Se com Armando não há fratura , com Da Fonte está exposta

 Do comentário de Marisa Gibson, na coluna Diario Político de hoje:

''''No Palácio das Princesas, a versão é a de que a demissão de Joaquim Felipe foi uma decorrência da má gestão do Sassepe, órgão que cuida do sistema previdenciário dos servidores estaduais e que é um dos campões de queixas. E mais: o argumento de Eduardo da Fonte de que governador teria ficado aborrecido com sua entrevista, seria apenas uma maneira de amenizar a queda do seu aliado Joaquim Felipe.

Por trás das versões, há especulações sobre a existência de contratos superfaturados com alguns hospitais. Sobre isso, o deputado afirma que o governador pode ficar à vontade para apurar tudo, enquanto no Palácio a disposição é a de que se houver irregularidades serão investigadas. Agora, se a relação entre o governador e Armando dificilmente voltará a ser a mesma, o relacionamento entre o governador e Eduardo da Fonte, ao que parece, chegou ao ponto final e com fratura exposta.''''

Publicado em: 07/09/2011