ArcoVerde

06/12


2018

Prefeito de Santa Cruz do Capibaribe é denunciado por pedaladas fiscais

EXCLUSIVO

Por Arthur Cunhaespecial para o blog

Um grupo de advogados de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste, protocolou no Ministério Público uma representação contra o prefeito do município, Edson Vieira (PSDB).  A acusação tem semelhança com a que derrubou a presidente Dilma Rousseff (PT), pedaladas fiscais, quando o uso formal do dinheiro público é desrespeitado.

O motivo da representação, protocolada na última segunda-feira, se deve à irregularidades na transferência de recursos para um consórcio municipal provocando reflexos nos relatórios fiscais da gestão municipal.

O documento aponta que o prefeito vem desobedecendo, nos últimos três quadrimestres, o limite de gastos de pessoal em 13% acima do limite máximo exigido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Ainda segundo a representação, o secretário de Saúde afirmou que transferiu funcionários da Prefeitura para o Consórcio para reduzir os percentuais nos gastos de pessoal, aparentando uma legalidade.

Ainda na representação, as transferências para o CONIAPE foram feitas sem autorização legislativa, já que o remanejamento seria permitido apenas entre a própria administração e não para outro órgão.

O Consórcio Público Intermunicipal do Agreste Pernambucano e Fronteiras (CONIAPE), também é presidido pelo Prefeito de Santa Cruz do Capibaribe Edson Vieira.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Asfaltos

Confira os últimos posts



10/12


2018

Agora vão bater nos meus filhos, diz Bolsonaro

Mônica  Bergamo – Folha de S.Paulo

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, comentou com parlamentares numa reunião na semana passada que “agora vão começar a bater nos meus filhos”, segundo um dos presentes.

A afirmação, feita dois dias antes da revelação de que um ex-assessor do deputado Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) movimentou R$ 1,2 milhão de forma atípica, foi interpretada posteriormente como uma tentativa de “vacina” diante do que explodiria pouco depois.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

PATRIMÔNIO DE R$ 15 MILHÕES DOS BOLSONARO É SUSPEITO E TEM INDÍCIOS DE LAVAGEM. O esquema Bolsonaro-Queiroz que emergiu na semana passada pode ser apenas a ponta do iceberg que envolve o clã Bolsonaro: Jair e seus filhos, Flavio, Eduardo e Carlos, que se sustentam em tese apenas com suas remunerações na vida político-parlamentar, tiveram um salto espantoso no patrimônio familiar nos últimos anos: até 2008, a família declarava à Justiça Eleitoral bens em torno de R$ 1 milhão; este ano, declarou R$ 6,1 milhões; mas há indícios graves de lavagem de dinheiro e de uso da estratégia de subavaliação patrimonial; segundo valores de mercado, os bens dos Bolsonaro já alcançam mais de R$ 15 milhões.

Fernandes

Bozo disse que caso fosse eleito iria atrás dos corruptos, nem foi preciso ir longe, a casa dele tá cheia de corruptos.!



10/12


2018

O poder do ministro

No avião, antes da decolagem, um cidadão que reconheceu o ministro Ricardo Lewandowski disse que o Supremo era uma vergonha e que ele tinha vergonha de ser brasileiro.

O ministro o ameaçou de prisão, o cidadão insistiu.

Lewandowski chamou a Polícia Federal para prendê-lo.

Os federais entraram no avião, mas não prenderam ninguém: o cidadão prometeu não dizer mais nada ao ministro nem tumultuar o voo de forma alguma, e foi liberado para viajar.

A ordem de prisão – bem, deixa pra lá.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


10/12


2018

Receita cobra de Nardes sobre suposta propina

Órgão apontou débito de R$ 1,2 milhão, o que fez investigadores considerarem o suborno comprovado

Fábio Fabrini - Folha de S.Paulo

A Receita Federal notificou o ministro Augusto Nardes, do TCU (Tribunal de Contas da União), e determinou que ele pague impostos e multa por supostamente receber, sem recolher tributos, R$ 2,5 milhões —dinheiro que, segundo investigação, corresponde a uma propina de esquema de corrupção no Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais).

Conforme Operação Zelotes, Nardes obteve o dinheiro para recrutar um grupo de lobistas que comprou decisões do órgão favoráveis à RBS, conglomerado de comunicação que atua no Sul. Os julgamentos supostamente fraudados anularam um débito que ultrapassa R$ 1 bilhão em valores atualizados.

Em 2001, a RBS foi autuada pela Receita a pagar R$ 258 milhões após uma fiscalização apontar que o grupo deixou de recolher tributos referentes a ganho de capital na compra e venda de participações em empresas.

O recurso do grupo não prosperou, e o caso foi parar no Carf, espécie de segunda instância da Receita. 
Em março daquele ano, uma empresa do ministro, a N&P Planalto Soluções e Negócios, fez um contrato de parceria com a SGR para prestar consultoria e assessoria à RBS. De acordo com a investigação, os serviços não foram prestados e o contrato visava dar fachada legal a pagamentos ilícitos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

bairton eixeira

NÃO DÁ EM NADA.



10/12


2018

Marcelo: novos documentos sobre filho de Lula

O conteúdo dos e-mails reforça o que já foi delatado

Mônica Bergamo- Folha de S.Paulo

Marcelo Odebrecht anexou novos e-mails ao processo sobre a relação da empreiteira com Luís Claudio Lula da Silva, o filho caçula do ex-presidente Lula. O conteúdo dos documentos reforça o que já foi delatado.

Em sua colaboração, o ex-executivo da empreiteira Alexandrino Alencar afirmou que Lula pediu ajuda para Luís Cláudio iniciar a carreira empresarial. Segundo ele, a empreiteira pagou um orientador para ajudá-lo a colocar de pé a empresa Touchdown Promoções e Eventos Esportivos, que organizava um campeonato de futebol americano.

Odebrecht teria contratado também a empresa Concept para trabalhar no marketing da liga de futebol americano que o filho do ex-presidente queria criar no Brasil.

A defesa de Luís Claudio apresentou recibos que mostram que ele pagou pela contratação da Concept, o que esvaziaria as declarações do executivo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


10/12


2018

E agora capitão?

Após admitir que não informou à Receita Federal suas transações financeiras com um ex-assessor de seu filho, Jair Bolsonaro tem duas opções, dizem especialistas. A mais amarga é esperar o fisco agir. Ele pode ser obrigado a recolher imposto e multa por ter omitido os pagamentos que recebeu.

Ao falar sobre o caso no sábado (8), Bolsonaro afirmou que o empréstimo não foi declarado porque foi “se avolumando” com o tempo. “Não posso de um ano para o outro, ah, mais 10 mil, mais 15 mil”, disse. “Se eu errei, eu arco com a minha responsabilidade perante o fisco, sem problema nenhum.”

A outra possibilidade seria o presidente eleito retificar suas declarações à Receita, informando às autoridades o empréstimo de R$ 40 mil que afirma ter feito ao policial Fabrício José de Queiroz. Nesse cenário, Bolsonaro ficaria livre de punição, explica um advogado.  (Folha Painel)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

PATRIMÔNIO DE R$ 15 MILHÕES DOS BOLSONARO É SUSPEITO E TEM INDÍCIOS DE LAVAGEM. O esquema Bolsonaro-Queiroz que emergiu na semana passada pode ser apenas a ponta do iceberg que envolve o clã Bolsonaro: Jair e seus filhos, Flavio, Eduardo e Carlos, que se sustentam em tese apenas com suas remunerações na vida político-parlamentar, tiveram um salto espantoso no patrimônio familiar nos últimos anos: até 2008, a família declarava à Justiça Eleitoral bens em torno de R$ 1 milhão; este ano, declarou R$ 6,1 milhões; mas há indícios graves de lavagem de dinheiro e de uso da estratégia de subavaliação patrimonial; segundo valores de mercado, os bens dos Bolsonaro já alcançam mais de R$ 15 milhões.

Fernandes

Bozo disse que caso fosse eleito iria atrás dos corruptos, nem foi preciso ir longe, a casa dele tá cheia de corruptos.!



10/12


2018

O manda-chuva do PR

Questionado sobre sua disposição para patrocinar uma chapa alternativa na disputa pela presidência da Câmara dos Deputados, o manda-chuva do PR, Valdemar Costa Neto, disse que a sigla está 80% fechada com a candidatura de Rodrigo Maia (DEM-RJ) à reeleição.

Cadeiras no bailw - Na briga pela liderança da bancada do PSL, o deputado Delegado Waldir (GO) conta com o apoio da família de Bolsonaro, dizem dirigentes da sigla. O deputado eleito Major Vitor Hugo (GO) aposta na simpatia da ala militar do futuro governo.  (FSP)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


10/12


2018

Previdência: Guedes teme o bombardeio

Integrantes da equipe econômica de Jair Bolsonaro (PSL) apostam que o futuro ministro Paulo Guedes só apresentará no próximo ano a proposta de reforma da Previdência que será encampada pelo novo governo.

Na avaliação desses colaboradores, Guedes considera suficientes os gestos feitos até aqui para indicar que as mudanças nas aposentadorias serão prioritárias.

Ele teme o bombardeio que sofreria se divulgasse detalhes do projeto agora, três meses antes de o Congresso começar a discuti-lo, dizem. (Painel)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

BM4 Marketing

10/12


2018

Infraestrutura: destravar investimentos

Painel  - Folha de S.Paulo

Tarcísio Gomes de Freitas, incluiu em sua agenda para o próximo ano um pacote com o objetivo de modernizar a Lei de Licitações, remover entraves burocráticos e reduzir exigências que inibam a participação do setor privado em novos empreendimentos. A lista incluirá projetos em andamento no Congresso e outras medidas. Uma das suas propostas é mudar regras das parcerias público-privadas, para facilitar a montagem de projetos menos complexos.

“A quantidade de exigências desestimula as empresas”, afirma Freitas, que terá sob sua administração rodovias, ferrovias, aeroportos e o setor portuário. “Passar uma rodoviária para a iniciativa privada não pode ser tão complexo quanto um novo serviço de telecomunicações.”


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


10/12


2018

Diplomação de Bolsonaro: 700 convidados, diz TSE

Nesta segunda-feira

Presidente eleito não deve ficar no tribunal para receber cumprimentos, como tradicionalmente ocorre; O GLOBO tenta contato com assessoria para apurar motivos

André de Souza – O Globo

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) diplomará na segunda-feira o presidente eleitoJair Bolsonaro, e seu vice, Hamilton Mourão. São esperadas cerca de 700 pessoas, entre autoridades, convidados e jornalistas, na cerimônia que terá início às 16h. O diploma eleitoral é um atestado de que o vencedor da eleição cumpriu todas as exigências necessárias, como, por exemplo, o julgamento das contas de campanha.

A partir da diplomação, é aberto um prazo de 15 dias para que partidos políticos, candidatos derrotados e Ministério Público Eleitoral possam contestar o mandato na Justiça Eleitoral caso achem que tenha ocorrido abuso de poder econômico, corrupção ou fraude na disputa.

O TSE estima que a cerimônia vai durar entre 45 e 50 minutos. A presidente do tribunal, ministra Rosa Weber, vai abrir a sessão solene e escolher dois outros ministros da Corte para levarem Bolsonaro e Mourão até o plenário da Corte. O presidente eleito e o vice vão se sentar à esquerda de Rosa. Na mesma mesa, haverá ainda outras autoridades do Judiciário, do Executivo e do Legislativo. A cerimônia segue com a Banda dos Fuzileiros Navais tocando o Hino Nacional. Depois, Rosa entregará aos dois os diplomas assinados por ela. Vêm então os discursos. O primeiro a falar será Bolsonaro, seguido pela presidente do TSE.

Terminadas as falas, a cerimônia é encerrada. Bolsonaro não vai ficar para receber cumprimentos dos convidados, como ocorre tradicionalmente nessas cerimônias, mas deverá falar rapidamente com a imprensa.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Esse cagão tá com medo. Fascista!



10/12


2018

STJ volta ao prejuízo da Paulipetro no governo Maluf

Frederico Vasconcelos – Folha de S.Paulo

Quase quarenta anos depois de Paulo Maluf (PP) ter criado a Paulipetro –com a pretensão de encontrar petróleo na Bacia do Paraná–, o prejuízo causado pela aventura do então governador paulista volta a ser examinado no Superior Tribunal de Justiça.

A Paulipetro foi constituída em 1979 por meio de um consórcio formado pela Cesp (Companhia Energética de São Paulo) e o IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas).

Em reclamação a ser julgada pela Primeira Seção do STJ nesta quarta-feira (12), o IPT pede suspensão da execução da sentença de R$ 4,4 bilhões a título de ressarcimento aos cofres públicos. O relator é o ministro Herman Benjamin. (*)

Trata-se de requerimento contra decisão proferida em processo que tramita na 16ª Vara Federal da Seção Judiciária do Rio de Janeiro (Juízo da Execução).

O IPT alega que a execução trará prejuízos irreparáveis ao instituto. Sustenta que apenas Maluf e os ex-secretários Osvaldo Palma (Indústria, Comércio, Ciência e Tecnologia) e Silvio Fernandes Lopes (Obras e Meio Ambiente) teriam sido condenados ao ressarcimento do patrimônio público.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


10/12


2018

O ‘mensalão’ de Bolsonaro?

Leopodo Vieira - Blog Os Divergentes

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, tem sido bem sucedido na montagem do governo ao estabelecer uma nova governabilidade, pelo menos na opinião pública, a ver no Congresso Nacional, sobretudo em relação à Reforma da Previdência. Nomear Sergio Moro para a Justiça foi outro gol, sinalizando à sociedade que o combate à corrupção não será esquecido e, de relance, persuadindo o investigado sistema político acerca de como proceder nas negociações Executivo-Legislativo.

Mas, começam a surgir os primeiros grandes problemas da gestão.

A PF divulgou que vai apurar denúncias contra o anunciado Ministro da Economia, Paulo Guedes, por supostas fraudes em negócios com fundos de pensão patrocinados por estatais. Onyx Lorenzoni, futuro chefe da Casa Civil, é alvo de inquérito, no Supremo Tribunal Federal, por caixa 2. Apesar de Moro ter aceito o perdão do demista, o capitão sacou a caneta Bic.

Tudo isto é um prato cheio para a paralisia de governo tão logo tome posse, pois é um flanco para pedidos de CPIs  da oposição, com aval dos demais do sistema político chateados com a operação do outro filho, por exemplo, contra Maia, vazado do Whatsapp. Setores da PF poderão pressioná-lo a ser enfático e a eventual queda de ministros, destacadamente Paulo Guedes, pode fazer de Bolsonaro vítima de crise semelhante à do PT em 2005, com o escândalo do Mensalão. O depois todos conhecem. Só que o PSL ainda não é um PT em termos de força social na época.

O vetor que elegeu o capitão, a anticorrupção, é o seu calcanhar de Aquiles. E se ele se render ao “jogo de Brasília” e|ou for igualado aos outros políticos, não será mais o Mito, perante os seus 57 milhões de eleitores.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

BOLSONARO ALEGA RECOMENDAÇÃO MÉDICA NÃO PODE FALAR, SOBRE ESCÂNDALO ENVOLVENDO MULHER E FILHOS. CARA DE PAU, SEM-VERGONHA.



09/12


2018

Número 1 do PCC ameaça matar promotor se removido de SP

Promotoria pediu à Justiça transferência de Marcola e outros 14 presos da facção

Rogério Pagnan - Folha  de S.Paulo

Duas mulheres foram presas na tarde deste sábado (8) após serem flagradas deixando a Penitenciária 2 de Presidente Venceslau, no interior de São Paulo, com cartas nas quais chefões da facção criminosa PCC ordenam o assassinato de duas pessoas, entre elas um promotor de Justiça. De acordo com as mensagens, essas mortes devem ocorrer caso a transferência dos chefes da facção para presídios federais se concretize nos próximos dias —entre eles o número 1 do grupo, Marco Camacho, o Marcola.

O alvo principal do ataque seria o promotor Lincoln Gakiya, responsável pelo pedido de transferência, e que investiga há anos o crime organizado. O outro alvo seria um dos coordenadores da Secretaria da Administração Penitenciária na região de Presidente Venceslau, onde estão presos esses criminosos.

Segundo informações de pessoas ligadas ao promotor, Gakiya recebeu reforço de escolta desde a noite de sábado. A Folha apurou que serviços de inteligência do governo paulista já tinham detectado ordem semelhante em conversas de presos do PCC.

O promotor pediu a transferência dos chefes da facção após um plano de resgate ser detectado pelo setor de inteligência da Secretaria da Administração Penitenciária de São Paulo. 

O pedido seria feito em conjunto com os secretários da Segurança, Mágino Alves Barbosa Filho, e da Administração Penitenciária, Lourival Gomes. Com o recuo da gestão Márcio França (PSB) nesse acordo, Lincoln fez a solicitação sozinho e aguarda decisão da Justiça. Se for concedida, a ordem judicial é encaminhada ao governo federal para que providencie vagas em uma das cinco penitenciárias federais (Porto Velho/RO, Mossoró/RN, Campo Grande/MS, Catanduvas/PR e Brasília/DF).


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


09/12


2018

Caminhoneiros: líderes não vão aderir à paralisação

Com classe dividida, líderes de caminhoneiros decidem não aderir à paralisação. Categoria avalia novos atos após Fux, do STF, suspender multas para quem não cumpre a tabela do frete.

Via Anchieta próximo da entrada para o Rodonel durante a greve dos caminhoneiros em maio. (Foto: Roberto Parizotti/Fotos Públicas)

Folha de S. Paulo - Filipe Oliveira

 

Líderes dos caminhoneiros, em reunião comandada por Wallace Landin, conhecido como Chorão e um dos principais representantes do setor, decidiram não aderir a uma eventual nova paralisação da categoria neste momento.

Os trabalhadores avaliavam a medida após o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luiz Fux suspender as multas para empresas que não cumprissem as tabelas de preço mínimo para o frete.

Em reunião com lideranças da categoria em Catalão (GO) neste domingo (9), houve consenso de que esse não era o melhor momento para uma nova paralisação.

Ao grupo, Chorão disse que a decisão não cabia a ele, e sim a todos os presentes.

Entre os motivos apontados pelos participantes para não parar agora estão a promessa de que a AGU (Advocacia Geral da União) entrará com recurso contra a liminar de Fux e a iminente posse do governo de Jair Bolsonaro (PSL), do qual esperam boa vontade.

Além disso, participantes lembraram que o final de ano é de baixo movimento do setor, o que deixa os caminhoneiros em maior dificuldade financeira e diminui o efeito de uma eventual paralisação.

Durante a discussão, caminhoneiros afirmaram que a responsabilidade por fazer a tabela do frete ser cumprida também é da categoria, que precisa negar ofertas com valor abaixo do exigido pela tabela.

Por outr lado, os caminhoneiros presentes no encontro esperam que aconteçam pelo país alguns movimentos isolados nos próximos dias.

"Catalão não vai aderir a esse movimento, que deve ser isolado. Vão dizer que Catalão é frouxo. Nós já mostramos que aqui não tem frouxo nenhum, nós já fechamos a pista, se precisar a gente vai parar, não vai carregar frete abaixo do preço", disse Chorão na reunião.

 

À Folha, ele disse acreditar que a multa não é a única forma de fazer a tabela do frete ser cumprida.

Ele espera que a ANTT (Agência Nacional dos Transportes Terrestres) passe a exigir de todos os caminhoneiros uma DTE (Documento de Transporte Eletrônico), que seria  obrigatória em todo transporte de mercadorias.

Esse documento só seria obtido se o preço praticado estivesse dentro do exigido pela lei —caso contrário, o sistema eletrônico poderia travar sua emissão.

Chorão também defende união dos trabalhadores para fazer a lei ser cumprida:

"Nós, da categoria, temos de lutar por nossos direitos. Não precisa fechar rodovia, não precisa fazer nada. É só não levar carga abaixo do piso mínimo."

A Abcam (Associação Brasileira de Caminhoneiros) disse estar monitorando se haverá paralisação da categoria, que segue dividida sobre se deve ou não tomar a medida neste momento.

A medida provisória editada pelo governo de Michel Temer em maio que instituiu a tabela do frete foi aprovada pelo Congresso em julho e sancionada pelo presidente em agosto.

Na decisão que suspendeu as punições para quem não a seguir, Fux atendeu a um pleito da CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil) para analisar com urgência um pedido de medida cautelar que visava suspender a tabela do frete. 

O magistrado destacou, na decisão, informações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento que afirmam que o tabelamento gerou “entraves e prejuízos”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


09/12


2018

Obras da BR-101 seguem com interdição de pista

Obras da BR-101 avançam com interdição de  pista em novo trecho

Na tarde de sexta-feira (7), o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), órgão vinculado à Secretaria Estadual de Transportes, interditou a pista crescente da BR-101, no sentido Jaboatão dos Guararapes, entre os quilômetros 72 e 74, que vai do Terminal de Integração do Barro até a Fonte Milagrosa, no Ibura, para a execução das obras de restauração e requalificação. 

Com as intervenções nesse segmento, os condutores precisam redobrar a atenção, pois o fluxo de veículos no sentido Recife/Jaboatão dos Guararapes está fluindo pela pista ao lado, que está recebendo o tráfego nos dois sentidos, seguindo até o km 80, onde a circulação de veículos volta a seguir normalmente na pista crescente, sentido Sul. Assim como os demais segmentos em obras, o local conta com sinalização específica ao longo da faixa em mão dupla, nos desvios e nos acessos, com placas que alertam sobre trecho em obras, com o eixo da pista pintado com a faixa contínua.

Quem estiver seguindo pela pista decrescente da BR-101 sentido Paulista, nas imediações do Fórum de Jaboatão dos Guararapes seguirá pela faixa da direita na pista que recebe o tráfego em mão dupla até o final do trecho em obras, no Terminal de Integração do Barro, onde o fluxo volta a fluir nas duas faixas pista principal.
 
Pista crescente, do km 74 ao km 80,0 nas proximidades do Fórum de Jaboatão, e a Via Marginal descrescente sentido Paulista, da bifurcação da pista principal após o terminal de ônibus do Engenho do Meio até o retorno embaixo do viaduto da Caxangá.

Sentido crescente: Paulista-Jaboatao dos Guararapes:Do km 51,6 ao 68,6;  do km 74 ao km 82,3. Sentido decrescente: Jaboatao dos Guararapes-Paulista: Do km 51,6 ao km 71 e do km 72 ao 74 da pista sentido Paulista, da Fonte Milagrosa até o Terminal de Integração do Barro, este último liberado nesta sexta-feira (7).

Com o início de mais uma etapa das obras do Contorno do Recife, o Governo do Estado intensifica as ações visando concluir tudo até o final de maio de 2019, conforme previsto. Os investimentos nas ações da BR-101 somam R$ 192 milhões, oriundos do convênio firmado entre os Governos Estadual e Federal, e iniciativa é considerada a maior na área de infraestrutura viária nos últimos dez anos em Pernambuco.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


09/12


2018

Abreu e Lima: reeducandas da Colônia Penal concluem curso

Reeducandas da Colônia Penal Feminina de Abreu e Lima concluem curso religioso do Rhema

Um grupo de nove reeducandas da Colônia Penal Feminina de Abreu e Lima (CPFAL), vinculada à Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), realizaram o sonho de concluir o curso religioso oferecido pelo Centro de Treinamento Bíblico Rhema Brasil. A cerimônia de formatura recebeu tema de “Mudança” e ocorreu na noite deste sábado (08), no Classic Hall, em Olinda.

Depois de estudar ao longo de dois anos um aporte teórico composto por cerca de 24 disciplinas como Fundamentos da Fé, Oração que Prevalece, Família Cristã e História da Igreja; as concluintes de juntaram a outros formandos do Rhema na solenidade. A Seres montou um esquema de segurança que viabilizou o deslocamento das formandas ao Classic Hall. Seus familiares também estavam presentes.

“Nunca pensei que me formaria, já fui usuária de drogas e o curso me ajudou a deixar o vício. Também mudei meu comportamento e me aproximei de Deus, até minhas companheiras de cela percebem o quanto me sinto equilibrada e mais leve”, relatou a reeducanda Maria das Dores, 36 anos, que também é aluna no Ensino de Jovens e Adultos da escola instalada na CPFAL. 

Para gerente da CPFAL, Elisângela Santana, “o curso devolve a essas mulheres sua autoestima e ensina que elas podem acreditar que na mudança de vida”, afirmou. Esteve na cerimônia a representante da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, a secretária Rosemere Nunes. Em Pernambuco, unidades prisionais da Região Metropolitana e interior foram beneficiadas com o Rhema. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


09/12


2018

APA-PETROLINA aprova projeto de captação via Lei de Incentivo Fiscal

APA-PETROLINa aprova projeto para captação de patrocínio via Lei de Incentivo ao Esporte, do Ministério dos Esportes.

A equipe de esportes APA-PETROLINA, comprometido com o avanço do esporte na região, em mais uma ação de fomento do atletismo e paratletismo no sertão pernambucano, após 15 anos de história e conquistas, submeteu o projeto intitulado: PROJETO OLÍMPICO E PARALÍMPICO DO SERTÃO, o que levou a sua aprovação para captação de recursos VIA LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE, onde empresas com base em lucro real poderão destinar 1 % do imposto devido em projetos aprovados e abater em seu IR.

O projeto tem como objetivo o treinamento e a participação de atletas e paratletas de alto rendimento em diversas competições nacionais e internacionais. O resultado foi publicado no último dia 30 de Novembro, após reunião da comissão técnica que analisa os projetos Esportivos e Paradesportivo do Ministério dos Esportes.

Com essa conquista, a APA-PETROLINA está apta para captar recursos junto a empresas que declaram seu imposto com base em lucro real. Para o presidente da APA, Natanael Barros, “essa é uma conquista para todo o segmento esportivo da a região, é um momento de comemorar e também de muito trabalho, pois mostramos nossa capacidade de organização para conquistar aprovar um projeto de tamanho impacto . Agora, inicia-se outro processo que é a captação dos recursos junto a empresas”, finalizou!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


09/12


2018

Tabira: prefeitura instala semáforos de LED

Para evitar acidentes e garantir segurança, a Prefeitura de Tabira através da Secretaria de Administração instalou um conjunto de 03 semáforos de LED no cruzamento da Rua Maria Pereira Amorim com a José Justo dos Santos e com a Rua Francisco Pires do Nascimento.

O trecho já contava com sinalização vertical e horizontal completa, que iam desde faixas de retenção, placas de pare e faixas de pedestres.

“Os semáforos foram instalados justamente para reduzir esta estatística de acidentes. São vias com grande fluxo de veículos, carros e motos, e com os semáforos, estamos buscando reduzir os acidentes, garantindo maior segurança à população”, disse Flávio Marques, secretário de administração.

Os semáforos foram produzidos pela equipe do Departamento Municipal de Trânsito e Transportes de Tabira (DMTT), sob a coordenação dos servidores efetivos, o egipciense Ednaldo Farias e o terezinhese Manoel Messias, o que representou grande economia para os cofres do município.

"Agradeço ao prefeito Sebastião Dias toda confiança depositada em nosso trabalho e a toda a minha equipe que diariamente nos ajudam a colocar em prática todo o nosso plano de gestão a frente da Secretaria de Administração", agradeceu.

O secretário explica que “os semáforos foram programados para entre 22h e 5 h, funcionem em sistema de alerta, com luz amarela piscante. Os cruzamentos com sinalização amarela intermitente impõem aproximações cuidadosas, nas quais os condutores de ambas as vias obrigam-se a conter a velocidade dos veículos, redobrando a atenção”, argumenta Marques.

 A equipe de sinalização inicia nesta segunda-feira, 10, a instalação dos semáforos na Coronel Zuza Barros, no trecho do antigo Fórum e na Praça Pedro Pires Ferreira. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


09/12


2018

Procon Jaboatão realizará negociação de dívidas

O Procon Jaboatão dará início, na próxima segunda-feira (10), a um mutirão de negociação de dívidas de cidadãos com empresas de telefonia, instituições financeiras e de fornecimento de água e luz. A ação, intitulada Jaboatão Negocia, acontecerá na Casa da Cultura, no bairro de Jaboatão Centro. Os atendimentos vão até a sexta-feira (14), sempre das 8h às 16h. Poderão ser submetidas dívidas (vencidas ou não), decorrentes de empréstimos, financiamentos, contratos de crédito ao consumo, prestação de serviços ou aquisição de produtos.

Para participar, no caso de pessoa física, é preciso ser maior de idade e contar com um mínimo de disponibilidade financeira para celebrar o acordo. Já no caso de pessoa jurídica, a empresa deve ser representada por seu representante legal. Superintendente do Procon Jaboatão, José Rangel explica que o mutirão zela pelo diálogo entre credores e devedores, com a finalidade de oferecer a quitação da dívida com juros menores e melhores condições de pagamento, além de incentivar e difundir o consumo consciente.

"Promovendo um acordo entre empresas e consumidores, possibilitamos que esses devedores possam obter novas linhas de crédito e quitar dívidas, além de reinseri-los no ciclo econômico das relações de consumo da cidade", ressaltou Rangel


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


09/12


2018

Ponte em Brasilia virou símbolo de polarização política

Como uma obra de Niemeyer em Brasília virou símbolo da polarização política no país.
Para a direita, a segunda ponte do Lago Paranoá deve voltar a ter o nome do general Artur da Costa e Silva; para a esquerda, deve ser mantida a homenagem ao líder estudantil Honestino Guimarães.

Foto: Jorge Willian - Agência O Globo

Época - Amanda Almeida

 

Quando projetou, na década de 60, a segunda ponte do Lago Paranoá, em Brasília, Oscar Niemeyer fez uma descrição poética de sua obra. “A ponte deve apenas pousar na superfície como uma andorinha tocando a água”, escreveu. Niemeyer a queria “leve” e “arrojada”, numa combinação com o conjunto arquitetônico da capital do Brasil; sem mostrar pesadas fundações, como se só encostasse suavemente no lago.

A ponte passarinha de Niemeyer, com seus 440 metros, tornou-se, mais de 40 anos depois de sua inauguração — ocorrida em 1976, durante a Presidência do general Ernesto Geisel —, símbolo da polarização política. Bem longe dos planos de leveza de seu arquiteto, ela está no centro de uma guerra ideológica a respeito de seu nome que opõe a esquerda à direita.

A contenda se dá em torno de dois símbolos dos “anos de chumbo”. A direita quer voltar a dar à ponte o nome do general Artur da Costa e Silva, o presidente que assinou em 1968 o AI-5, o Ato Institucional que transformou em ditadura escancarada o regime iniciado com o golpe de 1964. A esquerda quer manter a ponte com o nome do líder estudantil Honestino Guimarães, desaparecido em 1973 quando presidia, na clandestinidade, a União Nacional dos Estudantes (UNE). Leia a reportagem na íntegra aqui: https://epoca.globo.com/como-uma-obra-de-niemeyer-em-brasilia-virou-simbolo-da-polarizacao-politica-no-pais-23288631


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


09/12


2018

PSB debate protagonismo jovem na política, nesta terça (13)

João Campos e Danilo Cabral vão debater sobre protagonismo jovem na política

O deputado federal eleito, João Campos, e o reeleito, Danilo Cabral, vão debater sobre protagonismo jovem na política e os próximos desafios da bancada do PSB no Congresso Nacional. 

O debate acontece na sede estadual do partido, em Recife, no próximo dia 13/12, às 17 horas, moderado por Sileno Guedes e Gabriel Leitão, presidente do PSB estadual e municipal respectivamente, além de Tyago Bianchi que preside a JSB.

Com o apoio da Fundação João Mangabeira, no Prosa Político da JSB terá ato de filiação para juventude  que vai reforçar a base de apoio do PSB no estado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


09/12


2018

Homenagem aos cem anos do Criador do País de Caruaru

Em sessão solene, na noite de ontem, sexta (7), a Câmara de Vereadores homenageou o centenário de nascimento de Nelson Barbalho, criador da expressão País de Caruaru. O jornalista, historiador e compositor escreveu mais de 50 livros falando da história, dos costumes, da política e da sociedade da maior cidade do interior de Pernambuco. A proposta foi do vereador Marcelo Gomes, PSB, e teve votação unânime na Casa Legislativa.

Além dos parlamentares, convidados e pessoas ligadas à cultura local, compareceu ao ato Valéria Barbalho, filha do homenageado, hoje uma ativa divulgadora da obra do pai, que também envolveu a documentação histórica de outras comunidades pernambucanas, num total superior a cem publicações, com destaque especial para aquela cujo título é, justamente, País de Caruaru.

“Qualquer homenagem a Nelson Barbalho estará sempre abaixo do valor da sua obra de resgate da nossa história, do espírito social do nosso povo. Ao longo dos próximos anos a expectativa é de que sua memória continue preservada. Ele tem o valor inestimável de nos trazer de volta nossas origens artísticas, culturais e humanas”, avaliou o socialista Marcelo Gomes.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha