Volia diz que Itapissuma vira polo de desenvolvimento

  

 

 

 

 

 

 

 

Em visita ao blog, o prefeito de Itapissuma, Cal Volia (PSDB),comemorou o fato de o município começar a se projetar como o mais novo complexo industrial depois da chegada da AmBev, que funcionava no Cabo de Santo Agostinho. “De imediato, foram gerados mais de três mil empregos”, disse o tucano, acrescentando que Itapissuma foi escolhida pela cervejaria em razão do seu potencial econômico e da qualidade da água potável, que jorra com muita facilidade em poços artesianos.

Recentemente, o município ganhou, também, uma unidade da EBGE, empresa voltada para produção de solda elétrica, abrindo mais 200 empregos. Outra grande conquista, segundo o prefeito, é a chegada do frigorífico Frigomalta, que gerou cerca de 230 empregos, e a Maxtil, empresa de cabo de fiação, com capacidade para atrair 300 empregos - esta em implantação, atualmente em obras de terraplanagem. “Tudo isso é fruto de uma política em parceria com o Governo do Estado”, diz Volia , para quem a cidade tem potencial para receber  novos investimentos geradores de emprego e renda com a instalação da montadora Fiat, em Goiana. “Temos 3,2 mil hectares só da usina em nosso território que serão desapropriados para instalação de fábricas que chegam em decorrência da Fiat”, observa.

“Pagamos ainda o piso nacional do professor em dia e oferecemos uma merenda de qualidade”, acrescenta o tucano. Segundo ele, o município deve ganhar em breve uma escola modelo em tempo integral, através de convênio com o Governo Federal, com capacidade para 900 alunos.

O prefeito salientou, ainda, que, graças a parcerias com o Estado, foi possível asfaltar a Avenida Doutor José Borba, que liga a PE-35 coma BR-101. “Estamos ainda construindo um conjunto de casas com 28 unidades e uma quadra poliesportiva”, disse. O tucano destacou, por fim, um investimento da ordem de R$ 1,8 milhão no polo gastronômico, conhecida como a caldeirada.

Publicado em: 09/04/2012