Dilma troca guardas que vigiam palácios da Presidência

Após oito anos, a Guarda da Presidência da República retomou nesta quarta-feira (7) uma cerimônia que marca a troca entre os homens responsáveis pela segurança dos palácios usados pela presidente Dilma Rousseff e o vice Michel Temer, noticiou G1.

A guarda do Palácio do Planalto (local de trabalho da Presidência) e do Palácio do Jaburu (residência oficial da Vice-Presidência) era feita pelo Batalhão da Guarda Presidencial, de infantaria.

Eles trocam de lugar agora com os Dragões da Independência, regimento de cavalaria, que até então fazia a guarda do Palácio da Alvorada (residência oficial) e da Granja do Torto (casa de campo).

Publicado em: 07/12/2011