Versão Sertão do Pajeú

12/10


2017

A sorte que Adhemar teve, Geddel não teve

Jornal do Brasil

Adhemar tinha a "Dr. Rui", pseudônimo do seu maior amor em vida. Era tanto amor e confiança, que a história, não se sabe se mesmo com "h" ou com "e", conta que um dia um terrorista, tendo como chauffeuse uma terrorista, assaltou a casa da "Dr. Rui" e levou seu cofre, onde ele guardava seu dinheiro. 

Geddel, se tivesse também um "Dr. Rui", também teria como colocar seus milhões no cofre dela.

Um desses terroristas sofisticados, que fazem túneis para tirar cofre de bancos, já teriam assaltado e levado seu dinheiro. 

A história poderia contar, mas ninguém teria certeza se haveria, de fato, dinheiro no cofre da "Dr. Rui" de Geddel.

Assim como ninguém tem certeza se tinha dinheiro no cofre da "Dr. Rui" de Adhemar. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Versão Sertão Central

Confira os últimos posts

11/12


2017

Campanha: Gilmar insinua punição a Lula e Bolsonaro

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, fez uma ameaça às candidaturas do ex-presidente Lula e de Jair Bolsonaro nesta segunda-feira 11. 

Gilmar disse que os dois podem não ser diplomados, caso eleitos, por cometer irregularidades durante a pré-campanha e que o tema deve voltar a ser debatido pela corte em fevereiro, após o recesso, segundo reportagem do Globo.

 

"Aqui não há só essa pergunta sobre a legalidade. Há a pergunta também sobre o financiamento. Quem é que está financiando, e isso pode levar inclusive, depois, ao reconhecimento de abuso de poder econômico, que pode levar à própria cassação do diploma. É preciso ter muito cuidado com isso", afirmou o ministro, em Washington.

O presidente do TSE fazia referência a atos pré-campanha, como as caravanas:

"Há estruturas aí que já passam da linha, jatinhos, deslocamentos de caravanas, ônibus, reunião organizada de pessoas e tudo mais. Tudo isso precisa ser avaliado. Acho que esse vai ser o tema do tribunal já em fevereiro".

Gilmar foi à capital dos Estados Unidos para assinar um convênio com a Organização dos Estados Americanos (OEA) para que a entidade realize observação nas eleições gerais do Brasil em 2018.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Versão Mata Sul

11/12


2017

CPI: Marun vai pedir indiciamento de Janot

Jornal do Brasil

Relator da CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) da JBS na Câmara, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS) afirmou nesta segunda-feira (11) que pedirá o indiciamento do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot e de sua equipe e a anulação dos benefícios recebidos por empresários e das provas obtidas de forma ilícita em acordos de delação premiada.

Carlos Marun disse que trabalha na finalização do relatório da CPMI, antes de assumir a Secretaria de Governo, na quinta-feira (14). O deputado disse que apresentará nesta terça-feira (12) o documento com os resultados de sua análise. Marun espera que a votação possa ser iniciada ainda nesta terça-feira, caso não haja pedido de vista, e possa ser finalizada até quinta-feira (14).

Marun disse que ainda não decidiu se vai pedir em seu relatório a prisão do ex-procurador Marcelo Miller, apontado nas investigações como o responsável pelas articulações para fechar acordo de delação premiada entre os empresários da JBS e a Procuradoria-Geral da República.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Versão Agreste Setentrional

11/12


2017

Temer a ministros: emendas para apoio de deputados

Blog de Andréia Sadi

O presidente Michel Temer chamou alguns ministros nesta segunda-feira (11) ao Palácio do Planalto para cobrar a liberação de emendas parlamentares para deputados votarem a favor da reforma da Previdência. O objetivo é aprovar a proposta ainda neste ano na Câmara.

Emendas são recursos previstos no Orçamento, cuja aplicação é indicada por deputados e senadores. O dinheiro é empregado em projetos e obras nos estados e municípios.

O principal assunto tratado na reunião no Planalto foi o Orçamento de 2018. Nas projeções, o governo quer sinalizar aos deputados com mais recursos para emendas no ano que vem.

Segundo assessores do presidente, Temer pediu aos ministros Alexandre Baldy (Cidades), Helder Barbalho (Integração Nacional) e Dyogo Oliveira (Planejamento) que acelerem as pendências relacionadas às respectivas pastas para atender aos parlamentares.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura do Ipojuca

11/12


2017

Ministra tucana quer retroativos de mais de R$ 300 mil

Folha de S.Paulo – Gustavo Uribe

Sob pressão para deixar o cargo, a ministra Direitos Humanos, Luislinda Valois, filiada ao PSDB, solicitou em outubro ao presidente Michel Temer o pagamento pelos cofres públicos de pelo menos R$ 300 mil. O valor retroativo seria a soma da quantia que foi abatida pelo teto constitucional do acumulado do vencimento integral recebido pela tucana com a aposentadoria de desembargadora pela Bahia.

Segundo a íntegra do pedido, obtida nesta segunda-feira (11) pela Folha por meio da Lei de Acesso à Informação, a ministra alegava o trabalho executado sem a correspondente contrapartida "se assemelha a trabalho escravo.

"[A situação] está criando distorções inaceitáveis pelo nosso ordenamento jurídico, porque está a requerente [ministra] a receber tratamento absolutamente desigual ao oferecido a outros servidores em situação semelhante em termos de execução de serviço prestado à administração pública", disse.

O montante requerido pela ministra se refere aos recursos que foram abatidos de julho de 2016 a fevereiro de 2017, quando ela exerceu o cargo de secretária de promoção da igualdade racial, e de fevereiro a outubro deste ano, quando já era ministra.

A aposentadoria bruta da ministra é de R$ 30.471,10 e o teto constitucional é de R$ 33.700, o que equivale ao salário bruto dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal). No período em que foi secretária, portanto, com um vencimento de bruto de R$ 15,8 mil, ela sofria um abate teto mensal de R$ 12,6 mil, o que corresponde a um montante no período de R$ 88,2 mil.

Como ministra, o salário bruto dela é de R$ 30,9 mil. Com um abate mensal de R$ 27,6 mil, ela receberia pelo período R$ 221 mil.

A soma dos dois montantes chega a mais de R$ 300 mil, sem incluir "as devidas atualizações e correções", que são também requeridas pela ministra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


11/12


2017

Pernambuco quer Mudar elabora manifesto contra o Governo

Confira a íntegra do manifesto elaborado pela Oposição do estado durante o ato “Pernambuco quer Mudar”, na tarde de hoje, no Paço Alfândega, Bairro do Recife. O documento, assinado por sete partidos (Podemos, DEM, PSDB, PTB, PRB, PV e PRTB), traz diversas críticas ao Governo Paulo Câmara. Clique aqui e leia o manifesto.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

gilson

Mudar com Fernando Bezerra, Mendonçinha e Bruno Araújo, estou fora. Em 2014, votei em Armando, mas em 2018 , votarei em Marília, ou em Paulo Câmara, sem qualquer peso na consciência.


Compesa

11/12


2017

Três prefeituras tiram nota zero em transparência

As prefeituras de Maraial, Exu, Carnaubeira da Penha, Vitória de Santo Antão, Betânia, Catende, Água Preta, Ribeirão, Santa Maria da Boa Vista e Tracunhaém são as que têm os piores níveis de transparência no Estado de Pernambuco. De acordo com o levantamento do Tribunal de Contas do Estado – TCE-PE, três delas não dispõem sequer de portais de transparência e tiraram nota zero no estudo. São elas: Ribeirão, Santa Maria da Boa Vista e Tracunhaém.

Já os municípios de Recife, Jaboatão dos Guararapes, Garanhuns, Gravatá, Brejinho, João Alfredo, Calçado, Olinda, Cabrobó e Taquaritinga do Norte se posicionaram no topo do ranking dos que ocupam as 10 melhores posições.

O estudo é produzido anualmente desde 2015 e foi elaborado a partir de um diagnóstico dos portais de transparência das 184 prefeituras do Estado. Para cada portal avaliado foi calculado o Índice de Transparência dos Municípios de Pernambuco – ITMpe, que pode variar entre zero e 1.000 pontos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


11/12


2017

Gilmar diz que o Congresso está “se redimindo”

O Congresso brasileiro está “se redimindo” do descrédito perante a opinião pública, afirmou, hoje, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, ao defender a proposta de semipresidencialismo, que ampliaria o poder dos parlamentares. Segundo ele, se aprovada, a mudança só valeria para eleições realizadas a partir de 2022.

A suposta recuperação da imagem do Congresso seria consequência da aprovação de “medidas importantíssimas”, entre as quais a reforma trabalhista, disse o ministro. “Quem acreditaria que um governo com todos os problemas que o governo (Michel) Temer teve, duas denúncias e tudo mais, aprovaria uma reforma que é a maior reforma trabalhista que se fez na CLT, que vem dos anos 40?”, perguntou o ministro em Washington, onde participou de assinatura de convênio que prevê o envio ao Brasil de observadores eleitorais da Organização dos Estados Americanos (OEA) para a disputa presidencial de 2018. “O Congresso tem votado grandes reformas na área institucional e econômica e acho que o público vai perceber isso”.

Pesquisa Datafolha divulgada na semana passada mostrou que 60% da população rejeita a atuação dos parlamentares federais, o pior índice da história recente. Apenas 5% dos entrevistados disseram aprovar o trabalho do Congresso.

Gilmar disse que o projeto de semipresidencialismo seria uma “reforma estruturante” de um sistema político que se exauriu. “Dos quatro presidentes eleitos recentemente, incluindo Dilma, só dois terminaram o mandato. Esse é uma indicação de que nosso modelo está bastante instável”.

Reportagem do Estadão desta terça-feira deu detalhes de Projeto de Emenda Constitucional (PEC) sobre a mudança no sistema de governo que circula no Congresso. A proposta cria a figura do primeiro-ministro e prevê a assinatura de um “contrato de coalizão”, com força de lei, pelos partidos que compõem a base de sustentação do governo. Na avaliação de Gilmar, a mudança aumentaria a responsabilidade dos parlamentares em questões fiscais.

“O Congresso hoje no Brasil é muito forte, vocês sabem disso. Mas ao mesmo tempo, fora em momentos muito especiais, ele não tem grande responsabilidade fiscal, é um pouco indiferente aos destinos da governança, ele acaba muitas vezes aprovando medias de caráter populista. Há um certo descasamento, embora eles componham a base do governo”, afirmou.

Em sua opinião, a proposta de semipresidencialismo poderá ser um “grande impulsionador” do debate sobre a reforma política no Brasil. “Nós teremos que ter um enxugamento de partidos, vamos ter que melhorar o sistema. O Senado, felizmente, já aprovou o voto distrital misto, dividindo os deputados entre distritais e proporcionais, talvez venha o voto em lista. Tudo isso me parece relevante para esse processo”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Hapvida - Mais saúde para você e sua família

11/12


2017

TCE diz que Câmaras Municipais não são transparentes

Mais de 71% das câmaras de vereadores dos 184 municípios do Estado de Pernambuco não estão adequadas aos requisitos legais da transparência pública. É o que diz um estudo feito pelo Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE). De acordo com o TCE, 32 câmaras municipais (17,4%) não dispõem de portais na internet e a falta de dados impede o controle social por parte do cidadão.

As câmaras de Palmeirina, Lagoa do Ouro, Tabira, Vitória de Santo Antão, Caruaru, Sanharó, Brejinho, Serra Talhada, Vertente do Lério e Lagoa dos Gatos ficaram no topo do ranking como as mais bem colocadas.

O estudo foi feito pelo Núcleo de Auditoria Especializadas do TCE, em parceria com o Departamento de Controle Municipal, e a ideia é estimular a transparência pública e tornar mais efetivo o controle social e o exercício da cidadania.

Para elevar os níveis de transparência, o tribunal orienta as câmaras a enviar alertas de responsabilização para que aumentem os esforços no sentido de implantar melhorias em suas administrações. Também serão formalizados 75 processos de gestão fiscal, sendo 43 nas prefeituras e 32 nas câmaras, que podem resultar em aplicação de multas por descumprimento da legislação.

Executivo – Por outro lado, o levantamento do Tribunal de Contas do Estado mostra uma evolução no nível de transparência dos municípios pernambucanos em 2017, em comparação aos números do ano passado. O número de prefeituras enquadradas nos níveis desejado e moderado de transparência aumentou, passando de 79, em 2016, para 101 este ano.

Ao todo, 55 municípios (30%) ampliaram o seu nível de transparência. Mas 50% permaneceram na mesma situação de 2016 e 20% apresentaram diminuição na pontuação do índice. Recife e Jaboatão do Guararapes estão entre os que alcançaram o nível desejado de transparência.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

ArcoVerde

11/12


2017

Oposição em peso no evento “PE quer mudar”

Blog da Folha

As principais lideranças da oposição chegaram ao evento de lançamento oficial do projeto do grupo para as eleições de 2018, intitulado Pernambuco quer Mudar, no Paço Alfândega, na área central do Recife. Os integrantes do grupo antagonista marcam presença em peso no evento. Lideram o ato os senadores Armando Monteiro Neto (PTB) e Fernando Bezerra Coelho, o ministro Mendonça Filho (DEM), o deputado federal Bruno Araújo (PSDB) e os ex-governadores João Lyra Neto (PSDB) e Joaquim Francisco (PSDB).

A bancada da oposição na Assembleia Legislativa também marca presença no evento junto com prefeitos aliados dos antagonistas. Estão presentes os deputados estaduais Joel da Harpa, Priscila Krause, Álvaro Porto, Socorro Pimentel, Silvio Costa Filho e Augusto César. Os prefeitos Raquel Lyra (Caruaru), Edson Vieira (Santa Cruz do Capibaribe), Miguel Coelho (Petrolina), Izaías Régis (Garanhuns), Joaquim Neto (Gravatá), entre outros.

O evento é o start no projeto eleitoral dos antagonistas para 2018. É esperado o lançamento de um documento com as diretrizes dos antagonistas para o pleito do ano que vem.

O Paço Alfândega foi o palco para o lançamento das candidaturas do governador Paulo Câmara e do prefeito do Recife, Geraldo Julio. O espaço tem uma importância simbólica para a Frente Popular e o evento antagonista visa medir forças com os governistas na corrida eleitoral de 2018.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Garanhuns Natal Luz

11/12


2017

Ato da oposição é alvo de protestos de sindicalistas

JC Online

Integrantes da CUT e de sindicatos esperaram a chegada dos parlamentares no ato do grupo "Pernambuco quer mudar", na Arcádia do Paço Alfândega, para pressionar o grupo a votar contra a reforma da Previdência. O grupo de oposição a Paulo Câmara (PSB) é formado pelos ministros Fernando Filho (sem partido) e Mendonça Filho (DEM), o deputado federal Bruno Araújo (PSDB), os senadores Armando Monteiro (PTB) e Fernando Bezerra (PMDB), além dos ex-governadores João Lyra Neto e Joaquim Francisco (ambos do PSDB).

A CUT adotou uma estratégia de acompanhar as atividades dos parlamentares. "Nós vamos acompanhar cada passo dos parlamentares pernambucanos para pressionar e que eles não votem a favor dessa criminosa reforma da Previdência. Vai ser aqui nesse espaço, vai ser em qualquer outro espaço público que eles estiverem se reunindo, vai ser no aeroporto, vai ser em todos os setores", disse Carlos Veras, presidente da CUT. No aeroporto, os sindicalistas pretendem acompanhar os embarques e desembarques dos parlamentares para Brasília.

Os sindicalistas organizam um grande ato para o dia 18, data prevista para votação da reforma. Caso seja decidida por outra data, a atividade também será modificada para protestar.

CHESF

O local do ato também é palco de um protesto contra a privatização da Eletrobras e da Chesf. Parte da direção do Sindicato dos Urbanitários entrou no local. O alvo é o ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Filho.

"A gente não permite, a gente vai até o fim nessa questão dessa ameaça de privatização da Chesf. A gente chama a atenção da sociedade não somente pela questão da privatização, mas também pela questão do que a Chesf representa para o povo nordestino", disse Fernando Neves, secretário da federação regional dos urbanitários do NE.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


11/12


2017

Servidores protestam contra reforma da Previdência

Com a expectativa de votação da reforma da Previdência no plenário da Câmara na próxima semana, sindicatos ligados aos servidores públicos intensificaram protestos em todo o País para pressionar deputados e senadores a votarem contra a proposta. As manifestações são planejadas nos principais aeroportos do País e até mesmo nos apartamentos funcionais em que os parlamentares moram em Brasília.

Hoje, por exemplo, integrantes do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário e do MPU (Sindijus) e do Sindicato Nacional dos Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil (SindiReceita) recepcionaram parlamentares que desembarcavam no Aeroporto de Brasília. Eles eram abordados por servidores, que erguiam faixas e usavam apitos para chamar atenção ao protesto.

Coordenador-geral do Sindijus no Distrito Federal, José Rodrigues Costa Neto explica que as manifestações se intensificaram há duas semanas, após a retomada das negociações para votar a reforma. As ações acontecem em vários aeroportos, entre eles, o de Fortaleza, Rio de Janeiro, São Paulo e Curitiba, e se concentram nos dias em que parlamentares costumam viajar para Brasília, entre segundas e terças-feiras, e quando retornam aos Estados, geralmente às quintas-feiras.

“Os sindicatos nos Estados recepcionam os deputados e senadores no embarque e nós, na chegada e saída deles aqui em Brasília”, explicou Costa Neto ao Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado. Segundo o dirigente, os servidores também programaram protestos nesta semana nas quadras em que há muitos apartamentos funcionais em Brasília. “Nosso objetivo é constranger deputados e senadores para barrar a reforma e mostrar também que, se eles votarem, não voltam para o Parlamento”, disse.

Governistas trabalham para começar a discussão da reforma da Previdência no plenário da Casa na próxima quinta-feira. O objetivo é encerrar essa fase o mais rápido possível para tentar votar a proposta na próxima semana, antes do início do recesso parlamentar, previsto para 22 de dezembro. Para aprovar a matéria, o governo precisa de pelo menos 308 votos nas duas votações no plenário.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Supranor 1

11/12


2017

Sileno minimiza impacto de evento da oposição

Blog da Folha

O presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, minimizou o peso do encontro promovido pelo bloco de oposição ao governo Paulo Câmara, hoje. Para o socialista, o evento será, na verdade, “um grande desencontro”. "Não estamos muito preocupados com o que vai sair daí, porque sabemos que não vai sair nada”, garantiu.

O ato do grupo oposicionista, que conta com lideranças com o ministro Mendonça Filho (DEM), os senadores Armando Monteiro (PTB) e Fernando Bezerra Coelho (PMDB), além do deputado Bruno Araújo (PSDB), será realizado a partir das 17h, no Arcádia do Paço Alfândega, Centro do Recife. Nele, as lideranças irão apresentar uma carta aberta com críticas à gestão Paulo Câmara.

Mas, na visão de Sileno Guedes, o encontro servirá para evidenciar a proximidade desses atores com o governo Michel Temer (PMDB). “Faltaram convidar Temer. Na verdade, é a turma dele que está se encontrando. Talvez, eles tenham a oportunidade de fazer uma reflexão para explicar a privatização da Chesf e da Eletrobrás e o aumento de 68% no preço do gás”, colocou.

Partido Verde

De acordo com Sileno, o PSB viu o desembarque do PV da base de apoio ao governo Paulo Câmara com naturalidade. Na última semana, os Verdes anunciaram a adesão ao movimento oposicionista e estarão presentes no evento de hoje.

“Acho que o PV ainda faz parte do Governo do Estado, junto com o secretário Sérgio Xavier (Rede). Mas é um entendimento normal. Carlos Augusto (presidente estadual da sigla), na verdade, é o primeiro suplente do senador Fernando Bezerra Coelho. Foi colocado pela Frente Popular, na ocasião. É um movimento que a gente já esperava. Para a gente, não altera muita coisa”, disse.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Mobi Brasil 4

11/12


2017

OAB lança Natal Solidário amanhã

A OAB Pernambuco lança, amanhã, a campanha social Natal Solidário – A solidariedade não envelhece. Em sua segunda edição, a iniciativa pretende espalhar o clima natalino, chamar a atenção do público para os abrigos envolvidos e arrecadar doações financeiras que serão repassadas a entidades filantrópicas de assistência a idosos. As comissões de Assistência Social e do Idoso da OAB-PE estão à frente da organização.

A mobilização contemplará também uma série de visitas aos lares geriátricos participantes. Com direito à presença de ‘Papai Noel’, nos locais, haverá apresentações do Coral Ariano Suassuna, formado por profissionais da advocacia e funcionários e funcionárias da Ordem no estado. O grupo executará um repertório de cantigas natalinas e canções clássicas da música nacional.

A primeira ‘parada’ do Natal Solidário 2017, nesta terça, ocorrerá a partir das 16h, no Abrigo Cristo Redentor, em Jaboatão dos Guararapes. O estabelecimento existe há quase 80 anos e atende a mais de cem idosos e idosas. Entre eles, alguns cadeirantes e muitos abandonados pela família. A abertura será conduzida pelo presidente da OAB Pernambuco, Ronnie Preuss Duarte.

Até o próximo dia 23, a comitiva da OAB-PE levará carinho e atenção a mais quatro unidades de longa permanência de idosos no Grande Recife. Na capital, serão os abrigos Batista de Carvalho (conhecido como Lar das Vovozinhas, em Jardim São Paulo), Casa dos Humildes (Casa Forte) e Lar de Jesus (Torre). Em Jaboatão dos Guararapes, a outra casa participante é o Abrigo Santa Luzia, em Prazeres.

A expectativa é que mais de 200 idosos e idosas sejam diretamente beneficiados pelo Natal Solidário da OAB Pernambuco em 2017. Os dados para as contribuições financeiras da campanha são: Caixa Econômica Federal (CEF), Agência 0045, Conta corrente 3695-1, Operação 003, CNPJ 09.791.484/0001-09. Podem ser feitas doações de quaisquer valores.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Asfaltos

11/12


2017

Temer passa por novos exames urológicos

O presidente Michel Temer (PMDB) fez novos exames urológicos no posto de saúde do Palácio do Planalto, hoje. Segundo auxiliares, o presidente cumpriu atividades no Planalto e depois seguiu para o posto de saúde da Presidência onde passou por exames. Temer se submeteu a uma cirurgia na próstata em outubro. O Planalto disse que foi um novo "check-up".


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bm4 Marketing 7

11/12


2017

Rocha Loures vira réu

O juiz Jaime Travassos Sarinho aceitou denúncia do Ministério Público Federal e transformou o ex-assessor do presidente Michel Temer Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) em réu no caso da mala de R$ 500 mil entregue por um executivo da JBS. Gravado e filmado em negociações e ao receber uma mala, o ex-assessor presidencial irá responder ao processo penal na 10ª Vara Federal em Brasília por corrupção passiva.

A denúncia é a mesma oferecida contra Michel Temer por crime de corrupção passiva e que teve o prosseguimento inviabilizado por decisão da Câmara dos Deputados. Após a decisão dos deputados, o relator do inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, enviou para a primeira instância a parte da acusação formal que trata de Loures. A acusação foi retificada pelo procurador Frederico Paiva, na Procuradoria do Distrito Federal.

No entendimento do juiz Jaime Sarinho, verifica-se que “há substrato probatório mínimo que sustenta a inicial acusatória, existindo, portanto, justa causa pra a deflagração da ação penal”. Sarinho é juiz auxiliar na 10ª Vara Federal, em Brasília, e tem é responsável por processos que não envolvam lavagem de dinheiro e organização criminosa. O caso foi sorteado entre ele, o juiz titular Vallisney de Souza Oliveira e o substituo Ricardo Leite.

Rocha Loures foi filmado recebendo uma mala de R$ 500 mil do executivo da JBS Ricardo Saud. O ex-assessor seria um intermediário entre o presidente e o empresário Joesley Batista. O pagamento era parte de R$ 38 milhões que Batista teria prometido para que o grupo político do presidente atuasse em assuntos de interesse da JBS no Cade – Conselho Administrativo de Defesa Econômica.

Ao receber a denúncia, o juiz afirmou que os relatos da acusação estão “materializados” nos relatórios polícias, áudios, vídeos, fotos e diversos documentos colhidos na investigação feita pela Polícia Federal e PGR. “Concluo que a peça acusatória cumpre os requisitos formais, descreve fatos que, em tese, são criminosos e está amparada em elementos de convicção que, em exame preliminar, confortam as circunstâncias de fato e de direito nela relatadas”, apontou o juiz em seu despacho.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores