Ministro ameaçado critica aliados do próprio partido

 O ministro das Cidades, Mário Negromonte, disse ontem, por meio de nota, que os parlamentares da bancada do PP que o apoiam ''são fiéis'' tanto a ele quanto ao governo de Dilma Rousseff, informa a Folha de S.Paulo. ''Não são parlamentares que mudam de lado ao sabor de seus interesses e trazem para o plano nacional disputas regionais que dizem respeito apenas a eles próprios e não ao partido''''. Dos 41 deputados federais do partido, 30 querem a saída de Negromonte. Anteontem eles se reuniram para reclamar que não são atendidos e que não têm suas emendas liberadas na pasta administrada pelo partido.

No ministério desde o início do governo, Negromonte enfrentou uma série de suspeitas de irregularidades. Em agosto, por exemplo, o ministro foi acusado de oferecer um ''mensalinho'' de R$ 30 mil para deputados do PP em troca de apoio interno, segundo reportagem da revista ''Veja''. Negromonte negou todas as acusações.De acordo com a  nota divulgada ontem, o ''ministro tem um patrimônio político construído ao longo de seis mandatos sem nenhum processo e nenhuma mancha em sua trajetória''.

Publicado em: 07/10/2011