Haddad: “Cabe a Dilma decidir saída para 2012”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O ministro da Educação, Fernando Haddad, afirmou, na manhã de hoje, em São Paulo que cabe à presidente Dilma Rousseff escolher a data de sua saída do ministério caso ele dispute mesmo as eleições para prefeito de São Paulo no ano que vem, segundo o portal R7. A afirmação foi feita logo depois de participar de um debate sobre educação promovido pela revista Exame.

Ao final do bate-papo, ele concedeu uma entrevista coletiva, mas preferiu evitar todas as perguntas sobre sua provável candidatura pelo PT. Ele só deixou escapar uma resposta para uma questão sobre a data de sua saída do ministério. “Eu não sei. Quem decide é a presidente Dilma”.

Haddad é o candidato preferido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. No último dia 20, recebeu o apoio da corrente Construindo um Novo Brasil, majoritária dentro do PT, e vem ganhando espaço para vencer uma eventual prévia no partido.

Pesquisa Datafolha divulgada no último dia 5 aponta a senadora Marta Suplicy (PT) como preferida na disputa pela Prefeitura de São Paulo. Ela saiu na frente em todos os cenários pesquisados e já mostrou, em mais de uma ocasião, a vontade de entrar na disputa. No entanto, o mesmo levantamento revela que 40% dos entrevistados se declararam dispostos a votar no candidato apoiado pelo ex-presidente, o que favorece Haddad.

Publicado em: 30/09/2011