ArcoVerde

08/11


2018

Deputado nomeia amante em cargo de comissão

A Operação Furna da Onça, deflagrada hoje na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, identificou que o deputado estadual Marcos Abrahão (Avante) nomeou a amante para um cargo na Fundação de Apoio à Escola Técnica do Rio.

"Descobriu-se, ainda, a partir da interceptação telefônica, que Marcos Abrahão nomeou sua amante para exercer cargo em comissão na Faetec, como coordenadora de unidade", afirmou o Ministério Público. As investigações apontaram que mais de 54 milhões foram usados para compra de parlamentares, "mensalinho", durante o mandato do ex-governador do Rio Sérgio Cabral. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Nem todo ladrão é burrominion , mas todo burrominion é ladrão.

marcos

Nem todo ladrão é petista, mas todo petista é ladrão.

Fernandes

QUERO VER SE O CAPITÃO JAIR FODÃO VAI TER CORAGEM DE VETAR O AUMENTO DE SALÁRIO DOS DOS JUÍZES COMO A PRESIDENTA DILMA FEZ

Fernandes

Eu tô Aguardando liberar o porte de arma para proteger meu botijão de gás.


Asfaltos

Confira os últimos posts



16/01


2019

Moro: No momento não é possível enviar Força Nacional para o Pará

O Ministério da Justiça informou, na noite de hoje, que "no momento" o ministro Sérgio Moro não poderá atender ao pedido do governador Helder Barbalho (MDB) de envio de homens da Força Nacional para atuar na segurança pública do Pará.

Mais cedo, Barbalho se reuniu com Moro e reiterou o pedido de ajuda federal. A expectativa do governador é de que pelo menos 200 agentes sejam deslocados para o estado a partir de março. Mas o ministro não estabeleceu prazo.

Moro informou que, como a Força Nacional está atuando na crise da segurança no Ceará e é necessário manter contingente de reserva em Brasília para eventuais urgências, "não seria possível no momento atender, infelizmente, a solicitação".

Barbalho afirmou que os números relacionados à segurança pública colocam o estado entre os mais violentos do Brasil.

De acordo com o Atlas da Violência 2018, com base em dados de 2016, o Pará tem quase 51 assassinatos anuais a cada 100 mil habitantes. Em todo o Brasil, a taxa é de 30 por 100 mil, segundo a publicação.

“Belém chega a 77 (homicídios a cada 100 mil habitantes). E alguns bairros da capital, já identificados, ultrapassam 125 assassinatos por 100 mil habitantes”, afirmou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


16/01


2019

Governador embarca 1º turma “Ganhe o Mundo 2019”

O governador Paulo Câmara acompanha, amanhã, o embarque da primeira turma de intercambistas do Programa Ganhe o Mundo neste ano de 2019. O grupo é formado por 37 estudantes da Região Metropolitana do Recife (RMR), Zona da Mata e Agreste do Estado que seguem para os Estados Unidos, onde estudarão por um semestre letivo.

Os intercambistas cursarão o High School em escolas de cidades do Kansas, Alabama, Texas, West Virgínia, Michigan, Nevada, Illinois, Pensilvânia, Washington e Califórnia. Além da oportunidade de estudar em outro país, o programa de intercâmbio do Governo de Pernambuco oferece aos estudantes seguro saúde internacional, acomodação em casas de família (host family) com todas as refeições garantidas e uma bolsa mensal no valor de R$ 719.

Ainda esta semana, outros 48 estudantes – sendo dois grupos de 24 – viajam rumo à cidade de Málaga, na Espanha. Os embarques acontecem na sexta-feira (18), às 19h, e no sábado (19), às 20h. Esses grupos fazem parte da sétima edição do programa (2018.2/2019.1), que encerra o ciclo de embarques em março deste ano. Os próximos destinos do Programa Ganhe o Mundo serão o Canadá e a Austrália, com embarques programados para o mês de fevereiro, contemplando mais de 300 estudantes.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


16/01


2019

Manuela “lava as mãos” de apoio a Maia

Manuela D’Ávila, que foi vice de Fernando Haddad nas eleições deste ano, não gostou de ver seu partido, o PCdoB, declarando apoio à reeleição de Rodrigo Maia para presidência da Câmara. Respondendo um questionamento no Twitter, Manuela disse que não participou da reunião que definiu posicionamento sobre o tema porque não é deputada federal.

“Para mim, o passo inicial seria termos uma posição conjunta, dos cinco partidos de nosso campo, para que juntos buscássemos construir uma candidatura comprometida com a democracia”, disse. “Não foi o que aconteceu: os partidos seguiram diversos caminhos. Lamentavelmente”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


16/01


2019

Silvio Filho propõe Frente Parlamentar em defesa do Pacto Federativo

O deputado federal eleito Silvio Costa Filho (PRB) vai propor, na Câmara dos Deputados, a criação de uma Frente Parlamentar Mista em Defesa do Pacto Federativo. O objetivo do parlamentar, é criar uma frente envolvendo deputados e senadores para que a Câmara e o Senado possam discutir e debater o tema. Silvio vai apresentar a proposta em fevereiro, quando inicia seu mandato de deputado federal. Além disso, o parlamentar vai visitar o ministro da economia, Paulo Guedes, para discutir o tema, por entender que a pauta é fundamental para o desenvolvimento do País.

Para Silvio, o Pacto Federativo é fundamental para o fortalecimento dos estados e municípios. “Entendo que precisamos de menos Brasília e mais Brasil. Antes da constituição de 1989, 70% do que se arrecadava no País ficava nas mãos dos estados e municípios, mas hoje essa pirâmide inverteu, ficando agora quase 70% nas mãos da União e pouco mais de 30% com os governos estaduais e municipais. É preciso que o Governo Federal faça uma divisão de parte dessas receitas com os entes da federação, fazendo com que eles ampliem a capacidade de investimentos. Fui vereador do Recife, deputado estadual e entendo que os maiores problemas estão nos estados e municípios, como saúde, educação, segurança pública, infraestrutura, entre outros. Por isso defendo que possa haver a ampliação desses recursos. Os governos estaduais e municipais podem atacar de forma mais célere os problemas sociais”, garante. 

Atualmente, os estados têm como fonte principal de dinheiro o IPVA e o ICMS. Os municípios têm o IPTU e o ISS. E a União tem o Imposto de Renda e o Imposto sobre Produtos Industrializados, além de outros. “Os estados e municípios do País estão perdendo, cada vez mais, a capacidade de investimentos. Sobretudo a maioria dos municípios, que viraram meros administradores de folha de pagamento. Pude observar nas propostas do ministro Paulo Guedes, que ele também defende e sabe da importância do Pacto para o Brasil. Vamos trabalhar, no Congresso Nacional, para que esse tema entre na ordem do dia do País. É fundamental que prefeitos e governadores participem, de forma permanente, da construção de um novo Pacto Federativo. Esse é um tema que precisa unir a todos nós”, pontuou.

O parlamentar vai procurar os líderes de partidos, deputados e senadores a partir do início de fevereiro para apresentar a proposta. Para que seja constituída, a frente precisa da assinatura de um terço dos membros do Poder Legislativo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


16/01


2019

Compesa identifica furto de água na Adutora de Afogados-Tabira

Após constatar uma queda significativa no volume de água na chegada em Tabira, no Sertão do Pajeú, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) iniciou uma intensa ação de fiscalização ao longo da Adutora de Afogados-Tabira, que abastece a cidade. Os planos da Compesa é percorrer toda adutora, que possui 20 quilômetros de extensão, de Tabira a Afogados da Ingazeira, e também vistoriar cerca de 300 imóveis (comerciais e residenciais) ao longo desse trajeto, às margens da PE-320, em busca de possíveis irregularidades e furtos de água na rede de abastecimento.

Na segunda semana de fiscalização, as equipes da Compesa já identificaram diversas irregularidades, sendo a de maior porte uma ligação clandestina encontrada no Sítio São Joaquim, uma chácara de lazer situada na área rural de Afogados, onde há piscinas, bicas e funciona um bar. As tubulações foram retiradas na entrada da propriedade e a companhia registrou um boletim de ocorrência, para que a polícia civil identifique os responsáveis pelo furto de água. Até agora, foram vistoriados 103 imóveis localizados na PE-320, mesmo trajeto da adutora, nos quais os técnicos da companhia localizaram quatro ligações clandestinas, um desvio de medição (Bypass), além de uma residência que estava irregularmente abastecendo a casa vizinha.

A Compesa calcula que a principal causa da redução de 10% na vazão de água tratada transportada para Tabira se deve aos furtos de água. “A prática dessas irregularidades acaba prejudicando toda a população. Como reduziu a quantidade de água que chega na cidade, fomos obrigados a aumentar o rodízio de abastecimento”, explica o coordenador da Compesa em Afogados da Ingazeira, Washington Jordão, acrescentando que a companhia atende 29 mil pessoas em Tabira. “Por isso, só vamos finalizar as ações de fiscalização quando recuperarmos esse volume que está sendo desviado”, informa o coordenador. Só a ligação clandestina encontrada no Sítio São Joaquim corresponde a um terço do volume de água furtado da Adutora Afogados-Tabira. Os proprietários dos imóveis residenciais onde foram encontradas as outras quatros ligações clandestinas, assim como o desvio de medição, serão multados pela Compesa. Já o dono do imóvel que estava abastecendo o vizinho foi notificado pela companhia e, se persistir na irregularidade, passará a pagar pelo consumo de duas economias.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


16/01


2019

Paulo recebe senadores e debate projetos prioritários para PE

O governador Paulo Câmara recebeu, hoje, no Palácio no Campo das Princesas, os três senadores pernambucanos – Jarbas Vasconcelos, Humberto Costa e Fernando Bezerra Coelho – para apresentar e debater a continuidade de projetos e ações prioritárias para o desenvolvimento social e econômico de Pernambuco. Entre elas, as obras da Adutora e Ramal do Agreste; Adutora do Pajeú; e Ferrovia Transnordestina, além da requalificação de estradas como as BRs 232 e 423. “Avaliamos uma série de ações importantes para o nosso Estado e entendemos que, em conjunto, é possível fazer com que elas andem de maneira mais célere no âmbito do Governo Federal”, destacou Paulo Câmara.

Durante a audiência, o chefe do Executivo também enfatizou a importância do diálogo e da união de esforços na busca por um Pernambuco cada vez mais desenvolvido. “Foi um momento em que pude ouvir também as sugestões dos senadores. Então, foi uma reunião boa, porque a nossa ideia é contar com o apoio dos senadores, do Poder Legislativo, seja aqui ou em Brasília, para destravar obras importantes para o desenvolvimento do Estado e, ao mesmo tempo, acompanhar mais de perto essas ações tão importantes”, frisou. Também foram abordados na reunião temas como a Hemobrás, apoio para manutenção dos estaleiros em Suape, ampliação e manutenção das áreas de irrigação no Sertão e obras de requalificação da navegabilidade no entorno do Porto do Recife.

O senador Fernando Bezerra Coelho ressaltou importância do Ramal do Sertão. E o senador Jarbas da autonomia de Suape e duplicação da 423.

O senador Humberto Costa avaliou que o encontro evidenciou um consenso sobre os pleitos prioritários. “Boa parte do que foi apresentado era o que já estava no radar dos três senadores. Acho que realmente a Adutora do Agreste é uma obra muito importante, assim como a conclusão da Adutora do Pajeú, de uma solução para a Transnordestina que não discrimine Pernambuco, a situação dos dois estaleiros e da Hemobrás. Eu acho que os grandes temas estão cobertos. Se nós conseguirmos trabalhar juntos, sem dúvidas isso vai fazer uma diferença importante para o nosso Estado”, enfatizou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


16/01


2019

João da Costa responde sobre sua “chateação” com o PT

Prezado Arthur Cunha,

Venho esclarecer algumas informações publicadas hoje no Blog do Magno.

Na última segunda-feira, houve uma reunião da Executiva do PT de Pernambuco, da qual faço parte, onde todos os membros discutiram encaminhamentos de interesse do partido, entre eles, por exemplo, a conjuntura política estadual e nacional, a definição da próxima reunião do Diretório regional e outros temas. O encontro foi conduzido por nosso presidente Bruno Ribeiro. A discussão em relação à indicação de cargos no Governo do Estado e na Prefeitura do Recife não entrou em pauta. Portanto, não procede a informação especulada no blog sobre minha pessoa.

Com muita honra assumirei o mandato de vereador do Recife a partir de 1º de fevereiro, por vontade da população, que me confiou 5.512 votos na última eleição municipal, em 2016. Assim como procurei honrar o mandato à frente da Prefeitura do Recife, vou trabalhar arduamente na Câmara Municipal, ao lado dos meus colegas, em defesa das mulheres e homens desta cidade, fiscalizando, propondo e reivindicando ações para o desenvolvimento do município.

Por fim, na eleição passada, desde o início das discussões defendi que o PT integrasse uma ampla aliança que representasse a defesa da democracia e do presidente Lula, que significou no reingresso do partido à Frente Popular aqui em Pernambuco e, por consequência, o apoio nacional do PSB à candidatura de nosso presidenciável Fernando Haddad. A conjuntura política à época - e, sobretudo, ainda mais hoje - exigia juntarmos forças e reunir os diversos setores da sociedade civil e partidos progressistas para defendermos a democracia, luta essa que, independentemente de qualquer mandato eletivo que ocupei durante minha vida pública, sempre busquei travar.

Atenciosamente

João da Costa


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bm4 Marketing 7

16/01


2019

Vereadores são investigados por esquema de servidores-fantasmas

G1/PE

A operação Anticorrupção II, realizada pela Polícia Civil em Aliança, na Zona da Mata de Pernambuco, hoje, investiga a relação entre funcionários-fantasmas e seis vereadores da cidade, entre eles a presidente da câmara. Segundo o chefe da corporação, delegado Joselito do Amaral, o desvio de recursos públicos pode chegar a R$ 500 mil.

Em entrevista coletiva, na sede do Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Draco), no Recife, Amaral informou que foram cumpridos 12 mandados de busca e apreensão.

As ações ocorreram na câmara e em 11 residências de servidores. Os nomes dos funcionários e dos vereadores não foram divulgados oficialmente pela polícia.

O chefe da polícia disse, ainda, que, a partir dos depoimentos de 12 servidores, ficou clara a prática de crimes como falsidade ideológica, organização criminosa e peculato, quando o agente público consegue obter vantagens por causa do cargo.

“Começamos a investigar o caso em agosto de 2018 e identificamos que os servidores atuavam recebendo salários sem trabalhar. Eles disseram, por meio de delação premiada, que assinaram pontos sem trabalhar. Isso sugere enriquecimento ilícito dessas pessoas”, afirmou o delegado.

Noventa policiais participaram ada operação. Eles recolheram documentos, celulares e computadores na câmara de Vereadores de Aliança.

A Câmara de Aliança tem 11 vereadores. “Agora, a polícia está trabalhando para ampliar essas investigações e, então, solicitar as prisões desses servidores públicos”, observou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


16/01


2019

Moro: Brasil e Argentina revisam tratado de extradição entre os países

Estadão

Os presidentes Jair Bolsonaro e Mauricio Macri assinaram, hoje, a revisão do tratado de extradição entre Brasil e Argentina. O argentino chegou ao Palácio do Planalto na manhã desta quarta, onde foi recebido pelo brasileiro.

De acordo com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, a ideia da revisão é que o documento de extradição, em caso da prisão de uma pessoa no país vizinho, seja adiantado sem passar pelos canais diplomáticos para depois ser formalizado. Atualmente, o tratado vigente é da década de 1960.

"Às vezes você seguiu o canal diplomático, acontece o que aconteceu com o [Cesare] Battisti, prende o cara e...", declarou Moro, fazendo um sinal de fuga com as mãos ao fazer referência à prisão do italiano Cesare Battisti, que fugiu do Brasil para a Bolívia, onde foi preso.

"Existe um tratado de extradição um pouco antigo feito em outra época. As formas de comunicação hoje são outras e há a percepção de que há necessidade de sempre agilizar esse mecanismo de cooperação", reforçou o ministro. "Esse tratado vai permitir uma comunicação mais rápida entre os dois países."

Reformas e relação 'sem tabus'

Os presidentes também falaram que as reformas que os dois países levam adiante são fundamentais para o crescimento sustentável. A Argentina aprovou uma reforma da Previdência em 2017, já durante o governo Macri, enquanto Bolsonaro se prepara para enviar um texto que muda o sistema de aposentadoria no Brasil.

O presidente brasileiro também comentou o comércio entre os vizinhos e disse que "não há tabu na relação bilateral". "O que nos move é a busca por resultados concretos para o bem estar dos brasileiros e argentinos", disse Bolsonaro, que afirmou ainda que não há qualquer "viés ideológico" nas tratativas com Macri.

Além de comércio, as conversas com Macri também foram sobre questões ligadas a fronteiras, defesa, combate ao crime organizado e energia nuclear, disse Bolsonaro. Macri, em sua fala, afirmou que o encontro foi produtivo e que envolveu temas relacionados a Judiciário, segurança e inteligência para combater narcotráfico, crime organizado e lavagem de ativos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Coração Vermelho

Se não há justiça para o povo, que não haja paz para o governo.

Coração Vermelho

Dois fascistas.



16/01


2019

Multas da ANS sobem 10%

Até junho de 2018, as multas aplicadas pela Agência Nacional de Saúde Suplementar atingiram a marca de 340 milhões de reais. Em 2017, o total de multas aplicadas pela ANS bateu em 1,1 bilhão de reais — valor 10% superior a 2016, segundo levantamento do Anuário da Justiça Saúde Suplementar, um lançamento da Editora Consultor Jurídico e da Associação Nacional das Administradoras de Benefícios (Anab).


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


16/01


2019

Bolsonaro sanciona Orçamento de 2019 com dois vetos parciais

O presidente Jair Bolsonaro sancionou, com dois vetos parciais, o Orçamento de 2019. A lei orçamentária, aprovada pelo Congresso em dezembro, foi publicada, hoje, no “Diário Oficial da União”.

Um dos vetos do presidente refere-se à reestruturação das carreiras do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Na justificativa do veto, o presidente afirmou que a alteração de estrutura de carreiras e aumento da remuneração infringe a Constituição Federal.

“Ademais, a inclusão do item durante a tramitação do projeto desconsidera a discricionariedade da administração para priorizar e harmonizar suas necessidades conforme os critérios de conveniência e oportunidade”, escreveu.

O outro item vetado criava o Fundo Especial no Conselho Nacional de Justiça, para investimentos em inovação e modernização tecnológicas dos órgãos do Poder Judiciário.

Ao justificar o veto, o governo afirmou que a criação do fundo feria o novo regime fiscal.

“Poder Executivo é impedido de viabilizar a execução de despesa de competência de outro Poder, em razão de suas despesas estarem limitadas ao valor já alocado nas programações de cada um de seus órgãos, nos termos do novo regime fiscal”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Se lembra de quando chegamos um dia acreditar que a Bíblia era a única arma do crente e Jesus era o Príncipe da Paz?



16/01


2019

Bolsonaro quer reforçar laços com Argentina

O presidente Jair Bolsonaro recebe, hoje, o presidente da Argentina, Mauricio Macri, para uma encontros no Palácio do Planalto e no Itamaraty. Macri deve chegar ao Palácio do Planalto às 10h30, horário em que está preparada uma cerimônia com revista às tropas, subida da rampa, hinos nacionais e apresentação de delegações.

No Twitter, Bolsonaro lembrou que esta é a primeira visita oficial de um chefe de Estado ao Brasil desde a posse. “Uma grande oportunidade de reforçar os laços de amizade com essa nação irmã!”, escreveu o presidente.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


16/01


2019

João da Costa chateado com o PT

Por Arthur Cunha – especial para o blog

O suplente de vereador João da Costa está hashtag #chateado com o PT. De acordo com fontes ligadas à legenda, o ex-prefeito do Recife bateu na mesa e falou grosso em uma reunião com a direção do partido na segunda-feira passada. Motivo: ele queria ser lembrado nas indicações técnicas que a sigla está fazendo no Governo do Estado, e que fará na Prefeitura do Recife. Nunca é demais lembrar que essa não é a primeira vez que João da Costa leva um drible do próprio partido. Em 2012, o PT recusou-se a dar legenda ao então prefeito que, sentado na cadeira, não conseguiu concorrer à reeleição.

João da Costa teria alegado que foi um dos primeiros defensores da aliança com o PSB e que, por isso, teria direito a indicar nomes, o que não vem acontecendo. No entanto, o consenso entre petistas é que ele só assumiu o risco quando já estava tudo certo, querendo, agora, sentar na janela. E que o mandato na Câmara do Municipal, que herdará quando Marília Arraes for para Brasília, já está de bom tamanho para ele – o ex-prefeito também é suplente de deputado estadual.

O problema é que para um político que já foi prefeito deve ser difícil voltar ao cenário como vereador; aí sem nenhum demérito ao cargo mais próximo do povo, sendo mais uma questão psicológica mesmo. Além da pasta de Desenvolvimento Agrário, com Dilson Peixoto, o PT indicou Odacy Amorim para o Ipa, Jurandir Liberal para a EPTI e Altair Patriota, ligado ao deputado federal eleito Carlos Veras, para o Iterpe. Na PCR, os petistas ficarão com a Secretaria de Saneamento.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


16/01


2019

Onyx compara risco de arma em casa a liquidificador

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, ironizou, ontem, o risco para crianças convivem com arma em casa. Também disse que evitar acidentes é “questão de educação, questão de orientação”, informou o Estadão.

“A gente vê criança pequena botar o dedo dentro do liquidificador e ligar o liquidificador e perder o dedinho. Então, nós vamos proibir os liquidificadores? Não. É uma questão de educação, é uma questão de orientação. No caso da arma, é a mesma coisa”, disse Onyx após o decreto que flexibiliza a posse de armas ser assinado pelo presidente Jair Bolsonaro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Se lembra de quando chegamos um dia acreditar que a Bíblia era a única arma do crente e Jesus era o Príncipe da Paz?



16/01


2019

Moro chateado com decreto de Bolsonaro

Decreto da arma ignorou sete sugestões de Moro

O decreto que flexibiliza a posse de armas, editado pelo presidente Jair Bolsonaro, tem ao menos sete diferenças em relação à minuta elaborada pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro. Embora não tenha dado declarações na cerimônia de assinatura do texto, soube-se, nos bastidores, que as divergências teriam chateado o ministro.

A sugestão de Moro era mais restritiva: previa a posse para duas armas, e não quatro; não prolongava automaticamente registros já concedidos para dez anos e exigia a comprovação de cofre para artefatos, e não a mera declaração.

Esporte - Na versão de Moro, era possível negar o pedido de registro com base em “fundadas suspeitas” de informações falsas ou de ligação com grupos criminosos. No texto final, só é negada a solicitação se houver comprovação desses pontos.

O decreto assinado pelo presidente libera entidades de tiro desportivo a fornecer a associados e clientes armas recarregadas para uso em suas dependências. Já o texto encaminhado por Moro ao Planalto, no dia 4, não faz menção a isso.

Bolsonaro não acatou integralmente nenhum dos tópicos principais abordados por Moro (quem tem direito, em quais situações o pedido pode ser negado, prazo do registro e local seguro). Na maioria dos casos, fez modificações que ampliam o acesso.

Sem surpresas. No Planalto, assessores de Bolsonaro rechaçam qualquer motivo que tenha causado insatisfação ao ministro. “Todo mundo sabia dos compromissos dele de campanha, ninguém pode reclamar agora”, disse um interlocutor do presidente.

O entorno de Moro diz que é só comparar os dois textos para saber o estado de espírito do ministro. A ordem, porém, é minimizar o episódio com o discurso de que “o projeto é do governo” e o resto é “especulação”.  (Coluna do Estadão – Andreza Matais)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

A posse de armas pode ajudar o meio ambiente. Cada pessoa assassinada é um poluidor a menos.


Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores