Objetivo: só uma simples demonstração de força

DE RENATA LO PRETE - FOLHA DE S.PAULO

 Por que afinal Eduardo Campos (PSB-PE) moveu mundos e fundos para instalar a mãe no Tribunal de Contas da União? Resposta simples de um observador da cena política: ''Para mostrar que conseguiria''. Tão logo Ana Arraes (PSB-PE) foi eleita na Câmara, o governador pediu ajuda ao presidente Marco Maia (PT-RS) para convencer José Sarney (PMDB-AP) a liquidar no mesmo dia a fatura no Senado. Aécio Neves (PSDB-MG) também entrou em campo, mas o esforço foi abortado diante da reação negativa de Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE).

Convencidos de que a eleição de Ana Arraes, somada a outros percalços, fragilizou o projeto de Henrique Alves (PMDB-RN) para 2013, aliados lembram o que ocorreu com Cândido Vaccarezza (PT-SP): ''Ele perdeu a presidência da Câmara não porque a Casa não o queria, mas porque o PT não deixou''. O líder peemedebista sofre cada vez mais contestação na própria bancada.

Publicado em: 23/09/2011