Inflação volta a subir e ameaça meta do governo

A inflação voltou a subir com força em agosto, lançando dúvidas sobre a estratégia usada pelo Banco Central para segurar os preços e atenuar o impacto da crise externa sobre a economia brasileira, diz a Folha de S.Paulo de hoje. O IPCA, principal índice de preços do país, subiu 0,37% em agosto e acumulou variação de 7,23% nos últimos 12 meses, a maior registrada pelo índice desde junho de 2005. O BC acredita que os preços devem subir num passo mais moderado daqui até o fim do ano, o que contribuirá para reduzir a taxa anual. Mesmo assim, alguns economistas preveem que o IPCA irá superar o teto da meta fixada pelo governo para a inflação deste ano, que é 6,5%.

Publicado em: 07/09/2011