ArcoVerde

11/02


2019

Luciano Bivar é rochedo

MONTANHAS DA JAQUEIRA – Num momento decisivo da pré-campanha eleitoral, quando muitos desdenhavam da aura vitoriosa do Capitão Marvel, o deputado Luciano Bivar ofereceu a legenda do PSL para ele ser candidato e ser eleito presidente da República. Pense num cara rochedo, o líder nacional do PSL, Luciano Bivar! 

Vocês estão lembrados de quando o guru da seita vermelha, hoje presidiário, convocou o “exército” stalinista do MST para apoiar o governo dele e fazer uma revolução no Brazil.

O novo presidente nacional do Incra é o general João Carlos Jesus Correa. Agora vejamos se os stalinistas comandantes dos chamados sem-terra terão o topete de desafiar o Exército auriverde para invadir e depredar propriedades e desestabilizar o governo. 

Aqui nesta terra dos altos coqueiros, infestada de zumbis da seita do cordão encarnado, que seja indicado um fiel escudeiro do Capitão Marvel para a direção do Incra. As infestações vermelhas continuam no ar. O deputado Luciano Bivar está na linha.    

Os desvalidos do MST são apenas massa de manobra dos vivaldinos. No jargão marxista, formam o lumpem proletariado, ou a “ninguenzada” de que falava Darcy Ribeiro, sem eira nem beira e que se presta a qualquer manobra em busca da sobrevivência. São doutrinados pela esquerda radical, e poderiam ser doutrinados em qualquer direção.    

O lumpem proletariado é carente de profissionalização, de educação, de moradia. A questão agrária depende de infraestrutura, mecanização, manejos produtivos. Distribuir uma gleba de terra em nada resolve o problema de famílias indigentes.

Os farsantes e demagogos do MST e congêneres vivem pendurados nas glândulas mamárias de ONGs e habitam moradias do melhor padrão de classe média. Acampamentos ou barracas do MST submetem os desvalidos a condições promíscuas, sem saneamento, sem instalações sanitárias.

O lema “Terra, trabalho e pão”, ou “Paz, terra e pão”, importado da revolução bolchevique da finada União Soviética no início do século passado, tem auras de romantismo ou de heroísmo, mas não funciona na realidade. Nem precisamos lembrar a tragédia humanitária sofrida por milhões de camponeses sob o terrorismo comunista.

Reforma agrária é agenda de meados do século passado. Vem dos tempos da enxada e do gemido do carro de boi. É um gemido do passado. A realidade agrária em Pernambuco é de minifúndios. Terras do semiárido, aí são outros quinhentos, demandam investimentos públicos em irrigação, mecanização e tecnologia.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Asfaltos

18/02


2019

Viva a intelijumência!

MONTANHAS DA JAQUEIRA – O Brazil não tem vulcões, nem tsunamis, nem terremotos feito o Japão, nem desertos feito Israel. Só tem mineradoras, banqueiros e cobradores de impostos.

Existe uma vastidão de sábios, gênios e iluminados na economia, na administração pública, nos bancos, nas mineradoras, nas mesas dos bares, em todos os cantos onde canta o carcará e onde cantava o sabiá.

Vou escrever a seguinte tese de doutorado: sem vulcões, sem neve, sem tsunamis, com tantos sábios e gênios, o Brazil jamais será um País desenvolvido. Se a intelligentsia até hoje não deu certo em 519 anos de história, viva a burrice! Viva a intelijumência!

Minha tese é revolucionária. Eu mereço um prêmio, quando nada um título de Doutor Honoris Causa, pois existem tantos analfabetos doutores na USP, eu ao menos fiz o curso do Mobral, modéstia à parte.  

As universidades são um paiol de gênios adoradores de um guru semianalfabeto guru de uma seita vermelha. 

Neste Brazil de tantos gênios o guru nacional é um cara semianalfabeto, corrupto e demagogo. Eike Batista era um gênio das finanças, era o Macunaíma versão digital. E daí?! Conseguiu até casar com uma mulher saborosíssima, Luma de Oliveira. Degustar mulheres saborosas é um dom.

Cada vez que ocorre um terremoto no Japão, aquele País se torna mais desenvolvido. As placas tectônicas impulsionam a inteligência dos japoneses. Nippon não tem uma gota de petróleo, nem soja, nem ferro. Nippon banzai, banzai nippon! Viva o Japão!

Uma loba da máfia financeira revelou, em delação espontânea, que o banco X, a maior arapuca financeira do Brazil, obteve um lucro de 18,7 bilhões de reais em nove meses do ano passado. A delação foi feita em plena luz do dia, diante de senhoras, velhinhos e crianças, e seu ninguém foi preso.

A Caixa anti-Econômica Federal, banco mais ineficiente deste País, funciona como o maior cassino de loterias do mundo, com rendimentos de bilhões. Os bancos estatais criaram centenas de diretorias e sinecuras com salários de mais de 50 mil reais. A farra continua. 

A extorsão do sistema financeiro é uma das modalidades mais perversas e sofisticadas de assalto aos rendimentos da população. Na sequência criminosa, os mafiosos cometem a prática de compra e venda dos títulos da dívida pública. Eles se vangloriam de ter descoberto a fórmula do crime perfeito.

A exploração de minérios é outro crime cometido contra o patrimônio público. O presidente da República da mineradora Vale é um assassino de rios, de montanhas, da flora, da fauna e de centenas de famílias em Minas Gerais. O serial killer chama os assassinatos de “acidentes”. Foi chamado de bandido, assassino em sessão no Congresso Nacional e se manteve impávido feito uma montanha de granito.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


04/02


2019

Os assassinos da natureza

MONTANHAS DA JAQUEIRA – Este é um País tropical, abençoado por Zeus e bonito por natureza. Nosso céu tem mais estrelas, nossos bosques têm mais vida, os assassinos da natureza são mais gentis. Aqui não existem vulcões, nem terremotos, nem tsunamis.    

A mineradora Vale do finado Rio Doce exporta montanhas de ferro e fabrica crateras lunares em Minas Gerias. Este é o planeta dos minérios, da soja, do petróleo e das palmeiras onde canta o carcará e onde cantava o sabiá. Um carcará me contou que a Vale é a maior fabricante de lama e de crateras do mundo, aliás, é a segunda maior mineradora do planeta, moléstias à parte.

“Oh Minas Gerais! Quem te conhece não esquece jamais!” “Tuas montanhas são preitos de ferro/ que se erguem da pátria alcantil”.”Tua lua é a mais prateada/ que ilumina o nosso torrão!”   

Oh vulcões de Brumadinho e de Mariana! Oh finados Rio Doce e Rio Paraopeba! Oh terremotos nas montanhas de ferro de Minas Gerais! 

Os peixinhos de água doce do finado Rio Doce morreram antes de nascer. As flores foram assassinadas antes de florescer. 

As matas ciliares, as corvinas, os preás, bem-te-vis, beija-flores, os calangos, as piabas, surubins, tatus, tilápias, lagartixas, borboletas, todos esses irmãos da fauna e da flora estão crucificados no dilúvio de sangue e de lama das Gerais.

Em 2015 aconteceu a tragédia de Mariana, agora em 2019 o dilúvio de Brumadinho, daqui a 4 ou cinco anos, infelizmente ... Novas tragédias são anunciadas e concretizadas. 

Dizei-me, oh abençoado Drummond: “Alguns anos vivi em Itabira/ principalmente nasci em Itabira.// Por isso sou triste, orgulhoso: de ferro.// Noventa por isso de ferro nas calçadas./ Oitenta por cento de ferro nas almas/”.  “Itabira é apenas uma fotografia na parede./ Mas, como dói!” Mariana dói! Brumadinho dói!

Prenderam meia dúzia de quatro a cinco engenheiros?! Isto é piada. O crime é produzir, impunemente, um oceano transatlântico de lama e fabricar crateras lunares na imensidão de um território. 

O assassinato dos rios e montanhas e a fabricação de crateras irão atrair as pragas da ecologia, tipo infestação de piolhos, lêndeas e chatos, nuvens de gafanhotos, chuvas de pedras, moscas, trevas, morte do gado, poluição das águas, como se fossem as pragas do Egito decretadas pelos faraós.

Os rios e as montanhas do Brazil estão sendo esfaqueados e assassinados pelos faraós das mineradoras. São os assassinos da natureza.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


28/01


2019

Esquerdopatia e realidade

Por Márcio Accioly

O esquerdopata é animal despreparado que nada enxerga e que está sempre buscando ajustar ocorrências a conveniências próprias. Esquerdopata é animal que não lê nem estuda, jamais reflete sobre nada e raramente exibe momento de lucidez ou manifesta algo racional que emerja de pensamento. Esquerdopata não pensa!

Há quase quatro anos, quando o Brasil era ainda “administrado” por quadrilhas petistas (cujo ladrão-mor se encontra preso em cela da PF, Curitiba, quando deveria estar em presídio comum), tivemos o rompimento da barragem de Fundão em Mariana (MG). Aconteceu na tarde de 5 de novembro de 2015.

Pois bem: de lá para cá, quase nada foi feito para prevenir novos desastres (anunciados como inevitáveis), ninguém foi preso, as indenizações não aconteceram, os dejetos de metais desceram por Minas, atravessaram o Espírito Santo e desaguaram a contaminar o litoral e mar alto, acabando com a flora, a fauna e os corais.

Não se recordam palavras de nenhum esquerdopata condenando o governo de ladrões que dava cartas à época, e as promessas distribuídas ao vento perpassaram ouvidos incréus e se perderam nas inações costumeiras. Os ladrões governistas estavam preocupados em inflar o alcoólatra ex-presidente, atuando como caixeiro viajante de grandes empreiteiras e comendo propinas fartas de dinheiro do BNDES.

O desastre de agora, de Brumadinho (na mesma Minas Gerais), vem sendo anunciado há anos, sem que se tomasse medida preventiva. Em julho do ano passado, por exemplo, a Comissão de Minas e Energia da Assembleia Legislativa daquele estado “rejeitou projeto de lei com regras mais rígidas” para a fiscalização e licenciamento de barragens. O Antagonista relembrou o fato numa postagem.

O deputado João Vítor Xavier, autor do projeto de lei, repisou o fato em várias oportunidades, mas não encontrou ressonância às suas propostas. Os deputados da chamada esquerda foram responsáveis pela sua derrubada. Ninguém sabe o que estava por trás da recusa, mas comenta-se que rolou muito “apoio” financeiro.

O anunciado desastre de Brumadinho, ora acontecido, leva esquerdopatas a criticarem o governo federal, buscando inverter ações e querendo culpar administração com menos de um mês de existência do desastre acontecido. Ora, e que fizeram governos criminosos de ladrões que vêm dominando o país desde a Nova República (1985)?

Que fez o PT, associado a grandes organizações internacionais de traficantes de drogas, envolvido nos atos criminosos mais vis de que se tem notícia, cujos chefões estão delatando uns aos outros e confessando que a legenda se especializou em roubos e furtos? Como se culpar uma gestão que praticamente acabou de assumir?

Aliás, medidas anunciadas pelo atual governo em tudo diferem daquelas da tresloucada Dilma Rousseff, que não junta A com B nem conhece sequer os pontos cardeais. Os esquerdopatas deveriam estudar, vasculhar a caixa craniana por vestígio de raciocínio e lutar pelo encarceramento do restante de seus líderes. São eles os culpados.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

O mais legal é ver alguém que votou no bozo dizendo que está faltando Deus nas pessoas enquanto grita: Ustra vive!

Fernandes

Sempre que o Brasil real - o Brasil da imensa maioria de despossuídos - levanta a cabeça, o Brasil oficial vai lá a corta essa cabeça. Ariano Suassuna.

Fernandes

O mesmo povo que chamava Lula de analfabeto e Dilma de ignorante fica gritando mito quando ouve Bolsonaro falar dejeitos e Benjamin Natanael. KKKK

Fernandes

DIREITOPATIA. ISRAEL NÃO PERMITE AJUDA HUMANITÁRIA NA PALESTINA,MAIS VEM AJUDAR O BOLSONARO,A SAIR DA LAMA NO BRASIL .

Fernandes

Márcio Accioly, tu que estás dizendo que esquerdopata não pensa. Direitopatia pensa? Será que o Bozo vai falar com executivos da Vale com a mesma altivez que trata trabalhadores do MST?



28/01


2019

Precisamos cultivar os nossos jardins

MONTANHAS DA JAQUEIRA – Era uma vez uma seita vermelha! Eleger o Capitão Marvel presidente da República e o general Mourão vice-presidente, montar um ministério com o respaldo constitucional das Forças Armadas e exterminar o ovo das serpentes comunistas, isto não é pouca coisa.

O Brazil pulou uma fogueira do tamanho do mar vermelho e do oceano não pacífico. O novo Governo do Brazil, mais que o Capitão Marvel com seus pecados ou virtudes, o conjunto da obra, constitui um avanço extraordinário.

No ritmo da campanha eleitoral o Brazil navegou no fio da navalha com risco de derivar para um compasso à moda da Venezuela. “Oh esta terra ainda vai cumprir seu ideal, ainda vai tornar-se uma imensa Cuba, uma imensa Bolívia, uma big Venezuela”, recitavam o guru e seus devotos os zumbis, sanguessugas, vampiros e caboclos mamadores pendurados nas glândulas mamárias de Brasília et Orbi.

As elites de meias tigelas do Brazil são portadoras de hímen complacente e se prostravam diante do umbigo para se locupletar do poder. O hímen das elites depende do Money de vaselina das minas de ouro do BNDES. E toca a guitarra da Casa de Misericórdia da Moeda. 

Os ovários das serpentes vermelhas ainda infestam os jardins das aflições culturais, acadêmicas e midiáticas deste Brazil.

O ministro da Educação, Ricardo Velez, cumpre a missão heróica de sanear as infestações gramscianas e submarxistas nos currais da seita vermelha. Assim se passaram 16 anos de polinização das sementes pecaminosas. Exemplos, a saber: 

Patrulhas ideológicas impediram, em outubro do ano passado exibição do filme “Jardim das Aflições”, do diretor Josias Teófilo, sobre a obra do escritor Olavo de Carvalho, no Centro de Ciências Desumanas da UFPE. Foi uma manifestação de estupidez e ignorância.

Por decisão de um bicho de granja comunista, o documentário foi proibido de constar na programação do Cinema São Luiz, do Governo do Estado. Um bicho de granja comunista do B chamou o professor Olavo Roble até de arroz doce.   

Se fossem menos estúpidos os censores aproveitariam para conhecer o pensamento do escritor Olavo, umas das mentes mais brilhantes do panorama cultural brasileiro.

Esta em tempo de ser promovida a exibição do filme nos jardins  culturais da UFPE ou da Fundaj, se necessário com aparato para garantir a liberdade de expressão. Vejamos se a mundiça vermelha vai encarar. Te liga novo diretor da Fundaj, Alfredo Bertine!

À moda de Voltaire, precisamos cultivar os nossos jardins. Mas, que não sejam jardins vermelhos de aflições, parodiando o ditado do pensador Olavo de Carvalho. Chamado de guru do novo governo, o professor Olavo Roble encara a mundiça vermelha e lança luzes em nossos jardins auriverdes.    


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/01


2019

Adeus, estrelas cadentes!

MONTANHAS DA JAQUEIRA – Os líderes da seita vermelha são estrelas cadentes. Estão enjaulados ou degredados.  A resistência dos impenitentes contra o Governo do Capitão Marvel e seus generais é uma vela acesa. Consome-se a si mesma em tempos de velório. Ou que seja um candeeiro aceso. Apagaram o candeeiro, derramaram o gás. 

Prossegue a temporada de desamamentação dos bezerros vermelhos nas glândulas mamárias de Brasília et Orbi. Os bichos estão sendo desmamados e desarmados. Há choro e ranger de cascos nas estrebarias do cordão encarnado.

Eles mamam e amam as glândulas mamárias das sinecuras federais e das ONGs. Oh mamas, oh papas, a gente queremos mamar! O guru da seita assim falou aos seus devotos: mamai-vos uns aos outros assim como eu mamei nos mamilos da Odebrecht e das empreiteiras,

Muda, Brazil! Muda, Bolívia! O cocalero Evo Morales agora fala mansinho com o Capitão Marvel e até ajudou a extraditar o assassino italiano Cesare Battisti, acoitado desde 2044 por seus parceiros e pareceiros nestas terras auriverdes.

Na Venezuela o capadócio Nicolas Maduro emite sinais de que aceita dialogar com o Capitão América McDonald’s Trump. O Capitão América e o Capital Marvel estão na linha de frente e se Zeus quiser o assassino Maduro será cassado, capado e defenestrado do poder, para livrar milhões de venezuelanos de uma tragédia humanitária e de ditadura decrépita. Isto é solidariedade universal entre os povos.  

Muda, Itamaraty! No passado recente a seita vermelha apoiava e financiava a ditadura terrorista de Nicolas Maduro.

C’estão escandalizados porque a pastora Damares teve um delírio religioso na idade da infância em cima de um pé de goiaba?! Que tal o ministro de Direitos Humanos da seita vermelha, que apoiava as exibições “artísticas” de profanações religiosas, de exaltação à pedofilia, surubas e patifarias mil?! Ah inocentes!

Falar nas cores de rosa e azul das criancinhas é um escândalo?  Escandaloso é o déficit da Previdência Social, de mais de 300 bilhõezinhos de reais este ano.

A dívida pública, na beirada dos 3,8 trilhões de reais, é o crime perfeito. Todos os 200 milhões de brasileiros devem aos banqueiros e todos os banqueiros devem aos brasileiros. Ninguém desmancha esse nó. Os lobos e as lobas do sistema financeiro tão nem aí.

Os vampiros do sistema financeiro sugam mais sangue e suor no pescoço dos brasileiros que os orçamentos de saúde, educação e segurança. Isto, além dos vampiros do sistema financeiro.

Saúde, segurança e educação pública já estão falidas, zero novidade. Brasileiros são mortificados no dia a dia ou entregues ao “Deus dará”. Nos anos de fartura, emprego e crescimento econômico, o ministro Delfim Neto dizia: “Eu cuido do 60 milhões (de brasileiros), o resto é com Deus”.

A derrota política e eleitoral da camarilha vermelha foi um livramento para o Brazil. Mas, neste país impregnado desde a Colônia do espírito de Macunaíma, o imponderável continua no ar.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/01


2019

O assassinato da Venezuela

MONTANHAS DA JAQUEIRA – Por incrível que pareça o ditador assassino Nicolas Maduro uma vez na vida falou a verdade: a Venezuela está no centro de uma guerra mundial. Faltou dizer que ele próprio é o criminoso de guerra.

O facínora Maduro está assassinando a Venezuela e aterrorizando seus compatriotas.

A Venezuela hoje é um campo de extermínio, de repressão e torturas. Regime falido, qual o mistério da sobrevivência do ditador? Resposta: é a corrupção, as milícias e apoio logístico internacional do czar da Rússia, Vladimir Putin.

A PDVSA funciona como uma refinaria de corrupção e drogas, as drogas dos petrodólares. Militares corruptos se amamentam nas glândulas mamárias do óleo de pedra. Os tiranos Hugo Chavez e Nicolas Maduro corromperam as Forças Armadas em troca do apoio à ditadura. A seita vermelha do PT apoiava e financiava a ditadura assassina de Chavez/Maduro.

Petrodólares são drogas corruptoras e mais alucinógenas que o LSD e cocaína. A Venezuela está sendo assassinada pelo facínora Nicolas Maduro e seus sequazes, diante da pusilanimidade das esquerdas latino-americanas e a impotência da ONU.

A Rússia injeta bilhões de dólares, sem retorno, na economia falida da Venezuela. Mais importante que fornecer óleo de pedra para mover as carruagens de Putin, Maduro irá entregar a ilha de Orchila, a 200 quilômetros de Caracas, como oferta de gratidão para a Rússia instalar base de lançamento de mísseis atômicos intercontinentais. As ogivas atômicas poderão atingir a caixa dos peitos de McDonald Trump via costa oeste, o Oceano não Pacífico.     

Instalar uma base de lançamento de mísseis em território estratégico não tem preço.

A Venezuela é a Síria da América Latina, cujos ditadores exterminam seus compatriotas com apoio do czar russo Vladimir  Putin.  O ditador Maduro é um fantoche do novo czar da Rússia. 

Ilusão de óticas dizer que a Guerra Fria entre as superpotências nucleares c’est fini. Necas. Além dos Estados Unidos e Rússia, hoje o Império Chinês, Reino Unido, França, Paquistão, Israel e a Coreia do Norte possuem arsenais atômicos.

Os senhores das guerras construíram muros transatlânticos não pacíficos entre os oceanos azuis, vermelhos e amarelos dos Estados Unidos, da Rússia e do Império Chinês. Os meninos e as meninas vestem azul da cor de oxigênio, encarnado da cor de brasa e amarelo baunilha.       

Com a vitória do Capitão Marvel e seus generais, o Brazil saiu da órbita dos imperialistas vermelhos – Rússia, China e seus satélites – e ingressou no campo de gravidade dos EUA.

No momento em que a Venezuela vive uma tragédia  humanitária, a beata mocinha do nariz vermelho rasteja para lamber as mãos criminosas de Nicolas Maduro, junto com o terrorista Daniel Ortega da Nicarágua e o capacho do defunto Fidel Castro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


07/01


2019

Os zumbis serão exorcizados

MONTANHAS DA JAQUEIRA – A meteorologia informa: o tempo mudou. Os zumbis serão exorcizados e vão ter que cair na real. Os bichos prometem resistir. Mas, com que roupa? Com a mortalha das camarilhas vermelhas. Olhai os mortos-vivos da Operação Lava Jato! Olhai o vampiro de Curitiba!

As serpentes comunistas e similares possuem fôlego de sete jararacas. É necessário fazer uma histerectomia radical nos úteros, , nos ovários, nas glândulas mamárias, nos testículos e nas tripas dos lobisomens. Duendes fazem romarias em torno do vampiro de Curitiba para beijar a barba e os sovacos dele.

O governo do Capitão Marvel chegou para botar moral e conta com o respaldo institucional das Forças Armadas, a começar pelo vice-presidente general Mourão. Bolsonaro conduziu o mais bem sucedido processo de transição de poder civil na história da República. Isto não é pouca coisa.

Os ódios ideológicos continuam acesos. As esquerdas ortodoxas vão ter que abdicar de preconceitos e cair na real.  

Não existe pecado no pastoril do cordão encarnado. Será permitido homem com homem virar lobisomem, mulher com mulher virar jacaré. Mas, a pastora-ministra Damares será proibida de vestir os meninos de azul da cor do céu e vestir as meninas da cor das rosas, porque simplesmente as rosas não falam e serão chamadas de reacionárias.

Elevam o irrelevante à categoria do bizarro para desqualificar o governo e seu ministério.

Depois de navegar na estratosfera do planeta o ministro-astronauta Marcos Pontes irá assinar convênio com Israel para instalar dessalinizadores no Nordeste? Não precisa. Já existem dessalinizadores no semiárido. O departamento de química da UFPE é referência internacional. Verdade, vírgula. Engenhos de dessalinização no sertão fornecem água para 50 famílias. Usinas para produzir água potável em Israel atendem a 2 milhões de pessoas. Água sem sal dos engenhos é da esquerda. H2O potável de Israel é capitalista.        

Se Albert Einstein ressuscitasse e fosse nomeado pelo Capitão Marvel ministro da Ciência e Tecnologia, o cientista Luís Inácio Lula da Silva diria que a teoria da relatividade é reacionária e deve haver resistência contra o limite da velocidade da luz no universo.  

Em artigo publicado no jornal espanhol “El País”, Fernando Henrique Cardoso considera anacrônica a visão de mundo do novo governo. Anacronismo era defender as ditaduras comunistas na era do PT.

 O chanceler Ernesto Araújo é considerado excêntrico por combater o terceiro-mundismo de esquerda. “Admiramos os Estados Unidos da América. Admiramos os que lutam contra a tirania na Venezuela”, palavras do chanceler. Bravo, bravíssimo!   

O intelectual Ernesto Araújo e o professor Olavo Roble, o popular Olavo de Carvalho, são mentes brilhantes sintonizadas com as luzes do liberalismo econômico e das liberdades democráticas.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

BM4 Marketing

31/12


2018

A travessia do Mar Vermelho

O Capitão Marvel tem todos os defeitos, menos um: é vacinado contra o veneno das serpentes comunistas. Isto é essencial para o Brazil, fazer a travessia do Mar Vermelho. Zil-zil! Vrum-vrum!

Oh lacraias vermelhas, o Capitão Marvel chegou para botar moral junto com Mourão, constitucionalissimamente!

Alcançamos um novo patamar nesta travessia do Mar Vermelho e do Mar Morto. O Mar Vermelho concentra os naufrágios dos  cofres públicos das estatais e dos fundos de previdência e os sonhos de mais de 12 milhões de desempregados. No Mar Morto estão sepultadas as assombrações e o diabo a quatro das ditaduras de esquerda na América Latina e republiquetas africanas.  

Sob a direção do cineasta Cecil B. DeMille, o profeta Moises libertou o povo hebreu da escravidão no Egito e o conduziu à terra prometida. Ao assumir o governo estrelou o filme os 10 Mandamentos no alto das montanhas do Sinai. O 9º Mandamento, “Não roubar”, continua em vigor, apesar dos habeas corpus impetrados em Brasília pela turma politicamente correta para tentar revoga-lo.

O Governo do Capitão Marvel tem a missão de fazer a travessia do Mar Vermelho da corrupção, esmagar os ovários das serpentes comunistas e conduzir nosso Brazil rumo à prosperidade econômica e social. Missão heroica número 1: derrotou a seita vermelha. Ó glória!        

Mas, sem ilusão: a cebola chamada Brazil está contaminada de corrupção até o tutano. 

Também muda o alinhamento do Brazil na geopolítica internacional. Os Estados Unidos e Israel, potências econômicas e democráticas, são aliados preferenciais e de primeira hora, noves fora as ideologias terceiro-mundistas de ditaduras corruptas e falidas.   

A ausência da mundiça vermelha na posse do Capitão Marvel é benfazeja. A presença é que seria indesejável. Os bichos estão tresvariando, com a síndrome da abstinência de poder.    

Estiveram presentes, sim, de mão cheia, no financiamento e apoio às ditaduras comunistas de Cuba, da Venezuela, ao regime narcotraficante da Bolívia e aos ditadores ladrões de republiquetas africanas tipo a Guiné Equatorial.

O guru da seita cumpre quarentena de repouso numa jaula no Paraná. Hoje é um santo de pau oco, como se diz no lendário popular, idolatrado apenas por legiões de alienados ideológicos.  Prender e manter preso por corrupção um ex presidente da República, todo poderoso, não é pouca coisa.

Vai ser difícil tira-lo da cadeia. Tem mais cinco ou seis processos no lombo. A derrota atrai todos os raios e tempestades. Os vitoriosos são incensados, chamados de lindos, charmosos e joiados. Faz parte da natureza humana, ou desumana. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


24/12


2018

Espinhos à flor da pele

MONTANHAS DA JAQUEIRA – O Manifesto Comunista de Marx-Engels alardeava em 1848: “Um fantasma ronda a Europa, o fantasma do comunismo”. Atualmente cabe dizer com propriedade: “O fantasma da seita dos zumbis vermelhos ronda o Brazil”.

A seita foi instalada nos arraiais do pensamento universitário, nas artes, na mídia, em todos os cantos onde canta o carcará e onde cantava o sabiá.

Esse fantasma foi emprenhado em mais de uma década da dinastia vermelho nas glândulas mamárias da República. As pessoas estão com espinhos na flor da pele, espinhos na garganta. Também plantaram muros nos corações do Brazil.

Subitamente, não mais que subitamente, o Brazil virou um Arraial de Canudos. Ou uma romaria do Padim Ciço do Juazeiro. Ou uma legião dos cangaceiros de Lampião. Existem faíscas no ar. As pessoas estão armadas até o tutano.

“Cesse tudo que a antiga musa canta, que outro valor mais alto se alevanta”. Subitamente, não mais que subitamente, o Capitão Marvel aflorou no recinto.  A casa caiu. A fonte secou. A farra acabou. As glândulas mamárias das ONGs chapas brancas serão capadas. Haverá choro e ranger de dentes na seita vermelha.

Sabemos de antemão que a seita não desiste jamais. Faz parte da natureza do fanatismo. Restarão as viseiras da cegueira ideológica ou da insanidade. Criaturas independentes, livres para apensar e sem compromissos partidários, fazem parte do capítulo da democracia e merecem respeito, claro, em nome da liberdade de  pensamento e da pluralidade.

À moda das romarias ao Padim Cícero do Juazeiro, os zumbis rendem devoção ao guru vermelho. La cumparsita do narizinho vermelho dança o tango da agonia na jaula de Curitiba e jura que o guru bode rouco é o corrupto mais inocente do Brazil. Ela é a beata Mocinha do padroeiro da seita do cordão encarnado.

Todíssimas maldades serão atribuídas à direita. As estrelas do céu, os passarinhos canoros e os diamantes límpidos são da esquerda. O carcará é da direita. Os beija-flores são das esquerdas, segundo os zumbis da seita vermelha.

Os caboclos mamadores estão berrando porque serão desmamados. Os novos bárbaros do MST e similares vão ter que baixar a crista. Vejamos a valentia de um Stedile e de um Boulos depois de serem desmamados.

Nos tempos recentes os vermelhos reinavam soberanos. Agora está mudando o mando de campo. O Governo do Capitão Marvel é o mais forte da história da República, porque está blindado pelas Forças Armadas, a começar pelo vice-presidente general Mourão e sete generais na Esplanada dos Ministérios, inclusive um almirante. Não é pouca coisa.  Constitucionalissimamente.

A mundiça vermelha está tremendo nas bases porque a parada agora é federal.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Não reprima seus sentimentos. Peide feliz!



17/12


2018

Pastora Damares e as “putinhas aborteiras”

MONTANHAS DA JAQUEIRA – As “Putinhas aborteiras” são um grupo de donzelas politicamente corretas que deitam e rolam e cantam cantigas do punk pornô e do liberou geral. “Se o Papa fosse mulher o aborto seria legal. Peca pepeca! O Papa peca. Ei, Papa, levante o seu vestido, quem sabe aí embaixo não está o Amarildo!”

Falam de sexo, aborto, pererecas, genitálias. As putinhas aborteiras ficaram putas da vida com a indicação da pastora Damares para o Ministério dos Direitos Humanos.

Ao invés da Damares, segundo as putinhas, Pablo Vitarela seria o melhor nome para o Ministério dos Direitos dos Homens do sexo frágil, das mulheres de bigode e dos bofes.

As aborteiras exibem as genitálias e os sovacos cabeludos em exibições artísticas politicamente corretas. Para atiçar a emoção de vocês, donzelas e donzelos que estão lendo estas linhas, eu sugiro dar um rolé no Google e pesquisar as performances dessas meninas. Vocês vão adorar as cantigas e as letras das putinhas.

A pastora deu um vacilo politicamente incorreto.  Revelou que quase criança aos 10 nos de idade, com traumas de infância, viu Cristo num pé de goiaba. Damares nunca deu um tapa na pantera. Foi bobeira. A mundiça vermelha pegou no calcanhar da pastora.

O babado é o seguinte, brother. No modo de ser politicamente correto, se o bicho quiser falar com o Além deve embarcar no expresso Canabis, dar um tapa na pantera e navegar nos vapores da Mary Joana. A canabis faz as cabeças progressistas.

O ditador assassino da Venezuela, Nicolas Maduro, contou que o espírito tenebroso do finado Hugo Chavez  pousou em sua cabeça sob a forma de um passarinho e o abençoou. Os vermelhos não chamaram Maduro de delirante nem de impostor. Agora zombam da pastorinha Damares por um episódio meio pitoresco de infância. Maldade.

Umas sinhazinhas amigas minhas, simpatizantes do cordão encarnado e que não gostam de pés de goiaba, ficaram horrorizadas  com a indicação da pastora Damares para o Ministério dos Direitos Humanos. Elas também abominam a performance pornô do ator Alexandre Frota. O erotismo de Frota é da direita, dizem.

Mas, por serem libertárias, as sinhazinhas adoram as manifestações artísticas de Pablo Vitarela, o funk de JuJu Danoninho e suas mamas. A exibição de Pablo Vitarela é politicamente correta, segundo elas, está liberada.

Curioso é que as sinhazinhas não ficaram horrorizadas quando um bípede de plumas, tirando onda de ator, subiu no palco no festival de teatro de Garanhuns e chamou Jesus Cristo de gay. Dizem que o bípede apenas exercitou a liberdade de expressão.

Eu vos direi, sinhazinhas e sinhozinhos vermelhos, mundiça do cordão encarnado, subam num pé de goiaba e despertem para Jesus.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Wellington Antunes

Que texto mdis babaca!



10/12


2018

Segura o rojão, Capitão Marvel!

MONTANHAS DA JAQUEIRA – A seita vermelha não desiste, never, jamais. Faz parte da natureza do fanatismo. Está escrito – maktub – nas estrelas do cordão encarnado. Os zumbis vão cumprir a ameaça de boicotar o governo em todas as estações da temporada. Em 16 anos no poder, eles infestaram os venenos vermelhos nos gânglios, nos neurônios e nas tripas do Brazil.

Os zumbis foram repudiados e estraçalhados nas urnas, mas ainda arrebatam milhões de devotos. Garimpar 47 milhões de votinhos não é pouca coisa para uma facção que arruinou a economia, degradou a política e fabricou uma montanha de 14 milhões de degredados no mercado de trabalho. Agora exercem a lógica do cinismo ao chamar os adversários de fascistas.

Eles construíram lendas nas cabeças dos brasileiros. Foi criada a lenda da corrupção do bem e da corrupção do mal. Os corruptos da esquerda, da caterva vermelha e derivados serão sempre proclamados inocentes, acima da lei, da ordem e do progresso.

Existem também as ditaduras do bem e as ditaduras do mal. O ideal, segundo a caterva vermelha, seria ressuscitar o Muro de Berlim, construído em 1961 nos tempos da Guerra Fria para separar a maldade imperialista ocidental da pureza comunista na Alemanha, cujo regime fracassou.

O regime comunista de Cuba, inaugurado com fogos de artifício e fuzilamentos em 1959, é considerado o modelo da ditadura do bem. Centenas de milhares de rebeldes já foram fuzilados, torturados e presos. Passados 59 anos os cubanos permanecem escravizados pelos ditadores genocidas Fidel, Raul Castro e seus vassalos.

A ditabranda civil-militar do Brazil, vigente desde 1964 até a anistia em 1979, livrou nosso País de uma ditadura comunista e a mundiça vermelha ainda hoje roga praga contra o regime de arbítrio.

Os terroristas da guerrilha do Araguaia na década de 1970, amantes e financiados por Fidel Castro, foram anistiados, indenizados e glorificados como heróis da Pátria. A guerrilha terrorista do Araguaia e o movimento narcotraficante das farc colombianas tinham o mesmo DNA revolucionário marxista.

Os generais, brigadeiros e almirantes de hoje eram crianças quando aconteceu a “Redentora” de 1964. Jair Messias Bolsonaro, o Capitão Marvel, tinha apenas 9 aninhos. Luizinho, menino treloso, naquela época apenas roubava mangas nos sítios de Caetés, nem sonhava em ganhar um sítio de presente em Atibaia e um apto triplex no Guarujá. Os sonhos da vida dão muitas voltas.

Estamos em guerra, todos sabem. Tratados internacionais proíbem a utilização de armas químicas tipo napalm, gás sarin, agente laranja. Os zumbis vermelhos recorrem a armas bacteriológicas. A ex presidente incompetente vai liberar ventos orgânicos de teores tóxicos. O guru da seita expele coliformes verbais. Seus devotos lançam venenos de escorpiões, gafanhotos, jararacas e cascavéis.

Segura o rojão, Capitão Marvel!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


03/12


2018

Viva a Pátria e chova arroz!

MONTANHAS DA JAQUEIRA – Os futuros ocupantes da Esplanada dos Ministérios estão recebendo flechadas da mundiça vermelha pelo simples fato de serem politicamente corretos.

A ascensão do Capitão Marvel à Presidência da República acende em minha retentiva algumas sentenças sobre a presença de militares na República, a saber:

O jornalista macróbio Helio Fernandes (hoje com 98 anos) costumava dizer que a República nasceu militar, militarista e militarizada. O marechal Deodoro da Fonseca foi um dos proclamadores e primeiro presidente da República. Governou de 1889 a 1891. Seu sucessor, o Marechal Floriano Peixoto, comandou a chamada “República da Espada”, de 1891 a 1894.

No ciclo dos generais presidentes pós-1964, foi lançado um balão de ensaio sugerindo que o coronel da reserva, ministro Jarbas Passarinho, poderia voar até o Palácio do Planalto na sucessão do general Costa e Silva. Atribui-se ao general Orlando Geisel, um dos condestáveis do Exército, ter dito a seguinte frase: “Gosto muito de Passarinho, mas não bato continência para coronel”.

Faltou alpiste e a cogitada candidatura de Passarinho tornou-se  natimorta. Passarinho esbarrou no dogma da hierarquia militar.

Hoje os generais, brigadeiros e almirantes batem continência para o Capitão Marvel, reformado do Exército, eleito presidente da República e futuro comandante em chefe das Forças Armadas.

O jornalistazinho Kenedy Alencar disse que a indicação do general Fernando Azevedo e Silva para o Ministério da Defesa era um retrocesso. Retrocesso era o Ministério da Defesa sob o comando de um comunista ortodoxo do B, indicado para constranger as Forças Armadas, com o objetivo sorrateiro de infiltrar o vírus marxista revolucionário na instituição. Funcionou na Venezuela e ainda hoje o terror comunista escraviza aquele País.          

Retrocesso é um cara feito Kenedy Alencar usar a patente de jornalista para escrever babaquices.

Também foi dito que o futuro chanceler Ernesto Araújo está causando constrangimento na área diplomática por ter prometido dedetizar o monturo marxista no Itamaraty. Constrangimento nenhum. Noves fora a mundiça vermelha, o exterminador de insetos comunistas motiva contentamento, alegria, alegria!

Nos tempos do lunário vermelho um chancelerzinho chamado Celso dos grudes, com 1 metro e meio de altitude ideológica, atuava de modo ostensivo como aliado das ditaduras terroristas da Venezuela, Cuba, Bolívia e Nicarágua. Sem nenhum senso de ridículo, se ofereceu para intermediar negociações entre os Estados Unidos e o extremista do Irã, Mahmoud Ahmadinejad a respeito da produção de armas atômicas. Mais que constrangedor, isto sim era desmoralizante para a diplomacia do Brazil.

No Palácio do Itamaraty até os cisnes foram pintados de vermelho. Hay que enquadrar os cisnes e as luvas de pelica dos diplomatas no modelito auriverde que “a brisa do Brazil beija e balança”, no dizer do abençoado poeta Castro Alves. Fora a camarilha vermelha, viva a Pátria e chova arroz!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Não reprima seus sentimentos. Peide feliz!



26/11


2018

Alvíssaras, Capitão Marvel!

MONTANHAS DA JAQUEIRA – Alvíssaras, Capitão Marvel! Os clarins anunciam: haverá um freio de arrumação. O efeito do dia seguinte funciona de antevéspera. O Capitão Marvel bota moral e o Brazil respeita.

Vai começar a entressafra nas glândulas mamárias que alimentam os parasitas de ONGs. Os vândalos e novos bárbaros do MST e congêneres baixam a crista.       

O partido da estrela virou a seita dos zumbis vermelhos. Isto, dito com gentileza. Noutros termos virou organização criminosa. Em sendo devotos de uma seita, os zumbis vermelhos se tornaram fanáticos. Tentar dialogar com fanáticos é a luta mais vã, como diria o bem-aventurado Drummond.

Apesar de tanta corrupção e patifarias, da eclosão dos ovos da serpente do mal, a seita do guru vermelho foi derrotada. O segundo turno passou na janela e só Carolina não viu. Criatura tão distraída, Carolina também não percebeu quando os brasileiros estavam sendo subtraídos pelos zumbis da seita vermelha em tenebrosas transações.

Na linguagem siciliana, Il capo di tutti capi, o chefe de todos os chefes, está preso em Curitiba. Dezenas de capi da família mafiosa também estão na cadeia, o que não é pouca coisa, nem aconteceu por acaso.

Assim se passou mais de uma década de tenebrosas transações. Falar nos assaltos aos cofres públicos da Petrobras e do BNDES é pleonasmo, é conjuntivite na vista. Roubaram os sonhos do Brazil.  Defloraram o coração do Brazil. Saquearam e aparelharam as estatais e os fundos de previdência.

Nesta fase de transição de governo somos informados de que a camarilha criou na direção do Banco do Brasil 1.048 cargos de “confiança” com salários acima de 50 mil, nove cargos de vice-presidente com salários de 61,5 mil, 27 novas diretorias e outros 27 cargos de gerentes-gerais remunerados a 47,7 mil reais.

Em tempos recentes os famigerados Programas de Demissão Voluntária, os nefastos PDVs, foram implantados em nome da “oxigenação” da máquina e da modernidade. Diretores especialistas em terrorismo psicológico feito ervas juremas do mal, se compraziam em alcançar a meta de demitir, perseguir e prejudicar  milhares de funcionários e seus familiares. Faz parte da maldade humana.

As metas de patifarias também foram multiplicadas na Caixa Econômica Federal, o banco público mais ineficiente do Brazil, onde foram criadas 35 diretorias com salários na faixa dos 50 mil reais,  dezenas e centenas de sinecuras com remunerações milionárias. 

O Brazil sobreviveu à era da degradação política, da corrupção e da demagogia. Graças a Zeus, às urnas e à Internet. Ó glória! 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Não esquecer do Paulo Guedes, e seus fundos.KKKK

Jovelina Maria de Brito

Alvíssaras dizemos nós! Grata por lembrar sempre das vítimas dos fundos de pensão, eu incluída...Grata mesmo!!



19/11


2018

Aluguel de cubanos, cest fini

MONTANHAS DA JAQUEIRA – Alvíssaras, Capitão Marvel! Os clarins anunciam a vitória do trovão azul.

Alô-alô babões do PT, o programa Mais Médicos cubanos de aluguel vai acabar. Médicos, vírgula, são agentes de saúde básica fugitivos da ditadura comunista.   

Inconcebível, inverossímil, impraticável, um País tipo Cuba, com 11,5 milhões de habitantes (um pouco mais que Pernambuco, com 9,5 milhões de habitantes), consiga fabricar e exportar toneladas de médicos para o Brazil, América Latina, África e até para o Vale do Amanhecer. 

As faculdades de Cuba estão moendo a todo vapor para fabricar médicos. Basta o cara manjar um pouco de diarreia de menino e caduquice de velho para receber um diploma. Eles ganham no máximo 40 dólares por mês. Quando são alugados para outros países, multiplicam a meta. Ser médico em Cuba é padecer no paraíso comunista.

A venda de charutos, tipo Romeo Y Julieta, rende 259 milhões de dólares ao ano para Cuba. A previsão, no item de aluguel de médicos para o Brazil, era de arrecadar 332 milhões de dólares para os cofres da ditadura.

Existe uma lenda de que os charutos cubanos são feitos nas coxas de mulheres bonitas, por isso se tornam muy saborosos. Os técnicos de saúde são emprenhados nas coxas para exportação, sob hipoteca, deixando as famílias como reféns em Cuba para não desertarem.

Outro item muito rentável nas atividades econômicas de Cuba atualmente é o turismo sexual. A ditadura comunista tem zero preconceito em relação ao turismo sexual. Topa tudo por dinheiro, ou quem manda é o freguês, feito nas Casas Zé Araújo. Faz parte das tradições caribenhas desde os tempos do ditador Fulgêncio Batista. Os ditadores Fidel, Raul Castro e o atual ditador, um fantoche chamado Miguel Diaz-Canel, apenas socializaram os bordeis.

Mulheres do grelo duro, marmanjos do sexo frágil, do sexo flex – quem vai querer?! ... o turista endinheirado deita e rola com parceiras ou parceiros comunistas. Com um punhado de dólares na algibeira, os estrangeiros conseguem degustar fêmeas muito palatáveis nos hotéis de Havana.  

As entidades corporativas no Brazil boicotam ou dificultam ao máximo a criação de novas faculdades de Medicina, para garantir a reserva de mercado, manter os privilégios e sempre elitizar a profissão. Faz parte do programa “Menos Médicos”, de conteúdo antissocial e desumano. Quando são graduados os doutores recebem um chip como portadores de um reizinho na região abdominal. 

Nossas faculdades estão liberadas, sim, para fabricar toneladas de bacharéis na área de humanidades, em Letras, Sociologia, lero-lero. Haja bacharéis e saúde pública na indigência.

Faculdades que cobram mensalidades de até 8 mil reais são inacessíveis aos pobres e às classes médias, formam mercantilistas da Medicina, sem nenhum compromisso social.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


12/11


2018

Zumbis vermelhos vão baixar a crista

MONTANHAS DA JAQUEIRA – Os radicais de todas as cores e quadrantes estão pintados para a guerra nas dezenas de pontos dos cardeais, norte, sul, leste, oeste, centro-oeste, nos horizontes, na estratosfera. O pensamento acadêmico, os subintelectuais e os artistas de meias tigelas estão infestados pelos micróbios vermelhos.

Os zumbis vermelhos, os vikings, os novos bárbaros, carcarás,  lobisomens e serpentes destilam venenos. Os vampiros, escorpiões, trogloditas e outros insetos espalham brasas. São as brasas do ofício.   

Os lobos e os cordeiros se digladiam. Todos se transformam em feras, pois “o homem que nesta terra miserável/ mora entre feras sente inevitável/ necessidade de também ser fera”, no dizer do abençoado poeta Augusto dos Anjos, dos arcanjos e dos pecadores.     

Quem irá apascentar o coração do Brazil? Bezerros desmamados entram em fúria. As glândulas mamárias vermelhas vertem lágrimas.

Chamar adversários de fascistas é acusação infame e injusta, nada a ver com a direita conservadora do Brazil. As instituições garantem o Estado de Direito Democrático. Fascismo é sinônimo de assassinatos, terrorismo e tortura. Fascitoides são os esquerdopatas que financiaram e ainda hoje aplaudem os ditadores assassinos Nicolas Maduro na Venezuela e Daniel Ortega na Nicarágua.

Chora, menino pra comer pitomba! Vai começar a entressafra das pitombas vermelhas. Os zumbis roubaram as pitombas dos nossos quintais, roubaram as pitombas da Petrobras, do BNDES, dos fundos de previdência. Deixaram na indigência o fundo de Previdência Postalis, que distribuía pitombas com os funcionários dos Correios.  

Os zumbis da seita vermelha rebelam-se contra a vitória do Capitão Marvel e prometem resistência nas ruas, nas universidades, na mídia, nos movimentos sociais. Vão além, prometem sabotar o governo. Aí já muda de patamar.

Os bezerros serão desmamados das glândulas mamárias de ONGs chapas brancas, de sinecuras governamentais, da Lei Rouanet  e de estatais. O Governo Michel Temer manteve as mamatas a pretexto de não promover caça às bruxas, mesmo sendo  esculachado, chamada até de arroz doce.

Mais que transição de um governo, será a transição de um ciclo de 16 anos, a transição do mar vermelho de corrupção e patifarias. Aí os caboclos mamadores começam a berrar de antevéspera.

As universidades são autônomas para garantir a liberdade de pensamento. Ok. Liberdade de pensamento também de exercita em colégios e jardins de infância. Mas, universidades não são repúblicas independentes da República Federativa do Brazil.

Promover vandalismos e depredações não se enquadra no capítulo da liberdade de pensamento. A toda ação corresponde uma reação. Oposição democrática de rochedo, sim, bandoleiros do MST e congêneres vão ter que aguentar o rojão. Criminalizar os movimentos sociais? Os bandoleiros eles próprios se criminalizam.

A seita dos zumbis vermelhos não desiste jamais. Faz parte da natureza dos fanáticos. A casa caiu, la maison est tombée, a fonte secou. Os bezerros desmamados vão ter que baixar a crista. Alvíssaras, Capitão!   


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


05/11


2018

Mourão: Hoje é o dia seguinte

MONTANHAS DA JAQUEIRA – Os clarins anunciam: hoje é o Dia Seguinte. Haverá um choque de realidade, um freio de arrumação. Guenta o rojão, mundiça vermelha!

Vice-presidente eleito, comandante militar nas selvas e no asfalto, o general Hamilton Mourão revela sua visão geopolítica sobre a guerra do narcotráfico e a guerra cibernética, os 16 mil quilômetros de fronteiras com nove vizinhos sul-americanos e aparelhamento ideológico do Estado brasileiro na era do mar vermelho.

O sonho de consumo do general é que o Brazil seja uma potência emergente abaixo da Linha do Equador. Ouvi uma palestra do general Hamilton Mourão promovida pelo BTG Pontual, mediada pelo jornalista Augusto Nunes, e entendi de bom proveito comenta-la. O cara é ninja. 

Muitos demônios habitam as nossas fronteiras. Os demônios das drogas e dos contrabandos exportam as guerras do narcotráfico, do crime avulso e organizado.  

Nosso infelicitado País é o segundo maior consumidor de cocaína do mundo e o primeiro no cachimbo do crack. O general Mourão afirma que não por acaso no governo socialista de Evo Morales a produção de folhas de coca foi multiplicada por quatro, não apenas para serem mascadas inocentemente pelos camponeses nas altitudes.

Haveria a possibilidade de a seita vermelha transformar o Brazil numa Venezuela? Necas. Ex-adido militar na Venezuela, o general Mourão relata que o ditador Hugo Chavez começou a implantar seu projeto comunista a partir de uma doutrina elaborada pelo sociólogo peronista Norberto Cerosole, baseada no tripé “Caudilho, Exército e povo”. O povo foi anestesiado pelas  “misiones sociales” de distribuição de migalhas dos petrodólares e as Forças Armadas foram cooptadas nas glândulas mamárias da PDVSA.

As Forças Armadas no Brazil sempre estiveram blindadas contra a doutrinação comunista. O caudilho auriverde era o guru da seita vermelha e seus sequazes.

Em comentário independente da palestra do general Mourão, lembro que o Foro de São Paulo, criado pelos finados Fidel Castro e Lula em 1990 depois da implosão da União Soviética e da queda do Muro de Berlim, preconizava a implantação da União das Repúblicas Socialistas da América Latina – URSAL. Os ursos e as ursas comunistas não brincam em serviço, nem mortos.

As contas públicas estão com a corda no pescoço. Se até 2022 não houver um exigir sanativo ... Aba, pai misericordioso, afasta de nós brasileiros este cálice!

De minha parte direi: a indicação do juiz Sérgio Moro para o Ministério da Justiça deve ser motivo de honra para qualquer governo, por seus elevados predicados morais, cívicos e intelectuais. Vai comandar as tropas no combate à corrupção e ao crime organizado. Mas, convém não esperar milagres, porque neste Brazil a corrupção vem de raízes seculares e está impregnada até o miolo das tripas gaiteiras.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores