Gravatá IPTU 2019 Prorro

01/02


2019

Coluna da sexta-feira

Geraldo Julio e o xadrez político

Por Arthur Cunha – especial para o blog

O prefeito Geraldo Julio tem mostrado que sabe jogar o xadrez político. Com a nova formação do seu secretariado, trouxe para dentro do governo peças importantes na rearrumação da Frente Popular.

Coloca o presidente municipal do PSD, o advogado José Neves, na Secretaria de Meio Ambiente, que, junto com Ana Paula Jardim, que vai para o PROCON Recife, representa o presidente regional da sigla, André de Paula.

Com Isabella de Roldão (PDT) na Secretaria de Habitação, conduz para dentro do governo o partido do deputado federal Wolney Queiroz e do presidente da nacional legenda, Carlos Lupi, que participaram do processo de escolha da nova secretária. O PT, que há tempo está longe da PCR, volta com Oscar Barreto como secretário de Saneamento. O grupo de Sebastião Oliveira está contemplado na gestão de Geraldo Julio, agora com Antônio Junior na Secretaria de Trabalho, Qualificação e Empreendedorismo.

O Solidariedade, de Augusto Coutinho, optou por manter Berenice Pereira na CSURB. Isso porque Cadoca, seu marido, desistiu da candidatura em 2018 para apoiar Coutinho.

Quem assume a Secretaria de Políticas sobre Drogas é Ana Paula Martins, representando o grupo da vereadora Michele Collins (PP). Já o grupo do deputado Eduardo da Fonte (PP) está atendido pelo líder do governo na Câmara de Vereadores, Eriberto Rafael. No entanto, Dudu deve estar negociando ampliação de seu espaço também na Prefeitura.

O PCdoB e o MDB permanecem no governo municipal. O PCdoB com o vice-prefeito Luciano Siqueira e a secretária da Mulher, Cida Pedrosa; e o MDB com o secretário de Segurança Urbana, Murilo Cavalcanti. Rodrigo Farias volta à Chefia do Gabinete no lugar de Marconi Muzzio, que, por sua vez, retornará à pasta de Administração e Gestão de Pessoas. Geraldo já havia nomeado João Guilherme Ferraz na Secretaria de Governo. João, vale ressaltar, teve papel muito importante nessas costuras.

Esse conjunto político, que além do PSB tem outros sete partidos, também está contemplado no Governo do Estado e representa a coluna vertebral da Frente Popular.

A movimentação de Geraldo Julio segue a mesma linha do que foi feito no Palácio, mostrando que o prefeito, que ainda tem fortes nomes técnicos no primeiro escalão, tem habilidade técnica e política.

Perto do consenso – A disputa pela Primeira-Secretaria da Assembleia Legislativa está perto de um consenso em torno do deputado Clodoaldo Magalhães, que já tem o apoio da maioria das bancadas. A vaga ficará com o PSB. Um dos candidatos ao cargo, Francismar Pontes não descartou a possibilidade de compor com o correligionário; mas até o fechamento desta edição era candidato. Isaltino Nascimento também colocou seu nome na disputa.

Condição – Candidato à Segunda Vice-Presidência da Assembleia Legislativa, Alberto Feitosa só abrirá mão de concorrer se o colega Manoel Ferreira se lançar na disputa. “Só retiro se for para apoiar Manoel Ferreira”, cravou Feitosa com exclusividade para este colunista. Ele disputa a vaga na Mesa com Romário Dias e Guilherme Uchoa Júnior, indicado pelo PSC. Nos bastidores, a informação é que o deputado eleito insistiu muito para ficar com a indicação, e que isso teria causado um mal-estar interno na sigla e no clã dos Ferreira.

Definidos – Quatro dos sete cargos da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa já estão com seus futuros ocupantes definidos. O presidente Eriberto Medeiros será reeleito. É uma unanimidade na Casa e pavimentou sua eleição ouvindo a todos e tratando os colegas de forma igual. Álvaro Porto será o quarto-secretário porque reuniu os mesmos atributos. Claudiano Filho e Teresa Leitão ficarão com a Segunda e Terceira-Secretarias, respectivamente, por dois anos. No segundo biênio, serão substituídos por Cleiton Collins e Rogério Leão.

Acirramento – A avaliação, ontem, entre os deputados é que a eleição para a Primeira Vice-Presidência será a mais acirrada de todas. Estão no páreo Aglailson Victor e Simone Santana, ambos do PSB. Os cabos eleitorais dos dois, o prefeito de Vitória de Santo Antão, Aglailson Júnior, e o ex-prefeito de Ipojuca, Carlos Santana, trabalharam muito pelas respectivas candidaturas. Aglailson, por exemplo, continuava na Casa até o final da noite trabalhando atrás de voto.

CURTAS

PELA MADRUGADA – A articulação pelo voto na eleição de logo mais durou todo o dia de ontem, entrou pela madrugada de hoje e seguirá até a hora da votação. Cada deputado-candidato tinha a sua lista de apoiadores. O problema era que alguns deputados estavam na contabilidade de mais de um candidato, como se pudessem votar duas vezes para o mesmo cargo. Um desses postulantes soltou para a coluna: “Enquanto meus adversários dormem, eu estou atrás de voto”.

FORTALECIDO – Marco Aurélio Medeiros já chegou na Assembleia Legislativa fortalecido. Conseguiu ser o primeiro a ocupar o posto de líder da oposição deixando Priscila Krause, que vai para o segundo mandato, para assumir a função apenas no próximo biênio. Priscila anunciou o rodízio em uma nota à imprensa, na qual pregou a unidade do bloco.

CABOS ELEITORAIS – A campanha de Francismar Pontes a primeiro-secretário teve dois articuladores dando carga por ele: o filho do parlamentar e o vereador do Recife, Felipe Francismar, e o deputado eleito Romero Albuquerque. Já o primeiro-secretário da Câmara Municipal, Romerinho Jatobá, estava dando força a Alberto Feitosa.

Perguntar não ofende: Só para não fugir ao tema. Ainda aparece mais algum candidato à Mesa da Alepe?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

DEPOIS DE TUDO QUE TEMOS VISTO NOS ULTIMOS 30 DIAS QUEM VOCÊS ACHAM QUE MANDOU MATAR MARIELLE?

marcos

O COAF e o espelho da madrasta. ......... /////// ...... // ..Já havia iniciado um texto sobre as auspiciosas ações implementadas pelo governo Bolsonaro na área da educação superior, em apenas duas semanas de gestão, quando achei por bem me dedicar a escrever alguma coisa que fosse para esclarecer, do meu jeito, a campanha hipócrita que tenta difamar o senador eleito pelo RJ, Flávio Bolsonaro (PSL). As estratégias de “dividir opiniões”, “abalar a imagem pública” ou ainda “assassinar reputações” são táticas bem conhecidas próprias da esquerda, aplicadas sempre que necessárias para desestabilizar o oponente em ascensão: no caso, o governo Bolsonaro. São práticas de guerrilha no campo do imaginário social travadas através de narrativas que desconstroem as personalidades. Para isso se valem dos meios de comunicação de massa que reproduzem o discurso à exaustão. Os principais objetivos da guerra das narrativas são a) desviar o foco de escândalos que estejam na iminência de atingir a cúpula da esquerda, b) introduzir a dúvida na sociedade civil e assim dividir opiniões e provocar uma dissidência de simpatizantes não convictos, c) tornar, pela repetição, uma mentira em verdade socialmente aceita e d) intimidar o oponente pelo caos. Como a esquerda forjou “o caso” Flávio Bolsonaro 1) Elegeram uma figura com expressão política e diretamente ligada tanto ao novo governo quanto à família do oponente – no caso concreto, o filho do presidente; 2) A devassa na vida privada e política de Flávio, segundo veiculado na imprensa, já havia começado em meados de 2018. Tentaram encontrar ilícitos na vida privada e política de Bolsonaro, mas não encontraram nada. Intentaram então contra a vida dele – também não obtiveram êxito. Havia já a solicitação de um dossiê sobre as atividades públicas de um dos filhos do presidente – coincidentemente o que viria a derrotar o candidato petista ao senado, Lindbergh Farias; 3) Para uma súcia criminosa que deteve o poder por 13 anos e aparelhou as instituições públicas flagrantemente, não foi difícil levantar informações sigilosas da vida privada do Flávio, aliás, eles fazem isso comigo e com você, não tenha dúvida. Foi assim que com o auxílio de funcionários públicos ímprobos, a esquerda se apossou de informações sobre as atividades financeiras de Flávio e dos seus assessores de gabinete; 4) De posse dessas informações, aguardaram vir a público a escandalosa delação premiada do ex-ministro do governo Lula e Dilma, Antônio Palocci, e imediatamente disseminaram agressivamente em todas as mídias as informações sobre movimentações financeiras do filho do presidente. Tentativa manifesta de abafar ou minimizar os crimes cometidos pela máfia petista no poder. O que a cúpula criminosa do PT quer esconder da sociedade brasileira? Vejamos, a BBC de 1 de outubro de 2018 (poucas pessoas tomaram conhecimento) elenca os seis principais pontos das declarações de Palocci à Polícia Federal, são eles: 1) 90% das medidas provisórias editadas nos governos Lula e Dilma tinham propina, foram mais de mil; 2) A maior parte das doações oficiais de empresas, registradas no TSE, eram na verdade propina; 3) Temer, Eduardo Cunha e Henrique Eduardo Alves superfaturaram um contrato de US$ 800 milhões na Petrobrás; 4) Em reunião de 2010, Lula, Dilma e Sérgio Gabrielli acertaram propina por meio da construção de sondas da Petrobrás para garantirem a permanência no governo; 5) 3% do valor dos contratos de publicidade da Petrobras iam para o caixa do PT, a famosa “rachadinha”; 6) Lula fingiu surpresa ao descobrir irregularidades na Petrobrás, no entanto, foi o mentor “intelectual” do grande esquema de corrupção da Petrobrás. A jornalista da GNews, Cristiana Lôbo, chegou a afirmar no dia 18 de janeiro último que a delação de Antônio Palocci é “um tiro de canhão na estrutura do PT”. O delator deixou escapar que “Lula tinha outro tipo de moral”. E eu afirmo que quem é de esquerda não tem moral alguma. O ex-ministro da fazenda e da casa civil do governo Lula e Dilma, homem pertencente à cúpula mafiosa do PT, fez declarações estupeficantes à Polícia Federal, que deveriam ter deixado a nação estarrecida diante da descoberta do “modus operandi” da “gestão” do erário do povo brasileiro pela corja petista. Segundo o homem forte do PT, Lula “não tinha o menor constrangimento com o financiamento ilícito e com as contribuições empresariais vinculadas ou não a projetos”, segundo o Estadão de 19 de janeiro, 2019. A mesma matéria mostra que Palocci confirmou ser o Triplex do Guarujá de propriedade do ex-presidente. E mais: 1) Palocci admitiu que entregou dinheiro em espécie ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva dentro do avião presidencial e em caixas de uísque e de sapatos; 2) Palocci também era encarregado de realizar entregas de propina pessoalmente ao Lula que recebia pacotes de 30.000 reais, 40.000 reais e 50.000 reais. Os pacotes de propina eram usados pelo presidente do Brasil para bancar despesas da família Lula da Silva; 3) Confessou que em 2010 levou 50 mil reais em espécie a Lula no Terminal da Aeronáutica, em Brasília, dentro de uma caixa de celular. Isso na frente do motorista, cujo nome era Cláudio Gouveia; 4) Lula ainda pressionava os presidentes de fundos de pensão para arrecadar propina para campanhas do PT; 5) Lula pediu R$ 30 milhões de propina na construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Pará. Segundo o ex-ministro, ele atuou pessoalmente nas “negociações”. O acerto foi o de R$ 135 milhões em propinas, equivalente a 1% do contrato de R$ 13,5 bilhões. A propina foi dividida irmãmente - 50% para o PT e 50% para o MDB. (Portal Terra, 18 de janeiro, 2019). Curiosamente tudo isso foi ABAFADO pela mídia a peso de ouro, digo, com os recursos procedentes do trabalho do povo brasileiro. Tornar-se político nesses últimos 30 anos foi um “negócio da china”, a maioria deles, nem todos, claro, está milionária à sua e à minha custa. Essa roubalheira descarada e criminosa dos petistas significou para povo brasileiro a usurpação do direito a um futuro digno para si próprio e para os seus filhos. Sequer vou aprofundar o tema do fomento ao tráfico de drogas e de armas, que vitimou mais de um milhão de brasileiros, com o objetivo precípuo de sustentar a política periférica do País e as organizações criminosas internacionais. Também não vou comentar sobre a “vista grossa” do governo petista para a exploração da nossa biodiversidade e das riquezas minerais em troca de, evidentemente, propinas para a cúpula do partido. Por outro lado, também nesta semana foi divulgada pelo BNDES informações sobre as operações do Banco nos últimos quinze anos: Petrobrás, Embraer, Norte Energia, Vale do Rio Doce e a Odebrecht receberam um valor de R$ 482,8 bilhões em empréstimos desde 2004. Admiravelmente, a Petrobrás foi a empresa que mais tomou empréstimos do BNDES – R$ 62,429 milhões. Cabe aqui também mencionar os créditos vultuosos com recursos do BNDES e de bancos privados e conveniados para financiar a construção de infraestrutura em ditaduras na América Latina e na África. A Operação Lava Jato analisou 140 dessas operações e verificou que elas apresentaram manobras irregulares nas transações. Diante da comprovada e espantosa rede de desvio de recursos públicos da máfia petista, não é exagero afirmar que o PT foi o responsável pelo governo mais corrupto que já existiu na face da Terra. E que nós brasileiros fomos literalmente enganados e roubados por uma organização criminosa internacional disfarçada em sigla político/partidária. Cadê a indignação do povo brasileiro diante desse manifesto saque às suas riquezas? Cadê as investigações e a divulgação pública das transações financeiras da cúpula criminosa petista e emedebista por parte do COAF? Onde estavam esses membros do MP e do Conselho de Controle de Atividades Financeiras? Na mesma Assembleia do Rio de Janeiro, em 2016, o deputado do PT André Ceciliano fez movimentações suspeitas na ordem de R$ 49,3 milhões de reais, o deputado Paulo Ramos do PDT movimentou R$ 30,3 milhões, o deputado dr. Deodalto do DEM movimentou R$ 16, 3 milhões de reais, o deputado Luis Paulo do PSDB R$ 7,1 milhões, Flávio Bolsonaro movimentou R$ 1,3 milhões de reais. A pergunta é – por que só em 2019 esses dados foram divulgados publicamente: Os demais políticos também estão sendo investigados? Por que não causa indignação da mídia os vultuosos desvios de recursos públicos denunciados por Palocci ou do deputado do PT André Ceciliano, um montante quase 50 vezes maior do que o movimentado pelo Flávio? Perseguição política, claramente. Foram 15 anos de ladroagem sistemática dentro do governo petista e emedebista que certamente não se pode aprofundar em um só texto. Porém, o hábito da propinagem não está restrito aos grandes “negócios” da cúpula esquerdista, não mesmo. A rede de propinas do PT é extremamente democrática e atinge todos os setores do Estado – desde o gabinete dos parlamentares em todas as esferas governamentais (municipal, estadual e federal), as secretarias, os ministérios, o judiciário e onde mais eles possam “infiltrar” um cargo comissionado filiado ao partido. Sabe como essa contribuição é nominada? Eu digo –“fortalecimento do partido”. A “contribuição” pode variar de 10% a 30% dos vencimentos do pobre militante. Essa prática elucida a vertiginosa queda na qualidade administrativa do país – a esquerda não prima pela qualidade dos seus quadros, mas pela quantidade deles capaz de “arrecadar” para a facção criminosa. Faz sentido, com os cofres abarrotados fica fácil manipular a opinião pública comprando a hegemonia dos meios de comunicação. Eles inventam uma pauta polêmica, dividem as opiniões na sociedade, plantam a dúvida e fomentam os conflitos. Disso nasce a discórdia, a desconfiança e a perda do capital político do adversário. Simples assim e funciona perfeitamente. É preciso revidar com arroubo, urge! Finalizo esse artigo com um desafio ao MP e ao COAF. A meu ver ambos têm se refletido no “espelho da madrasta”. O COAF é pouco conhecido, foi criado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, em 1998, e cuja finalidade é examinar, identificar e aplicar penas às atividades de lavagem de dinheiro. No site do órgão é possível verificar que só em 2018 foram produzidos 6.786 relatórios de Inteligência Financeira, envolvendo 348.984 pessoas físicas ou jurídicas – algum desses relatórios foram divulgados na mídia? Sim, um – o do filho do presidente da república que “coincidentemente” é oposição ao PSDB e ao PT. Se eu fosse o presidente Bolsonaro, eu mandava esse órgão aparelhado divulgar a lista completa dos envolvidos em transações financeiras suspeitas dentro e fora do Brasil. Seria uma beleza! Por que essa seletividade na exposição de dados financeiros de alguns cidadãos brasileiros? Essa é a pergunta- chave. Por exemplo, concordam comigo que existe a necessidade de averiguação sobre a contratação de palestras por parte de instituições mantidas com recursos públicos com intermediação de empresas privadas? Alguns jornalistas da Globo foram contratados pelo SENAC do Rio de Janeiro por valores muito acima do mercado de palestras, cito só alguns, como: Merval Pereira (MPF produções e eventos – R$ 375 mil reais Cristiana Lôbo (CL multimídia) – R$ 330 mil reais Giuliana Morroni (Morroni Comunicação) R$ 270 mil reais Flávia de Oliveira (Friends Eventos) R$ 100 mil reais Kennedy Alencar (jornalista da TV Brasil, pública) (Ka comunicação) R$ 100 mil reais Ao longo dos últimos 30 anos uma rede maligna sem precedentes foi entrelaçada sobre o Estado brasileiro, a fim de incorporar tudo o que há de mais nefasto a uma sociedade: ilícitos de toda ordem, crimes, golpes, roubos, relações de compadrio, patrimonialismo, intrigas, perseguições, fraudes e mentiras. Como sobrevivemos a tudo isso? Não sei. Mas sei que o mal ainda circula entre nós e age de forma sorrateira com auxílio dos que sobreviveram e ocupam ainda posições estratégicas na estrutura do poder. O resultado serão crises sucessivas do governo Bolsonaro através da estratégia esquerdista neste texto relatada. Há que se fazer muitas exonerações. Neste momento, um grupelho que saqueou o Brasil por 13 anos está alegremente em Madrid organizando uma malha de apoio aos “perseguidos” do governo Bolsonaro, em conluio com o partido de ultraesquerda, o Podemos: são eles, Tarso Genro, Fernando Haddad, Lindbergh Farias e o Xixo. O estrago foi feito, Flávio foi prejudicado politicamente, e a base de apoio do presidente sofreu um abalo. No meu entendimento, inimigo tem de ser enfrentado e abatido - recuar é a pior das estratégias. Mas parece óbvio que o revide por parte da direita virá – e deverá vir com força. Espero que este registro contribua para uma visão mais ampla sobre a crise deliberadamente construída pelo PT, auxiliado pela mídia e por servidores públicos inescrupulosos e traidores da Pátria.

Fernandes

O estranho caso das pessoas que são a favor das privatizações e vivem estudando para concurso público!

Fernandes

É sempre bom lembrar: O presidente Bozo tentou acabar com o ministério do Meio Ambiente. O presidente Bozo disse que o IBAMA só servia como fábrica de multas. O presidente Bozo colocou um ministro do meio ambiente acusado de crime ambiental

Fernandes

De 1942 a 1997, enquanto a Vale foi PÚBLICA, nunca houve um acidente ambiental. Após a privatização feita por FHC, que vendeu a Vale pelo preço de um forno siderúrgico europeu, já se soma 12 CRIMES AMBIENTAIS, sendo Mariana e Brumadinho são os mais terríveis.

Fernandes

Maiores de 65 anos. Bozo disse que irão pagar passagem pois recebem aposentadoria e tem dinheiro. Parabéns veiarada que votou nele.

Fernandes

assessores de Flávio Bolsonaro atuaram em pelo menos 52 casos na justiça defendendo o parlamentar, a mulher dele, o presidente e a primeira-dama em processos particulares. E eram eles que diziam que iam acabar com o mamata....

Fernandes

Moro dá aula de como se combate a corrupção, afastando o promotor que investiga Flávio Bolsonaro. Mito!

Fernandes

Militares de Israel deixam Brumadinho após apenas 4 dias com resultados pífios...Cagada do bozo.

marcos

A BARRAGEM SÓ ESTOUROU PORQUE ESTAVA CHEIA. ..... DILMA JUMENTA.

marcos

Vamos deixar as diferenças de lado e rezar pela saúde do nosso Mito.

marcos

Quando disseram a Lula que Não tinha Cachaça no velório de Vavá, ele disse: Tô Fora!

marcos

Será que o mandante do crime de Marielle é o mesmo do Celso Daniel?

marcos

Por que nenhum filho de Lula foi no enterro do Tio Vavá?

Fernandes

...que dizer daquelas criaturas que são a favor das privatizações e choram as vitimas culpando o PT?

Fernandes

Rússia manda Brasil reduzir agrotóxicos na soja. Caso contrário, deixa de comprar.

Fernandes

DEPOIS DE TUDO QUE TEMOS VISTO NOS ULTIMOS 30 DIAS QUEM VOCÊS ACHAM QUE MANDOU MATAR MARIELLE?

Fernandes

A classe média é culpada por tudo isso que esta acontecendo no Brasil junto com os evangélicos. Não reconheço o Brasil!

Fernandes

GOVERNO BOLSONARO COM OS DIAS CONTADOS. Na hipótese mais negativa (para ele) até o fim de 2019. O mercado financeiro e a elite burguesa não confiam neste governo. Instável demais. Não tem cacife, competência e condições psicológicas para manter o mandato até lá.


Congresso Nordestino de Educação Médica

Confira as últimas colunas

24/04


2019

Coluna da quinta-feira

Bolsonaro no toma-lá-dá-cá

No mesmo dia em que aprovou a constitucionalidade da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, o Governo ficou exposto e em maus lençóis com o vazamento da notícia de que já existe um acordo entre o presidente Bolsonaro e sua bancada de sustentação na Casa, mediante o qual cada deputado que votar favorável será contemplado com emendas de até R$ 40 milhões.

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), ofereceu destinar o valor em emendas parlamentares até 2022. Segundo o jornal Folha de São Paulo, a proposta aos parlamentares foi feita por Onyx na casa de Rodrigo Maia, presidente da Câmara, em negociação que ajudou a garantir a aprovação de Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 6/19 na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a primeira etapa da tramitação da reforma da Previdência apresentada pelo governo de Jair Bolsonaro (PSL).

Hoje, os congressistas têm direito a R$ 15,4 milhões em emendas parlamentares, e, com os R$ 10 milhões acrescidos a cada ano (até 2022, R$ 40 milhões), o valor se aproximaria de R$ 100 milhões por parlamentar até 2022. Por ano, cada deputado passaria a ter cerca de R$ 25 milhões em emendas. A estratégia representaria um acréscimo de 65% no valor que cada representante pode manejar no Orçamento federal de 2019 para obras e investimentos na infraestrutura, que têm foco nos redutos eleitorais de cada deputado federal.

O ministro não detalhou a fonte do recurso, mas há uma indicação de que o valor extra viria de rubricas de fora do volume reservado para as emendas. Os deputados têm direito a emendas impositivas. Em caso de aprovação da PEC do Orçamento impositivo, os recursos de bancada também passarão a ser de execução obrigatória a partir de 2020. O projeto está em tramitação no Congresso. O valor proposto por Onyx não teria relação direta com isso. Não há, segundo técnicos, a previsão legal de “emendas extraorçamentárias”, mas a prática é recorrente entre políticos.

Essa negociação esdrúxula põe abaixo o discurso de independência do presidente Bolsonaro, que chegou a dizer certa vez que não iria repetir os erros dos seus antecessores para não ir jogar dominó com Lula na cadeia. Se esse toma-lá-dá-cá, sinalizado pelo ministro da Casa Civil, for levado a efeito, comprovará que o Congresso só funciona na base das execráveis práticas fisiológicas.

Comissão especial –  Aprovado na CCJ, o texto da nova Previdência segue agora para a comissão especial, que avalia o conteúdo da proposta e deve 'desidratar' alguns pontos do texto para obter os votos necessários. O governo se mostra aberto a negociar, apesar da dificuldade na articulação e a exigência de que a base da reforma não seja alterada. Para o ministro da Economia, Paulo Guedes, a economia projetada para o período de dez anos não pode estar longe de R$ 1 trilhão. Na Câmara, há pressão para que o sigilo dos dados da proposta seja quebrado e se conheçam detalhes do conteúdo da PEC.

Não largou o osso – A vice-prefeita de Camaragibe, Nadegi Queiroz (PSDC), rompeu com o prefeito Demóstenes Meira (PTB) logo no início da gestão acusada de fazer licitações viciadas na Secretaria de Saúde, pasta que acumulou. A briga foi feia, mas Nadegi ao invés de entregar todos os cargos e debandar para a oposição, de olho numa candidatura natural a prefeita em 2020, manteve os apaniguados e silenciou, apostando no afastamento do prefeito para assumir e no exercício do mandato disputar a reeleição.

Perfil de Osvaldo – Muito concorrido em Brasília, ontem, o lançamento do Perfil Parlamentar do ex-deputado Osvaldo Coelho (DEM). Além de praticamente toda bancada federal do Estado estava presente o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM). Para o senador Jarbas Vasconcelos (MDB), Osvaldo exerceu com dignidade e elevado espírito públicos todos os seus oito mandatos no Congresso. “É uma leitura obrigatória para mim e para todos os que escolheram a política como forma de ajudar o País e os que mais precisam. A história e a luta de Osvaldo em favor principalmente do povo sertanejam seguem de inspiração para todos nós”, afirmou.

Sem comemorações – Em entrevista ontem ao Frente a Frente, programa que ancoro pela Rede Nordeste de Rádio, tendo como cabeça de rede a Rádio Folha 96,7 FM, o senador Humberto Costa (PT), fiel escudeiro de Lula, disse que não houve comemorações na redução da pena do ex-presidente no STJ, porque o objetivo do petista é ser inocentado. Segundo ele, os advogados defesa já estão recorrendo ao Supremo Tribunal Federal para derrubar a decisão do STJ. “Não há provas, Lula é um preso político”, afirmou. Sobre o aceno de Bolsonaro para liberar R$ 40 milhões em emendas aos deputados da base, o senador disse não se surpreender. “Bolsonaro é adepto do fisiologismo”, afirmou.

Votos da bancada – A reforma da Previdência foi aprovada pela CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara dos Deputados – que considera a constitucionalidade do projeto – na primeira das três votações naquela Casa. A bancada pernambucana esteve dividida na votação, com três votos "sim" (pela admissibilidade) e dois votos "não", contra a aprovação do projeto. Votaram a favor Augusto Coutinho (SD) e Pastor Eurico (PATRI). Já Renildo Calheiros (PCdoB), Danilo Cabral (PSB) e João Campos (PSB) votaram contra.

Disputa em Ipojuca – A disputa eleitoral em Ipojuca já está acirrada. A prefeita Célia Sales (PTB) é favorita a reeleição em 2020. Ela emplacou o filho como deputado estadual, Romero Sales Filho, também do PTB, com uma expressiva votação na cidade e tem tudo para novamente derrotar seus adversários no ano que vem, porque a sua gestão possui resultados efetivos para apresentar aos ipojucanos. Mas a cidade é dividida na política que nem time de futebol: Os Sales x Os Santana x Os Serafim (em menor proporção). Simone Santana, do PSB, pode entrar para concorrer também. Tem ainda Carlos Santana, do PSDB, Pedro Serafim, do PDT, e Débora Serafim, do PR.

CURTAS

LANÇAMENTO – O cientista político e professor da UFPE, Adriano Oliveira, lança na 5ª hoje, o livro “Qual foi a influência da Lava Jato no comportamento do eleitor? Do lulismo ao bolsonarismo”. A noite de autógrafos será na Livraria Jaqueira. Oliveira elenca pesquisas de opinião, argumentos teóricos e interpretação de eventos e dados para elaborar uma teoria de como a Lava Jato construiu, no período de 2015 a 2018, uma “opinião pública contrária ao petismo e ao lulismo“.

SEMIÁRIDO – Sob a coordenação do deputado pernambucano de primeiro mandato Carlos Veras (PT), foi instalada, ontem, em Brasília, a Frente Parlamentar em Defesa do Semiárido, voltada para o debate das questões mais urgentes e prioritárias da região. “A nossa missão será cobrar do governo Bolsonaro investimentos nas políticas de convivência com o semiárido. A maior demanda é o acesso à água para consumo e produção de alimentos, questão básica para a condição humana”, disse Veras.

DEFICIÊNCIA– Recife recebe oficina de comunicação para discutir formas de abordagem e representação da pessoa com deficiência na imprensa. A formação, destinada a profissionais da comunicação, traz dicas e recomendações sobre como pautar questões de acessibilidade e inclusão em diversos tipos de mídia. A atividade acontecerá no Recife, no dia 29 de abril, no Instituto de Cegos, das 08:30 as 12:30 h.

Perguntar não ofende: Quem vai relatar a reforma da Previdência na Comissão Especial?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Transporte PMR

24/04


2019

Coluna da quarta-feira

STJ envergonhou o País

Cinco ministros do Superior Tribunal de Justiça cometeram o arbítrio de passar por cima da sentença do juiz Sérgio Moro e reduziram a pena do ex-presidente Lula de 12 anos e um mês para 8 anos, dez meses e 20 dias. Da justiça brasileira não é de se esperar coerência nem imparcialidade. A decisão abre caminho para Lula sair de Curitiba para casa, contemplado pela lei que assegura prisão domiciliar.

A alma mais honesta do Brasil, como o ex-presidente já se definiu, sem vestígio de fina ironia, está cheio de processos e já condenado também em primeira no caso do sítio em Atibaia. Se os ministros do STJ querem vê-lo solto, deveriam buscar provas abundantes contra Lula, espalhadas em investigações que correm em Brasília e em Curitiba. Estão em processos no Supremo Tribunal Federal, em duas Varas da Justiça Federal em Brasília e na 13ª Vara Federal em Curitiba.

Envolvem uma ampla e formidável gama de crimes: corrupção, lavagem de dinheiro, organização criminosa, crime contra a Administração Pública, fraude em licitações, cartel, tráfico de influência e obstrução da Justiça. O Ministério Público Federal, a Polícia Federal, além de órgãos como a Receita e o Tribunal de Contas da União, com a ajuda prestimosa de investigadores suíços e americanos, produzira, desde o começo da Lava Jato, terabytes de evidências que implicam direta e indiretamente Lula no cometimento de crimes graves.

Não é fortuito que, mesmo antes da delação da Odebrecht, Lula já fosse réu em cinco processos – três em Brasília e dois em Curitiba. Também não é fortuito que os procuradores da força-tarefa da Lava Jato, após anos de investigação, acusem Lula de ser o “comandante máximo” da propinocracia que definiu os mandatos presidenciais do petista, desfalcando os cofres públicos em bilhões de reais e arruinando estatais, em especial a Petrobras.

Não deu certa sua estratégia de transformar processos jurídicos em campanhas políticas – e transformar procuradores, policiais e juízes em atores políticos desejosos de abater o maior líder popular do país. Lula não discute as provas, os fatos ou as questões jurídicas dos crimes que lhe são imputados. Discute narrativas e movimentos políticos, como tentou fazer diante do juiz Sérgio Moro, por quem foi condenado.

Nesses processos e em algumas investigações, todos robustecidos pela delação da Odebrecht, existem, por baixo, cerca de três mil evidências contra Lula. Elas foram analisadas por ÉPOCA. Algumas provas são fracas – palavrórios, diria Lula. Mas a vasta maioria corrobora ou comprova os crimes imputados ao petista pelos procuradores. Dito de outro modo: existe “prova em cima de papel” à beça. Há, como o leitor pode imaginar, toda sorte de evidência: extratos bancários, documentos fiscais, comprovantes de pagamento no Brasil e no exterior, contratos fajutos, notas fiscais frias, e-mails, trocas de mensagens, planilhas, vídeos, fotos, registros de encontros clandestinos, depoimentos incriminadores da maioria dos empresários que pagavam Lula.

Denúncia –  O Ministério Público Federal em Pernambuco denunciou, ontem, 14 envolvidos em fraudes com recursos federais, oriundos do Ministério da Integração destinados ao auxílio de vítimas das enchentes em2010. O dano causado aos cofres públicos chegou a R$ 1,9 milhão. O esquema criminoso consistia na prática de fraudes e licitações, irregularidades na execução de contratos e na pactuação de termos aditivos, de novembro de 2010 a setembro de 2013, para locação de embarcações destinadas ao transporte de pessoas pelo rio Uma.

Padre fujão – Os vereadores de Belo Jardim subiram a tribuna daquela Casa, ontem, para choramingar a repercussão negativa da participação de políticos no ato da Última Ceia na missa celebrada pelo Geraldo Magela quinta-feira passada. Convidado para uma entrevista numa emissora da cidade, o pároco confirmou, mas não deu ar da sua graça. Certamente, porque não tinga aonde enterrar a cara pelo sacrilégio cometido. Já tem uma corrente da Igreja pregando a expulsão do padre pecador.

Partido de oposição – Em entrevista ontem ao Frente a Frente, o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, que deixou o PSB recentemente após sete anos de militância, disse que não tem pressa da escolha do novo partido pelo qual disputará a reeleição em 2020. Ele citou várias alternativas, entre elas o DEM e PSDB, partidos que fazem oposição ao governador Paulo Câmara. Mas deve pesar nas suas avaliações o comportamento do Governo Bolsonaro, que tem como líder no Senado o seu pai, senador Fernando Bezerra Coelho, do MDB, outra legenda que ele tem mantido diálogo.

Perigoso – Sérgio Etchegoyen, ministro do Gabinete de Segurança Institucional do governo Temer, avaliou a presença das Forças Armadas no governo Bolsonaro e comentou que conhece bem o vice-presidente Hamilton Mourão. Ele foi entrevistado no programa Conversa com Bial, da TV Globo. “É mais perigoso do que divertido zombar do Mourão. O Mourão junta dois atributos importantes: é estudioso e inteligente. O Mourão conhece as coisas que ele fala”, disse. O general também creditou a vitória de Bolsonaro à oposição aos políticos tradicionais. “O Brasil poderia ter candidatos melhores, claro. Mas quem conseguiu chegar com a proposta de afastar o PT do governo foi o Bolsonaro”, avaliou.

Prioridade gay – Em nome da bancada evangélica, o deputado Cleiton Collins (PP) protestou, ontem, contra o edital da Secretaria da Mulher dando preferência para apoiar concurso de fotografias a lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais. “Mais uma vez, vemos o interesse de defender posições ideológicas, desrespeitando as mulheres e promovendo uma separação absolutamente desnecessária”, disse. Para ele, o Estado perdeu mais uma oportunidade de organizar e promover uma política verdadeiramente para todos. “As políticas públicas devem ser voltadas para todas as mulheres, respeitando as diferenças e não acentuando divergências de pensamento”, acrescenta.

O legado de Fernando – Muitos políticos lamentaram, ontem, a morte do ex-deputado federal Fernando Coelho, irmão do ex-prefeito de Olinda, Germano Coelho e pai do promotor de justiça Ricardo Coelho. “A voz firme dele em defesa dos direitos humanos fará muita falta ao Brasil. Sua dedicação e carinho com os menos favorecidos, por onde passou em sua vida pública, são o legado de sua trajetória”, diz o prefeito do Recife, Geraldo Júlio (PSB), para acrescentar: “Além de uma passagem brilhante pela Câmara, Fernando honrou todos os cargos e missões a ele desafiadas, como a presidência da Comissão Estadual de Memória e Verdade Dom Hélder Câmara, cujo brilhantismo da sua atuação ajudou a restabelecer a verdade histórica dos crimes cometidos pelo Estado Brasileiro  durante o regime de exceção”.

CURTAS

ABANDONO – A população de Tabira está programando uma nova manifestação contra a situação de abandono da estrada que liga o município a Sumé, na Paraíba. O Governo do Estado prometeu reparos no tempo o mais breve possível, mas a nada foi feito, o que tem gerado consequências danosas para os motoristas que trafegam por lá. O mais incrível é que o secretário dos Transportes não dá um pio sobre o assunto.

PERFIL – Será, hoje, às 10 horas, no Espaço do Servidor, no Anexo II da Câmara dos Deputados, o lançamento do perfil parlamentar do ex-deputado Osvaldo Coelho. Todo o clã estará presente, como o filho Guilherme Coelho e a irmã Patrícia, que dirige a TV-Grande Rio, retransmissora da Globo em Petrolina. Devem estar presentes também o senador Fernando Bezerra Coelho e Miguel Coelho, prefeito de Petrolina. Ainda não tem data o lançamento em Petrolina.

ANIVERSÁRIO – A Assembleia Legislativa promove sessão especial, hoje, às 18 horas, para celebrar o 21º aniversário da Folha de Pernambuco, integrante do Grupo EQM, presidido pelo empresário Eduardo Monteiro. A iniciativa foi do deputado Isaltino Nascimento (PSB), líder do Governo naquela Casa. A Folha se firmou no mercado ao quebrar o tabu de que não havia espaço para uma terceira via do impresso no Estado.

Perguntar não ofende: O Supremo Tribunal Federal vai manter a decisão do STJ?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Conta da Celpe vai ficar, mais cara. Para os consumidores residenciais, o aumento será de 5,14%.

Fernandes

ALÔ TRABALHADOR! SUA APOSENTADORIA VALE OURO 40 MILHÕES PRA CADA DEPUTADO PARA APROVAR REFORMA

Fernandes

CAOS BOLSONARISTA FAZ DESEMPREGO CRESCER EM MARÇO. A falta de rumo da política econômica do governo Jair Bolsonaro, aliado a baixa expectativa para o crescimento da economia neste ano, resultou no fechamento líquido de 43,196 vagas formais de emprego em março, segundo dados doo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quarta-feira (24) pelo Ministério da Economia. O resultado é ainda pior quando comparado ao mesmo período do ano passado, quando foram abertas 56,151 vagas.

Fernandes

Desemprego com Dilma: 4.4 Desemprego atual: 13.0 Fonte: IBGE

Fernandes

Estão loteando cargos, que eram pra concursos. Isso na Câmara, Senado e nos Estados. Exigência: saber bater o ponto e puxar saco.

Fernandes

Nunca nenhum presidente se preocupou com os pobres quanto Lula, sem dúvida o melhor presidente da história do Brasil .

Fernandes

É lindo ver o desgoverno Bozonaro se autodestruir. Pena que quem sofre é o País.

Fernandes

Surfando a onda Bolsonaro os feminicídios “disparam” em 38% em todo Brasil em apenas 3 meses.

Fernandes

Bozo não cria empregos e ainda extingue os que existem. Frigorífico de frangos que vendia aos árabes fecha. FAZ ARMINHA!

Fernandes

SÓ PARA LEMBRAR: DEZEMPREGO: 2002 COM (FHC) 12,4%, EM 2010 COM (LULA) 5,4%, 2014 COM (DILMA) 4,8%, 2016 COM O (GOLPE) 10,2% E AGORA 2019 COM (BOLSONARO) 13,1% DADOS DO IBGE.

Fernandes

40 milhões para cada deputado. E ainda dizem que a previdência tá quebrada? Piada.

Fernandes

Bolsonaro sobe a oferta para deputados votar a previdência de 10 para 40 milhões, povo chora, elite sorri, esse é seu presidente... Número de desempregados bate novo recorde. Lucro dos bancos também. Alguma incoerência?

Fernandes

Votou no Bozo, mas quem está governando são os filhos ridículos dele e um astrólogo lunático? Trouxa.

Fernandes

ANT-PETISTAS NUNCA FORAM CONTRA CORRUPÇÃO. SE FOSSEM , ESTAVAM QUEBRANDO O PAU PELO PREÇO DOS SEUS DEPUTADOS 40 MILHÕES.

Fernandes

O presidente botando o filhinho problemático pra brigar com o vice é um dos episódios mais ridículos da história da república...E mais de treze milhões chefes de família desempregado.

marcos

Cadê Rose, a rapariga de lula?

marcos

O juiz Bonat dá prazo para a defesa do Bandido lula se pronunciar. Prepara o [email protected] que vem mais [email protected] pra tu cotó ladrão!

marcos

O sítio de Atibaia está em nome de qual Laranja, Queiroz ou Fernando Bitar? ......... Essa é muito fácil!

marcos

Quem foi que Endividou o setor Elétrico e deixou 13 Milhões de Desempregados? ...... Dilma.

marcos

Lula inelegível, a esquerda Acabou!

marcos

Lula é confirmado como Ladrão pelo Superior Tribunal de Justiça.

marcos

Desde pequeno que eu sei, português é Burro. Igual ao eleitor do pt

Fernandes

Moro é chamado de indigno e medíocre por ex-primeiro-ministro português.

Fernandes

Vamos fazer uma brincadeira. Entre Mourão e a Família Bolsonaro. Você têm que escolher um! Quem você prefere como Presidente?

Fernandes

Conta da Celpe vai ficar, mais cara. Para os consumidores residenciais, o aumento será de 5,14%.

Fernandes

Vem aí...Seu aumento de gás, gasolina, corte nos direitos trabalhistas, fim de benefícios sociais...

Fernandes

Cidade da fábrica de frangos que vai fechar teve 75,9% dos votos em Bozo no 2°turno. FAZ ARMINHA FAZ !

Fernandes

40 milhões de reais para cada deputado votar a favor da “Nova Previdência”. Que desgraçará o povo definitivamente! (ch.) oremos.

Fernandes

Bolsonaro sobe a oferta para deputados votar a previdência de 10 para 40 milhões, povo chora, elite sorri, esse é seu presidente?

Fernandes

Não tem dinheiro pra pagar bolsa estudantil. Mas tem dinheiro pra pagar mesada a quem votar com a reforma.

Fernandes

QUE VERGONHA DAS INSTITUIÇÕES BRASILEIRAS! Milicos não são esperança como não foram em 64.

Fernandes

40 milhões por cabeça! É o preço do voto na CCJ para garantir a aprovação do fim das aposentadorias. Como será o futuro Brasil?

Fernandes

Desemprego galopante, criminalidade e moradores de rua só aumentam. Para o Bozo, produzir miséria não é corrupção!

Fernandes

Bolsonaro aprendeu que política velha é que faz comida boa. KKKK

Fernandes

Governo dará R$ 40 mi em emendas a cada deputado que votar pela reforma. O bolsolão da nova política.

Fernandes

O país perde + de 43 mil vagas de trabalho em março. Esse é o governo da mudança? Você que votou nele, tá satisfeito com miséria?

marcos

Boicote de frango. Pergunta pra Haddad, de homofobia ele entende.

marcos

Lula o político mais Ladrão do Brasil.

Fernandes

Países Árabes passam a boicotar frango brasileiro e já começa a destruir milhares de empregos no Brasil.

marcos

Lula inelegível. Acabou a esquerda. kkkkk

Fernandes

Conta da Celpe vai ficar, mais cara. Para os consumidores residenciais, o aumento será de 5,14%.

Fernandes

Ontem à noite começaram a acabar com a sua aposentadoria. Sabe quem te defendeu? PT, PSOL e PCdoB Entendeu?

Fernandes

Lembrando: Na câmara Bolsonaro votou contra mudanças na Previdência.

Fernandes

Desemprego dispara.Brasil e Bolsonaro estão a beira do abismo. Qual você salvará?

marcos

Aumento de energia. Até quando vamos ter que pagar pelas merdas e roubos de Dilma jumenta?

marcos

Eu escrevi aqui, o pt acabou lula com os direitos políticos cassados, sobra quem pra disputar eleições majoritárias? Tchau mortadelas Corruptas!

Fernandes

Conta da Celpe vai ficar, mais cara. Para os consumidores residenciais, o aumento será de 5,14%.

Fernandes

Por onde andam Queiroz, Bebiano, Cunha, Aécio Neves, Adélio Bispo, Zé Serra? Essa gente “brilhou” no PIG e, de repente, sumiu!

Fernandes

O Aécio da Venezuela sumiu. Alguém viu o Guaidó por aí?

Fernandes

Não devemos ter medo dos confrontos. Até os planetas se chocam. E do caos nascem as estrelas.

Fernandes

Qualquer movimento que tente atender aos mais pobres, é duramente castigado. E Lula, aqui no Brasil é um claro exemplo disso.

Fernandes

Pergunta que não quer calar: Quem é que está preso? Lula ou o estado democrático de direito?

Fernandes

Abatedouro Sadia e Perdigão, suspendem a produção de frangos no paraná. 1500 funcionários desempregados. Mito!

Fernandes

COM O AUMENTO DO GÁS, DESEMPREGO, E AGORA COM A APROVAÇÃO DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA, ME PERGUNTO, POR ONDE ANDAM OS PANELEIROS?


Prefeitura de Olinda 2019

23/04


2019

Coluna da terça-feira

A mãe do corporativismo

Por Arthur Cunha – especial para o blog

Como bem analisou o jornalista Kennedy Alencar, o recuo do ministro-Deus Alexandre de Moraes no caso da censura à revista Crusoé foi tático. O que vai prevalecer lá frente contra a liberdade de Imprensa é o corporativismo do Supremo Tribunal Federal. E aqui ninguém está passando a mão na cabeça de ninguém. Se houve excesso, a publicação deve responder pelos seus atos. Mas o devido processo legal deve ser respeitado. Agora, censura prévia, como ocorreu, é inadmissível!

Os bastidores de Brasília dão conta de que, quando chegar ao pleno do STF, a questão será “julgada” favorável ao ponto de vista de outro ministro-Deus, Dias Toffoli, o presidente daquela egrégia corte, que teria ligações com as propinas da Odebrecht. Voltando ao estado de espírito tão dominante no Supremo, o que caracteriza o Judiciário brasileiro, em todas as suas instâncias, é o perfil de poder extremamente corporativista. E suas excelências não fazem a menor questão de esconder isso.

Se a “presidenta” deposta Dilma Rousseff foi a mãe do PAC, como gostava de dizer o ex-presidente Lula, hoje presidiário em Curitiba, no afã de elegê-la, a Justiça brasileira deveria ser chamada de mãe do corporativismo. A palavra, de tão intimamente ligada ao poder em questão, mais parece ter sido cunhada por algum juiz. Alô, Gilmar Mendes, ainda dá tempo; levantei para vossa excelência cortar! “Sai que é tua, Taffarel!”

Está pensando que o comportamento só se restringe ao STF? Não! A cara de pau do corporativismo é uma mácula também em tribunais inferiores - eu acho que deve ser requisito para aprovação em concurso. Hey, você, juiz do Tribunal de Justiça de Pernambuco, que gosta de posar de semideus do serviço público, não se esconda, não. Esse carimbo também vai para você. Ou a sociedade se levanta contra esse estado de espírito ou nada vai mudar.

Salto – A Prefeitura de São Lourenço da Mata deu um grande salto de qualidade no quesito transparência. Na gestão do prefeito Bruno Pereira, o Executivo Municipal subiu 70 posições no Índice de Transparência dos Municípios de Pernambuco referente a 2018, elaborado pelo Tribunal de Contas do Estado, saindo do número 80 para o décimo lugar. São Lourenço atingiu nota máxima no índice. “Esse resultado mostra que estamos no caminho certo; sempre assegurando o controle social e a transparência”, pontuou Bruno Pereira.

Amupe na estrada – O projeto Gestão Cidadã, realizado pela Amupe com o apoio da União Europeia, chega esta semana aos municípios de Toritama (hoje), Calumbi (amanhã), Machados e Cupira (ambos na quinta). A iniciativa faz parte de um grande investimento da Amupe em transparência – os planos de trabalho são elaborados em conjunto pelo poder público e a sociedade. No próximo dia 13 de maio, em reunião na associação, os prefeitos das 16 cidades do projeto receberão seus planos municipais contendo todas as atividades que serão desenvolvidas a seguir.

Já respondeu ou não? – O povo de Floresta quer saber se o prefeito Ricardo Ferraz já respondeu o ofício do secretário estadual de Turismo e Lazer, Rodrigo Novaes, sobre a instalação de uma Academia Pernambuco na Rua 15 de Novembro, em frente à escola estadual Júlio de Melo. Fica parecendo que Ricardo, só porque faz oposição a Rodrigo, não quer que a população da cidade tenha acesso a um complexo esportivo que já está mudando a vida de muita gente em outros municípios. E aí, prefeito?!

Votação – A Câmara do Recife votará, na próxima semana, um Projeto de Lei do vereador Alcides Teixeira Neto que obriga as empresas de ônibus a instalarem ar-condicionado em todos os coletivos que trafegam na capital. A votação promete lotar as galerias da Casa pois a população não aguenta mais tanto descaso. Ontem, após denúncia dos movimentos ligados ao transporte, 60 coletivos climatizados passaram a circular na RMR – Alcides havia apoiado a cobrança durante uma audiência pública para discutir o assunto.

CURTAS

EXEMPLO – O debate entre os deputados estaduais Sivaldo Albino e Antônio Coelho, ontem, no programa de Aldo Vilela na Rádio Transamérica, foi um exemplo de como deve ser o embate entre governo e oposição. Os parlamentares não abriram mão de defender seus pontos de vista, mas, sempre, com muito respeito e cordialidade.

BIG BROTHER OLINDA – A piada em Olinda é que o prefeito Professor Lupércio só quer saber, agora, de fazer Live nas suas redes sociais. Todo dia é uma! E pior; os secretários têm que participar também junto do chefe - será que ele está se espalhando em Bolsonaro? Administrar que é bom...

ANIVERSÁRIO – Muita gente lembrou, ontem, nas redes sociais, o aniversário do ex-presidente da Assembleia Legislativa, Guilherme Uchoa, que era amigo dos amigos. O ex-deputado, que faleceu em julho passado, faria 72 anos. A coluna presta condolências à família de Uchoa.

Perguntar não ofende: A oposição em Gravatá vai se unir para 2020 ou ficará só na conversa?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Lula inelegível kkkk, acabou o pt.

Fernandes

Enquanto o Carluxo briga com o Mourão nas redes sociais, nossos direitos estão sendo cassados na CCJ.

Fernandes

Na câmara Bolsonaro votou contra mudanças na Previdência.

Fernandes

Justiça inocenta Haddad em ação por corrupção e lavagem de dinheiro.

Fernandes

Na Câmara, Bolsonaro votou contra mudanças na Previdência que hoje defende como presidente. Mas, apesar de agora defender a reforma da Previdência com unhas e dentes e de inclusive tê-la incluído no programa de governo que registrou no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) durante a campanha eleitoral do ano passado, Bolsonaro tem um histórico de votações contrárias a qualquer medida semelhante ao longo de sua carreira como deputado.

Fernandes

Faltou coragem ao STJ para enfrentar a farsa do triplex.

marcos

STJ confirma condenação de lula no Roubo do Triplex! kkk Eu já sabia.

marcos

Boa noite mortadelas do meu Brasil, como é bom saber que o presidente não é do pt, lula continua preso babaca, Dilma continua burra, estamos há 123 dias sem corrupção no governo federal, o Sport é campeão, as mortadelas tentam culpar os outros pelas merdas dos governos petistas e o nosso mito vai muito bem obrigado.

marcos

Lula deixa 6 milhões de desempregados, Dilma jumenta deixa 13 milhões de desempregados o vice de Dilma acumula os desempregados aí vem o nosso mito e com três meses é culpado pelas merdas dos governos petistas. Fake mortadela kkkk

Fernandes

GUEDES E BOLSONARO FRACASSAM E DESEMPREGO DISPARA. A política econômica do governo Bolsonaro deixa cada vez mais impactos destrutivos no País; avançou em março a taxa de desemprego na Região Metropolitana de São Paulo, segundo pesquisa divulgada nesta terça-feira, 23, pela Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade) e o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Econômicos (Dieese); a taxa passou de 15,5% em fevereiro para 16,1% no mês passado, atingindo um contingente estimado de 1,772 milhão de pessoas, 61 mil acima do mês anterior. No país já chegou a 13,1 milhões.

Fernandes

Bolsonaro se recusa a enquadrar filho, que reabre crise com Mourão.

Fernandes

Quem votou no Bolsonaro votou no Mourão né?

Fernandes

Desemprego atinge 27% da população entre 18 e 24 anos no país. UÉ? A REFORMA TRABALHISTA NÃO ERA PARA AUMENTAR O EMPREGO? IDIOTAS!

Fernandes

Dizem que Bolsonaro é burro, burro não é ele, burro são os eleitores dele que depois de ver tudo que tá acontecendo ainda querem defendê-lo.

Fernandes

Vamos comprar o sitio em Atibaia para Lula! só vai ser 5 ou 10 reais para cada um.

Fernandes

Fernando Bittar: dono do sitio de Atibaia.quer vender o sitio. Que tal doarmos 10 reais cada um, [diretamente ao Lula]. para comprar o sitio? somos milhões!

Fernandes

Tai ai a prova que governo militar não presta, hoje não temos mais saúde, segurança, educação nem cultura e nem empregos parabéns!

Fernandes

BRF vai paralisar atividades por causa da queda na venda à árabes! Tudo isto, após Bolsonaro lamber as botas de Israel. IDIOTAS!!

marcos

Reconheço que os 13 milhões de brasileiros que deixei Desempregados, Não estavam trabalhando! Dilma Roussef.

marcos

Quem é mais Ladrão, lula ou Geddel?

marcos

Boa tarde mortadelas do meu Brasil, como é bom acordar e saber que o presidente não é do pt, lula continua preso babaca, Dilma continua burra, estamos a 123 dias sem corrupção no governo federal, o Sport é campeão e o nosso mito vai muito bem obrigado.

Fernandes

Faça como bolsonaro apoie a greve dos caminhoneiros pela redução do preço do diesel.

Fernandes

TODO APOIO A GREVE DOS CAMINHONEIROS.

Fernandes

Mídia vaza áudio onde bolsonaro ataca,o vice presidente está com medo de levar outra facada,desta vez nas costas. Uau!!!

Fernandes

A reforma da Previdência é um tiro no sonho do trabalhador...

Fernandes

Ingenuidade não é uma criança acreditar em papai Noel nem no coelho da páscoa ingenuidade é um adulto acreditar em Bolsonaro.

Fernandes

Governo bolsonaro libera 1 bilhão em emendas parlamentares para agradar parlamentares.

Fernandes

Estão querendo trabalhar a reforma da previdência sigilosamente? Fazer o desmonte na surdina? A esquerda não irá permitir!

Fernandes

Malditos bolsomitas! Estão ameaçando a menininha que se recusou a cumprimentar o monstro Bolsonaro!

Fernandes

ACHO QUE O QUEIROZ VAI COMPRAR.

Fernandes

Dono do sítio de Atibaia pede à Justiça para vender imóvel. Mas não é o Lula?



22/04


2019

Coluna da segunda-feira

Governo começa a ceder

O Governo Bolsonaro prepara um decreto para acelerar transferências a estados e municípios como forma de compensação previdenciária. Atendendo ao pleito dos governadores e de prefeitos, o time de Paulo Guedes (Economia) espera ampliar o apoio pela reforma da Previdência. Em média, um servidor público estadual ou municipal trabalha sete anos na iniciativa privada antes de ingressar no funcionalismo.

Estados e municípios querem receber a parcela paga pelo servidor no período em que estava vinculado ao INSS. O pagamento das compensações, portanto, aumenta o déficit da Previdência Social e é um alento para as contas dos governadores e prefeitos. A equipe econômica estima que, para municípios, a transferência seja de R$ 5 bilhões.

Para os estados, não há cálculos exatos. Mas o governador do Piauí, Wellington Dias (PT), prevê que a dívida acumulada com os estados seja de R$ 20 bilhões. Apesar de ser de oposição a Jair Bolsonaro, Dias tem articulado com técnicos do governo mais celeridade aos pagamentos. Atualmente, há 145 mil pedidos de governadores e prefeitos para essas transferências de recursos dos INSS, que se arrastam há anos.

O plano do governo é zerar esse estoque de processos em até dois anos.  “Esse decreto deve sair em 60 dias”, informou o secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho. A equipe, segundo ele, trabalha também no aprimoramento do modelo de pedido de compensação. A medida é um afago a governadores e prefeitos e uma tentativa para que eles ajudem a convencer congressistas a votar a favor da proposta de reforma da Previdência.

Cresceu no Congresso a articulação para que a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) passe a prever mudanças na aposentadoria apenas dos trabalhadores da iniciativa privada e de servidores federais. Portanto, o efeito da reforma para estados e municípios seria excluído da proposta. Mesmo no PSDB, partido que defende a reforma, há deputados favoráveis à retirada dos artigos que ajudariam nos ajustes de contas estaduais.

Exclusão – O jogo é político. Parlamentares querem que o governador de seu respectivo estado tenha o desgaste de aprovar medidas impopulares. O líder do PPS na Câmara, Daniel Coelho (PE), recolhe assinaturas para apresentar emenda à PEC que excluiria o efeito da reforma para servidores estaduais e municipais. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), tem falado com aliados sobre outra sugestão. Ele prefere que, após a aprovação da proposta, governadores e prefeitos tenham um prazo para apenas ratificar as mudanças na PEC. Para Maia, isso seria suficiente para que toda a classe política trabalhe pela reforma.

Belo Jardim às moscas – Nas eleições municipais de 2016, Belo Jardim, a 171 km do Recife, apostou na oposição elegendo o prefeito conhecido como Hélio dos Terrenos, do PTB. Ele derrotou os candidatos dos grupos Mendonça e do ex-prefeito João Mendonça. Em pouco tempo, o trabalhista confundiu o público com o privado, o MP está investigando irregularidades na sua gestão e ele só não foi cassado ainda porque tem maioria dos 13 vereadores que integram o legislativo municipal. Ali, uma CPI das falcatruas está adormecida por pressão do prefeito, o pior que Belo Jardim teve nos últimos anos. Bateu Marcos Coca-Cola de longe. 

Padre trapalhão – Por falar em Belo Jardim, o bispo Dom José Luís, da Diocese de Pesqueira, a quem a paróquia belo-jardinense está subordinada, deveria dar uns puxões de orelha no padre Geraldo Magela, que convidou políticos para participarem como atores do ato da Última Ceia, na igreja do município, na última quinta-feira. Os católicos fervorosos reagiram com indignação a verem, por exemplo, um vereador encenando o papel de Cristo. Coma popularidade rastejando, a classe ganhou, há muito tempo, ojeriza da sociedade. Só o padre desconhece. Merece ser excomungado.

Farra em Brasília – O Congresso gastou nos últimos dez anos R$ 2,8 bilhões para ressarcir deputados e senadores por despesas como alimentação, combustível, fretamento de aeronaves, hospedagem e passagem aérea. Até hoje sem mecanismo para checar se o serviço descrito na nota fiscal foi de fato prestado, o chamado cotão parlamentar da Câmara completa dez anos de sua criação no mês de maio. O ato que criou o cotão na Câmara foi assinado pelo então deputado Michel Temer como reação ao escândalo conhecido como "farra das passagens", que revelou o uso descontrolado de verba para comprar voos nacionais e internacionais até mesmo para parentes.

Sem transparência – Caruaru ficou numa posição desconfortável no ranking do portal da transparência divulgado esta semana pelo Tribunal de Contas do Estado. A prefeita Raquel Lyra (PSDB) parece que não dá importância nem visibilidade aos atos da sua gestão no dia a dia. O engraçado é que a Câmara de Vereadores, que faz uma oposição chinfrim, não cobra da tucana transparência na sua administração nem tampouco faz qualquer esforço de fiscalização. Numa recente entrevista ao Frente a Frente, o deputado José Queiroz classificou de pífio o Governo Municipal.

Risco de degola – Depois de duas baixas – os irmãos Fernando Filho e Miguel Coelho, ambos filhos do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) –, o PSB pode sofrer um novo desfalque: o deputado federal Felipe Carreras, que contraria o partido na votação da reforma da Previdência. Dos integrantes socialistas na bancada pernambucana é o único a se declarar favorável ao parecer na Comissão de Constituição e Justiça. O risco de desfiliação é natural porque o partido fechou questão contra a reforma. No Congresso, o PSB engrossa o bloco dos partidos que fazem oposição ao Governo Bolsonaro.

CURTAS

PONTE E LUXO – Em Bodocó, a população ainda aguarda, pacientemente, a restauração da ponte que desabou sobre o rio Pequi. Já se passaram mais de um ano e a ponte continua interditada para obras que seriam feitas pelo Governo. O prefeito Túlio Alves (DEM) não está nem aí para a aflição daquele que dependem da estrutura. Pelo contrário, anda num carrão de luxo, cuja locação estaria custando aos cofres municipais a bagatela de R$ 12 mil por mês.

PREMIAÇÃO – O município de Riacho das Almas, no Agreste, foi premiado pelo segundo ano consecutivo na 3º Mostra Pernambuco Aqui tem SUS, realizada dentro do 11º Congresso Estadual de Secretarias Municipais de Saúde. O evento foi em Gravatá e contou com a participação de representantes das secretarias municipais de saúde de todos os municípios do Estado. Ao todo, 51 trabalhos de diversas regiões foram apresentados na mostra, que premiou as quatro melhores experiências exitosas na área de saúde desenvolvidas no Estado.

SEMENTES – O período chuvoso no Sertão ocorre com maior volume entre janeiro e abril, algo que parece ser desconhecido pelo secretário Estadual de Agricultura Dílson Peixoto. Na semana que passou, ele encerrou na região do Agreste, onde as chuvas começam depois das chuvas do sertão, a distribuição de sementes para os trabalhadores. De acordo com o secretário, mais de 45 mil trabalhadores rurais foram beneficiados com a distribuição de 435 toneladas de sementes de milho, feijão e sorgo forrageiro, investimento de R$ 2,2 milhões.

Perguntar não ofende: Olinda tem prefeito?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Todo Apoio a permanência de lula na Cadeia.

Fernandes

Faça como bolsonaro apoie a greve dos caminhoneiros pela redução do preço do diesel.

Fernandes

TODO APOIO A GREVE DOS CAMINHONEIROS.

Fernandes

Bolsonaro e o Bobo da Corte que virou rei. amanha é a ignorância cognitiva, instrumental, sociológica, estrutural e até política desse homem que ocupa o maior posto da República brasileira que a cada fala que daquela boca sai, o Brasil perde bilhões de reais em investimentos oriundos de nossos (ex-)parceiros comerciais; perde o respeito internacional de povos que passaram a nos admirar; perde o pudor mínimo nas interrelações domésticas com seus atos bem pouco republicanos. Aliás, cada gesto de Bolsonaro e seu governo de meninos maluquinhos, mais parecemos viver dentro do estúdio de gravação de um filme de pornochanchada dos mais clichês e patéticos que pudesse ser produzido por algum cineasta frustrado.

Fernandes

IMPRESSÃO É QUE O BRASIL É DIRIGIDO POR UM MANÍACO, DIZ FINANCIAL TIMES. Por meio de um editorial intitulado A promessa e os perigos do Brasil de Bolsonaro, o jornal britânico Financial Times ressaltou que os tuítes e pronunciamentos de Bolsonaro arriscam criar a impressão de que o Brasil é agora dirigido por um maníaco que ataca gays, odeia árvores e ama as armas, que é nostálgico dos dias de ditadura militar\".

Fernandes

Faça como bolsonaro apoie a greve dos caminhoneiros pela redução do preço do diesel.

Fernandes

Quando a gasolina estiver em 10 reais o litro o jeito vai ser por o eleitor do bolsonaro pra puxar carroça.

Fernandes

FATO: Se Jesus voltasse hoje, seria taxado de bandido comunista e morto novamente por esses cidadãos de bem. Alguém duvida?

Fernandes

Equipe econômica do governo Bolsonaro quer reprivatizar a Vale. Uau!!!

Fernandes

Faça como bolsonaro apoie a greve dos caminhoneiros pela redução do preço do diesel.

Fernandes

Notre Dame caiu! O mundo lamenta. Milionários Doam ! Africa morre, Africa chora. O mundo é surdo e cego para os pobres!

Fernandes

Faça como bolsonaro apoie a greve dos caminhoneiros pela redução do preço do diesel.

marcos

Quando Dilma Jumenta será presa?

marcos

Mas afinal quem mandou matar Celso Daniel?

marcos

Será que Ana Estela hadad mulher do nosso kit gay homofóbico foi trabalhar hoje no Maranhão?

Fernandes

Parece que a China e a Rússia botaram moral nos terroristas americanos que queriam invadir a Venezuela, ninguém fala mais nada enfiaram a língua no .. foi ?

Fernandes

GOSTARIA QUE ALGUÉM ME EXPLICASSEM, PORQUE NINGUÉM MAIS QUER INVADIR A VENEZUELA, O QUE ACONTECEU? NÃO QUEREM MAIS ROUBAR PETRÓLEO?

Fernandes

Faça como bolsonaro apoie a greve dos caminhoneiros pela redução do preço do diesel.

Fernandes

TODO APOIO A GREVE DOS CAMINHONEIROS.

Fernandes

É exatamente por conta da religião que hoje temos esse traste na presidência.

marcos

TODO APOIO A PERMANÊNCIA DE LULA NA CADEIA.

marcos

LulatápresoBabaca!

marcos

Corrupção com lula 100%.. . . Corrupção com Dilma 100%... Corrupção com Temer 100% .... Corrupção com o mito 0%. E aí brasileiro vale a pena?

Fernandes

Feijão com Dilma 2,50 - Feijão com temer 3,50 - Feijão com Bolsonaro 9,50 - E ai Brasileiro valeu apena?

Fernandes

Ministro da Economia admite: Governo bolsonaro está perdido. Uau !!!

Fernandes

A porta à esquerda, é a Porta de Salvação do Mundo! Quem concorda? Eu não tenho nenhuma dúvida! Principalmente para o Brasil.

Fernandes

TODO APOIO A GREVE DOS CAMINHONEIROS.

Fernandes

Já prestou atenção, nos templos evangélicos Cristo não não costuma aparecer. Já o demônio não perde um culto.

marcos

Lula o alcoólatra que faz piadas com o nome de Deus.

marcos

Bom dia mortadelas do meu Brasil, como é bom acordar e saber que o presidente não é do pt, lula continua preso babaca, Dilma continua burra, o governo Federal está a 122 dias Sem corrupção, o Sport é campeão Pernambucano e o nosso mito vai muito bem obrigado.

Fernandes

Bonita é a alma que coleciona cicatriz, mas prefere espalhar amor. Lula mártir brasileiro.

Fernandes

No governo PETISTA caminhoneiro financiava caminhão, No desgoverno atual financia... diesel e pneus...

Fernandes

Greve Geral dos Caminhoneiros dia 29 de Abril.

Fernandes

Urgente: Inflação acelera em março. IPCA acelera para 0,75% em março, maior taxa para o mês desde 2015.

Fernandes

Faça como bolsonaro apoie a greve dos caminhoneiros pela redução do preço do diesel.

Fernandes

Áudio, em poder de Lauro Jardim do O Globo, revela que Bozo incentiva ataques a Mourão !!

Fernandes

TODO APOIO A GREVE DOS CAMINHONEIROS.


ArcoVerde

20/04


2019

Coluna do sabadão

Marcola também pode falar?

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, revogou a decisão de abrir inquérito para investigar fakes news, censurando consequentemente o site da revista Crusoé, que trouxe postagem com o depoimento do presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, comprometendo o ministro Dias Toffoli, presidente do STF. Este pegou carona no ato e liberou o ex-presidente Lula para entrevistas.

Lula está detido na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, desde o dia 7 abril do ano passado. Ele foi condenado pelo caso tríplex no Guarujá e pelo sítio de Atibaia, ambos no interior de São Paulo.

A condenação foi feita por Sergio Moro, hoje ministro da Justiça e Segurança Pública no governo de Jair Bolsonaro, em primeira instância. A pena decidida pelo ex-magistrado foi de 9 anos e meio. A defesa de Lula recorreu da decisão, mas o TRF4, em segunda instância, aumentou a pena para 12 anos e um mês.

Já a segunda condenação foi julgada em fevereiro pela juíza Gabriela Hardt, 13ª Vara Federal do Paraná, responsável por substituir Moro. O petista foi sentenciado por três crimes de corrupção e dois de lavagem de dinheiro, tendo a pena decidida por 12 anos e 11 meses.

Com a imagem extremamente arranhada pela beliscada que deu na dinheirama da Lava Jato, Toffoli, nomeado por Lula, passou por cima da lei para agradar a quem deu a canetada da sua ascensão ao Supremo. Mas cometeu uma tremenda arbitrariedade, porque presidiário nenhum goza da liberdade de conceder entrevistas. O ministro abriu um precedente grave. Lula não é preso político, é preso comum. Não está por trás das grades por uma figura histórica. Lula está preso por ser ladrão.

Ficou bilionário com a roubalheira instalada no seu duplo governo na relação promíscua com as empreiteiras, especialmente a Odebrecht e a OAS, suas preferidas. Se Toffoli abre exceção para o ex-presidente falar, o precedente será reclamado por outros presidiários e gente perigosa, como Marcola e Fernandinho Beira-mar. Se Lula pode receber jornalistas, por que Beira-mar não pode?

Nunca na história deste País aconteceu nada mais grave e absurdo do que esta decisão de Toffoli. Rasgou todos os princípios da toga que julgou cumprir e colocou o Supremo sob suspeita. Em setembro do ano passado, o ministro Luiz Fux suspendeu uma liminar concedida por Ricardo Lewandowski que autorizava a Folha de São Paulo a entrevistar Lula na prisão, em Curitiba.

Fux não apenas cassou a permissão como disse, em sua decisão, que, se a entrevista já tivesse sido realizada, sua divulgação estaria censurada, estabelecendo uma censura prévia que é expressamente proibida pela Constituição. O magistrado merece uma homenagem por proibir a entrevista

Bomba – A notícia do suicídio do ex-presidente Alan García, do Peru, caiu como uma bomba na Odebrecht. Executivos da empresa delataram o político, que se matou antes de ser preso. De acordo com pessoa próxima da empresa, Jorge Barata, que dirigiu as operações no Peru por cerca de 15 anos e foi um dos delatores, estava arrasado. Executivos lembravam que as delações relatavam ilícitos do governo de García, além de contribuições para campanhas eleitorais – e não roubos pessoais dele. O único benefício pessoal, ainda investigado pela procuradoria, seria o pagamento, pela empreiteira, de US$ 100 mil por uma palestra que ele efetivamente deu na brasileira Fiesp. A ação foi delatada por um advogado terceirizado da Odebrecht.

Na vitrine – Da mesma forma que o pai Silvio Costa, que no primeiro mandato em menos de seis meses emplacou mídia nacional, o deputado Silvio Costa Filho (PRB) é uma das revelações dos novos parlamentares da bancada federal. Sua vitrine tem sido a coordenação do Pacto Federativo, movimento pela redistribuição das receitas da União com mais equidade com os Estados e Municípios. Silvio Filho é jeitoso e logo estará na lista dos 100 mais influentes do Congresso Nacional em seleção insuspeita do Diap.

Privatização dos Correios – Um integrante da equipe econômica do governo disse à Reuters que foi vencida a resistência do presidente Jair Bolsonaro à privatização dos Correios. Segundo o raciocínio do grupo, a empresa ganhará mais liberdade para se modernizar e responder às mudanças no mercado promovidas pelo comércio eletrônico sem a União como controladora. O ministro da Economia, Paulo Guedes, tem insistido que o governo deve se desfazer de ativos para diminuir a dívida pública, também apontando que o controle excessivo do Estado sobre os negócios abre margem para casos de corrupção nas estatais – como ocorreu na Petrobras, na Caixa Econômica Federal e nos Correios.

Arquivo – O ministro aposentado Ayres Britto, ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, afirmou, ontem, em entrevista à GloboNews que, se a Procuradoria-Geral da República não oferecer denúncia, o inquérito instaurado para apurar ofensas e ameaças a integrantes do STF tem de ser arquivado (veja no vídeo acima a partir de 9min40seg). De acordo com Ayres Britto, promover ação penal é competência privativa do Ministério Público e “não se pode obrigar o Ministério Público a denunciar”.

Imagem desgastada – Após a decisão do ministro Alexandre de Moraes de revogar a determinação dele próprio que censurou os sites “O Antagonista” e o da revista “Crusoé”, ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) avaliam que será preciso levar ao plenário a análise do inquérito aberto para apurar fakes news, ofensas e ameaças contra a Corte. A percepção majoritária no STF é que o episódio da censura trouxe enorme desgaste ao tribunal. Ao ponto de o próprio decano, ministro Celso de Mello, ter feito uma rara manifestação em nota com duras críticas à censura. “O decano falou pelo conjunto dos ministros”, disse um integrante do STF.

Prefeito relapso – O prefeito de Trindade, Dr. Everton Costa (PSB), levou o município ao caos. Com ele no poder, a Previdência faliu, os salários dos servidores contratados estão com quatro meses em atraso e até os garis não sabem o que embolso nas suas contas há três meses. Não recolhe aos bancos a taxa obrigatória dos empréstimos consignados, obras federais paralisadas e até o matadouro foi interditado. O prefeito só é eficiente na prática do nepotismo: nomeou a primeira dama secretária de Saúde, o genro secretário de Finanças, o sobrinho da esposa secretário de Administração. Até a Procuradoria e Assessoria Jurídicas são ocupados por parentes da esposa.

CURTAS

DEBATE – A Faculdade UNINASSAU Olinda realiza, na próxima segunda-feira, um debate sobre as mudanças propostas pela Reforma da Previdência. O evento acontece no auditório da Instituição, a partir das 19h, e contará com a presença do ex-governador Joaquim Francisco e do advogado Paulo Perazzo, além do coordenador do curso de Direito da Instituição, Renato Hayashi.

TOMBAMENTO – O Governo tombou três patrimônios no Recife e na Ilha de Itamaracá. Os tombamentos foram homologados pelo governador Paulo Câmara (PSB) e representam o valor histórico, arqueológico, turístico, social, econômico e paisagístico das construções para o Estado. Duas das construções são o Museu do Estado e a antiga Parada de Trens Urbanos de Ponte D’Uchoa – Estação Maxambomba, nas Graças. A outra é o Povoado de Vila Velha, em Itamaracá.

EXEMPLO SUIÇO – Ela não tem motorista, não tem auxílio-moradia, não tem carro oficial nem pode nomear funcionários. Para comer, precisa pagar de seu bolso e seu salário depende da quantidade de horas que ela passa por semana no Poder Legislativo. Essa é a vida de deputada cearense Carine Carvalho. Ela, porém, não exerce seu mandato no Brasil. Carine é deputada no cantão de Vaud, na Suíça, uma espécie de deputada estadual. “Como deputada, sou eu e eu mesma”, contou ao blog. “Não posso nomear ninguém”, disse.

Perguntar não ofende: A CCJ consegue aprovar na terça a constitucionalidade da reforma da Previdência?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

TODO APOIO A GREVE DOS CAMINHONEIROS

marcos

Áudio em poder do MPF revela que lula pt, manda Odebrecht dar dinheiro ao tráfico internacional, milícias e as FARCS.