CPMF: Dilma ordena, e governadores vão pedir a volta

 Ilimar Franco revela, na sua coluna de hoje em O Globo, que é para valer a manobra de bastidor no Planalto, em favor de um sucedâneo para a ''''saudosa'''' CPMF:

''''A exemplo do governador Sérgio Cabral (RJ), que ontem defendeu a volta da CPMF, outros governadores podem fazer declarações semelhantes. O Planalto está cobrando que eles arregacem as mangas na votação da Emenda 29, que regulamenta os gastos com a Saúde. O governo federal não quer arcar só com o ônus de qualquer aumento de imposto. Os governadores mais pressionados são de estados que não cumprem 12% dos gastos com saúde. Segundo o Ministério da Saúde, é o caso do Rio, que gasta 10,75%; dos tucanos Antonio Anastasia (MG), 8,85%, e, Beto Richa (PR), 9,84%; e, do petista Tarso Genro (RS), 4,37%.''''

Publicado em: 07/09/2011