Refinaria: suspeita, mas verbas liberadas no Congresso

A Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional decidiu liberar repasses de recursos do Orçamento de 2012 para 22 obras com indícios de irregularidades graves apontados pelo Tribunal de Contas da União (TCU). O relatório aprovado prevê a suspensão de repasse para apenas cinco obras. Presença frequente na lista de suspeitas do TCU, a construção da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, mais uma vez foi salva pelos deputados e senadores. A refinaria, construída em parceria entre a Petrobras e a venezuelana PDVSA mais uma vez centralizou o debate. Para o TCU, a obra deveria ser paralisada por sobrepreço, ou seja, os valores acima dos praticados no mercado. A estatal brasileira questiona as planilhas usadas pelo TCU para averiguar os preços. A oposição protestou contra a exclusão, mas foi derrotada no voto. (Informações de O Estado de S.Paulo)

Publicado em: 23/12/2011