vai ter o destino do Collor.

marcos

Mortadela fascista tu vai pra posse do nosso Mito?

Fernandes

Lembram daquelas postagens; não tenho corrupto de estimação, melhor Jair apagando hein, bozominions ?

Fernandes

Casos de família tema de hoje: O motorista do meu filho deu um cheque de 24 mil para minha mulher. Corruptos sem-vergonhas. KKKK

Fernandes

Sobre o escândalo bozonaro e família só digo uma coisa bozominions ; Que VERGONHA, HEIN?



08/12


2018

Brigas no PSL faz Bolsonaro convocar reunião

Brigas no PSL faz Bolsonaro convocar reunião

Jornal Brasil

Em meio ao imbróglio envolvendo membros do PSL, incluindo os filhos do presidente eleito Jair Bolsonaro, sobre protagonismo no partido, os eleitos da legenda se reúnem na próxima quarta-feira, 12, à tarde com o futuro chefe de Estado no Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB), em Brasília, onde se concentra o governo de transição

 As disputas recentes devem entrar no debate do encontro, embora não tenham sido o motivo da agenda.

O vice-líder do partido na Câmara, Delegado Waldir (PSL-GO), disse que o encontro já estava marcado há muito tempo, dentro do circuito de reuniões que Bolsonaro tem feito com as bancadas partidárias do Congresso.

Disse ainda que as disputas não foram o motivo para realizar o evento.

"Eu convoquei os eleitos bem antes disso e também não há nada demais nas conversas, os debates são normais", afirmou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Investigação chega a Bolsonaro e pesquisa aponta que o capitão pode ter mesmo destino de Fernando Collor! Lascou, eu acho é pouco. KKKK

marcos

Oi querida mortadela fascista relaxa senão não encaixa

Fernandes

Lembram daquelas postagens; não tenho corrupto de estimação, melhor Jair apagando hein, bozominions ?



08/12


2018

Ex-assessor de filho de Bolsonaro: 5 saques em 1 dia

Órgão de controle registrou transferência entre funcionários do gabinete de senador eleito; entre eles está ex-assessora de seu pai

Italo Nogueira - Folha de S.Paulo

O ex-motorista do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) fez 176 saques de dinheiro em espécie de sua conta em 2016. A movimentação dá uma média de uma retirada a cada dois dias.

O Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) apontou uma movimentação financeira atípica de R$ 1,2 milhão do ex-assessor parlamentar e policial militar Fabrício José Carlos de Queiroz naquele ano. Esse valor inclui tanto saques como transferências, créditos em suas contas, entre outras operações.

Cerca de um quarto do valor suspeito (R$ 324,8 mil) foi movimentado por meio de saques. Foram retiradas que variavam de R$ 100 a R$ 14.000.

No dia 10 de agosto de 2016, por exemplo, Queiroz fez cinco retiradas que, somadas, dão R$ 18.450. Todos os saques foram em valores abaixo de R$ 10 mil, a partir do qual o Coaf alerta automaticamente as autoridades fiscais.

Houve ainda 59 depósitos em dinheiro vivo na conta do policial militar. As entradas variam de R$ 400 a R$ 12.700.

Procuradores afirmam que o uso de dinheiro vivo em transações bancárias costuma ter como objetivo ocultar o destinatário ou remetente dos recursos. A prática dificulta a identificação dos responsáveis pelas transações.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

É melhor Jair Se arrependendo.

Fernandes

Investigação chega a Bolsonaro e pesquisa aponta que o capitão pode ter mesmo destino de Fernando Collor! Lascou, eu acho é pouco. KKKK

marcos

Tá parecendo com a família Luta da Silva

Fernandes

O migué do Bozonaro. Em meio a escândalo envolvendo mulher e filhos, Bozonaro silencia alegando recomendação médica

Fernandes

Lembram daquelas postagens; não tenho corrupto de estimação, melhor Jair apagando hein, bozominions ?



08/12


2018

A política é o nó cego de Bolsonaro

Andrei Meireles - Os Divergentes

O time de ministros de Jair Bolsonaro está praticamente escalado. Como é praxe na formação de governos, o desenho final da equipe ficou diferente do esboço original. Mesmo assim, é um retrato que parece coerente com as poucas bandeiras defendidas na campanha eleitoral — endurecer no combate à corrupção e à violência, adoção de um modelo ultraliberal na economia e um cavalo de pau ergentes

conservador nos costumes.

Surpreendeu ao quebrar paradigmas. Encarada com ceticismo, até aqui foi cumprida a promessa de que a escolha para ministérios, bancos públicos, grandes estatais — os cargos mais cobiçados da República — não seria no tradicional rateio com os partidos políticos. A delegação de poderes sem precedente com as cartas brancas aos superministros Paulo Guedes e Sérgio Moro é outro diferencial.

Há uma espinha dorsal, com forte influência militar, com o propósito de pôr um mínimo de ordem na gestão pública, anarquizada pelos feudos corporativos e os esquemas de corrupção. Há também fios soltos, que podem causar curtos circuitos, como o deslumbre na política externa.Mas o nó cego na transição é na política.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Investigação chega a Bolsonaro e pesquisa aponta que o capitão pode ter mesmo destino de Fernando Collor! Bolsonaro tenta explicar denúncia, não bate com o que dizem investigadores e confessa crime. Bolsonaro fala que dinheiro era para ele, dez cheques de R$ 4 mil. COAF fala em um cheque de R$ 24 mil, na conta de sua mulher. Capitão diz que não quer esconder nada. Mas ocultou a grana na declaração do imposto de renda. Por quê, se diz que o dinheiro era lícito?

Fernandes

O migué do Bozonaro. Em meio a escândalo envolvendo mulher e filhos, Bozonaro silencia alegando recomendação médica

Fernandes

Lembram daquelas postagens; não tenho corrupto de estimação, melhor Jair apagando hein, bozominions ?

Fernandes

Escândalo avança: FLÁVIO BOLSONARO EMPREGOU FAMÍLIA DE PM MONITORADO PELO COAF

Fernandes

Casos de família tema de hoje: O motorista do meu filho deu um cheque de 24 mil para minha mulher. Corruptos sem-vergonhas. KKKK



07/12


2018

Joesley pede investigação por ameaças

... após depoimento contra Cunha

Segundo advogado, empresário recebeu ligações anônimas um dia após audiência

Guilherme Amado - O Globo

A defesa de Joesley Batista , dono da JBS, protocolou na quarta-feira, na Polícia Federal, um pedido de instauração de inquérito para que sejam investigadas ameaças que o empresário afirma ter recebido ao longo de quatro dias na semana passada, após ter testemunhado contra os ex-presidentes da Câmara Eduardo Cunha e Henrique Eduardo Alves.

De acordo com o documento obtido pelo GLOBO, o advogado de Cunha confirmou o endereço de Joesley, em audiência que tratava sobre o recebimento de dinheiro desviado da Caixa pelos emedebistas. E no dia seguinte, 28 de novembro, empregados da casa do empresário relatam ter atendido o primeiro de uma série de telefonemas ameaçadores, que se repetiria por três dias.

Em uma ligação, uma voz masculina dizia ser um delegado, pedia R$ 50 mil para serem depositados numa "conta da Caixa" e finalizava com a frase "Diga que o Eduardo está chegando em Brasília”. Além disso, a defesa do empresário relata que, na sexta-feira 30 de novembro, no sábado 1º de dezembro e na madrugada de domingo 2 de dezembro, viaturas da Polícia Militar de São Paulo se dirigiram à casa do empresário, no Jardim Europa, bairro nobre da capital, dizendo que haviam recebido denúncias anônimas de que estava ocorrendo ali um assalto com reféns — o que era falso.

A operação Sepsis investiga fraudes na Caixa e levou os dois emedebistas e o doleiro Lúcio Funaro a se tornarem réus exatamente no processo da 12ª Vara Federal do Distrito Federal, em cuja audiência, no dia 28 de novembro, ocorreu a pergunta do advogado de Cunha.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


07/12


2018

Imagens mostram Pezão no batalhão onde está preso

Governador de camiseta, short e chinelos

 Gravação da TV Globo revela governador na cerimônia de hasteamento da bandeira

O Globo

A TV Globo mostrou imagens do governador Luiz Fernando Pezão, que está preso no Batalhão Especial Prisional  (BEP), no Fonseca, em Niterói, enquanto participava da cerimônia de hasteamento da bandeira. Uma das cenas da reportagem do repórter Genilson Araújo e do cinegrafista Francisco de Assis mostra um PM batendo continência para Pezão.

Ainda segundo a Polícia Militar, o objetivo da inspeção foi "manter o pleno cumprimento da Lei de Execução Penal e do Regulamento Disciplinar da corporação".

Pezão continua numa sala do BEP. Ele foi obrigado pela direção da cadeia a usar o mesmo uniforme dos demais detentos: um short preto com camisa branca. Funcionários do presídio contaram que, inicialmente, ele pediu para usar suas próprias roupas, já que não é policial militar. O diretor da unidade negou o pedido.

O governador e o ex-procurador-geral de Justiça, Claudio Lopes, que está na mesma unidade, tiveram os cabelos cortados. Os dois estão na ala reservada aos oficiais da PM. Nesta semana, o Ministério Público Federal fez uma vistoria no quartel prisional. Nenhuma irregularidade foi encontrada.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


07/12


2018

Ponha-se no seu lugar, diz deputada a filho de Bolsonaro

Joice a filho de Bolsonaro em fim de 'barraco' no WhatsApp

Renata Mariz – O Globo

A deputada eleita pelo PSL-SP, Joice Hasselmann ao sair do gabinete de transicao em Brasilia. Foto: Daniel Marenco / Agência O Globo

Um novo conjunto de mensagens obtido pelo GLOBO mostra que o barraco no grupo de WhatsApp do PSL ,protagonizado pelo deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e a futura deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) , terminou no início da noite desta quinta-feira em clima de franca ruptura. Parte inferior do formulário

Depois de uma troca de farpas que durou o dia todo,  e revelada pelo GLOBO ontem, Joice voltou a se indispor com o filho do presidente eleito, Jair Bolsonaro: “Eduardo, não admito nem te dou liberdade para falar assim comigo, ou escrever algo nesse tom. Não te dei liberdade pessoal nenhuma, portanto, ponha-se no seu lugar”.

A deputada ficou contrariada quando Eduardo Bolsonaro escreveu que a colega de partido chegaria “com fama ainda maior de louca no Congresso”, depois do bate-boca no aplicativo. “Minhas discussões aqui são políticas e não pessoais. Se formos discutir a questão ‘fama’ a coisa vai longe”, rebateu Joice, acusando o filho “agir como um bebê no jardim de infância”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


07/12


2018

Caos: Temer anuncia intervenção integral em Roraima

Presidente deve nomear governador eleito, Antonio Denarium, para ficar no cargo até o final do ano

Gustavo Uribe – Folha de S.Paulo

Com a paralisação estadual de servidores da segurança pública, o presidente Michel Temer anunciou nesta sexta-feira (7) uma intervenção federal integral em Roraima. A medida foi tomada para tentar evitar uma crise institucional após policiais, bombeiros e agentes penitenciários terem suspendido suas atividades.  O cenário se agravou nesta sexta-feira (7) após a 4a Vara da Justiça Federal ter determinado o congelamento dos salários dos funcionários públicos.

decisão de intervenção foi informada após reunião promovida pela cúpula do governo federal, em Brasília.  A governadora Suely Campos participou pelo telefone. Ela terá validade até 31 de dezembro.

“Eu falei com a senhora governadora e disse que a única hipótese para solucionar a questão, especialmente aquela de natureza salarial, seria decretar a intervenção até a posse do novo governador”, disse Temer.

O presidente informou ainda que convocará neste sábado (8) o Conselho da Defesa Nacional e o da República para deliberar a respeito da intervenção, já que ela precisa ser aprovada pelos dois órgãos federais.

Segundo Temer, na conversa, a governadora reconheceu que a situação estaria “realmente se complicando”. Com a intervenção, Suely Campos perde os poderes administrativos, mas mantém, de acordo com integrantes do governo, direitos inerentes ao cargo, como remuneração, benefícios e foro privilegiado. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Manoel Cordeiro de Lucena

Perguntar não ofende: se o governador eleito fosse do PT, Temer teria autorizado a posse antecipada (intervenção) em Roraima?



07/12


2018

Bolsonaro diz que cheques eram “dívida pessoal”

Jair Bolsonaro de sua explicação para R$ 24 mil pagos pelo ex-assessor Fabrício José de Queiroz para sua esposa, Michelle Bolsonaro. Para o site O Antagonista, o presidente eleito disse que o dinheiro é referente a uma dívida pessoal que Fabrício tinha com ele.

“Emprestei dinheiro para ele em outras oportunidades. Nessa última agora, ele estava com um problema financeiro e uma dívida que ele tinha comigo se acumulou. Não foram R$ 24 mil, foram R$ 40 mil. Se o Coaf quiser retroagir um pouquinho mais, vai chegar nos R$ 40 mil. Eu podia ter botado na minha conta. Foi para a conta da minha esposa, porque eu não tenho tempo de sair”, disse. 

Sobre a movimentação suspeita de R$ 1,2 milhão na conta do ex-assessor apontado pelo Coaf, Bolsonaro afirmou que cortou relações com Fabrício até que ele explique a origem do dinheiro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Como sempre mentiroso, sem-vergonha.



07/12


2018

Temer quer encerrar mandato com inauguração de trecho do São Francisco

Michel Temer pediu à Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco (Codevasf ) para inaugurar o trecho leste da transposição, perto da cidade de Salgueiro, em Pernambuco.

A ideia de Temer é fechar o mandato com esse evento, programado para acontecer no dia 28 de dezembro. As informações são do Radar Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


07/12


2018

Paulo Câmara anuncia pacote de ações contra a corrupção

Com o objetivo de fortalecer a política de combate a práticas ilícitas contra a administração pública, o governador Paulo Câmara assinou, hoje, cinco decretos que regulamentam aspectos da Lei Estadual Anticorrupção, de Nº 16.309/2018. Fundamental para promover um maior controle social e ético na administração do Estado, a medida dialoga ainda com a modernização e profissionalização da gestão pública, um dos pilares estratégicos para as ações de prevenção à corrupção. Os decretos assinados pelo governador, no Palácio do Campo das Princesas, estão em sintonia com as ações do Dia Internacional Contra a Corrupção, a ser celebrado neste domingo, 9 de dezembro. Essa data foi instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) para conscientizar sobre a corrupção em nível mundial.

“Assinamos hoje, cinco decretos que vão ao encontro daquilo que tanto prezamos no serviço público, que é o combate às más práticas e o olhar que precisa ser dado para a ética e a integridade na administração pública. Então, é uma modernização da nossa legislação, que vai ao encontro do que nós queremos, que é fomentar servidores cada vez mais engajados, trabalhando e oferecendo melhores serviços públicos, com ética e integridade. O Governo do Estado é incansável nessas ações. Isso é primordial para servir bem a população”, destacou o governador.

Os decretos dispõem principalmente sobre a atuação e a conduta dos agentes públicos, de acordo com os aspectos tratados na Lei. São eles: Código de Ética dos Agentes Públicos da Administração Direta e Indireta do Poder Executivo Estadual (Nº 46852/2018); Sistema de Gestão de Ética dos Agentes Públicos da Administração Direta e Indireta do Poder Executivo Estadual (Nº 46853/2018); Código de Conduta da Alta Administração do Poder Executivo Estadual (Nº 46854/2018); Política de Governança da Administração Pública Estadual Direta, Autárquica e Fundacional (Nº 46855/2018); e Critérios de Avaliação do Programa de Integridade no âmbito do Poder Executivo Estadual (Nº 46856/2018).

O secretário da Controladoria Geral do Estado, Ruy Bezerra, ratificou a importância dos decretos no aprimoramento do controle social e de ética na administração pública. “Diante dessa temática de trabalhar a administração pública na prevenção e no combate à corrupção, o governador está editando, na passagem do Dia Internacional contra a Corrupção, cinco decretos que têm uma temática muito ligada à nossa Lei. Entre eles, um que trata da modernização e profissionalização da gestão pública, com a implantação dos programas de governança, iniciativa que ainda não existia em âmbito estadual no Brasil, apenas na Federação. Ou seja, Pernambuco está sendo pioneiro e vai trabalhar essa questão da governança também em todos os órgãos e entidades da administração pública”, explicou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha